Os 30 F16A/B MLU da FAP

  • 1838 Respostas
  • 305770 Visualizações
*

Red Baron

  • Perito
  • **
  • 342
  • Recebeu: 65 vez(es)
  • Enviou: 91 vez(es)
  • +77/-18
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1815 em: Dezembro 02, 2019, 07:44:33 pm »
:o assim sem mais nem menos, sem preliminares nem nada?

Aprecio os "twites" do Victor, mas isto assim seco sem fontes é um bocado mais do mesmo (whishful thinking) não?

É o que a FAP quer, se é o que vai ter é outra historia. Para a FAP é muito importante manter-se no grupo "MLU".

Mas o Centeno ainda lhes diz que é melhor esperar por 2026 e pela 6th-generation.
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3069
  • Recebeu: 133 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +129/-32
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1816 em: Dezembro 03, 2019, 01:16:49 am »
Pelo que conheço do VB, tudo leva a acreditar que seja verdade.


Abraços,
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

asalves

  • Perito
  • **
  • 452
  • Recebeu: 155 vez(es)
  • Enviou: 54 vez(es)
  • +21/-8
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1817 em: Dezembro 03, 2019, 09:33:46 am »
Pelo que conheço do VB, tudo leva a acreditar que seja verdade.


Abraços,

Na pratica ou isso ou deixamos de ter FAP, mais tarde ou mais cedo os F-16 deixam de voar, e certamente que vai chegar a um ponto onde só existem aviões de 5 geração.

Logo ou adquirimos aviões de 5º geração ou deixamos de ter Força aerea  :mrgreen:
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 1295
  • Recebeu: 290 vez(es)
  • Enviou: 38 vez(es)
  • +66/-20
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1818 em: Dezembro 03, 2019, 01:26:04 pm »
Eu diria que isto é mais uma oficialização da intenção da FAP em adquirir um caça de 5ª geração, descartando de vez os caças da geração anterior (4, 4.5).

E com notícias recentes sobre o preço do F-35 dos últimos lotes acordados, parecia-me ainda mais improvável optar por caças de 4 geração com preço igual ou superior.
Falo no F-35 porque a bem da verdade, não tem concorrência no mundo ocidental neste momento, e possivelmente nos próximos 10 anos manter-se-á assim.

Pelo menos é esta a minha interpretação da notícia, a não ser que tenha havido algum tipo de conversação nos bastidores entre a FAP e a LM/NATO/NSPA/USAF para fortalecer esta notícia.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7553
  • Recebeu: 669 vez(es)
  • Enviou: 805 vez(es)
  • +105/-31
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1819 em: Dezembro 03, 2019, 09:08:22 pm »
Logo ou adquirimos aviões de 5º geração ou deixamos de ter Força aerea  :mrgreen:

Não tenhas essa conversa junto a militares da BA6 senão arranjas discussão  :mrgreen:
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4265
  • Recebeu: 2027 vez(es)
  • Enviou: 775 vez(es)
  • +554/-71
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1820 em: Dezembro 04, 2019, 09:51:58 am »
Romania to take five more F-16s from Portugal  :'(

03 December, 2019 SOURCE: FlightGlobal.com BY: Dominic Perry London

Romania plans to acquire another five surplus Lockheed Martin F-16s from Portugal – and will upgrade the 12 examples of the fighter already in its fleet.

Under a draft law passed by the government on 28 November – still to be ratified by the country’s parliament – four aircraft will arrive in 2020, with the final example to follow in 2021.

The five new aircraft will have the same M.5.2R configuration as Romania’s existing 12 F-16s, but Bucharest says all 17 will be raised to a new standard it calls M.6.X.

In addition, the contract will boost the technical expertise of the Romanian air force, says the defence ministry, including the ability to overhaul and repair the F-16’s Pratt & Whitney F100 engine and modernise the platform.

Romania in 2013 agreed to take its first batch of 12 F-16s – nine A-model single-seaters and three B-variant twin-seaters – and took delivery of the initial six aircraft in 2016.

In addition to the dozen F-16s, Cirium fleets data records the Romanian air force as currently operating 17 Mikoyan MiG-21s with an average age of 44.2 years.

Earlier this year, Bucharest indicated that it was seeking a total of 36 F-16s to replace its elderly MiG-21s.

http://www.thefifthcolumn.xyz/Forum/viewthread.php?tid=259&page=11

Abraços
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2480
  • Recebeu: 1268 vez(es)
  • Enviou: 763 vez(es)
  • +723/-172
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1821 em: Dezembro 05, 2019, 02:40:16 pm »
:o assim sem mais nem menos, sem preliminares nem nada?

Aprecio os "twites" do Victor, mas isto assim seco sem fontes é um bocado mais do mesmo (whishful thinking) não?

É o que a FAP quer, se é o que vai ter é outra historia. Para a FAP é muito importante manter-se no grupo "MLU".

