A330 MRTT para a FAP ?

  • 402 Respostas
  • 37021 Visualizações
*

JohnM

  • Analista
  • ***
  • 709
  • Recebeu: 337 vez(es)
  • Enviou: 157 vez(es)
  • +44/-18
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #375 em: Junho 23, 2022, 07:58:27 pm »
Era bom, mas acho que vai acontecer uma de três coisas:
1.   Nada, vamos continuar a assobiar para o lado…
2.   Compram-se mais dois kits à Cobham (opção mais provável, porque não é necessário garantir a capacidade em permanência, como foi referido pelo Lightning)
3.   Exerce-se a opção pelo sexto avião e compram-se mais dois kits à Cobham, garantido sempre 3 aviões em cada configuração.

A330 MRTT? Esqueçam… demasiado para estas mentes…
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 4250
  • Recebeu: 3649 vez(es)
  • Enviou: 2238 vez(es)
  • +4878/-2437
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #376 em: Junho 23, 2022, 08:45:47 pm »
Era bom, mas acho que vai acontecer uma de três coisas:
1.   Nada, vamos continuar a assobiar para o lado…
2.   Compram-se mais dois kits à Cobham (opção mais provável, porque não é necessário garantir a capacidade em permanência, como foi referido pelo Lightning)
3.   Exerce-se a opção pelo sexto avião e compram-se mais dois kits à Cobham, garantido sempre 3 aviões em cada configuração.

A330 MRTT? Esqueçam… demasiado para estas mentes…

Fala-se bastante que desta vez poderão haver "consequências mais sérias" caso continuemos a assobiar para o lado, e não acatemos as decisões que saírem da cimeira da próxima semana, mas em Portugal tudo é relativo no que à Defesa diz respeito.

Não acredito no A330MRTT, acho apesar de tudo muito mais viável a vinda de alguns A400M excedentários, se bem que provavelmente o resultado final se venha a traduzir no exercer a opção pelo sexto KC-390 e aquisição de mais dois conjuntos de pods à Cobham. Os C-130 é que não serão de certeza, muito embora cada vez mais se afigure como provável a sua permanência ao serviço após 2027, até pelo enorme atraso que se verifica na sua modernização, ou então uma posterior venda.

Apesar disso, e aproveitando o ETAP-T que decorreu em Beja até ao final da passada semana, uma conhecida alta patente da FAP colocou há uns dias numa rede social a imagem abaixo com a seguinte legenda: "A futura linha da frente da BA11".



Pode não significar nada ou pode querer dizer alguma coisa, só o futuro o dirá.



Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"I'll miss the sea, but a person needs new experiences. They jar something deep inside, allowing him to grow. Without change something sleeps inside us, and seldom awakens. The sleeper must awaken."
Duke Leto Atreides (Dune, Frank Herbert)
 

*

Subsea7

  • Analista
  • ***
  • 631
  • Recebeu: 450 vez(es)
  • Enviou: 790 vez(es)
  • +1173/-1332
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #377 em: Junho 23, 2022, 10:05:04 pm »
Era bom, mas acho que vai acontecer uma de três coisas:
1.   Nada, vamos continuar a assobiar para o lado…
2.   Compram-se mais dois kits à Cobham (opção mais provável, porque não é necessário garantir a capacidade em permanência, como foi referido pelo Lightning)
3.   Exerce-se a opção pelo sexto avião e compram-se mais dois kits à Cobham, garantido sempre 3 aviões em cada configuração.

A330 MRTT? Esqueçam… demasiado para estas mentes…

Fala-se bastante que desta vez poderão haver "consequências mais sérias" caso continuemos a assobiar para o lado, e não acatemos as decisões que saírem da cimeira da próxima semana, mas em Portugal tudo é relativo no que à Defesa diz respeito.

Não acredito no A330MRTT, acho apesar de tudo muito mais viável a vinda de alguns A400M excedentários, se bem que provavelmente o resultado final se venha a traduzir no exercer a opção pelo sexto KC-390 e aquisição de mais dois conjuntos de pods à Cobham. Os C-130 é que não serão de certeza, muito embora cada vez mais se afigure como provável a sua permanência ao serviço após 2027, até pelo enorme atraso que se verifica na sua modernização, ou então uma posterior venda.

Apesar disso, e aproveitando o ETAP-T que decorreu em Beja até ao final da passada semana, uma conhecida alta patente da FAP colocou há uns dias numa rede social a imagem abaixo com a seguinte legenda: "A futura linha da frente da BA11".



Pode não significar nada ou pode querer dizer alguma coisa, só o futuro o dirá.

