ForumDefesa.com

Forças Armadas e Sistemas de Armas => Força Aérea Portuguesa => Tópico iniciado por: tenente em Julho 08, 2020, 04:02:35 pm

Título: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 08, 2020, 04:02:35 pm
Airbus Transforms A330s into Multi Role Tanker Transports Through an Optimised Conversion Process

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/w54cT7.jpg) (https://imageshack.com/i/pnw54cT7j)
Airbus A330 Multi Role Tanker Transports (MRTTs) are now being outfitted for their multi-mission duties in an optimised industrial process – enabling five aircraft to undergo the conversion every year. (Airbus infographic)

Having earned its reputation as the new-generation aerial tanker of choice for military services worldwide, Airbus’ A330 Multi Role Tanker Transports (MRTTs) are now being outfitted for their multi-mission duties in an optimised industrial process – enabling five aircraft to undergo the conversion every year.

The A330 MRTT is based on Airbus’ popular A330 widebody passenger airliner, with the aircraft produced on the company’s commercial airplane final assembly line in Toulouse, France. Once their initial built-up is complete, they are flown to Airbus’ military aircraft facility in Getafe, Spain to be transformed with hardware and systems for their dual roles as an air-to-air refuelling platform and an airlifter for troops and cargo.

Thousands of new parts integrated

During the conversion, Airbus teams install some 16,000 types of new components and approximately 450 new electrical harnesses (for a total cabling length of more than 50 km.), as well as 6,000 brackets and 1,700 connectors.

With 42 A330 MRTTs delivered to date, Airbus’ has reduced the end-to-end transformation time by one month, introducing increased digitalization and applying the “takt” principle of lean production methodology – in which the aircraft moves through the conversion with zero hours pending and zero work orders open.

The digitalization includes the increasing use of Microsoft HoloLens mixed reality headsets instead of computer tablets. With 80 to 90 work orders now produced with HoloLens, the goal is to apply the system during 2020 for 50% of overall work orders, mainly for electrical and hydraulic installations.

A key element of the conversion is installing the A330 MRTT’s air-to-air refuelling hardware. All aircraft are equipped with hose and drogue units, and most customers have opted for Airbus’ highly capable fly-by-wire Aerial Refuelling Boom System (ARBS) – which provides enhanced controllability during in-flight fuel transfers to receiver airplanes.

The A330 MRTT transformation process includes locating the Airbus-developed Air Refuelling Console in the cockpit area behind the pilots. Containing seats for two crew members, this station enables the aerial refuelling to be remotely controlled, aided by an advanced high-resolution observation system with panoramic 3D-vision for operations day and night.

On the A330 MRTT’s main deck, the aircraft’s widebody cross-section can be configured a variety of roles, from the transportation of troops and personnel with capacities for 268 passengers in a two-class configuration, to aeromedical evacuation – accommodating two intensive care units, 16 stretchers, along with seating for medical staff and passengers.

Customers from around the world

Airbus delivered its initial A330 MRTT in December 2009, with this no. 1 aircraft received by the Royal Australian Air Force. Today, A330 MRTTs are flown by Australia, France, Singapore, Saudi Arabia, South Korea, the United Emirates and United Kingdom – logging a combined total of more than 200,000 flight hours.

A total of 60 A330 MRTTs have been ordered for operations at the service of 13 nations.

http://www.thefifthcolumn.xyz/Forum/viewthread.php?tid=255&page=4

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Julho 08, 2020, 07:22:45 pm
Agora assustei-me, pensei que eram boas noticias.  :mrgreen:
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 08, 2020, 07:45:32 pm
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Stalker79 em Julho 08, 2020, 08:35:15 pm
Pois, só falta é o carcanho como sempre....
 :-P
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 08, 2020, 10:41:59 pm
Se ao reduzir a encomenda de 5 para 3 KCs, e a verba fosse alocada para 2 MRTT... Não calhava bem querem ver?  :mrgreen:

Por mim a resposta curta a este tipo se aeronave é um SIM! Um verdadeiro multiplicador de força.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Major Alvega em Julho 08, 2020, 11:01:20 pm
 Se tivéssemos um regime político, com políticos esclarecidos, com um nível intelectual acima da média e com sentido de Estado. E uma sociedade civil com um nivel de conhecimento e cultura medianos. Seria perfeitamente uma opção natural devido à nossa situação geo-estratégica na defesa aérea do nosso território no triângulo continente-Açores-Madeira como ampliador do raio de acção dos nossos caças . E da necessidade de possuirmos meios que o país possa projectar de uma vez por exemplo 350 homens  + carga numa situação de ajuda humanitária ou de transporte de tropas para locais onde hajam missões ou ainda numa evacuação necessárias de nacionais em qualquer ponto do mundo. Era uma "ferramenta" básica qualquer Estado civilizado.

 Mas como estamos numa realidade oposta. Tudo isso não passa de uma miragem e 300 e tal milhões quando para fazer uma actualização de um cockpit de aeronaves que já deviam estar abatidas, é o que é. E têm de pedir subsídio a Bruxelas.
Quanto mais investir num meio destes.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Crypter em Julho 09, 2020, 10:54:41 am
Tão e a TAP pá!!!  c56x1
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 09, 2020, 12:00:52 pm
Se tivéssemos um regime político, com políticos esclarecidos, com um nível intelectual acima da média e com sentido de Estado. E uma sociedade civil com um nivel de conhecimento e cultura medianos. Seria perfeitamente uma opção natural devido à nossa situação geo-estratégica na defesa aérea do nosso território no triângulo continente-Açores-Madeira como ampliador do raio de acção dos nossos caças . E da necessidade de possuirmos meios que o país possa projectar de uma vez por exemplo 350 homens  + carga numa situação de ajuda humanitária ou de transporte de tropas para locais onde hajam missões ou ainda numa evacuação necessárias de nacionais em qualquer ponto do mundo. Era uma "ferramenta" básica qualquer Estado civilizado.

 Mas como estamos numa realidade oposta. Tudo isso não passa de uma miragem e 300 e tal milhões quando para fazer uma actualização de um cockpit de aeronaves que já deviam estar abatidas, é o que é. E têm de pedir subsídio a Bruxelas.
Quanto mais investir num meio destes.

Até para missões de policiamento no Báltico, fazia mais sentido enviar uma aeronave destas para transportar o material e pessoal de apoio, do que um C-130.

Permitia também uma redução da carga de trabalhos para a frota de cargueiros da FAP, deixando os C-130/KC para cargas mais volumosas...

Enfim, temos muito dinheiro para 5 KC (quando 3 unidades iniciais bastavam), mas não temos para 2 aeronaves destas...
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: mafets em Julho 09, 2020, 03:14:49 pm
Se tivéssemos um regime político, com políticos esclarecidos, com um nível intelectual acima da média e com sentido de Estado. E uma sociedade civil com um nivel de conhecimento e cultura medianos. Seria perfeitamente uma opção natural devido à nossa situação geo-estratégica na defesa aérea do nosso território no triângulo continente-Açores-Madeira como ampliador do raio de acção dos nossos caças . E da necessidade de possuirmos meios que o país possa projectar de uma vez por exemplo 350 homens  + carga numa situação de ajuda humanitária ou de transporte de tropas para locais onde hajam missões ou ainda numa evacuação necessárias de nacionais em qualquer ponto do mundo. Era uma "ferramenta" básica qualquer Estado civilizado.

 Mas como estamos numa realidade oposta. Tudo isso não passa de uma miragem e 300 e tal milhões quando para fazer uma actualização de um cockpit de aeronaves que já deviam estar abatidas, é o que é. E têm de pedir subsídio a Bruxelas.
Quanto mais investir num meio destes.

Até para missões de policiamento no Báltico, fazia mais sentido enviar uma aeronave destas para transportar o material e pessoal de apoio, do que um C-130.

Permitia também uma redução da carga de trabalhos para a frota de cargueiros da FAP, deixando os C-130/KC para cargas mais volumosas...

Enfim, temos muito dinheiro para 5 KC (quando 3 unidades iniciais bastavam), mas não temos para 2 aeronaves destas...

Kc não comprava mais de 2. Os Checos também "fabricam" o aparelho e só vão comprar 2 (se comprarem).

https://www.flightglobal.com/czech-republic-outlines-need-for-two-kc-390s/95804.article (https://www.flightglobal.com/czech-republic-outlines-need-for-two-kc-390s/95804.article)

Penso que o Mrtt é essencial. Velhos tempos em que tinhamos os 707 da Fap a fazer algum desse trabalho.

 (https://1.bp.blogspot.com/-4oH6zDMDfw0/WwAss7NoOmI/AAAAAAAFpEI/wMyP6C5XejUEiAHjsbwkET1wc7QLKx5AwCLcBGAs/s1600/BA12%2B-%2BBissalanca%2B-%2BBoeing%2B-%2B707%2B-%2BMiss%25C3%25A3o_envio%2Bde%2Bh%25C3%25A9lis%2Bpara%2BTimor%2Bainda%2Bsob%2Badministra%25C3%25A7%25C3%25A3o%2Bportuguesa%2B-%2BFoto%2BMusar%2B%25281%2529.jpg)

(https://2.bp.blogspot.com/_tX5NcuPJltc/SIA29nLpP1I/AAAAAAAAC4I/HMLpdpIXS7I/s400/B-707.jpg)

Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Charlie Jaguar em Julho 10, 2020, 12:43:02 pm
E que tremenda mais-valia para o nosso país seria a aquisição de um par destes aparelhos, capazes de ser empregues numa multitude de missões de cariz militar e civil a título interno e externo. Dois custariam sensivelmente o mesmo que um U209PN, mas tal como os submarinos o jeito que dariam.

(https://www.avionews.it/resources/800x800/fdc06045ff48f62f0419b35b6053e18d.jpg.jpg)

(https://airbus-h.assetsadobe2.com/is/image/content/dam/channel-specific/website-/products-and-services/defence/a330mrtt/web.mrtt.large.14.png?wid=1920&fit=fit,1&qlt=85,0)

(https://i1.wp.com/u0v052dm9wl3gxo0y3lx0u44wz.wpengine.netdna-cdn.com/wp-content/uploads/2014/04/a330-mrtt-12-upper-deck.jpg)


Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 10, 2020, 12:47:42 pm
E que tremenda mais-valia para o nosso país seria a aquisição de um par destes aparelhos, capazes de ser empregues numa multitude de missões de cariz militar e civil a título interno e externo. Dois custariam sensivelmente o mesmo que um U209PN, mas tal como os submarinos o jeito que dariam.

(https://airbus-h.assetsadobe2.com/is/image/content/dam/channel-specific/website-/products-and-services/defence/a330mrtt/web.mrtt.large.14.png?wid=1920&fit=fit,1&qlt=85,0)


Sem dúvida, sem dúvida !

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 10, 2020, 02:58:27 pm
E possuindo ambos os métodos de reabastecimento, são completamente "future proof" para qualquer aeronave que a FAP adquira, como caças por exemplo.

Não faz sentido não ter aeronaves destas.

Se tivéssemos um regime político, com políticos esclarecidos, com um nível intelectual acima da média e com sentido de Estado. E uma sociedade civil com um nivel de conhecimento e cultura medianos. Seria perfeitamente uma opção natural devido à nossa situação geo-estratégica na defesa aérea do nosso território no triângulo continente-Açores-Madeira como ampliador do raio de acção dos nossos caças . E da necessidade de possuirmos meios que o país possa projectar de uma vez por exemplo 350 homens  + carga numa situação de ajuda humanitária ou de transporte de tropas para locais onde hajam missões ou ainda numa evacuação necessárias de nacionais em qualquer ponto do mundo. Era uma "ferramenta" básica qualquer Estado civilizado.

 Mas como estamos numa realidade oposta. Tudo isso não passa de uma miragem e 300 e tal milhões quando para fazer uma actualização de um cockpit de aeronaves que já deviam estar abatidas, é o que é. E têm de pedir subsídio a Bruxelas.
Quanto mais investir num meio destes.

Até para missões de policiamento no Báltico, fazia mais sentido enviar uma aeronave destas para transportar o material e pessoal de apoio, do que um C-130.

Permitia também uma redução da carga de trabalhos para a frota de cargueiros da FAP, deixando os C-130/KC para cargas mais volumosas...

Enfim, temos muito dinheiro para 5 KC (quando 3 unidades iniciais bastavam), mas não temos para 2 aeronaves destas...

Kc não comprava mais de 2. Os Checos também "fabricam" o aparelho e só vão comprar 2 (se comprarem).



Digo sempre 3 por ser o número adequado para as nossas necessidades e ter sempre 2 disponíveis, enquanto o terceiro está possivelmente em manutenção. Além de que temos dois arquipélagos, dá sempre jeito o terceiro avião.

Mas isto mudava se recebessemos dois A-400.  :mrgreen:
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Stalker79 em Julho 10, 2020, 03:03:27 pm
A encomenda nunca havia de ter mudado de 3 Ka-cês e 2 A400.
Já cumpriam com a parte das obrigações para com a Embraer e conseguiamos um transporte tactico.
Este tambem não é mau pensado não.
 :-P
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 10, 2020, 03:27:42 pm
Junta os dois MRTT e assinamos já o contrato.  :G-beer2:
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 10, 2020, 06:04:14 pm
Junta os dois MRTT e assinamos já o contrato.  :G-beer2:

eu não assino nada........., o ideal seria termos quatro A400 e dois MRTT's, isso assino já !!! ;)

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 10, 2020, 06:30:46 pm
Pensa nos amigos da Embraer, assim ninguém sai fica triste.  :mrgreen:
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: perdadetempo em Julho 11, 2020, 12:31:45 am
Se alguma vez houver neste país interesse nos AIRBUS A330 MRTT mais valia aderir ao programa da NATO "Multinational Multi-Role Tanker and Transport Fleet (MMF)" que é administrado pela NSPA. Países com uma economia bem emlhor que a nossa fizeram-no.

Cumprimentos,
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Julho 11, 2020, 10:03:52 am
O que não falta é A-330 a venda civis, era converter pelo menos 2 para MRTT.


Não sei é qual é o custo.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 11, 2020, 01:44:39 pm
Se alguma vez houver neste país interesse nos AIRBUS A330 MRTT mais valia aderir ao programa da NATO "Multinational Multi-Role Tanker and Transport Fleet (MMF)" que é administrado pela NSPA. Países com uma economia bem emlhor que a nossa fizeram-no.

Cumprimentos,

Faria sentido se conseguissem ter duas aeronaves destacadas cá permanentemente. Se for para lá ficar numa base aérea no meio da Europa, seriam-nos praticamente inúteis.

Para nós dá jeito para operações sobre o Atlântico (AAR), transporte entre continente e ilhas e TOs futuros, etc. Não faz sentido que cada vez que fossem necessários, lá tínhamos de pedir...
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 11, 2020, 01:47:09 pm
Se alguma vez houver neste país interesse nos AIRBUS A330 MRTT mais valia aderir ao programa da NATO "Multinational Multi-Role Tanker and Transport Fleet (MMF)" que é administrado pela NSPA. Países com uma economia bem emlhor que a nossa fizeram-no.

Cumprimentos,

Faria sentido se conseguissem ter duas aeronaves destacadas cá permanentemente. Se for para lá ficar numa base aérea no meio da Europa, seriam-nos praticamente inúteis.

Para nós dá jeito para operações sobre o Atlântico (AAR), transporte entre continente e ilhas e TOs futuros, etc. Não faz sentido que cada vez que fossem necessários, lá tínhamos de pedir...

É tentar trazer uma base aqui para a península ibérica. c56x1
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: luis simoes em Julho 11, 2020, 01:50:34 pm
Acho mais interessante a compra dos P8 Poseidon do que ter os MRTT 330...primeiro os P3 Orion já comecam  a ficar ligeiramente ultrapassados e quanto a mim seria mais urgente a compra do Poseidon até pelo processo que está a decorrer para o alargamento da nossa plataforma Maritima Continental á nossa responsabilidade.
Nao tenho  duvida que os governantes terao de fazer alguma coisa….quanto ao MRTT 330 apesar de ser uma Boa plataforma para nós, e dado ao momento Pacifico existente entre Portugal e nossas Ex colonias á excepcao de Moncambique nao vejo grande utilidade para a mesma compra Dada ás suas Valencias ficariamos com uma aeronave mais vezes no chao que a operar ..isto até parece excessivo mas nao ...Portugal de momento nao vive um momento onde o transporte de um grande Numero de homens e mercadorias seja assim tao elevado para que o mesmo (MRTT)seja alocado para este tipo de missoes e para já o Hercules dá conta do assunto,,,,para a missao de reabastecimento em voo a  quando da alocacao dos F.16 para missoes/Treinos  a grandes distancias casos do RedFlag ou mesmo missoes onde os mesmos irao actuar existe por parte dos aliados essa solucao portanto nao vejo assim de repente urgencia na compra do mesmo…..atencao nao sou contra esta solucao mas no momento actual Portugal nao precisa ….precisa sim de Poseidons para mim em igual Numero dos P3 Orion 5 seria perfeito…..
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 11, 2020, 01:58:22 pm
Espectáculo!!!!
 ::) :bang:
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Julho 11, 2020, 02:10:46 pm
Espectáculo!!!!
 ::) :bang:

qé isto o zé????? :D
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 11, 2020, 02:50:11 pm
Espectáculo!!!!
 ::) :bang:

qé isto o zé????? :D

se calhar, se calhar.
PM
Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Charlie Jaguar em Julho 11, 2020, 02:55:03 pm
Acho mais interessante a compra dos P8 Poseidon do que ter os MRTT 330...primeiro os P3 Orion já comecam  a ficar ligeiramente ultrapassados e quanto a mim seria mais urgente a compra do Poseidon até pelo processo que está a decorrer para o alargamento da nossa plataforma Maritima Continental á nossa responsabilidade.
Nao tenho  duvida que os governantes terao de fazer alguma coisa….quanto ao MRTT 330 apesar de ser uma Boa plataforma para nós, e dado ao momento Pacifico existente entre Portugal e nossas Ex colonias á excepcao de Moncambique nao vejo grande utilidade para a mesma compra Dada ás suas Valencias ficariamos com uma aeronave mais vezes no chao que a operar ..isto até parece excessivo mas nao ...Portugal de momento nao vive um momento onde o transporte de um grande Numero de homens e mercadorias seja assim tao elevado para que o mesmo (MRTT)seja alocado para este tipo de missoes e para já o Hercules dá conta do assunto,,,,para a missao de reabastecimento em voo a  quando da alocacao dos F.16 para missoes/Treinos  a grandes distancias casos do RedFlag ou mesmo missoes onde os mesmos irao actuar existe por parte dos aliados essa solucao portanto nao vejo assim de repente urgencia na compra do mesmo…..atencao nao sou contra esta solucao mas no momento actual Portugal nao precisa ….precisa sim de Poseidons para mim em igual Numero dos P3 Orion 5 seria perfeito…..

Os nossos P-3 ultrapassados? Você não sabe o que está a dizer! Se há sistema de armas state of the art, polivalente, com excepcionais capacidades e tremendo potencial ao serviço do nosso país é o actual P-3C CUP+.

Não nos confunda com a Alemanha onde vive, e também não esqueça que a realidade de hoje em dia não se coaduna com devaneios de wish-lists. Se se andam a contar tostões para comprar apenas uma mão-cheia de helicópteros vitais para as nossas Forças Armadas, você queria logo 5 P-8A só porque sim por mais de mil milhões de euros? Pois, 'tá bem... ::)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 11, 2020, 03:06:43 pm
O que não falta é A-330 a venda civis, era converter pelo menos 2 para MRTT.

Não sei é qual é o custo.

se houvesse vontade era continuar a pagar dois dos leasings dos 330 TAP, que vão ser devolvidos modificá-los e passarem para a FAP !

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 11, 2020, 03:09:20 pm
Acho mais interessante a compra dos P8 Poseidon do que ter os MRTT 330...primeiro os P3 Orion já comecam  a ficar ligeiramente ultrapassados e quanto a mim seria mais urgente a compra do Poseidon até pelo processo que está a decorrer para o alargamento da nossa plataforma Maritima Continental á nossa responsabilidade.
Nao tenho  duvida que os governantes terao de fazer alguma coisa….quanto ao MRTT 330 apesar de ser uma Boa plataforma para nós, e dado ao momento Pacifico existente entre Portugal e nossas Ex colonias á excepcao de Moncambique nao vejo grande utilidade para a mesma compra Dada ás suas Valencias ficariamos com uma aeronave mais vezes no chao que a operar ..isto até parece excessivo mas nao ...Portugal de momento nao vive um momento onde o transporte de um grande Numero de homens e mercadorias seja assim tao elevado para que o mesmo (MRTT)seja alocado para este tipo de missoes e para já o Hercules dá conta do assunto,,,,para a missao de reabastecimento em voo a  quando da alocacao dos F.16 para missoes/Treinos  a grandes distancias casos do RedFlag ou mesmo missoes onde os mesmos irao actuar existe por parte dos aliados essa solucao portanto nao vejo assim de repente urgencia na compra do mesmo…..atencao nao sou contra esta solucao mas no momento actual Portugal nao precisa ….precisa sim de Poseidons para mim em igual Numero dos P3 Orion 5 seria perfeito…..

Os nossos P-3 ultrapassados? Você não sabe o que está a dizer! Se há sistema de armas state of the art, polivalente, com excepcionais capacidades e tremendo potencial ao serviço do nosso país é o actual P-3C CUP+.

Não nos confunda com a Alemanha onde vive, e também não esqueça que a realidade de hoje em dia não se coaduna com devaneios de wish-lists. Se se andam a contar tostões para comprar apenas uma mão-cheia de helicópteros vitais para as nossas Forças Armadas, você queria logo 5 P-8A porque sim por mil milhões de euros? Pois, 'tá bem... ::)

Ó CJ, eu também quero fumar dessa erva, pois é da boa !!!!! ::)

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 11, 2020, 03:13:55 pm
Se os P-3 estão ultrapassados, nem quero pensar nas restantes frotas da FAP.  ::)

E o facto de a pessoa em questão achar que o MRTT não teria grande utilidade, mas a capacidade AAR do KC já tem... É a roçar a fantasia, para não dizer mesmo delusional.

Depois fala no aumento da plataforma continental, mas esquece-se que essa mesma plataforma precisa de ser protegida e vigiada, e os MRTT permitem "esticar" o alcance dos nossos caças para proteger essa nova área. O facto de permitir aos nossos caças operar sobre o Atlântico sem a limitação do seu raio de acção, é desde logo uma grande razão para ter estas aeronaves. Depois nem falo da vertente "multi-missão" desta aeronave, uma delas demonstrada durante a pandemia pelos franceses.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Julho 11, 2020, 03:43:13 pm
No futuro, F-35A com MRTT, E-7 e P-8A. assim como misseis LRASM, era tudo o que se pedia, somando uns Global Hawk.



Uns 6000 milhões de euros, numero abaixo do que já entrou para o NB.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 11, 2020, 03:46:38 pm
Existe a possibilidade de a NATO fazer como fez com o MRTT e criar uma frota partilhada de P-8.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 11, 2020, 03:51:08 pm
Se os P-3 estão ultrapassados, nem quero pensar nas restantes frotas da FAP.  ::)

E o facto de a pessoa em questão achar que o MRTT não teria grande utilidade, mas a capacidade AAR do KC já tem... É a roçar a fantasia, para não dizer mesmo delusional.

Depois fala no aumento da plataforma continental, mas esquece-se que essa mesma plataforma precisa de ser protegida e vigiada, e os MRTT permitem "esticar" o alcance dos nossos caças para proteger essa nova área. O facto de permitir aos nossos caças operar sobre o Atlântico sem a limitação do seu raio de acção, é desde logo uma grande razão para ter estas aeronaves. Depois nem falo da vertente "multi-missão" desta aeronave, uma delas demonstrada durante a pandemia pelos franceses.

Se os P3 estão tão  mal como estariam os ALIII, e estarão os epsilon, os C, os DA50, enfim excelente avaliação e comentário, só mesmo de quem sabe muito e até adivinha que o 390 vai ser um excelente cargueiro à semelhança das qualidades e capaxidades dos Kualitas civis.

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Julho 11, 2020, 03:56:44 pm
Existe a possibilidade de a NATO fazer como fez com o MRTT e criar uma frota partilhada de P-8.

Não me parece.

Equipamentos sensíveis a bordo, CI4, ISTAR... Dont think so .
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Lightning em Julho 11, 2020, 04:43:10 pm
A encomenda nunca havia de ter mudado de 3 Ka-cês e 2 A400.

Nunca ouve essa encomenda.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Julho 11, 2020, 04:44:39 pm
A encomenda nunca havia de ter mudado de 3 Ka-cês e 2 A400.

Nunca ouve essa encomenda.

Nunca, se bem que o Cravinho andou pela Alemanha esta semana.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Lightning em Julho 11, 2020, 05:14:28 pm
O facto de permitir aos nossos caças operar sobre o Atlântico sem a limitação do seu raio de acção, é desde logo uma grande razão para ter estas aeronaves.

Os nossos caças, ou qualquer outra aeronave da FAP, tem capacidade de operar sobre o Atlântico com o apoio das bases locais, BA4 nas Lajes e AM3 no Porto Santo.

Um avião-reabastecedor podia permitir uma acção directa a partir de bases no Continente, é verdade, mas para isso precisavamos que um dos reabastecedores estivesse em prontidão permanente e tripulações em alerta 24/7, com a devida rotação de tripulações para descanso, isto tem custos para um uso que não sabemos se compensa.

Depois os caças iriam descolar para uma acção ar-ar ou ar-superfície, aqui quero salientar a falta de meios de vigilância do espaço aéreo e talvez marítimo para detectar as ameaças, enquanto que no arquipélago da Madeira a FAP já possui uma estação radar em funcionamento, no arquipélago dos Açores isso ainda não é uma realidade, a detecção das ameaças maritimas depende da quantidade de voos patrulha dos P3 e de meios navais da Armada no mar.

Isto é, se não soubemos que o "inimigo" está num certo local ninguém vai descolar, caças e reabastecedor, ninguém têm bolas de cristal para adivinhar.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Stalker79 em Julho 11, 2020, 05:38:21 pm
A encomenda nunca havia de ter mudado de 3 Ka-cês e 2 A400.

Nunca ouve essa encomenda.


É pena, porque seria a ideal para o que precisamos...
 :(
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: mafets em Julho 11, 2020, 08:52:20 pm
Acho mais interessante a compra dos P8 Poseidon do que ter os MRTT 330...primeiro os P3 Orion já comecam  a ficar ligeiramente ultrapassados e quanto a mim seria mais urgente a compra do Poseidon até pelo processo que está a decorrer para o alargamento da nossa plataforma Maritima Continental á nossa responsabilidade.
Nao tenho  duvida que os governantes terao de fazer alguma coisa….quanto ao MRTT 330 apesar de ser uma Boa plataforma para nós, e dado ao momento Pacifico existente entre Portugal e nossas Ex colonias á excepcao de Moncambique nao vejo grande utilidade para a mesma compra Dada ás suas Valencias ficariamos com uma aeronave mais vezes no chao que a operar ..isto até parece excessivo mas nao ...Portugal de momento nao vive um momento onde o transporte de um grande Numero de homens e mercadorias seja assim tao elevado para que o mesmo (MRTT)seja alocado para este tipo de missoes e para já o Hercules dá conta do assunto,,,,para a missao de reabastecimento em voo a  quando da alocacao dos F.16 para missoes/Treinos  a grandes distancias casos do RedFlag ou mesmo missoes onde os mesmos irao actuar existe por parte dos aliados essa solucao portanto nao vejo assim de repente urgencia na compra do mesmo…..atencao nao sou contra esta solucao mas no momento actual Portugal nao precisa ….precisa sim de Poseidons para mim em igual Numero dos P3 Orion 5 seria perfeito…..

1 - sabe quanto custa um Poseidon?

https://pt.wikipedia.org/wiki/Boeing_P-8_Poseidon (https://pt.wikipedia.org/wiki/Boeing_P-8_Poseidon)
Citar
Custo unitário‎: ‎US$256.5

2- P3 Cub ultrapassado no que?

https://www.aereo.jor.br/2012/10/14/com-entrega-da-quinta-aeronave-frota-portuguesa-de-p-3c-cup-esta-completa/ (https://www.aereo.jor.br/2012/10/14/com-entrega-da-quinta-aeronave-frota-portuguesa-de-p-3c-cup-esta-completa/)

3- se o 707 da  Fap tinha utilidade como é que o Mrtt que faz mais não tem?

(https://i.pinimg.com/originals/8f/c4/39/8fc439a4841fd6b2c259cb8cb12d762e.jpg)

4 - Portugal de momento n vive um momento onde o transporte de um grande Numero de homens e mercadorias seja assim elevado ?




https://www.acorianooriental.pt/noticia/aviao-antonov-em-ponta-delgada-302325 (https://www.acorianooriental.pt/noticia/aviao-antonov-em-ponta-delgada-302325)

Cumprimentos
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Lightning em Julho 11, 2020, 11:36:49 pm
3- se o 707 da  Fap tinha utilidade como é que o Mrtt que faz mais não tem?

(https://i.pinimg.com/originals/8f/c4/39/8fc439a4841fd6b2c259cb8cb12d762e.jpg)

Já não temos colonias...

Citar
4 - Portugal de momento n vive um momento onde o transporte de um grande Numero de homens e mercadorias seja assim elevado ?

É verdade que de vez em quando é preciso, têm que se ver é se compensa comprar um meio que é igualmente fácil de alugar no mercado civil para efectuar estes voos.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 13, 2020, 01:44:22 pm
O facto de permitir aos nossos caças operar sobre o Atlântico sem a limitação do seu raio de acção, é desde logo uma grande razão para ter estas aeronaves.

Os nossos caças, ou qualquer outra aeronave da FAP, tem capacidade de operar sobre o Atlântico com o apoio das bases locais, BA4 nas Lajes e AM3 no Porto Santo.

Um avião-reabastecedor podia permitir uma acção directa a partir de bases no Continente, é verdade, mas para isso precisavamos que um dos reabastecedores estivesse em prontidão permanente e tripulações em alerta 24/7, com a devida rotação de tripulações para descanso, isto tem custos para um uso que não sabemos se compensa.

Depois os caças iriam descolar para uma acção ar-ar ou ar-superfície, aqui quero salientar a falta de meios de vigilância do espaço aéreo e talvez marítimo para detectar as ameaças, enquanto que no arquipélago da Madeira a FAP já possui uma estação radar em funcionamento, no arquipélago dos Açores isso ainda não é uma realidade, a detecção das ameaças maritimas depende da quantidade de voos patrulha dos P3 e de meios navais da Armada no mar.

Isto é, se não soubemos que o "inimigo" está num certo local ninguém vai descolar, caças e reabastecedor, ninguém têm bolas de cristal para adivinhar.

Antes de mais, os meios de defesa dos Açores estarem dependentes de lá poderem aterrar para reabastecer, é suicídio estratégico. Um míssil de cruzeiro que destrua as pistas, et voilá, seremos incapazes de defender este arquipélago. E até parece que uma aeronave "invasora" vai esperar que os nossos aviões abasteçam nas Lajes.

Depois, a inexistência de um radar nos Açores já devia ter sido resolvida há muito tempo. Mas mesmo assim, nem era preciso o típico edifício com um radar gigante, algo como o Giraffe AMB ou o 4A resolviam parte do problema.

Mas mesmo um radar em terra não resolvia o problema na totalidade, um radar como os que temos para controlo de espaço aéreo têm um alcance que supostamente ronda os 300/400km, mesmo que arredondemos para 500km, um Bear em aproximação às Lajes à velocidade de cruzeiro, demorava menos de uma hora a lá chegar desde a sua detecção, nem dava tempo para os F-16 irem do continente até lá para os interceptar. Mas já estou a divagar.

Voltando à detecção de ameaças, no caso de aeronaves militares, geralmente a FAP é informada por aliados da NATO da presença de aeronaves militares na zona, e só assim conseguiria interceptar.
Por outro lado, no caso específico dos Açores, a maior ameaça seria de aeronaves vindas do Sul, pois não há aliados que nos sirvam de "aviso antecipado".
Mas ironicamente, a falta de meios de vigilância do espaço aéreo dos Açores, reforça ainda mais a necessidade que navios como NPOs tenham radares que permitam uma capacidade de busca aérea decente (50 a 100km).

