Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa

  • 1072 Respostas
  • 131419 Visualizações
*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #135 em: Fevereiro 13, 2011, 10:30:49 am »
Citação de: "chaimites"
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Se os ENVC não conseguem construir os NPO em tempo útil, então só daqui a 20 anos teríamos o reabastecedor.

Durante a construção dos NPO-2000 sairam dois reabastecedores para a Finlandia so que estes reabastecem aeroportos nos mares gelados da Finlandia!
cada um deles com capacidade para  16 000 m3 de jet-fuel!
Demoram um ano a construir!

Agora adicione Estado Português e Projectistas da Marinha a essa equação.
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +563/-0
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #136 em: Fevereiro 13, 2011, 02:52:10 pm »
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "chaimites"
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Se os ENVC não conseguem construir os NPO em tempo útil, então só daqui a 20 anos teríamos o reabastecedor.

Durante a construção dos NPO-2000 sairam dois reabastecedores para a Finlandia so que estes reabastecem aeroportos nos mares gelados da Finlandia!
cada um deles com capacidade para  16 000 m3 de jet-fuel!
Demoram um ano a construir!

Agora adicione Estado Português e Projectistas da Marinha a essa equação.

Hummm....
 ainda andava o soldador  escolher o melhor local para colocar as bombas ..........
os tanques para alem de jet fuel tambem tinham que transportar umas centenas de refugiados......
para alem de partir gelo tambem tinha  que rebocar iceberg´s................


Daqui a 10 anos tinhas um navio muito melhor :mrgreen:
 

*

Desertas

  • Perito
  • **
  • 338
  • +0/-0
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #137 em: Fevereiro 13, 2011, 10:16:49 pm »
Citação de: "chaimites"
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "chaimites"
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Se os ENVC não conseguem construir os NPO em tempo útil, então só daqui a 20 anos teríamos o reabastecedor.

Durante a construção dos NPO-2000 sairam dois reabastecedores para a Finlandia so que estes reabastecem aeroportos nos mares gelados da Finlandia!
cada um deles com capacidade para  16 000 m3 de jet-fuel!
Demoram um ano a construir!

Agora adicione Estado Português e Projectistas da Marinha a essa equação.

Hummm....
 ainda andava o soldador  escolher o melhor local para colocar as bombas ..........
os tanques para alem de jet fuel tambem tinham que transportar umas centenas de refugiados......
para alem de partir gelo tambem tinha  que rebocar iceberg´s................


Daqui a 10 anos tinhas um navio muito melhor :mrgreen:

Ou tinhamos uns políticos a dizer mal , e a querer renegociar ou anular os contractos.
God and the soldier all men adore
in time of trouble and no more
for when war is over and all things righted
God is neglected and the old soldiers slighted
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3465
  • Recebeu: 1856 vez(es)
  • Enviou: 3577 vez(es)
  • +1361/-98
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #138 em: Setembro 01, 2016, 04:38:09 pm »
Portugal looks to procure new replenishment ship within wider naval modernisation programme

http://www.janes.com/article/63370/portugal-looks-to-procure-new-replenishment-ship-within-wider-naval-modernisation-programme

Citar
Key Points

    Portugal is considering the acquisition of a replenishment tanker
    A vessel could be acquired second-hand from countries renewing their naval fleets

The Portuguese Ministry of National Defence (MND) is considering the purchase of a new auxiliary replenishment oiler (AOR) vessel for the Marinha Portuguesa, in an effort to renew the navy's at-sea support capability.

Up to EUR20 million (USD22 million) has been allocated to fund an acquisition programme that is expected to run between 2021-23, within Portugal's military planning programme for the period spanning 2015-26.

Along with providing logistics support to Portuguese naval units, the new ship will support NATO naval operations, other multinational missions, and training activities.

The vessel will replace the in-service AOR, NRP Bérrio (A 5210). Commissioned originally into the UK Royal Navy in 1970 as RFA Blue Rover (A 270), the ship was purchased from the UK's Royal Fleet Auxiliary (RFA) in March 1993.

It is not known if Portugal is considering the acquisition of a second-hand or a new-build ship, or if both solutions remain under consideration at this stage.

Across the entire fleet, a total of EUR1 billion has been allocated to modernise the navy in the period up until 2026. This corresponds to 32% of the EUR3.1 billion to be spent on armed forces modernisation as a whole across that timeframe.

Two more Viana do Castelo-class (NPO 2000) offshore patrol vessels (OPVs) were ordered in July 2015 for EUR77 million. The ships, NRP Sines (P 362) and NRP Setúbal (P 363), are scheduled for delivery in June and December 2018 respectively.

