Novos Sistemas de Defesa Aérea

  • 472 Respostas
  • 44484 Visualizações
*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8536
  • Recebeu: 1028 vez(es)
  • Enviou: 1198 vez(es)
  • +144/-46
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #375 em: Novembro 04, 2020, 05:48:24 pm »
Não resisto:
"Por isso é que os sistemas autónomos são tão interessantes, basta uma sala de comando com meia dúzia de pessoas e fazem tudo."
Em resposta a esta "meia dúzia", "6 pessoas" na "sala de comando" para 5 localizações...lol... "estas 6 pessoas não descansam? É preciso no mínimo o triplo das pessoas, 24 pessoas só para operar, pode ser 3 turnos de 8h? 2 turnos de 12h? 1 de 24h? seguido de descanso, mas como estamos a falar de pessoas ....

E para guardar a sala comando + "2 pessoas"...  "estas 2 pessoas não descansam? É preciso no mínimo o triplo das pessoas, 6 pessoas só para operar, pode ser 3 turnos de 8h? 2 turnos de 12h? 1 de 24h? seguido de descanso, mas como estamos a falar de pessoas ...."   

E para guardar/reabastecer os lançadores nas 5 localizações + "2 pessoas" x "5 localizações" = +10 pessoas ... "estas 10 pessoas não descansam? É preciso no mínimo o triplo das pessoas, 30 pessoas só para operar, pode ser 3 turnos de 8h? 2 turnos de 12h? 1 de 24h? seguido de descanso, mas como estamos a falar de pessoas .... "

O que temos então = 24 + 6 + 30 = 60 ....

"etc, isto para operar ininterruptamente um ano deve andar pelas 80 pessoas, o que já é uma companhia."

É engraçado como a sua solução também chegamos ao mesmo nr de recursos
:mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Sim realmente teve piada, mas o meu objectivo não era dizer que eram 60 ou 80 ou 100, mas não seriam só os tais 20, isso aumentar podemos sempre fazer, os militares têm que comer, mais um cozinheiro, mas o cozinheiro também têm que ter fim de semana ou alguma folga, é melhor ser 2 cozinheiros, uma força deste tamanho já precisa de um comandante, mais um coronel, e claro o seu estado-maior para toda a planificação, podemos entrar aqui numa espiral de aumento de pessoas que nunca mais acaba.

Como também pode ter menos pessoas, é uma questão de organização, porque é que é preciso duas pessoas para guardar a sala de comando? Não pode ficar dentro de uma unidade como o Comando das Forças Terrestres na Amadora, no RAAA1, etc?
Porque é que para reabastecer os lançadores é preciso ter essas equipas presentes 24h? Não pode existir apenas uma equipa (com as respectivas equipas em rotação :mrgreen:) e vai ao lançador que for necessário? Há muitas possibilidades.

Pode sempre meter mais pessoal como demonstramos nas nossas mensagens, mas o objectivo aqui seria fazer isto com o mínimo de pessoal necessário.

Citar
Agora só falta dizer que nos meus nr a maioria deles são PA .... POIS MAS EU TAMBÉM DISSE QUE OS PA podia ser os operadores do sistema para além de "guardas" do sistema. 
[/b][/size]

Pode ser, mas o PA que estiver a operar o sistema não consegue ao mesmo tempo estar a fazer segurança, não dá para estar atento a ambas as coisas, tem que existir PAs para isso tudo.
« Última modificação: Novembro 04, 2020, 05:49:05 pm por Lightning »
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 7267
  • Recebeu: 3165 vez(es)
  • Enviou: 1696 vez(es)
  • +1793/-137
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #376 em: Novembro 04, 2020, 06:59:30 pm »
Fcosta, já chega de "trollanço"...

Abraço

E que "trollanço", se ao menos lesse o que escreve já não era mau de todo, ele lá vai desenterrando uns posts aqui e ali, e escreve, escreve, para atrair as atenções, picando uns e outros, mas para o meu lado bem pode esperar sentado por resposta, enfim vai ficar com um pouco menos de protagonismo.

