MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses

  • 1537 Respostas
  • 256731 Visualizações
*

Stalker79

  • Especialista
  • ****
  • 1188
  • Recebeu: 241 vez(es)
  • Enviou: 1148 vez(es)
  • +108/-11
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1530 em: Janeiro 24, 2020, 03:01:47 pm »
Os NPO´s navios de guerra... lol
Mal são navios duma marinha de guerra quanto mais combatentes.
 :mrgreen:
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 1679
  • Recebeu: 363 vez(es)
  • Enviou: 55 vez(es)
  • +82/-25
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1531 em: Janeiro 24, 2020, 03:13:06 pm »
Acho que a diferença entre 2 ou 3 submarinos é maior que a diferença entre 3 ou 5 fragatas. Os submarinos são a nossa verdadeira arma de defesa, as fragatas terão sempre muitas funções, nomeadamente externas, mas em matéria de defesa serão sempre em número insuficiente. Façam o exercício de imaginar que amanhã havia um conflito. Mesmo com as 5 actuais, sem ajuda da NATO, de que nos serve ter 5, ou mais que fossem, com a capacidade actual?

Não é bem assim. Se uma força de 2/3 submarinos modernos, regra geral, ganha em conflito directo a 5 fragatas? Sim. Agora em termos daquilo que "cumprem", não. Neste caso comparar os submarinos topo de gama da MP com as 5 fragatas praticamente obsoletas também da MP, é um pouco "injusto". Ter 3 fragatas modernas ou 5 fragatas modernas, a diferença é abismal, nem que seja pelo facto de que, em média, (com 5) consegues ter operacionais em simultâneo 3 das 5, e se tiveres só 3, vai ser uma sorte conseguires 2 de cada vez.

As que temos actualmente são 5 e pronto e a sua substituição devia ser por outras 5 modernas.

Citar
Acho que para 3 fragatas realmente operacionais, são necessários helicópteros asw à medida, que custam tanto como outra fragata.

Nem mesmo o F-22 custa o mesmo que uma fragata moderna. Actualmente, se calhar só mesmo um bombardeiro B-2 custaria mais que uma boa fragata/contratorpedeiro. Helicópteros muito menos. Já agora, o que são helicópteros ASW à medida? Para a função ASW importa mais a capacidade de detecção dos hélis, do que o modelo de helicóptero em si. Havendo depois vantagens e desvantagens entre ter 2 helicópteros pequenos/médios num só navio ou ter 1 helicóptero pesado que por sua vez tem mais longevidade no ar.

Citar
Acho a capacidade AA secundária, em relação à existência de um AOR e um LPD. E duvido que algum dos últimos possa cá ser construído, pelo menos mais barato que comprar fora.

As Falklands provam o contrário. A capacidade AA é crucial, tanto como a capacidade ASW, e é a única forma de criar uma "zona de exclusão" do espaço aéreo em torno de uma força naval. E tendo em conta que a ameaça de ataques de saturação com mísseis de vários tipos, alcances e velocidades, é real, é necessário ter navios com capacidade de defesa aérea considerável. Ainda para mais com a vinda de um navio estrategicamente valioso como o LPD ou um LHD.

Citar
Acho também, que os NPO não devem ser contabilizados como navios de guerra.
E que é importante e seria economicamente vantajoso avançar com a construção das LFC nos estaleiros de Viana. Comprar um desenho à Damen e construir 10 navios de fiscalização não seria difícil nem muito dispendioso.

Não são navios de guerra, mas em caso de conflito, seriam certamente usados, nem que fosse para apoio a operações anfíbias e como navio logístico. E estando as fragatas e submarinos "focados" no combate, os NPOs (preferencialmente com algum armamento) seriam a última linha de defesa para os 2 arquipélagos e continente.

Com a vinda dos Tejo, dificilmente se construirão as LFC antes de 2030. Assim sendo preferia que se gastasse a verba na construção (nacional) de 2 navios de desembarque que têm dupla função militar e de apoio à população.

Citar
Para termos 3 fragatas verdadeiramente capazes daqui a 10 anos, e por capazes refiro me a algo tipo das Arrrowhead 140 várias vezes mencionadas, mesmo que sem capacidade AA, devíamos estar neste momento a negociar essa aquisição.

Como disse acima, 3 fragatas como únicos navios de superfície combatentes, não chega. 4 navios poderosos na pior das hipóteses, fora isso 5 fragatas é o mínimo aceitável. O defendido no tópico está na ordem disto, construir o quanto antes 3 Arrowhead 140 ou algo semelhante na mesma ordem de valores e capacidades (multimissão) para substituir as VdG e substituir as duas BD modernizadas, por duas De Zeven Provincien holandesas que planeiam retirar de serviço pouco antes de 2030 (fragatas AA).

