F-16 ex-FAP

  • 292 Respostas
  • 76301 Visualizações
*

gh05t

  • 14
  • +0/-0
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #120 em: Agosto 23, 2013, 11:36:28 pm »
Passei hoje pelo portão de armas da BA5, e vi de bem perto um F-16 MLU totalmente equipado, o nº era o 15100, e estava uma placa que indicava um estado de segurança atual muito elevado, o que poderá ser isto? ou será apenas uma coincidência e o avião era de exposição ao público?
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6933
  • Recebeu: 414 vez(es)
  • Enviou: 232 vez(es)
  • +333/-0
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #121 em: Agosto 23, 2013, 11:50:42 pm »
:mrgreen: O '15100' é o chaço utilizado para as exposições estáticas...acho que nem tem motor...



 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1420
  • Recebeu: 57 vez(es)
  • Enviou: 17 vez(es)
  • +115/-1198
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #122 em: Outubro 11, 2013, 11:10:05 am »
Portugal vende 12 caças F-16 à Roménia

Citar
Portugal vai vender 12 caças F-16 à Roménia, avança a TSF, segundo a qual o negócio, que há muito estava a ser preparado mas só agora foi concluído, pode resultar num encaixe de 78 milhões de euros para os cofres portugueses.

Os 12 caças terão de ser previamente transformados antes de serem entregues para poderem adequar-se às necessidades romenas, avança a TSF.

O negócio contempla ainda a formação de pilotos, técnicos e mecânicos romenos por parte dos militares portugueses, além de os portugueses irem assessorar as Forças Armadas romenas na fase de instalação das aeronaves.

Uma curiosidade é que, dos 12 caças vendidos, apenas 9 faziam parte da frota portuguesa. Para fechar este negócio, Portugal teve de três caças F-16 aos Estados Unidos para contornar questões burocráticas entre os EUA e a Roménia, e esses três aparelhos serão agora incluídos no pacote vendido.

Com esta venda, a Força Aérea Portuguesa, que tinha 39 caças F-16, passa a ficar com 30 aviões.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Nuno Bento

  • Perito
  • **
  • 339
  • Recebeu: 7 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +2/-0
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #123 em: Outubro 11, 2013, 05:15:33 pm »
Citar
Negócio de venda de caças F-16 à Roménia é “altamente vantajoso


O ministro da Defesa garantiu que com a diminuição do número destas aeronaves "não haverá uma quebra na operacionalidade", mas antes "uns ajustamentos adequados" à nova realidade



 
O ministro da Defesa classificou hoje de "altamente vantajoso" o negócio da venda de 12 caças F-16 à Roménia, que permite um encaixe direto de 78 milhões de euros do total de 186, envolvidos no contrato.

"[O negócio] É altamente vantajoso em termos financeiros, para a economia portuguesa e para o prestígio e a formação de excelência que é reconhecida à Força Aérea Portuguesa", salientou José Pedro Aguiar-Branco, no fim de uma visita à OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal, localizada em Alverca do Ribatejo, concelho de Vila Franca de Xira.

O ministro acrescentou que a venda dos aparelhos estava prevista desde 2006, mas que só agora foi possível concretizar, mostrando-se "orgulhoso e satisfeito" pela concretização da mesma.

"É um negócio que envolve cerca de 186 milhões de euros, dos quais cerca de 100 milhões são para preparar todos os aviões que são para vender. Desses 100 milhões, cerca de 40 reverterão para empresas portuguesas, o que significa que há um aproveitamento global de 78 milhões de euros [encaixe direto], revertendo mais 40 milhões de euros para empresas portuguesas", explicou Aguiar Branco.

Segundo o ministro, Portugal já recebeu do Governo da Roménia a primeira parcela de cerca de 47 milhões de euros [do total dos 186 milhões de euros], os quais se destinam "a financiar" todas as operações necessárias fazer agora, num processo de venda que se vai prolongar ao longo dos próximos quatro anos.

Aguiar Branco afirmou que os 78 milhões de euros encaixados pelo Estado Português com este contrato serão também "utilizados para o reequipamento" das Forças Armadas Portuguesas.

