Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama

  • 926 Respostas
  • 81220 Visualizações
*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3743
  • Recebeu: 2025 vez(es)
  • Enviou: 3855 vez(es)
  • +1838/-110
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #750 em: Outubro 26, 2020, 04:17:58 am »
Nas Gowind emiratas não só o VLS é americano — como o John disse —, mas o CMS é o nosso bem conhecido Tacticos. Nada de “mariquices” francesas.

O ESSM cabe perfeitamente nos Sylver, o problema são os interfaces. Se alguém pagar para que os mísseis americanos comuniquem com os silos europeus, tudo bem. Mas deve haver alguma razão para ainda ninguém ter tomado tal deci$ão.
Talent de ne rien faire
 

*

JohnM

  • Perito
  • **
  • 320
  • Recebeu: 88 vez(es)
  • Enviou: 23 vez(es)
  • +14/-5
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #751 em: Outubro 26, 2020, 04:24:26 am »
Nas Gowind emiratas não só o VLS é americano — como o John disse —, mas o CMS é o nosso bem conhecido Tacticos. Nada de “mariquices” francesas.

O ESSM cabe perfeitamente nos Sylver, o problema são os interfaces. Se alguém pagar para que os mísseis americanos comuniquem com os silos europeus, tudo bem. Mas deve haver alguma razão para ainda ninguém ter tomado tal deci$ão.
Não fui claro no meu post, sorry... o ESSM cabe no Sylver, claro, mas as dimensões deste são diferentes das do MK-41, por isso não sei se dá para fazer quad-pack, que é uma vantagem enorme do binómio MK-41/ESSM... espero ter sido mais claro agora...

Ab
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3743
  • Recebeu: 2025 vez(es)
  • Enviou: 3855 vez(es)
  • +1838/-110
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #752 em: Outubro 26, 2020, 08:30:13 am »
Teoricamente, o ESSM pode ser quadpacked no Sylver (l = 2,3 m vs l = 2,21 m do Mk41). Mas o CAMM também pode ser quadpacked no Sylver e até agora ninguém avançou nesse sentido — o que nas fragatas europeias seria uma mais valia, dado estas, tipicamente, disporem de menos silos que os navios americanos. Em princípio, os italianos serão os primeiros a fazê-lo quando o CAMM-ER entrar em serviço.
Talent de ne rien faire
 

*

Pescador

  • Membro
  • *
  • 194
  • Recebeu: 92 vez(es)
  • Enviou: 31 vez(es)
  • +27/-0
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #753 em: Outubro 26, 2020, 10:00:03 am »
Ora. E a direita investe o que na defesa ? O tio Branco estava falido e depois de ser MDN foi só lucrar (Tejo, e com maioria). Ui, o Portas (tirando os subs)...  :mrgreen: :mrgreen: Quando a verdadeira esquerda deixar de mandar bitates em sites e mandar realmente é que é preocupante ou já saímos da Nato ? (N morro de amores pelo Ps, mas em defesa fazem qualquer coisa e mais que o outros, nem sempre bem, mas fazem)  ...  ::)   

https://www.forte.jor.br/2020/03/11/exercito-portugues-adota-fuzis-fn-scar/

https://www.facebook.com/portuguesearmy/posts/1910232002428028/

http://www.passarodeferro.com/2019/02/primeiros-dois-aw119-koala-chegam-beja.html

https://www.dn.pt/poder/portugal-compra-de-cinco-aeronaves-kc-390-para-a-forca-aerea-11101603.html

Cumprimentos  :-P ;)

P. s.  Deixando a treta política que isto é side de defesa e voltando ao que interessa, mais que qq coisa tipo Fremm em 2ª mão n estou a ver (e para delirar ia para a Meko) ... ;D ;D

https://en.wikipedia.org/wiki/MEKO






Certo, nem ninguém decerto pretende partidarizar, ou andar a puxar por clubes.

A questão é um jornal online de extrema esquerda referir-se nestes moldes: "novos brinquedos para a Marinha", quanto a aquisição das duas WS Marlin e EO iniciais, logo para para os primeiros NPO.
Isso quer dizer muito sobre a ausência em 2 anos de sistemas idênticos nos NPO posteriores.