Voltando ao MRTT, é preciso ver que não teríamos um MRTT numa espécie de QRA, nos mesmos moldes que os F-16, teríamos sim um numa prontidão de talvez 2/3 horas para apoiar os F-16 se necessário. Às vezes podia ser a diferença entre os nossos caças conseguirem regressar à base.

Dou até um exemplo hipotético. Lançamos os F-16 para interceptar uma aeronave militar, as coisas dão para o torto e os nossos caças são obrigados a largar os drop tanks (menos peso e arrasto) para executar manobras de combate. Sem os drop tanks, e se os F-16 estivessem demasiado longe de qualquer base, o MRTT permitia que voltassem a casa. E isto para mim tem uma importância estratégica enorme.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: NVF em Julho 13, 2020, 02:13:32 pm
Estratégia? Lá estás tu a complicar. Estratégia é uma palavra para usar em palestras e cursos de auditores de defesa nacional. A única estratégia que realmente existe é a de progressão nas carreiras políticas, militares e empresariais.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: luis simoes em Julho 13, 2020, 04:05:26 pm
Vamos ser realistas ok...Portugal nao precisa deste tipo de aeronave ....aviao reabastecedor e transporte para as necessidades actuais que Portugal tem é insustentavel ter cá o mesmo e explico...o maffets ....o Dc entre outros esquecem que Portugal nao é uma Franca uma Alemanha uma Turquia ok ,,,primeiro nao temos dinheiro para loucuras deste genero,depois nos teatros actuais era este O MRTT que iria transportar Pandur?????Leopards....????M113?????uro vaMtacs????pah sejamos minimamente realistas e as Lajes e Porto Santo servem para que?????que eu saiba as mesmas sao estrategicas para este tipo de Missao...dar apoio reabastecer aeronaves vindas do continente correcto pergunto eu que ´nao entendo nada disto queremos aqui o MRTT para estar no Hangar e só de vez em quando sai para reabastecer os F-16 que nao passam da lituania?????pah acho que querem por Portugal muito acima daquilo que ele é e pode ser....os C130 ficavam no hangar?????os KC ficavam no hangar?????pah o MRTT faz tudo o que estes fazem mas peca numa coisa ...consome muito combustivel.....iria ser usado esporádicamente e é limitado no acomodar de meios  de tamanho L/XL...portanto e o custo deste?????200/300 milhoes????mais caro que um KC 310 é garantido ....nah 100 milhoes onde está esse numero ????e quantos defendem aqui os meus colegas 2/3 1????pois atrás destes 100 milhoes, amigos, existe o resto...um simulador....a aquisicao de sobresselentes.....manutencao do mesmo....criacao e preparacao de equipas de operacao....entre mais....enfim estamos a falar de valores proximos dos 200/300 milhoes por unidade/sobresselentes simulador etc....já aqui me atacaram que os P3 nao estao ultrapassados coisa nenhuma....por isso os ingleses os americanos os australianos ja estao ha muito a equipar com P8 e quando eu disse que os mesmos estavam a ficar já ligeiramente ultrapassados é a pura realidade Portugal anda no minimo com 10/15 de atraso relativamente a quem tem esta mesma plataforma é natural o que para nos hoje é otimo para nossos aliados é ultrapassado....e basta ver as mais valias do P8 poseidon....que nem vou expor aqui mas que dá um banho de bola ao P3 ui ui....lá longe ok....sei o que digo tambem me informo.....mais alguem aqui defendeu e bem a vinda de uma aeronave AWACS isso sim um E3 sentry.....ou já que falam muito da Embraer vejam o que por lá eles teem para este tipo de missao isto sim ....,antes este tipo do que um aviao reabastecedor/transporte de Mercadorias isso até o Kc390 faz ou um A400M....enfim.....KC130J----é me igual....para mim e realidade doa a quem doer defendo mais aeronaves nao tripuladas....UAVS....um Radar No Pico....e outro nas Lajes e a vinda de um AWACS.....mais daria tudo para ter mais um submarino aqui destacado permanentemente nos arquipelagos....isto sim faz cá mais falta do que um MRTT....
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: mafets em Julho 13, 2020, 04:49:12 pm
Transportar m113 só se for de Santa Margarida para o Algarve para meter os "bifes na ordem" que para pouco mais servem. Agora o que me parte todo é AWACS (nomeadamente o E3) que em só em 1998 custava 270 milhões usd (e um serve para muito). Já agora, aplicações do MRTT numa nação que não tem por exemplo Lpd...  ::) ::)

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/6/68/Airbus_A310_MRTT.jpg/440px-Airbus_A310_MRTT.jpg)

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/f/ff/KC-30_A39-002_refuelling_an_USAF_F-16_%28cropped%29.jpg)

(https://www.ainonline.com/sites/ainonline.com/files/styles/ain30_fullwidth_large/public/a330-pic-2.jpg?itok=3o2Wf-31)

(https://www.lufthansa-technik.com/documents/5875801/6300202/Rescue_16x9.jpg/66a0749d-5423-433d-8c40-804af5068a3c?t=1539157842321)

(https://i1.wp.com/militaryleak.com/wp-content/uploads/2020/04/french-air-force-deploys-airbus-a330-mrtt-phenixs-in-coronavirus-battle-1.jpg?ssl=1)

(https://pbs.twimg.com/media/EUMKPbhXkAAvgiW.jpg)

(https://s1.ibtimes.com/sites/www.ibtimes.com/files/styles/lg/public/2014/11/21/a330-mrtt.jpg)

(https://fas.org/man/dod-101/sys/ac/row/mrtt-ewf.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 13, 2020, 06:07:00 pm
Oh mafets, isso é tudo mito! O KC faz isso tudo e muito mais, e sem precisar de ligar os motores, para ter mais combustível para reabastecer os nossos F-16, via mangueira de jardim comprada no AKI!!
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 13, 2020, 06:40:19 pm
Estratégia? Lá estás tu a complicar. Estratégia é uma palavra para usar em palestras e cursos de auditores de defesa nacional. A única estratégia que realmente existe é a de progressão nas carreiras políticas, militares e empresariais.

NVF, porrá pá és mesmo má Língua, então tú achas mesmo ????? :mrgreen:

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 13, 2020, 06:42:22 pm
Oh mafets, isso é tudo mito! O KC faz isso tudo e muito mais, e sem precisar de ligar os motores, para ter mais combustível para reabastecer os nossos F-16, via mangueira de jardim comprada no AKI!!

ora bem, assim é que é falar, venham de lá esses Ká-Cês precisamos de muitos deles, para ajudar os amigos, a FAP, essa, que se lixe !!!

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 13, 2020, 06:53:29 pm
Transportar m113 só se for de Santa Margarida para o Algarve para meter os "bifes na ordem" que para pouco mais servem. Agora o que me parte todo é AWACS (nomeadamente o E3) que em só em 1998 custava 270 milhões usd (e um serve para muito). Já agora, aplicações do MRTT numa nação que não tem por exemplo Lpd...  ::) ::)

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/6/68/Airbus_A310_MRTT.jpg/440px-Airbus_A310_MRTT.jpg)

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/f/ff/KC-30_A39-002_refuelling_an_USAF_F-16_%28cropped%29.jpg)

(https://www.ainonline.com/sites/ainonline.com/files/styles/ain30_fullwidth_large/public/a330-pic-2.jpg?itok=3o2Wf-31)

(https://www.lufthansa-technik.com/documents/5875801/6300202/Rescue_16x9.jpg/66a0749d-5423-433d-8c40-804af5068a3c?t=1539157842321)

(https://i1.wp.com/militaryleak.com/wp-content/uploads/2020/04/french-air-force-deploys-airbus-a330-mrtt-phenixs-in-coronavirus-battle-1.jpg?ssl=1)

(https://pbs.twimg.com/media/EUMKPbhXkAAvgiW.jpg)

(https://s1.ibtimes.com/sites/www.ibtimes.com/files/styles/lg/public/2014/11/21/a330-mrtt.jpg)

(https://fas.org/man/dod-101/sys/ac/row/mrtt-ewf.jpg)

Cumprimentos

Mafets, nem vale a pena, Santa ignorância, é o que é com que então M113, Leopards, e Vamtacs, é só para isso que servirão os MRTT's, só para que conste, nenhum MRTT, consegue transportar uma viatura de 10 tons, pois as posições de carga não o permitem, quanto mais um Leo, mas explicar isso a algumas pessoas é muito dificil, se não entendem as diferenças entre  capacitado vs certificado, iriam lá agora entender o que significa a limitação de peso por estação/posição de carga, numa aeronave.

As valências dos MRTT's são um espanto, só de imaginar o que num voo se consegue transportar em termos de tipologias de carga e por exemplo, no voo de regresso, sem qualquer perda de tempo a adaptar a aeronave, qual KC390, efectuar o AAR a qualquer aeronave da FAP, com sistema de AAR, pois o MRTT vem equipado, com os dois sistemas de reabastecimento em serviço, maravilha !!!

Cheguei a ver por dentro um 310 MRTT, e imagino como serão os 330, um espanto

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 13, 2020, 06:56:56 pm
Vamos ser realistas ok...Portugal nao precisa deste tipo de aeronave ....aviao reabastecedor e transporte para as necessidades actuais que Portugal tem é insustentavel ter cá o mesmo e explico...o maffets ....o Dc entre outros esquecem que Portugal nao é uma Franca uma Alemanha uma Turquia ok ,,,primeiro nao temos dinheiro para loucuras deste genero,depois nos teatros actuais era este O MRTT que iria transportar Pandur?????Leopards....????M113?????uro vaMtacs????pah sejamos minimamente realistas e as Lajes e Porto Santo servem para que?????que eu saiba as mesmas sao estrategicas para este tipo de Missao...dar apoio reabastecer aeronaves vindas do continente correcto pergunto eu que ´nao entendo nada disto queremos aqui o MRTT para estar no Hangar e só de vez em quando sai para reabastecer os F-16 que nao passam da lituania?????pah acho que querem por Portugal muito acima daquilo que ele é e pode ser....os C130 ficavam no hangar?????os KC ficavam no hangar?????pah o MRTT faz tudo o que estes fazem mas peca numa coisa ...consome muito combustivel.....iria ser usado esporádicamente e é limitado no acomodar de meios  de tamanho L/XL...portanto e o custo deste?????200/300 milhoes????mais caro que um KC 310 é garantido ....nah 100 milhoes onde está esse numero ????e quantos defendem aqui os meus colegas 2/3 1????pois atrás destes 100 milhoes, amigos, existe o resto...um simulador....a aquisicao de sobresselentes.....manutencao do mesmo....criacao e preparacao de equipas de operacao....entre mais....enfim estamos a falar de valores proximos dos 200/300 milhoes por unidade/sobresselentes simulador etc....já aqui me atacaram que os P3 nao estao ultrapassados coisa nenhuma....por isso os ingleses os americanos os australianos ja estao ha muito a equipar com P8 e quando eu disse que os mesmos estavam a ficar já ligeiramente ultrapassados é a pura realidade Portugal anda no minimo com 10/15 de atraso relativamente a quem tem esta mesma plataforma é natural o que para nos hoje é otimo para nossos aliados é ultrapassado....e basta ver as mais valias do P8 poseidon....que nem vou expor aqui mas que dá um banho de bola ao P3 ui ui....lá longe ok....sei o que digo tambem me informo.....mais alguem aqui defendeu e bem a vinda de uma aeronave AWACS isso sim um E3 sentry.....ou já que falam muito da Embraer vejam o que por lá eles teem para este tipo de missao isto sim ....,antes este tipo do que um aviao reabastecedor/transporte de Mercadorias isso até o Kc390 faz ou um A400M....enfim.....KC130J----é me igual....para mim e realidade doa a quem doer defendo mais aeronaves nao tripuladas....UAVS....um Radar No Pico....e outro nas Lajes e a vinda de um AWACS.....mais daria tudo para ter mais um submarino aqui destacado permanentemente nos arquipelagos....isto sim faz cá mais falta do que um MRTT....

Vamos ser realistas, ter uma frota de duas aeronaves como os MRTT, não afundava o país. Gastam mais a manter relíquias com 50 a voar/navegar, do que nestas duas aeronaves.

Em segundo lugar, nos "teatros actuais" não tem era o MRTT a transportar esses veículos, tal como não é o C-130 nem será o KC, pois estes serviços têm sido encomendados a privados. Este argumento está completamente refutado, sem sequer falar que o MRTT não é para o lugar dos C-130, mas sim uma aeronave nova, para funções novas. No entanto alguém acha que são cargueiros.

Eu nem vou falar no transporte de Leopards que você enumerou... É que nenhuma aeronave na história da aviação nacional, nem nada do que se planeie comprar nos próximos milénios, é capaz de transportar esses CC. Mas algures na sua mente o 390 deve conseguir...  ::)

As Lajes e o Porto Santo são bases que precisam de ser protegidas dado o seu valor estratégico e táctico. E o MRTT permite que os F-16 o façam sem ter que se destacar nos respectivos arquipélagos mais caças. Não é por nada, mas o custo de destacar lá caças não ficaria propriamente baixo.

A história do MRTT ficar no hangar e só sair para abastecer F-16, é para rir, ou revela apenas ignorância/falta de vontade em perceber as demais missões que esta aeronave pode desempenhar.

O MRTT fica no hangar tanto tempo como um KC ou um C-130. Se calhar até ficava surpreendido com a quantidade de missões que esta aeronave aliviava da frota de cargueiros da FAP. É perguntar com que frequência os Cs e os futuros KCs transportam mais de 10 toneladas num voo. Se calhar é uma das razões por o pessoal preferir à redução do número de KC de para 3, e ganhar 2 MRTT para valências completamente novas.

E o MRTT consome muito combustível.  :mrgreen:
Estamos a falar de um A330 ou de um B-1? Agora fiquei baralhado!  ::)

Acho irónico falar dos custos de 2 MRTT, mas não ter problema nenhum com o preço dos KC e até defender a vinda do sexto avião... Afinal em que ficamos?

Deixe lá os P-3 em paz. Se não estou em erro, os nossos são de um padrão acima dos dos países que mencionou, e aguentam 10 anos ainda. Mas já que fala nos P-8, vá lá ver que método de abastecimento estas aeronaves usam... Quando vir, então o MRTT não abastecia do os F-16 e voltava para o hangar?

AWACS era bom sim, mas um E-3 será certamente mais caro de manter e operar que um MRTT, e antes de falarmos do E-3, existem outras opções mais baratas, como o E-99 da Embraer, ou até o C-295 AEW... Mas a prioridade ainda seria o MRTT, dada a sua multifuncionalidade.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 13, 2020, 07:06:25 pm
Vamos ser realistas ok...Portugal nao precisa deste tipo de aeronave ....aviao reabastecedor e transporte para as necessidades actuais que Portugal tem é insustentavel ter cá o mesmo e explico...o maffets ....o Dc entre outros esquecem que Portugal nao é uma Franca uma Alemanha uma Turquia ok ,,,primeiro nao temos dinheiro para loucuras deste genero,depois nos teatros actuais era este O MRTT que iria transportar Pandur?????Leopards....????M113?????uro vaMtacs????pah sejamos minimamente realistas e as Lajes e Porto Santo servem para que?????que eu saiba as mesmas sao estrategicas para este tipo de Missao...dar apoio reabastecer aeronaves vindas do continente correcto pergunto eu que ´nao entendo nada disto queremos aqui o MRTT para estar no Hangar e só de vez em quando sai para reabastecer os F-16 que nao passam da lituania?????pah acho que querem por Portugal muito acima daquilo que ele é e pode ser....os C130 ficavam no hangar?????os KC ficavam no hangar?????pah o MRTT faz tudo o que estes fazem mas peca numa coisa ...consome muito combustivel.....iria ser usado esporádicamente e é limitado no acomodar de meios  de tamanho L/XL...portanto e o custo deste?????200/300 milhoes????mais caro que um KC 310 é garantido ....nah 100 milhoes onde está esse numero ????e quantos defendem aqui os meus colegas 2/3 1????pois atrás destes 100 milhoes, amigos, existe o resto...um simulador....a aquisicao de sobresselentes.....manutencao do mesmo....criacao e preparacao de equipas de operacao....entre mais....enfim estamos a falar de valores proximos dos 200/300 milhoes por unidade/sobresselentes simulador etc....já aqui me atacaram que os P3 nao estao ultrapassados coisa nenhuma....por isso os ingleses os americanos os australianos ja estao ha muito a equipar com P8 e quando eu disse que os mesmos estavam a ficar já ligeiramente ultrapassados é a pura realidade Portugal anda no minimo com 10/15 de atraso relativamente a quem tem esta mesma plataforma é natural o que para nos hoje é otimo para nossos aliados é ultrapassado....e basta ver as mais valias do P8 poseidon....que nem vou expor aqui mas que dá um banho de bola ao P3 ui ui....lá longe ok....sei o que digo tambem me informo.....mais alguem aqui defendeu e bem a vinda de uma aeronave AWACS isso sim um E3 sentry.....ou já que falam muito da Embraer vejam o que por lá eles teem para este tipo de missao isto sim ....,antes este tipo do que um aviao reabastecedor/transporte de Mercadorias isso até o Kc390 faz ou um A400M....enfim.....KC130J----é me igual....para mim e realidade doa a quem doer defendo mais aeronaves nao tripuladas....UAVS....um Radar No Pico....e outro nas Lajes e a vinda de um AWACS.....mais daria tudo para ter mais um submarino aqui destacado permanentemente nos arquipelagos....isto sim faz cá mais falta do que um MRTT....

Vamos ser realistas, ter uma frota de duas aeronaves como os MRTT, não afundava o país. Gastam mais a manter relíquias com 50 a voar/navegar, do que nestas duas aeronaves.

Em segundo lugar, nos "teatros actuais" não tem era o MRTT a transportar esses veículos, tal como não é o C-130 nem será o KC, pois estes serviços têm sido encomendados a privados. Este argumento está completamente refutado, sem sequer falar que o MRTT não é para o lugar dos C-130, mas sim uma aeronave nova, para funções novas. No entanto alguém acha que são cargueiros.

Eu nem vou falar no transporte de Leopards que você enumerou... É que nenhuma aeronave na história da aviação nacional, nem nada do que se planeie comprar nos próximos milénios, é capaz de transportar esses CC. Mas algures na sua mente o 390 deve conseguir...  ::)

As Lajes e o Porto Santo são bases que precisam de ser protegidas dado o seu valor estratégico e táctico. E o MRTT permite que os F-16 o façam sem ter que se destacar nos respectivos arquipélagos mais caças. Não é por nada, mas o custo de destacar lá caças não ficaria propriamente baixo.

A história do MRTT ficar no hangar e só sair para abastecer F-16, é para rir, ou revela apenas ignorância/falta de vontade em perceber as demais missões que esta aeronave pode desempenhar.

O MRTT fica no hangar tanto tempo como um KC ou um C-130. Se calhar até ficava surpreendido com a quantidade de missões que esta aeronave aliviava da frota de cargueiros da FAP. É perguntar com que frequência os Cs e os futuros KCs transportam mais de 10 toneladas num voo. Se calhar é uma das razões por o pessoal preferir à redução do número de KC de para 3, e ganhar 2 MRTT para valências completamente novas.

E o MRTT consome muito combustível.  :mrgreen:
Estamos a falar de um A330 ou de um B-1? Agora fiquei baralhado!  ::)

Acho irónico falar dos custos de 2 MRTT, mas não ter problema nenhum com o preço dos KC e até defender a vinda do sexto avião... Afinal em que ficamos?

Deixe lá os P-3 em paz. Se não estou em erro, os nossos são de um padrão acima dos dos países que mencionou, e aguentam 10 anos ainda. Mas já que fala nos P-8, vá lá ver que método de abastecimento estas aeronaves usam... Quando vir, então o MRTT não abastecia do os F-16 e voltava para o hangar?

AWACS era bom sim, mas um E-3 será certamente mais caro de manter e operar que um MRTT, e antes de falarmos do E-3, existem outras opções mais baratas, como o E-99 da Embraer, ou até o C-295 AEW... Mas a prioridade ainda seria o MRTT, dada a sua multifuncionalidade.

DC, Bulls eye, na mouche !!

DC, Ainda comecei a elencar, os pontos a rebater num post, mas não vale a pena perder tempo, não há pachorra, é um desperdício, ainda bem que te antecipaste, obrigado.

Abraços 
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: luis simoes em Julho 13, 2020, 07:45:48 pm
Transportar m113 só se for de Santa Margarida para o Algarve para meter os "bifes na ordem" que para pouco mais servem. Agora o que me parte todo é AWACS (nomeadamente o E3) que em só em 1998 custava 270 milhões usd (e um serve para muito). Já agora, aplicações do MRTT numa nação que não tem por exemplo Lpd...  ::) ::)

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/6/68/Airbus_A310_MRTT.jpg/440px-Airbus_A310_MRTT.jpg)

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/f/ff/KC-30_A39-002_refuelling_an_USAF_F-16_%28cropped%29.jpg)

(https://www.ainonline.com/sites/ainonline.com/files/styles/ain30_fullwidth_large/public/a330-pic-2.jpg?itok=3o2Wf-31)

(https://www.lufthansa-technik.com/documents/5875801/6300202/Rescue_16x9.jpg/66a0749d-5423-433d-8c40-804af5068a3c?t=1539157842321)

(https://i1.wp.com/militaryleak.com/wp-content/uploads/2020/04/french-air-force-deploys-airbus-a330-mrtt-phenixs-in-coronavirus-battle-1.jpg?ssl=1)

(https://pbs.twimg.com/media/EUMKPbhXkAAvgiW.jpg)

(https://s1.ibtimes.com/sites/www.ibtimes.com/files/styles/lg/public/2014/11/21/a330-mrtt.jpg)

(https://fas.org/man/dod-101/sys/ac/row/mrtt-ewf.jpg)

Cumprimentos
Mafets eu so enumerei alguns meios que Portugal dispoe e que hipoteticamente seriam enviados para um teatro de operacoes de guerra....mas temos Pandur uro vamtac e certamente no Mrtt nao cabem só dei um exemplo ....que nao é mais que a realidade....falei duma aeronave AWAC....e dei esse exemplo do Sentry mas nao precisas ir muito longe vais ao Brasil compra por lá uns Embraer 99 e essa situacao dos 200/300 milhoes é  rapidamente apagada da tua resposta dada á minha resposta....este embraer tem autonomia de ate 6 h na mesma area a ser patrulhada detecta até 300 alvos em simultaneo a distancias de até 350 klms ... pode voar tambem até abaixo dos  70  metros de altitude e te garanto que nao custa esses 200/300 milhoes,,,,
cumprimetos
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: luis simoes em Julho 13, 2020, 08:03:58 pm
o pessoal aqui poe coisas nas respostas que supostamente eu dei ...alguma vez eu disse que o MRTT poderia levar M113????Pandur????uro vamtac???estamos a falar de um aviao reabastecedor e de transporte....nada mais que isso tirando obviamente outras valencias que o mesmo pode faxer....como evacuacao medica....transporte de Militares ....e simplesmente Portugal nao precisa de ter este tipo de Aeronave neste momento....nao me parece ser uma boa aquisicao....quanto aos UAVs.....quanto aos Radares que para mim deveriam de ser colocados fosse no Pico....fosse onde fosse deveriamos de investir no Patrulhamento nestes arquipelagos com este tipo de equipamento....mais e sublinho uma aeronave para complementar a vasta area com caracteristicas AEW/AWAC existe no mercado em conta ....mas segundo consta Portugal irá ter tambem finalmente  um Satelite num futuro proximo portanto isto sim ha muito que deviamos de ter....e defendo mais um submarino caso a plataforma continental seja aceite e entregue á responsabilidade de Portugal isto é o que eu acho.....e obviamente mais NPO.....a Patrulhar esta area tambem segundo consta mais seis virao para se juntarem aos já existentes....
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: luis simoes em Julho 13, 2020, 08:08:13 pm
A encomenda nunca havia de ter mudado de 3 Ka-cês e 2 A400.

Nunca ouve essa encomenda.

Nunca, se bem que o Cravinho andou pela Alemanha esta semana.
Veio ver os H145M......ou os Blackhawks.....palpita.me
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: luis simoes em Julho 13, 2020, 08:27:41 pm
Vamos ser realistas ok...Portugal nao precisa deste tipo de aeronave ....aviao reabastecedor e transporte para as necessidades actuais que Portugal tem é insustentavel ter cá o mesmo e explico...o maffets ....o Dc entre outros esquecem que Portugal nao é uma Franca uma Alemanha uma Turquia ok ,,,primeiro nao temos dinheiro para loucuras deste genero,depois nos teatros actuais era este O MRTT que iria transportar Pandur?????Leopards....????M113?????uro vaMtacs????pah sejamos minimamente realistas e as Lajes e Porto Santo servem para que?????que eu saiba as mesmas sao estrategicas para este tipo de Missao...dar apoio reabastecer aeronaves vindas do continente correcto pergunto eu que ´nao entendo nada disto queremos aqui o MRTT para estar no Hangar e só de vez em quando sai para reabastecer os F-16 que nao passam da lituania?????pah acho que querem por Portugal muito acima daquilo que ele é e pode ser....os C130 ficavam no hangar?????os KC ficavam no hangar?????pah o MRTT faz tudo o que estes fazem mas peca numa coisa ...consome muito combustivel.....iria ser usado esporádicamente e é limitado no acomodar de meios  de tamanho L/XL...portanto e o custo deste?????200/300 milhoes????mais caro que um KC 310 é garantido ....nah 100 milhoes onde está esse numero ????e quantos defendem aqui os meus colegas 2/3 1????pois atrás destes 100 milhoes, amigos, existe o resto...um simulador....a aquisicao de sobresselentes.....manutencao do mesmo....criacao e preparacao de equipas de operacao....entre mais....enfim estamos a falar de valores proximos dos 200/300 milhoes por unidade/sobresselentes simulador etc....já aqui me atacaram que os P3 nao estao ultrapassados coisa nenhuma....por isso os ingleses os americanos os australianos ja estao ha muito a equipar com P8 e quando eu disse que os mesmos estavam a ficar já ligeiramente ultrapassados é a pura realidade Portugal anda no minimo com 10/15 de atraso relativamente a quem tem esta mesma plataforma é natural o que para nos hoje é otimo para nossos aliados é ultrapassado....e basta ver as mais valias do P8 poseidon....que nem vou expor aqui mas que dá um banho de bola ao P3 ui ui....lá longe ok....sei o que digo tambem me informo.....mais alguem aqui defendeu e bem a vinda de uma aeronave AWACS isso sim um E3 sentry.....ou já que falam muito da Embraer vejam o que por lá eles teem para este tipo de missao isto sim ....,antes este tipo do que um aviao reabastecedor/transporte de Mercadorias isso até o Kc390 faz ou um A400M....enfim.....KC130J----é me igual....para mim e realidade doa a quem doer defendo mais aeronaves nao tripuladas....UAVS....um Radar No Pico....e outro nas Lajes e a vinda de um AWACS.....mais daria tudo para ter mais um submarino aqui destacado permanentemente nos arquipelagos....isto sim faz cá mais falta do que um MRTT....

Vamos ser realistas, ter uma frota de duas aeronaves como os MRTT, não afundava o país. Gastam mais a manter relíquias com 50 a voar/navegar, do que nestas duas aeronaves.

Em segundo lugar, nos "teatros actuais" não tem era o MRTT a transportar esses veículos, tal como não é o C-130 nem será o KC, pois estes serviços têm sido encomendados a privados. Este argumento está completamente refutado, sem sequer falar que o MRTT não é para o lugar dos C-130, mas sim uma aeronave nova, para funções novas. No entanto alguém acha que são cargueiros.

Eu nem vou falar no transporte de Leopards que você enumerou... É que nenhuma aeronave na história da aviação nacional, nem nada do que se planeie comprar nos próximos milénios, é capaz de transportar esses CC. Mas algures na sua mente o 390 deve conseguir...  ::)

As Lajes e o Porto Santo são bases que precisam de ser protegidas dado o seu valor estratégico e táctico. E o MRTT permite que os F-16 o façam sem ter que se destacar nos respectivos arquipélagos mais caças. Não é por nada, mas o custo de destacar lá caças não ficaria propriamente baixo.

A história do MRTT ficar no hangar e só sair para abastecer F-16, é para rir, ou revela apenas ignorância/falta de vontade em perceber as demais missões que esta aeronave pode desempenhar.

O MRTT fica no hangar tanto tempo como um KC ou um C-130. Se calhar até ficava surpreendido com a quantidade de missões que esta aeronave aliviava da frota de cargueiros da FAP. É perguntar com que frequência os Cs e os futuros KCs transportam mais de 10 toneladas num voo. Se calhar é uma das razões por o pessoal preferir à redução do número de KC de para 3, e ganhar 2 MRTT para valências completamente novas.

E o MRTT consome muito combustível.  :mrgreen:
Estamos a falar de um A330 ou de um B-1? Agora fiquei baralhado!  ::)

Acho irónico falar dos custos de 2 MRTT, mas não ter problema nenhum com o preço dos KC e até defender a vinda do sexto avião... Afinal em que ficamos?

Deixe lá os P-3 em paz. Se não estou em erro, os nossos são de um padrão acima dos dos países que mencionou, e aguentam 10 anos ainda. Mas já que fala nos P-8, vá lá ver que método de abastecimento estas aeronaves usam... Quando vir, então o MRTT não abastecia do os F-16 e voltava para o hangar?

AWACS era bom sim, mas um E-3 será certamente mais caro de manter e operar que um MRTT, e antes de falarmos do E-3, existem outras opções mais baratas, como o E-99 da Embraer, ou até o C-295 AEW... Mas a prioridade ainda seria o MRTT, dada a sua multifuncionalidade.
DC quanto ao abastecimento dos P8 nao te atrapalhes que eles no continente abastecem o suficiente para fazer uns bons milhares de klms.... nao te atrapalhes com isso ,,,,o MRTT  nao fará grande diferenca para Portugal como somos mais pequenos a gente aguenta se com os KC  para se reabastecerem  entre eles, o que aumenta significativamente seu alcance ,,,sei que tens um odio terrivel pelo aviao mas deixa lá o mesmo, ainda nem sequer chegou....e quando chegar serás dos primeiros a ir ve.lo  :mrgreen:assim como eu e muitos mais aqui.....
Quanto ao transporte dos nossos meios sei que ha muito recorremos ou a privados ou aos aliados para nos fazer esse transporte mas ai sim ...defendia antes um meio que tivesse essas capacidades para poder transportar meios acima das 20 toneladas...mas nao estou a ver Portugal a comprar este tipo de Meio.... mais uma vez o mesmo teria que ser feito atraves do Mar  ou pelos já atrás citados....resumindo aqui cada um defende e quer o melhor para nossas FA e eu sou mais um...portanto bom forum lancem novos tópicos a gente tá cá para debater....
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 13, 2020, 08:59:59 pm
fabuloso :rir: :rir: :rir: :rir: :rir:, sim senhor do melhor.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Lightning em Julho 13, 2020, 09:39:20 pm
Eu não sou contra os MRTT, até são aeronaves com capacidades interessantes, o que me parece é que reduzir a utilidade delas às ilhas um sub-aproveitamento, para mim são aeronaves para projecção fora da nossa área, para Africa, médio-oriente, etc.

Antes de mais, os meios de defesa dos Açores estarem dependentes de lá poderem aterrar para reabastecer, é suicídio estratégico. Um míssil de cruzeiro que destrua as pistas, et voilá, seremos incapazes de defender este arquipélago. E até parece que uma aeronave "invasora" vai esperar que os nossos aviões abasteçam nas Lajes.

Depois, a inexistência de um radar nos Açores já devia ter sido resolvida há muito tempo. Mas mesmo assim, nem era preciso o típico edifício com um radar gigante, algo como o Giraffe AMB ou o 4A resolviam parte do problema.

Mas mesmo um radar em terra não resolvia o problema na totalidade, um radar como os que temos para controlo de espaço aéreo têm um alcance que supostamente ronda os 300/400km, mesmo que arredondemos para 500km, um Bear em aproximação às Lajes à velocidade de cruzeiro, demorava menos de uma hora a lá chegar desde a sua detecção, nem dava tempo para os F-16 irem do continente até lá para os interceptar. Mas já estou a divagar.

