ForumDefesa.com

Forças Armadas e Sistemas de Armas => Marinha Portuguesa => Tópico iniciado por: cromwell em Julho 28, 2009, 02:57:05 pm

Título: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: cromwell em Julho 28, 2009, 02:57:05 pm
A Marinha Portuguesa pretende ter um novo reabastecedor até 2016 para substituir o Bérrio.

No entanto quem irá construir?

Os ENVC ou os estaleiros HDW?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: sivispacem em Julho 28, 2009, 03:47:43 pm
Citação de: "cromwell"
A Marinha Portuguesa pretende ter um novo reabastecedor até 2016 para substituir o Bérrio.

No entanto quem irá construir?

Os ENVC ou os estaleiros HDW?


A probabilidade de o 'novo' AOR da MP já estar a navegar há uns anos é muito alta, parece-me..... just a feeling :wink:

Cpmts
Carlos Ferreira
Título:
Enviado por: nelson38899 em Julho 28, 2009, 03:56:30 pm
O melhor é esperar pela nova LPM pode ser que traga algo de novo
Título:
Enviado por: luis filipe silva em Julho 28, 2009, 09:49:06 pm
Citar
Os ENVC ou os estaleiros HDW?

Ou De Schelde, ou Navantia, ou Arsenal do Alfeite... c34x
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Julho 28, 2009, 10:32:49 pm
Ou quem sabe um projeto conjunto MB e MP. Podendo Portugal comprar uns 2 e o Brasil 3 ou 4.
Título:
Enviado por: Daniel em Julho 29, 2009, 04:42:14 pm
Leonardo Besteiro
Citar
Ou quem sabe um projeto conjunto MB e MP. Podendo Portugal comprar uns 2 e o Brasil 3 ou 4.


Não só nessa área como em muitas outras, pois um projecto conjunto, tem muitas vantagens, uma delas é a redução de custos de ambas as partes, devia ser algo que portugal e o brasil em conjunto deveriam investir, na indústria naval militar, creio que um reabastecedor para a MP já é o suficiente. c34x
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Julho 29, 2009, 07:03:57 pm
Caro amigo Daniel só discordo da quantidade, pois aqui no Brasil a MB está aprendendo que quem tem 1 não tem nenhum veja o NAeL São Paulo parado o seu grupo aéreo perdeu seu estatus e a MB perdeu seu elemento mais importante, tudo bem que ele votará melhor, com seus A-4 modernizados com planos de S-2 para servirem de aviões reabastecedoresligação e S-2 Radar e possivelmente um interceptador, mas com um navio só quando ele tem de parar para obras ou reparos a esquadra fica desprovida do meio, veja a Austrália vai adiquirir de uma só vez 2 NAeL da classe Juan Carlos I da espanhola Navanti, esse é o caminho certo, então a meu ver o número minímo para a MP seriam 2 e para a MB 4. Um grande abraço.
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Julho 29, 2009, 07:13:46 pm
O NRP Bérrio é usado apenas três ou quatro vezes por ano, durante meia-dúzia de dias, em alguns exercícios ao largo da costa. Para quê então ter dois? Para ficarem a apodrecer no porto?
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Julho 29, 2009, 07:28:50 pm
Não, pois a meu ver Brasil e Portugal tem de ajudar mais os paises lusofonos e com suas missões pelo mundo seria melhor para a MP contar com um meio tão importante a mais. Um abraço meu caro.
Título:
Enviado por: sivispacem em Julho 29, 2009, 08:30:19 pm
Citação de: "PereiraMarques"
O NRP Bérrio é usado apenas três ou quatro vezes por ano, durante meia-dúzia de dias, em alguns exercícios ao largo da costa. Para quê então ter dois? Para ficarem a apodrecer no porto?


Boas....

Eu sei bem o que o meu caro colega pretende dizer... e até concordo! Mas olhe que esse argumento pode ser perigoso, já viu o que seria do LPD???

Cpmts
Carlos Ferreira
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Julho 29, 2009, 08:37:02 pm
A questão era serem dois. Para quê serem dois se um serve para (as poucas) missões e exercícios existentes.
Título:
Enviado por: sivispacem em Julho 29, 2009, 08:38:30 pm
Citação de: "PereiraMarques"
A questão era serem dois. Para quê serem dois se um serve para (as poucas) missões e exercícios existentes.


Por isso eu concordei consigo... na quantidade! :)
Título:
Enviado por: luis filipe silva em Julho 29, 2009, 08:44:57 pm
Citar
Não, pois a meu ver Brasil e Portugal tem de ajudar mais os paises lusofonos e com suas missões pelo mundo seria melhor para a MP contar com um meio tão importante a mais. Um abraço meu caro.

Portugal já ajuda o suficiente os PALOP. Não somos ricos, e além disso o povo dos PALOP já cá está em Portugal.
Veja se vale a pena ajudar a Guiné com constantes golpes de estado, Timor onde a GNR é atacada por policias timorenses. Já lhes demos a independência, e todos são prósperos após gerirem os seus destinos nestes 35 (trinta e cinco anos).
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: LM em Julho 29, 2009, 10:17:47 pm
Citação de: "sivispacem"
Citação de: "cromwell"
A Marinha Portuguesa pretende ter um novo reabastecedor até 2016 para substituir o Bérrio.

No entanto quem irá construir?

Os ENVC ou os estaleiros HDW?

A probabilidade de o 'novo' AOR da MP já estar a navegar há uns anos é muito alta, parece-me..... just a feeling :wink:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: sivispacem em Julho 29, 2009, 11:10:59 pm
Citação de: "LM"
Citação de: "sivispacem"
Citação de: "cromwell"
A Marinha Portuguesa pretende ter um novo reabastecedor até 2016 para substituir o Bérrio.

No entanto quem irá construir?

Os ENVC ou os estaleiros HDW?

A probabilidade de o 'novo' AOR da MP já estar a navegar há uns anos é muito alta, parece-me..... just a feeling :wink:


Há uma certo marquês espanhol que seria uma excelente opção... :o)mas com a LPM em águas de bacalhau..... (mais uma prova da elevada consideração dos políticos deste país pelas FA's....)

Cpmts
Carlos Ferreira
Título:
Enviado por: luis filipe silva em Julho 29, 2009, 11:37:52 pm
Citar
Há uma certo marquês espanhol que seria uma excelente opção... )mas com a LPM em águas de bacalhau..... (mais uma prova da elevada consideração dos políticos deste país pelas FA's....)
Eu preferia um verdadeiro AOR em vez do Ensenada, e novo. Têm é uma guarniçaõ muito grande.[/quote]
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Julho 30, 2009, 12:14:58 am
Pelo menos pensem num projeto entre o Brasil e Portugal. Seria algo bom para os dois.
Título:
Enviado por: luis filipe silva em Julho 30, 2009, 02:37:14 am
Citar
Pelo menos pensem num projeto entre o Brasil e Portugal. Seria algo bom para os dois.

Na área naval, um reabastecedor de esquadra. Tanto Portugal como o Brasil necessitam em breve. O Brasil de dois ou três, e Portugal de um.
Se fosse bom, talvez mais algum país estivesse interessado, e cascos para navios científicos.
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Julho 30, 2009, 11:54:25 pm
Luis eu já discordo o Brasil precisa de pelo menos 4 rabastecedores e Portugal deveria ter no minimo 2, quanto a navios cientificos e interessante essa sua proposta, mas o Brasil acabou de adiquirir 2 o NPo Almirante Maximiano H-41 vque é considerado um dos mais modernos do mundo e o  NHO Cruzeiro do Sul sem falar nos H-21 Sirius, H-35 Amorin do Valle, H-36 Tauros, H-37 Ganier Sampaio e H-40 Antares. O Brasil pode deixar isso um pouco para a frente agora precisamos é de meios de combate.
Título:
Enviado por: luis filipe silva em Julho 31, 2009, 01:30:46 am
Citar
O Brasil pode deixar isso um pouco para a frente agora precisamos é de meios de combate.

Pois é, mas o Brasil vai embarcar em projectos importados e não nacionais. Além disso Portugal está servido de navios de combate por mais vinte a vinte e cinco anos. Depois se verá!... :roll:
Título:
Enviado por: Instrutor em Julho 31, 2009, 03:07:38 pm
Citação de: "luis filipe silva"
Citar
O Brasil pode deixar isso um pouco para a frente agora precisamos é de meios de combate.
Pois é, mas o Brasil vai embarcar em projectos importados e não nacionais. Além disso Portugal está servido de navios de combate por mais vinte a vinte e cinco anos. Depois se verá!... :roll:


Estamos??? Não estamos nao senhor....... ainda falta chegar a outra Fragata da Classe Bartolomeu Dias, os dois SUB 209PN e o NPL, depois sim ja ficamos servidos e ja não chateio mais o governo dentro dos proximos anos..... depois para patrulha e reabastecimento temos de terminar os NPO, NPC e um novo AOR.
Título:
Enviado por: luis filipe silva em Julho 31, 2009, 03:56:16 pm
Citar
Estamos??? Não estamos nao senhor....... ainda falta chegar a outra Fragata da Classe Bartolomeu Dias, os dois SUB 209PN e o NPL, depois sim ja ficamos servidos e ja não chateio mais o governo dentro dos proximos anos..... depois para patrulha e reabastecimento temos de terminar os NPO, NPC e um novo AOR.

Estamos sim, porque está quase tudo encomendado ou em vias de ser entregue. Portanto, muito melhor do que há dez anos.
Título:
Enviado por: Instrutor em Julho 31, 2009, 04:01:40 pm
Sim em certa parte concordo consigo..... mas eu prefiro ve-los a entrar na base do alfeite do que la longe.... só quando estiverem todos eles atracados no alfeite é que acredito.. (BD, Sub, NPL, NPO/NPC, AOR e LFC) quando todas a unidades estiverem de facto nas maos da marinha ai sim durmo descansado.
Título:
Enviado por: P44 em Julho 31, 2009, 04:25:28 pm
Citação de: "luis filipe silva"
Citar
Não, pois a meu ver Brasil e Portugal tem de ajudar mais os paises lusofonos e com suas missões pelo mundo seria melhor para a MP contar com um meio tão importante a mais. Um abraço meu caro.
Portugal já ajuda o suficiente os PALOP. Não somos ricos, e além disso o povo dos PALOP já cá está em Portugal.
Veja se vale a pena ajudar a Guiné com constantes golpes de estado, Timor onde a GNR é atacada por policias timorenses. Já lhes demos a independência, e todos são prósperos após gerirem os seus destinos nestes 35 (trinta e cinco anos).


bem dito!
Título:
Enviado por: papatango em Julho 31, 2009, 04:33:50 pm
O processo é continuo

Os submarinos precisaram ser substituídos. Depois foi feita uma opção por trocar as quatro fragatas João Belo, pelas duas Karel Dorman holandesas.

A seguir, o objectivo é o navio logístico e a construção dos NPO.

Depois há a necessidade dos NPC (que na prática são quase oceânicos, quando comparados com os Cacine)

Mas depois disso, é preciso pensar nas fragatas que estão a ficar velhas e vão precisar ser substituídas.
Título:
Enviado por: Instrutor em Julho 31, 2009, 04:47:02 pm
Citação de: "papatango"
O processo é continuo

Os submarinos precisaram ser substituídos. Depois foi feita uma opção por trocar as quatro fragatas João Belo, pelas duas Karel Dorman holandesas.

A seguir, o objectivo é o navio logístico e a construção dos NPO.

Depois há a necessidade dos NPC (que na prática são quase oceânicos, quando comparados com os Cacine)

Mas depois disso, é preciso pensar nas fragatas que estão a ficar velhas e vão precisar ser substituídas.
[/b]

Daqui a 20 anos, compramos o que estiver no mercado de usados..... da França temos as La Fayette, as Horizon e as FREMM, da Alemanha temos as F124 as F125 depois logo se ve. as que derem contrapartidas é as que compramos :lol:
Título:
Enviado por: Daniel em Julho 31, 2009, 05:12:57 pm
papatango
Citar
O processo é continuo


É aí que eu digo que cada vez mais faz sentido projectos conjuntos, no caso uma industría naval militar forte, pois está-se sempre a evoluir, Portugal e o Brasil podem fazer coisas muito grandes, isto claro se ambas as partes tiverem interesse, o Brasil vai tendo cada vez mais experiência em construção naval, Portugal vai devagar mas novamente começa a ter alguma experiência nessa área, por exemplo o projecto de um novo reabastecedor, NPL, fragatas e quem sabe submarinos são projectos que se poderia fazer em conjunto, uma vez feito já não se esquece, como o caro papatango falou o processo é continuo hoje se faz uma fragata de 3000 T amanha faz-se uma de 6000T e assim por diante, esse é o futuro o caminho a seguir o potencial existe mas tem faltado a prática. :roll:
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Julho 31, 2009, 07:21:41 pm
Citação de: "Daniel"
papatango
Citar
O processo é continuo

É aí que eu digo que cada vez mais faz sentido projectos conjuntos, no caso uma industría naval militar forte, pois está-se sempre a evoluir, Portugal e o Brasil podem fazer coisas muito grandes, isto claro se ambas as partes tiverem interesse, o Brasil vai tendo cada vez mais experiência em construção naval, Portugal vai devagar mas novamente começa a ter alguma experiência nessa área, por exemplo o projecto de um novo reabastecedor, NPL, fragatas e quem sabe submarinos são projectos que se poderia fazer em conjunto, uma vez feito já não se esquece, como o caro papatango falou o processo é continuo hoje se faz uma fragata de 3000 T amanha faz-se uma de 6000T e assim por diante, esse é o futuro o caminho a seguir o potencial existe mas tem faltado a prática. :roll:


 Muito bem dito Daniel, mas você se esqueceu de uma coisa, a Marinha Portuguesa ter quer crescer um pouco, nvejam bem, não estou dizendo inchar mas crescer um pouco, seria bom adiquirir mais um sub, que sabe mais umas Fragatas, um Navio da classe Mistral ou o Giuseppe Garibalde que está cotado para sair do serviço ativo na Marinha Italiana em 2010 e na Marinha Portuguesa poderia servir pelo menos como porta-helicópteros, vocês tem de levar em conta a localização e a importância de Portugal. Um grande abraço a todos.
Título:
Enviado por: Daniel em Julho 31, 2009, 08:38:59 pm
Leonardo Besteiro
Citar
Muito bem dito Daniel, mas você se esqueceu de uma coisa, a Marinha Portuguesa ter quer crescer um pouco, nvejam bem, não estou dizendo inchar mas crescer um pouco, seria bom adiquirir mais um sub, que sabe mais umas Fragatas, um Navio da classe Mistral ou o Giuseppe Garibalde que está cotado para sair do serviço ativo na Marinha Italiana em 2010 e na Marinha Portuguesa poderia servir pelo menos como porta-helicópteros, vocês tem de levar em conta a localização e a importância de Portugal. Um grande abraço a todos.


Não por acaso não me esqueci :wink:  c34x
Título:
Enviado por: P44 em Julho 31, 2009, 10:18:06 pm
Citação de: "Leonardo Besteiro"
Citação de: "Daniel"
papatango
Citar
O processo é continuo

É aí que eu digo que cada vez mais faz sentido projectos conjuntos, no caso uma industría naval militar forte, pois está-se sempre a evoluir, Portugal e o Brasil podem fazer coisas muito grandes, isto claro se ambas as partes tiverem interesse, o Brasil vai tendo cada vez mais experiência em construção naval, Portugal vai devagar mas novamente começa a ter alguma experiência nessa área, por exemplo o projecto de um novo reabastecedor, NPL, fragatas e quem sabe submarinos são projectos que se poderia fazer em conjunto, uma vez feito já não se esquece, como o caro papatango falou o processo é continuo hoje se faz uma fragata de 3000 T amanha faz-se uma de 6000T e assim por diante, esse é o futuro o caminho a seguir o potencial existe mas tem faltado a prática. c34x

Eu só quero é que o raio dos NPOs sejam feitos e tenhamos o NAVPOL, o resto é matéria filosófica mas que nunca será realidade.
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 01, 2009, 05:08:42 pm
Mas e se o Garibalde vier por um preço parecido como o do NAeL São Paulo quando este foi vendido para a MB? Seria outra historia não? Um abraço.
Título:
Enviado por: teXou em Agosto 01, 2009, 05:09:10 pm
Citação de: "P44"
... A não ser que descubramos petróleo como o Brasil anda a descobrir! :wink:
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 01, 2009, 05:09:36 pm
O pessoal é mole de arrumar, basta se fazer umas boas campanhas publicitárias e com um navio como o Garibalde vai é chover candidatos.
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Agosto 01, 2009, 05:17:05 pm
E os custos de manutenção e as aeronaves? :roll:

Conforme dizem ai no Brasil: "Sonhar não paga impostos".

Caro Leonardo perceba que Porta-Helicópteros/Porta-Aviões Ligeiros/Navios Aeródromos é impossível para Portugal.
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Agosto 01, 2009, 05:22:47 pm
Além que nós já temos a classe NRP Açores, que são 9 e a classe NRP Madeira que são 2 + desertas e selvagens  :twisted:  :twisted:
Título:
Enviado por: P44 em Agosto 01, 2009, 05:28:57 pm
Citação de: "Leonardo Besteiro"
Mas e se o Garibalde vier por um preço parecido como o do NAeL São Paulo quando este foi vendido para a MB? Seria outra historia não? Um abraço.


até nós conseguimos vender ao Uruguai 2 fragatas por melhor preço do que os franceses vos venderam o A-12 (13 M€ vs 12 M€) :mrgreen:

não me cheira que os italianos vendessem o Garibaldi por 12 M€, desculpe lá

e já agora, quem lhe disse que o Garibaldi está para venda?????
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 01, 2009, 05:37:50 pm
Eu li no blog de um italiano que com a entrada do NAeL Cavour o NAeL Giuseppe Garibaldi seria retirado do serviço em 2010.
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Agosto 01, 2009, 05:44:20 pm
Não sei se é verdade Leonardo, acho um pouco dificil e depois o Garibaldi é um PA.

Voluntários é algo que temos e pouco e não é por termos novos meios que isso muda. Ainda à pouco o Exército recebeu os Leopard II A-6, está a receber os Pandur II, e outras coisas e mesmo assim não se viu um aumento de voluntários.
Título:
Enviado por: P44 em Agosto 01, 2009, 05:44:56 pm
Citação de: "Leonardo Besteiro"
Eu li no blog de um italiano que com a entrada do NAeL Cavour o NAeL Giuseppe Garibaldi seria retirado do serviço em 2010.


eu li que iria ficar em serviço pelo menos mais uns 5-10 anos
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 01, 2009, 05:57:10 pm
P44 você leu aonde? Era oficial? pois aonde eu li não era. Agora eu fiquei curioso. Mas por que manter o Garibaldi se ja tem o Cavour que é bem maior. E eles não planejam uma segunda unidade da  classe Cavour.
Título:
Enviado por: P44 em Agosto 01, 2009, 06:03:14 pm
Citação de: "Leonardo Besteiro"
P44 você leu aonde? Era oficial? pois aonde eu li não era. Agora eu fiquei curioso. Mas por que manter o Garibaldi se ja tem o Cavour que é bem maior. E eles não planejam uma segunda unidade da  classe Cavour.


não, oficial não era, não me lembro ao certo onde li, mas segundo me lembro o Garibaldi iria ser usado como LPH enquanto o Cavour passaria a PA principal (isto de memória...)
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 01, 2009, 06:12:47 pm
É meu caro P44 vamos ter de esperar para ver.
Título:
Enviado por: Daniel em Agosto 01, 2009, 06:38:56 pm
PereiraMarques
Citar
Caro Leonardo perceba que Porta-Helicópteros/Porta-Aviões Ligeiros/Navios Aeródromos é impossível para Portugal.


Caro Pereira Marques não concordo com essa palavra impossível. c34x
Título:
Enviado por: luis filipe silva em Agosto 01, 2009, 09:04:28 pm
Citar
não concordo com essa palavra impossível.

Claro nada é impossivel. Apenas inutil.
Título:
Enviado por: sivispacem em Agosto 01, 2009, 09:12:40 pm
Citação de: "luis filipe silva"
Citar
não concordo com essa palavra impossível.
Claro nada é impossivel. Apenas inutil.


ou até melhor, absurdo...
Título:
Enviado por: Paisano em Agosto 01, 2009, 09:30:16 pm
Prezados,

Deixo duas frases que bem dizem a respeito do que tenho lido neste tópico:

"Os únicos limites das nossas realizações de amanhã são as nossas dúvidas e hesitações de hoje." (Royalties by Franklin Delano Roosevelt)

"Você precisa fazer aquilo que pensa que não é capaz de fazer." (Royalties by Anna Eleanor Roosevelt)

Um abraço a todos.
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 01, 2009, 11:07:42 pm
Absurdo por que meu caro amigo. Eu acho que daria a Marinha de Portugal uma boa alavancada no quesito material e pessoal, pois os jovens dos país vendo um navio deste porte se entusiasmariam a alistarce. Um abraço.
Título:
Enviado por: papatango em Agosto 02, 2009, 12:03:07 am
Para que é que Portugal quereria um porta-aviões ligeiro ?
Não serviria de nada.

