Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama

  • 909 Respostas
  • 75819 Visualizações
*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 9841
  • Recebeu: 1084 vez(es)
  • Enviou: 1624 vez(es)
  • +1005/-1269
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1622
  • Recebeu: 334 vez(es)
  • Enviou: 1464 vez(es)
  • +128/-18
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #406 em: Abril 24, 2020, 02:35:32 pm »
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3604
  • Recebeu: 856 vez(es)
  • Enviou: 192 vez(es)
  • +175/-86
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #407 em: Abril 24, 2020, 03:17:01 pm »
Por esse preço, ou um pouco mais, arranjas melhor. Com o dobro ou 4x os VLS por exemplo.
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 7062
  • Recebeu: 3088 vez(es)
  • Enviou: 1643 vez(es)
  • +1668/-132
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #408 em: Abril 24, 2020, 03:23:55 pm »
Fragata Tailandesa

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1036899936514706&type=3&app=fbl


E mesmo feita na coreia do sul foram 470 milhões de $....
Mas não está má, não senhor.

https://en.wikipedia.org/wiki/HTMS_Bhumibol_Adulyadej

 :-P

Muito jeitosa, sim senhor, por €420 milhões, tomáramos nós ter três/quatro delas. ;)

Abraços
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3608
  • Recebeu: 1949 vez(es)
  • Enviou: 3717 vez(es)
  • +1690/-107
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #409 em: Abril 24, 2020, 04:17:44 pm »
Por esse preço, ou um pouco mais, arranjas melhor. Com o dobro ou 4x os VLS por exemplo.

Para que queres tantos VLS se para as duas BD só vamos adquirir 16 ESSM Block 2, ou seja, 1/4 do necessário para equipar ambas as fragatas? É a mesma coisa com a FAP: tens 20 AMRAAM em arsenal, quando cada F-16 tem capacidade para ser equipado com 04 (+02 Sidewinder). Há dois tipos de equipamentos aos quais os nossos responsáveis militares parecem ser alérgicos: mísseis antiaéreos e helicópteros. Ao menos para os subs compraram os mínimos.
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente, ocastilho

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1622
  • Recebeu: 334 vez(es)
  • Enviou: 1464 vez(es)
  • +128/-18
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #410 em: Abril 24, 2020, 05:48:52 pm »
Por esse preço, ou um pouco mais, arranjas melhor. Com o dobro ou 4x os VLS por exemplo.


Pelo que sei, uma celula de Mk41 VLS custa 4 milhões de $, não era por ai, mas como diz o NVF, pra quê tantas!?
Pra andarem vazias? 16 já chegava e sobrava para: ESSM, SM-2, VL-ASROC.
16 - ESSM 4 - VL-ASROC + 8 - SM-2
 :-P
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1428
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 1248 vez(es)
  • +213/-7
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #411 em: Abril 24, 2020, 05:56:59 pm »
Bom, se houver espaço e lançadores podemos sempre em caso de necessidade (e houver tempo para isso) comprar os misseis - com uma subscrição nacional como na altura do ultimato, na pior das hipóteses  ::)   
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1299
  • Recebeu: 183 vez(es)
  • Enviou: 178 vez(es)
  • +91/-72
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #412 em: Abril 24, 2020, 07:31:26 pm »
Por esse preço, ou um pouco mais, arranjas melhor. Com o dobro ou 4x os VLS por exemplo.


Pelo que sei, uma celula de Mk41 VLS custa 4 milhões de $, não era por ai, mas como diz o NVF, pra quê tantas!?
Pra andarem vazias? 16 já chegava e sobrava para: ESSM, SM-2, VL-ASROC.
16 - ESSM 4 - VL-ASROC + 8 - SM-2
 :-P

As KD já tem 16 células, convém as que as vão substituir tenham mais. Era é importante as próximas fragatas terem mk57.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3604
  • Recebeu: 856 vez(es)
  • Enviou: 192 vez(es)
  • +175/-86
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #413 em: Abril 24, 2020, 08:52:27 pm »
Por esse preço, ou um pouco mais, arranjas melhor. Com o dobro ou 4x os VLS por exemplo.


Pelo que sei, uma celula de Mk41 VLS custa 4 milhões de $, não era por ai, mas como diz o NVF, pra quê tantas!?
Pra andarem vazias? 16 já chegava e sobrava para: ESSM, SM-2, VL-ASROC.
16 - ESSM 4 - VL-ASROC + 8 - SM-2
 :-P

Por esse preço, ou um pouco mais, arranjas melhor. Com o dobro ou 4x os VLS por exemplo.