The navy's three Vasco da Gama-class (MEKO 200 PN) and two Bartolomeu Dias-class frigates will undergo mid-life upgrade work in the 2016-24 period under a EUR295.8 million work budget.

The four Tejo (Flyvefisken)-class patrol ships, NRP Tejo (P 590), NRP Douro (P 591), NRP Mondego (P 592), and NRP Guadiana (P 593) (acquired from Denmark in 2014), are being modernised by Portuguese shipyard Arsenal do Alfeite.


NRP Bérrio, received second-hand from the United Kingdom, is planned for replacement. Source: Victor Barreira
Talent de ne rien faire
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3465
  • Recebeu: 1856 vez(es)
  • Enviou: 3577 vez(es)
  • +1361/-98
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #139 em: Setembro 01, 2016, 04:46:16 pm »
Agora vamos às contas de merceeiro. Há 1000 milhões para renovação da frota até 2026.  Mas, até ver estão alocados 296 milhões para modernização das fragatas, 77 milhões para os 2 NPO's, 28 milhões para os Tejo e 20 milhões para o 'novo' reabastecedor. Faltam 498 milhões, será que é para o LPD, ou para comprar mais uns navios em segunda mão?
Talent de ne rien faire
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 6054
  • Recebeu: 1345 vez(es)
  • Enviou: 652 vez(es)
  • +846/-161
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #140 em: Setembro 01, 2016, 04:53:43 pm »
Agora vamos às contas de merceeiro. Há 1000 milhões para renovação da frota até 2026.  Mas, até ver estão alocados 296 milhões para modernização das fragatas, 77 milhões para os 2 NPO's, 28 milhões para os Tejo e 20 milhões para o 'novo' reabastecedor. Faltam 498 milhões, será que é para o LPD, ou para comprar mais uns navios em segunda mão?
Este MDN arrisca-se a ser conhecido como o Senhor 20 Milhões, já que depois dos Helis para a FAP temos a mesma verba para o reabastecedor...  ;D ;)
Citar
20 milhões para o 'novo' reabastecedor.
Cá para mim esses 498 milhões são como os 28 milhões para os Tejo, ninguém os vê...  ::) 8)


Cumprimentos 
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4279
  • Recebeu: 289 vez(es)
  • Enviou: 282 vez(es)
  • +56/-26
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #141 em: Setembro 01, 2016, 05:50:21 pm »
Agora vamos às contas de merceeiro. Há 1000 milhões para renovação da frota até 2026.  Mas, até ver estão alocados 296 milhões para modernização das fragatas, 77 milhões para os 2 NPO's, 28 milhões para os Tejo e 20 milhões para o 'novo' reabastecedor. Faltam 498 milhões, será que é para o LPD, ou para comprar mais uns navios em segunda mão?

Eu diria que as contas do jornalista não estão propriamente bem feitas.

Penso que ele se esqueceu do dinheiro que se vai gastar nos fuzileiros e submarinos, compra de munições entre outras coisas e não me parece que o programa para a marinha seja assim tão grande.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6566
  • Recebeu: 2922 vez(es)
  • Enviou: 1506 vez(es)
  • +1388/-101
Re: Novo Reabastecedor da Marinha Portuguesa
« Responder #142 em: Setembro 01, 2016, 06:16:04 pm »
Ora vamos lá ajudar quem tem poder de decisão e, lê este fórum, com uma pesquisa muito sucinta de alguns AOR's :

https://en.wikipedia.org/wiki/Berlin-class_replenishment_ship
Este deverá estar inacessível porque é muito novo e logo, muito caro.

http://www.casr.ca/bg-navy-jss-joint-support-ship-aor.htm
Informação comparativa muito interessante.

http://www.naval-technology.com/projects/patino/
este vinha mesmo a calhar para a MdG.

Abraços
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6566
  • Recebeu: 2922 vez(es)
  • Enviou: 1506 vez(es)
  • +1388/-101
Re: Novo Reabastecedor da Marinha Portuguesa
« Responder #143 em: Setembro 01, 2016, 06:23:51 pm »
e deixamos fugir este por entre os dedos aqui tão perto e nem demos conta........entrou ao serviço da Armada Espanhola em 1991 e foi abatido em 2012 !!!!  :'( :'( :'( :'( :'( :'( :'(

http://abcblogs.abc.es/tierra-mar-aire/public/post/armada-marques-ensenada-18760.asp/









https://es.wikipedia.org/wiki/Marqu%C3%A9s_de_la_Ensenada_(A-11)

agora só apanhando este desprevenido e roubá-lo aos Espanhóis. :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :banana: :banana: :banana: :banana:

« Última modificação: Setembro 01, 2016, 06:38:42 pm por tenente »
 

*

Major Alvega

  • Analista
  • ***
  • 675
  • Recebeu: 610 vez(es)
  • Enviou: 342 vez(es)
  • +920/-120
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #144 em: Setembro 01, 2016, 06:31:19 pm »
 Portugal teve uma oportunidade de ouro para resolver a questão do navio reabastecedor. Que foi o Amsterdam que os peruanos lhe chamaram um figo e que o adquiriram por um preço acessível. Para esta conversa vir à tona é porque o Bérrio deve estar todo podre, pois milagres ninguém faz, ainda por mais com cortes a eito e a direito.

 Navios em 2ª mão disponíveis no "mercado" naval deste tipo só sucata. Mandar construir novo, não estou a ver este regime da III república o fazer. Por isso vamos ficar sem esta imprescindível valência na Marinha. A Marinha está condenada a desaparecer. Dentro de 2 décadas teremos 2 submarinos e uma pequena frota mal equipada de navios patrulha (tipo Filipinas ou Argentina).
 

*

Alvalade

  • Especialista
  • ****
  • 1046
  • Recebeu: 258 vez(es)
  • Enviou: 78 vez(es)
  • +22/-5
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #145 em: Setembro 01, 2016, 06:52:13 pm »
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6566
  • Recebeu: 2922 vez(es)
  • Enviou: 1506 vez(es)
  • +1388/-101
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #146 em: Setembro 01, 2016, 06:54:23 pm »
Portugal teve uma oportunidade de ouro para resolver a questão do navio reabastecedor. Que foi o Amsterdam que os peruanos lhe chamaram um figo e que o adquiriram por um preço acessível. Para esta conversa vir à tona é porque o Bérrio deve estar todo podre, pois milagres ninguém faz, ainda por mais com cortes a eito e a direito.

 Navios em 2ª mão disponíveis no "mercado" naval deste tipo só sucata. Mandar construir novo, não estou a ver este regime da III república o fazer. Por isso vamos ficar sem esta imprescindível valência na Marinha. A Marinha está condenada a desaparecer. Dentro de 2 décadas teremos 2 submarinos e uma pequena frota mal equipada de navios patrulha (tipo Filipinas ou Argentina).

eu não sou tão pessimista, acredito que estaremos pior que hoje, pois os navios que agora tem menos de dez anos, e são apenas quatro nessa altura terão quase trinta.
Fragatas teremos, na melhor das hipóteses, apenas quatro com quarenta e muitos anos,
Os NPO's serão quatro, e, os que agora estão em construção serão os navios mais novos da Frota com quase vinte anos;
Teremos as velhinhas quatro Tejo, com a idade e, os problemas que os Cacine agora enfrentam;
Abastecedor ou alguma alma caridosa nos arranja um de bandeja ou teremos que depender dos Espanhóis como agora os Canadianos dependem dos Chilenos;
Submarinos já com vinte e cinco anos serão apenas os que agora temos, depois de termos desperdiçado a oportunidade de termos o terceiro;
NPL, isso é uma miragem mesmo, se nem dinheiro temos para modernizar os nossos C130, dependendo da ajuda externa, o que para mim é outra vergonha, como poderemos ter algum dia um NPL ????? Bem os Neozelandeses já falam em substituírem o HMNZS Canterbury, vejam lá se o Navio tem capacidade para os EH101,  :rir:  :rir:
Quanto ás lanchas de fiscalização de 100 Tons, continuaremos a fabricá-las e quando uma delas entrar ao serviço, fazemos uma nova festa no Terreiro do Paço, alegres e contentes á espera do D. Sebastião, e assim continuamos a ser os Portugueses que deram novos Mundos ao Mundo, GRANDES HOMENS E MULHERES TINHAMOS NESSES TEMPOS, ATÉ ELAS OS TINHAM NO SÍTIO !!!!!
Lynx esses continuarão a ser apenas cinco, ou mais provável, até quatro.........................e, completamente nas lonas, serão os mais antigos a voar;
Os fuzos continuarão com as miragens dos Pandur, lanchas de desembarque, e mais umas reestruturações de efectivos e não passaremos disto.