Boa noite,
Efetivamente a imagem não é inocente e a capacidade de transporte estratégico é uma necessidade da FAP.
Cps,
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2188
  • Recebeu: 379 vez(es)
  • Enviou: 274 vez(es)
  • +121/-270
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #378 em: Junho 23, 2022, 10:14:00 pm »
Era bom, mas acho que vai acontecer uma de três coisas:
1.   Nada, vamos continuar a assobiar para o lado…
2.   Compram-se mais dois kits à Cobham (opção mais provável, porque não é necessário garantir a capacidade em permanência, como foi referido pelo Lightning)
3.   Exerce-se a opção pelo sexto avião e compram-se mais dois kits à Cobham, garantido sempre 3 aviões em cada configuração.

A330 MRTT? Esqueçam… demasiado para estas mentes…

Fala-se bastante que desta vez poderão haver "consequências mais sérias" caso continuemos a assobiar para o lado, e não acatemos as decisões que saírem da cimeira da próxima semana, mas em Portugal tudo é relativo no que à Defesa diz respeito.

Não acredito no A330MRTT, acho apesar de tudo muito mais viável a vinda de alguns A400M excedentários, se bem que provavelmente o resultado final se venha a traduzir no exercer a opção pelo sexto KC-390 e aquisição de mais dois conjuntos de pods à Cobham. Os C-130 é que não serão de certeza, muito embora cada vez mais se afigure como provável a sua permanência ao serviço após 2027, até pelo enorme atraso que se verifica na sua modernização, ou então uma posterior venda.

Apesar disso, e aproveitando o ETAP-T que decorreu em Beja até ao final da passada semana, uma conhecida alta patente da FAP colocou há uns dias numa rede social a imagem abaixo com a seguinte legenda: "A futura linha da frente da BA11".



Pode não significar nada ou pode querer dizer alguma coisa, só o futuro o dirá.

A grande esperança da vinda do A330 MRTT é a TAP. Pois podemos fazer a formação de pilotos e tripulações na TAP, manutenção na TAP e usar os simuladores da TAP.

O MRTT ia trazer uma maior leque de novas missões para a FAP.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 13733
  • Recebeu: 3119 vez(es)
  • Enviou: 3629 vez(es)
  • +2290/-5787
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #379 em: Junho 24, 2022, 09:57:35 am »
Vejam lá se não é como a foto do Wave Ruler a fazer RAS com uma Vasco da Gama
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: PereiraMarques, nelson38899

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6113
  • Recebeu: 2338 vez(es)
  • Enviou: 537 vez(es)
  • +636/-453
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #380 em: Junho 24, 2022, 12:46:59 pm »
No me parece que essa contribuição de 3 aeronaves reabastecedores, tenha que ser permanente, isto é, os 3 aviões sempre configurados como reabastecedores e sempre atribuídos à NATO, deve ser algo como, Portugal ter capacidade de atribuir até um maximo de 3  aeronaves reabastecedores durante um x período de tempo, porque com 5 aeronaves, com manutenções e tal, dificilmente teremos mais que 3 aviões prontos a voar regularmente.

É como acontece com os 6 F-16 e outras aeronaves atribuídas à NRF, só temos que garantir que caso sejam requisitadas (pode ser um número inferior ao maximo), que num tempo relativamente curto estão a operar no local x que a NATO precisa.

O problema é que mesmo nesse caso, 3 KC-390, representarão 60% da frota, e como em média a disponibilidade das frotas de aeronaves, ronda os 60/70%, isto significa que, caso fosse necessário, teriam de ser fornecidos todos os KC disponíveis.

A outra alternativa (se calhar menos realista) que não foi aqui falada, é o C-295 com o sistema de AAR. Mas aí talvez não corresponda aos requisitos.

Seja como for, A-400M não era mau, MRTT era excelente. Desde logo por este último pode abastecer os nossos próprios F-16 (algo essencial se queremos defender o Atlântico), como porque, ao contrário do KC e do A-400M, pode abastecer qualquer aeronave no inventário da NATO ao usar ambos os sistemas de abastecimento.
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2104
  • Recebeu: 690 vez(es)
  • Enviou: 2148 vez(es)
  • +373/-39
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #381 em: Junho 26, 2022, 09:32:58 am »
Caso, por milagre, houvesse decisão de ter A330 MRTT - para além do perigo de perder o valor do investimento em outras valências talvez mais importantes - haveria a necessidade de ter 2 unidades no mínimo (para precaver manutenções, avarias, treino, etc) ou faríamos parte de um consórcio e/ou este tipo de aparelho permite considerar apenas 1?
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 4250
  • Recebeu: 3649 vez(es)
  • Enviou: 2238 vez(es)
  • +4878/-2437
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #382 em: Junho 26, 2022, 11:15:42 am »
Caso, por milagre, houvesse decisão de ter A330 MRTT - para além do perigo de perder o valor do investimento em outras valências talvez mais importantes - haveria a necessidade de ter 2 unidades no mínimo (para precaver manutenções, avarias, treino, etc) ou faríamos parte de um consórcio e/ou este tipo de aparelho permite considerar apenas 1?

