Substituição dos Alpha-jet

  • 753 Respostas
  • 123352 Visualizações
*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3367
  • Recebeu: 761 vez(es)
  • Enviou: 173 vez(es)
  • +158/-69
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #660 em: Junho 15, 2020, 06:08:08 pm »
Os fundos europeus para a Defesa não são dados assim, não é o tuga ir lá "oh faz favor, passa aí 100 milhões para comprar aviões de treino, enquanto nós nunca cumprimos com os 2% prometidos à NATO".  ::)

Cumprindo os 2%, dava para muita coisa, mas muita coisa mesmo!

Mas o caso da substituição dos Alpha continua pendente da lenga lenga da escola internacional. Como não decidem sobre isso, permanece em stand-by e não se compra nada.

Já os fundos europeus, considero que, dado o valor e facilidade que se tem para justificar tal aquisição de meios de treino ao povo, preferia que a verba fosse aproveitada para outras coisas mais difíceis de "convencer" o povo.
 

*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 293
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 47 vez(es)
  • +17/-6
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #661 em: Junho 15, 2020, 06:36:22 pm »
Não foi aceite por ser muito caro fazer a sua modernização, mas não deixava de ser o que melhor se fazia no mundo a nível de combate AA.

Só se estiveres a falar do aspecto BVR, porque ao nível do WVR/dogfight o Eurofighter tem encontrado muitas dificuldades com oponentes da mesma geração. Segundo consta, os Gripen e F-22 conseguem vencê-los sem grandes dificuldades, e os Rafale franceses então parece que os comem ao pequeno-almoço sejam eles britânicos, italianos ou alemães.

O ano passado, aquando do Assurance Measures na Polónia, os Eurofighter alemães apanharam com os nossos MLU da Esq. 201 e 301 durante algumas sessões ar-ar e aquilo que te posso dizer é que os germânicos ficaram impressionados com a agressividade dos nossos pilotos e como parecia ser fácil para os F-16 manter-se no "six o'clock" dos Typhoon. Com tudo isso e mais o facto de ninguém querer caças de geração recente equipados como os da Áustria com canhão e 2 mísseis de curto alcance, e uma manutenção e custo de hora de voo astronómica, deixa lá estar os Eurofighter quietos onde estão. Aliás essa mesma história deste aparelhos para a FAP há uns anos atrás foi prontamente descartada tal o custo que acarretaria tanto a sua operação como a forçosa e inevitável posterior modernização. Porque será que nenhuma das nações que o opera conseguiu ainda convencer qualquer uma outra a ficar com os seus antigos Tranche 1?  ::)


Parece que a Itália esta a tentar despachar uns thyphoon para o Egipto, não sei de que tranche mas, presumivelmente serão dos primeiros.


Devem ser mesmo em saldos, para quem já tem rafale estar interessado..
 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1818
  • Recebeu: 241 vez(es)
  • Enviou: 450 vez(es)
  • +12/-1
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #662 em: Junho 15, 2020, 07:27:32 pm »
Kalil, os Rafale dos egípcios foram comprados com ajuda da Arábia Saudita, UAE e Kuwait. Países estes que injectaram dinheiro no banco central egípcio e que por sua vez permitiu que os franceses concedessem linhas de crédito para financiar a compra dos caças. É possível que qualquer aquisição de mais caças Rafale iria necessitar de outra injecção de capital. Depois claro que há uma situação em tudo semelhante à do Qatar, que mais de tudo, não é uma questão de comprar apenas caças mas sim garantir uma certa protecção diplomática e também das linhas de fornecimento de sobresselentes e apoio técnico (não colocar os ovos todos no mesmo cesto).

dc, exactamente isso, não estou a ver existir qualquer (verdadeiro) interesse em equipar a FAP com um substituto do Alpha Jet. Do ponto de vista nacional: é da maneira que existe espaço para mais uma manobra de ajuda aos amiguinhos, a possibilidade de um contrato para fornecer aeronaves ou o treino completo para uma escola de aviação de combate. Upa, upa. Do ponto de vista europeu: é da maneira que não faz concorrência com os italianos, franceses e qualquer futura escola de aviação espanhola.