Sou mesmo muito mais optimista que tú ??????????
Também vejo um cenário muito negro para a nossa marinha nos próximos vinte anos e isto com os nossos (IR) responsáveis políticos a gritarem aos quatro ventos que o nosso futuro é o MAR/Oceano, olhem se não fosse, eu sei que a CGD falhou nos testes de STRESS e são precisos (SÓ) mais € 2.000.000.000.00. ou seja o dobro do plafond que a MdG tem para dez anos, para novos equipamentos, para mais um FdP dum banco, só um banco. SEM COMENTÁRIOS

Abraços
« Última modificação: Setembro 01, 2016, 08:00:06 pm por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Major Alvega, Viajante

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2025
  • Recebeu: 819 vez(es)
  • Enviou: 353 vez(es)
  • +755/-31
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #147 em: Setembro 01, 2016, 09:37:04 pm »
Também vejo um cenário muito negro para a nossa marinha nos próximos vinte anos e isto com os nossos (IR) responsáveis políticos a gritarem aos quatro ventos que o nosso futuro é o MAR/Oceano, olhem se não fosse, eu sei que a CGD falhou nos testes de STRESS e são precisos (SÓ) mais € 2.000.000.000.00. ou seja o dobro do plafond que a MdG tem para dez anos, para novos equipamentos, para mais um FdP dum banco, só um banco. SEM COMENTÁRIOS

Abraços
Só 2.000 milhões? Infelizmente não. Só o Estado vai injectar 4.000 milhões de euros este ano e os privados + 1.000 milhões de euros...... a somar aos 9 mil milhões que a CGD já derreteu ao estado. E vamos rezar para não termos de salvar mais nenhum banco.... apesar de já termos recebido muitos milhões de euros em dividendos e impostos, é verdade (excepto os últimos 5 anos em que só deu prejuízo...... a despejar os esqueletos que a CGD tinha no seu balanço!!!!!!).
 

*

Major Alvega

  • Analista
  • ***
  • 675
  • Recebeu: 610 vez(es)
  • Enviou: 342 vez(es)
  • +920/-120
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #148 em: Setembro 01, 2016, 09:51:52 pm »
 Os problemas nesta área não se resolvem sendo optimista. Resolvem-se com competência e investimento.

 Desde o início deste regime em 25/04/74, quanto é que ele investiu na marinha em meios navais novos?

 Exceptuando os 2 NPO (e lembram-se certamente do folhetim ridículo que durou 10 anos para os colocar a navegar) e as fragatas MEKO que foram subsidiadas em 60%, senão hoje não havia fragatas VdG. A resposta é ZERO!

 Por isso é que eu digo que não vai haver qualquer investimento nestes e outros meios no futuro. Então quando estávamos com uma divida pública abaixo dos 60% do PIB, ele nunca foi feito. Porquê que agora quando já passamos os 130% e estamos à beira do 4º resgate (muito provavelmente lá para Novembro), o poder político iria fazer esses investimentos?

 O futuro da Marinha vai ser andarmos à "cata" de navios abatidos ao efectivo de outras marinhas aliadas e rebocá-los para Portugal para levarem cá uma "pintadela" e fazerem-lhe a revisão. E pronto já está!

 Portugal é dos poucos países que conheço que já não se envergonha da sua própria indigência e do seu amadorismo.
 Eu sei que a verdade no nosso país, muitas vezes ofende. Mas tenho este péssimo defeito que é ver as coisas tal como elas são...

 
« Última modificação: Setembro 01, 2016, 10:26:20 pm por Major Alvega »
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3465
  • Recebeu: 1856 vez(es)
  • Enviou: 3577 vez(es)
  • +1361/-98
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #149 em: Setembro 02, 2016, 02:07:12 am »
Eu continuo a apostar no Etna que os italianos vão desactivar daqui a uns anos. O timeline descrito na notícia cai que nem uma luva.
Talent de ne rien faire
 

 

Passos quer Marinha com nova "abertura ao mar"

Iniciado por zawevo

Respostas: 4
Visualizações: 4156
Última mensagem Maio 15, 2012, 09:42:43 am
por P44
Marinha entrega pela primeira vez comando de navio a mulher

Iniciado por Marauder

Respostas: 38
Visualizações: 13045
Última mensagem Maio 18, 2006, 09:03:15 am
por Pedro Monteiro
Fragatas e Corvetas Portuguesas a vela da Marinha 1815/1860

Iniciado por mkorobok

Respostas: 9
Visualizações: 4316
Última mensagem Julho 12, 2011, 12:13:30 pm
por mkorobok
Fará sentido comprar mais EH-101 para a marinha?

Iniciado por papatango

Respostas: 28
Visualizações: 11423
Última mensagem Setembro 12, 2005, 05:04:26 pm
por Rui Elias
Marinha: Seis armas roubadas da base do Alfeite

Iniciado por Camuflage

Respostas: 17
Visualizações: 6169
Última mensagem Agosto 26, 2011, 04:56:26 pm
por nelson38899