Creio que se pode abandonar a ideia do A330 MRTT. Se nem vontade os nossos Governos alguma vez demonstraram de querer fazer parte do consórcio europeu (até porque tinham que entrar com verbas, e muito possivelmente custear a aquisição de pelo menos uma aeronave), não estou a ver agora de repente - mesmo se levarem nas orelhas esta semana na cimeira da NATO -, optarem por tão drástica mudança de rumo. ::)

É de longe mais provável comprar mais pods para os KC-390, quiçá 2 a 3 A400M num momento de loucura. :mrgreen:
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"I'll miss the sea, but a person needs new experiences. They jar something deep inside, allowing him to grow. Without change something sleeps inside us, and seldom awakens. The sleeper must awaken."
Duke Leto Atreides (Dune, Frank Herbert)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

Visitante123

  • Membro
  • *
  • 259
  • Recebeu: 89 vez(es)
  • Enviou: 72 vez(es)
  • +2/-18
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #383 em: Junho 26, 2022, 11:25:30 am »
Mais depressa compram um A330 com dinheiro da defesa e depois convertem-no para a TAP do que o contrário.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, Stalker79

*

asalves

  • Especialista
  • ****
  • 1052
  • Recebeu: 426 vez(es)
  • Enviou: 120 vez(es)
  • +266/-116
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #384 em: Junho 27, 2022, 12:03:54 pm »
Viva,
 Existe o compromisso com a NATO (a pedido desta), de Portugal terá de atribuir 3 aeronaves com capacidade AAR (Air to Air Refueling).
CPs,

Eu tinha ouvido (de forma oficial e na comunicação social, há alguns anos, penso que ainda se estava a decidir se iam ou não pelos KC) que Portugal se tinha comprometido com a NATO juntamente com outros países (não me recordo de quais) a formar um grupo de AAR (Air to Air Refueling) que penso seria para executar missões NATO no atlântico e sul da Europa.

Até penso que a ideia uma das ideias seria por os KC a fazer essa missão. Tanto quanto sei seria uma pool de aeronaves que iam rodando para garantir que existe sempre um mínimo disponível 24h7dia para a Aliança, ou seja não iam implicar ter as 3 meios ao mesmo tempo.

Contudo já fiz várias tentativas para encontrar os documentos relativos a esse tema mas nunca encontrei nada descritivo, apenas a indicação que Portugal faz/vai fazer parte desse grupo.
« Última modificação: Junho 27, 2022, 12:05:21 pm por asalves »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Subsea7

*

Subsea7

  • Analista
  • ***
  • 631
  • Recebeu: 450 vez(es)
  • Enviou: 790 vez(es)
  • +1173/-1332
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #385 em: Junho 27, 2022, 12:12:49 pm »
A questão é que aeronaves com "boom" não temos, sendo o A-330 ou KC-767 as únicas opções para reabastecer F-35, F-16, etc
Cps,
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1939
  • Recebeu: 469 vez(es)
  • Enviou: 2188 vez(es)
  • +164/-21
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #386 em: Junho 27, 2022, 02:24:16 pm »
Honestamente só estou a ver Portugal com aviões equipados com Boom se os Estados Unidos oferecerem alguns KC-135 como EDA.
Olha gastar dinheiro......
 :-P
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: raphael

*

Subsea7

  • Analista
  • ***
  • 631
  • Recebeu: 450 vez(es)
  • Enviou: 790 vez(es)
  • +1173/-1332
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #387 em: Junho 27, 2022, 02:35:21 pm »
Boa tarde,
Como já disse por aqui o A-330 MRTT já foi avaliado, mas o problema é sempre o mesmo, "falta de vontade política".
É interessante saber que a Airbus vai abrir mais uma fábrica em Portugal (a juntar a de Santo Tirso) assim como um centro de engenharia da Airbus, mas no entanto, ninguém foi comprar A-400, ou A-330. É a prova que a industria nacional serve como desculpa para algumas situações, mas outras já não.
Cps
« Última modificação: Junho 27, 2022, 02:37:08 pm por Subsea7 »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1410
  • Recebeu: 270 vez(es)
  • Enviou: 237 vez(es)
  • +47/-13
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #388 em: Junho 27, 2022, 03:12:48 pm »
qual vontade politica? falta de dinheiro...

a prioridade também a esquadra de combate a incêndios!
Um abraço
Raphael
__________________
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 13733
  • Recebeu: 3119 vez(es)
  • Enviou: 3629 vez(es)
  • +2290/-5787
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #389 em: Junho 27, 2022, 03:14:33 pm »
Qual falta de dinheiro, qual carapuça

Para certos "setores" há dinheiro a rodos
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas