A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !

  • 900 Respostas
  • 63539 Visualizações
*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3769
  • Recebeu: 893 vez(es)
  • Enviou: 205 vez(es)
  • +186/-90
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #885 em: Janeiro 02, 2021, 12:58:38 pm »
Não sei como é que ninguém teve um ataque ao ler 6.500 milhões de euros (6 mil e 500 milhões de euros).  :mrgreen:
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4079
  • Recebeu: 345 vez(es)
  • Enviou: 246 vez(es)
  • +488/-339
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #886 em: Janeiro 02, 2021, 04:08:11 pm »
Deixo aqui este link para os nossos amigos das Marinha e do MDN que vêm aqui ao fórum:


 :arrow: https://www.meta-defense.fr/pt/2020/11/15/tipo-31-fdi-gorshkov-quanto-valem-as-fragatas-hoje/


Talent de rien fair
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 10004
  • Recebeu: 1172 vez(es)
  • Enviou: 1683 vez(es)
  • +1021/-1400
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #887 em: Janeiro 02, 2021, 05:58:59 pm »
Animem-se, estamos em 2021, pode ser que finalmente a BD volte ao ativo  8)
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Pescador

  • Membro
  • *
  • 181
  • Recebeu: 88 vez(es)
  • Enviou: 27 vez(es)
  • +26/-0
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #888 em: Janeiro 03, 2021, 12:32:55 pm »
https://www.meta-defense.fr/pt/2020/11/15/tipo-31-fdi-gorshkov-quanto-valem-as-fragatas-hoje/

Lendo aqui parece que a Europa tem andado distraída, já para não falar de Portugal que é o supra sumo no novo contexto de complexidade naval.
Quem mesmo fala de Tipo 31? Logo os Ingleses que anos atrás pareciam atualmente Portugal com receio de armar navios. Os Franceses é mais peneiras como costume, mas lá estão a reforçar a coisa.
Se calhar devíamos pedir ao Japão para fazer umas fragatas com aquele preço.

Tudo evidencia que a Marinha em Portugal é actualmente selfis de malta a fazer diligências e carreiras para almirantado. Os ministros agradecem, pois é menos verba que afectam e sobra para esbanjar em tretas. A soberania tem  a importância que os "primeiros" deste País lhe querem dar, só se for no futebol, de resto é correr à submissão a qualquer palop e gastar recursos que não existem para resolver problemas internos.
Também aqui as altas esferas se acomodam, pois muitos ganham com essa conversa da "bilateralidade" de uma via (publica) e outras vias (particulares). Ganham alguns no modelo de ,uma mão lavar outra.

As 200 milhas, ou 300 que querem não se percebe porquê, senão para deixaram cá andar chineses, são apenas falácia de discursos de algumas figuras patéticas deste país.
E ainda alguns gurus contestam tanto os submarinos? Até dentro da "tropa" foram criticados por terem sido adquiridos em vez de um mega navio para ir até aos palop fazer vista, porque os palop dão emprego e mama a alguns seres deste País em troca de esbanjar dinheiros públicos do contribuinte. Fazer vista e mostrar "olhem este grande navio desarmado cheio de monitores giros".

Uma Ala completa de hemodialise oferecida em 2000 para Hospital onde só entram elites, enquanto em Portugal pessoas  se deslocam 150 km para fazer tratamentos(percebe-se que dava despesa e trabalho aos que vinham de lá fazer à borla em Portugal, ao abrigo de acordos (bilaterais para alguns). Assim fazem lá os tratamentos(as elites).
Milhões para arranjar estradas e esgotos em Luanda(nunca se viram arranjados).
E tanta coisa à borla como formar oficiais, bolsas faculdade, que a carneirada deste povo desconhece, mas conhecem outros, os assuntos dos almoços e "coquetailes" com altas patentes, empresários, comitivas politicas e amigos do peito.

Obras que não eram pagas às Empresas e depois Portugal tinha de assumir as despesa para as empresas não falirem. (Ficava para o bolo da divida nunca paga)
"Alguém se lembra de uns gajos com fatos Hugo Boss ainda com as etiquetas do lado de fora das mangas? e dos cumprimentos a dobrar a espinha à figura dominante local? "
Não admira tanta lavagem cá.
E mais parece que Portugal tem uma pensão infinita a dever a meninos ricos.