O presente governo está com aval de outros que vão impondo condições. Por isso seja de quem for a culpa, de alguém é.

Basta ler o artigo nessa pagina oficial do Bloco e perceber o que pensam verdadeiramente do assunto, mesmo de frente possam por vezes dar algum ar de graça diferente.
Depois veja-se a habitual posição em relação a NATO.

Será tudo um acaso?
É assim tanto dinheiro os 6 milhões dos equipamentos básicos Marlin e EO?

 

*

JohnM

  • Perito
  • **
  • 320
  • Recebeu: 88 vez(es)
  • Enviou: 23 vez(es)
  • +14/-5
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #754 em: Outubro 26, 2020, 11:46:19 am »
Teoricamente, o ESSM pode ser quadpacked no Sylver (l = 2,3 m vs l = 2,21 m do Mk41). Mas o CAMM também pode ser quadpacked no Sylver e até agora ninguém avançou nesse sentido — o que nas fragatas europeias seria uma mais valia, dado estas, tipicamente, disporem de menos silos que os navios americanos. Em princípio, os italianos serão os primeiros a fazê-lo quando o CAMM-ER entrar em serviço.
Já agora, só para confirmar que o CAMM-ER é mais largo que o CAMM e só consegue ser dual packed no Sylver...

Ab
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3743
  • Recebeu: 2025 vez(es)
  • Enviou: 3855 vez(es)
  • +1838/-110
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #755 em: Outubro 26, 2020, 01:51:25 pm »
De facto, o diâmetro do CAMM-ER é ligeiramente superior ao diâmetro do CAMM, mas ainda assim é inferior ao diâmetro do ESSM. E como já vimos anteriormente, o SYLVER é mais largo que o Mk41.

Mas o que interessa para a discussão é que a MBDA sempre apregoou que o ER iria utilizar o mesmo canister/contentor do CAMM original e que ambos podiam ser quad packed, tanto no SYLVER, como no Mk41. É esperar para ver o que os italianos vão fazer.

Já agora, os espanhóis não tinham também escolhido o CAMM-ER para as F110?
Talent de ne rien faire
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3833
  • Recebeu: 907 vez(es)
  • Enviou: 209 vez(es)
  • +189/-94
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #756 em: Outubro 26, 2020, 02:06:06 pm »
Espanha, Alemanha, Holanda/Bélgica, Espanha, EUA, Reino Unido/Dinamarca... não chega???? Só ficam de fora mesmo franceses e italianos...

Também acho que não falta opções, daí estranhar especificarem as FREMM. As EPC começam a ser um denominador comum em todas as opções que se tem falado, ficando apenas por decidir as fragatas de primeira-linha/AAW. E neste aspecto torna-se difícil decidir a preferência, pois entre as novas M, FFGX, AH140, Type 26, F110, etc, é tudo boas opções.
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 6306
  • Recebeu: 1459 vez(es)
  • Enviou: 702 vez(es)
  • +1282/-357
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #757 em: Outubro 26, 2020, 02:49:57 pm »

Extamente, no tempo do Passos foi só cortar, e se formos a ver grandes aquisições foram governos PS, com exceção dos F-16 e Vasco da Gama do tempo do Cavacadas.

Convém não esquecer que o governo de coligação PSD + CDS de 2011, teve de aplicar os cortes acordados pelo...... Sócrates, que foi em tempos líder socialista! Convém relembrar o que vinha escrito do famoso memorando da Troika que muitos falam mas muito poucos conhecem: https://acervo.publico.pt/economia/memorando-da-troika-anotado

Também convém não esquecer que o famoso Sócrates conseguiu a proeza de duplicar a dívida pública nacional em 6 anos, de 100 para 200 000 milhões de euros!!!! Um feito inigualável que ainda hoje estamos a pagar e bem!!!!