Voltando à detecção de ameaças, no caso de aeronaves militares, geralmente a FAP é informada por aliados da NATO da presença de aeronaves militares na zona, e só assim conseguiria interceptar.
Por outro lado, no caso específico dos Açores, a maior ameaça seria de aeronaves vindas do Sul, pois não há aliados que nos sirvam de "aviso antecipado".

Sim, era ai que eu ia chegar, qualquer ameaça do norte é primeiro detectada pela Noruega e Reino Unido, por isso não somos completamente apanhados com as calças na mão, não é o ideal mas é o que temos, no sul também não há grandes capacidades, o Brasil?

E em relação a um possível ataque de bombardeiro Bear, isso também seria um suicidio do ponto de vista russo não é? É que esse bombardeiro se atacar os Açores, no caminho de regresso tem metade da NATO à espera.

Citar
Mas ironicamente, a falta de meios de vigilância do espaço aéreo dos Açores, reforça ainda mais a necessidade que navios como NPOs tenham radares que permitam uma capacidade de busca aérea decente (50 a 100km).

Sim, seria uma boa ideia.

Citar
Voltando ao MRTT, é preciso ver que não teríamos um MRTT numa espécie de QRA, nos mesmos moldes que os F-16, teríamos sim um numa prontidão de talvez 2/3 horas para apoiar os F-16 se necessário. Às vezes podia ser a diferença entre os nossos caças conseguirem regressar à base.

Dou até um exemplo hipotético. Lançamos os F-16 para interceptar uma aeronave militar, as coisas dão para o torto e os nossos caças são obrigados a largar os drop tanks (menos peso e arrasto) para executar manobras de combate. Sem os drop tanks, e se os F-16 estivessem demasiado longe de qualquer base, o MRTT permitia que voltassem a casa. E isto para mim tem uma importância estratégica enorme.

Não sei como é que os pilotos de F16 fazem as contas, mas devem ter em conta possíveis locais de aterragem alternativos para não caírem no mar, nem que sejam civis, como aeroporto de Ponta Delgada ou Funchal ou Porto, mas entendo se um reabastecedor entrar na equação permite uma folga maior, temos é que ter a certeza que ele chega a tempo de safar os caças no meio do Atlântico, senão quem os safa é o EH101 ou o NPO numa missão SAR por se terem ejectado.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 13, 2020, 11:53:03 pm
DC quanto ao abastecimento dos P8 nao te atrapalhes que eles no continente abastecem o suficiente para fazer uns bons milhares de klms.... nao te atrapalhes com isso ,,,,o MRTT  nao fará grande diferenca para Portugal como somos mais pequenos a gente aguenta se com os KC  para se reabastecerem  entre eles, o que aumenta significativamente seu alcance ,,,sei que tens um odio terrivel pelo aviao mas deixa lá o mesmo, ainda nem sequer chegou....e quando chegar serás dos primeiros a ir ve.lo  :mrgreen:assim como eu e muitos mais aqui.....
Quanto ao transporte dos nossos meios sei que ha muito recorremos ou a privados ou aos aliados para nos fazer esse transporte mas ai sim ...defendia antes um meio que tivesse essas capacidades para poder transportar meios acima das 20 toneladas...mas nao estou a ver Portugal a comprar este tipo de Meio.... mais uma vez o mesmo teria que ser feito atraves do Mar  ou pelos já atrás citados....resumindo aqui cada um defende e quer o melhor para nossas FA e eu sou mais um...portanto bom forum lancem novos tópicos a gente tá cá para debater....

Tens toda a razão, os americanos foram uns burros por incluir tal capacidade no P-8. No fim de contas, em missões de SAR ou ASW por exemplo, não há vantagem absolutamente nenhuma em ter capacidade de manter uma aeronave a voar numa determinada aérea durante mais tempo.  ::)
Nem falo no potencial que o binómio MRTT/P-8 pode ter na projecção de força, podendo ser um meio vital na protecção de uma força naval nacional, entre outras missões.

Já agora, se o MRTT, com todo o seu leque de missões e capacidades, não tem grande vantagem para a FAP, o KC, com os seus 12% de capacidade carga a mais face ao C-130, já trás grandes vantagens? Nem fale da capacidade AAR, pois temos apenas 4 Merlin que abastecem com aquele método, e mesmo assim nem os nossos helis, nem os seus pilotos, nem o KC-390 estão ainda certificados para o fazer.

E essa tanga dos KC reabastecerem entre eles é um pouco... Uma não-vantagem, e apenas prova a falta de alcance do KC, mas também a falta de lógica de se enviar 2 KC para fazer o trabalho de 1 A-400M. Mesmo ignorando o A-400 da equação, fazia mais sentido enviar um MRTT para abastecer o KC-390, pois tem mais alcance e pode ainda levar tropas lá dentro até ao TO.

Não é preciso odiar o KC, basta ver o valor desta aquisição face aos ganhos em capacidades que a FAP (não) vai ter. Para mim ~12% mais de capacidade de carga, não compensam os 850 milhões. Já o MRTT, que não substitui os C-130, ganha em tudo face ao KC, excepto na capacidade de carga. Todas as outras capacidades desta aeronave são um acréscimo para a FAP, e só não vê, quem não quer.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 14, 2020, 12:13:52 am
Eu não sou contra os MRTT, até são aeronaves com capacidades interessantes, o que me parece é que reduzir a utilidade delas às ilhas um sub-aproveitamento, para mim são aeronaves para projecção fora da nossa área, para Africa, médio-oriente, etc.

Antes de mais, os meios de defesa dos Açores estarem dependentes de lá poderem aterrar para reabastecer, é suicídio estratégico. Um míssil de cruzeiro que destrua as pistas, et voilá, seremos incapazes de defender este arquipélago. E até parece que uma aeronave "invasora" vai esperar que os nossos aviões abasteçam nas Lajes.

Depois, a inexistência de um radar nos Açores já devia ter sido resolvida há muito tempo. Mas mesmo assim, nem era preciso o típico edifício com um radar gigante, algo como o Giraffe AMB ou o 4A resolviam parte do problema.

Mas mesmo um radar em terra não resolvia o problema na totalidade, um radar como os que temos para controlo de espaço aéreo têm um alcance que supostamente ronda os 300/400km, mesmo que arredondemos para 500km, um Bear em aproximação às Lajes à velocidade de cruzeiro, demorava menos de uma hora a lá chegar desde a sua detecção, nem dava tempo para os F-16 irem do continente até lá para os interceptar. Mas já estou a divagar.

Voltando à detecção de ameaças, no caso de aeronaves militares, geralmente a FAP é informada por aliados da NATO da presença de aeronaves militares na zona, e só assim conseguiria interceptar.
Por outro lado, no caso específico dos Açores, a maior ameaça seria de aeronaves vindas do Sul, pois não há aliados que nos sirvam de "aviso antecipado".

Sim, era ai que eu ia chegar, qualquer ameaça do norte é primeiro detectada pela Noruega e Reino Unido, por isso não somos completamente apanhados com as calças na mão, não é o ideal mas é o que temos, no sul também não há grandes capacidades, o Brasil?

E em relação a um possível ataque de bombardeiro Bear, isso também seria um suicidio do ponto de vista russo não é? É que esse bombardeiro se atacar os Açores, no caminho de regresso tem metade da NATO à espera.

Citar
Mas ironicamente, a falta de meios de vigilância do espaço aéreo dos Açores, reforça ainda mais a necessidade que navios como NPOs tenham radares que permitam uma capacidade de busca aérea decente (50 a 100km).

Sim, seria uma boa ideia.

Citar
Voltando ao MRTT, é preciso ver que não teríamos um MRTT numa espécie de QRA, nos mesmos moldes que os F-16, teríamos sim um numa prontidão de talvez 2/3 horas para apoiar os F-16 se necessário. Às vezes podia ser a diferença entre os nossos caças conseguirem regressar à base.

Dou até um exemplo hipotético. Lançamos os F-16 para interceptar uma aeronave militar, as coisas dão para o torto e os nossos caças são obrigados a largar os drop tanks (menos peso e arrasto) para executar manobras de combate. Sem os drop tanks, e se os F-16 estivessem demasiado longe de qualquer base, o MRTT permitia que voltassem a casa. E isto para mim tem uma importância estratégica enorme.

Não sei como é que os pilotos de F16 fazem as contas, mas devem ter em conta possíveis locais de aterragem alternativos para não caírem no mar, nem que sejam civis, como aeroporto de Ponta Delgada ou Funchal ou Porto, mas entendo se um reabastecedor entrar na equação permite uma folga maior, temos é que ter a certeza que ele chega a tempo de safar os caças no meio do Atlântico, senão quem os safa é o EH101 ou o NPO numa missão SAR por se terem ejectado.

Mas nós aqui temos só falado ainda da parte mais "normal" dentro das missões da FAP. E quanto muito a questão de reabastecer outras aeronaves numa perspectiva "defensiva". Obviamente se analisarmos a coisa numa perspectiva "ofensiva", esta aeronave soma ainda mais pontos. Basicamente ganhamos capacidade de projecção de meios de combate aéreo, actualmente os F-16, para fora do nosso território. No futuro, possivelmente com F-35, em que o seu raio de acção estará sempre limitado pela necessidade ou não de manter a furtividade, o MRTT é outra grande mais valia.

Mas lá estou eu a pensar de forma estratégica.  :bang:

Já agora, os russos com um pouco de Vodka no sangue, fazem tudo. Em caso hipotético de conflito (único cenário previsível de eles atacaram as Lajes), dada a importância estratégica que este arquipélago tem pela sua posição geográfica, seria sempre uma vitória.

Do Sul, não só não creio que os brasileiros detectassem a ameaça, como não me parece que fosse a ameaça de um simples bombardeiro. Acho mais "plausível" um porta-aviões chinês com uns caças, caso a "coisa aqueça", do que um bombardeiro russo.

A questão é que se os pilotos de F-16 tiverem que se comprometer numa situação de combate, esta poderá ocorrer longe de qualquer uma das bases. E se não houver combustível suficiente, não têm outra solução.

E o MRTT tem inclusive outras valências, como COMINT, SIGINT e ELINT, além das já mencionadas neste tópico.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 14, 2020, 05:11:34 am
DC quanto ao abastecimento dos P8 nao te atrapalhes que eles no continente abastecem o suficiente para fazer uns bons milhares de klms.... nao te atrapalhes com isso ,,,,o MRTT  nao fará grande diferenca para Portugal como somos mais pequenos a gente aguenta se com os KC  para se reabastecerem  entre eles, o que aumenta significativamente seu alcance ,,,sei que tens um odio terrivel pelo aviao mas deixa lá o mesmo, ainda nem sequer chegou....e quando chegar serás dos primeiros a ir ve.lo  :mrgreen:assim como eu e muitos mais aqui.....
Quanto ao transporte dos nossos meios sei que ha muito recorremos ou a privados ou aos aliados para nos fazer esse transporte mas ai sim ...defendia antes um meio que tivesse essas capacidades para poder transportar meios acima das 20 toneladas...mas nao estou a ver Portugal a comprar este tipo de Meio.... mais uma vez o mesmo teria que ser feito atraves do Mar  ou pelos já atrás citados....resumindo aqui cada um defende e quer o melhor para nossas FA e eu sou mais um...portanto bom forum lancem novos tópicos a gente tá cá para debater....

Tens toda a razão, os americanos foram uns burros por incluir tal capacidade no P-8. No fim de contas, em missões de SAR ou ASW por exemplo, não há vantagem absolutamente nenhuma em ter capacidade de manter uma aeronave a voar numa determinada aérea durante mais tempo.  ::)
Nem falo no potencial que o binómio MRTT/P-8 pode ter na projecção de força, podendo ser um meio vital na protecção de uma força naval nacional, entre outras missões.

Já agora, se o MRTT, com todo o seu leque de missões e capacidades, não tem grande vantagem para a FAP, o KC, com os seus 12% de capacidade carga a mais face ao C-130, já trás grandes vantagens? Nem fale da capacidade AAR, pois temos apenas 4 Merlin que abastecem com aquele método, e mesmo assim nem os nossos helis, nem os seus pilotos, nem o KC-390 estão ainda certificados para o fazer.

E essa tanga dos KC reabastecerem entre eles é um pouco... Uma não-vantagem, e apenas prova a falta de alcance do KC, mas também a falta de lógica de se enviar 2 KC para fazer o trabalho de 1 A-400M. Mesmo ignorando o A-400 da equação, fazia mais sentido enviar um MRTT para abastecer o KC-390, pois tem mais alcance e pode ainda levar tropas lá dentro até ao TO.

Não é preciso odiar o KC, basta ver o valor desta aquisição face aos ganhos em capacidades que a FAP (não) vai ter. Para mim ~12% mais de capacidade de carga, não compensam os 850 milhões. Já o MRTT, que não substitui os C-130, ganha em tudo face ao KC, excepto na capacidade de carga. Todas as outras capacidades desta aeronave são um acréscimo para a FAP, e só não vê, quem não quer.

Ou, quem é fanático pelo 390 !!!
Dc, o 330 MRTT, não ganha ao 390 na capacidade de carga ?
Onde leste isso ?
Carga é todo o peso, que a aeronave consegue transportar, excepto o combustivel para consumo próprio.
O fuel OB para o AAR, faz parte do payload que a aeronave consegue transportar, logo transporta muito, mas muito mais carga que o 390, sem comparação.
O 330 MRTT, ganha em todas as vertentes/capacidades ao 390  !!

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: NVF em Julho 14, 2020, 06:17:30 am
O 380 foi o avião mais confortável em que já viajei.  :mrgreen:

Eu sei que querias dizer 390. Estou só a meter-me contigo.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 14, 2020, 09:23:55 am
O 380 foi o avião mais confortável em que já viajei.  :mrgreen:

Eu sei que querias dizer 390. Estou só a meter-me contigo.

Tú não perdes uma NVF, já corrigi para + 10...... ::)

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: mafets em Julho 14, 2020, 10:14:13 am
Se calhar para comentar sobre a hipotética vinda do MRTT para a FAP convêm conhecer o aparelho...  ::) ::)

https://thaimilitaryandasianregion.wordpress.com/2016/02/29/a330-200-multi-role-tanker-transport-mrtt/ (https://thaimilitaryandasianregion.wordpress.com/2016/02/29/a330-200-multi-role-tanker-transport-mrtt/)

(https://i1.wp.com/u0v052dm9wl3gxo0y3lx0u44wz.wpengine.netdna-cdn.com/wp-content/uploads/2014/04/a330-mrtt-12-upper-deck.jpg)
Citar
A330 MRTT Upper Deck cargo version

(https://thaimilitaryandasianregion.files.wordpress.com/2016/02/a330-mrtt-04-lower-deck-740x555.jpg?w=625)
Citar
A330 MRTT Lower deck @thinkdefence.co.uk

(https://i2.wp.com/u0v052dm9wl3gxo0y3lx0u44wz.wpengine.netdna-cdn.com/wp-content/uploads/2014/04/a330-mrtt-11-upper-deck-740x225.jpg)

(https://thaimilitaryandasianregion.files.wordpress.com/2016/02/a330-mrtt-10-upper-deck-740x225.jpg?w=625)

(https://i1.wp.com/u0v052dm9wl3gxo0y3lx0u44wz.wpengine.netdna-cdn.com/wp-content/uploads/2014/04/a330-mrtt-02.jpg)

(https://thaimilitaryandasianregion.files.wordpress.com/2016/02/web-mrtt-large-14.jpg?w=625&h=374)

Citar
The A330 MRTT can carry a maximum payload of up to 45 tonnes, combining the passenger cabin and the lower deck: Up to 300 Passengers, MedEvac cabin layout with 40 stretchers, 20 seats for medical staff and 100 passengers, Up to 37 tonnes of cargo in the lower deck. 27 LD3 containers or 8 military pallets. Source airbus.com

Saudações
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 14, 2020, 02:00:39 pm
DC quanto ao abastecimento dos P8 nao te atrapalhes que eles no continente abastecem o suficiente para fazer uns bons milhares de klms.... nao te atrapalhes com isso ,,,,o MRTT  nao fará grande diferenca para Portugal como somos mais pequenos a gente aguenta se com os KC  para se reabastecerem  entre eles, o que aumenta significativamente seu alcance ,,,sei que tens um odio terrivel pelo aviao mas deixa lá o mesmo, ainda nem sequer chegou....e quando chegar serás dos primeiros a ir ve.lo  :mrgreen:assim como eu e muitos mais aqui.....
Quanto ao transporte dos nossos meios sei que ha muito recorremos ou a privados ou aos aliados para nos fazer esse transporte mas ai sim ...defendia antes um meio que tivesse essas capacidades para poder transportar meios acima das 20 toneladas...mas nao estou a ver Portugal a comprar este tipo de Meio.... mais uma vez o mesmo teria que ser feito atraves do Mar  ou pelos já atrás citados....resumindo aqui cada um defende e quer o melhor para nossas FA e eu sou mais um...portanto bom forum lancem novos tópicos a gente tá cá para debater....

Tens toda a razão, os americanos foram uns burros por incluir tal capacidade no P-8. No fim de contas, em missões de SAR ou ASW por exemplo, não há vantagem absolutamente nenhuma em ter capacidade de manter uma aeronave a voar numa determinada aérea durante mais tempo.  ::)
Nem falo no potencial que o binómio MRTT/P-8 pode ter na projecção de força, podendo ser um meio vital na protecção de uma força naval nacional, entre outras missões.

Já agora, se o MRTT, com todo o seu leque de missões e capacidades, não tem grande vantagem para a FAP, o KC, com os seus 12% de capacidade carga a mais face ao C-130, já trás grandes vantagens? Nem fale da capacidade AAR, pois temos apenas 4 Merlin que abastecem com aquele método, e mesmo assim nem os nossos helis, nem os seus pilotos, nem o KC-390 estão ainda certificados para o fazer.

E essa tanga dos KC reabastecerem entre eles é um pouco... Uma não-vantagem, e apenas prova a falta de alcance do KC, mas também a falta de lógica de se enviar 2 KC para fazer o trabalho de 1 A-400M. Mesmo ignorando o A-400 da equação, fazia mais sentido enviar um MRTT para abastecer o KC-390, pois tem mais alcance e pode ainda levar tropas lá dentro até ao TO.

Não é preciso odiar o KC, basta ver o valor desta aquisição face aos ganhos em capacidades que a FAP (não) vai ter. Para mim ~12% mais de capacidade de carga, não compensam os 850 milhões. Já o MRTT, que não substitui os C-130, ganha em tudo face ao KC, excepto na capacidade de carga. Todas as outras capacidades desta aeronave são um acréscimo para a FAP, e só não vê, quem não quer.

Ou, quem é fanático pelo 390 !!!
Dc, o 330 MRTT, não ganha ao 390 na capacidade de carga ?
Onde leste isso ?
Carga é todo o peso, que a aeronave consegue transportar, excepto o combustivel para consumo próprio.
O fuel OB para o AAR, faz parte do payload que a aeronave consegue transportar, logo transporta muito, mas muito mais carga que o 390, sem comparação.
O 330 MRTT, ganha em todas as vertentes/capacidades ao 390  !!

Abraços

Quando falo em capacidade de carga, é a nível de volume que a aeronave pode transportar. Por exemplo veículos e até um UH-60 (caso os comprassemos  ::)).
Aí um MRTT não faz o mesmo. Mas no resto sim, é melhor em tudo.

O que eleva a questão, faz sentido ter 5 KC (nem vou falar na opção do sexto, que é um absurdo), dada a frequência com que se tiraria proveito da sua capacidade/volume de carga? Creio que não, já que estes cargueiros mono-missão vão estar limitados a um pequeno nicho de missões. Basta ver que pequenos payloads vão estar a cargo dos C-295, grandes payloads pedimos a privados com verdadeiras aeronaves de transporte estratégico. Portanto bastavam 3 KC, e usar o resto da verba para os 2 MRTT. Se bem que o ideal seria 2 MRTT + 2 A-400 e o tal reforço da feita de C-295.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Crypter em Julho 14, 2020, 02:48:44 pm
A necessidade de uma(ou duas) aeronaves é muito simples de se discutir.

Nos últimos 15 anos quantas vezes foi necessário alugar meios para movimentar as FA e/ou retirar cidadãos Portugueses de volta ao nosso país?

Façam as contas e vejam se é ou não necessário algo deste género com a vantagem acrescida de estar sempre disponível que o Estado precise...
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 14, 2020, 03:42:18 pm
Fazendo assim umas contas meio hipotéticas, se ao longo desses 15 anos, tivermos apenas 1 missão no exterior, com rotatividade do pessoal de 6 em 6 meses, dá uma utilização da aeronave pelo menos 2 vezes/ano, para um total de 30 missões (60 voos) ao longo dos 15 anos.

Como sabemos, nós não participamos numa só missão internacional, e nem todas são em moldes tão lineares, nem o transporte de tropas é a única função desta aeronave. Por isso, utilidade há, e muita, e o valor estratégico do MRTT é enorme.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Lightning em Julho 14, 2020, 04:17:24 pm
Eu gosto de ambas as aeronaves por isso não queria entrar na competição, mas para mim uma não é substituto da outra, são demasiado diferentes.

Acho que há mais coisas que o MRTT não consegue fazer como largar paraquedistas, ou carga aérea...
E se formos para algo mais técnico, o MRTT consegue despressurizar para o salto em queda livre a muito grande altitude?

E por fim, supostamente, o KC é uma aeronave táctica que consegue aterrar em pistas não preparadas.

O MRTT para mim é estratégica, o KC é táctica.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: asalves em Julho 14, 2020, 05:20:05 pm
Não quero ser má língua mas falar em abastecimento aéreo em Portugal é para rir.

Então até a pouco tempo (não sei se ainda estamos assim) as horas de voo nos F-16 eram as mínimas, apenas para manter a certificação, por falta de orçamento e agora estamos a falar de abastecimento aéreo que tem um custo várias vezes superior quando comparado com o abastecimento em Terra?

Esqueçam isso, não percam tempo que são mais felizes. Antes de gastarmos 400/500 Milhões num avião para novas valências, temos de renovar e tentar manter as valências que temos.

- Renovação F-16
- Renovação frota treino Fap
- Renovação dos Falcon (qualquer dia cai algum com um ministro e vamos levar com 2 a 3 semanas com a historia de vida do sr.)
- Decidir o que fazer com instrução avançada.

Isto só na FAP, se formas para a marinha uiui

Portanto o A330 MRTT com as cores da FAP só deve chegar depois da vinda do NRP D. Sebastião lá para 2060/80 (E isto que ainda não fizermos parte dos Estados Unidos da  Europa)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 14, 2020, 05:20:46 pm
DC quanto ao abastecimento dos P8 nao te atrapalhes que eles no continente abastecem o suficiente para fazer uns bons milhares de klms.... nao te atrapalhes com isso ,,,,o MRTT  nao fará grande diferenca para Portugal como somos mais pequenos a gente aguenta se com os KC  para se reabastecerem  entre eles, o que aumenta significativamente seu alcance ,,,sei que tens um odio terrivel pelo aviao mas deixa lá o mesmo, ainda nem sequer chegou....e quando chegar serás dos primeiros a ir ve.lo  :mrgreen:assim como eu e muitos mais aqui.....
Quanto ao transporte dos nossos meios sei que ha muito recorremos ou a privados ou aos aliados para nos fazer esse transporte mas ai sim ...defendia antes um meio que tivesse essas capacidades para poder transportar meios acima das 20 toneladas...mas nao estou a ver Portugal a comprar este tipo de Meio.... mais uma vez o mesmo teria que ser feito atraves do Mar  ou pelos já atrás citados....resumindo aqui cada um defende e quer o melhor para nossas FA e eu sou mais um...portanto bom forum lancem novos tópicos a gente tá cá para debater....

Tens toda a razão, os americanos foram uns burros por incluir tal capacidade no P-8. No fim de contas, em missões de SAR ou ASW por exemplo, não há vantagem absolutamente nenhuma em ter capacidade de manter uma aeronave a voar numa determinada aérea durante mais tempo.  ::)
Nem falo no potencial que o binómio MRTT/P-8 pode ter na projecção de força, podendo ser um meio vital na protecção de uma força naval nacional, entre outras missões.

Já agora, se o MRTT, com todo o seu leque de missões e capacidades, não tem grande vantagem para a FAP, o KC, com os seus 12% de capacidade carga a mais face ao C-130, já trás grandes vantagens? Nem fale da capacidade AAR, pois temos apenas 4 Merlin que abastecem com aquele método, e mesmo assim nem os nossos helis, nem os seus pilotos, nem o KC-390 estão ainda certificados para o fazer.

E essa tanga dos KC reabastecerem entre eles é um pouco... Uma não-vantagem, e apenas prova a falta de alcance do KC, mas também a falta de lógica de se enviar 2 KC para fazer o trabalho de 1 A-400M. Mesmo ignorando o A-400 da equação, fazia mais sentido enviar um MRTT para abastecer o KC-390, pois tem mais alcance e pode ainda levar tropas lá dentro até ao TO.

Não é preciso odiar o KC, basta ver o valor desta aquisição face aos ganhos em capacidades que a FAP (não) vai ter. Para mim ~12% mais de capacidade de carga, não compensam os 850 milhões. Já o MRTT, que não substitui os C-130, ganha em tudo face ao KC, excepto na capacidade de carga. Todas as outras capacidades desta aeronave são um acréscimo para a FAP, e só não vê, quem não quer.

Ou, quem é fanático pelo 390 !!!
Dc, o 330 MRTT, não ganha ao 390 na capacidade de carga ?
Onde leste isso ?
Carga é todo o peso, que a aeronave consegue transportar, excepto o combustivel para consumo próprio.
O fuel OB para o AAR, faz parte do payload que a aeronave consegue transportar, logo transporta muito, mas muito mais carga que o 390, sem comparação.
O 330 MRTT, ganha em todas as vertentes/capacidades ao 390  !!

Abraços

Quando falo em capacidade de carga, é a nível de volume que a aeronave pode transportar. Por exemplo veículos e até um UH-60 (caso os comprassemos  ::)).
Aí um MRTT não faz o mesmo. Mas no resto sim, é melhor em tudo.

O que eleva a questão, faz sentido ter 5 KC (nem vou falar na opção do sexto, que é um absurdo), dada a frequência com que se tiraria proveito da sua capacidade/volume de carga? Creio que não, já que estes cargueiros mono-missão vão estar limitados a um pequeno nicho de missões. Basta ver que pequenos payloads vão estar a cargo dos C-295, grandes payloads pedimos a privados com verdadeiras aeronaves de transporte estratégico. Portanto bastavam 3 KC, e usar o resto da verba para os 2 MRTT. Se bem que o ideal seria 2 MRTT + 2 A-400 e o tal reforço da feita de C-295.

vamos lá ver uma coisa em termos volumétricos um MRTT transporta pelo menos o dobro/triplo de um KC.
A porta de carga é bem mais larga que a rampa do KC390 e como a aeronave é muito mais larga que o 390, quem te garante que um H60 não pode ser embarcado ?

https://thaimilitaryandasianregion.wordpress.com/2016/02/29/a330-200-multi-role-tanker-transport-mrtt/

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/sTGY1J.jpg) (https://imageshack.com/i/pnsTGY1Jj)
(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/MUH4tk.jpg) (https://imageshack.com/i/pmMUH4tkj)
(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/iQnxSc.jpg) (https://imageshack.com/i/poiQnxScj)

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: luis simoes em Julho 14, 2020, 05:24:54 pm
Eu gosto de ambas as aeronaves por isso não queria entrar na competição, mas para mim uma não é substituto da outra, são demasiado diferentes.

Acho que há mais coisas que o MRTT não consegue fazer como largar paraquedistas, ou carga aérea...
E se formos para algo mais técnico, o MRTT consegue despressurizar para o salto em queda livre a muito grande altitude?

E por fim, supostamente, o KC é uma aeronave táctica que consegue aterrar em pistas não preparadas.

O MRTT para mim é estratégica, o KC é táctica.
Á pala disto ganhaste +1....disseste tudo,,,,
cumprimentos
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 14, 2020, 05:29:21 pm
Eu gosto de ambas as aeronaves por isso não queria entrar na competição, mas para mim uma não é substituto da outra, são demasiado diferentes.

Acho que há mais coisas que o MRTT não consegue fazer como largar paraquedistas, ou carga aérea...
E se formos para algo mais técnico, o MRTT consegue despressurizar para o salto em queda livre a muito grande altitude?

E por fim, supostamente, o KC é uma aeronave táctica que consegue aterrar em pistas não preparadas.

O MRTT para mim é estratégica, o KC é táctica.

Nunca aqui foi referido que o MRTT seria para substituir o 390 !!! ;)

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 14, 2020, 07:25:34 pm
Vocês estão a comparar alhos com bugalhos.

Mas a grande vantagem do MRTT ainda ninguém disse, da para transporta a Seleção para os mundiais/europeus de futebol.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: JohnM em Julho 14, 2020, 08:12:04 pm
Eu até estou a achar piada a esta discussão e ia ficar calado, mas hoje estou-me a sentir “confrontational”... lol

Isto tá tudo maluco? Alem de cada bicho desses custar quase tanto como uma fragata, vocês sabem qual é o preço de operação por hora de um MRTT e quanto custa um litro de pitroil dado por esse menino? Quantas forças aéreas do tamanho da nossa têm esta capacidade orgânica? Até os ingleses têm os deles em leasing e só os usam/contratam quando precisam...  Porque se fazem consórcios? Porque há serviços comerciais como a Omega aos quais se contratam serviços de reabastecimento aéreo? Anda tudo a viajar na maionese, ou quê? Eu estou com o Alves, antes de ter um MRTT orgânico é preciso encontrar petróleo no Beato e tratar do resto das valências da FAP... capacidade orgânica de reabastecimento em voo e de transporte estratégico não é para quem quer, é para quem pode, e nós não podemos... Qual ameaça estratégica? Marrocos vai atacar o Porto Santo? Russos podem atacar as Lajes? A resposta a ambos os casos é “sim”, mas alguém acha que nessa situação vamos estar sozinhos? Os russos vêem  atacar-nos só porque sim? Se quiserem que nos juntemos a um consórcio europeu/NATO ou contratemos um conjunto fixo de serviço a um operador civil, como a RAF faz, especialmente no transporte estratégico, por mim tudo bem... tudo o resto é sonho...

Ok, podem bater...😁

Cumprimentos
João
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 14, 2020, 08:18:10 pm
Eu até estou a achar piada a esta discussão e ia ficar calado, mas hoje estou-me a sentir “confrontational”... lol

Isto tá tudo maluco? Vocês sabem qual é o preço de operação por hora de um MRTT e quanto custa um litro de pitroil dado por esse menino? Quantas forças aéreas do tamanho da nossa têm esta capacidade orgânica? Até os ingleses tem os deles em leasing e só os usam/contratam quando precisam...  Porque se fazem consórcios? Porque há serviços comerciais como a Omega aos quais se contratam serviços de reabastecimento aéreo? Anda tudo a viajar na maionese, ou quê? Eu estou com o Alves, antes de ter um MRTT orgânico é preciso encontrar petróleo no Beato e tratar do resto das valências da FAP... capacidade de reabastecimento em voo e e transporte estratégico não para quem quer, é para quem pode, e nós não podemos... Qual ameaça estratégica? Marrocos vai atacar o Porto Santo? Russos podem atacar as Lajes? A resposta a ambos os casos é “sim”, mas alguém acha que nessa situação vamos estar sozinhos? Os russos vêem  atacar-nos só porque sim? Se quiserem que nos juntemos a um consórcio europeu/NATO ou contratemos um conjunto fixo de serviço a um operador civil, como a RAF faz, especialmente no transporte estratégico, por mim tudo bem... tudo o resto é sonho...

Ok, podem bater...😁

Cumprimentos
João

bater para quê e porquê ??
disseste o que pensas, nada mais, porque achas que iniciei o tópico com o titulo de : A330 MRTT para a FAP ?