Para que queres tantos VLS se para as duas BD só vamos adquirir 16 ESSM Block 2, ou seja, 1/4 do necessário para equipar ambas as fragatas? É a mesma coisa com a FAP: tens 20 AMRAAM em arsenal, quando cada F-16 tem capacidade para ser equipado com 04 (+02 Sidewinder). Há dois tipos de equipamentos aos quais os nossos responsáveis militares parecem ser alérgicos: mísseis antiaéreos e helicópteros. Ao menos para os subs compraram os mínimos.

Eu pessoalmente prefiro ter células vazias, do que metade das células. É mais fácil comprar os mísseis quando fazem falta, do que ter de modificar o navio para ter mais um lançador. Numa Marinha de poucos navios, quanto mais capazes forem, melhor.

E se cada Mk-41 custa 4 milhões (arredondemos para 10 pelo custo de instalação e uns quantos mísseis extra), não é por o navio passar de 420 para 430 milhões que é o fim do mundo.

E tendo em conta que até novos mísseis anti-navio já são lançados do Mk-41, como o LRASM, mais VLS permite mais versatilidade de emprego do mesmo navio, sem ter que se trocar os mísseis em cada célula.
 

*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 294
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 49 vez(es)
  • +17/-6
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #414 em: Maio 04, 2020, 11:02:38 pm »
DC, tu que estás mais por dentro dessa matéria, que achas dos sea receptor como concorrentes dos essm? Há várias marinhas a entrar por aí?

Também já vi qq coisa acerca do spear 3 poder usar as mesmas células de lançamento. Este é para ser usado com míssil anti navio?
 

*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 294
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 49 vez(es)
  • +17/-6
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #415 em: Maio 04, 2020, 11:05:46 pm »
Já agora, pergunta apenas por curiosidade, um navio apenas com defesa de curto alcance, com o camm, por exemplo, que tenha 8x4 mísseis disponíveis, quantos mísseis anti navio consegue aguentar até saturar?
« Última modificação: Maio 04, 2020, 11:10:52 pm por Kalil »
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3604
  • Recebeu: 856 vez(es)
  • Enviou: 192 vez(es)
  • +175/-86
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #416 em: Maio 04, 2020, 11:48:47 pm »
Eu percebo tanto, e em muitos casos até menos, que muita gente aqui do Fórum.

Mas tentando reponder o melhor que posso, diria que cada um dos mísseis tem as suas vantagens e desvantagens, sendo o ESSM mais rápido (mach 4) que o CAMM/Sea Ceptor (mach 3) mas este poderá ser mais ágil. O alcance supostamente é idêntico, pelo menos entre o ESSM e o CAMM-ER. Era reportado que o CAMM tinha atingido alcances na ordem dos 60km, mas não sei se foi a versão normal ou o ER. Seja como for, são mísseis na mesma classe. Resta a dúvida do preço de cada míssil.

Para nós é mais útil o ESSM Block 2 por fazermos parte do consórcio. Mas seria sem duvida uma hipótese válida.

O SPEAR 3 tem o mesmo propósito do Hellfire nos LCS, tem como objectivo sobretudo o abate de alvos rápidos, como lanchas, etc. Tem também capacidade de ataque a alvos em terra. Para responder a ameaças como o Irão, com muitas pequenas lanchas rápidas, o Hellfire, e por sua vez o SPEAR são mais baratos de usar do que Harpoons e mais eficazes que canhões. Não sei quanto aos lançadores, mas se puder usar os mesmos dos CAMM, seria obviamente um bónus em navios como corvetas.

Quanto à saturação a ataques de mísseis, acho que é, regra geral, dependente da capacidade de mísseis prontos a disparar do navio. Penso que o padrão é disparar 2 mísseis por alvo, não sei é se isto se aplica a todos os mísseis, ou se apenas a mísseis de defesa de ponto, como os RAM, Sea Sparrow, etc. Mas estará desde logo limitado ao número de mísseis que tem.

Penso também que vi num artigo que casos como os Ticonderoga e os Arleigh Burke têm muitas células de VLS comparado com os destroyers europeus como as Horizon, mas estes últimos podem recarregar os VLS no mar, e os navios americanos não. Certamente seria um factor a ter em conta, a possibilidade e rapidez de carregamento de mísseis. Por isso é que convém ter sempre vários navios na área e também sistemas anti-missil (CIWS) algo que a mim me parece absurdo por não existirem nas FREMM.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Kalil

*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 294
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 49 vez(es)
  • +17/-6
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #417 em: Maio 05, 2020, 12:21:25 am »
Agradeço a informação, DC.