E para quem pensa que os camiões de notas que vêem a caminho são a nossa salvação, desengane-se, em 2015 tínhamos uma dívida de 230 mil milhões de euros (quando a geringonça tomou conta do país) e agora já vamos em 270 mil milhões de euros!!!!!! Sem dúvida outra proeza xuxalista: https://www.pordata.pt/Portugal/Administra%c3%a7%c3%b5es+P%c3%bablicas+d%c3%advida+bruta+(base+2016)-2783

Mas também é verdade que se o PSD estivesse agora a governar, o caminho percorrido não seria muito diferente!!!!! Menos subsídios, seguramente!!!!!

Viajante, explica lá devagarinho que é para a malta perceber: Os rapazes do CDS/PSD tinham que cortar, porque Bruxelas obrigava e porque o Sócrates é que deu cabo disto tudo (O Cartroga esteve a fazer o que nas negociações ? ). Mas então não percebo: O meu caro encontra justificação para os 360 milhões gastos em popós para o Estado pelo Passos e amigos em tempo de troika, quando cortava em ordenados, reformas e no subsídio de desemprego onde (curioso esse referir ao "camião do dinheiro". pena não se ter recordado do mesmo que veio nos tempos do Silva e para onde foi. A tal proeza laranja...  :-P  ) ?  ;)

https://sicnoticias.pt/economia/2015-10-29-Estado-gastou-mais-de-360-milhoes-de-euros-na-frota-automovel

Citar
Os contratos do Estado para a aquisição de carros novos não respeitam as boas regras da gestão. Chega a haver casos em que os equipamentos adicionais custam mais que o preço base do veículo. O alerta é feito num relatório do Tribunal de Contas a que a SIC teve acesso.

Ponto dois: O problema é só "xuxalista" ou é geral e vem dos tempos "dos outros senhores" (um dos endividamentos data de 1890 e outro de 1925, deve ter sido os clones do Sócrates   :mrgreen:  ) ?



Terceiro ponto, a AOFA. Aparentemente todas as Lpm têm verbas altas porque para os grandes negócios não falta verba. Depois alguém emendou  e lá disse que também não eram cumpridas e que se tratava de propaganda. Não sei que partido está em maioria na AOFA, mas que é de uma incompetência extrema lá isso é. Mas para "colocar o dedo na ferida" é preciso a questão do guarda chuva e mesmo assim é referido de forma atabalhoada e sem um discurso coerente?...  :bang:

Citar
AOFA - Associação de Oficiais das Forças Armadas

23 de outubro às 23:16  ·

Histórico e inédito: militares da Força Aérea vão ter guarda-chuva

https://www.dn.pt/.../historico-e-inedito-militares-da...

Que os orçamentos de funcionamento das Forças Armadas são cada vez mais reduzidos (nos últimos 10 anos, sem exceção, têm sido inscritas verbas inferiores ao ano anterior e, mesmo essas, objeto de colossais cativações) já não deve ser novidade para ninguém. Referimo-nos, claro, às verbas de funcionamento que não às da Lei de Programação Militar (LPM), porque para esses grandes negócios há sempre dinheiro, pese embora também parte significativa seja mera propaganda porque o reequipamento como também se sabe, ou não é realizado ou quando o é, é a tarde e más horas.
Será porventura o autêntico desespero que levará os Ramos a tentar encontrar fontes adicionais de financiamento, sob pena de se continuar a adiar e/ou cancelar missões, fazer manutenção da mais elementar, etc.
Só assim se pode "justificar" esta criatividade de venda de guarda-chuvas aos Militares da Força Aérea.
Acontece que "chuva civil não molha militar" e como tal esperamos nunca ver um/a Militar da FAP admitir o contrário e cair no ridículo de utilizar um guarda-chuva enquanto fardado/a.