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: JohnM em Julho 14, 2020, 08:24:14 pm
Já agora, só para responder à questão do custo, em 2004 a USAF estimou que o custo de um galão (3.8 litros, não o café... lol) entregue por reabastecimento aéreo aos B-52 custava 14(!!!) vezes mais que o mesmo pitroil carregado no chão... acham que alguma vez vamos ter €€ para isso? 30€ por litro...😜

Cumprimentos
João
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: JohnM em Julho 14, 2020, 08:26:05 pm
Eu até estou a achar piada a esta discussão e ia ficar calado, mas hoje estou-me a sentir “confrontational”... lol

Isto tá tudo maluco? Vocês sabem qual é o preço de operação por hora de um MRTT e quanto custa um litro de pitroil dado por esse menino? Quantas forças aéreas do tamanho da nossa têm esta capacidade orgânica? Até os ingleses tem os deles em leasing e só os usam/contratam quando precisam...  Porque se fazem consórcios? Porque há serviços comerciais como a Omega aos quais se contratam serviços de reabastecimento aéreo? Anda tudo a viajar na maionese, ou quê? Eu estou com o Alves, antes de ter um MRTT orgânico é preciso encontrar petróleo no Beato e tratar do resto das valências da FAP... capacidade de reabastecimento em voo e e transporte estratégico não para quem quer, é para quem pode, e nós não podemos... Qual ameaça estratégica? Marrocos vai atacar o Porto Santo? Russos podem atacar as Lajes? A resposta a ambos os casos é “sim”, mas alguém acha que nessa situação vamos estar sozinhos? Os russos vêem  atacar-nos só porque sim? Se quiserem que nos juntemos a um consórcio europeu/NATO ou contratemos um conjunto fixo de serviço a um operador civil, como a RAF faz, especialmente no transporte estratégico, por mim tudo bem... tudo o resto é sonho...

Ok, podem bater...😁

Cumprimentos
João

bater para quê e porquê ??
disseste o que pensas, nada mais, porque achas que iniciei o tópico com o titulo de : A330 MRTT para a FAP ?

Abraços

É só para espicaçar o pessoal... I’m bored today...😁
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 14, 2020, 11:11:03 pm
E continuam a bater na mesma tecla. Já nem sei se é mesmo ignorância ou falta de vontade de saber. Olham para o MRTT como se fosse um mero avião tanque, o que não é.

Depois querem argumentar como se na FAP estas aeronaves andassem a fazer AAR todos os dias. Anda tudo doido?
Então e se AAR é assim tão caro, para que tencionam possuir esta capacidade no KC-390? Só porque sim?

Já nem me vou dar ao trabalho. Já tomou proporções absurdas, quando uma das aeronaves mais versáteis que poderíamos ter, é vista como um mero avião reabastecedor.

Depois vem o típico argumento de "em caso de ataque, não estamos sozinhos". Pois bem, por essa lógica, vendam os F-16, os P-3, os U-214, as fragatas, e por aí fora. Felizmente somos os únicos na NATO que pensamos assim, os outros, que são burros claro, lá gastam uma pipa de massa nas suas forças armadas, quando podiam fazer como o tuga, e depender de terceiros...

Nós somos um país da NATO com um panorama geográfico único. No entanto continuamos com a mentalidade de sermos uma Bélgica, com um pequeno marzinho e espaço aéreo para controlar.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: NVF em Julho 14, 2020, 11:24:16 pm
Aliás toda esta história da COVID, tal como anteriormente a crise financeira, só vieram demonstrar que os países amigos e aliados estão sempre prontos a ajudar. Em caso de conflito armado nem quero imaginar a "ajuda" que iríamos ter. É só optimistas!
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 14, 2020, 11:55:33 pm
Os checos compraram 100 horas/ano durante 30 anos por 80 milhões. Está bem que a nós não da tanto jeito entrar no negocio da Holanda.

Para quem defende a vinda dos A400M devido ao exemplo do apoio a Moçambique, o MRTT é muito mais indicado para esse tipo de missão.

Mas a não ser que apareça um bom negocio de oportunidade ou fortemente financiado, neste momento existem outra prioridades,
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: JohnM em Julho 15, 2020, 03:20:29 am
E continuam a bat by er na mesma tecla. Já nem sei se é mesmo ignorância ou falta de vontade de saber. Olham para o MRTT como se fosse um mero avião tanque, o que não é.

Depois querem argumentar como se na FAP estas aeronaves andassem a fazer AAR todos os dias. Anda tudo doido?
Então e se AAR é assim tão caro, para que tencionam possuir esta capacidade no KC-390? Só porque sim?

Já nem me vou dar ao trabalho. Já tomou proporções absurdas, quando uma das aeronaves mais versáteis que poderíamos ter, é vista como um mero avião reabastecedor.

Depois vem o típico argumento de "em caso de ataque, não estamos sozinhos". Pois bem, por essa lógica, vendam os F-16, os P-3, os U-214, as fragatas, e por aí fora. Felizmente somos os únicos na NATO que pensamos assim, os outros, que são burros claro, lá gastam uma pipa de massa nas suas forças armadas, quando podiam fazer como o tuga, e depender de terceiros...

Nós somos um país da NATO com um panorama geográfico único. No entanto continuamos com a mentalidade de sermos uma Bélgica, com um pequeno marzinho e espaço aéreo para controlar.

ó dc, essa nem parece sua... A diferença é que esses outros meios que menciona são essenciais, i.e., “must have”, enquanto o MRTT é um “Nice to have” e, ainda por cima, caríssimos de adquirir e operar . Os ingleses pagam-nos a 25000 £/hora, para fazer reabastecimento e transporte estratégico para as Falkland; por comparação, o F-16 custa $8000/hora, ou seja quase 4 vezes menos. Onde é que íamos  ter dinheiro para operar esses bichos? .. dá mais jeito uma fragata,/8 F-16 ou dois MRTT? Porque a questão é essa...

E, sim, o MRTT tem múltiplas valências, mas é principalmente um reabastecedor e continuo a dizer que não precisamos disso para defesa do território e da ZEE, especialmente ao preço que fica operar... lá está, é “Nice to have”, mas é caro para xuxu, como diriam os nossos irmãos de Vera Cruz... por outro lado, se querem transporte estratégico a sério, então adquiram C-17... até ao ano passado havia uns white tails a preço de fábrica... o preço é parecido ($270 milhões para o C-17, enquanto a Austrália deu $300 milhões por cada um dos seus MRTT, além de que o C-17 “só” custa $24000/hora para operar, ou seja, menos 20% que o MRTT)  e é um transporte estratégico incomparavelmente melhor... até leva Leos... para que é que querem algo que não é carne nem peixe e custa os olhos da cara?

Cheers
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Charlie Jaguar em Julho 15, 2020, 11:26:02 am
Os checos compraram 100 horas/ano durante 30 anos por 80 milhões. Está bem que a nós não da tanto jeito entrar no negocio da Holanda.

Para quem defende a vinda dos A400M devido ao exemplo do apoio a Moçambique, o MRTT é muito mais indicado para esse tipo de missão.

Mas a não ser que apareça um bom negocio de oportunidade ou fortemente financiado, neste momento existem outra prioridades,

O importante era também saber se de facto ainda fazemos parte ou não do programa MMF, ou se somos "observadores" ::). Que se saiba apenas a Polónia saiu em 2016, porém com a política de cortar (a torto e) a direito do Aguiar-Branco não me admiraria nada se esse acordo assinado em 2012 fosse hoje letra morta, e conveniente e confortavelmente (e estupidamente) estivéssemos encostados ao KC-390 como pareceu dar a entender um artigo na AFM do início deste ano.

É um aparelho caro - as últimas estimativas apontam para um valor que pode rondar entre os 210 e 280M€/unidade -, mas extremamente necessário no nosso contexto. E mais do que servir para reabastecer F-16, F-35A, etc, etc, é a sua polivalência estratégica a nível de missões militares e civis que pesa bastante no factor relevância; é que para além de se tornar um activo importante no seio da própria NATO, seria sempre um meio vital para activar imediatamente em situações de emergência, sejam elas uma evacuação de cidadãos nacionais de um qualquer país estrangeiro ou o socorro a um desastre natural nos arquipélagos, por exemplo.

Há mais sítios onde gastar uma hipotética verba para a compra de 2 aeronaves? Há, é verdade, mas têm de se começar a elencar prioridades e sobretudo identificar as graves lacunas existentes. É que neste momento nem já há o Bérrio para fazer de navio de evacuação, pelo que uma vez mais na eventualidade de um imprevisto grave teremos de ou abrir os cordões à bolsa e alugar meios privados, ou estender a mão para amigos e aliados nos fazerem de novo o favor de ajudar. E isto é algo que já farta quando, com vontade, existem soluções que saltam à vista.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 15, 2020, 12:57:26 pm
E continuam a bat by er na mesma tecla. Já nem sei se é mesmo ignorância ou falta de vontade de saber. Olham para o MRTT como se fosse um mero avião tanque, o que não é.

Depois querem argumentar como se na FAP estas aeronaves andassem a fazer AAR todos os dias. Anda tudo doido?
Então e se AAR é assim tão caro, para que tencionam possuir esta capacidade no KC-390? Só porque sim?

Já nem me vou dar ao trabalho. Já tomou proporções absurdas, quando uma das aeronaves mais versáteis que poderíamos ter, é vista como um mero avião reabastecedor.

Depois vem o típico argumento de "em caso de ataque, não estamos sozinhos". Pois bem, por essa lógica, vendam os F-16, os P-3, os U-214, as fragatas, e por aí fora. Felizmente somos os únicos na NATO que pensamos assim, os outros, que são burros claro, lá gastam uma pipa de massa nas suas forças armadas, quando podiam fazer como o tuga, e depender de terceiros...

Nós somos um país da NATO com um panorama geográfico único. No entanto continuamos com a mentalidade de sermos uma Bélgica, com um pequeno marzinho e espaço aéreo para controlar.

ó dc, essa nem parece sua... A diferença é que esses outros meios que menciona são essenciais, i.e., “must have”, enquanto o MRTT é um “Nice to have” e, ainda por cima, caríssimos de adquirir e operar . Os ingleses pagam-nos a 25000 £/hora, para fazer reabastecimento e transporte estratégico para as Falkland; por comparação, o F-16 custa $8000/hora, ou seja quase 4 vezes menos. Onde é que íamos  ter dinheiro para operar esses bichos? .. dá mais jeito uma fragata,/8 F-16 ou dois MRTT? Porque a questão é essa...

E, sim, o MRTT tem múltiplas valências, mas é principalmente um reabastecedor e continuo a dizer que não precisamos disso para defesa do território e da ZEE, especialmente ao preço que fica operar... lá está, é “Nice to have”, mas é caro para xuxu, como diriam os nossos irmãos de Vera Cruz... por outro lado, se querem transporte estratégico a sério, então adquiram C-17... até ao ano passado havia uns white tails a preço de fábrica... o preço é parecido ($270 milhões para o C-17, enquanto a Austrália deu $300 milhões por cada um dos seus MRTT, além de que o C-17 “só” custa $24000/hora para operar, ou seja, menos 20% que o MRTT)  e é um transporte estratégico incomparavelmente melhor... até leva Leos... para que é que querem algo que não é carne nem peixe e custa os olhos da cara?

Cheers

Porque é que o MRTT é principalmente um reabastecedor e o KC-390 não é?

Onde fazes essa distinção?
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 15, 2020, 01:36:55 pm
E continuam a bat by er na mesma tecla. Já nem sei se é mesmo ignorância ou falta de vontade de saber. Olham para o MRTT como se fosse um mero avião tanque, o que não é.

Depois querem argumentar como se na FAP estas aeronaves andassem a fazer AAR todos os dias. Anda tudo doido?
Então e se AAR é assim tão caro, para que tencionam possuir esta capacidade no KC-390? Só porque sim?

Já nem me vou dar ao trabalho. Já tomou proporções absurdas, quando uma das aeronaves mais versáteis que poderíamos ter, é vista como um mero avião reabastecedor.

Depois vem o típico argumento de "em caso de ataque, não estamos sozinhos". Pois bem, por essa lógica, vendam os F-16, os P-3, os U-214, as fragatas, e por aí fora. Felizmente somos os únicos na NATO que pensamos assim, os outros, que são burros claro, lá gastam uma pipa de massa nas suas forças armadas, quando podiam fazer como o tuga, e depender de terceiros...

Nós somos um país da NATO com um panorama geográfico único. No entanto continuamos com a mentalidade de sermos uma Bélgica, com um pequeno marzinho e espaço aéreo para controlar.

ó dc, essa nem parece sua... A diferença é que esses outros meios que menciona são essenciais, i.e., “must have”, enquanto o MRTT é um “Nice to have” e, ainda por cima, caríssimos de adquirir e operar . Os ingleses pagam-nos a 25000 £/hora, para fazer reabastecimento e transporte estratégico para as Falkland; por comparação, o F-16 custa $8000/hora, ou seja quase 4 vezes menos. Onde é que íamos  ter dinheiro para operar esses bichos? .. dá mais jeito uma fragata,/8 F-16 ou dois MRTT? Porque a questão é essa...

E, sim, o MRTT tem múltiplas valências, mas é principalmente um reabastecedor e continuo a dizer que não precisamos disso para defesa do território e da ZEE, especialmente ao preço que fica operar... lá está, é “Nice to have”, mas é caro para xuxu, como diriam os nossos irmãos de Vera Cruz... por outro lado, se querem transporte estratégico a sério, então adquiram C-17... até ao ano passado havia uns white tails a preço de fábrica... o preço é parecido ($270 milhões para o C-17, enquanto a Austrália deu $300 milhões por cada um dos seus MRTT, além de que o C-17 “só” custa $24000/hora para operar, ou seja, menos 20% que o MRTT)  e é um transporte estratégico incomparavelmente melhor... até leva Leos... para que é que querem algo que não é carne nem peixe e custa os olhos da cara?

Cheers

Não, a questão não é essa. O problema é que se está a colocar a opção MRTT, como quem tem que abdicar de outro equipamento para os ter. Como se para ter a perna esquerda, eu tivesse que abdicar da direita, ou vice-versa.

De todos os investimentos que menciona, a LPM não prevê nem substituição/novo upgrade dos F-16, nem fragatas novas. Prevê sim esbanjar um monte de dinheiro em 5 KC-390 mono-missão, apesar de nos tentarem vender a ideia que o KC faz muito mais que o C-130 já fazia. A realidade é esta, ao custo de 100-120 milhões unidade, é uma compra de país rico, e com os 200/240 milhões dos dois últimos KC, pagavas praticamente um MRTT. Não esquecer que estamos aqui a falar na conversão de dois A330 civis em MRTT.

Aliás, eu propunha que se analise a seguinte ideia. Com a reestruturação da TAP, quantos A330 em regime de Leasing a empresa deixará de operar, aviões estes que, dado o estado do sector, dificilmente terão outro contrato de leasing à sua espera, portanto ficarão parados. Será que por um preço aceitável, não conseguíamos 2 destas aeronaves, e depois converter? É que todas as partes envolvidas ganham. Ganha Portugal (capacidade estratégica militar e civil), ganha a Airbus (novo cliente e manutenção de postos de trabalho), a UE (circulação de dinheiro num sector afectado pelo COVID) e a NATO (reforço de capacidade estratégica de um membro). Com tanta vantagem para tanta gente, nem ficava surpreendido se houvesse financiamento da UE/NATO para avançar com esta ideia.

Os custos de h/voo do C-17 vs o MRTT, cheiram-me um pouco a esturro. Mas sou eu a ser céptico. Facto é que, se o C-17 é assim tão "barato", não teria compensado desde logo ter 3 destes em vez dos originais 6 C-130 ou futuros 5 KC?

Concordo que há prioridades, mas eu estou a falar do ponto de vista estratégico. E todos os outros temas já forma mais que debatidos, o caso dos caças, chegou-se uma mão cheia de alternativas, apenas uma financeiramente viável de executar nesta década, substituição das VdG idem. A LPM actual precisa de ser urgentemente renovada, 4200 milhões dá para muito mais do que o que está planeado, se as coisas forem bem feitas.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Julho 15, 2020, 09:43:24 pm
Recordo que em 2003, foram propostos 2 C-17 mais o MLU a 6 C-130H, esta via a ser seguida, estávamos agora noutro patamar.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 15, 2020, 10:21:28 pm
Provavelmente não quiseram os C-17 devido aos custos.  ::)

Mas hoje nem precisávamos de 8 aeronaves de transporte táctico/estratégico. Algo como 12/15 C-295, 2/3 C-17 e 2 MRTT e era um sonho.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Julho 15, 2020, 10:23:32 pm
Provavelmente não quiseram os C-17 devido aos custos.  ::)

Mas hoje nem precisávamos de 8 aeronaves de transporte táctico/estratégico. Algo como 12/15 C-295, 2/3 C-17 e 2 MRTT e era um sonho.

Não sei. na altura era a LM que "lobbie" mandava, e estava-se na onda dos C-130J, tendo o Exército rejeitado o A-400M, devido a "não capacidade" de lançamento de paras, isto claro em 2003.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 15, 2020, 10:31:47 pm
Desculpas para não comprar arranja-se sempre. Entretanto, nem A-400, nem C-130J, nem nada. Andamos a fazer um mini-upgrade aos C-130, e depois atiramo-nos de cabeça a um projecto novo, que só daqui a 3 anos entra o primeiro ao serviço.  ::)

Mas nós queremos é MRTTs agora. c56x1
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: raphael em Julho 15, 2020, 11:03:00 pm
Gosto do vosso positivismo em relação ao meios aéreos...
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: NVF em Julho 15, 2020, 11:57:27 pm
O custo H/V do MRTT, para efeitos desta discussão, passou miraculosamente a exorbitante. Como se a aeronave não fosse baseada numa plataforma comercial, com custos de operação intrinsecamente baixos, quando comparados com aeronaves militares.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 16, 2020, 01:33:45 am
O custo H/V do MRTT, para efeitos desta discussão, passou miraculosamente a exorbitante. Como se a aeronave não fosse baseada numa plataforma comercial, com custos de operação intrinsecamente baixos, quando comparados com aeronaves militares.

Divide a hora de voo por 335 passageiros. :mrgreen:
O aviões militares voam menos logo ficam mais cara a manutenção/hora de voo.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: JohnM em Julho 16, 2020, 02:48:53 am
O custo H/V do MRTT, para efeitos desta discussão, passou miraculosamente a exorbitante. Como se a aeronave não fosse baseada numa plataforma comercial, com custos de operação intrinsecamente baixos, quando comparados com aeronaves militares.
São dados púbicos, passíveis de encontrar na net em 5 minutos... não inventei nada... as duas situações são absolutamente Incomparáveis...
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: JohnM em Julho 16, 2020, 03:00:20 am
E continuam a bat by er na mesma tecla. Já nem sei se é mesmo ignorância ou falta de vontade de saber. Olham para o MRTT como se fosse um mero avião tanque, o que não é.

Depois querem argumentar como se na FAP estas aeronaves andassem a fazer AAR todos os dias. Anda tudo doido?
Então e se AAR é assim tão caro, para que tencionam possuir esta capacidade no KC-390? Só porque sim?

Já nem me vou dar ao trabalho. Já tomou proporções absurdas, quando uma das aeronaves mais versáteis que poderíamos ter, é vista como um mero avião reabastecedor.

Depois vem o típico argumento de "em caso de ataque, não estamos sozinhos". Pois bem, por essa lógica, vendam os F-16, os P-3, os U-214, as fragatas, e por aí fora. Felizmente somos os únicos na NATO que pensamos assim, os outros, que são burros claro, lá gastam uma pipa de massa nas suas forças armadas, quando podiam fazer como o tuga, e depender de terceiros...

Nós somos um país da NATO com um panorama geográfico único. No entanto continuamos com a mentalidade de sermos uma Bélgica, com um pequeno marzinho e espaço aéreo para controlar.

ó dc, essa nem parece sua... A diferença é que esses outros meios que menciona são essenciais, i.e., “must have”, enquanto o MRTT é um “Nice to have” e, ainda por cima, caríssimos de adquirir e operar . Os ingleses pagam-nos a 25000 £/hora, para fazer reabastecimento e transporte estratégico para as Falkland; por comparação, o F-16 custa $8000/hora, ou seja quase 4 vezes menos. Onde é que íamos  ter dinheiro para operar esses bichos? .. dá mais jeito uma fragata,/8 F-16 ou dois MRTT? Porque a questão é essa...

E, sim, o MRTT tem múltiplas valências, mas é principalmente um reabastecedor e continuo a dizer que não precisamos disso para defesa do território e da ZEE, especialmente ao preço que fica operar... lá está, é “Nice to have”, mas é caro para xuxu, como diriam os nossos irmãos de Vera Cruz... por outro lado, se querem transporte estratégico a sério, então adquiram C-17... até ao ano passado havia uns white tails a preço de fábrica... o preço é parecido ($270 milhões para o C-17, enquanto a Austrália deu $300 milhões por cada um dos seus MRTT, além de que o C-17 “só” custa $24000/hora para operar, ou seja, menos 20% que o MRTT)  e é um transporte estratégico incomparavelmente melhor... até leva Leos... para que é que querem algo que não é carne nem peixe e custa os olhos da cara?

Cheers

Não, a questão não é essa. O problema é que se está a colocar a opção MRTT, como quem tem que abdicar de outro equipamento para os ter. Como se para ter a perna esquerda, eu tivesse que abdicar da direita, ou vice-versa.

De todos os investimentos que menciona, a LPM não prevê nem substituição/novo upgrade dos F-16, nem fragatas novas. Prevê sim esbanjar um monte de dinheiro em 5 KC-390 mono-missão, apesar de nos tentarem vender a ideia que o KC faz muito mais que o C-130 já fazia. A realidade é esta, ao custo de 100-120 milhões unidade, é uma compra de país rico, e com os 200/240 milhões dos dois últimos KC, pagavas praticamente um MRTT. Não esquecer que estamos aqui a falar na conversão de dois A330 civis em MRTT.

Aliás, eu propunha que se analise a seguinte ideia. Com a reestruturação da TAP, quantos A330 em regime de Leasing a empresa deixará de operar, aviões estes que, dado o estado do sector, dificilmente terão outro contrato de leasing à sua espera, portanto ficarão parados. Será que por um preço aceitável, não conseguíamos 2 destas aeronaves, e depois converter? É que todas as partes envolvidas ganham. Ganha Portugal (capacidade estratégica militar e civil), ganha a Airbus (novo cliente e manutenção de postos de trabalho), a UE (circulação de dinheiro num sector afectado pelo COVID) e a NATO (reforço de capacidade estratégica de um membro). Com tanta vantagem para tanta gente, nem ficava surpreendido se houvesse financiamento da UE/NATO para avançar com esta ideia.

Os custos de h/voo do C-17 vs o MRTT, cheiram-me um pouco a esturro. Mas sou eu a ser céptico. Facto é que, se o C-17 é assim tão "barato", não teria compensado desde logo ter 3 destes em vez dos originais 6 C-130 ou futuros 5 KC?

Concordo que há prioridades, mas eu estou a falar do ponto de vista estratégico. E todos os outros temas já forma mais que debatidos, o caso dos caças, chegou-se uma mão cheia de alternativas, apenas uma financeiramente viável de executar nesta década, substituição das VdG idem. A LPM actual precisa de ser urgentemente renovada, 4200 milhões dá para muito mais do que o que está planeado, se as coisas forem bem feitas.
A questão não é KC vs MRTT, porque um é transporte/reabastecedor estratégico e outro é táctico, a questão é o custo de aquisição e operação de meios estratégicos orgânicos para umas forças armadas como as nossas e com a (In)disponibilidade financeira que existe. O que eu digo é que fazemos muito melhor juntarmo-nos a consórcios internacionais na questão dos meios estratégicos... apenas isso... quantos países com a dimensão e riqueza do nosso têm meios destes orgânicos? Não são muitos e alguns são partilhados... basta ir ver as listas de utilizadores de C-17, MRTT, A-400, etc.

Quanto à opção táctica, aí sim, podemos discutir o mérito técnico e financeiro das opções, mas não misturemos as águas...

Cheers
João
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: NVF em Julho 16, 2020, 09:12:57 am
O custo H/V do MRTT, para efeitos desta discussão, passou miraculosamente a exorbitante. Como se a aeronave não fosse baseada numa plataforma comercial, com custos de operação intrinsecamente baixos, quando comparados com aeronaves militares.
São dados púbicos, passíveis de encontrar na net em 5 minutos... não inventei nada... as duas situações são absolutamente Incomparáveis...

A renda do leasing de uma aeronave não é o mesmo que custo de H/V. Um inclui depreciação, o outro não.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 16, 2020, 11:06:19 am
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 16, 2020, 01:47:54 pm
E continuam a bat by er na mesma tecla. Já nem sei se é mesmo ignorância ou falta de vontade de saber. Olham para o MRTT como se fosse um mero avião tanque, o que não é.

Depois querem argumentar como se na FAP estas aeronaves andassem a fazer AAR todos os dias. Anda tudo doido?
Então e se AAR é assim tão caro, para que tencionam possuir esta capacidade no KC-390? Só porque sim?

Já nem me vou dar ao trabalho. Já tomou proporções absurdas, quando uma das aeronaves mais versáteis que poderíamos ter, é vista como um mero avião reabastecedor.

Depois vem o típico argumento de "em caso de ataque, não estamos sozinhos". Pois bem, por essa lógica, vendam os F-16, os P-3, os U-214, as fragatas, e por aí fora. Felizmente somos os únicos na NATO que pensamos assim, os outros, que são burros claro, lá gastam uma pipa de massa nas suas forças armadas, quando podiam fazer como o tuga, e depender de terceiros...

Nós somos um país da NATO com um panorama geográfico único. No entanto continuamos com a mentalidade de sermos uma Bélgica, com um pequeno marzinho e espaço aéreo para controlar.

ó dc, essa nem parece sua... A diferença é que esses outros meios que menciona são essenciais, i.e., “must have”, enquanto o MRTT é um “Nice to have” e, ainda por cima, caríssimos de adquirir e operar . Os ingleses pagam-nos a 25000 £/hora, para fazer reabastecimento e transporte estratégico para as Falkland; por comparação, o F-16 custa $8000/hora, ou seja quase 4 vezes menos. Onde é que íamos  ter dinheiro para operar esses bichos? .. dá mais jeito uma fragata,/8 F-16 ou dois MRTT? Porque a questão é essa...

E, sim, o MRTT tem múltiplas valências, mas é principalmente um reabastecedor e continuo a dizer que não precisamos disso para defesa do território e da ZEE, especialmente ao preço que fica operar... lá está, é “Nice to have”, mas é caro para xuxu, como diriam os nossos irmãos de Vera Cruz... por outro lado, se querem transporte estratégico a sério, então adquiram C-17... até ao ano passado havia uns white tails a preço de fábrica... o preço é parecido ($270 milhões para o C-17, enquanto a Austrália deu $300 milhões por cada um dos seus MRTT, além de que o C-17 “só” custa $24000/hora para operar, ou seja, menos 20% que o MRTT)  e é um transporte estratégico incomparavelmente melhor... até leva Leos... para que é que querem algo que não é carne nem peixe e custa os olhos da cara?

Cheers

Não, a questão não é essa. O problema é que se está a colocar a opção MRTT, como quem tem que abdicar de outro equipamento para os ter. Como se para ter a perna esquerda, eu tivesse que abdicar da direita, ou vice-versa.

De todos os investimentos que menciona, a LPM não prevê nem substituição/novo upgrade dos F-16, nem fragatas novas. Prevê sim esbanjar um monte de dinheiro em 5 KC-390 mono-missão, apesar de nos tentarem vender a ideia que o KC faz muito mais que o C-130 já fazia. A realidade é esta, ao custo de 100-120 milhões unidade, é uma compra de país rico, e com os 200/240 milhões dos dois últimos KC, pagavas praticamente um MRTT. Não esquecer que estamos aqui a falar na conversão de dois A330 civis em MRTT.

Aliás, eu propunha que se analise a seguinte ideia. Com a reestruturação da TAP, quantos A330 em regime de Leasing a empresa deixará de operar, aviões estes que, dado o estado do sector, dificilmente terão outro contrato de leasing à sua espera, portanto ficarão parados. Será que por um preço aceitável, não conseguíamos 2 destas aeronaves, e depois converter? É que todas as partes envolvidas ganham. Ganha Portugal (capacidade estratégica militar e civil), ganha a Airbus (novo cliente e manutenção de postos de trabalho), a UE (circulação de dinheiro num sector afectado pelo COVID) e a NATO (reforço de capacidade estratégica de um membro). Com tanta vantagem para tanta gente, nem ficava surpreendido se houvesse financiamento da UE/NATO para avançar com esta ideia.

Os custos de h/voo do C-17 vs o MRTT, cheiram-me um pouco a esturro. Mas sou eu a ser céptico. Facto é que, se o C-17 é assim tão "barato", não teria compensado desde logo ter 3 destes em vez dos originais 6 C-130 ou futuros 5 KC?

Concordo que há prioridades, mas eu estou a falar do ponto de vista estratégico. E todos os outros temas já forma mais que debatidos, o caso dos caças, chegou-se uma mão cheia de alternativas, apenas uma financeiramente viável de executar nesta década, substituição das VdG idem. A LPM actual precisa de ser urgentemente renovada, 4200 milhões dá para muito mais do que o que está planeado, se as coisas forem bem feitas.
A questão não é KC vs MRTT, porque um é transporte/reabastecedor estratégico e outro é táctico, a questão é o custo de aquisição e operação de meios estratégicos orgânicos para umas forças armadas como as nossas e com a (In)disponibilidade financeira que existe. O que eu digo é que fazemos muito melhor juntarmo-nos a consórcios internacionais na questão dos meios estratégicos... apenas isso... quantos países com a dimensão e riqueza do nosso têm meios destes orgânicos? Não são muitos e alguns são partilhados... basta ir ver as listas de utilizadores de C-17, MRTT, A-400, etc.

Quanto à opção táctica, aí sim, podemos discutir o mérito técnico e financeiro das opções, mas não misturemos as águas...

Cheers
João

Quem está a comparar o KC com o MRTT é quem diz que o MRTT, o KC e o C-130 fazem o mesmo. De resto, só mesmo que era preferível ter só 3 KC e depois adquirir 2 MRTT, do que ficar com 5 KC, que metade da frota vai ficar parada por falta de missões em que sejam necessárias estas aeronaves em concreto. Basta ver quantas vezes pedimos a privados para transportar militares ou evacuar civis, e carga em aviões de transporte estratégico.

Podíamos fazer parte dos tais consórcios, tanto para os MRTT como aeronaves de transporte estratégico. Mas existe um problema, se não contribuímos com nada, uma aeronave pelo menos, alguma vez seríamos uma prioridade para receber apoio destas aeronaves caso a haja um conflito ou catástrofe? Claro que não. Se comprassemos os tais MRTT, podíamos fazer parte do dito consórcio, e em vez de ser como "mirone" ou pedinte, era como fornecedor de serviços.
Agora estar dentro dos dois consórcios como pedinte, é que é absurdo, ao menos que dessemos alguma contribuição reforçando o número de aeronaves.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Charlie Jaguar em Julho 17, 2020, 10:35:54 am
A USAF está a começar a despachar os KC-10 Extender.

Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 17, 2020, 11:09:52 am
A USAF está a começar a despachar os KC-10 Extender.


CG, se as HV dos A330, fossem as que aqui mencionaram, cerca de 24.000 USd, e que seriam proibitivas para uma nação como a nossa, as destes DC10, militares, seriam bem mais do dobro,  logo completamente fora de questão a sua aquisição.
Estas três turbinas consomem fuel, em quantidades bem superiores ás dos 330MRTT !!!

anexo, umas tabelas de 2014 e 2015, com os operating costs de alguns modelos de acft, e, como se pode constatar, os OC dos 330, estão entre os 8.800 e os 9.800 USd.

os 24.000 USd mencionados, apenas são atingidos pelo B747, sendo excedidos pelos 380, eu disse 380 e não 390, NVF !!!! :mrgreen: ;)

https://www.opshots.net/2015/04/aircraft-operating-series-aircraft-operating-expenses/

April 5, 2015 by Cole Goldberg

A 737 of Travel Service Airlines taking off from Budapest in 2012. –Photo: Sándor Dömötör – OPShots Contributor//

Would you believe that over 102,000 commercial passenger flights circle over our heads every day? These planes alone cost somewhere between $70 million and $404 million dollars, and are operated by just a handful of airlines. Following its merger with US Airways, American Airlines and its regional affiliates operate the world’s largest fleet of aircraft, with 1,789 planes, followed by Delta Air Lines with 1,330, United Airlines with 1,229, Southwest Airlines with 720, and FedEx Express with 688. Each aircraft type has its own average operating expense, which varies based on flight conditions. To cover these costs, airlines must carry a certain number of passengers on each flight (Read more: Break Even Load Factor).