O camm também é mais leve, o que pode ser vantajoso em navios mais pequenos.

Em relação à saturação sob ataque por mísseis, também deve existir a variável rapidez de lançamento dos sistemas defensivos. Mas, teoricamente, com os camm, considerando que o raio de deteçao/lançamento será então na ordem dos 60km, no caso de exocet ou afins, subsonicos, o navio tem cerca de 4/5 mins para lançar os mísseis defensivos.
Seguindo esta linha de pensamento, e contando 2 camm por cada alvo, e se 4 mins forem suficientes para todos os lançamentos, um navio com 32 camm deve conseguir aguentar perfeitamente uma barragem de até 15 exocet.
Em teoria, é impressionante.

Faltam depois os supersônico e os lançados por aviões..
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 9841
  • Recebeu: 1084 vez(es)
  • Enviou: 1624 vez(es)
  • +1005/-1269
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #418 em: Maio 05, 2020, 08:56:39 am »
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1299
  • Recebeu: 183 vez(es)
  • Enviou: 178 vez(es)
  • +91/-72
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #419 em: Maio 05, 2020, 09:40:45 am »
Eu percebo tanto, e em muitos casos até menos, que muita gente aqui do Fórum.

Mas tentando reponder o melhor que posso, diria que cada um dos mísseis tem as suas vantagens e desvantagens, sendo o ESSM mais rápido (mach 4) que o CAMM/Sea Ceptor (mach 3) mas este poderá ser mais ágil. O alcance supostamente é idêntico, pelo menos entre o ESSM e o CAMM-ER. Era reportado que o CAMM tinha atingido alcances na ordem dos 60km, mas não sei se foi a versão normal ou o ER. Seja como for, são mísseis na mesma classe. Resta a dúvida do preço de cada míssil.

Para nós é mais útil o ESSM Block 2 por fazermos parte do consórcio. Mas seria sem duvida uma hipótese válida.

O SPEAR 3 tem o mesmo propósito do Hellfire nos LCS, tem como objectivo sobretudo o abate de alvos rápidos, como lanchas, etc. Tem também capacidade de ataque a alvos em terra. Para responder a ameaças como o Irão, com muitas pequenas lanchas rápidas, o Hellfire, e por sua vez o SPEAR são mais baratos de usar do que Harpoons e mais eficazes que canhões. Não sei quanto aos lançadores, mas se puder usar os mesmos dos CAMM, seria obviamente um bónus em navios como corvetas.

Quanto à saturação a ataques de mísseis, acho que é, regra geral, dependente da capacidade de mísseis prontos a disparar do navio. Penso que o padrão é disparar 2 mísseis por alvo, não sei é se isto se aplica a todos os mísseis, ou se apenas a mísseis de defesa de ponto, como os RAM, Sea Sparrow, etc. Mas estará desde logo limitado ao número de mísseis que tem.

Penso também que vi num artigo que casos como os Ticonderoga e os Arleigh Burke têm muitas células de VLS comparado com os destroyers europeus como as Horizon, mas estes últimos podem recarregar os VLS no mar, e os navios americanos não. Certamente seria um factor a ter em conta, a possibilidade e rapidez de carregamento de mísseis. Por isso é que convém ter sempre vários navios na área e também sistemas anti-missil (CIWS) algo que a mim me parece absurdo por não existirem nas FREMM.

Nas FREMM tens dois sistemas diferentes, os franceses apostam em misseis e os italianos nos canhões.

« Última modificação: Maio 05, 2020, 09:41:58 am por Red Baron »
 

 

LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?

Iniciado por tenente

Respostas: 23
Visualizações: 2959
Última mensagem Setembro 15, 2020, 11:08:04 am
por P44
Substituição dos Lynx

Iniciado por ruben lopes

Respostas: 694
Visualizações: 120335
Última mensagem Novembro 27, 2020, 11:00:22 pm
por typhonman
Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"

Iniciado por paraquedista

Respostas: 836
Visualizações: 233061
Última mensagem Julho 23, 2020, 12:33:57 pm
por typhonman
"Novas" fragatas

Iniciado por balburdio

Respostas: 122
Visualizações: 36853
Última mensagem Maio 26, 2007, 05:41:54 pm
por Raul Neto
Fotografias de Navios da Classe Cmdte João Belo

Iniciado por AyalaBotto

Respostas: 69
Visualizações: 32371
Última mensagem Novembro 13, 2020, 07:09:01 pm
por P44