Por último, o povo (sim aquele que acha normal ficar retido nos finados, usar máscara e distanciamento social, mas que foi em número e ao molho ver os popós em Portimão, vai às touradas, ao Avante, etc). Falam dos submarinos, e dos A400, Nh90, Ec, Pandur, etc? Ah, o CM não diz o povo não fala. Mas a culpa é só dos "xuxalistas" ou só do Sócrates que até ganhou as eleições. Epá, que odeiem a esquerda tudo ok, mas que venham fazer de conta, dispenso, até porque a esquerda tem o avante e a direita os touros. São todos (com poucas exepções), trampa.  E o meu caro até acaba o seu post muito bem por isso também, ideologias à parte, não me parece que acredite realmente que a culpa é só de um lado ou maioritariamente do mesmo) ...  ;)

https://observador.pt/2014/10/23/denuncia-contrato-dos-helicopteros-nh90-custara-ate-37-milhoes/

Citar
Denúncia do contrato dos helicópteros NH90 custará até 37 milhões
O Governo autorizou uma despesa de até 37 milhões de euros para suportar os custos da denúncia, decidida há dois anos, da participação de Portugal no programa de compra de helicópteros NH90.



Cumprimentos

P.S. Caro Pescador. Existe linguagem partidária e nos órgãos oficiais. À quanto tempo PCP e Bloco a nível oficial não falam da NATO? Sempre foram contra e agora calam se, além disso em Governo em que têm uma palavra a dizer. temos Uro, Koalas, Kc e Scar. O CDS/PSD que é pró nato e governaram com maioria comprou o que? F16 e VdG que foram boas aquisições. Agora, estiveram posteriormente no governo e cade o upgrade às Vdg como deve ser? 120 milhões que fizeram pressão para existir na LPM? Fonix, é pior a imenda que o soneto. Ainda se ficassem como as Australianas...  ::)



Já agora, as LFC lá do Sítio. Isto sim é uma industria nacional. Pena que o PCP e bloco a tenham esquecido. Mas nem o Branco quando teve no poleiro a reativou. Políticos, tudo a mesma m...





https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_active_Royal_Australian_Navy_ships
« Última modificação: Outubro 26, 2020, 03:24:44 pm por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

JohnM

  • Perito
  • **
  • 320
  • Recebeu: 88 vez(es)
  • Enviou: 23 vez(es)
  • +14/-5
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #758 em: Outubro 26, 2020, 03:24:50 pm »
De facto, o diâmetro do CAMM-ER é ligeiramente superior ao diâmetro do CAMM, mas ainda assim é inferior ao diâmetro do ESSM. E como já vimos anteriormente, o SYLVER é mais largo que o Mk41.

Mas o que interessa para a discussão é que a MBDA sempre apregoou que o ER iria utilizar o mesmo canister/contentor do CAMM original e que ambos podiam ser quad packed, tanto no SYLVER, como no Mk41. É esperar para ver o que os italianos vão fazer.

Já agora, os espanhóis não tinham também escolhido o CAMM-ER para as F110?
Tinham, mas depois mudaram para o ESSM, talvez por já ser compatível com o CMS novo deles, COMBATSS-21, que é derivado do AEGIS. Se assim fôr, é mais uma prova que integrar mísseis novos em sistemas de combate não é trivial, já que preferiram mudar de míssil que fazer a adaptação.

Ab
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2185
  • Recebeu: 933 vez(es)
  • Enviou: 411 vez(es)
  • +928/-46
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #759 em: Outubro 26, 2020, 04:16:45 pm »
O caro Mafets como devoto do Sócrates e Costa (seu número 2, se está recordado), parece esquecer-se de quem é que chamou e assinou o memorando da Troika, em conjunto com o FMI e UE, mas eu relembro-lhe os lapsos de memória: https://observador.pt/factchecks/fact-check-quem-trouxe-a-troika-quem-negociou-com-ela/

Facto indesmentível, é o azar do caneco que o PS tem tido, uma vez que desde o 25 de Abril de 1974 o FMI já cá esteve por 3 vezes (1977, 1983 e 2011) e em todas elas era um governo socialista em funções. Pior, veja lá que depois de investirmos tanto dinheiro em betão nos anos 80 e 90, Sócrates conseguiu a proeza de duplicar a dívida pública do país em 6 anos, de 100 para 200 000 milhões de euros!!!!! São tudo medalhas documentadas: https://www.publico.pt/2015/09/11/economia/noticia/a-prova-dos-factos-o-ps-quase-duplicou-a-divida-publica-1707576



Só deixo uma pergunta ao caro Mafets? Você leu o tal relatório onde o Governo de Passos Coelho gastou 360 milhões de euros em viaturas? (Se não leu deixo-lhe o link para ver a informação na fonte e não o que contam os jornaleiros. Relatório nº 25/2015 - 2ª Secção): https://www.tcontas.pt/pt-pt/ProdutosTC/Relatorios/RelatoriosAuditoria/Pages/detalhe.aspx?dset=2015

Leia lá nas páginas 74 a 76 que viaturas foram essas que custaram uma fortuna:
- Anexo 2: Higiene e Limpeza (Lotes 1 a 16, para todas as regiões do país), Serviços de higiene e limpeza!
- Anexo 3:
   - Grupo 1 – Aquisição de motociclos e quadriciclos: (lotes 1 a 6)
   - Grupo 2 – Aquisição de veículos pesados de passageiros e de mercadorias: (lotes 7 a 23)
   - Grupo 3 – Aquisição de ambulâncias: (lotes 24 a 27)
   - Grupo 4 – Aquisição de veículos ligeiros de passageiros: (lotes 28 a 49)
   - Grupo 5 – Aquisição de veículos comerciais ligeiros: (lotes 50 a 65)
   - Grupo 6 – Aluguer operacional de veículos ligeiros de passageiros e veículos comerciais ligeiros: (lotes 66 a 103)
Neste anexo 3, dos 103 lotes de viaturas adquiridas, só vejo a possibilidade de estarem viaturas de gama “superior”, como refere o relatório, dos lotes 37 a 47. E em relação aos concursos que nem sequer foram identificados os fornecedores (página 47 do relatório), estes foram feitos…… por agrupamentos de Escolas!!!!!!
A única verdade da notícia que colocou aqui com título bombásticos (Estado gastou mais de 360 milhões de euros na frota automóvel), é que de facto o Estado gastou 360 milhões de euros. O que a notícia esquece-se de referir, é que esse dinheiro foi gasto por todas as instituições públicas do país, e essa aquisição vai desde camiões, a ambulâncias, pesados de passageiros, motociclos, etc.
Esperava um pouco mais de rigor na informação que colocou.

Por fim, toda a máquina de funcionamento do Estado passou a ser outra totalmente diferente, a partir do momento que estes 3 senhores passaram pelos lugares:
- Paulo Macedo como Director-Geral das Finanças, de 2004 a 2007 (Independente de qualquer partido);
- Vítor Gaspar como Ministro das Finanças (2011 a 2013). Foi com ele que qualquer gasto do Estado precisa do aval do Ministro das Finanças, mesmo que esteja inscrito no Orçamento. Antes dele, os Ministros autorizavam gastos sem avisar o Ministro das Finanças das despesas colossais que assumiam (só dava conta quando recebia as facturas);
- Mário Centeno como Ministro das Finanças de 2015 a 2020. Apertou ainda mais o gargalo colocado pelo Vítor Gaspar e impõem as cativações.

Tirando estes 3 senhores, o resto são pessoas que evoluíram a colar cartazes!!!!!!
A mim os partidos políticos pouco me dizem, nunca fiz parte de nenhum, mas sendo um mal menor, dou muita atenção aos intervenientes políticos, apesar de não ter apreço por quase nenhum deles, bem sei que são o reflexo dos 10 milhões de tugas seus eleitores!

Ah, e veja lá se o que escrevo tem algum erro ou imprecisão, para corrigir  :mrgreen:
« Última modificação: Outubro 26, 2020, 07:53:27 pm por Viajante »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4088
  • Recebeu: 346 vez(es)
  • Enviou: 252 vez(es)
  • +488/-362
« Última modificação: Outubro 26, 2020, 09:52:45 pm por typhonman »
Talent de rien fair
 


*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4088
  • Recebeu: 346 vez(es)
  • Enviou: 252 vez(es)
  • +488/-362