The cost of operating a commercial aircraft can be broken down into two main categories: airborne cost and ground cost. The airborne costs are the actual costs of flying the aircraft; the ground costs are the cost of the airframe, engine maintenance, as well as airport and hangar expenses. Both are typically measured hourly and are broken down per mile. The cost per seat mile is the cost of flying one passenger one mile and is used to measure operating costs. The average cost per seat mile is around 7 to 8 cents for low cost carriers and 11 to 12 cents for network carriers.

Labor and fuel are the largest expenses, accounting for about 12% of the total cost. On average, a pilot’s salary begins at $36,000 and caps around $196,000. The average fuel consumption per 100 kilometers is 3.035 liters (78.5 mpg) for turbo props, 3.126 liters (76.3 mpg) for regional jets, 2.405 liters (100.5 mpg) for short haul, 2.74 liters (86.8 mpg) for medium haul, and 2.959 (80.84 mpg) liters for long haul.

The 50 seat Bombardier Dash 8-300 costs around $1,564 per hour, less per seat than the 42 seat ATR 42, which costs around $1,552 per hour. The 72 seat ATR 72 costs around $2,247 per hour. All three aircraft cost less to operate per hour than the 50 seat Embraer ERJ 145, which costs around $3,503 per hour. The ERJ-145 may offer economic advantages for an airline with a faster cruise speed up to 180 miles per hour more and a range 500 miles longer than other aircraft of this category.

The CS300 costs around $3,100 per hour, the 737-700 costs around $2,900 per hour, the A320 costs around $3,200 per hour, while the Boeing 757 costs around $8,383.15 per hour.
With limited data on the dual engine widebodies, it appears that the Boeing 767 costs around $9,130 per hour to operate, the 777 costs around $7,380 per hour, and the Airbus A330 costs around $7,900 per hour.

More engines lead to higher prices. The average airborne operating cost of a Boeing 747-400 is between $24,000 and $27,000 per hour, around $39.08 to $43.97 per mile, using approximately $15,374 in fuel per hour. In perspective, according to a new Congressional Research Service report, Air Force One, a 747-200B (VC-25A) costs $179,750 per hour to operate. The Airbus A340-200 costs $14,000 per hour, while the larger A340-400 costs $21,000 per hour. The Airbus A380, the largest passenger jet, costs between $26,000 and $29,000 per hour, using roughly $17,467 of fuel, approximately $40.19 to $44.82 per mile. The engines on these aircraft account for 5% of the operating expenses. According to Airbus, a 475-seat A340 has an overall monthly cost advantage over the in comparison to the 747-400 of $557,000. However, even with the higher cost per seat mile, the 747-8’s cost per trip is just 12% lower than the A380’s, while the cost per seat is 9% higher.

https://www.planestats.com/bhsw_2014sep

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 17, 2020, 01:42:04 pm
Fico curioso é para saber como a versão MRTT atinge o suposto valor de 24000 por h/voo.  ::)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: raphael em Julho 17, 2020, 01:44:10 pm
Fico curioso é para saber como a versão MRTT atinge o suposto valor de 24000 por h/voo.  ::)

Nós mal temos orçamento para sustentar as atuais frotas quanto mais aumentar esse número...escusado será dizer que o tudo o que é horas gastas em medevac...ficam no limbo em termos de pagamento para não falar nos transportes vip.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 17, 2020, 01:49:24 pm
Fico curioso é para saber como a versão MRTT atinge o suposto valor de 24000 por h/voo.  ::)

A britânica custa o esse valor porque é alugada a uma empresa privada. Tem que pagar a parte do aluguer.

Como num avião de uma companhia aérea tens de adicionar o valor do leasing.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 17, 2020, 01:52:21 pm
Fico curioso é para saber como a versão MRTT atinge o suposto valor de 24000 por h/voo.  ::)

A britânica custa o esse valor porque é alugada a uma empresa privada. Tem que pagar a parte do aluguer.

Como num avião de uma companhia aérea tens de adicionar o valor do leasing.

Meu caro não tem nada a ver com o aluguer/leasing.
Na aviação esse tipo de operação de fretamento chama-se ACMI, nada tem a ver com o leasing da aeronave.



Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 17, 2020, 01:53:49 pm
Fico curioso é para saber como a versão MRTT atinge o suposto valor de 24000 por h/voo.  ::)

Não atinge esse valor, coisa nenhuma.
Nem nada que se aproxime.

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 17, 2020, 01:58:18 pm
Fico curioso é para saber como a versão MRTT atinge o suposto valor de 24000 por h/voo.  ::)

A britânica custa o esse valor porque é alugada a uma empresa privada. Tem que pagar a parte do aluguer.

Como num avião de uma companhia aérea tens de adicionar o valor do leasing.

Negativo, nao adicionas o valor do leasing coisa nenhuna !!!

Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 17, 2020, 02:12:17 pm
Fico curioso é para saber como a versão MRTT atinge o suposto valor de 24000 por h/voo.  ::)

A britânica custa o esse valor porque é alugada a uma empresa privada. Tem que pagar a parte do aluguer.

Como num avião de uma companhia aérea tens de adicionar o valor do leasing.

Negativo, nao adicionas o valor do leasing coisa nenhuna !!!

O MRTT britânico é um serviço:
Citar
The annual cost of the service, including military personnel costs is around £450 million for a delivery of 18,000 flying hours a rate of approximately £25,000 per hour.

No calculo da hora de voo até despesas com mecânicos, taxas de aeroporto, etc... entra. A não ser que sejam da Saab e só interessa o combustível.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 17, 2020, 03:47:32 pm
Fico curioso é para saber como a versão MRTT atinge o suposto valor de 24000 por h/voo.  ::)

Nós mal temos orçamento para sustentar as atuais frotas quanto mais aumentar esse número...escusado será dizer que o tudo o que é horas gastas em medevac...ficam no limbo em termos de pagamento para não falar nos transportes vip.

Estritamente falando em número de aeronaves, se em vez de 5 KC-390 ficássemos com 3 mais os 2 MRTT, o número de aeronaves é o mesmo em ambos os cenários. Tens a desvantagem de ser um modelo diferente, é certo, mas em muitos casos deixas de ter despesas com alugueres, já que passamos a ter uma aeronave que faz N missões que até agora pedíamos a privados. Passando a fazer parte da frota europeia de MRTTs, também podes pô-los a "render", fazendo serviços para outros.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 17, 2020, 04:48:03 pm
Fico curioso é para saber como a versão MRTT atinge o suposto valor de 24000 por h/voo.  ::)

A britânica custa o esse valor porque é alugada a uma empresa privada. Tem que pagar a parte do aluguer.

Como num avião de uma companhia aérea tens de adicionar o valor do leasing.

Negativo, nao adicionas o valor do leasing coisa nenhuna !!!

O MRTT britânico é um serviço:
Citar
The annual cost of the service, including military personnel costs is around £450 million for a delivery of 18,000 flying hours a rate of approximately £25,000 per hour.

No calculo da hora de voo até despesas com mecânicos, taxas de aeroporto, etc... entra. A não ser que sejam da Saab e só interessa o combustível.

é um ACMI, nada tem a ver com os custos HV, puros e duros !!!

Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Julho 19, 2020, 11:39:21 pm
E este ?


(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/5f/Airbus_A310-304%28MRTT%29%2C_Germany_-_Air_Force_JP7415094.jpg)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 20, 2020, 01:39:06 am
Esse não vem equipado para abastecer os F-16.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 20, 2020, 05:50:25 am
E este ?


(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/5f/Airbus_A310-304%28MRTT%29%2C_Germany_-_Air_Force_JP7415094.jpg)

É uma aeronave muito superior em tudo ao 390, mas como só tem um sistema AAR incorporado, logo para Portugal não serve, mas o 390 já serve  :N-icon-Axe:

Abr
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Julho 20, 2020, 09:13:32 am
Esse não vem equipado para abastecer os F-16.

Errado, vi um em Monte Real com  o "boom" extendido, A-310 da Luftwaffe.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Charlie Jaguar em Julho 20, 2020, 10:36:47 am
Esse não vem equipado para abastecer os F-16.

Errado, vi um em Monte Real com  o "boom" extendido, A-310 da Luftwaffe.

Viste o demonstrador da Airbus, o mesmo que executou no início deste ano o primeiro reabastecimento aéreo completamente automático com recurso aos nossos F-16. Os da Luftwaffe não têm boom, só pods hose & drogue nas pontas das asas.  ;)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 20, 2020, 11:05:39 am
Esse não vem equipado para abastecer os F-16.

Errado, vi um em Monte Real com  o "boom" extendido, A-310 da Luftwaffe.

Viste o demonstrador da Airbus, o mesmo que executou no início deste ano o primeiro reabastecimento aéreo completamente automático com recurso aos nossos F-16. Os da Luftwaffe não têm boom, só pode hose & drogue nas pontas das asas.  ;)

na realidade assim é, os três dez da Luftwaffe, não tem a lança.

Cá está uma foto do demonstrador
(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/AhcLqE.jpg) (https://imageshack.com/i/poAhcLqEj)

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Charlie Jaguar em Julho 20, 2020, 11:55:50 am
Até só tem mesmo a boom instalada, sem pods nas asas.

A310 MRTT, matrícula civil espanhola EC-HLA
(https://live.staticflickr.com/5804/20725761424_1bde18abbe_b.jpg)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 20, 2020, 12:39:56 pm
Pois sem o Boom não serve de grande coisa. Quer dizer, serve, mas limita a capacidade de reabastecimento tal e qual o KC. Com Boom já é outra conversa, especialmente se for uma alternativa mais barata ao A-330 MRTT.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: NVF em Julho 20, 2020, 01:07:25 pm
Pode ser que a Airbus seja boazinha e nos ofereça o demonstrador, como pagamento pela ajuda tuga.  :mrgreen:
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 20, 2020, 01:49:38 pm
A ajuda tuga devia era ser descontada na conversão de dois A-330 civis para MRTT.  :mrgreen:
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 21, 2020, 01:26:00 pm
Citar
NATO MMU cleared to begin training ops

NATO has been cleared to begin training operations on its first recently received Airbus A330 Multi-Role Tanker Transport (MRTT) aircraft, the Multinational Multirole Tanker Transport Unit (MMU) announced on 20 July.
(https://external-content.duckduckgo.com/iu/?u=https%3A%2F%2Fwww.janes.com%2Fimages%2Fdefault-source%2Fnews-images%2Ffg_3265436-jdw-7022.jpg%3Fsfvrsn%3Dd72e1979_2&f=1&nofb=1)

 8)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: mafets em Julho 21, 2020, 02:17:55 pm
Os Tornado e Typhoon servem-se com os Pods...  :-P ;)

(https://i.pinimg.com/originals/c9/b5/58/c9b558fb15188bf1ced714f12705e66e.jpg)

(https://c8.alamy.com/comp/FWT9EB/german-air-force-luftwaffe-airbus-a310-304-mrtt-multi-role-tanker-FWT9EB.jpg)

E ainda ajudam com uma perninha os amigos...  :mrgreen: :mrgreen:

(https://i.pinimg.com/originals/a2/c3/51/a2c351cafa8556dde26c9e13edff793a.jpg)

(https://eatc-mil.com/uploads/news/310%20with%20three%20rafale.jpg)

Cumprimentos

Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 21, 2020, 03:02:32 pm
Mas nós não temos Typhoon nem Tornados, o Flying Boom é mais útil para nós actualmente.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Stalker79 em Julho 21, 2020, 03:06:25 pm
Pergunta estupida. Quanto possivelmente custaria o retrofit da boom nos A310 alemães caso eles se quisessem livrar deles!?
 :-P
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 21, 2020, 04:06:09 pm
Pode ser que a Airbus seja boazinha e nos ofereça o demonstrador, como pagamento pela ajuda tuga.  :mrgreen:

ora aí está uma excelente proposta a fazer á Airbus, pelo nosso MDN !! :bang:

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Julho 21, 2020, 04:13:34 pm
Pergunta estupida. Quanto possivelmente custaria o retrofit da boom nos A310 alemães caso eles se quisessem livrar deles!?
 :-P

barato, segundo um camarada meu da FAP, aí uns 20/25 milhões/modificação, coisa pouca, para dois basta alienar 1/2 Ka-Cê, e está feito, ficavamos  bem melhor servidos.

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 21, 2020, 04:20:04 pm
Pode ser que a Airbus seja boazinha e nos ofereça o demonstrador, como pagamento pela ajuda tuga.  :mrgreen:

ora aí está uma excelente proposta a fazer á Airbus, pelo nosso MDN !! :bang:

Abraços

O problema é que a Airbus tem uso para eles. :-P
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 21, 2020, 05:01:34 pm
Pergunta estupida. Quanto possivelmente custaria o retrofit da boom nos A310 alemães caso eles se quisessem livrar deles!?
 :-P

barato, segundo um camarada meu da FAP, aí uns 20/25 milhões/modificação, coisa pouca, para dois basta alienar 1/2 Ka-Cê, e está feito, ficavamos  bem melhor servidos.

Abraços

Se for só isso, até que não seria mau negócio.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 29, 2020, 08:04:55 pm
Parece que os ingleses estão a tentar vender dois Voyager KC2.

(https://external-content.duckduckgo.com/iu/?u=http%3A%2F%2Fimgproc.airliners.net%2Fphotos%2Fairliners%2F1%2F8%2F3%2F2096381.jpg%3Fv%3Dv40&f=1&nofb=1)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Stalker79 em Julho 29, 2020, 09:08:52 pm
Parece que os ingleses estão a tentar vender dois Voyager KC2.

(https://external-content.duckduckgo.com/iu/?u=http%3A%2F%2Fimgproc.airliners.net%2Fphotos%2Fairliners%2F1%2F8%2F3%2F2096381.jpg%3Fv%3Dv40&f=1&nofb=1)


"There are two versions, designated Voyager KC2 and Voyager KC3; the former is fitted with two Cobham 905E under-wing refuelling pods, the latter with a Cobham 805E Fuselage Refuelling Unit (FRU) in addition to the under-wing pods; none are fitted with the Aerial Refuelling Boom System (ARBS)."
 :-P
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Julho 29, 2020, 09:20:31 pm
Parece que os ingleses estão a tentar vender dois Voyager KC2.

(https://external-content.duckduckgo.com/iu/?u=http%3A%2F%2Fimgproc.airliners.net%2Fphotos%2Fairliners%2F1%2F8%2F3%2F2096381.jpg%3Fv%3Dv40&f=1&nofb=1)


"There are two versions, designated Voyager KC2 and Voyager KC3; the former is fitted with two Cobham 905E under-wing refuelling pods, the latter with a Cobham 805E Fuselage Refuelling Unit (FRU) in addition to the under-wing pods; none are fitted with the Aerial Refuelling Boom System (ARBS)."
 :-P

Estão a tentar vender no mercado sul americano. Pode ser que esteja barato. ;)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Julho 29, 2020, 09:23:52 pm
Mas sem Boom não nos servem de grande coisa enquanto reabastecedor.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Stalker79 em Julho 29, 2020, 10:47:37 pm
Mas sem Boom não nos servem de grande coisa enquanto reabastecedor.


O que o Baron disse só fazia sentido se fazer o retrofit da Boom ficasse pelo valor que o Tenente já tinha referido.
20/25 milhões a unidade.
 :-P
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 02, 2020, 11:53:21 am
Olha-se aqui para o lado e uma pessoa entra em depressão...  :(

Citar
Ontem (sexta-feira), após a reunião entre o PM @sanchezcasrejon, a ministra da Defesa @Defensagob e o CEO da @Airbus @GuillaumeFaury, uma série de iniciativas foi anunciada para relançar o setor aeroespacial e preservar empregos e capacidades tecnológicas e industriais de #España.

1- A transformação de 3 #A330MRTT na fábrica de @AirbusDefence do #Getafe#Madrid Como os de @RoyalAirForce, @Armee_de_lair, etc. Eles vêm substituir todos os 3 @Boeing 707 de transporte que foram abatidos em 2017 e provavelmente voarão no #Grupo47 da base #Torrejón

2- A compra de 4 C-295 Persuader como os que já opera @FACh_Chile e @fap_emfa, fabricado por @AirbusDefence no #Sevilla. Eles substituirão os 8 CN-235 VIGMA e os 3 P-3 em serviço, pelo que serão imprescindíveis mais 8 unidades. Eles provavelmente vão voar com a #Ala48#Getafe#Madrid

3- Um programa conjunto entre o Ministério da Defesa @Defensagob e o Ministério do Interior @interiorgob para a aquisição de 36 #helicópteros H135, fabricado por @AirbusHeli no #Albacete. O @EjercitoAire precisa deles para a sua Ala78 Armilla/Granada onde treina os pilotos de @EjercitoTierra, @Armada_esp e @guardiacivil. Isso, juntamente com #ProgramaHalcón para a substituição dos F-18 nas Canárias por 20 Eurofighter, o abate dos C-130 da Ala31 substituídos por 8 A400M e a entrada em serviço do Predator B e NH90 Lobo neste ano de 2020, prometem um bom futuro para o nosso @EjercitoAire.

https://twitter.com/AviacionMilEsp/status/1289088462507909122

E ainda faltou mencionar os 24 PC-21...  :domador:

Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Agosto 02, 2020, 02:09:43 pm
Olha-se aqui para o lado e uma pessoa entra em depressão...  :(

Citar
Ontem (sexta-feira), após a reunião entre o PM @sanchezcasrejon, a ministra da Defesa @Defensagob e o CEO da @Airbus @GuillaumeFaury, uma série de iniciativas foi anunciada para relançar o setor aeroespacial e preservar empregos e capacidades tecnológicas e industriais de #España.

1- A transformação de 3 #A330MRTT na fábrica de @AirbusDefence do #Getafe#Madrid Como os de @RoyalAirForce, @Armee_de_lair, etc. Eles vêm substituir todos os 3 @Boeing 707 de transporte que foram abatidos em 2017 e provavelmente voarão no #Grupo47 da base #Torrejón

2- A compra de 4 C-295 Persuader como os que já opera @FACh_Chile e @fap_emfa, fabricado por @AirbusDefence no #Sevilla. Eles substituirão os 8 CN-235 VIGMA e os 3 P-3 em serviço, pelo que serão imprescindíveis mais 8 unidades. Eles provavelmente vão voar com a #Ala48#Getafe#Madrid

3- Um programa conjunto entre o Ministério da Defesa @Defensagob e o Ministério do Interior @interiorgob para a aquisição de 36 #helicópteros H135, fabricado por @AirbusHeli no #Albacete. O @EjercitoAire precisa deles para a sua Ala78 Armilla/Granada onde treina os pilotos de @EjercitoTierra, @Armada_esp e @guardiacivil. Isso, juntamente com #ProgramaHalcón para a substituição dos F-18 nas Canárias por 20 Eurofighter, o abate dos C-130 da Ala31 substituídos por 8 A400M e a entrada em serviço do Predator B e NH90 Lobo neste ano de 2020, prometem um bom futuro para o nosso @EjercitoAire.

https://twitter.com/AviacionMilEsp/status/1289088462507909122

E ainda faltou mencionar os 24 PC-21...  :domador:

Tenho "mixed feelings" em relação a isso.

Positivo:
-Alguém aprendeu com o Covid e vai adquirir os A330MRTT, pode ser que cá se aprenda. E com 2 nossos já dava para fazer aqui no sul um consorcio como o que existe no norte da Europa.
-Constatação que os nosso C-295 são realmente MPA. :-P

Negativo:
- A Espanha vai substituir P-3 por C-295, espero que cá esse vírus não chegue.

De resto a grande novidade é a escolha dos Eurofighter para substituir os F-18. Juntamente com as compras da Alemanha, o Eurofighter ganhou mais uns anos de desenvolvimento.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 02, 2020, 07:29:02 pm
Positivo:
-Alguém aprendeu com o Covid e vai adquirir os A330MRTT, pode ser que cá se aprenda. E com 2 nossos já dava para fazer aqui no sul um consorcio como o que existe no norte da Europa.
-Constatação que os nosso C-295 são realmente MPA. :-P

Quanto ao A330MRTT nada a dizer; em relação aos Persuader, os nossos são tão MPA quanto são os C-105 SAR da Força Aérea Brasileira. ;)

(https://www.infodefensa.com/archivo/images/sar.jpg)


Negativo:
- A Espanha vai substituir P-3 por C-295, espero que cá esse vírus não chegue.

De resto a grande novidade é a escolha dos Eurofighter para substituir os F-18. Juntamente com as compras da Alemanha, o Eurofighter ganhou mais uns anos de desenvolvimento.

Apesar da distância temporal, o objectivo será lá para 2040 adquirir 4 Boeing P-8 Poseidon ou Airbus A320 MPA. Tendo em conta o tamanho da nossa ZEE é pouco provável que por cá o sucessor do Orion seja o Persuader.

(https://www.meretmarine.com/sites/default/files/styles/mem_1000/public/new_objets_drupal/a320neo_white_background_high_res.jpg)

Quanto aos Eurofighter para substituir os F-18CX (F-18A+) estacionados em Gando, nada a dizer face ao reequipamento marroquino. Os Hornet de Torrejón e Zaragoza poderão ser substituídos por F-35A (ou não) já que a compra de F-35B pela Armada Espanhola é um dado quase certo.

E é confrangedor reparar nas diferenças...

Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Agosto 03, 2020, 12:06:20 am
@Charlie Jaguar

O PG2 é State of the art,  por muito que custe aos haters, Portugal está a criar doutrina em relação aos MPA.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Agosto 03, 2020, 12:22:26 am
Apontem para P-8A Poseidon, 4 a 5 unidades.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Agosto 03, 2020, 02:03:18 am
Olha-se aqui para o lado e uma pessoa entra em depressão...  :(

Citar
Ontem (sexta-feira), após a reunião entre o PM @sanchezcasrejon, a ministra da Defesa @Defensagob e o CEO da @Airbus @GuillaumeFaury, uma série de iniciativas foi anunciada para relançar o setor aeroespacial e preservar empregos e capacidades tecnológicas e industriais de #España.

1- A transformação de 3 #A330MRTT na fábrica de @AirbusDefence do #Getafe#Madrid Como os de @RoyalAirForce, @Armee_de_lair, etc. Eles vêm substituir todos os 3 @Boeing 707 de transporte que foram abatidos em 2017 e provavelmente voarão no #Grupo47 da base #Torrejón

2- A compra de 4 C-295 Persuader como os que já opera @FACh_Chile e @fap_emfa, fabricado por @AirbusDefence no #Sevilla. Eles substituirão os 8 CN-235 VIGMA e os 3 P-3 em serviço, pelo que serão imprescindíveis mais 8 unidades. Eles provavelmente vão voar com a #Ala48#Getafe#Madrid

3- Um programa conjunto entre o Ministério da Defesa @Defensagob e o Ministério do Interior @interiorgob para a aquisição de 36 #helicópteros H135, fabricado por @AirbusHeli no #Albacete. O @EjercitoAire precisa deles para a sua Ala78 Armilla/Granada onde treina os pilotos de @EjercitoTierra, @Armada_esp e @guardiacivil. Isso, juntamente com #ProgramaHalcón para a substituição dos F-18 nas Canárias por 20 Eurofighter, o abate dos C-130 da Ala31 substituídos por 8 A400M e a entrada em serviço do Predator B e NH90 Lobo neste ano de 2020, prometem um bom futuro para o nosso @EjercitoAire.

https://twitter.com/AviacionMilEsp/status/1289088462507909122

E ainda faltou mencionar os 24 PC-21...  :domador:

Mas temos que perceber que os espanhóis não sofreram com a pandemia, a economia manteve-se estável e não morreu ninguém... Oh wait.  ::)

É a diferença, num lado corta-se até não dar mais, do outro mantém-se compromissos e levam a Defesa a sério.

Entretanto, também espero que por cá abram a pestana para os MRTT, se bem que existem inúmeros bons exemplos do outro lado que nós nunca seguimos.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: NVF em Agosto 03, 2020, 08:54:45 am
@Charlie Jaguar

O PG2 é State of the art,  por muito que custe aos haters, Portugal está a criar doutrina em relação aos MPA.

 :rir: :rir: :rir: :rir: :rir:

RB – tu hoje estás em grande.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: LM em Agosto 03, 2020, 08:57:05 am
Mas temos que perceber que os espanhóis não sofreram com a pandemia, a economia manteve-se estável e não morreu ninguém... Oh wait.  ::)

É a diferença, num lado corta-se até não dar mais, do outro mantém-se compromissos e levam a Defesa a sério.

Entretanto, também espero que por cá abram a pestana para os MRTT, se bem que existem inúmeros bons exemplos do outro lado que nós nunca seguimos.

Mas, se quisermos ver por outro prisma, estão a fazer investimento em material de uma empresa que tem importante fabrica(s) no seu território... ora, fazendo o paralelismo para cá, querem que o governo PT invista mais em produtos de uma empresa que tem cá uma fábrica...?  :mrgreen:
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Barlovento em Agosto 03, 2020, 10:45:47 am
Mas temos que perceber que os espanhóis não sofreram com a pandemia, a economia manteve-se estável e não morreu ninguém... Oh wait.  ::)

É a diferença, num lado corta-se até não dar mais, do outro mantém-se compromissos e levam a Defesa a sério.

Entretanto, também espero que por cá abram a pestana para os MRTT, se bem que existem inúmeros bons exemplos do outro lado que nós nunca seguimos.

Mas, se quisermos ver por outro prisma, estão a fazer investimento em material de uma empresa que tem importante fabrica(s) no seu território... ora, fazendo o paralelismo para cá, querem que o governo PT invista mais em produtos de uma empresa que tem cá uma fábrica...?  :mrgreen:

Es exactamente eso, al Gobierno Espanhol le importan las FA lo mismo que al Portugués, pero si le importa la industria de defensa y los puestos de trabajo. El CEO de Airbus habrá llamado a Sánchez y le habrá preguntado que hacer con sus 14.000 trabajadores e inmediatamente surgen las compras.

Seguro que el EA quiere P-8, pero no se fabrica en Espanha, así que no hay P-8, hay C-295 que se fabrica en Sevilla.

La semana pasada había convovada manifestación de los trabajadores de Navantia en Cadiz, justo el día anterior se aprueba la construcción del BAM-IS. Mucha coincidencia.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Agosto 03, 2020, 06:27:33 pm
Sim, é certo que estes meios que eles adquirem terem benefício directo para a economia, ajuda. Mas nós por cá por exemplo, só não temos indústria de defesa mais forte, porque não queremos/quisemos. Basta ver que na anterior crise, cancelaram as LFC e adiaram os NPOs como parte dos cortes orçamentais. É esta a grande diferença.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: HSMW em Agosto 06, 2020, 02:51:06 pm
(https://scontent.flis6-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/s960x960/117173026_10216305910625297_852442192209850685_o.jpg?_nc_cat=111&_nc_sid=ca434c&_nc_ohc=i7qjh3mB2X4AX8pqqKL&_nc_ht=scontent.flis6-1.fna&_nc_tp=7&oh=1019bf5a019e67ddb17327aef465e401&oe=5F52C208)

Ontem  ???
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Agosto 06, 2020, 05:08:47 pm
Desta feita um A310 ao invés de um 330. Bem quer a Airbus vender-nos uns.  :mrgreen:
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: HSMW em Agosto 06, 2020, 05:16:01 pm
Ainda nos últimos meses saiu a decisão sobre a venda para sucata do A310 da SATA que estava parado em Beja.
De notar que já estava sem os motores.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Agosto 06, 2020, 05:57:54 pm
Ainda nos últimos meses saiu a decisão sobre a venda para sucata do A310 da SATA que estava parado em Beja.
De notar que já estava sem os motores.

Esse 310 estava todo assassinado em especial os interiores da aeronave.

As horas de voo que tinha eram mais que muitas e, segundo me foi transmitido, o logbook, enquanto ao serviço do dono anterior até, tinha falta de páginas, o que é só por si sinónimo que algo ocorreu ou não foi efectuado em devido tempo á aeronave.  :mrgreen:

Os motores foram retirados pela empresa que adquiriu o 310 e que agora já tem uma bela divida de taxas de estacionamento para pagar, tal o tempo que a carcaça está estacionada em BEJ.

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Agosto 06, 2020, 06:02:54 pm
Desta feita um A310 ao invés de um 330. Bem quer a Airbus vender-nos uns.  :mrgreen:

Quando a TAP vendeu os 310 para iniciar a operação com os 330, a FAP deveria ter avançado com uma proposta de compra de um deles e tinha feito todo o sentido as aeronaves estavam em muito bom estado e muito bem mantidas em termos de turbinas.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/AhcLqE.jpg) (https://imageshack.com/i/poAhcLqEj)

Airbus A310 MRTT deliveries

The Airbus Industrie A310 MRTT is a wide-bodied multirole tanker transport aircraft derived from the Airbus A310-300 civil passenger and transport aircraft. The production of the aircraft has been terminated, but it is still in service with German and Canadian Air Forces.

The A310 MRTT can be readily converted to: air-to-air refuelling tanker, all-cargo transporter, medical evacuation aircraft, and an all-passenger transporter or combination of VIP, passenger and cargo transporter roles.

Four A310 MRTT aircraft are in service with the German Air Force. The first took its maiden flight in December 2003 and was delivered in October 2004. The A310 were already in service with the German AF as transports and aircraft conversion for in-flight refuelling was carried out by Airbus Deutschland and Lufthansa Technik.

EADS delivered the first A310 MRTT fitted with a new mission avionics package to the German Air Force in June 2007. The new mission avionics allows the A310 MRTT allocation to the NATO Reaction Forces.

Two A310 aircraft of the Canadian Air Force were converted to the MRTT configuration. The aircraft are designated CC-150 Polaris. The first was delivered in October 2004.

For the air-to-air refuelling (tanker) role, the aircraft is equipped with five centre fuel tanks or Additional Centre Tanks (ACT), and with hose and drogue pods under the outer wings. The total fuel capacity is up to 96,920l (25,605USgl), which corresponds to 77,500kg (171,000lb).

In an all-cargo transport role, the maximum non-fuel payload is 37t (81,600lb). For the troop transport role, the aircraft can provide up to 214 seats. In a combined cargo / troop transport, 12 pallets and 54 troops can be carried.


https://www.airforce-technology.com/projects/mrtt/

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/XXv9qc.jpg) (https://imageshack.com/i/poXXv9qcj)
(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/X2unCi.jpg) (https://imageshack.com/i/pnX2unCij)
(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/C3Z78N.jpg) (https://imageshack.com/i/poC3Z78Nj)

https://www.gnose.eu/2019/04/o-aviao-hospital.html

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Agosto 06, 2020, 08:07:56 pm
Para nós se viesse com o Boom era perfeito. Sempre deve ser um pouco mais barato que o A330. 2 deles e estava feito.

O A310 MRTT que esteve cá, deve ser o tal protótipo da Airbus equipado com o Boom.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Stalker79 em Agosto 06, 2020, 10:27:46 pm
Para nós se viesse com o Boom era perfeito. Sempre deve ser um pouco mais barato que o A330. 2 deles e estava feito.

O A310 MRTT que esteve cá, deve ser o tal protótipo da Airbus equipado com o Boom.


Pode ser que os Alemões queiram despachar os deles baratinhos...
 :-P
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 07, 2020, 03:15:57 pm
Já dava para sonhar, isso é verdade.

(66º Aniversário da FAP, Monte Real 2018)
(https://i.postimg.cc/ZRFhvfWr/116623725-10218048635560001-2511072878887442346-o.jpg)


Entretanto o Flightglobal publicou um excelente artigo sobre o A330MRTT, a sua tremenda utilidade e como se tornou na ponta da lança de várias nações no combate à COVID-19.

https://www.flightglobal.com/fixed-wing/how-global-a330-mrtt-fleet-stepped-up-during-crisis/139638.article
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Agosto 07, 2020, 04:17:59 pm
E qual a vossa opinião de num negocio como fez a RAF e termos um aluguer(compra de horas de voo) de um A330 MRTT com uma Hi Fly da vida?
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Agosto 07, 2020, 06:39:45 pm
Era uma opção, mas ao preço que eles estão a pagar, mais vale ter os ditos aviões, assim a sua disponibilidade dependerá apenas de nós. O MRTT seria tão útil que ficava caro cada aluguer.

Já dava para sonhar, isso é verdade.