E não poderia substituir um navio de apoio logístico, que é o que realmente faz falta.

No século XIX, quando havia uma crise enviava-se uma canhoneira.
No século XXI envia-se um navio logístico.

Para um país como Portugal, e não só, faz muito mais sentido.
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 02, 2009, 12:16:22 am
Papatango o Cavour e o BPE Juan Carlos I fazem o mesmo que o Rotterdam e de forma melhor, o Mistral também.
Título:
Enviado por: P44 em Agosto 03, 2009, 03:10:46 pm
Leonardo

com todo o respeito, porque carga de água é que você nos está a querer "vender" um porta-aviões em já não sei quantos tópicos?

Não foi já explicada a razão de tal ser completamente impossivel?

É que começa a cansar ver o mesmo assunto a ser colocado incessantemente em diversos tópicos, a maioria dos quais não têm nada a ver com o assunto (tal como este)...

É apenas a minha opinião, mas isto é uma discussão de lana caprina que não leva a lado nenhum.

Cumprimentos.






Ah, e já agora eu quero um Kirov para a MP
Título:
Enviado por: Daniel em Agosto 03, 2009, 03:30:48 pm
P44
Citar
com todo o respeito, porque carga de água é que você nos está a querer "vender" um porta-aviões em já não sei quantos tópicos?



Eu entendo o caro Leonardo ou se entendo, mas é o seguinte a classe Rotterdam é pequena demais e é um projecto já antigo, o Juan Carlos I é muito grande, então vamos fazer algo que fique no meio. c34x
Título:
Enviado por: luis filipe silva em Agosto 03, 2009, 03:52:47 pm
Daniel escreveu:
Citar
Eu entendo o caro Leonardo ou se entendo, mas é o seguinte a classe Rotterdam é pequena demais e é um projecto já antigo,

Caro Daniel. É pequeno demais para que tarefas? Sabe o que temos actualmente? Sim. Uma LDG... Sendo assim é enorme.
Antigo o projecto? A única diferença dos LPDs mais modernos é não ter convés corrido. E quantos LPDs de convés corrido estão encomendados ou ao serviço de qualquer marinha do mundo?
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 03, 2009, 10:43:03 pm
Caro P44 me desculpe, a minha intenção não era aborrecer ninguém, mas para que tanto estresse meu amigo, tome uma cerveja bem gelada, um refri ou um suco, se acalme. Eu só insisti por que o Rotterdam é demasiado antigo, seria melhor então a MP focar suas energias no projeto MRD-1000.  Meus cumprimentos a ti.
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 03, 2009, 10:45:33 pm
Ai outra sobre o MRD-1000, que ja viu, leia denovo quem não viu, boa diversão. Um cordial abraço a todos os amigos do forum.


  http://www.naval.com.br/blog/?p=1332 (http://www.naval.com.br/blog/?p=1332)
Título:
Enviado por: luis filipe silva em Agosto 04, 2009, 01:59:16 am
Citar
Ai outra sobre o MRD-1000, que ja viu, leia denovo quem não viu, boa diversão. Um cordial abraço a todos os amigos do forum.

Caro Leonardo. Você postou exactamente p mesmo no tópico sobre o NavPol. Este é sobre o reabastecedor. Começa a ser massacre.
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 04, 2009, 03:07:28 pm
Aprendam.... uma nova arma poderá estar a ser desenvolvida........ a insistencia cria devaneios no psicologico de uma pessoa levando essa pessoa à auto destruição e suicidio, ora vejamos se o futuro uma arma destas nao seria vantajosa para Portugal...... massacrar a paciencia do inimigo levando-o ometer suicidio. :lol:  :lol:


Prossiga-mos para o topico
Título:
Enviado por: P44 em Agosto 04, 2009, 03:11:30 pm
Citação de: "Paisano"
Prezados,

Deixo duas frases que bem dizem a respeito do que tenho lido neste tópico:

"Os únicos limites das nossas realizações de amanhã são as nossas dúvidas e hesitações de hoje." (Royalties by Franklin Delano Roosevelt)

"Você precisa fazer aquilo que pensa que não é capaz de fazer." (Royalties by Anna Eleanor Roosevelt)

Um abraço a todos.


"sem dinheiro não há palhaço" [sabedoria popular] :mrgreen:
Título: NPL.
Enviado por: tsahal em Agosto 04, 2009, 03:33:58 pm
O MISTRAL tem varias versões e se for preciso a DCNS faz um MISTRAL adequado às necessidades do cliente. Se Portugal quiser um mais pequeno que o MISTRAL 140 (que é o mais pequeno do portfolio), a empresa faz, haja dinheiro para pagar.

Ao lançar o concurso de construção do projecto entregue pela HDW (se o MDN desejar um com base no projecto entregue), 4 concorrentes vão posicionar-se como é obvio. Adivinhem quem serão eles.
Título:
Enviado por: luis filipe silva em Agosto 04, 2009, 03:39:02 pm
Citar
Ao lançar o concurso de construção do projecto entregue pela HDW (se o MDN desejar um com base no projecto entregue), 4 concorrentes vão posicionar-se como é obvio. Adivinhem quem serão eles.

Essa é muito fácil... HDW, ENVC/ De Schelde, Navantia e o Arsenal do Alfeite(a pedido de alguns sindicalistas).
Título: NPL.
Enviado por: tsahal em Agosto 04, 2009, 04:00:20 pm
Facil mas falta uma empresa. Eu disse 4. Talvez até haja uma 5, a Fincantieri poderá tb querer fazer uma oferta depois de analisar o caderno de encargos, quem sabe.
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 05, 2009, 12:31:58 am
Ao camaradas mais irritados, só posso dar um conselho, se acalmem, pois isso aqui é um forum para debates, se não querem participar se calem, agora não agridam os outros, vão fazer outras coisas, beber passear, namorar sei lá, quem sabe até ter um curso de boas maneiras. Agora voltando ao assunto Tsahal os estaleiros de Viana do Castelo não podem projetar eles mesmo um Navio de Apoio, ou então proporem a MB o desenvolvimento e a construção de tal.
Título:
Enviado por: sivispacem em Agosto 05, 2009, 12:54:34 am
Citação de: "Leonardo Besteiro"
/...)
Agora voltando ao assunto Tsahal os estaleiros de Viana do Castelo não podem projetar eles mesmo um Navio de Apoio, ou então proporem a MB o desenvolvimento e a construção de tal.


Se a MB pudesse projectar e(ou contruir esse tipo de navios porque é que os vai buscar aos EUA e Reino Unido na fase final das suas vidas operacionais???

Cpmts
Carlos Ferreira
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 05, 2009, 01:16:52 am
Falta de um parceiro que se possa confiar e precise do mesmo projeto, falta de prioridade, e falta de recursos, mas se tudo andar bem esse ultimo aspecto pode ser superado, mas isso só o futuro nos respondera.
Título: MB.
Enviado por: tsahal em Agosto 05, 2009, 10:36:23 am
A MB está mais interessada em parcerias com grandes potencias e não com Portugal. Portugal é para visitas de Almirantes e um qualquer exercicio naval.

No dominio naval essa parceria com a França destaca-se, veja o NAPA 500 que é da CMN, os subs são da DCNS, se calhar as OPVs serão GOWIND e as fragatas FREMM. A industria naval Francesa tem feito muito lobby/marketing no Brasil, não deve haver um jornalista Brasileiro especializado em defesa que não tenha ido a França visitar estaleiros navais.

Quanto a comprar navios de apoio fora, acho que é uma boa opção, são navios em bom estado, baratos e prontos para serem entregues, depois  o Brazil tem capacidade para os modernizar. Com a compra dos navios, o Brasil está apostando tb na construção naval e pensar no futuro, veja a construção no Brasil dos navios da CMN, parte dos subs no RJ e ainda o resto que virá ou seja futuramente o Brasil terá ainda mais capacidade de construção naval. Em setembro vai ser assinado o contrato dos subs durante a visita do Sarkosy ao Brasil.

A ENVC vai propor o q à MB? O NPO é design HDW, a LFC será desenvolvida com ajuda da Damen e o NPL actual é um projecto HDW.

O projecto NPL ja ca está ou seja o ENVC não precisa de desenvolver nada e nem teria capacidade tecnica para projectar sozinho um navio militar. Relativamente à sua construção, o ENVC pode e estou convencido (e espero) que fará mas como sub-contractor de um qualquer main contractor.
Título:
Enviado por: luis filipe silva em Agosto 05, 2009, 11:27:16 am
Leonardo Besteiro escreveu:
Citar
estaleiros de Viana do Castelo não podem projetar eles mesmo um Navio de Apoio, ou então proporem a MB o desenvolvimento e a construção de tal.

A MB até agora não desenvolveu nada, ao passo que as corvetas, patrulhas, e lanchas das classes João Coutinho, Baptista de Andrade, Cacine, Argos (I) e Argos(II) foram desenhadas em Portugal, com acessoria alemã.
Pelo que sei, os ENVC não têm grande historial no desenho e projecto de navios de guerra, ou apoio. A direcção de construções navais da MGP sim.
Título:
Enviado por: psaa em Agosto 05, 2009, 12:31:27 pm
Na minha optica, o unico interesse militar do Brasil em Portugal, está num ou noutro convite para um ou outro exercicio da NATO, para que eles ganhem experiencia com as principais forças europeias e com os EUA.
Estarei errado?   :wink:
Título: MB.
Enviado por: tsahal em Agosto 05, 2009, 12:44:15 pm
tens toda a razão psaa.
Título:
Enviado por: sivispacem em Agosto 05, 2009, 12:47:00 pm
Citação de: "psaa"
Na minha optica, o unico interesse militar do Brasil em Portugal, está num ou noutro convite para um ou outro exercicio da NATO, para que eles ganhem experiencia com as principais forças europeias e com os EUA.
Estarei errado?   :)

Cpmts,
Carlos Ferreira
Título: Brasil.
Enviado por: tsahal em Agosto 05, 2009, 01:02:42 pm
e Portugal pode ajudar a desenvolver as FAs Brasileiras em quê??????? Sinceramente não vejo. Vender PANDURs??? Eles ja tão num programa deles chamado VBTP-MR.  

O Brasil está a modernizar e capacitar as sua industria de defesa atraves dos grandes programas de compras no estrangeiro nomeadamente em Italia, França e USA. Mesmo o que é adquirido usado terá involvimento de empresas Brasileiras no aspecto da fabricação de componentes para sustentar o sistema e assim não ficar dependende do estrangeiro.

Vai acontecer o mesmo com o programa FX-2 e com as OPV e fragatas. Se calhar isso tudo até será Francês.

A relação militar com o Brasil centra-se principalmente na troca de militares para cursos, exercicios militares e visitas protocolares. No entanto a EID ja vendeu no passado sistemas de comunicações para o EB e MB.

Por mais que nós demos muita importancia ao pais irmão, eles dão sim mas é a outros. Eles vendem bebidas e ainda telenovelas às TVs Portuguesas, ajudando assim a manter a sua própria industria televisiva. E tb exportam beldades para Portugal.
Título: Re: Brasil.
Enviado por: sivispacem em Agosto 05, 2009, 01:18:31 pm
Citação de: "tsahal"
e Portugal pode ajudar a desenvolver as FAs Brasileiras em quê??????? Sinceramente não vejo. Vender PANDURs??? Eles ja tão num programa deles chamado VBTP-MR.  

O Brasil está a modernizar e capacitar as sua industria de defesa atraves dos grandes programas de compras no estrangeiro nomeadamente em Italia, França e USA. Mesmo o que é adquirido usado terá involvimento de empresas Brasileiras no aspecto da fabricação de componentes para sustentar o sistema e assim não ficar dependende do estrangeiro.

Vai acontecer o mesmo com o programa FX-2 e com as OPV e fragatas. Se calhar isso tudo até será Francês.

A relação militar com o Brasil centra-se principalmente na troca de militares para cursos, exercicios militares e visitas protocolares. No entanto a EID ja vendeu no passado sistemas de comunicações para o EB e MB.

Por mais que nós demos muita importancia ao pais irmão, eles dão sim mas é a outros. Eles vendem bebidas e ainda telenovelas às TVs Portuguesas, ajudando assim a manter a sua própria industria televisiva. E tb exportam beldades para Portugal.


Caro Tsahal,

Tem alguma razão! Se calhar a única coisa em que Portugal não pode ajudar o Brasil é na venda de equipamentos de defesa...isto porque esse é uma área onde o Brasil nos esmaga, quer queiramos, quer não...
Bom, há uma segunda área, se calhar, que é a guerra na selva....

De resto há todo um enoooorme campo de cooperação possível... seja a nível de exercicios conjuntos a todos os níveis, a uma politica de incentivo da aproximação Brasil/Europa, e um ou outro nicho de mercado....
Tudo isso seria um mundo!

Mas tudo isto só seria também possível através de uma atitude despreconceituosa e pragmática de ambas as partes... o que se calhar seria a barreira mais dificil de ultrapassar!

Primeiro há que estabelecer pontes, depois de verá se podemos "vender" transportes.....

Cpmts
Carlos Ferreira
Título: EB.
Enviado por: tsahal em Agosto 05, 2009, 01:35:37 pm
Guerra na selva de certeza que não visto que eles são dos mais experientes nisso. Eles até tem uma força especializada nisso. Não me recordo no nome mas o Leonardo poderá ajudar. Não acho que tenha a ver com preconceitos mas sim com a realidade. Eles nãos precisam de Portugal, ao seja não perdem tempo, procuram sim parceiros que lhes possam dar alguma coisa como a França por exemplo. Temos que ser realistas, é a vida. A participação em exercicios e troca de militares para cursos ja qualquer coisa e é util para ambas as partes. Ha nichos onde empresas podem entrar nomeadamente as comunicações e ITs mas a concorrencia é forte e o Brazil tb procura desenvolver sozinho essas areas. Visite o site do CTEx e verá os inumeros projectos em desenvolvimento no EB em parceria com empresas locais.
Título:
Enviado por: psaa em Agosto 05, 2009, 02:12:37 pm
Lá está, acredito que exista interesse de Portugal em cooperar com o Brasil, isso é claro, mas o Brasil apenas "precisa" de Portugal para entrar em campos restritos para eles, onde Portugal é membro, como por exemplo a NATO e a CE. Através da teoria dos povos irmãos, vamos ajudando o Brasil a cooperar com estas entidades (militarmente, económicamente, etc...), em tudo o resto o eles basicamente não precisam de nós para nada!
Penso que concordarão comigo?!
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Agosto 05, 2009, 02:21:01 pm
A unidade chama-se CIGS (Centro de Instrução de Guerra na Selva) que especializa os graduados para operar nesse ambiente.
Título: MB.
Enviado por: tsahal em Agosto 05, 2009, 02:33:20 pm
Eu concordo consigo.

Com a globalização e dos fortes laços entretanto estabelecidos com outros se calhar no futuro nem para isso precisam de Portugal a não ser como mercado para telenovelas. pelo menos a TVI abriu os olhos, faz coisas em Portugal e com Portugueses e dizem que exportam.

Eu acho que uma empresa Europeia (n Iberica) que queira vender armamento na America do Sul, estabelece laços com Espanha. Veja o caso da DCNS, não precisava nada da Navantia para construir submarinos mas fez uma parceria com objectivos de vender nesse mercado e conseguiu, vendeu dois ao Chile! Entrou no mercado e agora sozinha vendeu 4 ao Brasil mais tecnologia para o casco de um sub nuclear para lem dos resto que virá com esta recente parceria estrategica Franco-Brasileira, e bem.
Título:
Enviado por: psaa em Agosto 05, 2009, 02:56:18 pm
Em relação ao AOR, penso que Portugal é mais que capaz de resolver a questão sem ter de ir comprar um dos usados que os outros já não querem.
Penso que os ENVC teriam capacidade de construir uma unidade de raiz, ou então reconverter uma unidade civil, a exemplo do que fez a Australia em 2004 (http://www.naval.com.br/blog/?p=326), mas se possivel optaria sempre por construir um de raiz.
Título: AOR.
Enviado por: tsahal em Agosto 05, 2009, 03:05:00 pm
reconverter sim mas sempre com ajuda exterior. De raiz duvido. Apesar de um AOR ser muitas vezes visto como um navio civil ele é bem militar.
Título: Re: EB.
Enviado por: sivispacem em Agosto 05, 2009, 03:05:33 pm
Citação de: "tsahal"
Guerra na selva de certeza que não visto que eles são dos mais experientes nisso. Eles até tem uma força especializada nisso.


Pois têm, Tsahal, daí ter dito que essa seria uma das 2 áreas em que o Brasil não precisa do apoio de mais ninguém! :o)
Título: EB.
Enviado por: tsahal em Agosto 05, 2009, 03:10:21 pm
Afirmativo, foi confusão minha, entendi que Portugal poderia ajudar o Brasil nessa area.

Sobre o AOR, penso que o ENVC n tem capacidade para projectar um AOR mas pode sim participar na construção. No entento acho que ao abrigo desta parceria estrategica com a Damen, o ENVC pode dar um grande salto tecnológico e as coisas mudarem radicalmente.
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 09, 2009, 11:24:37 pm
Citação de: "psaa"
Lá está, acredito que exista interesse de Portugal em cooperar com o Brasil, isso é claro, mas o Brasil apenas "precisa" de Portugal para entrar em campos restritos para eles, onde Portugal é membro, como por exemplo a NATO e a CE. Através da teoria dos povos irmãos, vamos ajudando o Brasil a cooperar com estas entidades (militarmente, económicamente, etc...), em tudo o resto o eles basicamente não precisam de nós para nada!
Penso que concordarão comigo?!


 Não é bem assim meu caro amigo, se você vier ao Brasil verá que os portugueses são tratados como irmão e a grande maioria das pessoas tem uma grande estima pelo seu país, é claro que sempre tem um idiota do contra, mas que lugar do mundo não o tem. Agora o Brasil não precisa de Portugal nem de ninguém para entrar nos circulos que quiser, tanto que ele é constantimente convidado para participar de operações com a Navy, USAF, FA Francesa, Argentina, Chilena, Uruguai, Venezuelana, Colombiana, Marinha Argentina, Uruguai, Chilena, Sul Africana, Indiana e outras. Portanto parem de ver o Brasil de forma inferior, pois aqui vemos a décadas Portugal como um igual nosso.
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 10, 2009, 09:46:57 am
Eu também sou a favor de uma parceria Tecnico-Militar com o Brasil, não somente relacionados com assuntos da Marinha mas tambem projectos que envolvam a Força Aérea e o Exercito, ambos podem beneficiar muito com estas parcerias.... e não confundamos as coisas o Brasil é um país IRMAO com o mesmo sangue.... não um Meio-Irmão que olha com ganancia para o nosso Território.
Título:
Enviado por: HSMW em Agosto 10, 2009, 03:31:33 pm
O Instrutor hoje acordou para implicar com os castelhanos...  :lol:

Quanto à cooperação com o Brasil...
Não é um pais da NATO, as normas não são STANAG, logo haveria sempre discórdia nas decisões e conceitos operacionais do equipamento.
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 10, 2009, 03:43:14 pm
Citação de: "HSMW"
O Instrutor hoje acordou para implicar com os castelhanos...  :lol:

Quanto à cooperação com o Brasil...
Não é um pais da NATO, as normas não são STANAG, logo haveria sempre discórdia nas decisões e conceitos operacionais do equipamento.


A mim ainda ninguem me ouviu falar de Espanhois ou Castelhanos  :lol:  :lol:  eu só falo em vizinhos que nos olham com ganancia de nos ter e de vizinhos temos Espanha, Marrocos, Argélia França Itália.... não percebo porque falou em castelhanos..... terá por terem sido eles os unicos que tentaram alguma coisa e levaram??
Título:
Enviado por: Leonardo Besteiro em Agosto 13, 2009, 02:27:24 am
Caro amigo Instrutor, esse projeto seria algo bom para essa aliança começar, até por que é um projeto relativamente facil, mas tem de haver vontade dos governos, quanto ao país não ser da OTAN para min isso não quer dizer nada, duvído que se Portugal e Inglaterra tivessem algum desentendimento, gostaria de ver que lado a sua OTAN amigo HMSW escolheria, quem os EUA escolheriam apoiar. Agora eu acredito que se Portugal fosse agredido e pedisse a ajuda do Brasil, essa ajuda iria ser atendida prontamente, isso é só um pensamento hein, não vão viajar. Mas o Brasil é sim um país amigo e irmão de Portugal, pelo menos desse lado de cá do Atlântico é esse o sentimento.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: bokaido em Outubro 31, 2010, 01:20:48 am
Novo projecto dos estaleiros franceses DCNS.
Se isto funcionasse em condições não seria assim tão complicado adquirir um projecto lá fora, e alguma consultadoria técnica claro, e construir em Viana uma navio destes.
 (https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fdcnsgroup.netopenservices.fr%2Fwp-content%2Fuploads%2F2010%2F10%2Fbrave.jpg&hash=d30d15b7062c79d4fb17024cfed8fae6)

http://www.dcnsgroup.com/naval/produits/brave/?product-category=navire-de-soutien-logistic-supply-vessel

Na verdade, creio que as necessidades da Marinha poderiam ser asseguradas pela indústria nacional desde que existisse um plano faseado, com parcerias com estaleiros de capacidades confirmadas, bem dirigido e correctamente financiado.
Patrulhas oceânicos, Lanchas costeiras, Navio Polivalente, Reabastecedor, Navios de investigação e outros auxiliares, Corvetas (não faltam projectos deste género) Não será preciso nada de muito evoluído ou complicado de construir, já temos os submarinos que serão a jóia da coroa nas próximas décadas. As fragatas são a espinha dorsal e ainda aguentam 20 anos, era aproveitar esse tempo para construir o resto da frota e nessa altura a Marinha só teria de substituir as fragatas. Simples, se este país fosse bem governado.

Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Crypter em Outubro 31, 2010, 11:13:16 am
Com os OE dos próximos anos, podem tirar a ideia de novos projectos.

Se todo o país estará a fazer sacrificos (mais uma x..) não era possivel explicar aos portuguesas um aumento na despesa nas FA!

Simplesmente não é..
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: bokaido em Novembro 03, 2010, 08:06:06 pm
Eu não falei em aumentar a despesa, falei em gerir melhor o pouco que temos.
Potenciar a construção de material para a Marinha é bom para os trabalhadores e empresas, para a marinha e para o país.

Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 03, 2011, 07:47:29 pm
boa noite

tive a pensar neste navio, como substituto do Bérrio

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg716.imageshack.us%2Fimg716%2F3985%2Fdr110035163.jpg&hash=261e63c39ee41f8df9bd1c61bd752dc0)

Citar
RFA Fort George has served with distinction throughout the world since 1994
[Picture: LA(Phot) Nicola Wilson, Crown Copyright/MOD 2011]

que dizem??
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 03, 2011, 09:55:38 pm
Disseram-me hoje que o HNLMS Zuiderkruis (A832) poderá ser posto à venda quando em Março se der a conhecer a nova ronda de cortes nas Forças Armadas Holandesas (até porque estava previsto ser retirado do serviço activo em 2015), ficando a RNLN apenas com o mais novo Amsterdam (A836). Muito grande?  :|

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F8%2F6%2F5%2F1180568.jpg&hash=a36b307914b4c4004df67c2b53566aa1)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: GI Jorge em Fevereiro 03, 2011, 10:21:43 pm
Mas porquê não comprar novo? Sempre dura mais algum tempo.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: sergio21699 em Fevereiro 03, 2011, 10:47:53 pm
Porque usado é mais barato.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Edu em Fevereiro 04, 2011, 12:59:43 am
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: João Oliveira Silva em Fevereiro 04, 2011, 03:42:34 pm
Citação de: "sergio21699"
Porque usado é mais barato.


Diz a sabedoria popular que muitas, mas mesmo muitas, vezes o barato sai caro.

Cumprimentos,
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: sergio21699 em Fevereiro 04, 2011, 04:03:43 pm
Citação de: "João Oliveira Silva"
Citação de: "sergio21699"
Porque usado é mais barato.


Diz a sabedoria popular que muitas, mas mesmo muitas, vezes o barato sai caro.

Cumprimentos,

Depende do negócio que for.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: GI Jorge em Fevereiro 04, 2011, 05:55:45 pm
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Se os ENVC não conseguem construir os NPO em tempo útil, então só daqui a 20 anos teríamos o reabastecedor.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: sergio21699 em Fevereiro 04, 2011, 06:58:05 pm
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Se os ENVC não conseguem construir os NPO em tempo útil, então só daqui a 20 anos teríamos o reabastecedor.

Atenção que como já foi dito noutro tópico, a culpa do atraso nos NPO não é só da responsabilidade dos estaleiros, é maioritariamente do governo e alterações constantes ao projecto.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: GI Jorge em Fevereiro 04, 2011, 08:34:35 pm
Citação de: "sergio21699"
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Se os ENVC não conseguem construir os NPO em tempo útil, então só daqui a 20 anos teríamos o reabastecedor.

Atenção que como já foi dito noutro tópico, a culpa do atraso nos NPO não é só da responsabilidade dos estaleiros, é maioritariamente do governo e alterações constantes ao projecto.

Não só mas também. E assim, com um estaleiro estrangeiro, o governo não brincava.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Desertas em Fevereiro 04, 2011, 11:31:26 pm
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Para depois o vendermos a um qualquer país dias depois de ser  entregue à Armada .

Citação de: "Charlie Jaguar"
Disseram-me hoje que o HNLMS Zuiderkruis (A832) poderá ser posto à venda quando em Março se der a conhecer a nova ronda de cortes nas Forças Armadas Holandesas (até porque estava previsto ser retirado do serviço activo em 2015), ficando a RNLN apenas com o mais novo Amsterdam (A836). Muito grande? :|

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F8%2F6%2F5%2F1180568.jpg&hash=a36b307914b4c4004df67c2b53566aa1)

Como as nossas relações com a Holanda estão boas, e visto ultimamente termos adquirido a esse país vário material para as nossas Forças Armadas , julgo que até era uma boa opção.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: luis filipe silva em Fevereiro 05, 2011, 10:21:46 am
Desertas escreveu:
Citar
Como as nossas relações com a Holanda estão boas, e visto ultimamente termos adquirido a esse país vário material para as nossas Forças Armadas , julgo que até era uma boa opção.
Seria uma boa opção sim senhor. Mas como o dinheiro não abunda, e a urgência é a construção dos NPO e NPC, duvido muito. Mas....
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 05, 2011, 11:13:19 am
Dúvido que haja algum investimento para um tipo de navio que passa quase o ano inteiro atracado na BNL
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 05, 2011, 11:23:02 am
Pelo que li ou ouvi, já não me lembro, o Berrio terá que ser substituído, pois é um navio de casco simples e ao que parece a UE não permite que navios de casco simples naveguem nas suas águas.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 05, 2011, 11:32:46 am
Essa regra só se aplica a navios mercantes.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Ricardo em Fevereiro 06, 2011, 06:55:42 pm
Citação de: "nelson38899"
Pelo que li ou ouvi, já não me lembro, o Berrio terá que ser substituído, pois é um navio de casco simples e ao que parece a UE não permite que navios de casco simples naveguem nas suas águas.


http://barcoavista.blogspot.com/2009/07 ... errio.html (http://barcoavista.blogspot.com/2009/07/navio-reabastecedor-berrio.html)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: chaimites em Fevereiro 07, 2011, 01:16:04 pm
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Se os ENVC não conseguem construir os NPO em tempo útil, então só daqui a 20 anos teríamos o reabastecedor.

Boas!

GI  Jorge

Faz uma "vaquinha" entre o pessoal! senão só vai ter o figueira do foz em 2012 ( se nao o venderem entretanto)

Ou então pede ao Ministro para despedir mais uma duzia de assessores para ter onde meter a factura dos navios!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: GI Jorge em Fevereiro 07, 2011, 07:37:29 pm
Citação de: "chaimites"
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Se os ENVC não conseguem construir os NPO em tempo útil, então só daqui a 20 anos teríamos o reabastecedor.

Boas!

GI  Jorge

Faz uma "vaquinha" entre o pessoal! senão só vai ter o figueira do foz em 2012 ( se nao o venderem entretanto)

Ou então pede ao Ministro para despedir mais uma duzia de assessores para ter onde meter a factura dos navios!

E será que se terá em 2012?
Será que não se pode enganar um pais qualquer e vender as corvetas para arranjar dinheiro? Ou os M60 ou as Chaimites. De certeza que não faltarão interessados naqueles países que gostam de brincar às guerras.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 08, 2011, 01:18:10 pm
Nunca se conseguiram vender as corvetas quando ainda tinham algum valor militar, não há-de ser agora.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: GI Jorge em Fevereiro 08, 2011, 04:35:44 pm
Citação de: "P44"
Nunca se conseguiram vender as corvetas quando ainda tinham algum valor militar, não há-de ser agora.

Houve alguma tentativa de as vender?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: PereiraMarques em Fevereiro 08, 2011, 05:43:46 pm
Citar
Los cuatro buques, iban a ser vendidos a la Armada Colombiana tras la retirada de Portugal de sus colonias en 1977, pero la venta no llegó a completarse.

 :arrow: http://es.wikipedia.org/wiki/Clase_Baptista_de_Andrade (http://es.wikipedia.org/wiki/Clase_Baptista_de_Andrade)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: GI Jorge em Fevereiro 08, 2011, 07:38:40 pm
Citação de: "PereiraMarques"
Citar
Los cuatro buques, iban a ser vendidos a la Armada Colombiana tras la retirada de Portugal de sus colonias en 1977, pero la venta no llegó a completarse.

 :oops:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: luis filipe silva em Fevereiro 08, 2011, 09:26:29 pm
http://barcoavista.blogspot.com/search/label/Corvetas (http://barcoavista.blogspot.com/search/label/Corvetas)

está aqui a informação respeitante às corvetas.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 09, 2011, 07:51:11 am
Porque não construir um navio multi funções, ou seja, em vez de ser um reabastecedor puro, passar a ser um navio em que se possa instalar modulos. Por exemplo quando se precisar do reabastecedor instala-se os modulos que contem os tanques de combustivel, viveres, etc. Quando se quiser um LPD, instalam-se os modulos que permitem acomodar os fuzileiros, as lanchas e as seu veiculos.

A mudança de modulos teria com base as gruas instaladas no navio e que serviriam ao mesmo tempo, para recolher ou lançar as lanchas com os equipamentos do fuzos.

Este navio teria a capacidade de acolher 2 EH101.


Que dizem???
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Desertas em Fevereiro 09, 2011, 11:18:28 am
Citação de: "nelson38899"
Porque não construir um navio multi funções, ou seja, em vez de ser um reabastecedor puro, passar a ser um navio em que se possa instalar modulos. Por exemplo quando se precisar do reabastecedor instala-se os modulos que contem os tanques de combustivel, viveres, etc. Quando se quiser um LPD, instalam-se os modulos que permitem acomodar os fuzileiros, as lanchas e as seu veiculos.

A mudança de modulos teria com base as gruas instaladas no navio e que serviriam ao mesmo tempo, para recolher ou lançar as lanchas com os equipamentos do fuzos.

Este navio teria a capacidade de acolher 2 EH101.


Que dizem???

E imaginemos um cenário de evacuação de Portugueses num qualquer país onde fosse necessário um LPD um navio reabastecedor e 2 fragatas, como é que faríamos ?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 09, 2011, 12:10:06 pm
Nessa altura pediamos ajuda à Nato.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 09, 2011, 12:47:54 pm
Ou seja, era uma palhaçada! :evil:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: chaimites em Fevereiro 09, 2011, 02:39:43 pm
Citação de: "nelson38899"
Porque não construir um navio multi funções, ou seja, em vez de ser um reabastecedor puro, passar a ser um navio em que se possa instalar modulos. Por exemplo quando se precisar do reabastecedor instala-se os modulos que contem os tanques de combustivel, viveres, etc. Quando se quiser um LPD, instalam-se os modulos que permitem acomodar os fuzileiros, as lanchas e as seu veiculos.

A mudança de modulos teria com base as gruas instaladas no navio e que serviriam ao mesmo tempo, para recolher ou lançar as lanchas com os equipamentos do fuzos.

Este navio teria a capacidade de acolher 2 EH101.


Que dizem???

Hummm

A operaçao de gruas do proprio navio para lançar as lanchas seria muito limitada em questoes de peso e tempo

um Heavy Lift tem capacidade de carregar 500 Tons nas gruas ou mais ( 10 leopard 2A6 ou 25  pandurII )   mas a operaçao demora muito tempo pois tem que operar os tanques de lastro para equilibrar o navio , seria opimo em condiçao de cais, mas em caso de um desembarque em ambiente ostil um desastre!

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg832.imageshack.us%2Fimg832%2F7609%2Fhevylift.jpg&hash=88657f55cdc59c36ad1d399f64661b33)

cons: 219



  - para um alcance de 20 m a capacidade máxima é de 185 t
   - para um alcance de 24 m a capacidade máxima é de 60 t

    As gruas podem levantar cargas de 500 t, 24 m de comprimento e 4,4 m de largura, a partir de uma posição de 5 m para lá do lado de bombordo
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Desertas em Fevereiro 09, 2011, 03:32:21 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Os nossos politicos são o máximo...e têm visão de futuro, o futuro deles é claro, porque a nação que se desenrasque! :evil:

Nem Mais !
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 09, 2011, 03:49:13 pm
Citação de: "chaimites"
Citação de: "nelson38899"
Porque não construir um navio multi funções, ou seja, em vez de ser um reabastecedor puro, passar a ser um navio em que se possa instalar modulos. Por exemplo quando se precisar do reabastecedor instala-se os modulos que contem os tanques de combustivel, viveres, etc. Quando se quiser um LPD, instalam-se os modulos que permitem acomodar os fuzileiros, as lanchas e as seu veiculos.

A mudança de modulos teria com base as gruas instaladas no navio e que serviriam ao mesmo tempo, para recolher ou lançar as lanchas com os equipamentos do fuzos.

Este navio teria a capacidade de acolher 2 EH101.


Que dizem???

Hummm

A operaçao de gruas do proprio navio para lançar as lanchas seria muito limitada em questoes de peso e tempo

um Heavy Lift tem capacidade de carregar 500 Tons nas gruas ou mais ( 10 leopard 2A6 ou 25  pandurII )   mas a operaçao demora muito tempo pois tem que operar os tanques de lastro para equilibrar o navio , seria opimo em condiçao de cais, mas em caso de um desembarque em ambiente ostil um desastre!

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg832.imageshack.us%2Fimg832%2F7609%2Fhevylift.jpg&hash=88657f55cdc59c36ad1d399f64661b33)

cons: 219



  - para um alcance de 20 m a capacidade máxima é de 185 t
   - para um alcance de 24 m a capacidade máxima é de 60 t

    As gruas podem levantar cargas de 500 t, 24 m de comprimento e 4,4 m de largura, a partir de uma posição de 5 m para lá do lado de bombordo

Nos so vamos ter 20 Pandurs nos fuzos, por isso é mais que suficiente.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: GI Jorge em Fevereiro 09, 2011, 09:17:46 pm
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "chaimites"
Citação de: "nelson38899"
Porque não construir um navio multi funções, ou seja, em vez de ser um reabastecedor puro, passar a ser um navio em que se possa instalar modulos. Por exemplo quando se precisar do reabastecedor instala-se os modulos que contem os tanques de combustivel, viveres, etc. Quando se quiser um LPD, instalam-se os modulos que permitem acomodar os fuzileiros, as lanchas e as seu veiculos.

A mudança de modulos teria com base as gruas instaladas no navio e que serviriam ao mesmo tempo, para recolher ou lançar as lanchas com os equipamentos do fuzos.

Este navio teria a capacidade de acolher 2 EH101.


Que dizem???

Hummm

A operaçao de gruas do proprio navio para lançar as lanchas seria muito limitada em questoes de peso e tempo

um Heavy Lift tem capacidade de carregar 500 Tons nas gruas ou mais ( 10 leopard 2A6 ou 25  pandurII )   mas a operaçao demora muito tempo pois tem que operar os tanques de lastro para equilibrar o navio , seria opimo em condiçao de cais, mas em caso de um desembarque em ambiente ostil um desastre!

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg832.imageshack.us%2Fimg832%2F7609%2Fhevylift.jpg&hash=88657f55cdc59c36ad1d399f64661b33)

cons: 219



  - para um alcance de 20 m a capacidade máxima é de 185 t
   - para um alcance de 24 m a capacidade máxima é de 60 t

    As gruas podem levantar cargas de 500 t, 24 m de comprimento e 4,4 m de largura, a partir de uma posição de 5 m para lá do lado de bombordo

Nos so vamos ter 20 Pandurs nos fuzos, por isso é mais que suficiente.

Acho que o problema não é esse. Acho que é mesmo o tempo que se demoraria a desembarcar mesmo 1 Pandur II, o facto de que se fosse preciso um reabastecedor e um LPD ao mesmo tempo, estávamos tramados e se fosse preciso um LPD rapidamente e o navio estivesse na versão reabastecedor, também estávamos tramados.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: LuisC em Fevereiro 09, 2011, 11:25:38 pm
Quer seja adquirido um LPD ou não, um futuro Reabastecedor deveria ter algumas valências que permitissem a sua utilização como plataforma de transporte de fuzileiros e as suas inevitáveis viaturas e lanchas.

Se não vejamos…

-A existir um LPD, esse Reabastecedor deveria ser minimamente capaz de pontualmente o substituir, sempre que este se encontrasse em trabalhos de manutenção ou indisponível por qualquer outra razão.

-A não existir LPD…bom…então seria óptimo ter um Reabastecedor suficientemente versátil para colmatar, mesmo que de forma improvisada, essa lacuna.

Um Reabastecedor, até pelas suas dimensões, tem sempre alguma capacidade de transporte de fuzileiros e lanchas…mesmo residual, o Bérrio tem essa capacidade, julgo eu.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: GI Jorge em Fevereiro 10, 2011, 11:59:09 am
Citação de: "LuisC"
Quer seja adquirido um LPD ou não, um futuro Reabastecedor deveria ter algumas valências que permitissem a sua utilização como plataforma de transporte de fuzileiros e as suas inevitáveis viaturas e lanchas.

Se não vejamos…

-A existir um LPD, esse Reabastecedor deveria ser minimamente capaz de pontualmente o substituir, sempre que este se encontrasse em trabalhos de manutenção ou indisponível por qualquer outra razão.

-A não existir LPD…bom…então seria óptimo ter um Reabastecedor suficientemente versátil para colmatar, mesmo que de forma improvisada, essa lacuna.

Um Reabastecedor, até pelas suas dimensões, tem sempre alguma capacidade de transporte de fuzileiros e lanchas…mesmo residual, o Bérrio tem essa capacidade, julgo eu.

Uma coisa é ter uma capacidade residual ou mínima para ocasionalmente transportar fuzileiros e uns botes, outra coisa é ser um navio modular. É que o design não poderia ser de um reabastecedor puro, nem de um LPD puro, teria de fazer uma das coisas de cada vez e não as poderia fazer muito bem. Isso, eventualmente, daria asneira.
Agora, se for um reabastecedor com uma pequena força de fuzileiros, uma secção de botes e uma ou duas lanchas rígidas, isso já me parece possível, até porque ele tem de ter capacidade para operar as suas próprias lanchas de salvamento.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 10, 2011, 02:41:32 pm
Então se um NPO pode levar toda uma companhia de Fuzileiros caso seja necessário, um navio com o porte de uma reabastecedor não o pode?!

É claro que nunca seria tão bom como um NavPol especialmente feito para essa tarefa, mas já dava para fazer-se algumas coisas com ele.

Agora não estou a lembrar-me, mas salvo erro há um país europeu que lançou ou vai lançar um navio com estas caracteristicas.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: AtInf em Fevereiro 10, 2011, 02:55:17 pm
Sobre este assunto vi um video engraçado:

Not a valid youtube URLhttp://www.youtube.com/watch?feature=pl ... vId272itb0 (http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=JvId272itb0)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: chaimites em Fevereiro 10, 2011, 03:28:06 pm
Boas!

Lançar pandur e lanchas de desenbarque de grua???

Para isso seria muito melhor instalar uma ponte em  portas laterais  no casco do navio
dependendo do tamanho do navio poderiam-se colocar varias de cada lado do navio!

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg687.imageshack.us%2Fimg687%2F8117%2F200pxrdnlcp2src90e.jpg&hash=6584895e300fc454aa7122b0a577fc06)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: chaimites em Fevereiro 10, 2011, 03:37:45 pm
Boas!

se acham que e militarmente viavel aqui fica a dica!

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 10, 2011, 03:38:36 pm
:arrow: http://en.wikipedia.org/wiki/Zuiderkrui ... pport_ship (http://en.wikipedia.org/wiki/Zuiderkruis_class_support_ship)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: chaimites em Fevereiro 10, 2011, 05:02:04 pm
cabeça de martelo.

viste o preço do primeiro? 2.6 billion!!!!
Com esse dinheiro renovávamos a nossa frota inteira e ainda dava para os assessores do Ministro comprarem uma casa de ferias na quinta do lago! :mrgreen:

abraço
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 10, 2011, 05:13:36 pm
Isso é o projecto Canadiano, o projecto holandês custa 363 milhões euros. Já agora quanto é que são 2.6 biliões de dólares canadianos em euros?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabecinhas em Fevereiro 10, 2011, 05:23:45 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Isso é o projecto Canadiano, o projecto holandês custa 363 milhões euros. Já agora quanto é que são 2.6 biliões de dólares canadianos em euros?