Desculpem lá o devaneio, mas não há dinheiro para a Soberania nacional, mas é treta.
Quanto custa todo o esbanjado?  E não fica só pela conversa usual dos Bancos.
Quantos radares, Flir, navios, helicópteros, equipamentos hospitalares, serviço de saúde, forças de segurança, que precisa este País?
Então eu deixo a família à fome e gasto com putas é?
"Elas" fazem alguns favores aos "amigos".

Nem para fazer regressar os navios mal equipados. Uma vergonha perante os aliados.
Depois lá vão passear nos navio deles a ganhar ajudas.





 

« Última modificação: Janeiro 03, 2021, 05:49:45 pm por Pescador »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman, P44, mayo

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7221
  • Recebeu: 622 vez(es)
  • Enviou: 253 vez(es)
  • +593/-2
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #889 em: Janeiro 03, 2021, 03:47:04 pm »
O que é isto?! Algum futuro NRP Ratazana?  :o  :mrgreen:



https://www.edbstudio.pt/projects/coat-of-arms-marinha/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, HSMW

*

zawevo

  • Perito
  • **
  • 304
  • Recebeu: 140 vez(es)
  • Enviou: 10 vez(es)
  • +37/-452
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #890 em: Janeiro 03, 2021, 05:22:36 pm »
Enquanto o governo do nosso país navega na maionaise ( caso do procurador, caso de policias contra gnr no transporte das vacinas, caso do assassínio do ucraniano, etc., etc.) asfixiando financeiramente as forças armadas, adiando os investimentos tão necessários e fazendo pseudo reformas que agravam os problemas em vez de os resolver nos EUA pode-se brincar com tudo excepto com a defesa e forças armadas.

Congresso dos EUA reverte veto de Trump à política da Defesa
https://www.dn.pt/internacional/congresso-dos-eua-reverte-veto-de-trump-a-politica-da-defesa-13188249.html

Congresso dos EUA derruba veto de Trump sobre orçamento militar
https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021/01/01/congresso-dos-eua-derruba-veto-de-trump-sobre-orcamento-militar.ghtml

Congresso elimina veto de Trump a orçamento da Defesa
https://www.swissinfo.ch/por/congresso-elimina-veto-de-trump-a-or%C3%A7amento-da-defesa/46256930

Se um dia houver alguma perturbação seremos apanhados, como de costume, com as calças na mão. É triste.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman, HSMW

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4079
  • Recebeu: 345 vez(es)
  • Enviou: 246 vez(es)
  • +488/-339
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #891 em: Janeiro 03, 2021, 05:25:49 pm »
Enquanto o governo do nosso país navega na maionaise ( caso do procurador, caso de policias contra gnr no transporte das vacinas, caso do assassínio do ucraniano, etc., etc.) asfixiando financeiramente as forças armadas, adiando os investimentos tão necessários e fazendo pseudo reformas que agravam os problemas em vez de os resolver nos EUA pode-se brincar com tudo excepto com a defesa e forças armadas.

Congresso dos EUA reverte veto de Trump à política da Defesa
https://www.dn.pt/internacional/congresso-dos-eua-reverte-veto-de-trump-a-politica-da-defesa-13188249.html

Congresso dos EUA derruba veto de Trump sobre orçamento militar
https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021/01/01/congresso-dos-eua-derruba-veto-de-trump-sobre-orcamento-militar.ghtml

Congresso elimina veto de Trump a orçamento da Defesa
https://www.swissinfo.ch/por/congresso-elimina-veto-de-trump-a-or%C3%A7amento-da-defesa/46256930

Se um dia houver alguma perturbação seremos apanhados, como de costume, com as calças na mão. É triste.


Procurem pelo "movimento zero" no FB e vejam também o "moral" das tropas...