Além da venda de 12 caças F-16 - nove monolugares e três bi-lugares - o negócio contempla ainda a formação de [9] pilotos, técnicos e mecânicos romenos [79] por parte dos militares da Força Aérea Portuguesa, além de os portugueses assessorarem as Forças Armadas romenas na fase de instalação das aeronaves.

"Vai haver, em simultâneo, ações de formação, preparação e treino de pilotos romenos por parte da Força Aérea Portuguesa. Por isso, devemos ver esta situação como um Kit global, e não especificamente só como venda de equipamento", sublinhou o ministro.

Uma das particularidades do negócio é que três dos 12 aviões foram comprados aos Estados Unidos da América (parceiro neste negócio) e vendidos à Roménia para contornar questões burocráticas entre os EUA e Bucareste.

Nos próximos quatro anos as aeronaves (as nove que já faziam parte do ativo da Força Aérea e as três adquiridas para venda à Roménia) irão ser modernizadas e submetidas a um programa de inspeções e ações de manutenção. A entrega dos primeiros caças está planeada começar em 2016.

Aguiar Branco esclareceu que o negócio teve de ser "tripartido", devido a "direitos de propriedade intelectual" dos EUA, que tiveram "a sua quota-parte de responsabilidade e de retorno financeiro".

Com esta venda, a Força Aérea Portuguesa, que tinha 39 caças F-16, passa a ficar com 30 aviões.

O ministro da Defesa garantiu que com a diminuição do número destas aeronaves "não haverá uma quebra na operacionalidade", mas antes "uns ajustamentos adequados" à nova realidade.

Aguiar Branco acrescentou que Portugal "continua interessado em vender equipamento militar" que já não está a ser utilizado pelas Forças Armadas Portuguesas.

Os aviões C-212 Aviocar e os helicópteros Puma inserem-se nessa política mas, segundo o ministro da Defesa, "ainda não há nada em concreto" sobre o negócio de venda destes aparelhos.
 

*

Nuno Bento

  • Perito
  • **
  • 339
  • Recebeu: 7 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +2/-0
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #124 em: Outubro 11, 2013, 05:18:15 pm »
Estou para ver o que vão fazer com o $, já dava para comprar alguns helis, para substituir o Alouette .
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1302
  • Recebeu: 92 vez(es)
  • Enviou: 43 vez(es)
  • +20/-50
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #125 em: Outubro 11, 2013, 08:13:34 pm »
Estão a vender para juntar todos os trocos que conseguirem para obter uma poupança de 7 mil milhões como exigido pela troika. Também diga-se que ter equipamento a enferrujar não vale a pena, mais vale a vender enquanto dá algum lucro.

Com quantos F-16 ficamos actualmente? Quantos operacionais e quantos não-operacionais?
 

*

Menacho

  • Investigador
  • *****
  • 2818
  • Recebeu: 297 vez(es)
  • Enviou: 60 vez(es)
  • +6/-50
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #126 em: Outubro 12, 2013, 12:17:06 pm »
Citar
Portugal vende 12 caças F-16 à Roménia por 78 milhões de euros

Maria Lopes

11/10/2013 - 09:46

(actualizado às 13:20)

A alienação resulta do esforço de “racionalização” nas Forças Armadas. Dos 186 milhões de euros que Portugal vai receber, gastará 108 milhões na preparação das aeronaves e formação de técnicos romenos.
Portugal tem actualmente 39 destas aeronaves DR



    Governo vende 12 caças F-16 à Roménia
    Ministro da Defesa confirma negociações para venda de uma dezena de caças F-16
    Força Aérea prevê modernizar 18 caças F-16 até final do ano

Portugal fechou na quinta-feira o contrato para a venda de 12 aviões caças F-16 à Roménia, pelos quais vais receber, em termos líquidos, 78 milhões de euros.

A notícia da conclusão do acordo foi avançada pela TSF, e o PÚBLICO confirmou junto do Ministério da Defesa Nacional que a primeira tranche do pagamento total de 186 milhões de euros, no valor de 47 milhões de euros, já entrou ontem nos cofres do Estado português. O resto do pagamento será faseado até 2017, prazo para a entrega das últimas unidades à Roménia.

