Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP

  • 707 Respostas
  • 60046 Visualizações
*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3846
  • Recebeu: 305 vez(es)
  • Enviou: 115 vez(es)
  • +466/-62
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #705 em: Outubro 11, 2020, 05:54:10 pm »
O recém-chegado Koala 05 já esteve hoje na Sertã, haja pressa de os pôr a vigiar FF. Já agora, porque não pinta-los todos de amarelo e vermelho e escrever na fuselagem Autoridade Nacional de Proteção Civil em vez de Força Aérea Portuguesa? ::)

Já esteve mais longe.

Vai ser a nova FAP “ Forca Aérea de Proteção”, braço aéreo da proteção civil.

E qual era o problema?! Os "militares" são só devem fazer as missões ( que os próprios militares, não sua própria e cultura e percepção e livre arbitrio ) lhe são "prestigiantes"? Mas se eles os militares considerarem que algumas dessas "missões" não são "prestigiantes" o suficiente  (mesmo que sejam necessárias para o estado) temos TODOS de ser à "sensíveis" a esse aspecto importântíssimo (o prestígio) !!

Nota: Não deixa de ser curioso que militares (e continua a chamar militares aqueles que deixaram o serviço activo, mas continuam a receber a "subvenção vitalícia" da reserva) vão trabalhar (a ganhar o deles) em empresas privadas ou empresas privadas de que são sócios a combater os FF.... será que o "prestigio" tem alguma relação com a "cor do dinheiro"?"

Essa é uma das vacas frias ,tirar licença para apagar fogos e receber uns bons cobres...

Mas... Se tivessemos helis médios como os UH-60, a fazer essa tarefa, provavelmente acabava-se essa situação.

Não vejo melhor maneira de justificar helis em modelos e quantidade do que (apagar fogos), UH-60 e mesmo Chinook, todos verdes e com uma risca laranja na época de verão, porque não ?

"Essa é uma das vacas frias ,tirar licença para apagar fogos e receber uns bons cobres...
Mas... Se tivessemos helis médios como os UH-60, a fazer essa tarefa, provavelmente acabava-se essa situação."

Tenho 2 perspectivas diferentes:

-> Isto era o mesmo utilizar uma SCAR para matar uma mosca, pragmatismo seria alterar o "estatuto e requisitos" da reserva, se quer receber reserva - não podes trabalhar para o estado ou empresas que prestam serviços ao estado - ... queres receber do privado... então bye bye FFAA ou bye bye "subvenção" reserva ou os 2 .... sem o custo dos UH-60 só o custo do papel assinado... pragmatismo puro :G-beer2: .... os militares não são "vacas" sagradas.

-> Deve estar a subestimar o ego de alguns dos nossos militares, UH-60 pode não ser suficiente, só se fosse um AH-64 com 2 bombeiros pendurados com extintores... só tinhamos de certificar isso:
"That time 4 Royal Marines strapped themselves to attack helicopters and rode into a Taliban compound"
https://www.wearethemighty.com/articles/marines-apache-helicopters


Não, até oficiais do Exército já vieram  a público defender isso..



De forma complementar e numa perspectiva de duplo uso, também no âmbito das designadas “outras missões de interesse público”, uma unidade de helicópteros do Exército está vocacionada para a execução de actividades de apoio às autoridades de Protecção Civil em situações de emergência e catástrofe, tais como evacuação médica, auxílio ao transporte de populações e equipas em situações de cheias ou incêndios, entre outras.
[/size][/color]
[/size]https://www.revistamilitar.pt/artigo/988 [/color]
[/size][/color]
[/size] [/color]
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1278
  • Recebeu: 180 vez(es)
  • Enviou: 173 vez(es)
  • +90/-71
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #706 em: Outubro 11, 2020, 10:00:40 pm »
O recém-chegado Koala 05 já esteve hoje na Sertã, haja pressa de os pôr a vigiar FF. Já agora, porque não pinta-los todos de amarelo e vermelho e escrever na fuselagem Autoridade Nacional de Proteção Civil em vez de Força Aérea Portuguesa? ::)

Já esteve mais longe.

Vai ser a nova FAP “ Forca Aérea de Proteção”, braço aéreo da proteção civil.

E qual era o problema?! Os "militares" são só devem fazer as missões ( que os próprios militares, não sua própria e cultura e percepção e livre arbitrio ) lhe são "prestigiantes"? Mas se eles os militares considerarem que algumas dessas "missões" não são "prestigiantes" o suficiente  (mesmo que sejam necessárias para o estado) temos TODOS de ser à "sensíveis" a esse aspecto importântíssimo (o prestígio) !!

Nota: Não deixa de ser curioso que militares (e continua a chamar militares aqueles que deixaram o serviço activo, mas continuam a receber a "subvenção vitalícia" da reserva) vão trabalhar (a ganhar o deles) em empresas privadas ou empresas privadas de que são sócios a combater os FF.... será que o "prestigio" tem alguma relação com a "cor do dinheiro"?"

Essa é uma das vacas frias ,tirar licença para apagar fogos e receber uns bons cobres...

Mas... Se tivessemos helis médios como os UH-60, a fazer essa tarefa, provavelmente acabava-se essa situação.

Não vejo melhor maneira de justificar helis em modelos e quantidade do que (apagar fogos), UH-60 e mesmo Chinook, todos verdes e com uma risca laranja na época de verão, porque não ?

"Essa é uma das vacas frias ,tirar licença para apagar fogos e receber uns bons cobres...
Mas... Se tivessemos helis médios como os UH-60, a fazer essa tarefa, provavelmente acabava-se essa situação."

Tenho 2 perspectivas diferentes:

-> Isto era o mesmo utilizar uma SCAR para matar uma mosca, pragmatismo seria alterar o "estatuto e requisitos" da reserva, se quer receber reserva - não podes trabalhar para o estado ou empresas que prestam serviços ao estado - ... queres receber do privado... então bye bye FFAA ou bye bye "subvenção" reserva ou os 2 .... sem o custo dos UH-60 só o custo do papel assinado... pragmatismo puro :G-beer2: .... os militares não são "vacas" sagradas.

-> Deve estar a subestimar o ego de alguns dos nossos militares, UH-60 pode não ser suficiente, só se fosse um AH-64 com 2 bombeiros pendurados com extintores... só tinhamos de certificar isso:
"That time 4 Royal Marines strapped themselves to attack helicopters and rode into a Taliban compound"
https://www.wearethemighty.com/articles/marines-apache-helicopters


Não, até oficiais do Exército já vieram  a público defender isso..



De forma complementar e numa perspectiva de duplo uso, também no âmbito das designadas “outras missões de interesse público”, uma unidade de helicópteros do Exército está vocacionada para a execução de actividades de apoio às autoridades de Protecção Civil em situações de emergência e catástrofe, tais como evacuação médica, auxílio ao transporte de populações e equipas em situações de cheias ou incêndios, entre outras.
[/size][/color]
[/size]https://www.revistamilitar.pt/artigo/988 [/color]
[/size][/color]
[/size] [/color]

Não é novidade, quando os Kamov ainda pertenciam ao estado e foram entregues ao Exercito. Este para alem de participarem nos combates aos fogos, durante os meses de inverno faziam SAR.
 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1818
  • Recebeu: 241 vez(es)
  • Enviou: 450 vez(es)
  • +12/-1
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #707 em: Outubro 11, 2020, 10:55:11 pm »
Atenção que os Kamov nunca foram entregues ao Exército. O que aconteceu é que foi criado um protocolo que permitiu ao Exército emprestar os seus pilotos à EMA e Protecção Civil durante a época de incêndios.

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning