FAP A-10 em treino na base aérea Monte Real

  • 93 Respostas
  • 24221 Visualizações
*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8429
  • Recebeu: 987 vez(es)
  • Enviou: 1159 vez(es)
  • +138/-46
Re: A 10 Portugal
« Responder #45 em: Fevereiro 08, 2007, 06:14:05 pm »
Citação de: "dero"
Essa do A 10 em Portugal e para rir para que nos serviria esse aparelho?
Era mais uma compra maravilhosa como os A 7 que acho q se deveria ter comprado o F 5 em vez do A 7 a justificaçao dada anteriormente dos caças russos nao encaixa porque tanto os avioes russos tem de atravessar toda a europa como tem os navis de guerra atravessar muito mar para chegar as nossas ilhas e para travar navios russos nao e um A 7 que o faz

E qual é a sua justificação pela preferencia pelo F-5?
Os navios russos navegavam frequentemente por àguas internacionais, por exemplo até Cuba mas os aviões mesmo sendo de grande alcance seriam atacados caso sobrevoassem o espaço aéreo da NATO. Por isso teoricamente a ameaça naval era mais imediata do que a aérea ou terrestre.

Citar
foi mas é um barrete que os nossos amigos americanos nos enfiaram pois A 7s havia mts em 2º mao que eles se keriam livrar e F 5s nao os tinham pq segundo creio a US airforce nunca operou esse aviao logo nao ha em 2º mao eles apenas operam um pequeno nr. destes avioes num esquadrao de agressores em Nelis se nao me engano.


Os americanos quando se querem livrar dos aviões enviam-nos para o deserto e pronto.
De certeza que preferiam vender-nos o F-5, sempre eram mais alguns que a fábrica iria produzir, no total a USAF possuiu mais de 1.000 T-38 (versão de treino do F-5), mas como aeronave operacional a USAF preferia o F-4 Phantom.
« Última modificação: Fevereiro 08, 2007, 06:26:16 pm por Lightning »
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8429
  • Recebeu: 987 vez(es)
  • Enviou: 1159 vez(es)
  • +138/-46
(sem assunto)
« Responder #46 em: Fevereiro 08, 2007, 06:23:53 pm »
Citação de: "Get_It"
O caça da Northrop era um aparelho vocacionado para operações ar-ar e na sua versão mais antiga (o F-5A) tinha dado mostras de ser uma boa máquina de combate na operação “Skoshi Tiger” durante a guerra do Vietname, onde somou 4.000 horas em missões de apoio táctico, reconhecimento e intercepção.

Cumprimentos,


Na wikipédia refere que a USAF preferia o F-5 (T-38) em missões de instrução e não em combate, foi verdade que combateram no Vietname (enviaram 12 aeronaves) mas foi algo experimental e rapidamente retirados, o mesmo aconteceu com o F-102 e o F-104.
O F-5 foi um caça produzido para paises pequenos e com baixos orçamentos, foi feito para exportar, os EUA nesses anos preferiam o caça F-4 Phantom.

"The USAF made a combat evaluation of the F-5A under the Skoshi Tiger ("skoshi" is derived from the Japanese word sukoshi, meaning "little," thus the program was "Little Tiger") program in 1965. 12 aircraft were delivered for trials to the 4503rd Tactical Fighter Wing (subsequently the 10th Fighter Commando Squadron), redesignated F-5C. They performed combat duty in Vietnam, flying more than 3,500 sorties from the 3rd Tactical Fighter Wing at Bien Hoa in South Vietnam. Two aircraft were lost in combat. The program was short-lived, more a political gesture than a serious consideration of the type for U.S. service. It may be noted that the double-sonic F-104 Starfighter and the sophisticated F-102 Delta Dagger were also tried, but completely withdrawn from Vietnam."

http://en.wikipedia.org/wiki/F-5_Freedo ... evelopment
 

*

Johnnie

  • Analista
  • ***
  • 658
  • Recebeu: 54 vez(es)
  • Enviou: 19 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #47 em: Fevereiro 08, 2007, 07:29:30 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Então os F-5 não foram usados pela USAF no Vietname?!  :?


Foram usados em grande numero mas pela força aerea do Vietname do Sul e não pela USAF...

Vamos com calma quanto ao A-7, este quando foi comprado era uma aeronave muito capaz, simplesmente não era nem nunca pretendeu ser um caça...