Da receita total de 186 milhões de euros que a venda representa, Portugal terá de gastar 108,2 milhões de euros na formação de técnicos romenos e sobretudo na preparação das aeronaves. Desta despesa, pelo menos 40 milhões serão gastos em incorporação nacional, ou seja, com empresas portuguesas que vão fornecer equipamento para a remodelação dos aviões, disse ao PÚBLICO fonte do ministério.

A negociação entre Lisboa e Bucareste durava há vários meses, já havia um acordo formal, e a concretização do negócio estava agora apenas dependente da autorização dos Estados Unidos, uma vez que os F-16 MLU foram originariamente comprados por Portugal àquele país e há questões de patentes que é preciso acautelar. O aval do congresso norte-americano chegou finalmente.

“Depois de negociações técnicas e financeiras, o acordo foi concluído com a aprovação do Governo dos Estados Unidos através da obtenção de um third-party transfer. Esta autorização, por parte do congresso dos EUA, era absolutamente necessária para que o acordo se concretizasse”, anunciou entretanto o Ministério da Defesa em comunicado.

 

Redução da frota não compromete desempenho, diz ministro

Portugal tem actualmente 39 aeronaves F-16, mas parte delas não está operacional. A redução da frota foi assumida pelo ministério numa lógica de racionalização de meios prevista na Lei de Programação Militar. Mas o ministro José Pedro Aguiar-Branco garantiu, em Janeiro, que esta venda de caças “não compromete o cumprimento das missões por parte da Força Aérea”, acreditando mesmo que “poderá vir a facilitar e criar condições para que o reequipamento da própria Força Aérea seja mais forte do que é neste momento”.

A entrega faseada das aeronaves está prevista começar em 2016 e terminar no ano seguinte de forma a que a Roménia consiga atingir a designada capacidade operacional inicial em 2017, com a ajuda e suporte da Força Aérea Portuguesa e a sua congénere norte-americana, a USAF. A Roménia fica assim equipada para poder participar em missões da NATO.

Dos 186 milhões de euros que Portugal recebe, vai gastar 108,2 milhões na preparação e modernização da configuração das aeronaves, em formação, treino e apoio logístico, bem como na preparação de uma equipa romena que depois irá assegurar o apoio e manutenção técnica dos aviões. Segundo o ministério de José Pedro Aguiar-Branco, essa equipa é constituída por nove pilotos e um total de 79 técnicos.

A autorização para essa despesa já foi dada em Julho pelo Conselho de Ministros, pelo que o acordo da venda estava firmado desde então. E também estava já definido que esse valor sairia das verbas do contrato de alienação.

Desta dúzia de F-16 que Portugal vai entregar à Roménia, apenas nove são de facto da actual esquadra nacional. Os restantes três serão comprados em carcaça aos EUA e posteriormente equipados e terminados em território nacional.

De acordo com a agência noticiosa romena AgerPres, o Governo da Roménia aprovou em Junho o negócio da compra dos aviões a Portugal, num processo de investimento de 628 milhões de euros. Este valor, além da factura a pagar a Portugal inclui também toda a logística em que aquele país terá que entretanto investir, como é o caso de infraestruturas (hangares, oficinas, pistas para aterragem, sistemas informáticos de controlo) e recursos humanos (com a constituição e manutenção de uma esquadra dedicada aos F-16).

Entre os candidatos à compra dos F-16 estiveram, além da Roménia, o Paquistão e a Bulgária.

http://www.publico.pt/politica/noticia/ ... os-1608784
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15537
  • Recebeu: 1194 vez(es)
  • Enviou: 1128 vez(es)
  • +194/-181
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #127 em: Outubro 12, 2013, 12:44:00 pm »
Finalmente o anúncio formal do acordo entre Portugal e Roménia, para o negócio de venda de 12 F-16, com explicação das verbas envolvidas e trabalhos e serviços incluídos:

 :arrow: http://www.passarodeferro.com/2013/10/os-numeros-da-venda-dos-f-16-explicados.html
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2986
  • Recebeu: 1680 vez(es)
  • Enviou: 1094 vez(es)
  • +1116/-172
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #128 em: Outubro 12, 2013, 01:36:09 pm »
Como toda a gente estava desconfiada, estes ridículos 78 milhões de euros que vamos receber por 12 F-16 MLU (há jackpots do Euromilhões superiores  :roll:
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2986
  • Recebeu: 1680 vez(es)
  • Enviou: 1094 vez(es)
  • +1116/-172
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #129 em: Outubro 12, 2013, 06:38:08 pm »
Citar
Defense Ministry signs contract for F-16 aircraft purchase

Friday, October 11, 2013

Share Defense minister Mircea Dusa announced on Thursday that he had signed a contract with the Portuguese for the purchase of F-16 airplanes and had paid the first installment of 100 million euro from the total amount of 600 million euro as stipulated by contract. Minister Dusa said, early this month that the equipping program with multirole aircraft would begin this fall by modernizing the airplanes Romania purchased from Portugal. The first F-16 planes will reach Romania in 2015, according to the protocol.

“We have completed all forms to equip the Air Forces with fighter planes and the program will begin this fall by modernizing the planes purchased by us. 80 people – pilots, engineers, technical staff will leave for Portugal for training. The first airplanes will reach Romania in 2015, according to protocol and the full squadron by 2017 when the flight resource of MIG 21 Lancer planes expires,” Dusa said.

 Romania will purchase a squadron of second hand F-16 planes from Portugal. On June 19, the government approved the bill on the purchase of multirole planes, which was adopted by the Chamber of Deputies. President Traian Basescu promulgated the law on the purchase of multirole planes by mid July.

 :arrow: http://actmedia.eu/daily/defense-minist ... hase/48538
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1302
  • Recebeu: 92 vez(es)
  • Enviou: 43 vez(es)
  • +20/-50
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #130 em: Outubro 13, 2013, 08:40:52 pm »
Citação de: "Charlie Jaguar"
Como toda a gente estava desconfiada, estes ridículos 78 milhões de euros que vamos receber por 12 F-16 MLU (há jackpots do Euromilhões superiores  :roll:

É a chamada Realpolitik queres que ele diga a verdade? Os políticos limitam-se a coordenar esforços e lançar mensagens de esperança, se vão a dizer a verdade às pessoas perdem o poder e arranjam inimigos em todos os lobbies.

A verdade é esta:

http://blasfemias.files.wordpress.com/2 ... pc3bab.jpg

Não são as scuts, PPP e afins, esse é que é o problema que socialmente custa votos e ninguém está disposto a falar ou a mudar.
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2986
  • Recebeu: 1680 vez(es)
  • Enviou: 1094 vez(es)
  • +1116/-172
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #131 em: Novembro 10, 2013, 07:42:53 pm »
Notícia da venda na edição de Dezembro da revista Combat Aircraft, escrita pelo Paulo Mata.  :wink:

Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

Menacho

  • Investigador
  • *****
  • 2818
  • Recebeu: 297 vez(es)
  • Enviou: 60 vez(es)
  • +6/-50
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #132 em: Novembro 10, 2013, 08:50:31 pm »
Citar
WASHINGTON, Nov 8, 2013 – The Defense Security Cooperation Agency notified Congress today of a possible Foreign Military Sale to Romania of weapons, equipment, and support for 12 F-16 MLU Block 15 for an estimated cost of $457 million.

The Government of Romania has requested a possible sale of weapons, equipment, and support for 12 F-16 MLU Block 15 aircraft that will be procured through a third party transfer from Portugal. Articles and services will include:

13 Embedded Global Positioning Systems/Inertial Navigation Systems (EGPS/INS) with GPS Security Devices, Airborne
3 AN/ALQ-131 Electronic Countermeasure Pods
30 AIM-120C Advanced Medium Range Air-to-Air Missiles (AMRAAM)
5 AIM-120C Captive Air Training Missiles (CATMs)
60 AIM-9M Sidewinder Missiles
4 AIM-9M CATMs
48 LAU-129 Launchers
10 GBU-12 Enhanced Guided Bomb Units
18 AGM-65H/KB Maverick Missiles
4 AGM-65 CATMs
15 Multifunctional Information Distribution System/Low Volume Terminals
2 Multifunctional Information Distribution System Ground Support Systems

Also included are spare and repair parts, support equipment, tanker support, ferry services, repair and return services, software development/integration, test and equipment, supply support, personnel training and training equipment, publications and technical data, U.S. Government and contractor technical services, and other related elements of logistics and program support. The estimated cost is $457 million.