Senão me enganei nos zeros dá isto:

2600000000 DÓLAR CANADIANO(CAD) = 1915708812,261 EURO (EUR)

@http://www.bportugal.pt
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: chaimites em Fevereiro 10, 2011, 05:25:36 pm
cotação de hoje:  Dólar Canadense (CAD)  Dólar Americano (USD)  1,00430  10/2/2011 17:15

fiquei surpreso nao estava a espera de ver o dollar canadiano umas milésimas  superior ao dollar americano
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: chaimites em Fevereiro 10, 2011, 05:37:44 pm
Boas!






Pintado de cinzento ja tinha-mos o nosso multi proposse vassel! :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 10, 2011, 05:54:42 pm
Citação de: "chaimites"
cotação de hoje:  Dólar Canadense (CAD)  Dólar Americano (USD)  1,00430  10/2/2011 17:15

fiquei surpreso nao estava a espera de ver o dollar canadiano umas milésimas  superior ao dollar americano

Se o dólar Norte-Americano vale-se o seu valor real, podiamos usar até para papel higiénico... :lol:  :roll:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 10, 2011, 05:56:07 pm
Já agora Chaimites, qual é a necessidade daquelas gruas enormes num navio para a Armada? Há alguma utilização útil para as mesmas?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: GI Jorge em Fevereiro 10, 2011, 05:59:43 pm
Citação de: "chaimites"
Boas!

Lançar pandur e lanchas de desenbarque de grua???

Para isso seria muito melhor instalar uma ponte em  portas laterais  no casco do navio
dependendo do tamanho do navio poderiam-se colocar varias de cada lado do navio!

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg687.imageshack.us%2Fimg687%2F8117%2F200pxrdnlcp2src90e.jpg&hash=6584895e300fc454aa7122b0a577fc06)

Por acaso, nem está mal pensado. Duas dessas atrás e já se tinha alguma capacidade de projecção rápida.
Mas eu continuo a achar que é melhor ter dois navios separados, um LPD e um reabastecedor. Misturar os dois era como pôr um canhão numa Pandur e Chamar aquilo Carro de Combate.
E tentem seguir a minha linha de raciocínio e vejam se concordam: Tanto o projecto holandês como o projecto canadiano que o Cabeça de Martelo apresentou, são de países que não precisam de um LPD e um Reabastecedor, a Holanda vai ficar ainda com 2 LPD de raiz e o Canadá irá comprar 3 daqueles navios. E se é difícil explicar às pessoas porque se gastou mil milhões em 2 submarinos, o que acham que a opinião publica vai pensar (eu próprio incluído) se a marinha comprar 1 navio por 1000 milhões (supondo que o orçamento canadiano é para 2 navios), quando se podia construir um LPD por 310 milhões nos nossos estaleiros e comprar um reabastecedor de origem, ficando mais barato.
E mesmo em combustível, já viram o que seria mandar um daqueles colossos, só em combustível?
Pessoalmente, acho que é melhor comprar navios diferentes, até porque as funções são diferentes.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 10, 2011, 07:33:36 pm
Chaimites, essas ideias são fantásticas!

essas gruas iam ser bastante interessantes para instalar os módulos e ao mesmo tempo lançar as lanchas já com os pandures prontos, a serem enviados para a costa.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: chaimites em Fevereiro 10, 2011, 08:12:38 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Já agora Chaimites, qual é a necessidade daquelas gruas enormes num navio para a Armada? Há alguma utilização útil para as mesmas?

Eu estava a responder ao camarada Nelson38899.

Citar
Porque não construir um navio multi funções, ou seja, em vez de ser um reabastecedor puro, passar a ser um navio em que se possa instalar modulos. Por exemplo quando se precisar do reabastecedor instala-se os modulos que contem os tanques de combustivel, viveres, etc. Quando se quiser um LPD, instalam-se os modulos que permitem acomodar os fuzileiros, as lanchas e as seu veiculos.

A mudança de modulos teria com base as gruas instaladas no navio e que serviriam ao mesmo tempo, para recolher ou lançar as lanchas com os equipamentos do fuzos.

Este navio teria a capacidade de acolher 2 EH101.


Que dizem???

Se isso tem utilidade militar nao sou a pessoa indicada para o dizer.
Para instalar tanques de combustivel  ate poderia dizer que as gruas sao pequenas!

A nivel militar os heavy lift sao usados principalmente na versão  FLO/FLO para salvamento de navios danificados
O navio enche os tanques de lastro parte dele fica submergido, coloca-se debaixo  do navio a transportar e quando emerge levanta o navio a danificado
O Destroier USS Cole atacado por terroristas  em 2000 foi assim que voltou aos Estados  unidos para reparar

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg202.imageshack.us%2Fimg202%2F2676%2F800pxmvbluemarlincarryi.jpg&hash=f4e015c3f260a2056798da6d1bbb68cd)

Ja estamos Off-Topic
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: chaimites em Fevereiro 13, 2011, 05:02:45 am
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Se os ENVC não conseguem construir os NPO em tempo útil, então só daqui a 20 anos teríamos o reabastecedor.

Durante a construção dos NPO-2000 sairam dois reabastecedores para a Finlandia so que estes reabastecem aeroportos nos mares gelados da Finlandia!
cada um deles com capacidade para  16 000 m3 de jet-fuel!
Demoram um ano a construir!


Porque raio os Finlandeses com estaleiros famosos constroem navios em Viana?


entre outros  exemplos:

Citar

Multitank Britannia is the best known chemical tanker is the fleet of Ahrenkiel Group. The vessel was built  in the ship-yard of Estaleiros Navais de Viana do Castelo S. A. The ship-yard is high qualited and Multitank Britannia is part of the six sisterships built in this ship-yard for the German company.

 Multitank Britannia is built in high rated ship-yard and all machinery and equipment is well reliable and well tested. The vessel has most modern cargo room equipment and the tanks are built from stainless steel. The category of cargo, which Multitank Britannia can carry, is class B (II category). The chemical tanker can carry 20 different cargoes, because the cargo systems is designed to parcel style. The navigational equipment on board is modern.....
date: 5th October, 2008

ou este protótipo desenvolvido em Viana:
1 ano a construir

Ou entao um dos maiores fabricantes de motores navais que escolhe os estaleiros de Viana para lançar as suas ultimas inovaçoes tecnologicas

Citar
The reefer Carmel Bio-Top was delivered from Portugal ... ' World's first common-rail low- speed engine goes to sea

Citar
Carmel Bio-Top State-of-the-Art Common-Rail Technology in Low-Speed Marine Diesel  build at viana do castelo  are becoming a major success  
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: GI Jorge em Fevereiro 13, 2011, 10:30:49 am
Citação de: "chaimites"
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Se os ENVC não conseguem construir os NPO em tempo útil, então só daqui a 20 anos teríamos o reabastecedor.

Durante a construção dos NPO-2000 sairam dois reabastecedores para a Finlandia so que estes reabastecem aeroportos nos mares gelados da Finlandia!
cada um deles com capacidade para  16 000 m3 de jet-fuel!
Demoram um ano a construir!

Agora adicione Estado Português e Projectistas da Marinha a essa equação.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: chaimites em Fevereiro 13, 2011, 02:52:10 pm
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "chaimites"
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Se os ENVC não conseguem construir os NPO em tempo útil, então só daqui a 20 anos teríamos o reabastecedor.

Durante a construção dos NPO-2000 sairam dois reabastecedores para a Finlandia so que estes reabastecem aeroportos nos mares gelados da Finlandia!
cada um deles com capacidade para  16 000 m3 de jet-fuel!
Demoram um ano a construir!

Agora adicione Estado Português e Projectistas da Marinha a essa equação.

Hummm....
 ainda andava o soldador  escolher o melhor local para colocar as bombas ..........
os tanques para alem de jet fuel tambem tinham que transportar umas centenas de refugiados......
para alem de partir gelo tambem tinha  que rebocar iceberg´s................


Daqui a 10 anos tinhas um navio muito melhor :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Desertas em Fevereiro 13, 2011, 10:16:49 pm
Citação de: "chaimites"
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "chaimites"
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Edu"
E porque não construir um novo? É assim um navio tão complexo? E sempre se financiava a industria nacional que tanto precisa...

Se os ENVC não conseguem construir os NPO em tempo útil, então só daqui a 20 anos teríamos o reabastecedor.

Durante a construção dos NPO-2000 sairam dois reabastecedores para a Finlandia so que estes reabastecem aeroportos nos mares gelados da Finlandia!
cada um deles com capacidade para  16 000 m3 de jet-fuel!
Demoram um ano a construir!

Agora adicione Estado Português e Projectistas da Marinha a essa equação.

Hummm....
 ainda andava o soldador  escolher o melhor local para colocar as bombas ..........
os tanques para alem de jet fuel tambem tinham que transportar umas centenas de refugiados......
para alem de partir gelo tambem tinha  que rebocar iceberg´s................


Daqui a 10 anos tinhas um navio muito melhor :mrgreen:

Ou tinhamos uns políticos a dizer mal , e a querer renegociar ou anular os contractos.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Setembro 01, 2016, 04:38:09 pm
Portugal looks to procure new replenishment ship within wider naval modernisation programme

http://www.janes.com/article/63370/portugal-looks-to-procure-new-replenishment-ship-within-wider-naval-modernisation-programme (http://www.janes.com/article/63370/portugal-looks-to-procure-new-replenishment-ship-within-wider-naval-modernisation-programme)

Citar
Key Points

    Portugal is considering the acquisition of a replenishment tanker
    A vessel could be acquired second-hand from countries renewing their naval fleets

The Portuguese Ministry of National Defence (MND) is considering the purchase of a new auxiliary replenishment oiler (AOR) vessel for the Marinha Portuguesa, in an effort to renew the navy's at-sea support capability.

Up to EUR20 million (USD22 million) has been allocated to fund an acquisition programme that is expected to run between 2021-23, within Portugal's military planning programme for the period spanning 2015-26.

Along with providing logistics support to Portuguese naval units, the new ship will support NATO naval operations, other multinational missions, and training activities.

The vessel will replace the in-service AOR, NRP Bérrio (A 5210). Commissioned originally into the UK Royal Navy in 1970 as RFA Blue Rover (A 270), the ship was purchased from the UK's Royal Fleet Auxiliary (RFA) in March 1993.

It is not known if Portugal is considering the acquisition of a second-hand or a new-build ship, or if both solutions remain under consideration at this stage.

Across the entire fleet, a total of EUR1 billion has been allocated to modernise the navy in the period up until 2026. This corresponds to 32% of the EUR3.1 billion to be spent on armed forces modernisation as a whole across that timeframe.

Two more Viana do Castelo-class (NPO 2000) offshore patrol vessels (OPVs) were ordered in July 2015 for EUR77 million. The ships, NRP Sines (P 362) and NRP Setúbal (P 363), are scheduled for delivery in June and December 2018 respectively.

The navy's three Vasco da Gama-class (MEKO 200 PN) and two Bartolomeu Dias-class frigates will undergo mid-life upgrade work in the 2016-24 period under a EUR295.8 million work budget.

The four Tejo (Flyvefisken)-class patrol ships, NRP Tejo (P 590), NRP Douro (P 591), NRP Mondego (P 592), and NRP Guadiana (P 593) (acquired from Denmark in 2014), are being modernised by Portuguese shipyard Arsenal do Alfeite.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.janes.com%2Fimages%2Fassets%2F370%2F63370%2F1651642_-_main.jpg&hash=25bf45da77ef4f0ac5eef16ce432a2ad)
NRP Bérrio, received second-hand from the United Kingdom, is planned for replacement. Source: Victor Barreira
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Setembro 01, 2016, 04:46:16 pm
Agora vamos às contas de merceeiro. Há 1000 milhões para renovação da frota até 2026.  Mas, até ver estão alocados 296 milhões para modernização das fragatas, 77 milhões para os 2 NPO's, 28 milhões para os Tejo e 20 milhões para o 'novo' reabastecedor. Faltam 498 milhões, será que é para o LPD, ou para comprar mais uns navios em segunda mão?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Setembro 01, 2016, 04:53:43 pm
Agora vamos às contas de merceeiro. Há 1000 milhões para renovação da frota até 2026.  Mas, até ver estão alocados 296 milhões para modernização das fragatas, 77 milhões para os 2 NPO's, 28 milhões para os Tejo e 20 milhões para o 'novo' reabastecedor. Faltam 498 milhões, será que é para o LPD, ou para comprar mais uns navios em segunda mão?
Este MDN arrisca-se a ser conhecido como o Senhor 20 Milhões, já que depois dos Helis para a FAP temos a mesma verba para o reabastecedor...  ;D ;)
Citar
20 milhões para o 'novo' reabastecedor.
Cá para mim esses 498 milhões são como os 28 milhões para os Tejo, ninguém os vê...  ::) 8)
(https://3.bp.blogspot.com/-ZO6cFFg5moo/VyyUtxgdEoI/AAAAAAAAU7U/lVieUExfNasQQq-LPiHmC--1eXSBo8IQQCLcB/s1600/NRP_Tejo2.jpg)

Cumprimentos 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Setembro 01, 2016, 05:50:21 pm
Agora vamos às contas de merceeiro. Há 1000 milhões para renovação da frota até 2026.  Mas, até ver estão alocados 296 milhões para modernização das fragatas, 77 milhões para os 2 NPO's, 28 milhões para os Tejo e 20 milhões para o 'novo' reabastecedor. Faltam 498 milhões, será que é para o LPD, ou para comprar mais uns navios em segunda mão?

Eu diria que as contas do jornalista não estão propriamente bem feitas.

Penso que ele se esqueceu do dinheiro que se vai gastar nos fuzileiros e submarinos, compra de munições entre outras coisas e não me parece que o programa para a marinha seja assim tão grande.
Título: Re: Novo Reabastecedor da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Setembro 01, 2016, 06:16:04 pm
Ora vamos lá ajudar quem tem poder de decisão e, lê este fórum, com uma pesquisa muito sucinta de alguns AOR's :

https://en.wikipedia.org/wiki/Berlin-class_replenishment_ship
Este deverá estar inacessível porque é muito novo e logo, muito caro.

http://www.casr.ca/bg-navy-jss-joint-support-ship-aor.htm
Informação comparativa muito interessante.

http://www.naval-technology.com/projects/patino/
este vinha mesmo a calhar para a MdG.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecedor da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Setembro 01, 2016, 06:23:51 pm
e deixamos fugir este por entre os dedos aqui tão perto e nem demos conta........entrou ao serviço da Armada Espanhola em 1991 e foi abatido em 2012 !!!!  :'( :'( :'( :'( :'( :'( :'(

http://abcblogs.abc.es/tierra-mar-aire/public/post/armada-marques-ensenada-18760.asp/

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2F134198_zpsqdlnwsit.jpg&hash=364e26e89c5a941e15bde021cb4a4eea) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/134198_zpsqdlnwsit.jpg.html)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2F02-13235068828228_zpsmuxamxun.jpg&hash=09813a46ad1d43c7dbe448b9fedef726) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/02-13235068828228_zpsmuxamxun.jpg.html)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2Fsalonnautico_2002_02_zps2kcedhbu.jpg&hash=ca4acaf9ab1cccdcd23cb89e435fc458) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/salonnautico_2002_02_zps2kcedhbu.jpg.html)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2F9315382343_0f5ec7d4fc_b_zpsvkekabod.jpg&hash=dc67fffc3e2119cab5b34cc9757f3820) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/9315382343_0f5ec7d4fc_b_zpsvkekabod.jpg.html)

https://es.wikipedia.org/wiki/Marqu%C3%A9s_de_la_Ensenada_(A-11)

agora só apanhando este desprevenido e roubá-lo aos Espanhóis. :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :banana: :banana: :banana: :banana:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2FA14-Patino_zps6owvoou0.jpg&hash=d18024d5888fe7a68df4e29e641742bc) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/A14-Patino_zps6owvoou0.jpg.html)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Setembro 01, 2016, 06:31:19 pm
 Portugal teve uma oportunidade de ouro para resolver a questão do navio reabastecedor. Que foi o Amsterdam que os peruanos lhe chamaram um figo e que o adquiriram por um preço acessível. Para esta conversa vir à tona é porque o Bérrio deve estar todo podre, pois milagres ninguém faz, ainda por mais com cortes a eito e a direito.

 Navios em 2ª mão disponíveis no "mercado" naval deste tipo só sucata. Mandar construir novo, não estou a ver este regime da III república o fazer. Por isso vamos ficar sem esta imprescindível valência na Marinha. A Marinha está condenada a desaparecer. Dentro de 2 décadas teremos 2 submarinos e uma pequena frota mal equipada de navios patrulha (tipo Filipinas ou Argentina).
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Alvalade em Setembro 01, 2016, 06:52:13 pm
(https://media.giphy.com/media/8DP9gHtI01aQ8/giphy.gif)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Setembro 01, 2016, 06:54:23 pm
Portugal teve uma oportunidade de ouro para resolver a questão do navio reabastecedor. Que foi o Amsterdam que os peruanos lhe chamaram um figo e que o adquiriram por um preço acessível. Para esta conversa vir à tona é porque o Bérrio deve estar todo podre, pois milagres ninguém faz, ainda por mais com cortes a eito e a direito.

 Navios em 2ª mão disponíveis no "mercado" naval deste tipo só sucata. Mandar construir novo, não estou a ver este regime da III república o fazer. Por isso vamos ficar sem esta imprescindível valência na Marinha. A Marinha está condenada a desaparecer. Dentro de 2 décadas teremos 2 submarinos e uma pequena frota mal equipada de navios patrulha (tipo Filipinas ou Argentina).

eu não sou tão pessimista, acredito que estaremos pior que hoje, pois os navios que agora tem menos de dez anos, e são apenas quatro nessa altura terão quase trinta.
Fragatas teremos, na melhor das hipóteses, apenas quatro com quarenta e muitos anos,
Os NPO's serão quatro, e, os que agora estão em construção serão os navios mais novos da Frota com quase vinte anos;
Teremos as velhinhas quatro Tejo, com a idade e, os problemas que os Cacine agora enfrentam;
Abastecedor ou alguma alma caridosa nos arranja um de bandeja ou teremos que depender dos Espanhóis como agora os Canadianos dependem dos Chilenos;
Submarinos já com vinte e cinco anos serão apenas os que agora temos, depois de termos desperdiçado a oportunidade de termos o terceiro;
NPL, isso é uma miragem mesmo, se nem dinheiro temos para modernizar os nossos C130, dependendo da ajuda externa, o que para mim é outra vergonha, como poderemos ter algum dia um NPL ????? Bem os Neozelandeses já falam em substituírem o HMNZS Canterbury, vejam lá se o Navio tem capacidade para os EH101,  :rir:  :rir:
Quanto ás lanchas de fiscalização de 100 Tons, continuaremos a fabricá-las e quando uma delas entrar ao serviço, fazemos uma nova festa no Terreiro do Paço, alegres e contentes á espera do D. Sebastião, e assim continuamos a ser os Portugueses que deram novos Mundos ao Mundo, GRANDES HOMENS E MULHERES TINHAMOS NESSES TEMPOS, ATÉ ELAS OS TINHAM NO SÍTIO !!!!!
Lynx esses continuarão a ser apenas cinco, ou mais provável, até quatro.........................e, completamente nas lonas, serão os mais antigos a voar;
Os fuzos continuarão com as miragens dos Pandur, lanchas de desembarque, e mais umas reestruturações de efectivos e não passaremos disto.

Sou mesmo muito mais optimista que tú ??????????
Também vejo um cenário muito negro para a nossa marinha nos próximos vinte anos e isto com os nossos (IR) responsáveis políticos a gritarem aos quatro ventos que o nosso futuro é o MAR/Oceano, olhem se não fosse, eu sei que a CGD falhou nos testes de STRESS e são precisos (SÓ) mais € 2.000.000.000.00. ou seja o dobro do plafond que a MdG tem para dez anos, para novos equipamentos, para mais um FdP dum banco, só um banco. SEM COMENTÁRIOS

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Viajante em Setembro 01, 2016, 09:37:04 pm
Também vejo um cenário muito negro para a nossa marinha nos próximos vinte anos e isto com os nossos (IR) responsáveis políticos a gritarem aos quatro ventos que o nosso futuro é o MAR/Oceano, olhem se não fosse, eu sei que a CGD falhou nos testes de STRESS e são precisos (SÓ) mais € 2.000.000.000.00. ou seja o dobro do plafond que a MdG tem para dez anos, para novos equipamentos, para mais um FdP dum banco, só um banco. SEM COMENTÁRIOS

Abraços
Só 2.000 milhões? Infelizmente não. Só o Estado vai injectar 4.000 milhões de euros este ano e os privados + 1.000 milhões de euros...... a somar aos 9 mil milhões que a CGD já derreteu ao estado. E vamos rezar para não termos de salvar mais nenhum banco.... apesar de já termos recebido muitos milhões de euros em dividendos e impostos, é verdade (excepto os últimos 5 anos em que só deu prejuízo...... a despejar os esqueletos que a CGD tinha no seu balanço!!!!!!).
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Setembro 01, 2016, 09:51:52 pm
 Os problemas nesta área não se resolvem sendo optimista. Resolvem-se com competência e investimento.

 Desde o início deste regime em 25/04/74, quanto é que ele investiu na marinha em meios navais novos?

