FAP A-10 em treino na base aérea Monte Real

  • 93 Respostas
  • 24199 Visualizações
*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7627
  • Recebeu: 576 vez(es)
  • Enviou: 191 vez(es)
  • +231/-509
(sem assunto)
« Responder #75 em: Fevereiro 11, 2007, 08:15:17 pm »
Dero: atenção ao português. Ortografia de telemóvel não se justifica;
Johnnie Filipe: respeite quem o respeita. Mostre a maturidade da sua alegada experiência.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

dero

  • Membro
  • *
  • 56
  • +0/-0
OK
« Responder #76 em: Fevereiro 11, 2007, 10:29:17 pm »
Ok Luso,

Não sabia que nao era permitido abreviar terei mais atenção no futuro.

P.S. voltemos aos temas que interessam: - Forças Armadas
 

*

p_shadow

  • Perito
  • **
  • 448
  • +2/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
(sem assunto)
« Responder #77 em: Fevereiro 12, 2007, 05:32:18 am »
Colega Johnnie, mesmo que eu confirma os meus 11 aninhos, essa Mais Alto não vai aparecer pois não? :P

É pena, porque àparte da birrinha que está a fazer comigo existem neste forum mais de 700 membros, e acredito que muitos deles estejam interessados nessa suposta (mas pelos vistos cada vez mais irreal) hipótese sobre os Kfir para a FAP.

Como é perceptível, eu não era vivo em 1912 quando a Cruz de Cristo voou pela primeira vez, pelo que por isso não pude acompanhar este tema desde a sua fundação, para muita pena minha.
Felizmente, as novas tecnologias da informação e alguns amigos e colegas que têm o mesmo gosto que eu facultam-me muito daquilo a que não tive acesso. Estava esperançado que pudesse ser um deles, mas já vi que não, pelo contrário.

Como o colega sabe (e eu sei que sabe), sou moderador do fórum 9G's e penso que pelo menos lá está patente o interesse que sempre demonstrei sobre tudo o que diz respeito à Aviação Militar em Portugal.
E é sempre com base nesse interesse que eu questiono, corrijo ou contrario nos assuntos em que participo.

Acho que não esteve correcto nestes seus posts porque as bocas que me manda são "iguais ao litro" para mim, como deve calcular, mas a sua credibilidade perante os membros deste espaço poderá ficar prejudicada desnecessariamente.

Não vou alimentar mais este desvio, embora o tenha feito até agora por questões pessoais. Estupidamente pessoais, aceito.
Aconselho-o a fazer o mesmo, a bem do fórum.


Cumptos
A realidade não alimenta fóruns....
 

*

Johnnie

  • Analista
  • ***
  • 658
  • Recebeu: 54 vez(es)
  • Enviou: 19 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #78 em: Fevereiro 12, 2007, 10:59:57 am »
colega p shadow as bocas que lhe mandei foram em tom de brincadeira, nem pensei que ficasse ofendido com isso  :shock:

Quanto aos IAI Kfir realmente na imprensa da epoca chegou a ser referido o interesse da FAP nesses aparelhos, agora não sei se a revista Mais Alto em questão o fez, só levantei essa hipotese dado ser uma publicação de referencia...

Mas não tenho provas disso, fica á consideração de cada um...

Tem-se tornado habito infelizmente destes foruns, e não estou a dizer que voçê o faça em questão, atenção, que  qualquer afirmação inédita ou por algum motivo desconhecida ser considerada suspeita e serem pedidas provas, vamos com calma isto não é um tribunal colegas, ninguem está a ser julgado...É um espaço de troca de ideias...
Dou-lhe um pequeno exemplo, no passado abri um topico no 9 gs a relatar uma ainda novidade absoluta : http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.php?t=443 logo as mesmas desconfianças e tal, ah não deve ser verdade, impossivel, e tal...Veja a data da informação e agora diga-me se era verdade ou não o que lá está escrito? No entanto se me pedisse provas e Mais Altos da epoca não as poderia forneçer

Quanto ao 9 ´gs parabens pelo seu trabalho, para mim é o melhor forum nacional sobre aviação militar.

Cumpts e vamos ao que interessa que é a troca de ideias
«When everything is coming your way... You are in the wrong lane!!!!"
 

*

xenical_

  • Membro
  • *
  • 31
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #79 em: Fevereiro 12, 2007, 03:43:12 pm »
Boa tarde

Peço desculpa pela intromissão, de facto não e este o tema que mais domino, mas tenho a ideia de à época ter visto na televisão ou nos jornais uma referencia qualquer aos kfir e que o primeiro ministro da altura Prf. Cavaco Silva se encontrava a estudar a sua possivel aquisição

Cumprimentos

Paulo Mariano
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3901
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 160 vez(es)
  • +471/-173
(sem assunto)
« Responder #80 em: Fevereiro 12, 2007, 08:32:19 pm »
A FAP declarou que não tinha intenção de ser a unica operadora de uma frota, não digo que não tenha existido essa hipotese..Mas parece-me pouco provavel que este fosse escolhido.
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Sintra

  • Perito
  • **
  • 472
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #81 em: Fevereiro 19, 2007, 02:52:31 pm »
Citação de: "xenical_"
Boa tarde

Peço desculpa pela intromissão, de facto não e este o tema que mais domino, mas tenho a ideia de à época ter visto na televisão ou nos jornais uma referencia qualquer aos kfir e que o primeiro ministro da altura Prf. Cavaco Silva se encontrava a estudar a sua possivel aquisição

Cumprimentos

Paulo Mariano


 Boa tarde

 Também me lembro de ter lido num qualquer jornal da época qualquer coisa sobre uma alegado interesse da FAP em kfir´s. Sorry, não me lembro aonde, já vai à uns aninhos. :wink:
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8421
  • Recebeu: 983 vez(es)
  • Enviou: 1155 vez(es)
  • +138/-46
(sem assunto)
« Responder #82 em: Fevereiro 19, 2007, 03:44:39 pm »
A ideia dos Kfir penso que foi devido a durante a guerra colonial, os paises vizinhos das nossas colonias que nos eram hostis se estarem a equipar com caças russos e assim poderem por em causa o espaço aéreo, já que os Fiat G91 tinham uma quase nula capacidade ar-ar, estes só tinham os canhões.
Tenho essa ideia, que se pensou nos Kfir mas foi durante na ditadura no fim da guerra colonial, além de com o embargo de armas a Portugal, Israel seria dos poucos paises que poderiam fornecer equipamento a Portugal.

 :shock:
 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1820
  • Recebeu: 243 vez(es)
  • Enviou: 451 vez(es)
  • +13/-1
(sem assunto)
« Responder #83 em: Fevereiro 19, 2007, 04:29:16 pm »
Citação de: "Lightning"
Tenho essa ideia, que se pensou nos Kfir mas foi durante na ditadura no fim da guerra colonial, além de com o embargo de armas a Portugal, Israel seria dos poucos países que poderiam fornecer equipamento a Portugal.
Olhe que não, pois o motor e muitos componentes do IAI Kfir são norte-americanos.
Citação de: "Wikipédia"
Since the J79 turbojet engine as well as much of the technology inside the Kfir are produced in Israel under U.S. license, all export sales of the Kfir are subject to prior approval from the U.S. State Department, a fact that has limited the sale of the Kfir to foreign nations.


Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 

*

Bravo Two Zero

  • Especialista
  • ****
  • 1007
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #84 em: Fevereiro 19, 2007, 04:44:30 pm »
Segundo o livro "Guerra Colonial" de Carlos Matos Gomes e Ancieto Afonso , o General Spínola pediu uma esquadrilha de Mirages III para operar no teatro de operações da Guiné. O IAI Kfir é baseado no Mirage V, que por sua vez é uma versão de ataque do Mirage IIIC......
Ou seja, Spínola pediu os Mirages em 1972/73, a FAP hipotéticamente ponderou a aquisição de Kfir's em finais da década de 80.
Se escrevi alguma calinada corrijam-me..........


http://www.israeli-weapons.com/weapons/ ... /Kfir.html
"Há vários tipos de Estado,  o Estado comunista, o Estado Capitalista! E há o Estado a que chegámos!" - Salgueiro Maia
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8421
  • Recebeu: 983 vez(es)
  • Enviou: 1155 vez(es)
  • +138/-46
(sem assunto)
« Responder #85 em: Fevereiro 19, 2007, 05:48:12 pm »
Citação de: "Get_It"
Citação de: "Lightning"
Tenho essa ideia, que se pensou nos Kfir mas foi durante na ditadura no fim da guerra colonial, além de com o embargo de armas a Portugal, Israel seria dos poucos países que poderiam fornecer equipamento a Portugal.
Olhe que não, pois o motor e muitos componentes do IAI Kfir são norte-americanos.
Citação de: "Wikipédia"
Since the J79 turbojet engine as well as much of the technology inside the Kfir are produced in Israel under U.S. license, all export sales of the Kfir are subject to prior approval from the U.S. State Department, a fact that has limited the sale of the Kfir to foreign nations.

Cumprimentos,


Pois, então concluo que estou enganado c34x
 

*

Sintra

  • Perito
  • **
  • 472
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #86 em: Fevereiro 19, 2007, 09:56:24 pm »
Citação de: "Bravo Two Zero"
Segundo o livro "Guerra Colonial" de Carlos Matos Gomes e Ancieto Afonso , o General Spínola pediu uma esquadrilha de Mirages III para operar no teatro de operações da Guiné. O IAI Kfir é baseado no Mirage V, que por sua vez é uma versão de ataque do Mirage IIIC......
Ou seja, Spínola pediu os Mirages em 1972/73, a FAP hipotéticamente ponderou a aquisição de Kfir's em finais da década de 80.
Se escrevi alguma calinada corrijam-me..........


http://www.israeli-weapons.com/weapons/ ... /Kfir.html


 Certissimo...  :shock:  no "TO" da Guiné...
 

*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1438
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #87 em: Fevereiro 21, 2007, 09:38:46 pm »
Citar
Certissimo...  
A certa altura existiu um real receio por parte do Spínola que as nossas forças fossem atacadas a partir do ar  no "TO" da Guiné...


Acho que também se falou na aquisição de uma bateria de Crotales...
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman
 

*

dremanu

  • Investigador
  • *****
  • 1254
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +7/-12
(sem assunto)
« Responder #88 em: Fevereiro 22, 2007, 12:30:45 am »
Citação de: "JQT"
E é bem mais caro de operar que um Apache..(


JQT: Não creio que vc esteja correto. Os Apaches contêm sistemas electrônicos mais sofisticados que os A-10, e aparentam também ter componentes mecânicos mais frageís, daí a minha dedução de ser mais caro operar uma esquadra de Apaches do que A-10. Posso estar enganado, mas não creio.

==================================================

Já, agora, e vindo da Wikipedia, uma lista dos aviões e helis da coligação abatidos no Iraque:

Helicopters

    * AH-64 Apache: 24
    * OH-58 Kiowa: 17
    * UH-60 Black Hawk: 16
    * AH-1W Super Cobra: 8
    * CH-46 Sea Knight: 6
    * CH-47 Chinook: 5
    * CH-53E Super Stallion: 4
    * SH-3 Sea King: 2
    * MH-53 Pave Low: 2
    * UH-1N: 2
    * Agusta Bell-412: 1
    * AH-6M: 1
    * PZL W-3 Sokół: 1
    * SA 330 Puma: 1
    * Westland Lynx: 1
    * Mil Mi-24 Hind: 1
    * MD 530F: 1

Total: 92 helicopters

Fixed-Wing Aircraft

    * F/A-18 Hornet: 3
    * C-130 Hercules: 3
    * F-16 Falcon: 2
    * A-10: 1
    * AV-8 Harrier: 1
    * F-14 Tomcat: 1
    * F-15E Strike Eagle: 1
    * S-3 Viking: 1
    * Tornado GR4: 1

Total: 14 fixed wing aircraft

Note: Numerous crashes involving unmanned aircrafts and drones are not included in the lists above.

================================================
"Esta é a ditosa pátria minha amada."
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5480
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1396/-2
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #89 em: Fevereiro 22, 2007, 01:27:37 am »
O problema de Spínola, foi o fornecimento de aeronaves MiG-21 à Guiné-Conakry (ou ao PAIGC).
Não se sabe muito bem onde é que acabava o exército da Guiné Conakry e onde começava o PAIGC, nomeadamente no que dizia respeito a armamentos fornecidos pela antiga URSS.

O que Portugal fez, foi pressionar os americanos para o fornecimento de mísseis Redeye durante a guerra do Yom Kipur em Outubro de 1973.

Os americanos continuavam com problemas com os fornecimentos a Portugal (Pressão dos democratas) e foi engendrado um plano para que Israel fornecesse os mísseis a Portugal.

Assim, na prática, os mísseis íam dos Estados Unidos para Israel e depois os israelitas entregavam-nos a Portugal, como forma de apreço pelo apoio que Portugal tinha dado a Israel na guerra.

Os mísseis chegaram a ser disponibilizados por Israel, e encontravam-se na Alemanha à espera de serem entregues, 6 meses depois (Abril de 1974).

A revolução acabou por tornar a aquisição inutil, pelo que foi cancelada.

Cumprimentos
 

 

Petição: TROPAS PÁRA-QUEDISTAS, PARA A FORÇA AÉREA!

Iniciado por paraquedista

Respostas: 3
Visualizações: 3732
Última mensagem Março 11, 2016, 07:53:23 pm
por paraquedista
Qual as prioridades para a Força Aérea entre 2011-2020 ?

Iniciado por dc

Respostas: 38
Visualizações: 11209
Última mensagem Novembro 15, 2010, 02:34:53 pm
por bokaido
CDS propõe 12 anos de serviço para pilotos da Força Aérea

Iniciado por Marauder

Respostas: 19
Visualizações: 9491
Última mensagem Setembro 12, 2007, 02:40:44 am
por raphael
Açores: radares de defesa aérea a partir de 2011

Iniciado por pmdavila

Respostas: 18
Visualizações: 9880
Última mensagem Maio 20, 2008, 04:09:50 pm
por Lancero
Força Aérea Portuguesa no V Festival Aéreo de Vigo

Iniciado por bucanero

Respostas: 8
Visualizações: 5672
Última mensagem Julho 30, 2008, 06:15:06 pm
por bucanero