The proposed sale will contribute to the foreign policy and national security of the United States by helping to improve security of a NATO ally which continues to be an important force for political stability and economic progress. The proposed sale of weapons, equipment, and support for the transferred F-16s will support Romania’s needs for its own self-defense and enhance the interoperability of these aircraft with those of the U.S. and other NATO nations.

The proposed sale will support the Romanian Air Force’s (RoAF) efforts to equip and utilize the 12 F-16 aircraft it is procuring from Portugal. These aircraft will provide the RoAF with a fleet of modernized multi-role combat aircraft. This proposed sale of weapons, equipment, and follow-on F-16 support will enable Romania to support both its own air defense needs and coalition operations. The RoAF will have no difficultly absorbing these systems into its armed forces.

The proposed sale of this follow-on support will not alter the basic military balance in the region.

The principal contractors will be:

Elbit Systems of America Fort Worth, Texas

Pratt and Whitney East Hartford, Connecticut

BAE Systems Inc. Arlington, Virginia

Lockheed Martin Corp. Fort Worth, Texas

Northrup Grumman Aerospace Systems Redondo Beach, California

ViaSat Inc. Carlsbad, California

Data Link Solutions LLC Cedar Rapids, Iowa

Snap-On Inc. Kenosha, Wisconsin

Booz Allen Hamilton Engineering Services, LLC McLean, Virginia

There are no known offset agreements proposed in connection with this potential sale.

Implementation of this proposed sale will not require the assignment of additional U.S. Government or contractor representatives to Romania.

There will be no adverse impact on U.S. defense readiness as a result of this proposed sale.

This notice of a potential sale is required by law and does not mean the sale has been concluded.

-30-

http://www.dsca.mil/major-arms-sales/ro ... u-aircraft
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2986
  • Recebeu: 1680 vez(es)
  • Enviou: 1094 vez(es)
  • +1116/-172
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #133 em: Novembro 29, 2013, 08:35:43 pm »
De acordo com o que é adiantado pela edição do mês de Dezembro da revista "Air Forces Monthly", as 3 células que iremos comprar aos EUA de modo a perfazer as 12 unidades a vender aos romenos tratam-se de bilugares F-16B.

Citar
Romania Finalises Purchase of F-16s from Portugal

ROMANIAN DEFENCE Minister Mircea Dusa announced on October 10 that he had signed a contract with Portugal to purchase 12 F-16A/B MLUs, comprising nine single-seaters and three twin-seaters, from Portugal. He said that an initial instalment of €100 million had already been paid as agreed under the €628 million deal. Dusa stated that work on upgrading the aircraft before delivery will commence before the end of the year and the first aircraft will arrive in Romania in 2015, with all 12 scheduled to be in service by 2017. He said 80 Romanian Air Force (Fortele Aeriene Române – FAR) personnel, including pilots, engineers and technical staff, will shortly leave for Portugal, where they will be trained on the aircraft.

The 12 F-16A/B MLUs will equip a single squadron to replace the FAR’s MiG-21 LanceRs, for which Romania had been seeking a replacement for the last eight or nine years. Original plans to acquire new-build aircraft were soon abandoned due to lack of finance. In addition, although the FAR ideally wanted 48 fighters to cover its own air defence requirements and its commitments to NATO, the number has constantly been reduced to fall within continuing defence budget constraints. After determining that the Portuguese offer was within its budget, negotiations to finalise the deal got under way last year and legislation concerning the acquisition was passed by the Romanian Cabinet on June 18, following which it was submitted to parliament for approval.

An official Portuguese Government notice published on August 21 confirmed that Portugal’s Council of Ministers had given approval for €108.2 million to prepare and update the aircraft for sale to Romania. This notice also revealed that there are insufficient surplus FAP aircraft to meet Romania’s requirement and only nine will be ex-Portuguese Air Force (Força Aérea Portuguesa – FAP) examples. To make up the shortfall, Portugal’s arms procurement agency, the Direção-Geral de Armamento e Infra-Estruturas de Defesa (DGAIED) will buy three two-seat F-16Bs from the US through its Excess Defense Articles (EDA) programme, which will then be refurbished by the FAP with assistance from local company OGMA at Alverca, to the same M5.2 Tape MLU standard as the other F-16s. These additional aircraft will come from surplus stocks stored with the 309th AMARG at Davis-Monthan Air Force, Base, Arizona.
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2986
  • Recebeu: 1680 vez(es)
  • Enviou: 1094 vez(es)
  • +1116/-172
Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
« Responder #134 em: Dezembro 11, 2013, 07:50:01 pm »
Citar
Venda de F-16 à Roménia é "alavanca" para oportunidades nas indústrias de Defesa, diz Aguiar-Branco

Lusa   06/12/2013 - 11:58
 
Ministro está de visita oficial à Roménia. Depois da venda de doze aviões, ministro da Defesa não descarta novos negócios com a Roménia.

O ministro da Defesa Nacional, Aguiar-Branco, disse esta sexta-feira que a venda de doze caças F-16 à Roménia é uma "primeira alavanca" para "novas oportunidades" entre os dois países, que têm um "interesse comum" no crescimento das indústrias de Defesa."O programa dos F-16 é mais do que a venda das aeronaves. Temos interesse em que seja uma alavanca para outros projectos entre Portugal e a Roménia nesta área", afirmou o ministro da Defesa, numa declaração conjunta no final da reunião com o seu homólogo romeno, Mircea Dusa, em Bucareste.

José Pedro Aguiar-Branco encontra-se em Bucareste para uma visita oficial na sequência da assinatura, em Outubro, de um contrato para a venda de 12 aeronaves F-16 à Força Aérea romena. O contrato contempla a venda de nove monolugares e três bi-lugares, num encaixe directo de 78 milhões de euros de um total de 181 milhões de euros, dos quais 47 milhões já foram pagos ao Governo português. O Governo da Roménia solicitou já esta sexta-feira a antecipação do pagamento da próxima tranche do pagamento, de cerca de 20 milhões de euros, o que "irá ser analisado", anunciou o ministro português. Essa antecipação, do primeiro trimestre de 2014 para ainda este ano, "não altera" qualquer planeamento ou condições de execução do contrato, acrescentou Aguiar-Branco.

Do total, cerca de 100 milhões de euros serão aplicados na preparação das aeronaves, modernização, formação e treino. As aeronaves começarão a ser entregues em 2016 e as últimas em 2017, sendo que o pagamento do montante em falta será faseado até esse ano. Após a reunião, os dois ministros realçaram "objectivos comuns" para o Conselho Europeu dos próximos dias 19 e 20, face às "restrições orçamentais" nos orçamentos da Defesa, que atingem os dois países, que estão sob um programa de assistência financeira da troika FMI/Comissão Europeia/Banco Central Europeu."Sabemos que é preciso redimensionar as capacidades militares face às restrições de orçamento", disse o ministro romeno, na declaração à imprensa, no ministério da Defesa.

O ministro português anunciou o "reactivar da comissão conjunta" Portugal/Roménia para a cooperação na área da Defesa, que será alargada ao tema das "indústrias e tecnologias", e adiantou que há "projectos concretos" que estão a ser "identificados". "Isso ajuda as pequenas e médias empresas, a economia, o crescimento do emprego nos dois países", disse Aguiar-Branco. Mircea Dusa convidou Aguiar-Branco a regressar à Roménia em 2014, provavelmente em Março, para um encontro com os ministros da Defesa dos países da NATO, quando passam 10 anos sobre a adesão da Roménia à Aliança Atlântica, apoiada por Portugal. No próximo ano, assinalam-se ainda os 40 anos das relações de amizade entre os dois países.
 
 :roll:
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)