KC-390 na FAP

  • 917 Respostas
  • 53717 Visualizações
*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5995
  • Recebeu: 2706 vez(es)
  • Enviou: 1172 vez(es)
  • +1031/-91
Re: KC-390 na FAP
« Responder #120 em: Agosto 20, 2019, 04:31:35 pm »
Recebi o meu KC390 bem antes da FAP, isto é que é saber negociar  :mrgreen:
Mas o meu é 1/100, tem apenas 35 cm de comprimento !

Abraços
« Última modificação: Agosto 20, 2019, 04:32:07 pm por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, MATRA, Red Baron

*

MATRA

  • Perito
  • **
  • 434
  • Recebeu: 131 vez(es)
  • Enviou: 664 vez(es)
  • +32/-10
Re: KC-390 na FAP
« Responder #121 em: Agosto 20, 2019, 05:16:41 pm »
Queremos fotos!!  :mrgreen:
An appeaser is one who feeds a crocodile — hoping it will eat him last.
Sir Winston Churchill
Democracies aren’t overthrown; they’re given away
George Lucas, 2005
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5995
  • Recebeu: 2706 vez(es)
  • Enviou: 1172 vez(es)
  • +1031/-91
Re: KC-390 na FAP
« Responder #122 em: Agosto 20, 2019, 06:13:07 pm »
Matra, cá estão as fotos do 390 a 1/100.
Na última foto compara o tamanho do 390 ao pé de um Bae ATP da SATA a 1/150








Abraços
« Última modificação: Agosto 20, 2019, 06:15:28 pm por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, MATRA, Red Baron

*

sivispacem

  • Perito
  • **
  • 390
  • Recebeu: 20 vez(es)
  • Enviou: 17 vez(es)
  • +14/-2
Re: KC-390 na FAP
« Responder #123 em: Agosto 21, 2019, 03:46:24 am »
Boas!!

Apesar de já ter visto o tema mencionado uma ou outra vez nunca vi uma resposta conclusiva sobre a possibilidade de o KC ser equipado com tanques suplementares nas asas.

Nem que fosse na posição das nacelles dos pods da versão de reabastecimento, digo eu na minha ignorância. Mas não me parece que o assunto seja tecnicamente insuperável e seria uma forma de reduzir a fraca autonomia do KC....
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5995
  • Recebeu: 2706 vez(es)
  • Enviou: 1172 vez(es)
  • +1031/-91
Re: KC-390 na FAP
« Responder #124 em: Agosto 21, 2019, 07:05:39 am »
Boas!!

Apesar de já ter visto o tema mencionado uma ou outra vez nunca vi uma resposta conclusiva sobre a possibilidade de o KC ser equipado com tanques suplementares nas asas.

Nem que fosse na posição das nacelles dos pods da versão de reabastecimento, digo eu na minha ignorância. Mas não me parece que o assunto seja tecnicamente insuperável e seria uma forma de reduzir a fraca autonomia do KC....

Sivispacem, onde estão os pods de reabastecimento a aeronave não pode transportar os tanques auxiliares pelo simples motivo que, estruturalmente as asas não suportam esse peso extra nessas posições. A carregar tanques extra, se é que foi desenhado para tal transporte, penso que sim, terão que ser colocados mais perto das turbinas, mesmo, muito mais perto.

Mas, de acordo com a foto abaixo o 390 tem os tanques auxiliares na fuselagem, junto aos trens principais, um local não muito habitual, mas tem-nos,


e como quando transportamos extra Tanks with fuel, é o primeiro a ser consumido, não representa perigo nas operações de aterragem, mas, como a manobra mais perigosa de uma aeronave no solo, é a descolagem, a não ser que durante uma corrida para a descolagem aconteça o que abaixo aconteceu, e se o 390 tivesse extra tanks full of fuel basta imaginar o que poderia ter acontecido….


Abraços
« Última modificação: Agosto 21, 2019, 07:37:50 am por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: sivispacem, Stalker79

*

MATRA

  • Perito
  • **
  • 434
  • Recebeu: 131 vez(es)
  • Enviou: 664 vez(es)
  • +32/-10
Re: KC-390 na FAP
« Responder #125 em: Agosto 21, 2019, 10:04:59 am »
Vão ser internos. Externos penso que não vai ter mesmo.





@tenente, muito catita o modelo! :)

An appeaser is one who feeds a crocodile — hoping it will eat him last.
Sir Winston Churchill
Democracies aren’t overthrown; they’re given away
George Lucas, 2005
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: sivispacem

*

sivispacem

  • Perito
  • **
  • 390
  • Recebeu: 20 vez(es)
  • Enviou: 17 vez(es)
  • +14/-2
Re: KC-390 na FAP
« Responder #126 em: Agosto 21, 2019, 01:56:28 pm »
Pois…. eu, que de técnico de aeronáutica não tenho nada, não acredito na viabilidade de nenhuma das hipóteses por vós apresentada.

A do Tenente pelos motivos apresentados pelo próprio; e a dos tanques externos por isso só ter interesse para voos de ferry ou pouco mais, quando o que se pretenderia seria o aumento do raio de acção na execução de missões 'normais', com carga e/ou passageiros.

Porque é que a FAP não apresenta essa solicitação? Não deve ser tecnicamente um obstáculo por aí além, se é que ainda não foi considerada….
 

*

MATRA

  • Perito
  • **
  • 434
  • Recebeu: 131 vez(es)
  • Enviou: 664 vez(es)
  • +32/-10
Re: KC-390 na FAP
« Responder #127 em: Agosto 21, 2019, 03:22:13 pm »
Penso que a FAP, além do óbvio Link da NATO, pouco ou nada pode alterar no KC390 com as especificações da FAB, até são bem capazes é de tirar coisas, mas vamos ver a versão final como sai.
An appeaser is one who feeds a crocodile — hoping it will eat him last.
Sir Winston Churchill
Democracies aren’t overthrown; they’re given away
George Lucas, 2005
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5995
  • Recebeu: 2706 vez(es)
  • Enviou: 1172 vez(es)
  • +1031/-91
Re: KC-390 na FAP
« Responder #128 em: Agosto 21, 2019, 04:00:27 pm »
Pois…. eu, que de técnico de aeronáutica não tenho nada, não acredito na viabilidade de nenhuma das hipóteses por vós apresentada.

A do Tenente pelos motivos apresentados pelo próprio; e a dos tanques externos por isso só ter interesse para voos de ferry ou pouco mais, quando o que se pretenderia seria o aumento do raio de acção na execução de missões 'normais', com carga e/ou passageiros.

Porque é que a FAP não apresenta essa solicitação? Não deve ser tecnicamente um obstáculo por aí além, se é que ainda não foi considerada….

Epá, tens razão quando dizes que , de técnico de aeronáutica não tenho nada, pois quando afirmas "  a dos tanques externos por isso só ter interesse para voos de ferry ou pouco mais, quando o que se pretenderia seria o aumento do raio de acção na execução de missões 'normais', com carga e/ou passageiros", estás completamente baralhado ou terei entendido mal o que escreveste ?
Sabes as implicações no uso de internal aux fuel tanks VS external aux fuel tanks ?







Então os tanques auxiliares externos só são utilizados para voos Ferry e pouco mais ???
Mas porque afirmas isso ?
Clarifica lá aqui p'ro pessoal.

Abraços
« Última modificação: Agosto 21, 2019, 04:14:52 pm por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5995
  • Recebeu: 2706 vez(es)
  • Enviou: 1172 vez(es)
  • +1031/-91
Re: KC-390 na FAP
« Responder #129 em: Agosto 21, 2019, 04:19:43 pm »
Vão ser internos. Externos penso que não vai ter mesmo.





@tenente, muito catita o modelo! :)

Se tal for verdade, o que eu não acredito, é uma limitação muito grave e penalizará e muito, este cargueiro militar !!
Não posso acreditar que a Embraer com a experiencia que possui na construção aeronáutica, não tenha previsto, nas capacidades desta aeronave, projectada para o transporte Militar, a opção de adicionar tanques externos de combustível.

As fotos que colocaste só podem ser quando a aeronave está a efectuar AAR, e transporta o combustível para as aeronaves a reabastecer em voo, eu nem quero acreditar no que estou a ler, quanto ao aumento do raio de acção.

Mas o que é mais grave se a colocação de tanques externos não estiver prevista para esta aeronave, então que raio andaram os nossos especialistas da FAP a fazer quando alguém, que só pode ser Irresponsável, a escolheu para substituir os C's ??

https://www.airforce-technology.com/news/newsembraer-orders-kc-390-auxiliary-fuselage-fuel-tank-from-cobham/



Se tal for verdade, mas que grande argolada foi cometida por quem decidiu !!!

