FAP A-10 em treino na base aérea Monte Real

  • 93 Respostas
  • 24191 Visualizações
*

Johnnie

  • Analista
  • ***
  • 658
  • Recebeu: 54 vez(es)
  • Enviou: 19 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #30 em: Fevereiro 06, 2007, 08:34:46 pm »
Citação de: "Typhonman"
Teve para o A7...


O A-7 fazia tanto interdição /ataque terra como no mar (TASMO) e nas horas vagas ainda fazia de caça e executava QRA´s...
« Última modificação: Fevereiro 06, 2007, 08:57:46 pm por Johnnie »
«When everything is coming your way... You are in the wrong lane!!!!"
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8421
  • Recebeu: 983 vez(es)
  • Enviou: 1155 vez(es)
  • +138/-46
(sem assunto)
« Responder #31 em: Fevereiro 06, 2007, 08:55:43 pm »
Citação de: "Typhonman"
Teve para o A7..Mas hoje em dia temos um "faz" tudo que vai ser o F16MLU se este for apetrechdo com um vasto leque de munições como sejam as JDAM/JSOW, WCDM, GBU12,AGM65.


O A-7 também era um faz tudo...

Quando a FAP substituiu o F-86 Sabre a ideia inicial era o F-5, a prova foi a vinda do T-38 para caça de instrução de jactos, mas mais tarde decidiu-se que o F-5 seria uma má compra.
Portugal nos anos 80 tal como os outros paises da NATO tinham como principal ameaça a URSS, mas como Portugal está na outra ponta da europa a superioridade aérea não é um factor vital já que as aeronaves sovieticas teriam que passar sobre toda a europa para nos atingir.
A principal ameaça seria uma força naval sovietica contra as ilhas portuguesas que pudessem por em causa os reforços americanos para a europa numa possivel guerra NATO vs Pacto de Varsóvia.
Nesse contesto preferiu-se um avião com grande alcance e grande capacidade ar-solo (A7) em vez de um pequeno caça de luta ar-ar (F-5).

Portugal não possuia nenhum caça de luta ar-ar, nessas missões/exercicios equipavam-se os A-7 com misseis ar-ar sendo que também possui um canhão, quem não tem cão caça com gato, mas apesar de efectuar missões ar-ar a sua principal capacidade era o ataque ar-solo.
 

*

Johnnie

  • Analista
  • ***
  • 658
  • Recebeu: 54 vez(es)
  • Enviou: 19 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #32 em: Fevereiro 06, 2007, 09:08:48 pm »
Os sidewinders no A-7 tinham como objectivo defesa propria e nunca funções tipicas de um caça...Já que este não tinha relação peso/potencia que lhe permitisse entrar num dog-fight...Nem supersonico era...Dai que tenham pensado instalar sidewinders nos T-38 Talons  :roll:
« Última modificação: Fevereiro 06, 2007, 09:10:29 pm por Johnnie »
«When everything is coming your way... You are in the wrong lane!!!!"
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3901
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 160 vez(es)
  • +471/-173
(sem assunto)
« Responder #33 em: Fevereiro 06, 2007, 09:08:58 pm »
Se as munições que referi em cima forem adquiridas, assim como municoes ar-ar do tipo AIM9X e AIM120C e se desejar-mos ter alguma capcidade stand-off apetrechar os F16MLU e P3C com SLAM-ER. Esta municao e um missil Harpoon modificado (guiado por GPS) que permite efetuar ataques em profundidade longe das defesas aereas inimigas.
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8421
  • Recebeu: 983 vez(es)
  • Enviou: 1155 vez(es)
  • +138/-46
(sem assunto)
« Responder #34 em: Fevereiro 06, 2007, 09:19:08 pm »
Citação de: "Johnnie"
Os sidewinders no A-7 tinham como objectivo defesa propria e nunca funções tipicas de um caça...Já que este não tinha relação peso/potencia que lhe permitisse entrar num dog-fight...Nem supersonico era...Dai que tenham pensado instalar sidewinders nos T-38 Talons  :roll:


Talvez mas não sei se o T-38 possui radar de tiro e o restante equipamento para poder lançar misseis, pelo menos de certeza que se teriam que mudar as asas já que os T-38 não possuem estações nas asas para armamento, como o proprio nome indica, "T", Treino, supostamente seria um avião para abituar os pilotos à pilotagem propriamente dita, a parte de combate seria nos supostos F-5...
 

*

komet

  • Investigador
  • *****
  • 1663
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #35 em: Fevereiro 06, 2007, 10:20:52 pm »
E o A-7 tinha-o? O piloto pode disparar um Sidewinder por transmissão de um som parecido com um grito que quanto mais intenso, maior a intensidade do sinal IR à frente do avião, isto sem fazer lock.
"History is always written by who wins the war..."
 

*

Johnnie

  • Analista
  • ***
  • 658
  • Recebeu: 54 vez(es)
  • Enviou: 19 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #36 em: Fevereiro 06, 2007, 11:21:18 pm »
Exactamente Komet...

O AIM-9 é um heatseeker puro...Procura o calor e segue-o sem ajuda de qualquer radar...Se virem nas fotos até os A-10 os levam para autodefesa...
«When everything is coming your way... You are in the wrong lane!!!!"
 

*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1438
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #37 em: Fevereiro 06, 2007, 11:31:46 pm »
A questão dos T-38 foi discutida muitas vezes no 9Gs, e acho que a conclusão a que se tinham chegado era que que nunca houve qualquer utilização ou sequer intenção dos Talon nessas missões. Quem sabia mais disso era o Zé Matos.
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8421
  • Recebeu: 983 vez(es)
  • Enviou: 1155 vez(es)
  • +138/-46
(sem assunto)
« Responder #38 em: Fevereiro 07, 2007, 12:09:45 am »
Citação de: "Spectral"
A questão dos T-38 foi discutida muitas vezes no 9Gs, e acho que a conclusão a que se tinham chegado era que que nunca houve qualquer utilização ou sequer intenção dos Talon nessas missões. Quem sabia mais disso era o Zé Matos.


Pois também concordo, apesar do T-38 em comparação com o A-7 ser uma aeronave com melhores caracteristicas aeronauticas para combate ar-ar a realidade é que não possuia nenhuma capacidade para isso, e duvido muito tal como foi referido pelo Spectral, que existisse alguma intenção de alterar ou substituir as asas do T-38 e de elaborar um qualquer sistema que permitisse ao piloto activar o missil.
Este tema não é sobre o T-38 mas penso que uma das razões da sua curta carreira foi o alto custo das asas já que de tempos a tempos tem que sofrer muita manutenção ou ser substituidas por novas.
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2213
  • Recebeu: 59 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +26/-0
    • http://forumdefesa.com
(sem assunto)
« Responder #39 em: Fevereiro 07, 2007, 03:27:26 am »
Esqueçam o A-10. Se for para utilizá-lo em defesa do território nacional seria mais um alvo fácil para um suposto invasor com superioridade aérea.

Enquanto não tivermos uma defesa antiaérea baseada numa boa quantidade de sistemas de mísseis móveis (para se dispersarem pelo nosso território e criarem incerteza) e outra de sistemas “fixos” para protecção de alvos sensíveis (bases aéreas, centros de comando etc.) todos os aparelhos ao nosso dispor serão alvos fáceis num hipotético cenário como o que acima referi.

Para missões no exterior menos sentido faz: Não podem embarcar no NavPol e as nossas intervenções lá fora normalmente não precisam de tamanho poder de fogo. Para este tipo de missões os helicópteros de ataque seriam o ideal: Poderiam ser embarcados no NavPol e a sua flexibilidade de uso e configurações iriam mais ao encontro das nossas missões/necessidades.
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2093
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #40 em: Fevereiro 07, 2007, 02:25:06 pm »
Citação de: "Yosy"
Não tenha tanta esperança. Um helicóptero é bem mais complexo que um avião quando é pilotado. Ainda vamos ver helicopteros pilotados por humanos durante muito tempo.


Refiro-me aos pilotos a comandarem o helicóptero à distancia... :wink:

Desde que se consiga reproduzir a troca de informações e comandos (basicamente inputs e outputs) que um piloto receberia se estivesse lá dentro, para um contentor a x kms de distancia...será meio caminho andado..ou o caminho quase todo.

De resto concordo com o Jorge Pereira. Desperdício de recursos em A-10, não obrigado.

Quando tivermos uma defesa aérea capaz ( misseis anti-aéreos a vários niveis), ai sim poderemos olhar a ver se o orçamento ainda tem verbas para tal coisa...até lá...será apenas mais um alvo para um inimigo com superioridade aérea.

(prefiro gastar dinheiro em misseis anti-aéreos e anti-tanques do que simplesmente numa esquadra de helis de ataque / A-10..
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2213
  • Recebeu: 59 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +26/-0
    • http://forumdefesa.com
(sem assunto)
« Responder #41 em: Fevereiro 08, 2007, 12:54:58 am »
As nossas prioridades no que concerne à defesa do nosso território propriamente dito deveriam ser a meu ver as seguintes:

http://youtube.com/watch?v=dsIcBSuAgCg

Para a defesa de pontos críticos.


http://youtube.com/watch?v=EmEMBgzqeRs

Para a sua dispersão pelo território nacional em caso de crise (com localizações previamente estabelecidas e “estudadas”)

http://youtube.com/watch?v=qpJZKrSACoA

Também para a sua dispersão nacional em caso de crise ou para posicionamentos em eventuais “zonas quentes”.

Seria sob uma estrutura deste género que deveríamos, na minha opinião, começar a colmatar as lacunas que temos neste sentido no que toca à defesa do território nacional propriamente dito.
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

dero

  • Membro
  • *
  • 56
  • +0/-0
A 10 Portugal
« Responder #42 em: Fevereiro 08, 2007, 03:59:16 pm »
Essa do A 10 em Portugal e para rir para que nos serviria esse aparelho?
Era mais uma compra maravilhosa como os A 7 que acho q se deveria ter comprado o F 5 em vez do A 7 a justificaçao dada anteriormente dos caças russos nao encaixa porque tanto os avioes russos tem de atravessar toda a europa como tem os navis de guerra atravessar muito mar para chegar as nossas ilhas e para travar navios russos nao e um A 7 que o faz foi mas é um barrete que os nossos amigos americanos nos enfiaram pois A 7s havia mts em 2º mao que eles se keriam livrar e F 5s nao os tinham pq segundo creio a US airforce nunca operou esse aviao logo nao ha em 2º mao eles apenas operam um pequeno nr. destes avioes num esquadrao de agressores em Nelis se nao me engano.
quanto ao A 10 para as filipinas e mais util lá que em Portugal pois eles tem uma gerra de guerrilha ha mts anos so por nao terem avioes de caça la nao quer dizer que  o A 10 nao fosse util alias é mais util o A 10 nas filipinas que um caça.
Quanto a intençao de transformar o T 38 para missoes de caça tambem me parece tanga para isso optava se por menos A 7s que foram bastantes e vinham uns 10 caças pois os t 38 tallon tambem acho q nao eram mais que uma dezena.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16173
  • Recebeu: 1418 vez(es)
  • Enviou: 1324 vez(es)
  • +225/-230
(sem assunto)
« Responder #43 em: Fevereiro 08, 2007, 04:15:31 pm »
Então os F-5 não foram usados pela USAF no Vietname?!  :?

Segundo conta a história, foi a FAP que preferiu os A-7.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1820
  • Recebeu: 243 vez(es)
  • Enviou: 451 vez(es)
  • +13/-1
(sem assunto)
« Responder #44 em: Fevereiro 08, 2007, 06:08:30 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Então os F-5 não foram usados pela USAF no Vietname?!  :D
Citação de: "José Matos"
O caça da Northrop era um aparelho vocacionado para operações ar-ar e na sua versão mais antiga (o F-5A) tinha dado mostras de ser uma boa máquina de combate na operação “Skoshi Tiger” durante a guerra do Vietname, onde somou 4.000 horas em missões de apoio táctico, reconhecimento e intercepção.


Cumprimentos,
« Última modificação: Fevereiro 08, 2007, 06:20:54 pm por Get_It »
:snip: :snip: :Tanque:
 

 

Petição: TROPAS PÁRA-QUEDISTAS, PARA A FORÇA AÉREA!

Iniciado por paraquedista

Respostas: 3
Visualizações: 3732
Última mensagem Março 11, 2016, 07:53:23 pm
por paraquedista
Qual as prioridades para a Força Aérea entre 2011-2020 ?

Iniciado por dc

Respostas: 38
Visualizações: 11209
Última mensagem Novembro 15, 2010, 02:34:53 pm
por bokaido
CDS propõe 12 anos de serviço para pilotos da Força Aérea

Iniciado por Marauder

Respostas: 19
Visualizações: 9491
Última mensagem Setembro 12, 2007, 02:40:44 am
por raphael
Açores: radares de defesa aérea a partir de 2011

Iniciado por pmdavila

Respostas: 18
Visualizações: 9880
Última mensagem Maio 20, 2008, 04:09:50 pm
por Lancero
Força Aérea Portuguesa no V Festival Aéreo de Vigo

Iniciado por bucanero

Respostas: 8
Visualizações: 5672
Última mensagem Julho 30, 2008, 06:15:06 pm
por bucanero