Pode-se até brincar com os números, em vez de 2 DZP ir-se buscar as 4, e depois construir 2 ou 3 AH140 ou até mesmo 3 fragatas leves, subindo o número para 6/7 navios. Mas como são números complicados para o MDN, 3 AH140 e 2 DZP e já ficávamos com uma boa frota de superfície. No mundo ideal ainda íamos buscar um terceiro U-214, mas dificilmente aconteceria.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: MATRA

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4711
  • Recebeu: 2158 vez(es)
  • Enviou: 826 vez(es)
  • +581/-73
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1532 em: Hoje às 10:11:29 am »
Armada no Coração
23 de agosto de 2015 · 
MODERNIZAÇÃO DAS FRAGATAS "VASCO DA GAMA"
..
Actualmente estão a mais de meio da sua vida operacional (atingiram 25 anos em 2015), receberam uma modernização nos sistemas de comunicações e comando e controlo, mais recentemente actualizaram os sistemas de defesa próxima PHALANX para a versão padrão Block 1B com capacidade de defesa perante ameaças assimétricas de superfície.

Ainda em termos de armamento, é possível um reforço da capacidade de ataque a alvos terrestres com a substituição dos mísseis HARPOON, por uns mais modernos com sistema de navegação por GPS. Outra possível alteração é a substituição do sistema lançador de mísseis NATO SEA SPARROW por um sistema de lançamento vertical dos mesmos (VLS SEA SPARROW), mas na versão ESSM com a principal vantagem na rapidez do lançamento dos mísseis.

Caso este tipo de modernização nos sistemas de armas venha a acontecer, as fragatas passarão a ter uma configuração muito semelhante às fragatas MEKO 200HN, da classe "Hidra" da Marinha de Guerra Grega, e assim verdadeiramente navios multifunções.
 
Perfil actual da fragata MEKO 200PN da classe "Vasco da Gama" da Marinha de Guerra Portuguesa
 
Perfil actual da fragata MEKO 200HN da classe "Hidra" da Marinha de Guerra Grega

É de salientar que a capacidade que os navios apresentam para estas modernizações, é decorrente do conceito MEKO, abreviatura da palavra alemã "Mehrzeweck Kobination" (combinação multifuncional), que se traduz na construção de um casco-padrão modular, na qual o armamento, sensores e equipamentos são instalados em contentores, que têm dimensões padronizadas que se encaixam na perfeição nas plataformas do casco do navio.

Deste modo a execução de uma modernização no navio tem menores custos, um prazo relativamente curto, não requer alterações físicas na estrutura do navio, nem a sua imobilização em doca seca.

A título de curiosidade o conceito MEKO, começou a germinar nos estaleiros alemães da "Blohm & Voss" aquando da construção das nossas corvetas da classe "João Coutinho".

https://www.facebook.com/638795606146217/posts/1181287488563690/
 
https://barcoavista.blogspot.com/2009/06/modernizacao-das-fragatas-da-classe.html

Já lá vão cinco anos e nada, as tais LPM's no seu melhor, pois nada de concretiza e vai-se empurrando, uma vez mais, os problemas com a pança !!!

Abraços
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7672
  • Recebeu: 709 vez(es)
  • Enviou: 846 vez(es)
  • +109/-32
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1533 em: Hoje às 11:30:47 am »
Penso que a modernização das Vasco da Gama não vai incluir armamento e só deve começar depois das Bartolomeu Dias.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7972
  • Recebeu: 436 vez(es)
  • Enviou: 768 vez(es)
  • +273/-236
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1534 em: Hoje às 12:18:19 pm »
bolas, vi o update ao tópico e pensei que alguém a tinha avistado  :bang:
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4711
  • Recebeu: 2158 vez(es)
  • Enviou: 826 vez(es)
  • +581/-73
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1535 em: Hoje às 12:19:34 pm »
bolas, vi o update ao tópico e pensei que alguém a tinha avistado  :bang:

era bom era mas pelo que sei está escondida com os lynx O/B.  :mrgreen:

Abraços
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7972
  • Recebeu: 436 vez(es)
  • Enviou: 768 vez(es)
  • +273/-236
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1536 em: Hoje às 12:20:36 pm »
bolas, vi o update ao tópico e pensei que alguém a tinha avistado  :bang:

era bom era mas pelo que sei está escondida com os lynx O/B.  :mrgreen:

Abraços

O deflector shield de Den Helder é do best!  ::)
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

Stalker79

  • Especialista
  • ****
  • 1188
  • Recebeu: 241 vez(es)
  • Enviou: 1148 vez(es)
  • +108/-11
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1537 em: Hoje às 04:44:49 pm »
"substituição dos mísseis HARPOON, por uns mais modernos com sistema de navegação por GPS"
AHHHH YEEEESSSSS! Eu já a sonhar com RBS 15 MK3 ou o NSM! :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:
Que foi! Sonhar ainda não paga imposto.... e não pode ser cativado por isso.
 c56x1