Abraços 
« Última modificação: Agosto 21, 2019, 04:49:09 pm por tenente »
 

*

MATRA

  • Perito
  • **
  • 434
  • Recebeu: 131 vez(es)
  • Enviou: 664 vez(es)
  • +32/-10
Re: KC-390 na FAP
« Responder #130 em: Agosto 21, 2019, 05:04:09 pm »
Pois também acho, como falado um pouco mais atrás com o NVF, eu sempre procurei por informação sobre isso, mas nunca encontrei :(

A acreditar que a imagem abaixo do ASW seja baseada em informação da Embraer, acredito que seja possível mais junto do motor um "pilon" com um tanque, mas não acredito que algo do género esteja pensado para estas versões iniciais da FAB (e FAP?) pelo menos.



« Última modificação: Agosto 21, 2019, 05:10:48 pm por MATRA »
An appeaser is one who feeds a crocodile — hoping it will eat him last.
Sir Winston Churchill
Democracies aren’t overthrown; they’re given away
George Lucas, 2005
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3315
  • Recebeu: 1649 vez(es)
  • Enviou: 3377 vez(es)
  • +953/-94
Re: KC-390 na FAP
« Responder #131 em: Agosto 21, 2019, 05:21:00 pm »
O grande problema desta aeronave, para nós, é que foi concebida de acordo com os requisitos da FAB. Destina-se a operar num país imenso, mas onde não há grande escassez de pistas; operações intercontinentais não foram tidas em grande consideração. Presumo que mesmo nas operações antárticas, o Hercules continuará a ser utilizado por muitos anos. Ou seja, devíamos ter optado por um modelo de aeronave que os nossos aliados da NATO já tivessem escolhido anteriormente, porque 1) eles têm requisitos semelhantes aos nossos, 2) mantinha-se homogeneidade com os aliados e 3) facilitava-se a logística em operações conjuntas. Mas como é habitual neste país, segui-se a filosofia do que se lixe.

Quem sabe um dia, a FAB ou a Embraer abrem os olhos e desenvolvem um KC-390-30, com maior capacidade e autonomia.
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente, Barlovento

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5995
  • Recebeu: 2706 vez(es)
  • Enviou: 1172 vez(es)
  • +1031/-91
Re: KC-390 na FAP
« Responder #132 em: Agosto 21, 2019, 07:03:01 pm »
O grande problema desta aeronave, para nós, é que foi concebida de acordo com os requisitos da FAB. Destina-se a operar num país imenso, mas onde não há grande escassez de pistas; operações intercontinentais não foram tidas em grande consideração. Presumo que mesmo nas operações antárticas, o Hercules continuará a ser utilizado por muitos anos. Ou seja, devíamos ter optado por um modelo de aeronave que os nossos aliados da NATO já tivessem escolhido anteriormente, porque 1) eles têm requisitos semelhantes aos nossos, 2) mantinha-se homogeneidade com os aliados e 3) facilitava-se a logística em operações conjuntas. Mas como é habitual neste país, segui-se a filosofia do que se lixe.

Quem sabe um dia, a FAB ou a Embraer abrem os olhos e desenvolvem um KC-390-30, com maior capacidade e autonomia.

concordo a 1000% contigo NVF, mas o que é grave é quando a aeronave foi concebida, não ter sido previsto a colocação de tanques externos para fuel.

Não passa pela cabeça de ninguém, nos dias de hoje, um cargueiro Militar não ter essa valência, e os nossos iluminados, não avaliaram devidamente a aeronave em todas as vertentes ??
Nem o nosso PM viu esta limitação durante a sua " avaliação " do 390 ??

Mas o que interessa é que vamos comprar, por 827£ milhões :

1) uma Aeronave de transporte táctico, apenas bimotor;

2) uma Aeronave equipada com turbofans, sem a capacidade de operar em pistas não preparadas;

3) uma Aeronave que não pode carregar tanques externos !

Esta terceira limitação/incapacidade, além das duas já referidas, e não me venham os especialistas dizer isto ou aquilo a favor, porque esta, na minha opinião, coloca este aparelho ainda mais aquém, do que já estava, em relação aos J's.

Terá sido este factor que fez com que a Nova Zelândia pendesse para os J's ??