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 

*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 293
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 47 vez(es)
  • +17/-6
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #663 em: Junho 15, 2020, 11:25:50 pm »
Kalil, os Rafale dos egípcios foram comprados com ajuda da Arábia Saudita, UAE e Kuwait. Países estes que injectaram dinheiro no banco central egípcio e que por sua vez permitiu que os franceses concedessem linhas de crédito para financiar a compra dos caças. É possível que qualquer aquisição de mais caças Rafale iria necessitar de outra injecção de capital. Depois claro que há uma situação em tudo semelhante à do Qatar, que mais de tudo, não é uma questão de comprar apenas caças mas sim garantir uma certa protecção diplomática e também das linhas de fornecimento de sobresselentes e apoio técnico (não colocar os ovos todos no mesmo cesto).

dc, exactamente isso, não estou a ver existir qualquer (verdadeiro) interesse em equipar a FAP com um substituto do Alpha Jet. Do ponto de vista nacional: é da maneira que existe espaço para mais uma manobra de ajuda aos amiguinhos, a possibilidade de um contrato para fornecer aeronaves ou o treino completo para uma escola de aviação de combate. Upa, upa. Do ponto de vista europeu: é da maneira que não faz concorrência com os italianos, franceses e qualquer futura escola de aviação espanhola.

Cumprimentos,

Eu sei, por isso é que falei em preço de saldo. Tecnicamente, não faz sentido adquirir thyphoon para a força aérea egípcia. A opção de compra de mais uma esquadrilha de rafale já foi descartada, deduzo que exactamente pela questão financeira. Pelo que, a opção por um avião inferior, só se justificaria pelo baixo preço.

Agora os franceses, não estavam à espera é que os ventos também mudassem nas compras navais. É ai que o Egipto deve concentrar o seu investimento mais próximo devido à questão quente das reservas de gás no mediterrâneo. Convém à Europa que o Egipto tenha algum peso naquela zona, sobretudo com a Turquia actual. Embora nunca se saiba até que ponto é positivo reforçar países alinhados com a corrente wahabista que domina agora o médio Oriente..
Se são os franceses ou os italianos a lucrar com isso, só interessa aos próprios.

Eu só mencionei aqui o facto de haver a possibilidade remota de alguém comprar typhoons batch 1.

Cumprimentos
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3367
  • Recebeu: 761 vez(es)
  • Enviou: 173 vez(es)
  • +158/-69
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #664 em: Junho 16, 2020, 12:39:55 am »
Os Egípcios têm uma grande mistela de caças, alguma coisa esses Typhoons hão-de substituir.
Olhando para os Rafale e o Typhoon na mesma força aérea, assumiria que este último seria um interceptor, na mesma onda do F-15 noutras forças aéreas, sendo um avião mais rápido, e o Rafale ficar para missões de ataque terrestre e naval.
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3210
  • Recebeu: 1963 vez(es)
  • Enviou: 1257 vez(es)
  • +1582/-175
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #665 em: Junho 16, 2020, 08:49:00 am »
Os Egípcios têm uma grande mistela de caças, alguma coisa esses Typhoons hão-de substituir.
Olhando para os Rafale e o Typhoon na mesma força aérea, assumiria que este último seria um interceptor, na mesma onda do F-15 noutras forças aéreas, sendo um avião mais rápido, e o Rafale ficar para missões de ataque terrestre e naval.

Além das compras russas como os MiG-29M2 e mais recentemente os Su-35, alguns deles já prontos para entrega e que, esses sim, serão utilizados como interceptores pelos egípcios.

https://sldinfo.com/2020/05/russian-su-35s-being-produced-for-the-egyptian-air-force/
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

luis simoes

  • Perito
  • **
  • 372
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • Enviou: 60 vez(es)
  • +1/-140
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #666 em: Junho 16, 2020, 03:05:42 pm »
Os fundos europeus para a Defesa não são dados assim, não é o tuga ir lá "oh faz favor, passa aí 100 milhões para comprar aviões de treino, enquanto nós nunca cumprimos com os 2% prometidos à NATO".  ::)

Cumprindo os 2%, dava para muita coisa, mas muita coisa mesmo!

Mas o caso da substituição dos Alpha continua pendente da lenga lenga da escola internacional. Como não decidem sobre isso, permanece em stand-by e não se compra nada.
DC nao ponha mos as coisas nesse termo nem eu assim o referi ....o que disse foi muito simples Portugal teria que elaborar um caderno de encargos, teriam de apresentar uma proposta e esta teria que ser discutida no local proprio , reunir com os chefes de todos os ramos militares e haver uma aceitacao por estes....mas nada passa sem o parecer do Ministerio das Financas e do tribunal de contas apos todo este percurso e havendo parecer positivos por todas as partes resta depois apresentar o mesmo processo aos fundos europeus para a Defesa....que podera ter um parecer positivo ou nao....mas no fundo acho que Portugal nem precisaria deste fundo enfim....o que existe è falta de vontade e o querer ....mas enfim pode ser que um dia tenhamos por ca alguma nova aeronave para este tipo de missao....e nao sò....
abraxos

Já os fundos europeus, considero que, dado o valor e facilidade que se tem para justificar tal aquisição de meios de treino ao povo, preferia que a verba fosse aproveitada para outras coisas mais difíceis de "convencer" o povo.
 