Mas o Centeno ainda lhes diz que é melhor esperar por 2026 e pela 6th-generation.

O Victor, regra geral, está sempre muito bem informado. E o que ele disse não é mentira nenhuma pois a FAP já descartou o Viper e só tem olhos para o F-35A, por isso não é segredo nenhum.

O Cravinho e o Santos Silva até poderão aproveitar a presença do Mike Pompeo para começar a sondar os EUA a esse respeito a título informal... agora quando viria, quantos viriam e quanto custará tal empreitada é outra história e é por isso que muito provavelmente só lá para meados da próxima década é que as coisas avancem formalmente. E ninguém está a ver o Governo com vontade de encomendar 30 F-35A pois tal, a 80M€ que seja por aparelho, equivaleria a 2.4 mil milhões de euros, fora tudo o resto necessário para os ter, operar e manter.

Estamos a seguir as pisadas dos nossos camaradas aliados da MNFP/EPAF, porém estarmos reduzidos (ou focados) somente a uma única opção é algo que me deixa de certa forma inquieto e não acho inteligente. Quanto ao futuro, segundo sei o plano pensado é ter os F-16 MLU retirados assim que o novo caça alcance a Full Operational Capability (FOC), portanto só haverá operações em simultâneo com ambos os sistemas de armas até a nova aeronave de combate ser declarada totalmente operacional e capaz de cumprir as missões atribuídas.
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

MATRA

  • Membro
  • *
  • 249
  • Recebeu: 76 vez(es)
  • Enviou: 478 vez(es)
  • +18/-6
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1822 em: Dezembro 05, 2019, 02:52:51 pm »
Então o Viper está descartado mesmo, pensei que houvesse alguém ainda a estudar essa hipótese.

Sendo assim, irá muito provavelmente ser F35,  quando os receber-mos já os nossos parceiros os tem completamente operacionais, e o intercâmbio experiencial será facilitado.

Esperemos que o nossos MLU não tenham de voar até 2040´s para isto acontecer.
An appeaser is one who feeds a crocodile — hoping it will eat him last.
Sir Winston Churchill
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4265
  • Recebeu: 2027 vez(es)
  • Enviou: 775 vez(es)
  • +554/-71
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1823 em: Dezembro 05, 2019, 04:34:43 pm »
:o assim sem mais nem menos, sem preliminares nem nada?

Aprecio os "twites" do Victor, mas isto assim seco sem fontes é um bocado mais do mesmo (whishful thinking) não?

É o que a FAP quer, se é o que vai ter é outra historia. Para a FAP é muito importante manter-se no grupo "MLU".

Mas o Centeno ainda lhes diz que é melhor esperar por 2026 e pela 6th-generation.

O Victor, regra geral, está sempre muito bem informado. E o que ele disse não é mentira nenhuma pois a FAP já descartou o Viper e só tem olhos para o F-35A, por isso não é segredo nenhum.

O Cravinho e o Santos Silva até poderão aproveitar a presença do Mike Pompeo para começar a sondar os EUA a esse respeito a título informal... agora quando viria, quantos viriam e quanto custará tal empreitada é outra história e é por isso que muito provavelmente só lá para meados da próxima década é que as coisas avancem formalmente. E ninguém está a ver o Governo com vontade de encomendar 30 F-35A pois tal, a 80M€ que seja por aparelho, equivaleria a 2.4 mil milhões de euros, fora tudo o resto necessário para os ter, operar e manter.

Estamos a seguir as pisadas dos nossos camaradas aliados da MNFP/EPAF, porém estarmos reduzidos (ou focados) somente a uma única opção é algo que me deixa de certa forma inquieto e não acho inteligente. Quanto ao futuro, segundo sei o plano pensado é ter os F-16 MLU retirados assim que o novo caça alcance a Full Operational Capability (FOC), portanto só haverá operações em simultâneo com ambos os sistemas de armas até a nova aeronave de combate ser declarada totalmente operacional e capaz de cumprir as missões atribuídas.

CJ, os €2.400 Milhões para trinta F35, até acho um bom preço se queres que te diga, pois acabamos de comprar cinco KC390 por €827 milhões . ::)
O preço de 30 F35 é apenas 1/2 LPM, mai nada !! ;)

Abraços
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6826
  • Recebeu: 353 vez(es)
  • Enviou: 214 vez(es)
  • +221/-0
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1824 em: Dezembro 05, 2019, 04:51:08 pm »
A tendência é para ser sempre a dimunuir o número de caças...se já vamos ficar com 28 F16, como é que falam de 30 F35?...Se recebermos 20 a 24 já se considerem com (muita) sorte!
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2480
  • Recebeu: 1268 vez(es)
  • Enviou: 763 vez(es)
  • +723/-172
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1825 em: Dezembro 05, 2019, 05:24:04 pm »
A tendência é para ser sempre a dimunuir o número de caças...se já vamos ficar com 28 F16, como é que falam de 30 F35?...Se recebermos 20 a 24 já se considerem com (muita) sorte!