Abraços
« Última modificação: Agosto 21, 2019, 07:11:04 pm por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

sivispacem

  • Perito
  • **
  • 390
  • Recebeu: 20 vez(es)
  • Enviou: 17 vez(es)
  • +14/-2
Re: KC-390 na FAP
« Responder #133 em: Agosto 21, 2019, 07:43:06 pm »
Pois…. eu, que de técnico de aeronáutica não tenho nada, não acredito na viabilidade de nenhuma das hipóteses por vós apresentada.

A do Tenente pelos motivos apresentados pelo próprio; e a dos tanques externos por isso só ter interesse para voos de ferry ou pouco mais, quando o que se pretenderia seria o aumento do raio de acção na execução de missões 'normais', com carga e/ou passageiros.

Porque é que a FAP não apresenta essa solicitação? Não deve ser tecnicamente um obstáculo por aí além, se é que ainda não foi considerada….

Epá, tens razão quando dizes que , de técnico de aeronáutica não tenho nada, pois quando afirmas "  a dos tanques externos por isso só ter interesse para voos de ferry ou pouco mais, quando o que se pretenderia seria o aumento do raio de acção na execução de missões 'normais', com carga e/ou passageiros", estás completamente baralhado ou terei entendido mal o que escreveste ?
Sabes as implicações no uso de internal aux fuel tanks VS external aux fuel tanks ?







Então os tanques auxiliares externos só são utilizados para voos Ferry e pouco mais ???
Mas porque afirmas isso ?
Clarifica lá aqui p'ro pessoal.

Abraços

Como penso ser óbvio, lendo o que escrevi, trata-se de um lapso meu, pois queria referir-me ao tanques internos..... senão nem a minha pergunta e argumentação faria sentido....
 

*

sivispacem

  • Perito
  • **
  • 390
  • Recebeu: 20 vez(es)
  • Enviou: 17 vez(es)
  • +14/-2
Re: KC-390 na FAP
« Responder #134 em: Agosto 21, 2019, 07:55:15 pm »
O grande problema desta aeronave, para nós, é que foi concebida de acordo com os requisitos da FAB. Destina-se a operar num país imenso, mas onde não há grande escassez de pistas; operações intercontinentais não foram tidas em grande consideração. Presumo que mesmo nas operações antárticas, o Hercules continuará a ser utilizado por muitos anos. Ou seja, devíamos ter optado por um modelo de aeronave que os nossos aliados da NATO já tivessem escolhido anteriormente, porque 1) eles têm requisitos semelhantes aos nossos, 2) mantinha-se homogeneidade com os aliados e 3) facilitava-se a logística em operações conjuntas. Mas como é habitual neste país, segui-se a filosofia do que se lixe.

Quem sabe um dia, a FAB ou a Embraer abrem os olhos e desenvolvem um KC-390-30, com maior capacidade e autonomia.

concordo a 1000% contigo NVF, mas o que é grave é quando a aeronave foi concebida, não ter sido previsto a colocação de tanques externos para fuel.

Não passa pela cabeça de ninguém, nos dias de hoje, um cargueiro Militar não ter essa valência, e os nossos iluminados, não avaliaram devidamente a aeronave em todas as vertentes ??
Nem o nosso PM viu esta limitação durante a sua " avaliação " do 390 ??

Mas o que interessa é que vamos comprar, por 827£ milhões :

1) uma Aeronave de transporte táctico, apenas bimotor;

2) uma Aeronave equipada com turbofans, sem a capacidade de operar em pistas não preparadas;

3) uma Aeronave que não pode carregar tanques externos !

Esta terceira limitação/incapacidade, além das duas já referidas, e não me venham os especialistas dizer isto ou aquilo a favor, porque esta, na minha opinião, coloca este aparelho ainda mais aquém, do que já estava, em relação aos J's.

Terá sido este factor que fez com que a Nova Zelândia pendesse para os J's ??

Abraços

Bom, o C-2 também é bireactor e turbofan e não é por isso que deixa de ser um bom avião.

Mas de facto a impossibilidade de adicionar tanques extra (aposto simples contra dobrado, pois nunca vi referências a tal facto ou ao aumento do seu raio de acção quando da sua utilização, por exemplo) é um factor extremamente limitador para o KC.

E nem deveria ser algo de muito complicado, bastaria a criação de um ponto/estação externa ao lado do motor e as tugagens e alterações ao sistema de combustível que se revelasse necessarias. E aos tanques de combustível das asas também, muito provavelmente....
Como ainda estão a desenvolver e testar o KC e só os começaremos a receber em 2021 (ou era 2022?) se calhar havia tempo, assim existisse vontade.... (e euros!)