*

asalves

  • Perito
  • **
  • 567
  • Recebeu: 205 vez(es)
  • Enviou: 71 vez(es)
  • +36/-9
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #667 em: Junho 19, 2020, 04:42:25 pm »
Não foi aceite por ser muito caro fazer a sua modernização, mas não deixava de ser o que melhor se fazia no mundo a nível de combate AA.

Só se estiveres a falar do aspecto BVR, porque ao nível do WVR/dogfight o Eurofighter tem encontrado muitas dificuldades com oponentes da mesma geração. Segundo consta, os Gripen e F-22 conseguem vencê-los sem grandes dificuldades, e os Rafale franceses então parece que os comem ao pequeno-almoço sejam eles britânicos, italianos ou alemães.

O ano passado, aquando do Assurance Measures na Polónia, os Eurofighter alemães apanharam com os nossos MLU da Esq. 201 e 301 durante algumas sessões ar-ar e aquilo que te posso dizer é que os germânicos ficaram impressionados com a agressividade dos nossos pilotos e como parecia ser fácil para os F-16 manter-se no "six o'clock" dos Typhoon. Com tudo isso e mais o facto de ninguém querer caças de geração recente equipados como os da Áustria com canhão e 2 mísseis de curto alcance, e uma manutenção e custo de hora de voo astronómica, deixa lá estar os Eurofighter quietos onde estão. Aliás essa mesma história deste aparelhos para a FAP há uns anos atrás foi prontamente descartada tal o custo que acarretaria tanto a sua operação como a forçosa e inevitável posterior modernização. Porque será que nenhuma das nações que o opera conseguiu ainda convencer qualquer uma outra a ficar com os seus antigos Tranche 1?  ::)

Aqui há tempos li um artigo de um ex-Piloto Rafale, onde comparava as diferentes experiências/treinos dogfight com diversos caças aliados e não aliados, e basicamente ele dizia que o trunfo dos eurofighter era a sua velocidade e em alta altitude, a baixa altitude era fácil derrotar, curiosamente os F-16 e os F-35/22 eram os que ele dizia que tinha mais respeito principalmente os últimos pelo capacete com visor integrado.
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1271
  • Recebeu: 179 vez(es)
  • Enviou: 172 vez(es)
  • +90/-71
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #668 em: Junho 19, 2020, 04:59:07 pm »
Não foi aceite por ser muito caro fazer a sua modernização, mas não deixava de ser o que melhor se fazia no mundo a nível de combate AA.

Só se estiveres a falar do aspecto BVR, porque ao nível do WVR/dogfight o Eurofighter tem encontrado muitas dificuldades com oponentes da mesma geração. Segundo consta, os Gripen e F-22 conseguem vencê-los sem grandes dificuldades, e os Rafale franceses então parece que os comem ao pequeno-almoço sejam eles britânicos, italianos ou alemães.

O ano passado, aquando do Assurance Measures na Polónia, os Eurofighter alemães apanharam com os nossos MLU da Esq. 201 e 301 durante algumas sessões ar-ar e aquilo que te posso dizer é que os germânicos ficaram impressionados com a agressividade dos nossos pilotos e como parecia ser fácil para os F-16 manter-se no "six o'clock" dos Typhoon. Com tudo isso e mais o facto de ninguém querer caças de geração recente equipados como os da Áustria com canhão e 2 mísseis de curto alcance, e uma manutenção e custo de hora de voo astronómica, deixa lá estar os Eurofighter quietos onde estão. Aliás essa mesma história deste aparelhos para a FAP há uns anos atrás foi prontamente descartada tal o custo que acarretaria tanto a sua operação como a forçosa e inevitável posterior modernização. Porque será que nenhuma das nações que o opera conseguiu ainda convencer qualquer uma outra a ficar com os seus antigos Tranche 1?  ::)

Aqui há tempos li um artigo de um ex-Piloto Rafale, onde comparava as diferentes experiências/treinos dogfight com diversos caças aliados e não aliados, e basicamente ele dizia que o trunfo dos eurofighter era a sua velocidade e em alta altitude, a baixa altitude era fácil derrotar, curiosamente os F-16 e os F-35/22 eram os que ele dizia que tinha mais respeito principalmente os últimos pelo capacete com visor integrado.

Quando te referes aos últimos estas a falar do F-35 certo? É que o F-22 ainda não tem o capacete com visor integrado.