 Exceptuando os 2 NPO (e lembram-se certamente do folhetim ridículo que durou 10 anos para os colocar a navegar) e as fragatas MEKO que foram subsidiadas em 60%, senão hoje não havia fragatas VdG. A resposta é ZERO!

 Por isso é que eu digo que não vai haver qualquer investimento nestes e outros meios no futuro. Então quando estávamos com uma divida pública abaixo dos 60% do PIB, ele nunca foi feito. Porquê que agora quando já passamos os 130% e estamos à beira do 4º resgate (muito provavelmente lá para Novembro), o poder político iria fazer esses investimentos?

 O futuro da Marinha vai ser andarmos à "cata" de navios abatidos ao efectivo de outras marinhas aliadas e rebocá-los para Portugal para levarem cá uma "pintadela" e fazerem-lhe a revisão. E pronto já está!

 Portugal é dos poucos países que conheço que já não se envergonha da sua própria indigência e do seu amadorismo.
 Eu sei que a verdade no nosso país, muitas vezes ofende. Mas tenho este péssimo defeito que é ver as coisas tal como elas são...

 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Setembro 02, 2016, 02:07:12 am
Eu continuo a apostar no Etna que os italianos vão desactivar daqui a uns anos. O timeline descrito na notícia cai que nem uma luva.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Setembro 02, 2016, 09:41:46 am
Eu continuo a apostar no Etna que os italianos vão desactivar daqui a uns anos. O timeline descrito na notícia cai que nem uma luva.
Sim, tirando o Etna não estou a ver mais nada de jeito.  ;)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F2%2F5%2F4%2F985452.jpg&hash=087b37468a02d90014381d43c820dd0c)
Embora isto com o MDN português seja sempre relativo. Com os Franceses a desactivar a classe Durance (o Meusse saiu de serviço em 2014), não me admiro nada...  :(
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F9%2F6%2F4%2F2378469.jpg&hash=91bde9c326838d4bd4ca433479143cd3)

Saudações
Título: Re: Novo Reabastecedor da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Setembro 02, 2016, 12:48:44 pm
Eu continuo a apostar no Etna que os italianos vão desactivar daqui a uns anos. O timeline descrito na notícia cai que nem uma luva.
Sim, tirando o Etna não estou a ver mais nada de jeito.  ;)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F2%2F5%2F4%2F985452.jpg&hash=087b37468a02d90014381d43c820dd0c)
Embora isto com o MDN português seja sempre relativo. Com os Franceses a desactivar a classe Durance (o Meusse saiu de serviço em 2014), não me admiro nada...  :(
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F9%2F6%2F4%2F2378469.jpg&hash=91bde9c326838d4bd4ca433479143cd3)

Saudações



As infos que tenho sobre este navio dizem-me que apenas em 2025 será desactivado !!
Com um bocado de sorte, até lhe colocamos uma OM 76mm, pois pelo que li está preparado para tal, e também passa a fazer de fragata em caso de necessidade, com a mais valia de poder ter um EH101 orgânico !!
A Guarnição de 160 elementos é que é a doer !!!!

http://www.naval-technology.com/projects/etna/

Um Navio da classe Stromboli,  penso que seria mais adequado ás nossas necessidades e ainda por cima o primeiro vai ser desactivado em 2018 ??? A idade é que é uma merda são de 1978, já tem quase 40 anos, e para comprar sucata, já me bastou os folhetins do SIROCO !!

Abraços

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Setembro 02, 2016, 01:24:49 pm
Pelo que li a retirada do Etna vai ser antecipada uns anos. A ideia é desactivá-lo quando o Vulcano (LSS)  entrar ao serviço, à semelhança do que fizeram os holandeses (se bem que estes até se anteciparam com a venda do Amsterdam). Quanto a mim este seria o navio ideal para colocar uma das peças do Yamato  ;D

Quanto à dimensão da guarnição, é típica de meados dos anos 90, semelhante à do Amsterdam ou do Patiño, se bem que estes dois últimos têm maior deslocamento e capacidade aérea. O Cantabria sendo 15 anos mais novo que o Patiño ja tem uma guarnição de 120.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Setembro 02, 2016, 04:42:57 pm
 Isso do Etna é uma hipótese real, ou é apenas um "wishful thinking"?

 Mas agora andamos à sucata por essas marinhas da NATO, tipo Uruguai ou Bangladesh?

 O mais sensato por parte dos responsáveis da Armada seria não andarem por exemplo a adquirir navios encostados por outros com 20 anos, tal como fizeram com aqueles navios dinamarqueses. Porque ao fazerem isto, estão a habituar mal o poder político e a dar-lhes um sinal que gastando meia dúzia de patacos, "desenrasca-se" a situação com uns navios com 20 anos para substituírem outros com 40 que já deviam estar abatidos há 20. Seria sim, deixá-los apodrecer todos e não os substituir por outros velhos.

 Neste caso é deixar o Bérrio até ele dar as últimas e encostá-lo. E um dia quando for necessário desempenhar uma missão de extrema importância para o país em que seja necessário usar um navio reabastecedor para a missão poder ser executada com sucesso. Os responsáveis da Marinha comunicam ao poder político que não se pode executar a missão. E aí talvez o poder político acorde de vez para o problema.

Teria sido também mais inteligente deixar os Cacine até ao fim e não ter ido ao depósito de navios abatidos na Dinamarca. Até um dia o poder político reparar na situação e perguntar à Marinha porque é que o país não tinha navios a patrulhar a costa. E assim sucessivamente...
 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Setembro 05, 2016, 08:36:02 pm
É só escolher;

Lista de AOR's em serviço - Replenishment Ships

•Berlin class (Type 702) combat support ship ◦Builder: Germany
◦Displacement: 20,240 tons
◦Operator German Navy: 3 in servisse.

•Dayun class stores ship ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 11,000 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 2 in service

•Fort Rosalie class replenishment ship ◦Builder: United Kingdom
◦Displacement: 23,890 tons
◦Operator: Royal Navy, ( Royal Fleet Auxiliary), 2 in service

•Fort Victoria class replenishment oiler ◦Builder: United Kingdom
◦Displacement: 32,818 tons
◦Operator: Royal Navy, ( Royal Fleet Auxiliary), 1 in service

•Kilauea class ammunition ship (AE 32) ◦Builder: United States
◦Displacement: 20,000 tons
◦Operator: United States Navy: 4 in commission

•Lewis and Clark class dry cargo/ammunition ship (T-AKE-1) ◦Builder: United States
◦Displacement: 41,000 tons
◦Operator: United States Navy: 14 in commission

•Mars class stores ship (AFS 1) ◦Builder: United States
◦Displacement: 17,300 tons
◦Operator: United States Navy: 3 in commission

•Nancang replenishment ship ◦Builder: Soviet Union
◦Displacement: 37,000 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 1 in commission

•Ness class stores ship (AFS 8) ◦Builder: United Kingdom
◦Displacement: 16,800 tons
◦Operator: United States Navy: 3 in commission, former Royal Navy ships

•"Protecteur" class replenishment ships ◦Builder: Canada
◦Displacement: 24,700 tons
◦Operator: Royal Canadian Navy: 2 in service

•Stromboli class replenishment ship ◦Builder: Italy
◦Displacement: 8,700 tons
◦Operator: Marina Militare: 2 in service

•Supply class fast combat replenishment ship (AOE 6) ◦Builder: United States
◦Displacement: 50,000 tons
◦Operator: United States Navy: 4 in commission

Abraços

Título: Re: Novo Reabastecedor da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Setembro 05, 2016, 08:39:00 pm
E vão mais uns quantos:

Lista de abastecedores de frota:


•Amsterdam fleet oiler ◦Displacement: 17,000 tons
◦Operator: Netherlands, 1 in service

•Alyay class fleet oiler (Project 160) ◦Builder: Soviet Union
◦Displacement: 7,225 tons
◦Operator: Russian Navy: 4 in service

•Boris Chilikin class fleet oiler (Project 1559) ◦Builder: Soviet Union
◦Displacement: 22,460 tons
◦Operator: Russian Navy: 4 in service

•Chesapeake class transport tanker (AOT 5084) ◦Builder: United States
◦Displacement: 65,000 tons
◦Operator: United States Navy: 2 in commission

•Dubna class fleet oiler ◦Builder: Soviet Union
◦Displacement: 11,140 tons
◦Operator: Russian Navy: 2 in service

•Durance class replenishment oiler ◦Builder: France / Australia
◦Displacement: 17,900 tons
◦Operators: ◾ French Navy: 4 in service
◾ Argentine Navy: 1 in service, former Durance
◾ Royal Australian Navy: 1 in service as HMAS Success (built in Australia)


•Fulin class coastal tanker ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 2,200 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 19 in service

•Fuqing class fleet oiler ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 21,740 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 2 in service

•Fuzhou class coastal tanker ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 1,200 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 32 in service

•Gus W. Darnell class transport tanker (AOT 1125) ◦Builder: United States
◦Displacement: 40,000 tons
◦Operator: United States Navy: 5 in commission

•Henry J. Kaiser class fleet oiler ◦Builder: United States
◦Displacement: 42,000 tons
◦Operator: United States Navy: 13 in commission

•Jinyou class coastal tanker ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 4,800 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 3 in service

•Khobi class coastal tanker ◦Builder: Soviet Union
◦Displacement: 1,525 tons
◦Operators: ◾ Albanian Naval Defense Forces: 1 delivered in 1959


•Leizhou class coastal tanker ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 900 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 9 in service

•Olekma class fleet oiler ◦Builder: Finland
◦Displacement: 6,440 tons
◦Operator: Russian Navy: 2 in service

•Panarea class Gasoline tanker ◦Builder: Italy
◦Displacement: 863 tons
◦Operator: Marina Militare: 4 in service

•Rhön class tanker ◦Builder: Germany
◦Displacement: 14,169 tons
◦Operator: German Navy, 2 in service

•Rover class tanker ◦Builder: United Kingdom
◦Displacement: 11,500 tons (loaded)
◦Operators: ◾ Indonesian Navy, 1 in service
◾ Portuguese Navy, 1 in service
◾ Royal Navy ( Royal Fleet Auxiliary), 2 in service


•Shengli class coastal tanker ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 4,940 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 2 in service

•HMAS Sirius replenishment tanker ◦Builder: South Korea
◦Displacement: 25,000 tons
◦Operator: Royal Australian Navy: 1 in service

•Uda class fleet oiler (Project 577) ◦Builder: Soviet Union
◦Displacement: 7,160 tons
◦Operator: Russian Navy: 5 in service

•Vyaz'ma fleet oiler ◦Displacement: 8,900 tons
◦Operator: Russian Navy

•Walchensee class tanker ◦Builder: Germany
◦Displacement: 2,191 tons
◦Operator: German Navy, 2 in service

•Wave Knight class tanker ◦Builder: United Kingdom
◦Displacement: 34,500 tons
◦Operator: Royal Navy, ( Royal Fleet Auxiliary), 2 in service

•Zuiderkruis fleet oiler ◦Displacement: 16,900 tons
◦Operator: Netherlands, 1 in servisse

Abraços

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Setembro 05, 2016, 10:11:30 pm
A malta não aprende nada  ;D . Anda à 54 anos a mamar os Aloutte III mesmo já só voando meia dúzia e fazendo apenas instrução na FAP, e no mínimo vão ter de levar com o dito até 2018, mas ainda sonham acordados com navios novinhos em folha. Ah, e uma novidade, quem mete lá os políticos que à 40 anos desprestigiam constantemente as forças armadas e as colocam na penúria de meios humanos e materiais são os votantes. E desde deputados a governantes  só falando a partir do 25 de Abril de 1974 (alguns até já andavam na política antes), pouco ou nada mudaram. Aliás desde as legislativas às autárquicas passando pelas europeias as figuras eleitas são sempre as mesmas ...  ::)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F3.bp.blogspot.com%2F-xCTIbnowe7s%2FU-3NL5oeUnI%2FAAAAAAAAqIk%2FXD4skKK8YLs%2Fs1600%2FDSC_5800.JPG&hash=b6a3ad6b38437921bb464e52462a58f0)
Mas já agora, das João Coutinho e Baptista de Andrade que restam (uma de cada classe) e operaram até puderam, quantas foram substituídas? Pois...  ::)
(https://sectormaritimo.es/wp-content/uploads/2016/02//bac_cantabria_sidney_21_02_2013.jpg)
Citar
Cantabria in Sidney harbour
Já agora os "Nuestros Hermanos" tem se fartado de alugar os seus abastecedores tanto a Australianos como Canadianos, quem sabe não faziam aqui um preço de amigo aos irmãos peninsulares. E os políticos (aqueles que são eleitos) até estão habituados a fazer leasing dos popós de alta cilindrada a 4 anos...   ;)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.hanstoom.com%2Fimg%2Fs2%2Fv60%2Fp1681829578-4.jpg&hash=4613bf11dac78d18d0797eb80e1872a8)
Citar
Canadian Nature Visions | SPS Patiño (A14)

Saudações  :G-beer2:

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Setembro 09, 2016, 12:20:37 am
bora...

Citar
Canada's ever dwindling navy will lose Preserver October 21

(https://pbs.twimg.com/media/Crs9pA8XgAAxuQN.jpg)

https://twitter.com/seawaves_mag
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 17, 2017, 05:24:07 pm
Se calhar ainda vamos apanhar com este abastecedor, como substituto do NRP Bérrio, e por vinte milhões...................e só com trinta anos ;D  ;) ;D ;D ;D ;D

https://en.wikipedia.org/wiki/HMNZS_Endeavour_(A11)


Replacement[edit]
The RNZN has now selected a replacement for the Endeavour. The ship was due to be decommissioned in 2013, but was retained after an 18-month refit to make the ship meet standards for double-hulled tankers.[2] In March 2015, a request for tender for a replacement vessel was released by the New Zealand Ministry of Defence.[2] The new retirement date is predicted to be April 2018.[2]

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2F1024px-HMNZS_Endeavour_zpscurmukgw.jpg&hash=198362083e80f52e20c98fc0508253b2) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/1024px-HMNZS_Endeavour_zpscurmukgw.jpg.html)
Endeavour berthed at Devonport Naval Base in 2007

Tender requirements for the replacement replenishment vessel included a propulsion system, built around two diesel engines to provide a range of 6,400 nautical miles (11,900 km; 7,400 mi) at 16 knots (30 km/h; 18 mph), armament equivalent to two Mini Typhoon mounts and a Phalanx CIWS, facilities to operate a helicopter, and a container deck capacity of at least 12 TEU shipping containers.[2] In September 2015, Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering and Hyundai Heavy Industries were shortlisted for the final phase of the tender.[3]

On 18 July 2016 the Minister of Defence announced that Hyundai Heavy Industries will construct Endeavour's replacement, at a cost of NZ$493,000,000, with an estimated in service date of 2020.[4] The new vessel will have enhanced capabilities in Antarctica,[5] the ability to carry and refuel helicopters, as well as replenish with both fuel and fresh water.[6] It will feature a LEADGE bow as part of the "Enviroship" design. Rolls-Royce is supplying the propulsion that includes a Combined Diesel Electric and Diesel (CODLAD) propulsion plant based on twin Bergen main engines. These will each drive, via reduction gears, a controllable pitch propeller. Electrical power will be from four MTU generator sets.[7]

Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 17, 2017, 05:31:35 pm
Para os nossos padrões militares é quase novo  ;D
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 17, 2017, 05:35:03 pm
Para os nossos padrões militares é quase novo  ;D

e se tivéssemos a sorte de comprar o NPL deles, o HMNZS Canterbury, esse era mesmo a estrear com onze anos para nós ainda nem fez a rodagem !!!!!

https://en.wikipedia.org/wiki/HMNZS_Canterbury_(L421)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Crypter em Fevereiro 17, 2017, 05:53:15 pm
Se calhar ainda vamos apanhar com este abastecedor, como substituto do NRP Bérrio, e por vinte milhões...................e só com trinta anos ;D  ;) ;D ;D ;D ;D

O Bérrio faz 50 anos pro ano ;) !! E lá está a fasquia dos 20 milhões!! Eh pá.. Já não digo nada!  ;D
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: perdadetempo em Fevereiro 17, 2017, 06:24:42 pm
Se calhar ainda vamos apanhar com este abastecedor, como substituto do NRP Bérrio, e por vinte milhões...................e só com trinta anos ;D  ;) ;D ;D ;D ;D

O Bérrio faz 50 anos pro ano ;) !! E lá está a fasquia dos 20 milhões!! Eh pá.. Já não digo nada!  ;D

O irmão dele na Royal Navy vai-se reformar em Março, e segundo a notícia o RFA Fort Vitoria também vai deixar de navegar quando estiverem operacionais os reabastecedores do programa MARS.

Talvez o governo Poruguês esteja a contar com o BREXIT a queda da Libra e a subida do euro para fazer uma aquisição por 20M€?  ::)

http://www.meretmarine.com/fr/content/le-doyen-des-ravitailleurs-britanniques-tire-sa-reverence (http://www.meretmarine.com/fr/content/le-doyen-des-ravitailleurs-britanniques-tire-sa-reverence)

Nasceu em 1988 , foi renovado pela ultima vez em 2014 e tem espaço para 3 EH-110, que mais pode uma pessoa querer.... provavelmente ir ao médico pedir que lhe mudem a medicação. :-\

https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Fort_Victoria_(A387) (https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Fort_Victoria_(A387))

Cumprimentos,
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 17, 2017, 06:44:37 pm
Isso são helis a mais para nós  8) Com essa aquisição nunca mais adquiriam um LPD. Agora a sério, esse reabastecedor é demasiado grande para as nossas necessidades e precisa de uma guarnição elevada. Claro que se nunca levar helis (o que é provável) já é diferente e os requisitos de pessoal são mais baixos.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 17, 2017, 07:26:12 pm
Isso são helis a mais para nós  8) Com essa aquisição nunca mais adquiriam um LPD. Agora a sério, esse reabastecedor é demasiado grande para as nossas necessidades e precisa de uma guarnição elevada. Claro que se nunca levar helis (o que é provável) já é diferente e os requisitos de pessoal são mais baixos.

Vais ver que o Endeavour ainda aparece por cá !!!!!!!!

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2Fhmnzs-endeavour_8615801_1018463.940x1000_zpsx94ovcdg.jpg&hash=b2d616ac9c09439e62299b42ae3079db) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/hmnzs-endeavour_8615801_1018463.940x1000_zpsx94ovcdg.jpg.html)

Até tem Hangar e tudo................ :G-beer2:
Eu sei, eu sei Ice e Luso que não precisamos de Hangares pois não temos Helis suficientes, mas que mal faz ter hangar até se podem guardar uns (I)Migrantes quando o Navio for para o Mediterrâneo, ou mesmo levar de volta as dezenas de Argelinos que, são apanhados no Aeroporto de Lisboa, depois de terem estado a treinar os 3000 obstáculos.

Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 17, 2017, 07:31:42 pm
Eu continuo a apostar no Etna. Vai estar disponível dentro de uns dois anos e é todo modernaço para os nossos padrões. Não te esqueças que somos pobres, mas com tiques de rico e não vamos querer um chaço qualquer. Vai ser um chaço mas de marca boa. Olha a tourada que foi com o Siroco.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: diogo13350 em Fevereiro 17, 2017, 07:32:43 pm
Isso são helis a mais para nós  8) Com essa aquisição nunca mais adquiriam um LPD. Agora a sério, esse reabastecedor é demasiado grande para as nossas necessidades e precisa de uma guarnição elevada. Claro que se nunca levar helis (o que é provável) já é diferente e os requisitos de pessoal são mais baixos.
Colocas uma grua e já está um LPD improvisado/reabestecedor capaz de levar helis e veículos sempre que preciso feito à nossa medida...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 17, 2017, 07:35:20 pm
Se calhar ainda vamos apanhar com este abastecedor, como substituto do NRP Bérrio, e por vinte milhões...................e só com trinta anos ;D  ;) ;D ;D ;D ;D

O Bérrio faz 50 anos pro ano ;) !! E lá está a fasquia dos 20 milhões!! Eh pá.. Já não digo nada!  ;D

O irmão dele na Royal Navy vai-se reformar em Março, e segundo a notícia o RFA Fort Vitoria também vai deixar de navegar quando estiverem operacionais os reabastecedores do programa MARS.

Talvez o governo Poruguês esteja a contar com o BREXIT a queda da Libra e a subida do euro para fazer uma aquisição por 20M€?  ::)

http://www.meretmarine.com/fr/content/le-doyen-des-ravitailleurs-britanniques-tire-sa-reverence (http://www.meretmarine.com/fr/content/le-doyen-des-ravitailleurs-britanniques-tire-sa-reverence)

Nasceu em 1988 , foi renovado pela ultima vez em 2014 e tem espaço para 3 EH-110, que mais pode uma pessoa querer.... provavelmente ir ao médico pedir que lhe mudem a medicação. :-\

https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Fort_Victoria_(A387) (https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Fort_Victoria_(A387))

Cumprimentos,

Penso serem unidades grandes demais para a nossa Marinha, mas quem sabe, já não digo nada !!
Mas, o Rover é da idade do nosso Bérrio, uns dois anos mais novo, a comprar por chapa vinte preferia o Neozelandês, sem dúvida até já está a cumprir as normas do duplo casco, uma mais valia para durar mais vinte e cinco anos na nossa MdG, :nice: :nice: :nice:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 17, 2017, 07:38:57 pm
Eu continuo a apostar no Etna. Vai estar disponível dentro de uns dois anos e é todo modernaço para os nossos padrões. Não te esqueças que somos pobres, mas com tiques de rico e não vamos querer um chaço qualquer. Vai ser um chaço mas de marca boa. Olha a tourada que foi com o Siroco.
     