Abraços
« Última modificação: Novembro 04, 2020, 07:05:19 pm por tenente »
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7231
  • Recebeu: 626 vez(es)
  • Enviou: 253 vez(es)
  • +599/-2
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 7267
  • Recebeu: 3165 vez(es)
  • Enviou: 1696 vez(es)
  • +1793/-137
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #378 em: Novembro 08, 2020, 05:02:59 pm »
Será que houve uma alminha que foi ver as caracteristicas do tiro de diversas armas em uso no ExPort ??

https://www.facebook.com/ExercitoPortuguesPRT

1.ª Ação de Formação de Formadores sobre a nova Caçadeira Tática Benelli Supernova

A caçadeira tática Benelli Supernova calibre 12, a mais recente arma adquirida pelo Exército Português, tem um cano de 14 polegadas, capacidade para 4 cartuchos mais 1 na câmara, coronha telescópica, possibilidade de acoplar miras ou lanternas em calha picatinny e um desenho moderno e ergonómico.

Ministrada pelo representante da marca Benelli Defense, em Portugal, a ação de formação teve duas componentes:
- Componente Teórico-Prática, onde se abordou as características da arma, os procedimentos de segurança, a desmontagem e montagem, e a sua manutenção;
- Componente Técnica e Tática do Tiro, que incluiu os fundamentos de tiro, os tipos de munições disponíveis, o emprego tático, as técnicas de tiro, as posições de tiro, o carregar, o municiar e as formas de resolver interrupções de tiro.

Inserida no Projeto de Modernização do Armamento Ligeiro do Exército, do Programa Sistemas de Combate do Soldado, a Formação de Formadores sobre a nova Caçadeira Benelli Supernova decorreu na Escola das Armas, em Mafra.

A Caçadeira Benelli Supernova será empregue, entre outras, em ações de limpeza de espaços confinados,na utilização como opção menos-letal antimotim, como arma de recurso na defesa contra sistemas aéreos não tripulados.

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=5204757536216264&id=161774977181237

Então com reagirias à ameaça Tenente?  Na tua patrulha de longo raios de acção já longe de Penude.
Tiras a mini-gun da mochila? O Stinger?

Primeiro que ameaça o drone traria a uma PRLRA?
Detectou a patrulha ??
Isto falando em caso de deslocamento durante o dia, porque depois de estarmos instalados será mais dificil a um drone detectar o efectivo da patrulha que na grande maioria das situações se deslocará durante a noite, até chegar ao objectivo, zona onde vai desempenhar a sua missão;
Por isso teriamos de saber se fomos ou não detectados, e só em último mas mesmo último recurso, e em caso de termos sido detectados, preferia usar a shotgun cal12 da patrulha, pois a dispersão dos projecteis traria mais hipoteses de eficácia que os disparos de 5,56/7,62;
Se a detecção acontecesse, borregar a missão ASAP.




Mas isto sou eu a falar, porque no meu tempo se acontecesse algo desse género seria com um avianito de aeromodelismo.

Abraços
« Última modificação: Novembro 08, 2020, 05:16:16 pm por tenente »
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7231
  • Recebeu: 626 vez(es)
  • Enviou: 253 vez(es)
  • +599/-2
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #379 em: Novembro 09, 2020, 11:01:16 am »
Só para reportar que a EA em Mafra, aparentemente, tem um "bitubo" em funcionamento.

https://www.facebook.com/161774977181237/posts/5208045762554108/
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9825
  • Recebeu: 1234 vez(es)
  • Enviou: 3035 vez(es)
  • +184/-56
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #380 em: Novembro 09, 2020, 11:49:04 am »
Os Bitubo são relativamente fáceis de manter a funcionar. O problema mais comum é no comando eléctrico.
E esse de Mafra é só de instrução.

Em Santa Margarida ainda se encontram alguns Chaparral operacionais.
« Última modificação: Novembro 09, 2020, 12:55:52 pm por HSMW »
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3716
  • Recebeu: 2015 vez(es)
  • Enviou: 3845 vez(es)
  • +1809/-109
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #381 em: Novembro 09, 2020, 12:25:30 pm »
Os Bitubo são relativamente fáceis de manter a funcionar. O problema mais comum é no comando eléctrico.
E esse de Mafra deve é só de instrução.

Em Santa Margarida ainda se encontram alguns Chaparral operacionais.

Espectáculo! Até os comemos, carago!
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9825
  • Recebeu: 1234 vez(es)
  • Enviou: 3035 vez(es)
  • +184/-56
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #382 em: Novembro 10, 2020, 12:37:53 am »
Epá 10000 homens e ninguém se lembrou disso... É só pegar no pisca-pólos e começar a ver onde faz passage...
A junta da colaça às vezes também queima...
 ::)

http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente, Stalker79

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7231
  • Recebeu: 626 vez(es)
  • Enviou: 253 vez(es)
  • +599/-2

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 7267
  • Recebeu: 3165 vez(es)
  • Enviou: 1696 vez(es)
  • +1793/-137
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #384 em: Novembro 12, 2020, 09:15:07 am »
US seeks Stinger MANPADS replacement

The US Army is seeking a replacement for its Raytheon FIM-92 Stinger short-range air-defence (SHORAD) surface-to-air missile (SAM) system, with a request for information (RFI) issued to interested parties on 10 November.


Having entered service with the US Army in 1981, the Stinger MANPADS is now being slated for retirement. An award for up to 8,000 new systems is expected no later than FY 2026. (US Army)

The man-portable air defence system (MANPADS) RFI seeks to meet increasing demand to counter the growing aerial threat capabilities with a new SAM system to replace the Stinger that has been in the US Army inventory since the early 1980s.

“The Stinger Reprogrammable Microprocessor (RMP) will become obsolete in fiscal year (FY) 2023, and Stinger Block I is undergoing a service life extension to extend its end of useful life. The current Stinger inventory is in decline,” the army said. “The [US] Army is conducting a SHORAD study which will inform efforts to modernise and to address emerging threats, which may increase the demand for MANPADS capable missiles.”

According to the RFI, the US Army is currently planning to award a full and open competitive contract no later than FY 2026 for the production of up to 8,000 MANPADS missiles to fill this need.

As noted by the army, in 2016 Congress and military senior leaders, “noting the results of studies and peer threat nations’ aggressions, provided resources and directed the army to aggressively pursue air-defence capabilities to protect maneuvering forces as soon as feasibly possible. This effort serves to meet increasing demand for MANPADS, organisational growth within the Air and Missile Defense (AMD) portfolio, and increasing near-peer threat capability.”

http://www.thefifthcolumn.xyz/Forum/viewthread.php?tid=5&page=14

No que nos diz respeito será melhor que haja alguém que mande acertar o passo e ou melhore os poucos sistemas que ainda temos, se é que é possivel, ou melhor que compremos novos porque, os que cá estão, estão mesmo a dar o peido mestre, e a seguir as pisadas dos Chaparral.

Abraços
« Última modificação: Novembro 12, 2020, 09:17:51 am por tenente »
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1488
  • Recebeu: 316 vez(es)
  • Enviou: 1287 vez(es)
  • +223/-7
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #385 em: Novembro 12, 2020, 10:04:01 am »
E, que até lá, verifiquem que o Stinger tem o seu fim à vista? Porque o concurso refere "weapon terminals for the integration of legacy MANPADS"
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 7267
  • Recebeu: 3165 vez(es)
  • Enviou: 1696 vez(es)
  • +1793/-137
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #386 em: Novembro 12, 2020, 10:37:22 am »
E, que até lá, verifiquem que o Stinger tem o seu fim à vista? Porque o concurso refere "weapon terminals for the integration of legacy MANPADS"

O outro problema prende-se com as quantidades pretendidas, o facto de estarmos á procura de apenas oito sistemas  faz com que muitas entidades se neguem a participar no concurso.
No Minimo deveriamos tentar adquirir 24, só triplo, mas, o indicado seria comprar 36 terminais de tiro o que daria uma bataria AA de doze sistemas para cada uma das três Brigadas, isso sim seria um numero  adequado para as nossas FT's.

Abraços
« Última modificação: Novembro 12, 2020, 10:39:27 am por tenente »
 

*

RABN

  • Membro
  • *
  • 51
  • Recebeu: 56 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +22/-14
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #387 em: Novembro 12, 2020, 11:51:22 am »
E, que até lá, verifiquem que o Stinger tem o seu fim à vista? Porque o concurso refere "weapon terminals for the integration of legacy MANPADS"

O outro problema prende-se com as quantidades pretendidas, o facto de estarmos á procura de apenas oito sistemas  faz com que muitas entidades se neguem a participar no concurso.
No Minimo deveriamos tentar adquirir 24, só triplo, mas, o indicado seria comprar 36 terminais de tiro o que daria uma bataria AA de doze sistemas para cada uma das três Brigadas, isso sim seria um numero  adequado para as nossas FT's.

Abraços

Devia ser uma bateria para cada brigada e no mínimo de um sistema como o Avenger, pois o AIM-9x já permite outro alcance.
Mas eu acho que seria preferível algo como o Bamse ou o SPYDER.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16437
  • Recebeu: 1491 vez(es)
  • Enviou: 1404 vez(es)
  • +234/-304
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #388 em: Novembro 12, 2020, 12:06:24 pm »
Últimas dos Americas:

Army Offers Glimpse Of New Low-Cost Surface-To-Air Missile
The weapon is intended to fill a critical gap between high-end Patriot and shoulder-fired Stinger surface-to-air missile systems.

The stated goal at that time was to develop an air defense interceptor that would have a range of more than 25 kilometers, or over 15.5 miles, and be able to knock down fixed and rotary wing aircraft and large artillery rockets, as well as drones and cruise missiles. The missile would be cued using existing Army radars and use an active seeker of an unspecified type to home in on its target in the terminal phase of flight.

The hope was that the weapon would be able to do this all while costing less than $150,000 "per kill." It's not clear what the current projected unit cost of the LOWER-AD interceptor is, but, for comparison, the Army said it expected to pay just over $3.85 million for each of 122 examples of the latest PAC-3 Missile Segment Enhancement (MSE) interceptors for its Patriot systems in its 2021 Fiscal Year budget request.




A graphic showing how the Army sees LOWER-AD in the context of a larger, layered shorter-range air and missile defense architecture. Also included are laser-based directed energy weapons in the form of the High Energy Laser-Tactical Vehicle Demonstrator (HEL-TVD) and Multi-Mission High-Energy Laser (MMHEL), as well as the multi-purpose Maneuver Air Defense Technology (MADT) effort and the Ballistic Low Altitude Drone Engagement (BLADE) system, a derivative of the Army's Common Remotely Operated Weapon Station (CROWS).

7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1488
  • Recebeu: 316 vez(es)
  • Enviou: 1287 vez(es)
  • +223/-7
Re: Novos Sistemas de Defesa Aérea
« Responder #389 em: Novembro 12, 2020, 01:50:28 pm »
Não sei se "misturar" no mesmo concurso "8 weapon terminals for the integration of legacy MANPADS" e "2 short range radars; 8 vehicle-mounted new AAA launchers (Very short range - VSHORAD)" não é um erro, salvo se "integration" não quiser dizer "comprar 8 lançadores Stinger"... mas se for esse o caso que comprem os lançadores Stinger à parte (FMS)? e não influenciem este concurso, que deverá ser o 1º passo para termos Defesa Aérea.

Ou seja esta compra - por limitada que seja - devia considerar um sistema MANPAD e VSHORAD (este em veículos, preferencialmente pensando já em um futuro sistema anti UAV) do mesmo modelo (e moderno) e capaz de, em uma 2ª fase, de ser compatível com um outro sistema SHORAD... em costumo dar o exemplo Mistral (ST5 MPCV / XM914 RWS) + VL-Mica / CAMM.     

PS: Os nossos camaradas Polacos planeiam... e têm algo de momento, ao contrário de nós: https://www.overtdefense.com/2020/07/03/18-firms-compete-for-polish-shilka-replacement/
« Última modificação: Novembro 12, 2020, 02:53:03 pm por LM »
Quidquid latine dictum sit, altum videtur