Costuma-se dizer "não dá para fazer omoletes sem ovos".
Talent de rien fair
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW, Pescador

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3769
  • Recebeu: 893 vez(es)
  • Enviou: 205 vez(es)
  • +186/-90
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #892 em: Janeiro 09, 2021, 11:18:24 pm »
Num universo paralelo, porque neste é difícil, em que fosse possível aumentar o orçamento da Marinha nos próximos 5 anos em 1200 milhões no total (parte de um total de pelo menos 1700, dos quais 500 iam para o upgrade dos F-16, como já abordei noutro tópico), eu propunha:

-pegar nesses 1200 milhões (acrescidos à verba "planeada" para a LPM), e mandar construir 2 fragatas com principal ênfase em AAW (600 milhões por navio, parece-me plausível de se conseguir algo com 32 VLS e bons sensores);

-pegar nos 150 milhões do LPD, nos 135 milhões do MLU das VdG e na verba ganha com a venda das VdG (vamos supor que 90 milhões pelas 3), e esta verba (375 milhões) seria alocada para a construção de algo tipo Absalon (ou o Crossover 139 da Damen), ficando para mais tarde a opção de construir um segundo navio igual, se necessário.

A Marinha ficava assim com 2 fragatas novas AAW, 1 fragata "duplo uso" que tapa muitas das lacunas existentes pela ausência de um LPD além da ter capacidade de combate, e as duas BD (que, até à sua substituição, passariam a ser primariamente para ASW).
Isto permitia resolver 2 grandes problemas ainda antes de 2030, sendo menos um programa empurrado para aquela data.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 10004
  • Recebeu: 1172 vez(es)
  • Enviou: 1683 vez(es)
  • +1021/-1400
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #893 em: Janeiro 14, 2021, 10:24:56 am »
https://www.navalnews.com/naval-news/2021/01/new-commander-for-the-royal-canadian-navy/

Uma vergonha , o novo comandante da Marinha do Canadá, é um miserável VICE-Almirante!!!!!!

E nós aqui a transbordar de Almirantes e Comodoros, bem podiamos "exportar" alguns!!!!!!
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3711
  • Recebeu: 2014 vez(es)
  • Enviou: 3837 vez(es)
  • +1798/-109
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #894 em: Janeiro 14, 2021, 07:42:10 pm »
Marinhas da treta. Já os holandeses e os alemães têm o mesmo “problema”, não conseguem arranjar almirantes para comandar as suas marinhas. E nós ainda nos queixamos da falta de pessoal. Ao menos, não temos falta de oficiais superiores e generais, o que só mostra a qualidade do nosso planeamento a nível das carreiras.
Talent de ne rien faire
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7221
  • Recebeu: 622 vez(es)
  • Enviou: 253 vez(es)
  • +593/-2
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #895 em: Janeiro 14, 2021, 07:54:41 pm »
Citar
Louvores:
------- Por despacho do Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada, de 30 de dezembro de 2020, foi considerado como dado por si próprio o louvor concedido, em 29 de junho de 2020, pelo 20578 Vice-almirante LUÍS CARLOS DE SOUSA PEREIRA, Diretor-Geral da
Autoridade Marítima, ao 26484 Capitão-de-mar-e-guerra JOÃO AFONSO MARQUES COELHO GIL, o qual se publica:
Após ter exercido os cargos de Chefe do Departamento Marítimo do Centro, de Comandante Regional da Polícia Marítima do Centro, de Capitão do Porto de Lisboa e de Comandante Local da Polícia Marítima de Lisboa durante cerca de 32 meses e meio e, desde