Ora porra por essas e por outras é que eu fui á Alemanha comprar o meu carrão............. :banana: :banana: :banana: :banana: :banana:
Mas olha que o Siroco era uma armadinha do caruncho, ainda bem que não ficamos com ele !!!!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ARIES em Fevereiro 17, 2017, 08:00:58 pm
Eu tenho esperança que um dia destes os srs. da Martifer convençam os seus amigos políticos que construir este navio será bom para a carteira de todos.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Fevereiro 17, 2017, 09:33:40 pm
Isso são helis a mais para nós  8) Com essa aquisição nunca mais adquiriam um LPD. Agora a sério, esse reabastecedor é demasiado grande para as nossas necessidades e precisa de uma guarnição elevada. Claro que se nunca levar helis (o que é provável) já é diferente e os requisitos de pessoal são mais baixos.

Vais ver que o Endeavour ainda aparece por cá !!!!!!!!

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2Fhmnzs-endeavour_8615801_1018463.940x1000_zpsx94ovcdg.jpg&hash=b2d616ac9c09439e62299b42ae3079db) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/hmnzs-endeavour_8615801_1018463.940x1000_zpsx94ovcdg.jpg.html)

Até tem Hangar e tudo................ :G-beer2:
Eu sei, eu sei Ice e Luso que não precisamos de Hangares pois não temos Helis suficientes, mas que mal faz ter hangar até se podem guardar uns (I)Migrantes quando o Navio for para o Mediterrâneo, ou mesmo levar de volta as dezenas de Argelinos que, são apanhados no Aeroporto de Lisboa, depois de terem estado a treinar os 3000 obstáculos.

Cumprimentos

Não é o caso termos  helicopteros ou não!
A triste realidade é que mais depressa adquiriam um destes: (ver foto) para Almirantes, Generais e politicos aposentados passearem  no Douro que adquiriam alguma coisa  que de facto aumentasse a capacidade operacional das Forças Armadas

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi66.tinypic.com%2Fso05xc.jpg&hash=c95ef06a99a67c3a7c6017c9a8413103)

PS: NVF nós precisamos de hagares e de helicópteros  e de tudo mais, mas enquanto não alterarmos a conjuntura que se banqueteia à sombra do orçamento, nunca os vamos ter, por isso nem vale a pena discutir ( sonhar) com alguma coisa de jeito!
Tivemos  a sorte de comprar 2 submarinos, TOP,  porque serviram para alguns espertos meterem uns milhões ao bolso!
Eles não voltam a cair num erro desses, material militar da muito nas vistas, preferem engordar com fatias do orçamento menos visíveis e polémicas aos olhos do cidadão comum.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 18, 2017, 10:31:04 am
A Revell deve ter vários AORs disponiveis.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Março 22, 2017, 05:01:15 pm
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t31.0-8/17311134_1409348575752988_287133183882937601_o.jpg?oh=89ff79a195b08ed6eda914a3403eb274&oe=5966B2C6)

Segundo a Marinha Portuguesa:
"O Embaixador da República da Coreia, S.E. Chul-min Park foi recebido em audiência pelo Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional, almirante António Silva Ribeiro. O encontro decorreu em ambiente salutar, de diálogo e partilha."

Sim. Não deve ter passado disso: ambiente salutar, diálogo (conversa de salão) e partilha.

Coitado do Sr. Embaixador sul-coreano que apesar vir de boa-fé, veio perder tempo com esta gente.
Ingenuamente os sul-coreanos constatando que a Marinha portuguesa possuía um navio reabastecedor (em que a única modernização digna desse nome que foi sujeito, ainda estava nas mãos dos britânicos) num estado obsolescência profunda e como a Royal Navy está a substituir navios idênticos por novos construídos na Coreia do Sul. Naturalmente pensaram, manda-se lá o nosso "homem" em Lisboa falar com os portugueses para tentar vender um novo navio reabastecedor (pensando eles que a Marinha irá continuar com essa valência) e proporcionar futuras conversações negociais entre os estaleiros e os responsáveis portugueses na tentativa de vender o navio.

Só que eles ainda não viram com o tipo de gente que se vieram meter. Quando cá lhes disserem que o orçamento para esse eventual navio é de 20 milhões de euros, os sul-coreanos vão pensar que estamos a fazer pouco deles ou que é uma cena para os "apanhados".
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Março 23, 2017, 03:23:09 pm
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t31.0-8/17311134_1409348575752988_287133183882937601_o.jpg?oh=89ff79a195b08ed6eda914a3403eb274&oe=5966B2C6)

Segundo a Marinha Portuguesa:
"O Embaixador da República da Coreia, S.E. Chul-min Park foi recebido em audiência pelo Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional, almirante António Silva Ribeiro. O encontro decorreu em ambiente salutar, de diálogo e partilha."

Sim. Não deve ter passado disso: ambiente salutar, diálogo (conversa de salão) e partilha.

Coitado do Sr. Embaixador sul-coreano que apesar vir de boa-fé, veio perder tempo com esta gente.
Ingenuamente os sul-coreanos constatando que a Marinha portuguesa possuía um navio reabastecedor (em que a única modernização digna desse nome que foi sujeito, ainda estava nas mãos dos britânicos) num estado obsolescência profunda e como a Royal Navy está a substituir navios idênticos por novos construídos na Coreia do Sul. Naturalmente pensaram, manda-se lá o nosso "homem" em Lisboa falar com os portugueses para tentar vender um novo navio reabastecedor (pensando eles que a Marinha irá continuar com essa valência) e proporcionar futuras conversações negociais entre os estaleiros e os responsáveis portugueses na tentativa de vender o navio.

Só que eles ainda não viram com o tipo de gente que se vieram meter. Quando cá lhes disserem que o orçamento para esse eventual navio é de 20 milhões de euros, os sul-coreanos vão pensar que estamos a fazer pouco deles ou que é uma cena para os "apanhados".

Fizeram este para os Indonésios por 32 milhões de euros. Ora se vendêssemos as duas corvetas aos filipinos por 7 milenas cada ainda dava orçamento para meter umas mangueiras e tínhamos um dois em um. Mas à quem não goste da construção Sul Coreana, portanto...  ;D ;)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.janes.com%2Fimages%2Fassets%2F633%2F57633%2Fmain_p1367057.jpg&hash=ee004f5903a3cfe3a9a6382d9ddb3a07)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn.metrotvnews.com%2Fdynamic%2Fphotos%2F2015%2F04%2F10%2F11994%2Fkri1.jpg%3Fw%3D1111&hash=d8e01d301f4b749a273f0c8cd494f42c)

Saudações  :P ;)

Citar
https://en.wikipedia.org/wiki/KRI_Tanjung_Dalpele (https://en.wikipedia.org/wiki/KRI_Tanjung_Dalpele)

 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Abril 06, 2017, 11:49:08 am
Em relação a um novo navio-reabastecedor para a Marinha a minha opinião é, se quisessemos novo e dinheiro não fosse problema, adorava um JSS Karel Doorman, aquilo é um espetaculo, faz tudo, é um canivete-suiço do mar, até tira cafés ;D. Se quisessemos novo mas para valores menores, tinhamos que ir para um reabastecedor "convencional", construido na Coreia do Sul, Espanha, etc.

Mas como não deve haver dinheiro para novo, temos que ir para um usado, e dos que andam por ai, gosto do Patino Espanhol, ou do Etna Italiano, a seguir a esses acho interessantes mas menos provável os Wave britânicos (são demasiado recentes, 2003, os bifes não se devem querer livrar deles tão cedo) e o RFA Fort Victoria (demasiado velho, entrou ao serviço em 1994), outro problema dos navios britânicos é que são todos umas bestas de 30.000 toneladas, cerca do triplo do Bérrio.

Os Franceses tem a classe Durance, com 3 navios, mas como foram construidos entre 1973-1990, não sei a idade deles ao certo.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Abril 06, 2017, 11:58:03 am
Em relação a um novo navio-reabastecedor para a Marinha a minha opinião é, se quisessemos novo e dinheiro não fosse problema, adorava um JSS Karel Doorman, aquilo é um espetaculo, faz tudo, é um canivete-suiço do mar, até tira cafés ;D. Se quisessemos novo mas para valores menores, tinhamos que ir para um reabastecedor "convencional", construido na Coreia do Sul, Espanha, etc.

Mas como não deve haver dinheiro para novo, temos que ir para um usado, e dos que andam por ai, gosto do Patino Espanhol, ou do Etna Italiano, a seguir a esses acho interessantes mas menos provável os Wave britânicos (são demasiado recentes, 2003, os bifes não se devem querer livrar deles tão cedo) e o RFA Fort Victoria (demasiado velho, entrou ao serviço em 1994), outro problema dos navios britânicos é que são todos umas bestas de 30.000 toneladas, cerca do triplo do Bérrio.

Pergunta ingénua: qual é afinal o problema com a construção naval militar na Coreia do Sul? A RFA recebeu agora o primeiro de 4 AOR's lá construídos, e o que não falta por aí são exemplos de encomendas de navios militares aos estaleiros sul-coreanos. É um problema de qualidade, de fiabilidade, de segurança ou, pelo contrário, do eterno bolso furado ou de orgulho sem sentido?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Abril 06, 2017, 04:10:48 pm
Eu acho que se é bom para Britânicos e Noruegueses, é excelente para nós.

Neste site tem os preços desses navios todos e mais que queiram procurar.
http://nationsdawnofanera.weebly.com/-auxiliary-vessels.html

PS: Este link pertence a um jogo lool, não sei até que ponto se pode confiar na sua informação ;D.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Abril 06, 2017, 04:16:28 pm
Só por curiosidade, a 20 Milhões mais iva este título do tópico faz sentido?  :rir: :rir: :rir: :rir:
Citar
Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa

Saudações  :jok: :jok: :jok: :jok:

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Abril 06, 2017, 04:56:45 pm
Eu continuo a apostar no Etna. Vai estar disponível dentro de uns dois anos e é todo modernaço para os nossos padrões. Não te esqueças que somos pobres, mas com tiques de rico e não vamos querer um chaço qualquer. Vai ser um chaço mas de marca boa. Olha a tourada que foi com o Siroco.

Vinha o Etna e um LPD da classe San Giorgio. Mas pronto, quem estou a querer enganar com isto já que superaria de longe a fabulosa quantia de 20M€ + IVA?  :jok:

É verdade, o que é feito do Principe de Astúrias?  :conf:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Crypter em Abril 06, 2017, 04:59:59 pm
Só por curiosidade, a 20 Milhões mais iva este título do tópico faz sentido?  :rir: :rir: :rir: :rir:
Citar
Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa

Saudações  :jok: :jok: :jok: :jok:

Para nós será sempre "novo"  ;D ;D ;D
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Abril 07, 2017, 07:52:02 pm
 As pessoas podem sonhar, conceber hipóteses e fazer conjunturas: tudo bem.

 Mas não irá haver nenhum substituto para o Bérrio por duas razões lógicas e fundamentais. Isto se quisermos olhar para o problema de forma realista e objectiva:
a primeira é que não há qualquer vontade política para o fazer e a segunda pura e simplesmente não existe no mercado uma possibilidade em segunda-mão que esteja em condições de ser adquirida e durar mais 20 ou 25 anos. Ainda por cima gastando só 20 milhões. Ora os nossos amadores decisores politicos e militares sabem perfeitamente disso.

A única credível foi o navio holandês Amsterdam que foi seguramente "oferecido" a Portugal. Só que provavelmente queriam-no de "borla" ou simplesmente o recusaram, antes de ser vendido ao Peru que se chegou à frente por ter a consciência que além de ser um excelente investimento, era uma oportunidade única e irrepetível.

Quanto a LPDs ainda pior. Se não conseguimos ter um reabastecedor quanto mais um navio anfíbio? Com tanto desinvestimento, a marinha perdeu de forma dolosa muita capacidade e "massa critica" ao nivel de pessoal para poder gerir e operar um LPD.
O caso do Siroco foi um exemplo notável. Apesar de nos ser oferecido por um preço baixíssimo e o navio estar em condições muito aceitáveis, chegada à hora da verdade e das decisões, as "perninhas" dos responsáveis da marinha começaram a tremer de medo por começarem a ter consciência de já não possuírem capacidade estrutural e de logistica (ou em bom português corrente: "pedalada") para operar um navio com aquelas caracteristicas. Daí sairem cá para fora aquelas desculpas esfarrapadas do EH101 e dos Leopard.

A actual capacidade da nossa marinha em absorver "novos" meios e capacidades, está limitada à compra de cascos de navios já abatidos e consequente reboque para Portugal para serem cá pintados e limpos por dentro.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Abril 15, 2017, 03:20:30 pm
Quem sabe se com a entrada deste nosso novo AOR, o nosso não possa vir do  navio a ser substituídor!

Citar
Trieste, April 10, 2017 – The launching ceremony of the bow section of the LSS logistic support unit “Vulcano”, took place today at the shipyard in Castellammare di Stabia (Naples) in the presence of the Italian Minister of Defence, Roberta Pinotti. The unit was ordered to Fincantieri within the renewal plan of the Italian Navy’s fleet.

The bow section launched today, 94 meters long, 24 meters wide, 16.3 meters high, weighing about 4.100 tons, will be transported by sea to the shipyard in Muggiano (La Spezia), where it will be assembled to set up the entire unit with the stern section. The delivery of the LSS is scheduled in 2019.

http://www.defenseforces.com/2017/04/13/fincantieri-bow-section-lss-logistic-support-unit-vulcano-launched-castellammare/.

por esta noticia haverá um AOR disponivel em 2019.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Abril 15, 2017, 09:23:20 pm
Já foi mencionado, muitas vezes, neste tópico que o Etna estaria disponível em 2019. É um bom navio, mas se os italianos pedirem mais de 20 milhões já era. Talvez seja mais indicado para uma marinha mais avançada da América do Sul.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Maio 14, 2017, 05:52:20 pm
As pessoas podem sonhar, conceber hipóteses e fazer conjunturas: tudo bem.

 Mas não irá haver nenhum substituto para o Bérrio por duas razões lógicas e fundamentais. Isto se quisermos olhar para o problema de forma realista e objectiva:
a primeira é que não há qualquer vontade política para o fazer e a segunda pura e simplesmente não existe no mercado uma possibilidade em segunda-mão que esteja em condições de ser adquirida e durar mais 20 ou 25 anos. Ainda por cima gastando só 20 milhões. Ora os nossos amadores decisores politicos e militares sabem perfeitamente disso.

A única credível foi o navio holandês Amsterdam que foi seguramente "oferecido" a Portugal. Só que provavelmente queriam-no de "borla" ou simplesmente o recusaram, antes de ser vendido ao Peru que se chegou à frente por ter a consciência que além de ser um excelente investimento, era uma oportunidade única e irrepetível.

Quanto a LPDs ainda pior. Se não conseguimos ter um reabastecedor quanto mais um navio anfíbio? Com tanto desinvestimento, a marinha perdeu de forma dolosa muita capacidade e "massa critica" ao nivel de pessoal para poder gerir e operar um LPD.
O caso do Siroco foi um exemplo notável. Apesar de nos ser oferecido por um preço baixíssimo e o navio estar em condições muito aceitáveis, chegada à hora da verdade e das decisões, as "perninhas" dos responsáveis da marinha começaram a tremer de medo por começarem a ter consciência de já não possuírem capacidade estrutural e de logistica (ou em bom português corrente: "pedalada") para operar um navio com aquelas caracteristicas. Daí sairem cá para fora aquelas desculpas esfarrapadas do EH101 e dos Leopard.

A actual capacidade da nossa marinha em absorver "novos" meios e capacidades, está limitada à compra de cascos de navios já abatidos e consequente reboque para Portugal para serem cá pintados e limpos por dentro.

Isso é que foi uma oportunidade perdida pois o Amsterdam era relativamente recente e aparentava estar em bom estado. Poderia certamente cumprir a sua missão por muitos anos....
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Maio 20, 2017, 04:14:35 pm
Duas infos que fiquei a saber no dia da marinha!

O Berrio ou vai para uma revisão profunda ou então vai ter que se aguentar até 2020 e depois logo de vê.
- Os filipinos andavam por cá a ver as fragatas, corvetas e até o NPO, por isso ainda deve a ver interesse por parte deles nos nossos navios!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Maio 20, 2017, 05:18:41 pm
Duas infos que fiquei a saber no dia da marinha!

O Berrio ou vai para uma revisão profunda ou então vai ter que se aguentar até 2020 e depois logo de vê.
- Os filipinos andavam por cá a ver as fragatas, corvetas e até o NPO, por isso ainda deve a ver interesse por parte deles nos nossos navios!

Só faltava agora era os filipinos quererem alguma, ou as, Vasco da Gama.  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Maio 20, 2017, 09:45:59 pm
Duas infos que fiquei a saber no dia da marinha!

O Berrio ou vai para uma revisão profunda ou então vai ter que se aguentar até 2020 e depois logo de vê.
- Os filipinos andavam por cá a ver as fragatas, corvetas e até o NPO, por isso ainda deve a ver interesse por parte deles nos nossos navios!

Só faltava agora era os filipinos quererem alguma, ou as, Vasco da Gama.  ::)
Não querem uns almirantes? Temos de sobra, novinhos a estrear, já vem polidos e podem levar de bónus os que lhes passam graxa de forma a andarem sempre reluzentes e que só falam quando são corridos. Desde que lhes paguem o ordenado é garantido que mesmo que só restem barcos a remos, continuam a achar que têm uma frota de Porta-Aviões  ;D :jok:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F-g4GABXFZ4_Y%2FS12SKwzsbGI%2FAAAAAAAABpU%2FQJI6xsJkhKM%2Fs1600%2FNRP%2BB%2525C3%2525A9rrio.jpg&hash=ac203e8d0820b5cb740fba305d00751b)
Por 20 milhões não estava a ver outra opção, senão a profunda revisão (espero que os 20 milhões cheguem, "sem desvios" e não se gaste milhões em acostagem, limpeza e outras tretas para "mamar" dinheiro aos contribuintes e deixar a marinha com "fisgas a montes"), ou a velha máxima "logo se vê" que aparece a 20 milhões mais IVA (o Etna não é de certeza). Enfim, mais do mesmo (pode ser que enrolem os filipinos com os "Tejo", que impressionam e com algumas milenas arranquem as LFC, projecto Alfeite ou Ex-ENVC).   ::) 8)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F2%2F5%2F4%2F985452.jpg&hash=087b37468a02d90014381d43c820dd0c)
 
Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Maio 21, 2017, 12:31:42 pm
Qualquer das soluções que ontem o Nélson adiantou poderá deixar a Marinha temporariamente sem um AOR, seja ela uma revisão profunda ou o "depois logo se vê". Mas parece que isso para o Almirantado não interessa para nada, só mais tarde virão as críticas quando já estiverem na reserva e reforma como de costume.  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Maio 25, 2017, 03:20:13 pm
Só pelo exercicio de pensamento, os estados unidos estão a tirar alguns dos Henry J. Kaiser class de serviço, até já venderam um ao chile. Não poderia ser uma hipotese ou não dá para os 20 milhões !?

https://en.wikipedia.org/wiki/Henry_J._Kaiser-class_oiler
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Maio 25, 2017, 03:50:41 pm
Só pelo exercicio de pensamento, os estados unidos estão a tirar alguns dos Henry J. Kaiser class de serviço, até já venderam um ao chile. Não poderia ser uma hipotese ou não dá para os 20 milhões !?

https://en.wikipedia.org/wiki/Henry_J._Kaiser-class_oiler

É um navio extremamaente sobredimensionado e com  um custo de manutenção astronómico para as capacidades e possibilidades da nossa marinha. É uma autêntica "bisarma".
Até agora os governos de forma negligente (com a cumplicidade das chefias que recebem muito acima da média, entre outros privilégios para não levantarem "ondas" ou problemas) têm empurrado este problema com a barriga para a frente. Chegando agora á situação limite do país estar na iminência de ficar sem esta capacidade, o que lhe retira ainda mais soberania da pouca que já possui, fruto dos 43 anos de desvarios.
Não existem soluções disponíveis minimamente aceitáveis no mundo real por 50 milhões, quanto mais por 20. Isto é simplesmente gozar com o pagode.

Resumindo, marinha com 2 submarinos, 2 fragatas antigas com alguns sistemas minimamente actualizados e mais baratos. E o resto é tudo tralha.  Um dia vamos nos entalar e bem por sermos um povo alienado, irresponsável e negligente. Isto que tem acontecido ao país até agora ainda não foi nada.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Maio 25, 2017, 06:47:39 pm
Só pelo exercicio de pensamento, os estados unidos estão a tirar alguns dos Henry J. Kaiser class de serviço, até já venderam um ao chile. Não poderia ser uma hipotese ou não dá para os 20 milhões !?

https://en.wikipedia.org/wiki/Henry_J._Kaiser-class_oiler

É um navio extremamaente sobredimensionado e com  um custo de manutenção astronómico para as capacidades e possibilidades da nossa marinha. É uma autêntica "bisarma".
Até agora os governos de forma negligente (com a cumplicidade das chefias que recebem muito acima da média, entre outros privilégios para não levantarem "ondas" ou problemas) têm empurrado este problema com a barriga para a frente. Chegando agora á situação limite do país estar na iminência de ficar sem esta capacidade, o que lhe retira ainda mais soberania da pouca que já possui, fruto dos 43 anos de desvarios.
Não existem soluções disponíveis minimamente aceitáveis no mundo real por 50 milhões, quanto mais por 20. Isto é simplesmente gozar com o pagode.

Resumindo, marinha com 2 submarinos, 2 fragatas antigas com alguns sistemas minimamente actualizados e mais baratos. E o resto é tudo tralha.  Um dia vamos nos entalar e bem por sermos um povo alienado, irresponsável e negligente. Isto que tem acontecido ao país até agora ainda não foi nada.

Infelizmente é a mais pura da verdade. Nem sei que diga.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Maio 27, 2017, 05:00:32 pm
Four Ships for the Price of One
See how the $500m Resolve-Class AOR compares to the $2bn planned Joint Support Ship
(https://pbs.twimg.com/media/C-_-kmfXoAAgfCK.jpg)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Maio 27, 2017, 05:17:35 pm
Só por curiosidade alguem terá uma idea de qual será o preço do AOR mais pequeno da Damen o 16000?

http://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-replenisher-16000


Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Maio 28, 2017, 10:54:59 pm
Só por curiosidade alguem terá uma idea de qual será o preço do AOR mais pequeno da Damen o 16000?

http://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-replenisher-16000
Nunca abaixo dos 200 milhões visto ser praticamente um JSS. Mas para isso mais valia o 19 000, com capacidade rol on rol off e lanchas de desembarque, além de ser abastecedor.  ;)
Citar
CAPABILITIES
- Replenishment at sea with solids and liquids;
- Conduct vertical replenishment operations and helicopter in-flight refueling;
- Medical facilities for role 1 or 2 medical service.

MISSIONS
- Support of the Naval fleet;
- Search and rescue operations;
- Humanitarian operations.

FEATURES
- Helicopter deck and grid;
- Hangar for 2 medium sized helicopters;
- Panoramic enclosed bridge;
- Heavy duty crane and container stowage positions;
- Double hull protection, including ammo stores and engine rooms;
- Redundant and separate propulsion plant.

http://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-supporter-19000 (http://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-supporter-19000)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fproducts.damen.com%2F-%2Fmedia%2FProducts%2FImages%2FClusters-groups%2FNaval%2FLogistic-Support-Vessel%2FLogistic-Support-Vessel-Supporter-19000%2F3D-render%2FDamen_LSV_Supporter_19000.png%3Fmw%3D1300&hash=9655c25887ab57d26addfe0d4dac8c2a)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fproducts.damen.com%2F-%2Fmedia%2FProducts%2FImages%2FClusters-groups%2FNaval%2FLogistic-Support-Vessel%2FLogistic-Support-Vessel-Supporter-19000%2FTop-image%2FLogistic_Support_Vessel_Supporter_19000.jpg%3Fh%3D767%26amp%3Bla%3Den%26amp%3Bw%3D1300&hash=c1b17f0e8fde6e3ffd3e217433084c6a)

Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Maio 28, 2017, 11:25:23 pm
Só por curiosidade alguem terá uma idea de qual será o preço do AOR mais pequeno da Damen o 16000?

http://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-replenisher-16000
Nunca abaixo dos 200 milhões visto ser praticamente um JSS. Mas para isso mais valia o 19 000, com capacidade rol on rol off e lanchas de desembarque, além de ser abastecedor.  ;)
Citar
CAPABILITIES
- Replenishment at sea with solids and liquids;
- Conduct vertical replenishment operations and helicopter in-flight refueling;
- Medical facilities for role 1 or 2 medical service.

MISSIONS
- Support of the Naval fleet;
- Search and rescue operations;
- Humanitarian operations.

FEATURES
- Helicopter deck and grid;
- Hangar for 2 medium sized helicopters;
- Panoramic enclosed bridge;
- Heavy duty crane and container stowage positions;
- Double hull protection, including ammo stores and engine rooms;
- Redundant and separate propulsion plant.

http://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-supporter-19000 (http://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-supporter-19000)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fproducts.damen.com%2F-%2Fmedia%2FProducts%2FImages%2FClusters-groups%2FNaval%2FLogistic-Support-Vessel%2FLogistic-Support-Vessel-Supporter-19000%2F3D-render%2FDamen_LSV_Supporter_19000.png%3Fmw%3D1300&hash=9655c25887ab57d26addfe0d4dac8c2a)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fproducts.damen.com%2F-%2Fmedia%2FProducts%2FImages%2FClusters-groups%2FNaval%2FLogistic-Support-Vessel%2FLogistic-Support-Vessel-Supporter-19000%2FTop-image%2FLogistic_Support_Vessel_Supporter_19000.jpg%3Fh%3D767%26amp%3Bla%3Den%26amp%3Bw%3D1300&hash=c1b17f0e8fde6e3ffd3e217433084c6a)

Cumprimentos

Isso tambem é verdade, se a diferença não fosse enorme era mais funcional e mais util para a armada. Enfim, sonhar não paga impostos...AINDA!
 :G-beer2:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Maio 30, 2017, 01:07:33 pm
Só por curiosidade alguem terá uma idea de qual será o preço do AOR mais pequeno da Damen o 16000?

http://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-replenisher-16000
Nunca abaixo dos 200 milhões visto ser praticamente um JSS. Mas para isso mais valia o 19 000, com capacidade rol on rol off e lanchas de desembarque, além de ser abastecedor.  ;)

Cumprimentos

Só tenho a dizer uma coisa aos dois... Carmel Ecofresh construído nos antigos ENVC.


https://www.wartsila.com/encyclopedia/term/reefer-container-vessel-carmel-ecofresh
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Alvalade em Maio 30, 2017, 10:06:53 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi.imgur.com%2FDQAgsBT.png&hash=5b04147b2011c2d7d32e2979247a732a)

Excerto de O 1. de dezembro - 25 de Agosto de 1861

O 1. de dezembro era um semanário claramente partidário e demasiado nacionalista para o meu gosto, de qualquer forma dá para perceber que há coisa que nunca mudam.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Maio 30, 2017, 10:13:16 pm
Só por curiosidade alguem terá uma idea de qual será o preço do AOR mais pequeno da Damen o 16000?

http://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-replenisher-16000
Nunca abaixo dos 200 milhões visto ser praticamente um JSS. Mas para isso mais valia o 19 000, com capacidade rol on rol off e lanchas de desembarque, além de ser abastecedor.  ;)

Cumprimentos

Só tenho a dizer uma coisa aos dois... Carmel Ecofresh construído nos antigos ENVC.


https://www.wartsila.com/encyclopedia/term/reefer-container-vessel-carmel-ecofresh

Gosto da idea de ser feito cá , mas pelo video esse parece ideal para andar a entregar congelados não como AOR militar.
E só por curiosidade a Lisnave não tem capacidade de construção? É que os antigos ENVC parecem um bocado pequenos para navios desse tamanho.
 :G-beer2:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Maio 31, 2017, 10:46:37 am
Estes navios foram feitos e desenhados em Viana e o principal problema foi na saída dos mesmos dos Estaleiros. Da última vez que se falou disso, o governo ia mandar aprofundar a saída dos estaleiros, de forma a que pudessem ser reparados ou construídos navios ainda maiores.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Maio 31, 2017, 11:04:20 am
Estes navios foram feitos e desenhados em Viana e o principal problema foi na saída dos mesmos dos Estaleiros. Da última vez que se falou disso, o governo ia mandar aprofundar a saída dos estaleiros, de forma a que pudessem ser reparados ou construídos navios ainda maiores.
Parece-me algo perfeitamente viável, era acrescentar o material para abastecimento e estava feito. Aliás os Canadianos vão fazer o AOR a partir de um navio civil.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.navyrecognition.com%2Fimages%2Fstories%2Fnews%2F2015%2Fseptember%2FRoyal_Canadian_Navy_RCN_Interim_Auxiliary_Oil_Replenishment_iAOR_Asterix.jpg&hash=e9d6a76648428a4f27de28989821b954)(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.navyrecognition.com%2Fimages%2Fstories%2Fnews%2F2015%2Fseptember%2FRoyal_Canadian_Navy_RCN_Interim_Auxiliary_Oil_Replenishment_iAOR_converted.jpg&hash=72d66ff90587eea7a81c67902391de94)

Citar
Civilian container vessel M.V. Asterix will be converted into an Auxiliary Oil Replenishment (AOR) ship for the Royal Canadian Navy's interim supply ship.

http://www.shipmodels.info/mws_forum/viewtopic.php?f=14&t=160428 (http://www.shipmodels.info/mws_forum/viewtopic.php?f=14&t=160428)

Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Maio 31, 2017, 11:31:16 am
Sim, ja la entreram navios maiores e com maior calado que esses,  apesar do constrangimento de ter que esperar pela "maré altar da lua cheia" para os movimentar.
Mas a west sea esta a construir uma nova doca seca e o canal de acesso vai ser aprofundado até ao calado minimo de 8.5 metros o que vai por fim a esses problemas.

Atualmente a capacidade instalada e de 180  metros 37 mil Tons de delocamento e calado minimo de 5.5 metros
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Maio 31, 2017, 02:11:05 pm
Eu acho que se no mercado de usados não existir uma boa compra de oportunidade (preço, idade, etc) que deviamos construir um reabastecedor nos ENVC usando um projecto que já lá tivesse sido construido para ter o minimo de "invenções", mas tendo as caracteristicas modernas necessárias como duplo casco, etc.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Maio 31, 2017, 03:32:45 pm
Eu acho que se no mercado de usados não existir uma boa compra de oportunidade (preço, idade, etc) que deviamos construir um reabastecedor nos ENVC usando um projecto que já lá tivesse sido construido para ter o minimo de "invenções", mas tendo as caracteristicas modernas necessárias como duplo casco, etc.

Esse devia ser até o ponto de partida de todo o processo de substituição do Bérrio. Se a economia está aparentemente a descolar, se a West Sea está a cumprir prazos - pelo menos no que diz respeito aos NPO - e se possui know-how neste tipo de construção naval, o navio devia ser de fabrico nacional e ponto final.

Seria assim tão mais caro que 20M€ construir um navio em Portugal de raíz (descontando as luvas, claro ::))?

 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: pedropassoscoelho em Maio 31, 2017, 04:27:05 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.navyrecognition.com%2Fimages%2Fstories%2Fnews%2F2015%2Fseptember%2FRoyal_Canadian_Navy_RCN_Interim_Auxiliary_Oil_Replenishment_iAOR_converted.jpg&hash=72d66ff90587eea7a81c67902391de94)

Citar
Civilian container vessel M.V. Asterix will be converted into an Auxiliary Oil Replenishment (AOR) ship for the Royal Canadian Navy's interim supply ship.

http://www.shipmodels.info/mws_forum/viewtopic.php?f=14&t=160428 (http://www.shipmodels.info/mws_forum/viewtopic.php?f=14&t=160428)

Ora aqui está o nosso próximo AOR por 20 milhões... o N.R.P Asterix Desenrascadix...

Citar
Update: Asterix, the commercial ship purchased by Davie for Project Resolve, has reached Canada (I wrote earlier that it was on its way). Resolve will provide an interim AOR capability to the Royal Canadian Navy because of the delay in acquiring the Joint Support Ships (estimated time of arrival for the navy on the first JSS is 2020, 2021 for the second).

Podem ir preparando o Alfeite para o receber lá para 2021 o mais tardar!
 :G-beer2:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Maio 31, 2017, 04:43:02 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.navyrecognition.com%2Fimages%2Fstories%2Fnews%2F2015%2Fseptember%2FRoyal_Canadian_Navy_RCN_Interim_Auxiliary_Oil_Replenishment_iAOR_converted.jpg&hash=72d66ff90587eea7a81c67902391de94)

Citar
Civilian container vessel M.V. Asterix will be converted into an Auxiliary Oil Replenishment (AOR) ship for the Royal Canadian Navy's interim supply ship.

http://www.shipmodels.info/mws_forum/viewtopic.php?f=14&t=160428 (http://www.shipmodels.info/mws_forum/viewtopic.php?f=14&t=160428)

Ora aqui está o nosso próximo AOR por 20 milhões... o N.R.P Asterix Desenrascadix...

Citar
Update: Asterix, the commercial ship purchased by Davie for Project Resolve, has reached Canada (I wrote earlier that it was on its way). Resolve will provide an interim AOR capability to the Royal Canadian Navy because of the delay in acquiring the Joint Support Ships (estimated time of arrival for the navy on the first JSS is 2020, 2021 for the second).

Podem ir preparando o Alfeite para o receber lá para 2021 o mais tardar!
 :G-beer2:

No caso desta conversão canadiana há alguma ideia do preço? Compensa em vez de comprar um navio militar?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: pedropassoscoelho em Maio 31, 2017, 05:14:58 pm
Citar
The ship would be under contract with the Royal Canadian Navy until 2021 when the second of the two Queenston-class support ships would be completed.[17] The ship was reportedly acquired for $20 million.
https://en.wikipedia.org/wiki/MS_Asterix (https://en.wikipedia.org/wiki/MS_Asterix)

Não sei quanto custará a reconversão... mas por 20 milhões habemus casco!  :N-icon-Axe:

(já agora... o titulo do  tópico: "Reabastecador"... provavelmente é adequado! Um navio destinado a atar os cordéis que seguram os restos da Marinha)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Maio 31, 2017, 05:22:05 pm
Citar
The ship would be under contract with the Royal Canadian Navy until 2021 when the second of the two Queenston-class support ships would be completed.[17] The ship was reportedly acquired for $20 million.
https://en.wikipedia.org/wiki/MS_Asterix (https://en.wikipedia.org/wiki/MS_Asterix)

Não sei quanto custará a reconversão... mas por 20 milhões habemus casco!  :N-icon-Axe:


(já agora... o titulo do  tópico: "Reabastecador"... provavelmente é adequado! Um navio destinado a atar os cordéis que seguram os restos da Marinha)

Se no total se conseguisse converter e equipar para AOR por menos de 100 milhões, valia a pena, visto que seria um navio novo que duraria cerca de 30 anos.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Maio 31, 2017, 06:48:47 pm
Essa conversão do Asterix é mais cara que um navio novo. Os canecos são malucos.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Maio 31, 2017, 09:03:29 pm
Essa conversão do Asterix é mais cara que um navio novo. Os canecos são malucos.

Então que se lixe a conversão! Arranjava-se um projecto de um AOR barato como os ingleses que estão a ser feitos na Coreia e fazia-se cá.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Maio 31, 2017, 09:08:58 pm
Essa conversão do Asterix é mais cara que um navio novo. Os canecos são malucos.

Então que se lixe a conversão! Arranjava-se um projecto de um AOR barato como os ingleses que estão a ser feitos na Coreia e fazia-se cá.

Os sul-coreanos já cá estiveram e levaram uma palmadinha nas costas da nossa parte e nada mais...


(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t31.0-8/17311134_1409348575752988_287133183882937601_o.jpg?oh=89ff79a195b08ed6eda914a3403eb274&oe=5966B2C6)

Segundo a Marinha Portuguesa:
"O Embaixador da República da Coreia, S.E. Chul-min Park foi recebido em audiência pelo Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional, almirante António Silva Ribeiro. O encontro decorreu em ambiente salutar, de diálogo e partilha."

Sim. Não deve ter passado disso: ambiente salutar, diálogo (conversa de salão) e partilha.

Coitado do Sr. Embaixador sul-coreano que apesar vir de boa-fé, veio perder tempo com esta gente.
Ingenuamente os sul-coreanos constatando que a Marinha portuguesa possuía um navio reabastecedor (em que a única modernização digna desse nome que foi sujeito, ainda estava nas mãos dos britânicos) num estado obsolescência profunda e como a Royal Navy está a substituir navios idênticos por novos construídos na Coreia do Sul. Naturalmente pensaram, manda-se lá o nosso "homem" em Lisboa falar com os portugueses para tentar vender um novo navio reabastecedor (pensando eles que a Marinha irá continuar com essa valência) e proporcionar futuras conversações negociais entre os estaleiros e os responsáveis portugueses na tentativa de vender o navio.

Só que eles ainda não viram com o tipo de gente que se vieram meter. Quando cá lhes disserem que o orçamento para esse eventual navio é de 20 milhões de euros, os sul-coreanos vão pensar que estamos a fazer pouco deles ou que é uma cena para os "apanhados".
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Maio 31, 2017, 09:45:09 pm
Essa conversão do Asterix é mais cara que um navio novo. Os canecos são malucos.

Então que se lixe a conversão! Arranjava-se um projecto de um AOR barato como os ingleses que estão a ser feitos na Coreia e fazia-se cá.

Os sul-coreanos já cá estiveram e levaram uma palmadinha nas costas da nossa parte e nada mais...


(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t31.0-8/17311134_1409348575752988_287133183882937601_o.jpg?oh=89ff79a195b08ed6eda914a3403eb274&oe=5966B2C6)

Segundo a Marinha Portuguesa:
"O Embaixador da República da Coreia, S.E. Chul-min Park foi recebido em audiência pelo Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional, almirante António Silva Ribeiro. O encontro decorreu em ambiente salutar, de diálogo e partilha."

Sim. Não deve ter passado disso: ambiente salutar, diálogo (conversa de salão) e partilha.

Coitado do Sr. Embaixador sul-coreano que apesar vir de boa-fé, veio perder tempo com esta gente.
Ingenuamente os sul-coreanos constatando que a Marinha portuguesa possuía um navio reabastecedor (em que a única modernização digna desse nome que foi sujeito, ainda estava nas mãos dos britânicos) num estado obsolescência profunda e como a Royal Navy está a substituir navios idênticos por novos construídos na Coreia do Sul. Naturalmente pensaram, manda-se lá o nosso "homem" em Lisboa falar com os portugueses para tentar vender um novo navio reabastecedor (pensando eles que a Marinha irá continuar com essa valência) e proporcionar futuras conversações negociais entre os estaleiros e os responsáveis portugueses na tentativa de vender o navio.

Só que eles ainda não viram com o tipo de gente que se vieram meter. Quando cá lhes disserem que o orçamento para esse eventual navio é de 20 milhões de euros, os sul-coreanos vão pensar que estamos a fazer pouco deles ou que é uma cena para os "apanhados".

É pena porque a BMTDSL tem o projecto do AEGIR 10 que está mesmo a medida de substituir o bérrio, e se os noruegueses pagaram 160 milhões de € por um AEGIR 18R, um 10 com algumas modificações para apoio logistico ficava mesmo a matar. Até ja temos os CIWS para ele e tudo!

http://www.bmtdsl.co.uk/media/1057880/BMTDSL-Aegir-Brochure.pdf
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Junho 01, 2017, 10:53:41 am
Essa conversão do Asterix é mais cara que um navio novo. Os canecos são malucos.
Por isso eles convertem. e depois pode ser que nos vendam a preço de saldo quando receberem os novos AOR...  ;D ;)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fnavaltoday.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2017%2F03%2Fcanada-contracts-seaspan-for-final-jss-design.jpg&hash=1900a5b35b4f2e0abd69f3b0ef3d2857)
Citar
JSS construction is scheduled to begin in 2018.

http://navaltoday.com/2017/03/01/canada-contracts-seaspan-for-final-jss-design/ (http://navaltoday.com/2017/03/01/canada-contracts-seaspan-for-final-jss-design/)

Saudações
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Junho 01, 2017, 11:08:40 pm
Citar
E só por curiosidade a Lisnave não tem capacidade de construção? É que os antigos ENVC parecem um bocado pequenos para navios desse tamanho.
 :G-beer2:

Repara  na foto a pequeno do NRP Sines ao centroid da foto junto do  Regina Baltica que esteve a ser  para a ser recondicionado depois de ter sido sido comprado  pela  Baleária
https://1.bp.blogspot.com/-BdPgm320VqI/WSSTvvYpq9I/AAAAAAAAUcs/yVWhBzOzMzwVQ_y2vfKhzsL2_8DPpOqDgCLcB/s1600/20170523_215343.png  (https://1.bp.blogspot.com/-BdPgm320VqI/WSSTvvYpq9I/AAAAAAAAUcs/yVWhBzOzMzwVQ_y2vfKhzsL2_8DPpOqDgCLcB/s1600/20170523_215343.png)
 :G-beer2:


Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Junho 01, 2017, 11:27:14 pm
Citar
E só por curiosidade a Lisnave não tem capacidade de construção? É que os antigos ENVC parecem um bocado pequenos para navios desse tamanho.
 :G-beer2:

Repara  na foto a pequeno do NRP Sines ao centroid da foto junto do  Regina Baltica que esteve a ser  para a ser recondicionado depois de ter sido sido comprado  pela  Baleária
https://1.bp.blogspot.com/-BdPgm320VqI/WSSTvvYpq9I/AAAAAAAAUcs/yVWhBzOzMzwVQ_y2vfKhzsL2_8DPpOqDgCLcB/s1600/20170523_215343.png  (https://1.bp.blogspot.com/-BdPgm320VqI/WSSTvvYpq9I/AAAAAAAAUcs/yVWhBzOzMzwVQ_y2vfKhzsL2_8DPpOqDgCLcB/s1600/20170523_215343.png)
 :G-beer2:

Ok, consegue levar uns navios ainda valentes, mas fiqueis sem saber, a Lisnave tem capacidade para construção de navios de grande porte ou não? Pelo site deles só fazem manutenções ,pinturas e coisas do genero. E é de estranhar visto terem uns estaleiros enormes.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Junho 02, 2017, 12:36:06 am
Podem não ter pessoal qualificado para tal.