(66º Aniversário da FAP, Monte Real 2018)
(https://i.postimg.cc/ZRFhvfWr/116623725-10218048635560001-2511072878887442346-o.jpg)


Entretanto o Flightglobal publicou um excelente artigo sobre o A330MRTT, a sua tremenda utilidade e como se tornou na ponta da lança de várias nações no combate à COVID-19.

https://www.flightglobal.com/fixed-wing/how-global-a330-mrtt-fleet-stepped-up-during-crisis/139638.article

Só para nós é que não serve.  ::)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Agosto 19, 2020, 03:30:16 pm
Enquanto o 330 MRTT não chega á FAP, em BEJ o CSTGU da SATA, já era. :-[

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/5RRddE.jpg) (https://imageshack.com/i/pm5RRddEj)
(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/xFJfvq.jpg) (https://imageshack.com/i/pmxFJfvqj)

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 04, 2020, 02:05:57 pm
No quadro das medidas anunciadas em Junho de apoio à indústria aeronáutica, a Direcção-Geral de Armamento Francesa encomendou ontem mais 3 A330 MRTT "Phénix" por somente 200M€... :o

https://www.defense.gouv.fr/dga/actualite/le-ministere-des-armees-commande-trois-avions-a330-dans-le-cadre-du-plan-de-soutien-a-l-industrie-aeronautique
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: NVF em Setembro 04, 2020, 02:20:55 pm
Penso que ainda há que adicionar os custos de transformação para MRTT. Mas mesmo que o custo de transformação seja de cerca de 50 milhões/unidade, cada MRTT fica entre os 110 e os 120 milhões. Não está nada mal, não senhor.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Setembro 04, 2020, 07:36:50 pm
No quadro das medidas anunciadas em Junho de apoio à indústria aeronáutica, a Direcção-Geral de Armamento Francesa encomendou ontem mais 3 A330 MRTT "Phénix" por somente 200M€... :o

https://www.defense.gouv.fr/dga/actualite/le-ministere-des-armees-commande-trois-avions-a330-dans-le-cadre-du-plan-de-soutien-a-l-industrie-aeronautique

Acho que esse valor é sem a conversão para MRTT

Citar
French Minister of the Armed Forces Ms Florence Parly welcomes the order on 25 August 2020 by the General Directorate of Armaments (DGA) of 3 Airbus A330 planes, announced on 9 June as part of the government plan to support the aeronautical industry. The contract is worth 200 million euros. The first two aircraft will be delivered at the end of 2020 and the third one in 2022.

These three A330s will eventually be converted into Phenix MRTT (Multi-Role Tanker Transport) military aircraft. They will then complete the 12 MRTTs expected by 2023, bringing the Air Force’s MRTT fleet to 15 aircraft, in accordance with the final objective enshrined in the Military Planning Law (LPM).
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Setembro 04, 2020, 10:15:02 pm
No quadro das medidas anunciadas em Junho de apoio à indústria aeronáutica, a Direcção-Geral de Armamento Francesa encomendou ontem mais 3 A330 MRTT "Phénix" por somente 200M€... :o

https://www.defense.gouv.fr/dga/actualite/le-ministere-des-armees-commande-trois-avions-a330-dans-le-cadre-du-plan-de-soutien-a-l-industrie-aeronautique

Vejam e aprendam!
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Setembro 10, 2020, 10:04:42 am
https://www.aeroin.net/iberia-vende-tres-airbus-a330-forca-aerea-espanha/

Nós é que não fazemos nada deste género.  ::)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: NVF em Setembro 10, 2020, 12:49:45 pm
A tuga é mais do tipo paganini/otário/totó: entra com a narta, mas não recebe nada em troca.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Setembro 10, 2020, 01:56:31 pm
O tuga é que sabe como se faz!  ::)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 10, 2020, 02:42:33 pm
Esta semana tem andado por cá mais um francês. Serve para todos menos para nós.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Setembro 11, 2020, 12:15:10 am
Exacto, os outros é que são burros!
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Setembro 28, 2020, 07:30:16 pm
Até o Luxemburgo.

Victor Barreira / Defence 360° (@Defence360) tweetou: The company @AirbusDefence has received a firm order for an A330 MRTT aircraft from OCCAR. The order, which OCCAR has placed on behalf of @NSPA_NATO follows the decision from 🇱🇺 to maximize its participation into the Multinational MRTT Fleet (MMF) programme.

https://t.co/P7ankymgfL

https://twitter.com/Defence360/status/1310541476632449030?s=20

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: HSMW em Setembro 28, 2020, 08:03:20 pm
Não é bem até o Luxemburgo, porque não têm mais nada para além de capacidades logísticas.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Setembro 28, 2020, 09:14:03 pm
Foi por esse motivo que escrevi o que escrevi, terem capacidade logistica, e poderia/deveria ter complementado com : até o Luxemburgo, está presente no consórcio Europeu para utilização dos MRTT, enquanto nós ficamos a ver as ditas aeronaves.

Abraços
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Outubro 05, 2020, 11:43:27 pm
A capacidade MRTT, com A-330, AEW/C com E-7 Wedgtail e de patrulhamento/ISR,ELINT, com P-8A Poseidon, seriam autênticos multiplicadores de força, juntado a isto UAVs, Reaper,Heron e os tão esperados F-35A e F-16V.


(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcQvcOPf7GZnP1gQLZEm2Dk7nXXgdfdDOAwQCA&usqp=CAU)
(https://www.defencetalk.com/wp-content/uploads/2019/03/E-7-AWACS-radar-aircraftweb.jpg)


(https://vistapointe.net/images/boeing-p8-poseidon-5.jpg)


(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcSlF95-h4iKbiwKWbdJy7W6i82EOVKteGSuZQ&usqp=CAU)
(https://www.forumdefesa.com/forum/data:image/jpeg;base64,/9j/4AAQSkZJRgABAQAAAQABAAD/2wCEAAkGBxISEhUSEhIVFRUVFRUVFRUVFRUVFxUVFxcXFxUVFRUYHSggGB0lHRUVITEhJSkrLi4uFx8zODMtNygtLisBCgoKDg0OGhAQGi0dICUtLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLf/AABEIAJ0BQQMBEQACEQEDEQH/xAAcAAEBAAIDAQEAAAAAAAAAAAAAAQUGAgMEBwj/xAA7EAABBAAEAwUGBQMDBQEAAAABAAIDEQQSITEFBkETIlFhcTJCUoGRoQcUYnKxgsHwI0PRU5Ki0uFj/8QAGgEBAQADAQEAAAAAAAAAAAAAAAEDBAUCBv/EAC8RAQACAgIBAgUDAwUBAQAAAAABAgMRBCExElEFEyJBYTJx0aGx8BRCgZHB4SP/2gAMAwEAAhEDEQA/AOxfWPn1pBUVVBQEHKkFQWkFpApApBUEpARFRVQcqQEBAQWkEpEWkUpApApBUFQF5BU2UmxaTaohrpyCihTRLIcD4aMRI6PMWnI5wPmC0Cx4arW5OecVYtrfbNgxRe2pY8hbEe7HManQqkVFF8KqfsqgxoCyMagKC0qi0hCqKoQcgEFQKQUIACC0glKohCC0hpVBUUKItIpSIqAiiAgICAgqChSQTZpaTa9KoSAIOE8rWNLnuDWjck0B815taKxuZ1D1FZtMRDWsVznGCRHE59bOJDGn7E/UBcvL8VrE6pXboU4O4ibW/wCGS/D7m4u4jE2VzImPa9gGgDnFtgOe475gAANy5aOTm5M/028fht042OlfVXe4/wAmfx9md4iKmlHhJIPo4rv4Z3jr+0ORl/XP7vOsjxCogiiDw0vbGtKotKKuVBQEBBaQKQUKhSiKEFQEBCRUWkABQVFEFAQKRFpRUVEpAQEFQAFJHKlFUIiobWkX9mF4zzHFBbW/6knwg6D97unputPk83Hi68z/AJ5bOHjWv34ho/FeLSTHNK6wPZaPZHk1vU/dcHPyMmefq/8AjqY8VMcaq8/C+Hz4l+RjdBRu6AH63dPQb+auHBbLb00ja5MlaRuz6BwXl+PDi/bkqi8jbxDR7o+673G4dMPfmff+HKzci+TqOo9mWtbTBsCBaKqIKp6nmpenhaQFRaUUpEKVFpBUBAUBUWlApUVQEBUFBQEVaUFVBQFfAKbCkBAKBSQLSgIKAg6Mfjo4W5pHBo6eJPgBuSseTLTHG7zp7pjtedVhpXGeaZJbbFcTPG++4eZHsjyH1XE5PxG9/pp1H9XTw8OtO7dy1ozDZmp6noPU/wBlz/T7txnuX+VnzVJKS1h96u84foHujz/ldDi8G2X6rdV/rLVzcquPqO5b5hMKyJoZG0NaOg8fEncnzK7ePHXHX01jUOXfJa9t27dlrIm0Q3Gy1BQiqgIjppe2MpBAFUcgiiAoFIFKi0oFIAVRUUUBUKUFpApBUVUAKCoFIIgIKgtIFKAAgpoa+CDWeM82sZbIKe74z7A9Pi/j1XM5PxGtOsfct7Dw5nu/TS8bjHPcXyvLiep/gDp6BcW+S+WfVady6NaVpGoh0wQySuDGtPe2a32nf+o/zRStJmdRG5W06jc9Q3fl3lBkID5gHO3DN2M9fiP2H3Xb4vw+K/Vk7n2+0fy5uflzP006bQum0kpDwhCLpKQjyKLsQKVJ2qI6l6eCkClRaQKQKUFRRVClAVFAUFpUFACpsQFCVCAgIKi9gUkVEEUpQWkFpApBjuL8bhw475t/Rjfa+fwjzK18/Kx4Y7nv2ZsWC+Tx4aLxjjs2I0ccrOkbTp/UfeP28lwuRzMmXqeo9nUxcemPx3LCvxAstbqR9B6lavp22NshwHl+bEOJB7oOsjh3WeIaOp8h8yFs8fjXzT9PUe7Blz1xdz59n0fhPCIsM2mDvH2nn2nfPoPILvYONTDGq+fdy82a2Se3tK2GFEIQlCZQqPWxEkVI6KUWHLKpt60ZUHUsrDopQKQKQFUUBFWlApApUKUFQRUVQEEpBaQkQcqTalKBSCoCSKpuRQEFAQdeKxDIml8jg1o6k18vM+S8XvWkbtOoeq1m06hpvGeb3PtmHGRv/UPtH9o93139FyOR8SmesfX5dHDwoju/f4anNNVucfMk6k+d9Vytzadt7UQ6gXP2sA7fE7yA6fykQNu5f5NupJ25R0jGjiN++dwPLf0XV43w+bfVl6j2aOfmRXqn/bd2MDQGtAAGgA0AHouxWsVjUObMzM7kXpEQQoqICKIKAounIBSVEUUHVSysJSAgKgoi0qq0oFILSCZUCkSSlQpRRBEFQEPuqAgqiiiLSQOVJsUBBr3GebI4rZFUj/G+431cPa9B9Vz+Rz6Y+q9z/RuYeJa3duoaTxDHyTuzyvLj0HutHg1vRcTLnyZJ3aXTpirjjVYY584vKNT4eHqVjiPu9S9fC+EyzvysGd3UnRjAepPT+T0WXFivln00h4vetI3aX0PgHLUWGAdo+SvaI0b5MHT13/hd3jcKmHue59/4cvNybZOo6hmlutZxtBCghQRF7RBKRFCj0rUHJR6gUEUO3ClmYhAKElKioFILSIqiiqCiiI43/n/KkWiZ0sxPmQqmwC03o8og8vE8aIYzIWl1EChodT49FgzZflU9T3ip67aXAcXw8wGUSxPN5RIGuZIRq4MkZs4DWiFq4eba1/TaPPs2MnHitdxL1LotRyUNrSotLyOQCDH8V41Dhx33W7oxurj8ug8ytfPyceGPqnv2ZsWG+Tw0fjHMU2Itt5I/gad/3O97028lxORzr5evEOnh41MffmWFfIALJoLS1tsbdBLn/pb/AOR/4C9RGjtsfLPJ5kp0lxxbg0M7r+GxoK6n7rf43Cvl+q3Uf3auXlVp1XuX0XB4KOFgZEwNaOg6+ZJ1J8yuzixVxx6axqHMvebzu07cysrw4KiFBEBBKUClVMqhopVZVRdiEbFFEHClkYtLSoUoACoqgIKgiC0gUgUiKxxBsaHb5dQfLyXi+Ot/MPVb2r4YnE86nAyPEmGw8wFOBeTG8sIbqDRYTmzimtB7vXdcPm5cuPJ8vc6dXjUpenr1G2ycD/GHh8tMlbJh3fqbnZ9Wd6vMtC0t+7ZhvODxeGxTM0b4pmHq0tePQ+C9RaY7idExE+Wvc08JhbkqNrGuzZj0JGXLE1pIGZ1uoCyS2q1sbVOZlr1M+qPy178XHPjr9mI43y5HhTEWMjbmDYs4ppklAeWjKT7WQEDqaqzotniZ8MWmbdTM9fswcjDkmIiO4Y6l1tufpaTY8+K4rBh3MOJbKYnEtL4spLHaEZmncEZttdOq0+Zyb4axNY8tnjYYyWmJbbwzheCxcfaYTE5x1otdlPg9lBzT5Glo1+JZPvES2rcKk+JmHybm3nExSyYeHumN743SEakscWnKOmoPn6K5+faY1SNJi4kRO7dtO/N5jZJJO5Jsn1J3XLtuZ3LeiIjw5Plo0NXVt4evgvOvdThmAllkyhvaPOoA6efgB5le6UtefTSNy82tFI3Z9D4FyoyKnzVJJoQN2MPkD7R8z9Oq7PG+H1p9V+5/pDm5+XNuq9Q2W10WmoKDi4oOCoiKIggKAgIohBSLCosIQofu5UmxwpZGPQgIKgUgICCoCIIFILSgxHMnBG4qIgjvtByOBognpdf4QFq8vjxlruPMeGxx83y7fifLB8dxhdgIsC/CuEsRjEExA1Ed57IFm2lwoHYjTRfO5K5KfrrMOxW1L/pnbWcHjThnSZTNHKyRoZiI3FjC0B3aAjc6hpb5Ek9F48fd71t9A5c/FrExU3FsGIZ/1GU2UDxIHdf9vVeou86fUeD8fwPEYy2N7JQR34XgZgPB8Tun2XuJ2fh38Q4BBL7uR1e03Q+VjYrZw8rJi6idx7SwZOPS/c+Wq8S5flht1Z2D3m9B4ubuPuF1cPNx5Op6n8ufk4t6fmGg8yczQNa6FoEpcKN+wPmNSfT6rBy+Xj9M0iPV/Zl4/HvuLeHt/D3ifCTCyGdxwuLa5+XFMcYnPzOJbcw0NAhuSS26bFcWuojTpT2+dcyxSSSvkecznuc8vDQMxcSS5zW6Am+izTDFWzC4LCyukaxtW800ucA0u6DO7ugk6a9SF40yNx4HyfiXuImjfAGmndo0h5I3ytOp/cdPVbGDh3zTvxHuwZuTXH15l9Ih4C3Bsa1rA0PaH3dudoPbO9i/TwXW4vyorMY48eXP5HzJmJv93IlbbXLQAU0qlQcVdAoKgiAgtICBSBSKUj1AimVRPTDgsjxIiLSAAiLSErSBSKICIKC0gIFIOrEVlNuy9A6icrjo0gAEk3WgBWvyvT8q3q9mbj7+bXTu45ytHYE8cbm1TJoz3s4AEgcyt7B1B6VQ6/O04t80z6Ps7F89cfloPM3LX5YCRjwWF2WuuxNeey1rYr47atGmat4vG47YJjyxwexxa9uoc0lpafJw1VidExtvXLv4nTxOb+bZ27RQ7RvcmDQbo+7IPI16rJGT3ePS3fmfmPC8Q4TjPy0wLhA9zmHuyNy97vMOvT0WWkxMvNvD8xyzOBIJSYWvh6MFjiD4noDt6n/hedK2nl7BzTuADXPYXU9x0a3a+9sCAQcu5+6yYqZMk6pG2PJalI3ZkuI8vZGPexpc9gaSGjNqasObWta7jost8MxG696iJ6Y65ImdW62zr/xRDsEIpcMHTRNY2ORp7rmtoOz33mHKDtms9BsseHk2x23EveXFF66l9J5sDQcKXlrWvLYgSa7zy3K0etFbnCzVpW+571tr8nHNppp4ea4WtxBDQAC1poCtTdlbvAtNsPc/drcusRk69mHtbrW2oU0KgUgiAgtKCBBUCkBARSkNiLC0vPa6dSyse1RVRFQEQUVUBApEVAQFBUHTjMKJG5czmkFrmvYacx7CHMc0+IIB10WLLirlpNbMmPJOO3qhzlx0MQD8XiS0F4zPLbc9zt8rIxvQOzaAbqtPLeOJSIrG/wAy2sdP9TabWnX4bGOXcJioc8M7ZYnDfuSsNdNK1/ha3+vm0avWJj/P3Zv9HFZ3W0xL4BxDiuGdKewaWx9Mxu/MA6j0srn564/VvHGobeL1xH1ztxbKHbFYNMrk6K0idGmNxvDM2o3WSMnu8elkeQeAwy4/DsxID43SNa6Oy3Nm0GoINWRsVmr6ZiZeJmYmIfpDj3EcJw+GFkkTWYdzxF3Yz2cQokEtY00Lrw66+KtprO4nS2iJjUxtq2Jc135iSF8LsJBI3LIyQOIMjIy/M4OIoFzd6IAs6ard4nJiuSZvPn+7V5GDdIiv2azjsBh8bNL2jCHQtihDQGs2D88jnNFvJOWsx0F6L3XiUzZr+rx/LxbkWx46+ny8eO4HihJBK3EOxAw7onRxTvI0icXNaHag7uAcRYDjqpk+G3r3jtv8StObW3V402TF86YafEFuLhlwRIaI5ZKexxA1z5dALJAIJFAEkbLDj5GXjT6bx1+f/JZsmHFnrus9+8ez2YnCOYA62vY4WyRjg9jx0LXBdjDyMeX9M/8ADm5MF8fcx17vOs7CICiiAoKiiIqKILSBSBSBSECmx1UsjwqKAIOSgIgiiCogoKgUgtIACgSPDQS4gACySQAB4klSZiI3KxEz1DWcfx2DEu/LNAc1wdmkfo0FrSRkvd1jQ6a1VrkcznY7VmlY9X9nQ43FvE+q06az2WLwUnaYaZ8Z2cWnLbf/ANGbOHqCPJcSLTWXVmNtLxXDi0kN6DMQdNBvRWeuSLMc108+He8PAAcXEgACySSdA3xvyXvW0fS8LyTi8lzAQvqxG+8x/cRo35WtjF8Pvkr6omP8/swZOZXHb0zEsNxHh8sBqVhb0B3aT0pw0O2y1MuG+KdXjTPjy1yRussacWWPBbmDmkODmmi0jUOaRqD5rxG/s9TLduGfirN2Zw+NjZi4nAtOcBslEEGzRa7QncfNZItLzp2fgnjeylOHllgZCRKOze8t/MOmMYJykZXECIDU7Egbkr1ExJL6DzLw8RTW0ANc1uWugYAMp/n+pdzgXi2PX3jy5XMpNbR7MTS32m4TQte0tc0Oadw4Ag+oK82rFo1aNvUTNZ3E6Y3C8Lkwzi/Azdld5oZB2uHkvcOjOrb8Rroufl+HV36sU+mf6f8Axu4+bbXpydw9sXGYnEMxLPyUpNBznZ8JIf0T/wC0T8L63q15rysuH6c0de6zgx5Y3in/AIZrhmAP5iOOVujiTR2cMpIII0I03BWxnzxOGb45YceKfmxW8PNi8LU7omD/AHCxo/qpov6LJjy//lF7e25eL0//AEmtfdtWL5WjcwBhyvAAzdHH9Q/uPuuTh52Wk/XPqjf+a/Z0MnEpaPp6lprm0SD0NFdusxMbhy5iYnQqKAgqAgqCIKgigKbldOtZHjagICAiLSCgKKICIqKUoioKAgwfGOZ4YLY09pJ8LTo39zth6CytLkc7Hi68y2sPFvk78Q0ji3GJZzcr7A2Y3Rg+XU+ZXEz8rJmn6p69nVxYKY/DEvxF6AWfAdPU7Ba+mXb3cFxGLz9nl7VtGox3iP2mraPt5L1GP19UjcvM3ivdumyYzgL6bI6HUU6iQ4t8QSLFVf13WTJws+ONzH/TxTlYrzqJYbH8suhZ2zXRtbEdMzmxvBBzNrNQe6q7oNmiACvXyclaev8AOp90+bWbej8bb3wv8Ug6oeK4YjwlYxzXD9ToXaj1YTfwq4818U77iVtjrkjU9sxyhzBhsQ3ER913bGRkMJBe6QRNLrfbQBmD2kNI9077DayZvnzX1a1Hlr48UYotrzLXsbydhnEjI6M9cpIo/tdYH2W7f4fgv3Xr9v8ANNSvMy16t3+7CT8hHMckwy17zTd66aH01+y1rfC7f7bf9s8c+uu6vbwH8ODPL2ckrWsylznMuwBXukUd/Faufh3w6mZidtjDyK5N6iYbO2JrAGNLi1oDWlzi52VujbJ1OgC7+HHFKRVyMtvVeZVZWMVBTapJGHAhwBB0IIsEeBHVSYiY1KxOu4eLhHCI8Pi8PiGOe1kDnnsbL4w17HNd2TXGoz3r0030Frn5uBE7nHOvx9m5j5cx+vv8/dtPLmOgnx0mkrJG55BHI0U9ubKJY5Gkgt12NOBIWrlzZKYvk2rr/wBhsY8dLZPmVnf8t3BWi23zbiceWaQeEj/pmNL6PBO8VZ/EOLljV7R+XnWVjVAQVApApBaUWClFmFpXY6V7Y1pTYoCIICAgIKgoCgtIMfxbjMOGH+o7vVoxurj8ug8zS183Kx4Y+qf+PuzYsF8k9Q0fjPNM01tB7OP4WnUj9TuvoKC4ufn5MnVeodPDxKY+57lrgnvRguvDYepWl6fdt7enA8DxGId3A5w/To0HwLzof80WbFhvk/RXbFky1p3adN24VyQ1oHbPv9Efdb83bn5Uuji+GR5yzv8AEfy0cnOnxSG0YTCRxNyxsaweDRV+vj8108eKmONVjTRte153adpj8bHBG6WVwYxotzjemtdNSbIFDxVvetI3bwlaTefTHlquK4W/HYIhkrXF8omBd3e4S5zW0Bocj277/dc3Hi+bit6fvO3Qvk+Vkj1ezJc7Mk/KFsTM5LmNIy5jkuz0tuob3hRHiFsczH6seoj2a/Fv6cm5lxn5UjbIJsNJJhpWklro3Ehp8gTddKuqJtY7/Dccx9MzWWSvOvE/VG2Qh45iorGPw/5thN/mMNTZ26NbbojQdtdDTfda9cXJ4/de4/H8fw2LZsHIiIt1Mf55ZDAOixIe/CSCZrDTm0Wyt0B78R7w1NbbtK3MPPpfq30z/RrZuFakRNZ9Uf1csNjJIy8NoB7C1xLbOp2Ds4LT/S75LJmwzky0n/bHf8POLJSmK8f7p8f+/Z1UtpqpSqPZwvhzp3hjdt3O6NHj6+AWDkZ4xU3Pn7MuHFOS2obW/gLGsqMgDd7HjNG/xcerH17zT6h1AL56mXLH13tu33mOv6ezsTir6fTEdPn3FeKwQWXvoa5W+08i9O6NT67L6C/IrjrE5J1Lk1w2vbVI6aXxfnSR9tgb2bfiNOef7N+/quXn+JWnrHGm/i4Va/r7YDhfGpsPiWYqNx7Rjw7MSTnFd5rydSHC2/Nc2bzM+qZ7bvpiI1HT71yp+IWGxYBfG7DOdsZK7J5GndmGl2dnZSel0s0RM19WumPdd628vMbKxMnmWn6tH/1d3hTvDDl8mNZZY4BbTXWkClApBUBCYEUQKU7R1UvbwqKICItIFKCgILSDzY/HxQNzSvDR0vc/taNT8liyZqY43edPdMdrzqsbaXxnnR77bAOzb8ZrOf7N+58wuPn+JWt1j6/P3dPDwa17v21KTEOc7YuzE243v5ncrmzue5luxqOoZnhPKWJm1e3K0nRz7aK/Z7R/hbeHh5cncR6Y95a+TlY6eZ3+zcuF8m4eLV47V36hTf8AsG/zJXSxfDsdO7fVP9P+mhk5l7dV6bE1oAAAAA2AFAegW/ERHhqTO/IqCI8PG+FsxUD4JCQ14AsbgghzSPQgLHlxxkpNZZMeScdotDxcp8vfkonR9qZS52YuIy7ANaA2zQAA6rHx8HyazG9vefN82d60zVLZYCkERXixnCopHCQgtkb7MsbjHK39sjSD8tlhy8fHk/VDLjzXp4l6IcdOyziWNxkTGuc6TMzD4hrGglxe62xSgAdch8ytDJjy8au6W6beO+PPbVq9u3BTQ4kF+EkErQMxZRbNG07dpC6nAfqAo1otnDzaX1FupYcvFtWd17h3YHBuleGMFk/QDqStjLlrjr6rMFMdr29MNh4hxzA8LjDJZQH1eRvelefHINQPM0B4rgZs1slvVZ2cWKMdfTD5hzV+K2JxAdHhmjDxmwTo+VwPi72WWLFCz4OWD5mp6ZdR93z2WYuJc4kk6kk2T5kndeLWm07mSI11DJ8J5cxGIotZlYf9x/db/SN3fIV5rNg4mXN4jUe8sWTkUx+Z3+zdOEcnYeGnP/1n+Lx3QfJm31tdjB8Px4+7fVP5/hzsvMvfqOmw0t9q9+VA28hXoPBIiI8LMzPkAQ0qC0gUgKAgtIqUiKg6aXt5WlBaRFpApApB34PD53htht2S47NABJJ+QKxZssY6TaWTHScloq0PjfPTQCMNqOkrgRY6FjDr/wB30XLzfE/tjj/mW9i4P3vLU2GfFPtofK93XVxr+w+gXN1kzW+9pb30Yq+0Ni4XyFI45p5MgNdwU53/AKt/8lvYvht7frn0/t5amTnVj9Mb/s3DhnAsPBrHGM3xu7zvqdvlS6eLi4sX6Y792jk5GTJ5lk1sMIgiBSCoiUiqiIilIhSCUiujH4MTRuiLywPBaSBdg7tIsW07EeHisPIxzkxzWGXDeKX9UmNwbJSHyAl4JLZGkskY47lkjKcw+hCtsFLVito8JXNetvVEte5z5rx+FjEMc575zduGME5YLBjdIBrRIIcAHV1J1XJ5WD5cxETuPs6XGy/MiZmNS0HAYLFYrtHxRyTFushZcrwXbOe0W83R1rputCatrbKcJ5RxU1FzOxb1dKC13yjPePzr1Wxh4WTL34j3lgy8qmPrzLdeEcp4eCnFvavHvSUaP6W7D7nzXWw8HFj78z+XPycq9+vEfhnitxrSioUilKLBSotKBSAgtICBSgtIpSI6qXtNFImilNigILSBSg8vFpXthe1jS7tR2Tsu4jeaeRp1bbf6lq8ys2x6j3bHGtFb7ljZuT8GZe0ERaNajD3ZPLfXQab0eqxx8Pw7iZh6nmZe4iWZw+HZG3LGxrGjo0AD6BblKVpGqxprWtNp3M7di9ItIFISUoFIgAirSIUgUilIioqUgUiFIFIrG8a4HDimhso1F5XDRzbq66HYaHwWLNhrljVmXFmtjnp5eTuXjw/FNnbMXNyva9uUNLwQaB1qs2U35LQngTHiza/1kT5hnZHEkk6kkknxJ1K6dYiI1DQmdzuXGlRQEUpApNhSKUgUgtIFKBSKtIFIhSBSbHDKrs0oYmzTsZGvM2NI5qsSTDgQqklI8qioiBQKQEFRRAQFBUCkFpBypRUpEcaVCkBApBFQpQFQQEWFpRdFIFICBSDlSilILSgFUEBAQf/Z)
(https://i.insider.com/5ce8428df85e166c5637fd57?width=1100&format=jpeg&auto=webp)


(https://cdn.i-scmp.com/sites/default/files/styles/1200x800/public/d8/images/methode/2019/11/21/e4492296-0b72-11ea-afcd-7b308be3ba45_image_hires_102451.jpg?itok=tkooDJpC&v=1574303096)
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: Red Baron em Outubro 05, 2020, 11:57:46 pm
A capacidade MRTT, com A-330, AEW/C com E-7 Wedgtail e de patrulhamento/ISR,ELINT, com P-8A Poseidon, seriam autênticos multiplicadores de força, juntado a isto UAVs, Reaper,Heron e os tão esperados F-35A e F-16V.