Era uma maquina robusta, com uma autonomia consideravel e capaz de transportar uma consideravel carga e despeja-la com precisão...

Sempre fizeram muito boa figura em todos os shows e exercicios por onde passaram...

Quanto a maquinas em 2ª mão para Portugal, se a opção fosse realmente essa temos varias opções no mercado para alem do A-10: Jaguares e Harriers da RAF por exemplo, indo a minha preferencia para os segundos digo já...
«When everything is coming your way... You are in the wrong lane!!!!"
 

*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1438
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #48 em: Fevereiro 08, 2007, 07:42:07 pm »
o uso do F-5 pela USAF foi mínimo, eles pura e simplesmente não gostavam de um aparelho tão ligeiro. Foi sempre um aparelho de exportação.


Citar
E qual é a sua justificação pela preferencia pelo F-5?
Os navios russos navegavam frequentemente por àguas internacionais, por exemplo até Cuba mas os aviões mesmo sendo de grande alcance seriam atacados caso sobrevoassem o espaço aéreo da NATO. Por isso teoricamente a ameaça naval era mais imediata do que a aérea ou terrestre.


Esta é questão que já foi debatida várias vezes, por exemplo lembro-me perfeitamente de discutir isto com o Zé Matos quando ele escreveu esse artigo para o 9Gs e cada um ficou um "pouco na sua".

A minha opinião sobre o assunto é a seguinte :

Em caso de conflicto, não seriam A-7s equipados com bombas de gravidade ou Mavericks a pôr em perigo vasos modernos como os russos ( tal como hoje em dia classificar o F-16 para plataforma TASMO é um bocado  :wink:, o F-5 na FAP nos anos 80 não traria nada de novo à NATO, enquanto que o A-7 continuava a ser um meio de ataque ao solo relativamente credível e actualizado, mesmo para padrões de um conflicto generalizado na Europa. Um destacamento em caso de hostilidades na Alemanha talvez seja pedir demasiado, mas operações no flanco sul  ( onde inclusivé poderiam surgir alvos navais para os quais o A-7 estivesse habilitado) na Itália ou Grécia, que também operava A-7s, não seriam muito descabidas. No entanto, infelizmente nunca ouvi falar em quaisquer planos nesse sentido.

Em conclusão, IMHO se o objectivo era utilizar a FAP para participar numa hipotética "Batalha do Atlântico II", mais valia terem entregue mais P-3s, e mais cedo.

edit : Harriers ? Mas isso é um balúrdio de manter, e as capacidades em termos de alcance/carga útil continuam a ser bem limitadas!
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3210
  • Recebeu: 1964 vez(es)
  • Enviou: 1257 vez(es)
  • +1602/-175
(sem assunto)
« Responder #49 em: Fevereiro 08, 2007, 08:03:51 pm »
É verdade Luís, essa questão do A-7P vs. F-5E deu azo a uma excelente discussão no 9G's.  :arrow: http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.ph ... hlight=a7p
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

Rui Conceicao

  • Membro
  • *
  • 78
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #50 em: Fevereiro 08, 2007, 08:06:20 pm »
Os A4 Argentinos tambem em 1982 não eram grande coisa mas parguntem aos Ingleses o que pensam deles.
As fragatas Inglesas eram das mais modernas nessa altura.
Hoje dia 12 de Junho de 2006, dois F 18 Espanhois
faziam exercicios sobre territorio Portugues(concelho de Mértola, entre 8am e 9am)
 

*

Johnnie

  • Analista
  • ***
  • 658
  • Recebeu: 54 vez(es)
  • Enviou: 19 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #51 em: Fevereiro 08, 2007, 08:10:17 pm »
Citação de: "Spectral"
Em caso de conflicto, não seriam A-7s equipados com bombas de gravidade ou Mavericks a pôr em perigo vasos modernos como os russos


E não eram em 1981 os A-7´s os work horses da USNAVY para essas mesmas missões???
«When everything is coming your way... You are in the wrong lane!!!!"
 

*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1438
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #52 em: Fevereiro 08, 2007, 08:16:55 pm »
As fragatas inglesas tinham reconhecidas deficiências no capítulo AAW, as que foram afundadas tinham o Sea Cat que era praticamente uma anedota de míssil. Por outro lado estavam a efectuar uma operação de assalto amfíbio, o que sujeitou a força naval a grandes riscos. Nã estou a ver os russo a efectuarem tal operação no Atlântico Norte, qualquer força que conseguisse passar a barreira Reino Unido  / Islândia ( o que já seria um feito assinalável) teria de ser uma força de raide muito poderosa, e não estou a ver os A-7s a conseguirem enfrentar uma força liderada por um Kirov.

Além que mais uma vez digo que os A-7 seriam redundantes, pois certamente tal força soviética seria perseguida por todos os porta-aviões e submarinos americanos no Atlântico até à sua destruição. Tendo em conta que um só porta-aviões transportava quase tantos A-7s como o efectivo total da FAP, volto a dizer que teria sido muito mais eficiente ( do ponto de vista da NATO) equipar-nos com mais P-3s  :wink:
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman
 

*

Johnnie

  • Analista
  • ***
  • 658
  • Recebeu: 54 vez(es)
  • Enviou: 19 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #53 em: Fevereiro 08, 2007, 08:43:24 pm »
O que veio a acontecer em 85 alias....A ameaça dos subs russos sempre foi muito seria...


Para alem dos citados F-5 havia tambem a hipotese da Alemanha nos ceder alguns F-104 Starfighters, que foram recusados...O A-7 seria a nossa escolha...
«When everything is coming your way... You are in the wrong lane!!!!"
 

*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1438
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #54 em: Fevereiro 08, 2007, 09:09:31 pm »
Citar
E não eram em 1981 os A-7´s os work horses da USNAVY para essas mesmas missões???


Pelo que sei os A-7 eram aparelhos mais de ataque ligeiro, ficando os alvos mais "pesados" para os A-6, embora estes também não tivessem Harpoon (ao contrário do que pensava quando escrevi acima). Bem, sempre havia os S-3s e os P-3s para lançá-los  :mrgreen:
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman
 

*

Sintra

  • Perito
  • **
  • 472
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #55 em: Fevereiro 08, 2007, 10:01:27 pm »
Citação de: "Spectral"
Starfighters ?? Cruzes credo, quanto mais longe melhor :mrgreen:


 Credo...

 Foram oferecidos F104G Starfighter´s e F4 Phantom´s.
 Mais aviões para a FAP em 2ª mão? Uns quantos Hércules...
 

*

dero

  • Membro
  • *
  • 56
  • +0/-0
Resposta ao lightning
« Responder #56 em: Fevereiro 08, 2007, 10:51:57 pm »
Lightning escreveu:
Os americanos quando se querem livrar dos aviões enviam-nos para o deserto e pronto.
De certeza que preferiam vender-nos o F-5, sempre eram mais alguns que a fábrica iria produzir, no total a USAF possuiu mais de 1.000 T-38 (versão de treino do F-5), mas como aeronave operacional a USAF preferia o F-4 Phantom.


sim é bem verdade mandam para o deserto mas se em vez de ir para o deserto  poderem mandar o ferro velho para outro pais e receberem uns dolares e preferivel, e a produçao do f5 nunca esteve em causa pois muitos paises operaram e operam essa aeronave como Brasil Marrocos Espanha Nacoes Arabes e nao me ocorre mais, mas há, dai so em sobesselentes a fabrica tinha trabalho nao era por aí

Lightning escreveu:
E qual é a sua justificação pela preferencia pelo F-5?
Os navios russos navegavam frequentemente por àguas internacionais, por exemplo até Cuba mas os aviões mesmo sendo de grande alcance seriam atacados caso sobrevoassem o espaço aéreo da NATO. Por isso teoricamente a ameaça naval era mais imediata do que a aérea ou terrestre.


Os navios russos navegavam por aguas internacionais é  bem verdade mas sabia se onde eles andavam pois eram bem vigiados e nunca foram interditos de navegar pois no fundo nao estavam em guerra com ninguem era apenas uma guerra de influencias dai o nome guerra fria e essa de irem ate Cuba foram sim mas nem sei se foi algum navio de guerra parece me que foi so cargueiros civis e foram porque os deixaram os americanos sabiam onde eles estavam e limitaram se a fazer o embarco a x milhas de Cuba ou seja ficaram a espera deles.

Quanto a minha justificação para o F5 e simples se nao ha dinheiro para ter uma frota de ataque e caças espera se que um pais opte por um aviao caça multifuncões  "barato" de operar como o F 16 no nosso caso presente que de  certa forma cumpra a vigilancia do espaço aerio e se necessario missoes de ataque ao solo como missao secundaria que no nosso caso e mais importante a vigilançia e interdição do espaço aerio logo o F5 era mais adequado e para mais a vir o F 5 vinha novo o que nao aconteceu com os A 7s, embora os tempos  sejam outros se a opção pelo A 7 fosse certa teriamos substituido o A 7 por  sucessor do mesmo e o que aconteceu foi que veio o F 16 sucessor dos F5 e F104 em varias forças aerias do mundo.

P.S. Nao me leve a mal é apenas a minha humilde opiniao ja que nao sou um expert na materia e aceito criticas dos participantes deste Forum que me superam largamente em questões militares eu apenas sou um amante de forças armadas nao um sabichao, dai ser um leitor assiduo deste forum e so escrevo pontualmente ( ja aprendi muito aki kom esta malta)

Abraço a todos
 

*

Johnnie

  • Analista
  • ***
  • 658
  • Recebeu: 54 vez(es)
  • Enviou: 19 vez(es)
  • +2/-0
Re: Resposta ao lightning
« Responder #57 em: Fevereiro 08, 2007, 11:26:58 pm »
Citação de: "dero"
se a opção pelo A 7 fosse certa teriamos substituido o A 7 por  sucessor do mesmo e o que aconteceu foi que veio o F 16 sucessor dos F5 e F104 em varias forças aerias do mundo.


O A-7 operava na USNAVY onde foi depois substituido pelo F/A-18 e note-se que só completamente já no inicio da decada de 90...Mas...Tambem era usado pela USAF onde foi substituido pelo F-16...O Viper do inicial projecto de caça ligeiro veio a revelar-se um soberbo aparelho de ataque o que levou a USAF a acelerar o abate dos seus Corsairs...

Assim em 76/77 quando foi tomada a decisão de restruturar a FAP depois de terminado o cenário a guerra colonial, teriamos que optar entre: F-5E, A-7P, F-104G...Era uma epoca em que os proprios aliados da NATO estavam reticentes quanto ao rumo que o pais estaria a tomar...Por isso nunca nos cederiam material mais avançado ou com maior capacidade...

Já no final da decada de 80 quando se decidiu avançar para a compra da esquadra de caça estiveram na balança para alem do Viper a nosso primeira opção desde sempre, o IAI Kfir por ter preços muito vantajosos e umas capacidades bastante interessantes...
«When everything is coming your way... You are in the wrong lane!!!!"
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3918
  • Recebeu: 314 vez(es)
  • Enviou: 170 vez(es)
  • +474/-209
(sem assunto)
« Responder #58 em: Fevereiro 09, 2007, 02:54:27 am »
Kfir para a FAP? Aonde viu isso?
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

dero

  • Membro
  • *
  • 56
  • +0/-0
A 7
« Responder #59 em: Fevereiro 09, 2007, 02:26:17 pm »
Johnnie escreveu:
O A-7 operava na USNAVY onde foi depois substituido pelo F/A-18 e note-se que só completamente já no inicio da decada de 90...Mas...Tambem era usado pela USAF onde foi substituido pelo F-16...

no caso da US Navy esou de acordo no caso da USAF nao creio ter sido o F 16 a substituir o  A 7 penso que teria substituido o F 4.
 

 

Petição: TROPAS PÁRA-QUEDISTAS, PARA A FORÇA AÉREA!

Iniciado por paraquedista

Respostas: 3
Visualizações: 3741
Última mensagem Março 11, 2016, 07:53:23 pm
por paraquedista
Qual as prioridades para a Força Aérea entre 2011-2020 ?

Iniciado por dc

Respostas: 38
Visualizações: 11227
Última mensagem Novembro 15, 2010, 02:34:53 pm
por bokaido
CDS propõe 12 anos de serviço para pilotos da Força Aérea

Iniciado por Marauder

Respostas: 19
Visualizações: 9497
Última mensagem Setembro 12, 2007, 02:40:44 am
por raphael
Açores: radares de defesa aérea a partir de 2011

Iniciado por pmdavila

Respostas: 18
Visualizações: 9896
Última mensagem Maio 20, 2008, 04:09:50 pm
por Lancero
Força Aérea Portuguesa no V Festival Aéreo de Vigo

Iniciado por bucanero

Respostas: 8
Visualizações: 5680
Última mensagem Julho 30, 2008, 06:15:06 pm
por bucanero