Em dogfight sem misseis o F-22 é simplesmente imbatível. Agora se for com misseis o Rafale já provou que é do melhor que o mundo ocidental tem.

A grande vantagem do Eurofighter em relação aos outros caças europeus é o SuperCruise, com todas as vantagem que isso dá quer a nível de defesa aérea que de ataque ao solo.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3367
  • Recebeu: 761 vez(es)
  • Enviou: 173 vez(es)
  • +158/-69
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #669 em: Junho 19, 2020, 05:11:51 pm »
O mais interessante no meio disto, é que o caça velhinho do outro lado do Atlântico vem sempre à baila nestas comparações. É impressionante como um design com 50 anos, continua a ter sucesso e a colocar aviões mais recentes em sentido.

E só de pensar que testaram no F-16 o thrust vectoring...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1271
  • Recebeu: 179 vez(es)
  • Enviou: 172 vez(es)
  • +90/-71
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #670 em: Junho 19, 2020, 05:30:57 pm »
O mais interessante no meio disto, é que o caça velhinho do outro lado do Atlântico vem sempre à baila nestas comparações. É impressionante como um design com 50 anos, continua a ter sucesso e a colocar aviões mais recentes em sentido.

E só de pensar que testaram no F-16 o thrust vectoring...

As leis da física são as mesmas desde o inicio do universo.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3367
  • Recebeu: 761 vez(es)
  • Enviou: 173 vez(es)
  • +158/-69
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #671 em: Junho 19, 2020, 05:57:14 pm »
Por essa lógica...

Mas em 50 anos a tecnologia andou muito, outras aeronaves da época estão totalmente ultrapassadas, excepto 4 principais designs, o F-16, o F-15, o SU-27 e o Mig-29. A performance destas 4 aeronaves mantém-se actual.
 

*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 293
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 47 vez(es)
  • +17/-6
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #672 em: Junho 19, 2020, 07:12:07 pm »
Por essa lógica...

Mas em 50 anos a tecnologia andou muito, outras aeronaves da época estão totalmente ultrapassadas, excepto 4 principais designs, o F-16, o F-15, o SU-27 e o Mig-29. A performance destas 4 aeronaves mantém-se actual.

Ei, espera aí DC, esqueceste te do melhor design de todos os tempos, o Mirage 2000!
Não tem grande raio de acção mas a versão mark 5 ainda está aí para as curvas.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3367
  • Recebeu: 761 vez(es)
  • Enviou: 173 vez(es)
  • +158/-69
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #673 em: Junho 19, 2020, 07:41:38 pm »
O Mirage 2000 enquanto interceptor era qualquer coisa, ainda hoje mete inveja, especialmente pelo factor vel. máxima. Mas acaba por não estar no mesmo patamar dos 4 que mencionei, por já não se encontrar em produção, tendo os franceses preferido seguir com o Rafale. Mas quando recebem upgrades, demonstra-se a qualidade dos designs de há 40/50 anos atrás.
 

*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 293
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 47 vez(es)
  • +17/-6
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #674 em: Junho 19, 2020, 08:55:31 pm »
Então e enquanto bombardeiro em incursões a muito baixa altitude? Quando apeteceu com aquele radar antilope ou rdy? Aquilo era show de bola. Agora já nem sei se esse tipo de missão tem validade operacional mas, para um avião com um bombload tão pequeno, por comparação com os pares, o mirage também deu cartas nessa função. E ainda hoje dá, no sahel. Com munições guiadas, uma parelha de mirage são 4 "tiros" no alvo.
 

 

Governo entrega substituição do Aviocar à espanhola CASA

Iniciado por Maginot

Respostas: 10
Visualizações: 5626
Última mensagem Maio 06, 2005, 10:10:47 pm
por Luso
Aberto concurso para a substituição dos Aviocar

Iniciado por Ricardo Nunes

Respostas: 37
Visualizações: 14571
Última mensagem Dezembro 28, 2004, 09:13:27 pm
por JNSA
Substituição dos AlphaJet por um novo avião de treino?

Iniciado por Marauder

Respostas: 27
Visualizações: 12031
Última mensagem Setembro 21, 2006, 03:30:41 am
por p_shadow
Substituição dos Allouette III

Iniciado por JNSA

Respostas: 800
Visualizações: 167204
Última mensagem Abril 28, 2019, 05:37:08 pm
por dc
Programa de substituição do C-130

Iniciado por Boina_Verde

Respostas: 2061
Visualizações: 314597
Última mensagem Setembro 15, 2020, 02:59:57 pm
por Charlie Jaguar