Sim, o caminho será esse decerto, uma a duas Esquadras NATO de 20 ou 24 aparelhos. Quando falei de 30 era mesmo pela impossibilidade de isso vir a acontecer, pelo menos numa primeira instância. Gastar mais de meia LPM só para caças, construção e adequação de infraestruturas, formação, apoio logístico, etc, é um cenário pouco crível.

Além disso, parece que os States não gostam de encomendas pequenas de F-35, senão veja-se a recente polémica com a embaixadora norte-americana na Dinamarca e a decisão deste estado escandinavo de só comprar 27 aeronaves:

https://nationalinterest.org/blog/buzz/one-nato-ally-might-regret-buying-expensive-f-35-stealth-fighters-101062
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2480
  • Recebeu: 1268 vez(es)
  • Enviou: 763 vez(es)
  • +723/-172
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1826 em: Dezembro 05, 2019, 05:49:21 pm »
Sim, o caminho será esse decerto, uma a duas Esquadras NATO de 20 ou 24 aparelhos. Quando falei de 30 era mesmo pela impossibilidade de isso vir a acontecer, pelo menos numa primeira instância. Gastar mais de meia LPM só para caças, construção e adequação de infraestruturas, formação, apoio logístico, etc, é um cenário pouco crível.

E há outra questão subjacente a esta: sendo o F-35 exclusivamente monolugar, se for este o caça futuro torna-se então ainda mais imperativo pensar seriamente na aquisição de uma aeronave de treino avançado/LIFT a jacto como o M-346, TA-50, T-7A, etc, ou a hélice como o PC-21, T-6 ou ST.
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

Red Baron

  • Perito
  • **
  • 342
  • Recebeu: 65 vez(es)
  • Enviou: 91 vez(es)
  • +77/-18
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1827 em: Dezembro 05, 2019, 07:50:24 pm »
Sim, o caminho será esse decerto, uma a duas Esquadras NATO de 20 ou 24 aparelhos. Quando falei de 30 era mesmo pela impossibilidade de isso vir a acontecer, pelo menos numa primeira instância. Gastar mais de meia LPM só para caças, construção e adequação de infraestruturas, formação, apoio logístico, etc, é um cenário pouco crível.

E há outra questão subjacente a esta: sendo o F-35 exclusivamente monolugar, se for este o caça futuro torna-se então ainda mais imperativo pensar seriamente na aquisição de uma aeronave de treino avançado/LIFT a jacto como o M-346, TA-50, T-7A, etc, ou a hélice como o PC-21, T-6 ou ST.

O M-346 custa mais que um F16 MLU. ???
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4265
  • Recebeu: 2027 vez(es)
  • Enviou: 775 vez(es)
  • +554/-71
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1828 em: Dezembro 05, 2019, 07:59:09 pm »
Sim, o caminho será esse decerto, uma a duas Esquadras NATO de 20 ou 24 aparelhos. Quando falei de 30 era mesmo pela impossibilidade de isso vir a acontecer, pelo menos numa primeira instância. Gastar mais de meia LPM só para caças, construção e adequação de infraestruturas, formação, apoio logístico, etc, é um cenário pouco crível.

E há outra questão subjacente a esta: sendo o F-35 exclusivamente monolugar, se for este o caça futuro torna-se então ainda mais imperativo pensar seriamente na aquisição de uma aeronave de treino avançado/LIFT a jacto como o M-346, TA-50, T-7A, etc, ou a hélice como o PC-21, T-6 ou ST.

O M-346 custa mais que um F16 MLU. ???

é melhor ficarmos com os F16 bilugares. :mrgreen:

Abraços
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2480
  • Recebeu: 1268 vez(es)
  • Enviou: 763 vez(es)
  • +723/-172
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #1829 em: Dezembro 05, 2019, 09:48:36 pm »
Sim, o caminho será esse decerto, uma a duas Esquadras NATO de 20 ou 24 aparelhos. Quando falei de 30 era mesmo pela impossibilidade de isso vir a acontecer, pelo menos numa primeira instância. Gastar mais de meia LPM só para caças, construção e adequação de infraestruturas, formação, apoio logístico, etc, é um cenário pouco crível.

E há outra questão subjacente a esta: sendo o F-35 exclusivamente monolugar, se for este o caça futuro torna-se então ainda mais imperativo pensar seriamente na aquisição de uma aeronave de treino avançado/LIFT a jacto como o M-346, TA-50, T-7A, etc, ou a hélice como o PC-21, T-6 ou ST.

O M-346 custa mais que um F16 MLU. ???

É verdade, mas não estou a ver o M-345 ou o Pampa III a conseguirem formar pilotos para o Lightning II. :mrgreen:

Agora a sério, é precisar pensar nisso rapidamente se se quiser avançar para o F-35, e daí certas movimentações recentes na FAP como, por exemplo, a avaliação do Super Tucano em Beja.
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)