(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcQvcOPf7GZnP1gQLZEm2Dk7nXXgdfdDOAwQCA&usqp=CAU)
(https://www.defencetalk.com/wp-content/uploads/2019/03/E-7-AWACS-radar-aircraftweb.jpg)


(https://vistapointe.net/images/boeing-p8-poseidon-5.jpg)


(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcSlF95-h4iKbiwKWbdJy7W6i82EOVKteGSuZQ&usqp=CAU)
(https://www.forumdefesa.com/forum/data:image/jpeg;base64,/9j/4AAQSkZJRgABAQAAAQABAAD/2wCEAAkGBxISEhUSEhIVFRUVFRUVFRUVFRUVFxUVFxcXFxUVFRUYHSggGB0lHRUVITEhJSkrLi4uFx8zODMtNygtLisBCgoKDg0OGhAQGi0dICUtLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLf/AABEIAJ0BQQMBEQACEQEDEQH/xAAcAAEBAAIDAQEAAAAAAAAAAAAAAQUGAgMEBwj/xAA7EAABBAAEAwUGBQMDBQEAAAABAAIDEQQSITEFBkETIlFhcTJCUoGRoQcUYnKxgsHwI0PRU5Ki0uFj/8QAGgEBAQADAQEAAAAAAAAAAAAAAAEDBAUCBv/EAC8RAQACAgIBAgUDAwUBAQAAAAABAgMRBCExElEFEyJBYTJx0aGx8BRCgZHB4SP/2gAMAwEAAhEDEQA/AOxfWPn1pBUVVBQEHKkFQWkFpApApBUEpARFRVQcqQEBAQWkEpEWkUpApApBUFQF5BU2UmxaTaohrpyCihTRLIcD4aMRI6PMWnI5wPmC0Cx4arW5OecVYtrfbNgxRe2pY8hbEe7HManQqkVFF8KqfsqgxoCyMagKC0qi0hCqKoQcgEFQKQUIACC0glKohCC0hpVBUUKItIpSIqAiiAgICAgqChSQTZpaTa9KoSAIOE8rWNLnuDWjck0B815taKxuZ1D1FZtMRDWsVznGCRHE59bOJDGn7E/UBcvL8VrE6pXboU4O4ibW/wCGS/D7m4u4jE2VzImPa9gGgDnFtgOe475gAANy5aOTm5M/028fht042OlfVXe4/wAmfx9md4iKmlHhJIPo4rv4Z3jr+0ORl/XP7vOsjxCogiiDw0vbGtKotKKuVBQEBBaQKQUKhSiKEFQEBCRUWkABQVFEFAQKRFpRUVEpAQEFQAFJHKlFUIiobWkX9mF4zzHFBbW/6knwg6D97unputPk83Hi68z/AJ5bOHjWv34ho/FeLSTHNK6wPZaPZHk1vU/dcHPyMmefq/8AjqY8VMcaq8/C+Hz4l+RjdBRu6AH63dPQb+auHBbLb00ja5MlaRuz6BwXl+PDi/bkqi8jbxDR7o+673G4dMPfmff+HKzci+TqOo9mWtbTBsCBaKqIKp6nmpenhaQFRaUUpEKVFpBUBAUBUWlApUVQEBUFBQEVaUFVBQFfAKbCkBAKBSQLSgIKAg6Mfjo4W5pHBo6eJPgBuSseTLTHG7zp7pjtedVhpXGeaZJbbFcTPG++4eZHsjyH1XE5PxG9/pp1H9XTw8OtO7dy1ozDZmp6noPU/wBlz/T7txnuX+VnzVJKS1h96u84foHujz/ldDi8G2X6rdV/rLVzcquPqO5b5hMKyJoZG0NaOg8fEncnzK7ePHXHX01jUOXfJa9t27dlrIm0Q3Gy1BQiqgIjppe2MpBAFUcgiiAoFIFKi0oFIAVRUUUBUKUFpApBUVUAKCoFIIgIKgtIFKAAgpoa+CDWeM82sZbIKe74z7A9Pi/j1XM5PxGtOsfct7Dw5nu/TS8bjHPcXyvLiep/gDp6BcW+S+WfVady6NaVpGoh0wQySuDGtPe2a32nf+o/zRStJmdRG5W06jc9Q3fl3lBkID5gHO3DN2M9fiP2H3Xb4vw+K/Vk7n2+0fy5uflzP006bQum0kpDwhCLpKQjyKLsQKVJ2qI6l6eCkClRaQKQKUFRRVClAVFAUFpUFACpsQFCVCAgIKi9gUkVEEUpQWkFpApBjuL8bhw475t/Rjfa+fwjzK18/Kx4Y7nv2ZsWC+Tx4aLxjjs2I0ccrOkbTp/UfeP28lwuRzMmXqeo9nUxcemPx3LCvxAstbqR9B6lavp22NshwHl+bEOJB7oOsjh3WeIaOp8h8yFs8fjXzT9PUe7Blz1xdz59n0fhPCIsM2mDvH2nn2nfPoPILvYONTDGq+fdy82a2Se3tK2GFEIQlCZQqPWxEkVI6KUWHLKpt60ZUHUsrDopQKQKQFUUBFWlApApUKUFQRUVQEEpBaQkQcqTalKBSCoCSKpuRQEFAQdeKxDIml8jg1o6k18vM+S8XvWkbtOoeq1m06hpvGeb3PtmHGRv/UPtH9o93139FyOR8SmesfX5dHDwoju/f4anNNVucfMk6k+d9Vytzadt7UQ6gXP2sA7fE7yA6fykQNu5f5NupJ25R0jGjiN++dwPLf0XV43w+bfVl6j2aOfmRXqn/bd2MDQGtAAGgA0AHouxWsVjUObMzM7kXpEQQoqICKIKAounIBSVEUUHVSysJSAgKgoi0qq0oFILSCZUCkSSlQpRRBEFQEPuqAgqiiiLSQOVJsUBBr3GebI4rZFUj/G+431cPa9B9Vz+Rz6Y+q9z/RuYeJa3duoaTxDHyTuzyvLj0HutHg1vRcTLnyZJ3aXTpirjjVYY584vKNT4eHqVjiPu9S9fC+EyzvysGd3UnRjAepPT+T0WXFivln00h4vetI3aX0PgHLUWGAdo+SvaI0b5MHT13/hd3jcKmHue59/4cvNybZOo6hmlutZxtBCghQRF7RBKRFCj0rUHJR6gUEUO3ClmYhAKElKioFILSIqiiqCiiI43/n/KkWiZ0sxPmQqmwC03o8og8vE8aIYzIWl1EChodT49FgzZflU9T3ip67aXAcXw8wGUSxPN5RIGuZIRq4MkZs4DWiFq4eba1/TaPPs2MnHitdxL1LotRyUNrSotLyOQCDH8V41Dhx33W7oxurj8ug8ytfPyceGPqnv2ZsWG+Tw0fjHMU2Itt5I/gad/3O97028lxORzr5evEOnh41MffmWFfIALJoLS1tsbdBLn/pb/AOR/4C9RGjtsfLPJ5kp0lxxbg0M7r+GxoK6n7rf43Cvl+q3Uf3auXlVp1XuX0XB4KOFgZEwNaOg6+ZJ1J8yuzixVxx6axqHMvebzu07cysrw4KiFBEBBKUClVMqhopVZVRdiEbFFEHClkYtLSoUoACoqgIKgiC0gUgUiKxxBsaHb5dQfLyXi+Ot/MPVb2r4YnE86nAyPEmGw8wFOBeTG8sIbqDRYTmzimtB7vXdcPm5cuPJ8vc6dXjUpenr1G2ycD/GHh8tMlbJh3fqbnZ9Wd6vMtC0t+7ZhvODxeGxTM0b4pmHq0tePQ+C9RaY7idExE+Wvc08JhbkqNrGuzZj0JGXLE1pIGZ1uoCyS2q1sbVOZlr1M+qPy178XHPjr9mI43y5HhTEWMjbmDYs4ppklAeWjKT7WQEDqaqzotniZ8MWmbdTM9fswcjDkmIiO4Y6l1tufpaTY8+K4rBh3MOJbKYnEtL4spLHaEZmncEZttdOq0+Zyb4axNY8tnjYYyWmJbbwzheCxcfaYTE5x1otdlPg9lBzT5Glo1+JZPvES2rcKk+JmHybm3nExSyYeHumN743SEakscWnKOmoPn6K5+faY1SNJi4kRO7dtO/N5jZJJO5Jsn1J3XLtuZ3LeiIjw5Plo0NXVt4evgvOvdThmAllkyhvaPOoA6efgB5le6UtefTSNy82tFI3Z9D4FyoyKnzVJJoQN2MPkD7R8z9Oq7PG+H1p9V+5/pDm5+XNuq9Q2W10WmoKDi4oOCoiKIggKAgIohBSLCosIQofu5UmxwpZGPQgIKgUgICCoCIIFILSgxHMnBG4qIgjvtByOBognpdf4QFq8vjxlruPMeGxx83y7fifLB8dxhdgIsC/CuEsRjEExA1Ed57IFm2lwoHYjTRfO5K5KfrrMOxW1L/pnbWcHjThnSZTNHKyRoZiI3FjC0B3aAjc6hpb5Ek9F48fd71t9A5c/FrExU3FsGIZ/1GU2UDxIHdf9vVeou86fUeD8fwPEYy2N7JQR34XgZgPB8Tun2XuJ2fh38Q4BBL7uR1e03Q+VjYrZw8rJi6idx7SwZOPS/c+Wq8S5flht1Z2D3m9B4ubuPuF1cPNx5Op6n8ufk4t6fmGg8yczQNa6FoEpcKN+wPmNSfT6rBy+Xj9M0iPV/Zl4/HvuLeHt/D3ifCTCyGdxwuLa5+XFMcYnPzOJbcw0NAhuSS26bFcWuojTpT2+dcyxSSSvkecznuc8vDQMxcSS5zW6Am+izTDFWzC4LCyukaxtW800ucA0u6DO7ugk6a9SF40yNx4HyfiXuImjfAGmndo0h5I3ytOp/cdPVbGDh3zTvxHuwZuTXH15l9Ih4C3Bsa1rA0PaH3dudoPbO9i/TwXW4vyorMY48eXP5HzJmJv93IlbbXLQAU0qlQcVdAoKgiAgtICBSBSKUj1AimVRPTDgsjxIiLSAAiLSErSBSKICIKC0gIFIOrEVlNuy9A6icrjo0gAEk3WgBWvyvT8q3q9mbj7+bXTu45ytHYE8cbm1TJoz3s4AEgcyt7B1B6VQ6/O04t80z6Ps7F89cfloPM3LX5YCRjwWF2WuuxNeey1rYr47atGmat4vG47YJjyxwexxa9uoc0lpafJw1VidExtvXLv4nTxOb+bZ27RQ7RvcmDQbo+7IPI16rJGT3ePS3fmfmPC8Q4TjPy0wLhA9zmHuyNy97vMOvT0WWkxMvNvD8xyzOBIJSYWvh6MFjiD4noDt6n/hedK2nl7BzTuADXPYXU9x0a3a+9sCAQcu5+6yYqZMk6pG2PJalI3ZkuI8vZGPexpc9gaSGjNqasObWta7jost8MxG696iJ6Y65ImdW62zr/xRDsEIpcMHTRNY2ORp7rmtoOz33mHKDtms9BsseHk2x23EveXFF66l9J5sDQcKXlrWvLYgSa7zy3K0etFbnCzVpW+571tr8nHNppp4ea4WtxBDQAC1poCtTdlbvAtNsPc/drcusRk69mHtbrW2oU0KgUgiAgtKCBBUCkBARSkNiLC0vPa6dSyse1RVRFQEQUVUBApEVAQFBUHTjMKJG5czmkFrmvYacx7CHMc0+IIB10WLLirlpNbMmPJOO3qhzlx0MQD8XiS0F4zPLbc9zt8rIxvQOzaAbqtPLeOJSIrG/wAy2sdP9TabWnX4bGOXcJioc8M7ZYnDfuSsNdNK1/ha3+vm0avWJj/P3Zv9HFZ3W0xL4BxDiuGdKewaWx9Mxu/MA6j0srn564/VvHGobeL1xH1ztxbKHbFYNMrk6K0idGmNxvDM2o3WSMnu8elkeQeAwy4/DsxID43SNa6Oy3Nm0GoINWRsVmr6ZiZeJmYmIfpDj3EcJw+GFkkTWYdzxF3Yz2cQokEtY00Lrw66+KtprO4nS2iJjUxtq2Jc135iSF8LsJBI3LIyQOIMjIy/M4OIoFzd6IAs6ard4nJiuSZvPn+7V5GDdIiv2azjsBh8bNL2jCHQtihDQGs2D88jnNFvJOWsx0F6L3XiUzZr+rx/LxbkWx46+ny8eO4HihJBK3EOxAw7onRxTvI0icXNaHag7uAcRYDjqpk+G3r3jtv8StObW3V402TF86YafEFuLhlwRIaI5ZKexxA1z5dALJAIJFAEkbLDj5GXjT6bx1+f/JZsmHFnrus9+8ez2YnCOYA62vY4WyRjg9jx0LXBdjDyMeX9M/8ADm5MF8fcx17vOs7CICiiAoKiiIqKILSBSBSBSECmx1UsjwqKAIOSgIgiiCogoKgUgtIACgSPDQS4gACySQAB4klSZiI3KxEz1DWcfx2DEu/LNAc1wdmkfo0FrSRkvd1jQ6a1VrkcznY7VmlY9X9nQ43FvE+q06az2WLwUnaYaZ8Z2cWnLbf/ANGbOHqCPJcSLTWXVmNtLxXDi0kN6DMQdNBvRWeuSLMc108+He8PAAcXEgACySSdA3xvyXvW0fS8LyTi8lzAQvqxG+8x/cRo35WtjF8Pvkr6omP8/swZOZXHb0zEsNxHh8sBqVhb0B3aT0pw0O2y1MuG+KdXjTPjy1yRussacWWPBbmDmkODmmi0jUOaRqD5rxG/s9TLduGfirN2Zw+NjZi4nAtOcBslEEGzRa7QncfNZItLzp2fgnjeylOHllgZCRKOze8t/MOmMYJykZXECIDU7Egbkr1ExJL6DzLw8RTW0ANc1uWugYAMp/n+pdzgXi2PX3jy5XMpNbR7MTS32m4TQte0tc0Oadw4Ag+oK82rFo1aNvUTNZ3E6Y3C8Lkwzi/Azdld5oZB2uHkvcOjOrb8Rroufl+HV36sU+mf6f8Axu4+bbXpydw9sXGYnEMxLPyUpNBznZ8JIf0T/wC0T8L63q15rysuH6c0de6zgx5Y3in/AIZrhmAP5iOOVujiTR2cMpIII0I03BWxnzxOGb45YceKfmxW8PNi8LU7omD/AHCxo/qpov6LJjy//lF7e25eL0//AEmtfdtWL5WjcwBhyvAAzdHH9Q/uPuuTh52Wk/XPqjf+a/Z0MnEpaPp6lprm0SD0NFdusxMbhy5iYnQqKAgqAgqCIKgigKbldOtZHjagICAiLSCgKKICIqKUoioKAgwfGOZ4YLY09pJ8LTo39zth6CytLkc7Hi68y2sPFvk78Q0ji3GJZzcr7A2Y3Rg+XU+ZXEz8rJmn6p69nVxYKY/DEvxF6AWfAdPU7Ba+mXb3cFxGLz9nl7VtGox3iP2mraPt5L1GP19UjcvM3ivdumyYzgL6bI6HUU6iQ4t8QSLFVf13WTJws+ONzH/TxTlYrzqJYbH8suhZ2zXRtbEdMzmxvBBzNrNQe6q7oNmiACvXyclaev8AOp90+bWbej8bb3wv8Ug6oeK4YjwlYxzXD9ToXaj1YTfwq4818U77iVtjrkjU9sxyhzBhsQ3ER913bGRkMJBe6QRNLrfbQBmD2kNI9077DayZvnzX1a1Hlr48UYotrzLXsbydhnEjI6M9cpIo/tdYH2W7f4fgv3Xr9v8ANNSvMy16t3+7CT8hHMckwy17zTd66aH01+y1rfC7f7bf9s8c+uu6vbwH8ODPL2ckrWsylznMuwBXukUd/Faufh3w6mZidtjDyK5N6iYbO2JrAGNLi1oDWlzi52VujbJ1OgC7+HHFKRVyMtvVeZVZWMVBTapJGHAhwBB0IIsEeBHVSYiY1KxOu4eLhHCI8Pi8PiGOe1kDnnsbL4w17HNd2TXGoz3r0030Frn5uBE7nHOvx9m5j5cx+vv8/dtPLmOgnx0mkrJG55BHI0U9ubKJY5Gkgt12NOBIWrlzZKYvk2rr/wBhsY8dLZPmVnf8t3BWi23zbiceWaQeEj/pmNL6PBO8VZ/EOLljV7R+XnWVjVAQVApApBaUWClFmFpXY6V7Y1pTYoCIICAgIKgoCgtIMfxbjMOGH+o7vVoxurj8ug8zS183Kx4Y+qf+PuzYsF8k9Q0fjPNM01tB7OP4WnUj9TuvoKC4ufn5MnVeodPDxKY+57lrgnvRguvDYepWl6fdt7enA8DxGId3A5w/To0HwLzof80WbFhvk/RXbFky1p3adN24VyQ1oHbPv9Efdb83bn5Uuji+GR5yzv8AEfy0cnOnxSG0YTCRxNyxsaweDRV+vj8108eKmONVjTRte153adpj8bHBG6WVwYxotzjemtdNSbIFDxVvetI3bwlaTefTHlquK4W/HYIhkrXF8omBd3e4S5zW0Bocj277/dc3Hi+bit6fvO3Qvk+Vkj1ezJc7Mk/KFsTM5LmNIy5jkuz0tuob3hRHiFsczH6seoj2a/Fv6cm5lxn5UjbIJsNJJhpWklro3Ehp8gTddKuqJtY7/Dccx9MzWWSvOvE/VG2Qh45iorGPw/5thN/mMNTZ26NbbojQdtdDTfda9cXJ4/de4/H8fw2LZsHIiIt1Mf55ZDAOixIe/CSCZrDTm0Wyt0B78R7w1NbbtK3MPPpfq30z/RrZuFakRNZ9Uf1csNjJIy8NoB7C1xLbOp2Ds4LT/S75LJmwzky0n/bHf8POLJSmK8f7p8f+/Z1UtpqpSqPZwvhzp3hjdt3O6NHj6+AWDkZ4xU3Pn7MuHFOS2obW/gLGsqMgDd7HjNG/xcerH17zT6h1AL56mXLH13tu33mOv6ezsTir6fTEdPn3FeKwQWXvoa5W+08i9O6NT67L6C/IrjrE5J1Lk1w2vbVI6aXxfnSR9tgb2bfiNOef7N+/quXn+JWnrHGm/i4Va/r7YDhfGpsPiWYqNx7Rjw7MSTnFd5rydSHC2/Nc2bzM+qZ7bvpiI1HT71yp+IWGxYBfG7DOdsZK7J5GndmGl2dnZSel0s0RM19WumPdd628vMbKxMnmWn6tH/1d3hTvDDl8mNZZY4BbTXWkClApBUBCYEUQKU7R1UvbwqKICItIFKCgILSDzY/HxQNzSvDR0vc/taNT8liyZqY43edPdMdrzqsbaXxnnR77bAOzb8ZrOf7N+58wuPn+JWt1j6/P3dPDwa17v21KTEOc7YuzE243v5ncrmzue5luxqOoZnhPKWJm1e3K0nRz7aK/Z7R/hbeHh5cncR6Y95a+TlY6eZ3+zcuF8m4eLV47V36hTf8AsG/zJXSxfDsdO7fVP9P+mhk5l7dV6bE1oAAAAA2AFAegW/ERHhqTO/IqCI8PG+FsxUD4JCQ14AsbgghzSPQgLHlxxkpNZZMeScdotDxcp8vfkonR9qZS52YuIy7ANaA2zQAA6rHx8HyazG9vefN82d60zVLZYCkERXixnCopHCQgtkb7MsbjHK39sjSD8tlhy8fHk/VDLjzXp4l6IcdOyziWNxkTGuc6TMzD4hrGglxe62xSgAdch8ytDJjy8au6W6beO+PPbVq9u3BTQ4kF+EkErQMxZRbNG07dpC6nAfqAo1otnDzaX1FupYcvFtWd17h3YHBuleGMFk/QDqStjLlrjr6rMFMdr29MNh4hxzA8LjDJZQH1eRvelefHINQPM0B4rgZs1slvVZ2cWKMdfTD5hzV+K2JxAdHhmjDxmwTo+VwPi72WWLFCz4OWD5mp6ZdR93z2WYuJc4kk6kk2T5kndeLWm07mSI11DJ8J5cxGIotZlYf9x/db/SN3fIV5rNg4mXN4jUe8sWTkUx+Z3+zdOEcnYeGnP/1n+Lx3QfJm31tdjB8Px4+7fVP5/hzsvMvfqOmw0t9q9+VA28hXoPBIiI8LMzPkAQ0qC0gUgKAgtIqUiKg6aXt5WlBaRFpApApB34PD53htht2S47NABJJ+QKxZssY6TaWTHScloq0PjfPTQCMNqOkrgRY6FjDr/wB30XLzfE/tjj/mW9i4P3vLU2GfFPtofK93XVxr+w+gXN1kzW+9pb30Yq+0Ni4XyFI45p5MgNdwU53/AKt/8lvYvht7frn0/t5amTnVj9Mb/s3DhnAsPBrHGM3xu7zvqdvlS6eLi4sX6Y792jk5GTJ5lk1sMIgiBSCoiUiqiIilIhSCUiujH4MTRuiLywPBaSBdg7tIsW07EeHisPIxzkxzWGXDeKX9UmNwbJSHyAl4JLZGkskY47lkjKcw+hCtsFLVito8JXNetvVEte5z5rx+FjEMc575zduGME5YLBjdIBrRIIcAHV1J1XJ5WD5cxETuPs6XGy/MiZmNS0HAYLFYrtHxRyTFushZcrwXbOe0W83R1rputCatrbKcJ5RxU1FzOxb1dKC13yjPePzr1Wxh4WTL34j3lgy8qmPrzLdeEcp4eCnFvavHvSUaP6W7D7nzXWw8HFj78z+XPycq9+vEfhnitxrSioUilKLBSotKBSAgtICBSgtIpSI6qXtNFImilNigILSBSg8vFpXthe1jS7tR2Tsu4jeaeRp1bbf6lq8ys2x6j3bHGtFb7ljZuT8GZe0ERaNajD3ZPLfXQab0eqxx8Pw7iZh6nmZe4iWZw+HZG3LGxrGjo0AD6BblKVpGqxprWtNp3M7di9ItIFISUoFIgAirSIUgUilIioqUgUiFIFIrG8a4HDimhso1F5XDRzbq66HYaHwWLNhrljVmXFmtjnp5eTuXjw/FNnbMXNyva9uUNLwQaB1qs2U35LQngTHiza/1kT5hnZHEkk6kkknxJ1K6dYiI1DQmdzuXGlRQEUpApNhSKUgUgtIFKBSKtIFIhSBSbHDKrs0oYmzTsZGvM2NI5qsSTDgQqklI8qioiBQKQEFRRAQFBUCkFpBypRUpEcaVCkBApBFQpQFQQEWFpRdFIFICBSDlSilILSgFUEBAQf/Z)
(https://i.insider.com/5ce8428df85e166c5637fd57?width=1100&format=jpeg&auto=webp)


(https://cdn.i-scmp.com/sites/default/files/styles/1200x800/public/d8/images/methode/2019/11/21/e4492296-0b72-11ea-afcd-7b308be3ba45_image_hires_102451.jpg?itok=tkooDJpC&v=1574303096)

Nem um C4ISR temos e já querem MRTT e E-7?

PS: O P-3 não é um C4ISR, a NATO só aceitou por pena.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Outubro 06, 2020, 12:22:42 am
A capacidade MRTT, com A-330, AEW/C com E-7 Wedgtail e de patrulhamento/ISR,ELINT, com P-8A Poseidon, seriam autênticos multiplicadores de força, juntado a isto UAVs, Reaper,Heron e os tão esperados F-35A e F-16V.


(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcQvcOPf7GZnP1gQLZEm2Dk7nXXgdfdDOAwQCA&usqp=CAU)
(https://www.defencetalk.com/wp-content/uploads/2019/03/E-7-AWACS-radar-aircraftweb.jpg)


(https://vistapointe.net/images/boeing-p8-poseidon-5.jpg)