*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 6306
  • Recebeu: 1459 vez(es)
  • Enviou: 702 vez(es)
  • +1282/-357
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #764 em: Outubro 27, 2020, 12:05:45 pm »
O caro Mafets como devoto do Sócrates e Costa (seu número 2, se está recordado), parece esquecer-se de quem é que chamou e assinou o memorando da Troika, em conjunto com o FMI e UE, mas eu relembro-lhe os lapsos de memória: https://observador.pt/factchecks/fact-check-quem-trouxe-a-troika-quem-negociou-com-ela/
V.exma não deve saber ler. Já agora  laranja  e centrismo não lhe ficam bem num forum de defesa (também não deve saber quem é o Cartroga e o que fez, tanto que não respondeu )...  :mrgreen: :mrgreen: 

Facto indesmentível, é o azar do caneco que o PS tem tido, uma vez que desde o 25 de Abril de 1974 o FMI já cá esteve por 3 vezes (1977, 1983 e 2011) e em todas elas era um governo socialista em funções. Pior, veja lá que depois de investirmos tanto dinheiro em betão nos anos 80 e 90, Sócrates conseguiu a proeza de duplicar a dívida pública do país em 6 anos, de 100 para 200 000 milhões de euros!!!!! São tudo medalhas documentadas: https://www.publico.pt/2015/09/11/economia/noticia/a-prova-dos-factos-o-ps-quase-duplicou-a-divida-publica-1707576

V.exma é daqueles artistas da bola que vem com tratados da treta, porque odeia a esquerda e não gosta do PS, mas só fala da laranja e aparentemente dos bons centristas. Já agora, politica de transporte e Conde de Ericeira ou Marquês de Pombal conhece? Quantas vezes alguém tentou meter este caosde pais em ordem? Ah, mas o problema agora é o PS quando a bancarota é uma realidade desta nação desde a sua fundação...  ::) ::)

Só deixo uma pergunta ao caro Mafets? Você leu o tal relatório onde o Governo de Passos Coelho gastou 360 milhões de euros em viaturas? (Se não leu deixo-lhe o link para ver a informação na fonte e não o que contam os jornaleiros. Relatório nº 25/2015 - 2ª Secção): https://www.tcontas.pt/pt-pt/ProdutosTC/Relatorios/RelatoriosAuditoria/Pages/detalhe.aspx?dset=2015
Deve ser engano. Os Jornalistas nunca falam verdade (quer saber uma que soube por fonte segura: O Passos um dia esqueceu se do Ipod no avião da Tap. Foi comprar outro...  ::) ::) https://jornaldoalgarve.pt/carros-de-passos-custaram-7000-euros-por-mes-em-combustivel/

Leia lá nas páginas 74 a 76 que viaturas foram essas que custaram uma fortuna:
- Anexo 2: Higiene e Limpeza (Lotes 1 a 16, para todas as regiões do país), Serviços de higiene e limpeza!
- Anexo 3:
   - Grupo 1 – Aquisição de motociclos e quadriciclos: (lotes 1 a 6)
   - Grupo 2 – Aquisição de veículos pesados de passageiros e de mercadorias: (lotes 7 a 23)
   - Grupo 3 – Aquisição de ambulâncias: (lotes 24 a 27)
   - Grupo 4 – Aquisição de veículos ligeiros de passageiros: (lotes 28 a 49)
   - Grupo 5 – Aquisição de veículos comerciais ligeiros: (lotes 50 a 65)
   - Grupo 6 – Aluguer operacional de veículos ligeiros de passageiros e veículos comerciais ligeiros: (lotes 66 a 103)
Neste anexo 3, dos 103 lotes de viaturas adquiridas, só vejo a possibilidade de estarem viaturas de gama “superior”, como refere o relatório, dos lotes 37 a 47. E em relação aos concursos que nem sequer foram identificados os fornecedores (página 47 do relatório), estes foram feitos…… por agrupamentos de Escolas!!!!!!
A única verdade da notícia que colocou aqui com título bombásticos (Estado gastou mais de 360 milhões de euros na frota automóvel), é que de facto o Estado gastou 360 milhões de euros. O que a notícia esquece-se de referir, é que esse dinheiro foi gasto por todas as instituições públicas do país, e essa aquisição vai desde camiões, a ambulâncias, pesados de passageiros, motociclos, etc.
Esperava um pouco mais de rigor na informação que colocou.
V.exma senão tem cartão de filiado nos seus amigos do Psd e do CDS disfarça bem. Ou seja, 4 anos a cortar tudo e não se pode esperar para compras popós? Existem carros nas F.A. com 30 anos e não com 4, já foram trocados. Já agora, diga 31...  :mrgreen: :mrgreen:

https://www.publico.pt/2012/09/16/politica/noticia/passos-coelho-com-31-veiculos-do-estado-ao-seu-servico-1563277

Por fim, toda a máquina de funcionamento do Estado passou a ser outra totalmente diferente, a partir do momento que estes 3 senhores passaram pelos lugares:
- Paulo Macedo como Director-Geral das Finanças, de 2004 a 2007 (Independente de qualquer partido);
- Vítor Gaspar como Ministro das Finanças (2011 a 2013). Foi com ele que qualquer gasto do Estado precisa do aval do Ministro das Finanças, mesmo que esteja inscrito no Orçamento. Antes dele, os Ministros autorizavam gastos sem avisar o Ministro das Finanças das despesas colossais que assumiam (só dava conta quando recebia as facturas);
- Mário Centeno como Ministro das Finanças de 2015 a 2020. Apertou ainda mais o gargalo colocado pelo Vítor Gaspar e impõem as cativações.

Desculpe? O Macedo ganhava pipas de massa no MF, foi ministro da saúde, deixou toda a gente "contente" com a maneira à gestor de meter os hospitais de tanga. O rigor que usa agora da CDG (até foi o mau PS que o meteu lá), é aumentar a manutenção de conta e até meter a malta a pagar para ir ao balcão levantar dinheiro (desaprendeu e se foi competente já não o é). O Gaspar quase acabou com a defesa nacional (sim porque isto é um fórum  de defesa e não politico, coisa que v,exma raramente sabe pois sobretudo contribui com tratados económicos e de direita), e continuou a fazer vista grossa a gastos supérfluos. Só as fundações poderiam ter cortado no mínimo 75% e continuou a ser em plena troika financiado na ordem dos 200 milhões ano (menos a CG que de repente não mereceu). A maioria não serve para nada. Quanto ao Centeno, substituiu impostos diretos por indiretos, algo que os seus amigos nem deram hipótese de fazer. E sim, a carga fiscal é alta. Não vejo é ninguém a baixar e estou numa cidade vermelha  :bang: :bang:  ...   

Tirando estes 3 senhores, o resto são pessoas que evoluíram a colar cartazes!!!!!!
Não me diga? E só no Ps? O Cds e o PSD são um "marco de competência". Olhe, do seu amigo Aguiar à Cristas, foi de ir às lagrimas. Um como MDN comprou os Tejo e nem sei onde foi para o financiamento, a outra como Ministra da Agricultura acabou com a Guarda Florestal. A seguir veio queixar se dos incêndios...  :mrgreen: :mrgreen:

A mim os partidos políticos pouco me dizem, nunca fiz parte de nenhum, mas sendo um mal menor, dou muita atenção aos intervenientes políticos, apesar de não ter apreço por quase nenhum deles, bem sei que são o reflexo dos 10 milhões de tugas seus eleitores!

 :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir:

Passar o tempo todo a defender a rapaziada laranja e centrista e "não ter nenhum partido" é de ir às lagrimas. Então essa da competência só estar à direita é ainda melhor. Ah, já agora o meus posts são na maioria de defesa nacional, não de política ou economia ao contrário dos de v.exma. Pelo menos aqui alguma coisa encaixa...  ::) ::)

Ah, e veja lá se o que escrevo tem algum erro ou imprecisão, para corrigir  :mrgreen:
Que tal falar de defesa. Isso é que era. Podia começar por corrigir ai nesse ponto até porque não estamos no fórum direita ou de economia laranja / centrista...  :mrgreen: :mrgreen:

Cumprimentos

P.S. Nh90 e Corte Real?  :mrgreen: :mrgreen:



"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/