26 de março de 2020, o de Capitão do Porto de Cascais e de Comandante Local do Polícia Marítima de Cascais, irá transitar para a situação de reserva, culminando uma carreira de quase 36 anos, o 26484 Capitão-de-mar-e-guerra JOÃO AFONSO MARQUES COELHO GIL.
No desempenho de todos estes exigentes cargos, o comandante Coelho Gil revelou uma elevada competência, total disponibilidade e grande capacidade de trabalho, tendo exercido o cargo com inexcedível dedicação e lealdade. Oficial com um grande valor agregado demonstrou, no exercício das suas funções, um elevado espírito de missão, uma elevada capacidade de liderança, e uma extraordinária capacidade de trabalho, constituindo-se assim como um conselheiro precioso nas tomadas de decisão do Diretor-Geral da Autoridade Marítima e Comandante-geral da Polícia Marítima.
Detentor de uma sólida formação militar, que complementou com um mestrado e um doutoramento em Relações Internacionais, o comandante Coelho Gil evidenciou na sua ação de chefia e de comando uma elevada capacidade de trabalho que, aliada à sua perseverança, espírito de iniciativa, vontade de bem servir, elevado espírito de missão e capacidade de liderança, se revelou fundamental para a prossecução dos objetivos delineados. O comandante Coelho Gil soube ainda colocar, de forma inteligente e pragmática, todo o seu conhecimento e experiência nos diversos processos em que participou ou liderou. São disso exemplo a forma como apoiou a visitas de altas entidades nacionais e estrangeiras, que incluíram chefes de Estado, ministros e entidades militares, ou como coordenou e acompanhou a realização de eventos desportivos de visibilidade internacional como a Regata de Portugal, o Triatlo Challenge, a Meia Maratona de Portugal e a Meia Maratona de Lisboa, entre outras. É de relevar ainda a sua ação na coordenação dos incidentes que envolveram os navios mercantes Betazano, Rio Arauca e Agat, em estreita colaboração com as autoridades portuárias, a proteção civil, e as empresas envolvidas no resgate dos navios. Já no âmbito do policiamento e da fiscalização a sua perseverança e iniciativa foram determinantes na forma como o comando local se relacionou com outras forças de segurança, e nos elevados graus de confiança e apoio mútuo que sempre promoveu em todas as atividades praticadas no estuário do rio Tejo.
Nas atividades de Repartição Marítima, onde está presente o relacionamento direto com os utentes, também o comandante Coelho Gil colocou todo o seu saber no sentido de garantir que o desenvolvimento das atividades ocorresse sempre com zelo e acompanhamento próximo, o que permitiu efetuar o atendimento médio anual de 16 mil utentes, a realização de cerca de 3000 mil vistorias ano e o processamento de mais de 60000 correio eletrónicos recebidos e transmitidos.
Assim, e no uso da competência que me confere o n.º 2 do artigo 64.º do Regulamento de Disciplina Militar, é com inteira justiça e agrado que louvo o 26484 Capitão-de-mar-e-guerra JOÃO AFONSO MARQUES COELHO GIL, pelo seu elevado desempenho, elevadas qualidades militares e profissionais, amplamente reveladas no desempenho das funções que lhe foram atribuídas, tendo os serviços por si prestados contribuído de forma determinante para o cumprimento da missão da Autoridade Marítima Nacional (AMN), daqui resultando honra e lustre para a AMN e, consequentemente, para a Marinha, considerando os serviços por si prestados como extraordinários, relevantes e distintos.

[...]

Condecorações:
Medalha Militar de Serviços Distintos - Prata
------- Por despacho do Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada, de 30 de dezembro de 2020:
O Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada faz saber que, nos termos do artigo 16.º e do n.º 1 do artigo 34.º, todos do Regulamento da Medalha Militar e das Medalhas Comemorativas das Forças Armadas, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 316/2002, de 27 de dezembro, concede a Medalha Militar de Serviços Distintos, grau prata, aos seguintes militares:
26484 Capitão-de-mar-e-guerra JOÃO AFONSO MARQUES COELHO GIL
[...]

Citar
------- Por despacho do Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada, de 12 de dezembro de 2020:
Por transitar para a situação de reserva fora da efetividade do serviço, concluindo a sua carreira militar com mais de 35 anos, vai destacar do Gabinete do Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional o 734785 Cabo-mor FZ José Manuel Silva Chorão, que aqui prestou serviço durante cerca de 20 anos.
Durante o extenso período da sua comissão, o Cabo-mor FZ Silva Chorão exerceu o cargo de Operador de Audiovisuais da Área da Imagem e Design do Serviço de Informação, Comunicação e Relações Públicas, que desempenhou com dedicação, zelo e competência.
A natureza e conteúdo das tarefas que lhe foram atribuídas, designadamente a compilação diária de notícias sobre a Marinha e a Autoridade Marítima Nacional nos órgãos de comunicação social e a recolha de imagem em cerimónias e exercícios, resultaram num acervo audiovisual sempre atualizado e com um elevado padrão de qualidade.
O seu empenho e entrega na edição de vídeos da Marinha TV são igualmente reveladores da sua dedicação e da qualidade do seu trabalho, demonstrando o seu domínio da narrativa visual, sentido estético e compreensão dos processos de comunicação visual, resultando em produtos de elevada qualidade, divulgados nos mais variados suportes e canais, tais como os canais Youtube e Facebook oficiais e os portais da Marinha na Internet e na Intranet.
De relevar igualmente a sua participação e envolvimento na produção de produtos de comunicação visual de elevada qualidade para entidades externas como o Ministério da Defesa Nacional, Ministério dos Negócios Estrangeiros, Estado-Maior-General das Forças Armadas e Organização do Tratado do Atlântico Norte, que sempre reconheceram a excelência do trabalho por si realizado.
Digno de realce é igualmente a sua entrega, disponibilidade e ação conhecedora na tomada de imagens e execução de tarefas técnicas nos vários eventos em que foi chamado a colaborar, nomeadamente nas várias edições do Dia da Marinha, Dia das Forças Armadas, apresentação das Forças Armadas ao Comandante Supremo, Abertura do Ano Operacional, Volvo Ocean Race, Tallship’s Race, Blue Week, Ocean Business Week, Segurex, Futurália, Qualifica, Nauticampo, entre tantos outros eventos em que esteve envolvido.
Ao longo desta sua longa comissão, o Cabo-mor FZ Silva Chorão foi chamado a executar missões de combat camera nos mais variados cenários e edições de exercícios nacionais e internacionais, de onde se destacam, entre outros, os exercícios REP,
CONTEX/PHIBEX, SWORDFISH, INSTREX, SEA BOARDER, TRIDENT JUNCTURE, LUSITANO e REAL THAW.
Ao longo deste período, revelou sempre um apurado sentido das responsabilidades, disponibilidade, espírito de iniciativa e grande eficácia nas ações por si realizadas, atributos que se constituíram como inequívoca mais-valia para o serviço, e que demonstram as
qualidades do seu caráter e assinalável dedicação à Marinha.
Militar interessado e de trato genuíno e franco, conseguiu integrar-se de forma positiva e permanente nas diferentes guarnições do Gabinete do Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional ao longo dos anos, granjeando a estima e
consideração de todos os que com ele privaram, tornando-se assim merecedor do reconhecimento das suas qualidades pessoais e do mérito do seu trabalho.
Assim, é com sentimento de inteira justiça e com particular agrado que dou público testemunho do meu apreço e consideração pela forma dedicada, empenhada e excecionalmente competente como o 734785 Cabo-mor FZ José Manuel da Silva Chorão desempenhou as funções de Operador de Audiovisuais na Área da Imagem e Design do Serviço de Comunicação, Informação e Relações Públicas do Gabinete do Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional, considerando os serviços por si prestados como extraordinários, relevantes e distintos, pelo que, nos termos a lei, lhe concedo a Medalha Militar de Serviços Distintos – Prata.
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3711
  • Recebeu: 2014 vez(es)
  • Enviou: 3837 vez(es)
  • +1798/-109
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #896 em: Janeiro 15, 2021, 01:00:41 am »
3 milhões de vistorias? É um verdadeiro super herói!
Talent de ne rien faire
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 10004
  • Recebeu: 1172 vez(es)
  • Enviou: 1683 vez(es)
  • +1021/-1400
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #897 em: Janeiro 15, 2021, 06:51:11 am »
Promoção a Comodoro, para ontem!

Epa, posso ser educado e manda-los todos para o REAL C@R@LHO?

Um gajo que recebe medalhas e louvores por fazer o trabalho dele, fds já não há pachorra
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79

*

Pescador

  • Membro
  • *
  • 181
  • Recebeu: 88 vez(es)
  • Enviou: 27 vez(es)
  • +26/-0
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #898 em: Janeiro 15, 2021, 07:45:59 pm »
https://www.mbda-systems.com/product/simbad-rc/

Estive  a observar bem esta coisa e tem um problema.

As espreguiçadeiras que se colocassem logo atras da "Marlin"(as que têm) ficam sem vista desafogada com este ferro tolo ali na frente. Depois dava uma ideia muito militarista.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3769
  • Recebeu: 893 vez(es)
  • Enviou: 205 vez(es)
  • +186/-90
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #899 em: Janeiro 15, 2021, 08:59:09 pm »
Eu vejo o lado positivo, o calor escape do Mistral lançado, dava um belo bronze a quem estava deitado na espreguiçadeira.