(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcSlF95-h4iKbiwKWbdJy7W6i82EOVKteGSuZQ&usqp=CAU)
(https://www.forumdefesa.com/forum/data:image/jpeg;base64,/9j/4AAQSkZJRgABAQAAAQABAAD/2wCEAAkGBxISEhUSEhIVFRUVFRUVFRUVFRUVFxUVFxcXFxUVFRUYHSggGB0lHRUVITEhJSkrLi4uFx8zODMtNygtLisBCgoKDg0OGhAQGi0dICUtLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLS0tLf/AABEIAJ0BQQMBEQACEQEDEQH/xAAcAAEBAAIDAQEAAAAAAAAAAAAAAQUGAgMEBwj/xAA7EAABBAAEAwUGBQMDBQEAAAABAAIDEQQSITEFBkETIlFhcTJCUoGRoQcUYnKxgsHwI0PRU5Ki0uFj/8QAGgEBAQADAQEAAAAAAAAAAAAAAAEDBAUCBv/EAC8RAQACAgIBAgUDAwUBAQAAAAABAgMRBCExElEFEyJBYTJx0aGx8BRCgZHB4SP/2gAMAwEAAhEDEQA/AOxfWPn1pBUVVBQEHKkFQWkFpApApBUEpARFRVQcqQEBAQWkEpEWkUpApApBUFQF5BU2UmxaTaohrpyCihTRLIcD4aMRI6PMWnI5wPmC0Cx4arW5OecVYtrfbNgxRe2pY8hbEe7HManQqkVFF8KqfsqgxoCyMagKC0qi0hCqKoQcgEFQKQUIACC0glKohCC0hpVBUUKItIpSIqAiiAgICAgqChSQTZpaTa9KoSAIOE8rWNLnuDWjck0B815taKxuZ1D1FZtMRDWsVznGCRHE59bOJDGn7E/UBcvL8VrE6pXboU4O4ibW/wCGS/D7m4u4jE2VzImPa9gGgDnFtgOe475gAANy5aOTm5M/028fht042OlfVXe4/wAmfx9md4iKmlHhJIPo4rv4Z3jr+0ORl/XP7vOsjxCogiiDw0vbGtKotKKuVBQEBBaQKQUKhSiKEFQEBCRUWkABQVFEFAQKRFpRUVEpAQEFQAFJHKlFUIiobWkX9mF4zzHFBbW/6knwg6D97unputPk83Hi68z/AJ5bOHjWv34ho/FeLSTHNK6wPZaPZHk1vU/dcHPyMmefq/8AjqY8VMcaq8/C+Hz4l+RjdBRu6AH63dPQb+auHBbLb00ja5MlaRuz6BwXl+PDi/bkqi8jbxDR7o+673G4dMPfmff+HKzci+TqOo9mWtbTBsCBaKqIKp6nmpenhaQFRaUUpEKVFpBUBAUBUWlApUVQEBUFBQEVaUFVBQFfAKbCkBAKBSQLSgIKAg6Mfjo4W5pHBo6eJPgBuSseTLTHG7zp7pjtedVhpXGeaZJbbFcTPG++4eZHsjyH1XE5PxG9/pp1H9XTw8OtO7dy1ozDZmp6noPU/wBlz/T7txnuX+VnzVJKS1h96u84foHujz/ldDi8G2X6rdV/rLVzcquPqO5b5hMKyJoZG0NaOg8fEncnzK7ePHXHX01jUOXfJa9t27dlrIm0Q3Gy1BQiqgIjppe2MpBAFUcgiiAoFIFKi0oFIAVRUUUBUKUFpApBUVUAKCoFIIgIKgtIFKAAgpoa+CDWeM82sZbIKe74z7A9Pi/j1XM5PxGtOsfct7Dw5nu/TS8bjHPcXyvLiep/gDp6BcW+S+WfVady6NaVpGoh0wQySuDGtPe2a32nf+o/zRStJmdRG5W06jc9Q3fl3lBkID5gHO3DN2M9fiP2H3Xb4vw+K/Vk7n2+0fy5uflzP006bQum0kpDwhCLpKQjyKLsQKVJ2qI6l6eCkClRaQKQKUFRRVClAVFAUFpUFACpsQFCVCAgIKi9gUkVEEUpQWkFpApBjuL8bhw475t/Rjfa+fwjzK18/Kx4Y7nv2ZsWC+Tx4aLxjjs2I0ccrOkbTp/UfeP28lwuRzMmXqeo9nUxcemPx3LCvxAstbqR9B6lavp22NshwHl+bEOJB7oOsjh3WeIaOp8h8yFs8fjXzT9PUe7Blz1xdz59n0fhPCIsM2mDvH2nn2nfPoPILvYONTDGq+fdy82a2Se3tK2GFEIQlCZQqPWxEkVI6KUWHLKpt60ZUHUsrDopQKQKQFUUBFWlApApUKUFQRUVQEEpBaQkQcqTalKBSCoCSKpuRQEFAQdeKxDIml8jg1o6k18vM+S8XvWkbtOoeq1m06hpvGeb3PtmHGRv/UPtH9o93139FyOR8SmesfX5dHDwoju/f4anNNVucfMk6k+d9Vytzadt7UQ6gXP2sA7fE7yA6fykQNu5f5NupJ25R0jGjiN++dwPLf0XV43w+bfVl6j2aOfmRXqn/bd2MDQGtAAGgA0AHouxWsVjUObMzM7kXpEQQoqICKIKAounIBSVEUUHVSysJSAgKgoi0qq0oFILSCZUCkSSlQpRRBEFQEPuqAgqiiiLSQOVJsUBBr3GebI4rZFUj/G+431cPa9B9Vz+Rz6Y+q9z/RuYeJa3duoaTxDHyTuzyvLj0HutHg1vRcTLnyZJ3aXTpirjjVYY584vKNT4eHqVjiPu9S9fC+EyzvysGd3UnRjAepPT+T0WXFivln00h4vetI3aX0PgHLUWGAdo+SvaI0b5MHT13/hd3jcKmHue59/4cvNybZOo6hmlutZxtBCghQRF7RBKRFCj0rUHJR6gUEUO3ClmYhAKElKioFILSIqiiqCiiI43/n/KkWiZ0sxPmQqmwC03o8og8vE8aIYzIWl1EChodT49FgzZflU9T3ip67aXAcXw8wGUSxPN5RIGuZIRq4MkZs4DWiFq4eba1/TaPPs2MnHitdxL1LotRyUNrSotLyOQCDH8V41Dhx33W7oxurj8ug8ytfPyceGPqnv2ZsWG+Tw0fjHMU2Itt5I/gad/3O97028lxORzr5evEOnh41MffmWFfIALJoLS1tsbdBLn/pb/AOR/4C9RGjtsfLPJ5kp0lxxbg0M7r+GxoK6n7rf43Cvl+q3Uf3auXlVp1XuX0XB4KOFgZEwNaOg6+ZJ1J8yuzixVxx6axqHMvebzu07cysrw4KiFBEBBKUClVMqhopVZVRdiEbFFEHClkYtLSoUoACoqgIKgiC0gUgUiKxxBsaHb5dQfLyXi+Ot/MPVb2r4YnE86nAyPEmGw8wFOBeTG8sIbqDRYTmzimtB7vXdcPm5cuPJ8vc6dXjUpenr1G2ycD/GHh8tMlbJh3fqbnZ9Wd6vMtC0t+7ZhvODxeGxTM0b4pmHq0tePQ+C9RaY7idExE+Wvc08JhbkqNrGuzZj0JGXLE1pIGZ1uoCyS2q1sbVOZlr1M+qPy178XHPjr9mI43y5HhTEWMjbmDYs4ppklAeWjKT7WQEDqaqzotniZ8MWmbdTM9fswcjDkmIiO4Y6l1tufpaTY8+K4rBh3MOJbKYnEtL4spLHaEZmncEZttdOq0+Zyb4axNY8tnjYYyWmJbbwzheCxcfaYTE5x1otdlPg9lBzT5Glo1+JZPvES2rcKk+JmHybm3nExSyYeHumN743SEakscWnKOmoPn6K5+faY1SNJi4kRO7dtO/N5jZJJO5Jsn1J3XLtuZ3LeiIjw5Plo0NXVt4evgvOvdThmAllkyhvaPOoA6efgB5le6UtefTSNy82tFI3Z9D4FyoyKnzVJJoQN2MPkD7R8z9Oq7PG+H1p9V+5/pDm5+XNuq9Q2W10WmoKDi4oOCoiKIggKAgIohBSLCosIQofu5UmxwpZGPQgIKgUgICCoCIIFILSgxHMnBG4qIgjvtByOBognpdf4QFq8vjxlruPMeGxx83y7fifLB8dxhdgIsC/CuEsRjEExA1Ed57IFm2lwoHYjTRfO5K5KfrrMOxW1L/pnbWcHjThnSZTNHKyRoZiI3FjC0B3aAjc6hpb5Ek9F48fd71t9A5c/FrExU3FsGIZ/1GU2UDxIHdf9vVeou86fUeD8fwPEYy2N7JQR34XgZgPB8Tun2XuJ2fh38Q4BBL7uR1e03Q+VjYrZw8rJi6idx7SwZOPS/c+Wq8S5flht1Z2D3m9B4ubuPuF1cPNx5Op6n8ufk4t6fmGg8yczQNa6FoEpcKN+wPmNSfT6rBy+Xj9M0iPV/Zl4/HvuLeHt/D3ifCTCyGdxwuLa5+XFMcYnPzOJbcw0NAhuSS26bFcWuojTpT2+dcyxSSSvkecznuc8vDQMxcSS5zW6Am+izTDFWzC4LCyukaxtW800ucA0u6DO7ugk6a9SF40yNx4HyfiXuImjfAGmndo0h5I3ytOp/cdPVbGDh3zTvxHuwZuTXH15l9Ih4C3Bsa1rA0PaH3dudoPbO9i/TwXW4vyorMY48eXP5HzJmJv93IlbbXLQAU0qlQcVdAoKgiAgtICBSBSKUj1AimVRPTDgsjxIiLSAAiLSErSBSKICIKC0gIFIOrEVlNuy9A6icrjo0gAEk3WgBWvyvT8q3q9mbj7+bXTu45ytHYE8cbm1TJoz3s4AEgcyt7B1B6VQ6/O04t80z6Ps7F89cfloPM3LX5YCRjwWF2WuuxNeey1rYr47atGmat4vG47YJjyxwexxa9uoc0lpafJw1VidExtvXLv4nTxOb+bZ27RQ7RvcmDQbo+7IPI16rJGT3ePS3fmfmPC8Q4TjPy0wLhA9zmHuyNy97vMOvT0WWkxMvNvD8xyzOBIJSYWvh6MFjiD4noDt6n/hedK2nl7BzTuADXPYXU9x0a3a+9sCAQcu5+6yYqZMk6pG2PJalI3ZkuI8vZGPexpc9gaSGjNqasObWta7jost8MxG696iJ6Y65ImdW62zr/xRDsEIpcMHTRNY2ORp7rmtoOz33mHKDtms9BsseHk2x23EveXFF66l9J5sDQcKXlrWvLYgSa7zy3K0etFbnCzVpW+571tr8nHNppp4ea4WtxBDQAC1poCtTdlbvAtNsPc/drcusRk69mHtbrW2oU0KgUgiAgtKCBBUCkBARSkNiLC0vPa6dSyse1RVRFQEQUVUBApEVAQFBUHTjMKJG5czmkFrmvYacx7CHMc0+IIB10WLLirlpNbMmPJOO3qhzlx0MQD8XiS0F4zPLbc9zt8rIxvQOzaAbqtPLeOJSIrG/wAy2sdP9TabWnX4bGOXcJioc8M7ZYnDfuSsNdNK1/ha3+vm0avWJj/P3Zv9HFZ3W0xL4BxDiuGdKewaWx9Mxu/MA6j0srn564/VvHGobeL1xH1ztxbKHbFYNMrk6K0idGmNxvDM2o3WSMnu8elkeQeAwy4/DsxID43SNa6Oy3Nm0GoINWRsVmr6ZiZeJmYmIfpDj3EcJw+GFkkTWYdzxF3Yz2cQokEtY00Lrw66+KtprO4nS2iJjUxtq2Jc135iSF8LsJBI3LIyQOIMjIy/M4OIoFzd6IAs6ard4nJiuSZvPn+7V5GDdIiv2azjsBh8bNL2jCHQtihDQGs2D88jnNFvJOWsx0F6L3XiUzZr+rx/LxbkWx46+ny8eO4HihJBK3EOxAw7onRxTvI0icXNaHag7uAcRYDjqpk+G3r3jtv8StObW3V402TF86YafEFuLhlwRIaI5ZKexxA1z5dALJAIJFAEkbLDj5GXjT6bx1+f/JZsmHFnrus9+8ez2YnCOYA62vY4WyRjg9jx0LXBdjDyMeX9M/8ADm5MF8fcx17vOs7CICiiAoKiiIqKILSBSBSBSECmx1UsjwqKAIOSgIgiiCogoKgUgtIACgSPDQS4gACySQAB4klSZiI3KxEz1DWcfx2DEu/LNAc1wdmkfo0FrSRkvd1jQ6a1VrkcznY7VmlY9X9nQ43FvE+q06az2WLwUnaYaZ8Z2cWnLbf/ANGbOHqCPJcSLTWXVmNtLxXDi0kN6DMQdNBvRWeuSLMc108+He8PAAcXEgACySSdA3xvyXvW0fS8LyTi8lzAQvqxG+8x/cRo35WtjF8Pvkr6omP8/swZOZXHb0zEsNxHh8sBqVhb0B3aT0pw0O2y1MuG+KdXjTPjy1yRussacWWPBbmDmkODmmi0jUOaRqD5rxG/s9TLduGfirN2Zw+NjZi4nAtOcBslEEGzRa7QncfNZItLzp2fgnjeylOHllgZCRKOze8t/MOmMYJykZXECIDU7Egbkr1ExJL6DzLw8RTW0ANc1uWugYAMp/n+pdzgXi2PX3jy5XMpNbR7MTS32m4TQte0tc0Oadw4Ag+oK82rFo1aNvUTNZ3E6Y3C8Lkwzi/Azdld5oZB2uHkvcOjOrb8Rroufl+HV36sU+mf6f8Axu4+bbXpydw9sXGYnEMxLPyUpNBznZ8JIf0T/wC0T8L63q15rysuH6c0de6zgx5Y3in/AIZrhmAP5iOOVujiTR2cMpIII0I03BWxnzxOGb45YceKfmxW8PNi8LU7omD/AHCxo/qpov6LJjy//lF7e25eL0//AEmtfdtWL5WjcwBhyvAAzdHH9Q/uPuuTh52Wk/XPqjf+a/Z0MnEpaPp6lprm0SD0NFdusxMbhy5iYnQqKAgqAgqCIKgigKbldOtZHjagICAiLSCgKKICIqKUoioKAgwfGOZ4YLY09pJ8LTo39zth6CytLkc7Hi68y2sPFvk78Q0ji3GJZzcr7A2Y3Rg+XU+ZXEz8rJmn6p69nVxYKY/DEvxF6AWfAdPU7Ba+mXb3cFxGLz9nl7VtGox3iP2mraPt5L1GP19UjcvM3ivdumyYzgL6bI6HUU6iQ4t8QSLFVf13WTJws+ONzH/TxTlYrzqJYbH8suhZ2zXRtbEdMzmxvBBzNrNQe6q7oNmiACvXyclaev8AOp90+bWbej8bb3wv8Ug6oeK4YjwlYxzXD9ToXaj1YTfwq4818U77iVtjrkjU9sxyhzBhsQ3ER913bGRkMJBe6QRNLrfbQBmD2kNI9077DayZvnzX1a1Hlr48UYotrzLXsbydhnEjI6M9cpIo/tdYH2W7f4fgv3Xr9v8ANNSvMy16t3+7CT8hHMckwy17zTd66aH01+y1rfC7f7bf9s8c+uu6vbwH8ODPL2ckrWsylznMuwBXukUd/Faufh3w6mZidtjDyK5N6iYbO2JrAGNLi1oDWlzi52VujbJ1OgC7+HHFKRVyMtvVeZVZWMVBTapJGHAhwBB0IIsEeBHVSYiY1KxOu4eLhHCI8Pi8PiGOe1kDnnsbL4w17HNd2TXGoz3r0030Frn5uBE7nHOvx9m5j5cx+vv8/dtPLmOgnx0mkrJG55BHI0U9ubKJY5Gkgt12NOBIWrlzZKYvk2rr/wBhsY8dLZPmVnf8t3BWi23zbiceWaQeEj/pmNL6PBO8VZ/EOLljV7R+XnWVjVAQVApApBaUWClFmFpXY6V7Y1pTYoCIICAgIKgoCgtIMfxbjMOGH+o7vVoxurj8ug8zS183Kx4Y+qf+PuzYsF8k9Q0fjPNM01tB7OP4WnUj9TuvoKC4ufn5MnVeodPDxKY+57lrgnvRguvDYepWl6fdt7enA8DxGId3A5w/To0HwLzof80WbFhvk/RXbFky1p3adN24VyQ1oHbPv9Efdb83bn5Uuji+GR5yzv8AEfy0cnOnxSG0YTCRxNyxsaweDRV+vj8108eKmONVjTRte153adpj8bHBG6WVwYxotzjemtdNSbIFDxVvetI3bwlaTefTHlquK4W/HYIhkrXF8omBd3e4S5zW0Bocj277/dc3Hi+bit6fvO3Qvk+Vkj1ezJc7Mk/KFsTM5LmNIy5jkuz0tuob3hRHiFsczH6seoj2a/Fv6cm5lxn5UjbIJsNJJhpWklro3Ehp8gTddKuqJtY7/Dccx9MzWWSvOvE/VG2Qh45iorGPw/5thN/mMNTZ26NbbojQdtdDTfda9cXJ4/de4/H8fw2LZsHIiIt1Mf55ZDAOixIe/CSCZrDTm0Wyt0B78R7w1NbbtK3MPPpfq30z/RrZuFakRNZ9Uf1csNjJIy8NoB7C1xLbOp2Ds4LT/S75LJmwzky0n/bHf8POLJSmK8f7p8f+/Z1UtpqpSqPZwvhzp3hjdt3O6NHj6+AWDkZ4xU3Pn7MuHFOS2obW/gLGsqMgDd7HjNG/xcerH17zT6h1AL56mXLH13tu33mOv6ezsTir6fTEdPn3FeKwQWXvoa5W+08i9O6NT67L6C/IrjrE5J1Lk1w2vbVI6aXxfnSR9tgb2bfiNOef7N+/quXn+JWnrHGm/i4Va/r7YDhfGpsPiWYqNx7Rjw7MSTnFd5rydSHC2/Nc2bzM+qZ7bvpiI1HT71yp+IWGxYBfG7DOdsZK7J5GndmGl2dnZSel0s0RM19WumPdd628vMbKxMnmWn6tH/1d3hTvDDl8mNZZY4BbTXWkClApBUBCYEUQKU7R1UvbwqKICItIFKCgILSDzY/HxQNzSvDR0vc/taNT8liyZqY43edPdMdrzqsbaXxnnR77bAOzb8ZrOf7N+58wuPn+JWt1j6/P3dPDwa17v21KTEOc7YuzE243v5ncrmzue5luxqOoZnhPKWJm1e3K0nRz7aK/Z7R/hbeHh5cncR6Y95a+TlY6eZ3+zcuF8m4eLV47V36hTf8AsG/zJXSxfDsdO7fVP9P+mhk5l7dV6bE1oAAAAA2AFAegW/ERHhqTO/IqCI8PG+FsxUD4JCQ14AsbgghzSPQgLHlxxkpNZZMeScdotDxcp8vfkonR9qZS52YuIy7ANaA2zQAA6rHx8HyazG9vefN82d60zVLZYCkERXixnCopHCQgtkb7MsbjHK39sjSD8tlhy8fHk/VDLjzXp4l6IcdOyziWNxkTGuc6TMzD4hrGglxe62xSgAdch8ytDJjy8au6W6beO+PPbVq9u3BTQ4kF+EkErQMxZRbNG07dpC6nAfqAo1otnDzaX1FupYcvFtWd17h3YHBuleGMFk/QDqStjLlrjr6rMFMdr29MNh4hxzA8LjDJZQH1eRvelefHINQPM0B4rgZs1slvVZ2cWKMdfTD5hzV+K2JxAdHhmjDxmwTo+VwPi72WWLFCz4OWD5mp6ZdR93z2WYuJc4kk6kk2T5kndeLWm07mSI11DJ8J5cxGIotZlYf9x/db/SN3fIV5rNg4mXN4jUe8sWTkUx+Z3+zdOEcnYeGnP/1n+Lx3QfJm31tdjB8Px4+7fVP5/hzsvMvfqOmw0t9q9+VA28hXoPBIiI8LMzPkAQ0qC0gUgKAgtIqUiKg6aXt5WlBaRFpApApB34PD53htht2S47NABJJ+QKxZssY6TaWTHScloq0PjfPTQCMNqOkrgRY6FjDr/wB30XLzfE/tjj/mW9i4P3vLU2GfFPtofK93XVxr+w+gXN1kzW+9pb30Yq+0Ni4XyFI45p5MgNdwU53/AKt/8lvYvht7frn0/t5amTnVj9Mb/s3DhnAsPBrHGM3xu7zvqdvlS6eLi4sX6Y792jk5GTJ5lk1sMIgiBSCoiUiqiIilIhSCUiujH4MTRuiLywPBaSBdg7tIsW07EeHisPIxzkxzWGXDeKX9UmNwbJSHyAl4JLZGkskY47lkjKcw+hCtsFLVito8JXNetvVEte5z5rx+FjEMc575zduGME5YLBjdIBrRIIcAHV1J1XJ5WD5cxETuPs6XGy/MiZmNS0HAYLFYrtHxRyTFushZcrwXbOe0W83R1rputCatrbKcJ5RxU1FzOxb1dKC13yjPePzr1Wxh4WTL34j3lgy8qmPrzLdeEcp4eCnFvavHvSUaP6W7D7nzXWw8HFj78z+XPycq9+vEfhnitxrSioUilKLBSotKBSAgtICBSgtIpSI6qXtNFImilNigILSBSg8vFpXthe1jS7tR2Tsu4jeaeRp1bbf6lq8ys2x6j3bHGtFb7ljZuT8GZe0ERaNajD3ZPLfXQab0eqxx8Pw7iZh6nmZe4iWZw+HZG3LGxrGjo0AD6BblKVpGqxprWtNp3M7di9ItIFISUoFIgAirSIUgUilIioqUgUiFIFIrG8a4HDimhso1F5XDRzbq66HYaHwWLNhrljVmXFmtjnp5eTuXjw/FNnbMXNyva9uUNLwQaB1qs2U35LQngTHiza/1kT5hnZHEkk6kkknxJ1K6dYiI1DQmdzuXGlRQEUpApNhSKUgUgtIFKBSKtIFIhSBSbHDKrs0oYmzTsZGvM2NI5qsSTDgQqklI8qioiBQKQEFRRAQFBUCkFpBypRUpEcaVCkBApBFQpQFQQEWFpRdFIFICBSDlSilILSgFUEBAQf/Z)
(https://i.insider.com/5ce8428df85e166c5637fd57?width=1100&format=jpeg&auto=webp)


(https://cdn.i-scmp.com/sites/default/files/styles/1200x800/public/d8/images/methode/2019/11/21/e4492296-0b72-11ea-afcd-7b308be3ba45_image_hires_102451.jpg?itok=tkooDJpC&v=1574303096)

Nem um C4ISR temos e já querem MRTT e E-7?

PS: O P-3 não é um C4ISR, a NATO só aceitou por pena.

Eu não quero, o país é que "deveria" querer, para garantir a vigilância da futura ZEE, que será das maiores de todo o planeta, mas peço desculpa pelo facto.

Abraço,
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Outubro 06, 2020, 01:34:18 am
É necessário haver um novo e verdadeiro debate sobre a estratégia de defesa nacional. Um debate a sério em que se analisem as verdadeiras ameaças dos tempos que correm, ao invés da lógica dos anos 80/90 que ainda paira no seio das Forças Armadas. Esta treta de querer um cargueiro novinho em folha, e não haver dinheiro para mais nada é completamente absurdo.

Mas voltando ao tópico, eu começava pelo básico, pelo que "pode" ser executado já nos próximos anos, a começar pelos MRTT, convertidos a partir de A330 civis, como outros países têm feito, e reforço do armamento dos F-16 e dos P-3. Reforço das armas stand-off de ambas as aeronaves, implementação de mísseis ar-ar mais modernos nos caças. Era também apostar em UAVs e UCAVs, estes últimos não só pelas sua utilidade em combate, mas também para abrir caminho/criar doutrinas para futuros UCAVs mais complexos/stealth.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: asalves em Outubro 06, 2020, 12:05:01 pm
É necessário haver um novo e verdadeiro debate sobre a estratégia de defesa nacional. Um debate a sério em que se analisem as verdadeiras ameaças dos tempos que correm, ao invés da lógica dos anos 80/90 que ainda paira no seio das Forças Armadas. Esta treta de querer um cargueiro novinho em folha, e não haver dinheiro para mais nada é completamente absurdo.

Mas voltando ao tópico, eu começava pelo básico, pelo que "pode" ser executado já nos próximos anos, a começar pelos MRTT, convertidos a partir de A330 civis, como outros países têm feito, e reforço do armamento dos F-16 e dos P-3. Reforço das armas stand-off de ambas as aeronaves, implementação de mísseis ar-ar mais modernos nos caças. Era também apostar em UAVs e UCAVs, estes últimos não só pelas sua utilidade em combate, mas também para abrir caminho/criar doutrinas para futuros UCAVs mais complexos/stealth.

Mas se não existe estratégia de defesa nacional, como é que sabe que meio se adequa melhor a nossa não existente estratégia de defesa nacional?
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Outubro 06, 2020, 12:39:31 pm
É necessário haver um novo e verdadeiro debate sobre a estratégia de defesa nacional. Um debate a sério em que se analisem as verdadeiras ameaças dos tempos que correm, ao invés da lógica dos anos 80/90 que ainda paira no seio das Forças Armadas. Esta treta de querer um cargueiro novinho em folha, e não haver dinheiro para mais nada é completamente absurdo.

Mas voltando ao tópico, eu começava pelo básico, pelo que "pode" ser executado já nos próximos anos, a começar pelos MRTT, convertidos a partir de A330 civis, como outros países têm feito, e reforço do armamento dos F-16 e dos P-3. Reforço das armas stand-off de ambas as aeronaves, implementação de mísseis ar-ar mais modernos nos caças. Era também apostar em UAVs e UCAVs, estes últimos não só pelas sua utilidade em combate, mas também para abrir caminho/criar doutrinas para futuros UCAVs mais complexos/stealth.

Claro está que estes meios, viriam através do aumento do esforço financeiro e da reorientação da estratégia (forças ligeiras e ultra-ligeiras) no Exército, abolindo BMI, Leopards,M-109,M-113 etc, assim como as gorduras que ainda existem, redirecionando o investimento para a FAP e Marinha, e mesmo nestes 2 ramos ,reorientando investimento, comprar em 2º mão tudo o que fosse possível e em boas condições, e adquirir novo tudo o que seja, sistemas modernos (AEW, MPA, ELINT, UAV) etc.

Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: mafets em Outubro 06, 2020, 12:58:53 pm
É necessário haver um novo e verdadeiro debate sobre a estratégia de defesa nacional. Um debate a sério em que se analisem as verdadeiras ameaças dos tempos que correm, ao invés da lógica dos anos 80/90 que ainda paira no seio das Forças Armadas. Esta treta de querer um cargueiro novinho em folha, e não haver dinheiro para mais nada é completamente absurdo.

Mas voltando ao tópico, eu começava pelo básico, pelo que "pode" ser executado já nos próximos anos, a começar pelos MRTT, convertidos a partir de A330 civis, como outros países têm feito, e reforço do armamento dos F-16 e dos P-3. Reforço das armas stand-off de ambas as aeronaves, implementação de mísseis ar-ar mais modernos nos caças. Era também apostar em UAVs e UCAVs, estes últimos não só pelas sua utilidade em combate, mas também para abrir caminho/criar doutrinas para futuros UCAVs mais complexos/stealth.

Claro está que estes meios, viriam através do aumento do esforço financeiro e da reorientação da estratégia (forças ligeiras e ultra-ligeiras) no Exército, abolindo BMI, Leopards,M-109,M-113 etc, assim como as gorduras que ainda existem, redirecionando o investimento para a FAP e Marinha, e mesmo nestes 2 ramos ,reorientando investimento, comprar em 2º mão tudo o que fosse possível e em boas condições, e adquirir novo tudo o que seja, sistemas modernos (AEW, MPA, ELINT, UAV) etc.

Os LEO 2 e M109 não constituem um gasto por ai alem face à quantidade, quanto muito encostar os M113. Aliás, reduzir mais os meios do exercito e o seu papel não vai fortalecer as outras valências. Basta  ver o exemplo Alfeite/Tejo, para perceber o que deu um simples investimento de 28 milhões (Tejo despidos e Alfeite com financiamento pela porta do cavalo).

(https://pbs.twimg.com/media/ChtEjofWsAAY-be.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: tenente em Outubro 06, 2020, 01:19:50 pm
É necessário haver um novo e verdadeiro d
É necessário haver um novo e verdadeiro debate sobre a estratégia de defesa nacional. Um debate a sério em que se analisem as verdadeiras ameaças dos tempos que correm, ao invés da lógica dos anos 80/90 que ainda paira no seio das Forças Armadas. Esta treta de querer um cargueiro novinho em folha, e não haver dinheiro para mais nada é completamente absurdo.

Mas voltando ao tópico, eu começava pelo básico, pelo que "pode" ser executado já nos próximos anos, a começar pelos MRTT, convertidos a partir de A330 civis, como outros países têm feito, e reforço do armamento dos F-16 e dos P-3. Reforço das armas stand-off de ambas as aeronaves, implementação de mísseis ar-ar mais modernos nos caças. Era também apostar em UAVs e UCAVs, estes últimos não só pelas sua utilidade em combate, mas também para abrir caminho/criar doutrinas para futuros UCAVs mais complexos/stealth.

Claro está que estes meios, viriam através do aumento do esforço financeiro e da reorientação da estratégia (forças ligeiras e ultra-ligeiras) no Exército, abolindo BMI, Leopards,M-109,M-113 etc, assim como as gorduras que ainda existem, redirecionando o investimento para a FAP e Marinha, e mesmo nestes 2 ramos ,reorientando investimento, comprar em 2º mão tudo o que fosse possível e em boas condições, e adquirir novo tudo o que seja, sistemas modernos (AEW, MPA, ELINT, UAV) etc.

O Exército perder os seus Leos, M109 e M113 ??

Isso nunca, estão no CMSM de pedra e cal, não servem para quase nada, mas temos de os ter !

Também sou da opinião que os principais investimentos deveriam ser efectuados, por ordem de grandeza, primeiro na Marinha em seguida na FAP, o Exército deveria estar em 3º lugar, mas o que não implicaria termos um Exército fraco, pois as FT, são também importantes no contexto de Defesa Nacional, o que o Exército deveria possuir era um efectivo maior e mais ajustado ás necessidades, com menos oficiais e sargentos, e  uma Brigada Blindada, uma mecanizada e uma Ligeira, devidamente equipadas/armadas e com as respectivas orgânicas completas. 

A nossa marinha tem enormes lacunas em termos de Navios.
Todas as classes de Navios que vamos possuindo, estão degastadas e quase obsoletas, excepção á classe tridente, cujo única lacuna é serem apenas duas unidades, refiro-me em especial as apenas cinco fragatas que ainda temos.
O estado da grande maioria dos navios, é tal e são tantos, os que necessitam de ser substítuidos, que mesmo que se começasse a investir agora em novas aquisições e melhorias, os resultados apenas seriam visíveis daqui a não menos que quinze anos, tal a envergadura da missão.

A falta do AOR, é uma limitação enorme que a marinha enfrenta, claro que ouvindo e lendo o que os responsáveis da Armada tsal lacuna passa despercebida, e até dá a sensação que aquele Navio não faz falta.

Nem comento a falta do NPL, nem tão pouco a não execução dos trabalhos de MNT nas duas classes de Lanchas de fiscalização, nem os trabalhos de operacionalização da classe Tejo, por tais situações serem no minímo caricatas, e, revelarem o que todos sabemos, não há dinheiro para as FFAA, as cativações que vão sendo feitas ano após ano, são as responsáveis pelas situações vividas nos três ramos.

Os responsáveis politicos de quando em quando, lá promulgam, para enganar o pagode, as tais LPM's, que mais não são que uma maneira muito bem trabalhada de engonhar, ainda mais, os investimentos, mais que urgentes, nas FFAA.

Na FAP, o risco de ficarmos sem aeronaves de caça minimamente actualizadas, cresce a uma velocidade quase supersónica.
Os upgrades dos F's tardam, assim como tarda a decisão sobre que modelo de aeronave que os irá substituir, num futuro não muito longinquo, tal qual o que se passa na marinha quanto aos substitutos das VdG.ebate sobre a estratégia de defesa nacional. Um debate a sério em que se analisem as verdadeiras ameaças dos tempos que correm, ao invés da lógica dos anos 80/90 que ainda paira no seio das Forças Armadas. Esta treta de querer um cargueiro novinho em folha, e não haver dinheiro para mais nada é completamente absurdo.

Mas voltando ao tópico, eu começava pelo básico, pelo que "pode" ser executado já nos próximos anos, a começar pelos MRTT, convertidos a partir de A330 civis, como outros países têm feito, e reforço do armamento dos F-16 e dos P-3. Reforço das armas stand-off de ambas as aeronaves, implementação de mísseis ar-ar mais modernos nos caças. Era também apostar em UAVs e UCAVs, estes últimos não só pelas sua utilidade em combate, mas também para abrir caminho/criar doutrinas para futuros UCAVs mais complexos/stealth.

Claro está que estes meios, viriam através do aumento do esforço financeiro e da reorientação da estratégia (forças ligeiras e ultra-ligeiras) no Exército, abolindo BMI, Leopards,M-109,M-113 etc, assim como as gorduras que ainda existem, redirecionando o investimento para a FAP e Marinha, e mesmo nestes 2 ramos ,reorientando investimento, comprar em 2º mão tudo o que fosse possível e em boas condições, e adquirir novo tudo o que seja, sistemas modernos (AEW, MPA, ELINT, UAV) etc.

O Exército perder os seus Leos, M109 e M113 ??

Isso nunca, estão no CMSM de pedra e cal, não servem para quase nada, mas temos de os ter !

Também sou da opinião que os principais investimentos deveriam ser efectuados, por ordem de grandeza, primeiro na Marinha em seguida na FAP, o Exército deveria estar em 3º lugar, mas o que não implicaria termos um Exército fraco, pois as FT, são também importantes no contexto de Defesa Nacional, o que o Exército deveria possuir era um efectivo maior e mais ajustado ás necessidades, com menos oficiais e sargentos, e  uma Brigada Blindada, uma mecanizada e uma Ligeira, devidamente equipadas/armadas e com as respectivas orgânicas completas. 

A nossa marinha tem enormes lacunas em termos de Navios.
Todas as classes de Navios que vamos possuindo, estão degastadas e quase obsoletas, excepção á classe tridente, cujo única lacuna é serem apenas duas unidades, refiro-me em especial as apenas cinco fragatas que ainda temos.
O estado da grande maioria dos navios, é tal e são tantos, os que necessitam de ser substítuidos, que mesmo que se começasse a investir agora em novas aquisições e melhorias, os resultados apenas seriam visíveis daqui a não menos que quinze anos, tal a envergadura da missão.

A falta do AOR, é uma limitação enorme que a marinha enfrenta, claro que ouvindo e lendo o que os responsáveis da Armada tsal lacuna passa despercebida, e até dá a sensação que aquele Navio não faz falta.

Nem comento a falta do NPL, nem tão pouco a não execução dos trabalhos de MNT nas duas classes de Lanchas de fiscalização, nem os trabalhos de operacionalização da classe Tejo, por tais situações serem no minímo caricatas, e, revelarem o que todos sabemos, não há dinheiro para as FFAA, as cativações que vão sendo feitas ano após ano, são as responsáveis pelas situações vividas nos três ramos.

Os responsáveis politicos de quando em quando, lá promulgam, para enganar o pagode, as tais LPM's, que mais não são que uma maneira muito bem trabalhada de engonhar, ainda mais, os investimentos, mais que urgentes, nas FFAA.

Na FAP, o risco de ficarmos sem aeronaves de caça minimamente actualizadas, cresce a uma velocidade quase supersónica.
Os upgrades dos F's tardam, assim como tarda a decisão sobre que modelo de aeronave que os irá substituir, num futuro não muito longinquo, tal qual o que se passa na marinha quanto aos substitutos das VdG.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Outubro 06, 2020, 01:29:39 pm
Mas se não existe estratégia de defesa nacional, como é que sabe que meio se adequa melhor a nossa não existente estratégia de defesa nacional?

Por isso mesmo é que é preciso debater uma "nova" estratégia. De preferência algo que não se baseie em conceitos dos anos 80/90.
Agora, olhando para a nossa geografia, que inclui uma enorme extensão de mar e dois arquipélagos distantes, percebe-se perfeitamente da utilidade que um MRTT teria.

Claro está que estes meios, viriam através do aumento do esforço financeiro e da reorientação da estratégia (forças ligeiras e ultra-ligeiras) no Exército, abolindo BMI, Leopards,M-109,M-113 etc, assim como as gorduras que ainda existem, redirecionando o investimento para a FAP e Marinha, e mesmo nestes 2 ramos ,reorientando investimento, comprar em 2º mão tudo o que fosse possível e em boas condições, e adquirir novo tudo o que seja, sistemas modernos (AEW, MPA, ELINT, UAV) etc.

O argumento dos Leos ainda fazia sentido se fosse um debate pré-aquisição. Mas já os tendo em serviço, arrumá-los não representava ganhos e perdíamos capacidade de "primeira linha". É óbvio que é difícil vislumbrar um cenário em que os usemos em combate, mas nunca se sabe, e é preferível ter 37 Leos apoiados por uns 40/50 IFV de lagartas, do que estar dependentes dos autocarros Pandur. Os M-109 têm dado que falar recentemente, pelo teste de destruição de um míssil de cruzeiro por um M-109 mais moderno americano. É esperar para ver se esta capacidade "anti-míssil" vai para a frente ou não.

De resto, é óbvio que é necessário um reforço financeiro, porque o orçamento actual não dá para nada, mesmo com ajustes à estratégia. Por isso é que disse que para financiar os MRTT, era reduzir a encomenda dos KC para 3, o que financiava uma boa parte da conversão dos MRTT. E o resto, o mínimo que se pedia, era reforço do armamento dos F-16 e P-3, e implementação gradual de UCAVs.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: typhonman em Outubro 06, 2020, 01:41:54 pm
Relativamente aos F-16, li a uns dias no FB do base comander, que dever-se-ia acelerar a introdução da 5º geração e não esperar até 2030..
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: dc em Outubro 06, 2020, 02:00:03 pm
Mas isso já todos nós dizemos aqui, e não só face aos F-16 mas também à substituição das VdG. Do que se "devia fazer" ao que realmente é feito, vai uma grande distância. Mas como acho impossível conseguir comprar F-35 antes de 2030, já me dava por contente que iniciassem um upgrade pelo menos aos PA I para V, e incluir armamento novo.
Título: Re: A330 MRTT para a FAP ?
Enviado por: mafets em Outubro 06, 2020, 02:43:56 pm
Mas se não existe estratégia de defesa nacional, como é que sabe que meio se adequa melhor a nossa não existente estratégia de defesa nacional?

Por isso mesmo é que é preciso debater uma "nova" estratégia. De preferência algo que não se baseie em conceitos dos anos 80/90.
Agora, olhando para a nossa geografia, que inclui uma enorme extensão de mar e dois arquipélagos distantes, percebe-se perfeitamente da utilidade que um MRTT teria.

Claro está que estes meios, viriam através do aumento do esforço financeiro e da reorientação da estratégia (forças ligeiras e ultra-ligeiras) no Exército, abolindo BMI, Leopards,M-109,M-113 etc, assim como as gorduras que ainda existem, redirecionando o investimento para a FAP e Marinha, e mesmo nestes 2 ramos ,reorientando investimento, comprar em 2º mão tudo o que fosse possível e em boas condições, e adquirir novo tudo o que seja, sistemas modernos (AEW, MPA, ELINT, UAV) etc.

O argumento dos Leos ainda fazia sentido se fosse um debate pré-aquisição. Mas já os tendo em serviço, arrumá-los não representava ganhos e perdíamos capacidade de "primeira linha". É óbvio que é difícil vislumbrar um cenário em que os usemos em combate, mas nunca se sabe, e é preferível ter 37 Leos apoiados por uns 40/50 IFV de lagartas, do que estar dependentes dos autocarros Pandur. Os M-109 têm dado que falar recentemente, pelo teste de destruição de um míssil de cruzeiro por um M-109 mais moderno americano. É esperar para ver se esta capacidade "anti-míssil" vai para a frente ou não.

De resto, é óbvio que é necessário um reforço financeiro, porque o orçamento actual não dá para nada, mesmo com ajustes à estratégia. Por isso é que disse que para financiar os MRTT, era reduzir a encomenda dos KC para 3, o que financiava uma boa parte da conversão dos MRTT. E o resto, o mínimo que se pedia, era reforço do armamento dos F-16 e P-3, e implementação gradual de UCAVs.

Para mim é uma confusão os outros muitas vezes com mais meios usarem e nós não...  ;)

(https://i.pinimg.com/originals/32/b9/a9/32b9a9c1c89b6fd7c2bb25f0fc748a91.jpg)
Citar

Leopard 2A6M CAN is a canadian army in Afghanistan

(https://thumbs.dreamstime.com/z/veicolo-blindato-pesante-ceco-pandur-nell-afghanistan-23478931.jpg)
Citar

Veicolo Blindato Pesante Ceco Pandur Nell'Afghanistan

Depois queremos caças de quinta geração. Nem dos 12 Merlin conseguimos armar 2 ou 3 e mandar para qualquer lado onde estão forças portuguesas (falta manutenção, pessoal, pilotos, etc. Felizmente lá vai dando para sar...)

(https://imgur.com/CKFKBei.jpg)
Citar

A Royal Danish Air Force EH-101 Merlin trains "pinnacle landings" in afghanistan


Cumprimentos

P.S. Face à pobreza no burgo até o Avenger...  :mrgreen: :mrgreen:

(https://i.ytimg.com/vi/_bBLM2w6QH4/hqdefault.jpg)

P.S. 2 O Mrtt também pode ser configurada para VIP. Troca se um destes em orçamento pela realização da Festa do Avante em 2021...  :mrgreen: :mrgreen:

https://www.flightglobal.com/raf-reveals-vip-configured-voyager/121051.article (https://www.flightglobal.com/raf-reveals-vip-configured-voyager/121051.article)