A Lisnave ainda funciona? Pensava que tinha ido à falência.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Junho 02, 2017, 01:06:39 am
Podem não ter pessoal qualificado para tal.

A Lisnave ainda funciona? Pensava que tinha ido à falência.

Sim, tem um estaleiro enorme em Setubal na zona de santa catarina, mas bota enorme nisso.
http://www.lisnave.pt/index2.htm
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Junho 02, 2017, 10:25:33 am
Podem não ter pessoal qualificado para tal.

A Lisnave ainda funciona? Pensava que tinha ido à falência.

Sim, tem um estaleiro enorme em Setubal na zona de santa catarina, mas bota enorme nisso.
http://www.lisnave.pt/index2.htm

Eu já lá estive a tirar fotografias, mas fiquei com a impressão que eles agora limitam-se a reparar e não constroem nada. Em todas as noticias que li, os ditos estaleiros estão a ter bons lucros e são uma empresa "saudável". Isso não quer dizer que não possam construir, apenas que se especializaram num determinado serviço. Os Estaleiros que vejo ainda a construir são os de Viana do Castelo, o do Alfeite e os do Mondego.

O “Haksolok”, que significa felicidade em tétum, é lançado à água no dia 26. Trata-se de um “ferryboat” encomendado por Timor Leste, num investimento de 13,3 milhões de euros. É a primeira grande embarcação saída dos Estaleiros Navais do Mondego desde há muitos anos.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn.jornaldenegocios.pt%2Fimages%2F2017-05%2Fimg_817x460%242017_05_22_17_50_41_309990.jpg&hash=ddd3366ee99200c8afbeac67ae32fe59)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Junho 02, 2017, 09:39:12 pm
Podem não ter pessoal qualificado para tal.

A Lisnave ainda funciona? Pensava que tinha ido à falência.

Sim, tem um estaleiro enorme em Setubal na zona de santa catarina, mas bota enorme nisso.
http://www.lisnave.pt/index2.htm

Eu já lá estive a tirar fotografias, mas fiquei com a impressão que eles agora limitam-se a reparar e não constroem nada. Em todas as noticias que li, os ditos estaleiros estão a ter bons lucros e são uma empresa "saudável". Isso não quer dizer que não possam construir, apenas que se especializaram num determinado serviço. Os Estaleiros que vejo ainda a construir são os de Viana do Castelo, o do Alfeite e os do Mondego.

O “Haksolok”, que significa felicidade em tétum, é lançado à água no dia 26. Trata-se de um “ferryboat” encomendado por Timor Leste, num investimento de 13,3 milhões de euros. É a primeira grande embarcação saída dos Estaleiros Navais do Mondego desde há muitos anos.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn.jornaldenegocios.pt%2Fimages%2F2017-05%2Fimg_817x460%242017_05_22_17_50_41_309990.jpg&hash=ddd3366ee99200c8afbeac67ae32fe59)

Sim a Lisnave têm intalações  3 ou 4 vezes maiores que Viana do Castelo.
Dedicaram-se ao negocio mais rentável! a reparação naval e  gozam
de muito boa saúde.



Esse Ferry para Timor é o Anticiclone que foi rejeitado pelo Açores.
Os estaleiros do Modego compraram como sucata os blocos do navio que ja estavam prontos para serem montados pelos ENVC juntamente com toda a maquinaria e montaram o ferry nas suas intalações.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Junho 12, 2017, 03:47:32 pm
A Lisnave está instalada onde era antes a Setnave, nos Estaleiros da Mitrena, que são instalações enormes.
Mas a empresa só se dedica à reparação naval e é uma empresa saudável, como já foi dito.
Dá um pequeno lucro todos os anos.

Depois de tudo o que já li, confeço ter alguma dificuldade em entender como é se refere que os ENVC tem dificuldade de cosntruir barcos de grau de dificuldade baixo ou médio, como são os NPO ou seria um navio reabastecedor...até a entervista do responsável pelos estaleiros, após a entrega do primeiro NPO me pareceu estranha...há qualquer coisa que não bate certo no meio disto tudo!...quem faz um navio como o frigorífico Carmel e faz ferries, não faz um abastecedor com base num projecto já existente?...não é possível!...se for um projecto simples e bem testado, tem de fazer e barato!..e a Marinha tem um navio novo...não será por 20 milhões...isso é verdade...mas será feito cá...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Dezembro 23, 2017, 04:39:49 pm
Boa tarde.

A construção de um novo navio abastecedor (feito em Portugal),
com base num projecto bem testado quanto
1) custaria
2) demoraria
Cumprimentos,

Jean-Pierre.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Dezembro 23, 2017, 07:11:31 pm
Tendo em conta que o NRP Bérrio é inferior às 12 000 toneladas, um navio à volta das 13 000 toneladas seria o ideal. Por exemplo a BMT oferece 3 tipos de navios, entre as 10 000 e as 26 000 toneladas. Este é o modelo na caso das 18 000T (o das 10 000t parece-me pequeno mas deixo a brochura https://www.bmtdsl.co.uk/media/6097759/BMTDSL-Aegir-Conpaper-WMTC-Mar06.pdf (https://www.bmtdsl.co.uk/media/6097759/BMTDSL-Aegir-Conpaper-WMTC-Mar06.pdf) ) :

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.bmtdesigntechnology.com.au%2Fmedia%2F6117480%2FAegir.jpg&hash=1c9202431cd270caf4be41caff2bf405)

http://www.bmtdsl.co.uk/bmt-design-portfolio/auxiliaries/bmt-aegir-logistic-support-vessels/ (http://www.bmtdsl.co.uk/bmt-design-portfolio/auxiliaries/bmt-aegir-logistic-support-vessels/)

Em termos de preço, os Tide de 39 000t (derivados dos BMT mas maiores) estão na ordem dos 115 milhões de libras (4 encomendas num total de 450 milhões) mas o da Noruega vai aos 140 milhões. Depende do que se lá colocar, mas um modelo menor será na ordem dos 60 a 70 milhões .São navios que estão a levar entre o corte de chapa e a entrega à volta de 2 anos.  https://en.wikipedia.org/wiki/Tide-class_tanker (https://en.wikipedia.org/wiki/Tide-class_tanker)

http://www.bmtdsl.co.uk/media/1057880/BMTDSL-Aegir-Brochure.pdf (http://www.bmtdsl.co.uk/media/1057880/BMTDSL-Aegir-Brochure.pdf)

A meu ver para Portugal faria sentido um JSS que pudesse operar com fuzos e veículos, desembarcados por lanchas e apoiados por helicópteros alem de fazer reabastecimento . Diversas empresas tem concepções desse tipo mas o preço é maior, ficando-se a partir dos 140 milhões até aos 400 milhões de euros do JSS Karel Dorman.

(https://defencemuse.files.wordpress.com/2016/12/irving-mss.jpg?w=605)

Saudações

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Dezembro 23, 2017, 09:50:24 pm
Tendo em conta os modelos da BMT, os designs parecem bastante modulares. De certeza não seria difícil passar o Aegir 10 para as 12K toneladas.
 :new_argue:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Dezembro 23, 2017, 10:09:15 pm
ou seja, se falamos por exemplo de 120 milhões de euros e
dados problemas com os orçamentos de estado e a demora de construção de 2 anos...
...poderia fazer-se a coisa da seguinte maneira...
...40 milhões no primeiro ano
...40 milhões no segundo ano
...e 40 milhões no início do terceiro ano...
...se o trabalho começar no início do primeiro ano e acabar no fim do segundo ano...
...pode ser pago em 3 prestações anuais...
...não me parece um exagero para o Estado...
...que vos parece?...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Dezembro 24, 2017, 12:15:11 pm
Foi a partir do BMT de 26 000 toneladas que surgiram os Tide de 39 000 toneladas, pelo que como o Stalker79 diz e muito bem converter o projecto para as 13 000, acrescentando um deck Roll On-Roll Off e duas lanchas mais as respectivas gruas não parece ser nada de mais (tipo o canadiano embora menor e mais barato).
(https://rusi-ns.ca/wp-content/uploads/2016/11/Asterix4.png)
Citar
https://rusi-ns.ca/hadr/ (https://rusi-ns.ca/hadr/)

O problema em Portugal não é dinheiro mas sim falta de vontade. Quando foi preciso arranjar dinheiro para os Kc390 a bem de uma série de coisas, segundo a maralha política, nem se pestanejou com 360 milhões. Com este dinheiro a marinha tinha JSS, Upgrade nas fragatas e tejo (com a verba equivalente pois a FAP precisa de aparelhos de transporte) o que já não era nada mau (se sobrasse para mais 2 ou 3 helis, melhor.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2017%2F10%2FKC390.jpg&hash=4e273dfd2c6fad90e269c37af9602a74)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.marinha.pt%2Fpt-pt%2Fmedia-center%2Fgaleria-digital%2FPublishingImages%2Fmeios-operacionais%2Fhelicopteros%2Fimg_heli_detalhe.jpg%3Fw%3D1600%26amp%3Bh%3D629&hash=ddb7db319dcf3128ee32f288bd640e29)

Saudações
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Janeiro 22, 2018, 07:34:03 pm
SeaWaves Magazine

 
@seawaves_mag
 1h1 hour ago

France is planning to order four new AORs to replace the Durance class, of which, only three are still in service.

(https://pbs.twimg.com/media/DUKjwPHVAAAn9tk.jpg)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 22, 2018, 08:17:59 pm
SeaWaves Magazine

 
@seawaves_mag
 1h1 hour ago

France is planning to order four new AORs to replace the Durance class, of which, only three are still in service.

(https://pbs.twimg.com/media/DUKjwPHVAAAn9tk.jpg)

O mais recente é o Somme, A631, o da tua foto, mas mesmo esse já tem 28 anos e não possui casco duplo, portanto mais do mesmo.

https://en.wikipedia.org/wiki/French_ship_Somme_(A631)

A MdG tem de possuir um AOR novo, ou o mais recente possível para não andarmos sempre a improvisar esse Navio tem de ser dos mais recentes da Armada e possuir valências adequadas ás nossas necessidades ou seja:
A) Guarnição reduzida, semelhante á do NRP Bérrio;
B) Capacidade de operar Heli médio/pesado, com hangar
C) ter capacidade de transportar pelo menos um Grupo de combate, ou 1/2 FFZ, cerca de 60/70 homens.



Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Janeiro 23, 2018, 10:51:44 am
SeaWaves Magazine

 
@seawaves_mag
 1h1 hour ago

France is planning to order four new AORs to replace the Durance class, of which, only three are still in service.

(https://pbs.twimg.com/media/DUKjwPHVAAAn9tk.jpg)

O mais recente é o Somme, A631, o da tua foto, mas mesmo esse já tem 28 anos e não possui casco duplo, portanto mais do mesmo.

https://en.wikipedia.org/wiki/French_ship_Somme_(A631)

A MdG tem de possuir um AOR novo, ou o mais recente possível para não andarmos sempre a improvisar esse Navio tem de ser dos mais recentes da Armada e possuir valências adequadas ás nossas necessidades ou seja:
A) Guarnição reduzida, semelhante á do NRP Bérrio;
B) Capacidade de operar Heli médio/pesado, com hangar
C) ter capacidade de transportar pelo menos um Grupo de combate, ou 1/2 FFZ, cerca de 60/70 homens.



Abraços

Em relação às FFZ são cerca de 120, certo?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 23, 2018, 01:16:10 pm
SeaWaves Magazine

 
@seawaves_mag
 1h1 hour ago

France is planning to order four new AORs to replace the Durance class, of which, only three are still in service.

(https://pbs.twimg.com/media/DUKjwPHVAAAn9tk.jpg)

O mais recente é o Somme, A631, o da tua foto, mas mesmo esse já tem 28 anos e não possui casco duplo, portanto mais do mesmo.

https://en.wikipedia.org/wiki/French_ship_Somme_(A631)

A MdG tem de possuir um AOR novo, ou o mais recente possível para não andarmos sempre a improvisar esse Navio tem de ser dos mais recentes da Armada e possuir valências adequadas ás nossas necessidades ou seja:
A) Guarnição reduzida, semelhante á do NRP Bérrio;
B) Capacidade de operar Heli médio/pesado, com hangar
C) ter capacidade de transportar pelo menos um Grupo de combate, ou 1/2 FFZ, cerca de 60/70 homens.



Abraços

Em relação às FFZ são cerca de 120, certo?

Afirmativo e com um total de 1300 efectivos no CF bem podíamos formar a FFZ nº4 e, com a Companhia de Mort pesados e a Companhia A/C tínhamos um efectivo jeitoso, cerca de metade do que os Holandeses possuem .

Abraços

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 03, 2018, 03:27:33 pm
Ou com VBTP anfibias...

Estilo isto:

https://www.baesystems.com/en/product/amphibious-combat-vehicle

https://www.saic.com/about/about-saic/feature-stories/acv-11/

Ou isto:

https://www.baesystems.com/cs/Satellite?c=BAEProduct_C&childpagename=Global%2FBAELayout&cid=1434565838232&packedargs=d%3DDesktop&pagename=GlobalWrapper
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Março 14, 2018, 07:45:16 pm
Só andamos a perder tempo a tentar comprar um navio e, se calhar já usado, quando se devia construir o reabastecedor por cá.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/LT1TBT.jpg) (https://imageshack.com/i/poLT1TBTj)
Navio-petroleiro S. Gabriel construído em 1963 em Viana do Castelo, atracado ao cais de aprestamento do estaleiro da Lisnave Rocha nos anos oitenta, em reparação.


Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Março 14, 2018, 09:38:57 pm
Nem mais nem menos. Manter o dinheiro e os empregos por cá simultaneamente ganhando experiência e possivelmente podendo acrescentar uma mais valia para o mercado de exportação.
E com a garantia de que seria feito de acordo com as necessidades e especificações da nossa marinha. Agora, por 20 milhões é que não fica de certeza....

 nx2l1
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Março 15, 2018, 07:07:25 pm
Só andamos a perder tempo a tentar comprar um navio e, se calhar já usado, quando se devia construir o reabastecedor por cá.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/LT1TBT.jpg) (https://imageshack.com/i/poLT1TBTj)
Navio-petroleiro S. Gabriel construído em 1963 em Viana do Castelo, atracado ao cais de aprestamento do estaleiro da Lisnave Rocha nos anos oitenta, em reparação.


Abraços

Consta que o S. Gabriel foi mal construido de raíz, tendo tido de ser "encurtado" para poder ser lançado á água, o que lhe afetou a estabilidade e impedia que navegasse completamente carregado...nao sei se  é verdade ou "mito urbano" mas foi o que me contaram em tempos.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Abril 20, 2018, 01:36:30 pm
Pakistan Navy fleet tanker PNS Moawin conducts first sea trial in Indian ocean
April 2018 Navy Naval Defense Industry News
POSTED ON WEDNESDAY, 18 APRIL 2018 13:34

The Fleet Tanker designed and developed by STM for the Pakistan Navy has enteredthe final phase of the programme. Built under the Turkish Defence Industry’s largest ever single naval vessel export project, the Fleet Tanker has completed its first sea trials, which were conducted in the Indian Ocean with great success.

(https://www.navyrecognition.com/images/stories/news/2018/march/Pakistan_Navy_fleet_tanker_PNS_Moawin_conducts_first_sea_trial_in_Indian_ocean_925_001.jpg)

The Pakistan Navy Fleet Tanker, named PNS MOAWIN

The Fleet Tanker, which has been named PNS MOAWIN, is the brainchild of main contractor STM Savunma Teknolojileri Mühendislik ve Ticaret A.Ş., and was built at the Karachi Shipyard for the Pakistani Ministry of Defence Production to meet a requirement of the Pakistan Navy.

The Pakistan Fleet Tanker, Turkey’s largest ever single naval vessel export, has left its mark on history as one of the most unique indigenous projects ever undertaken, and has been a catalyst in the improvement of military cooperation between two friendly and brother countries. The success achieved in this programme has been an important factor in the awarding of STM with the the Agosta 90B Submarine Modernisation Project in Pakistan.

Although it is the first of its kind in its class, and a product with a brand new design together with theproduction data pack and technical support provided by STM, the Fleet Tanker PNS MOAWIN, built at the Karachi Shipyard in Pakistan (KS&EW),managed to complete its sea trials successfully, leaving the Port of Karachi and arriving in the Indian Ocean on March 31, 2018.

Aboard the Fleet Tanker for its first cruise were the crew and Pakistani Shipyard personnel, as well as 30 personnel from STM and a number of representatives from other Turkish companies that are subcontractedto STMin this programme.

PNS MOAWIN continued its sea trials on April 4–5,during which the fleet tanker’s critical systems were tested, even under night conditions–exceedingthe expected performance. PNS MOAWIN returned to the Karachi Shipyard after completing the tests successfully. Although the sea trials of the Fleet Tanker will continue, the results achieved in the first tests are already a source of pride in the cooperation between Pakistan and the Turkish Defence Industry.

The Pakistan Fleet Tanker Projecthas been supported by the devoted efforts and highlymotivated cooperation of the Pakistan Navy and Karachi Shipyard personnel, all of whomhave played a significant role in the programme’s success.

About the Fleet Tanker:
* Designed jointly by STM and the Pakistan Navy to meet the operational requirements of the Pakistan Navy, the Fleet Tanker, which is the first of its kind in its class, weighs 16,400 tons and is approximately 158metres long. It can cruise at speeds of 20 Knots, driven by two Controllable Pitch Propeller (CPP) powered by two diesel engines. The vessel’s electrical power is supplied by four diesel generators.
* The vessel’s Replenishment/Fueling at Sea (RAS/FAS) System allows it to provide support to the combat and auxiliary elements of the Pakistan Navy by replenishing them with such critical materials as fuel, water and ammunition during cruising, increasing significantly the operational capabilities of the Pakistan Navy.
* The vessel is incorporated with a helo hangar and landing platform that allows it to support helicopter operations at both day and night, as well as a fully-equipped sick bay.
* A significant proportion of the construction materials for the vessel have been provided by the Turkish subsidiary industry companies that have been involved in the indigenous MİLGEM (National Ship) project.

https://www.navyrecognition.com/index.php/news/defence-news/2018/april-2018-navy-naval-defense-news/6145-pakistan-navy-fleet-tanker-pns-moawin-conducts-first-sea-trial-in-indian-ocean.html
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Maio 21, 2018, 11:42:56 am
Nos últimos dias tem estado acostado à Rocha do Conde d'Óbidos, em Lisboa, o reabastecedor de frota francês "Marne" (A630), e como a Marine Nationale planeia substituir estes navios da classe Durance, não parecia nada mal para render o Bérrio. Afinal só entrou ao serviço em 1987. :mrgreen:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.sous-mama.org%2Fuserfiles%2Fimage%2FNavires%2FBCR%2520Marne%2FBCR%2520Marne%252028%2520mai%25202010%2520%2816%29%2520Site.jpg&hash=c7a846f4770b1e910d0ab6d3d6e0acad)
https://www.defense.gouv.fr/marine/equipements/batiments-de-soutien/petroliers-ravitailleurs/marne-a-630

Possui convés de voo e hangar para um Alouette III ou Lynx, o que até não é mauzinho de todo, pena é não ter casco duplo.  :(
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: PereiraMarques em Maio 21, 2018, 12:14:58 pm
160 tripulantes...não pode embarcar heli Merlin, nem CC Leopard 2...não serve  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Maio 21, 2018, 03:45:58 pm
Estão mas estão à procura de JSS em vez de abastecedor? Se calhar é melhor mudar o título do tópico para "Novo JSS da Marinha Portuguesa"...  ;D :G-Ok:

(https://image.slidesharecdn.com/casereportjsskareldoorman-150916172825-lva1-app6891/95/case-report-jss-karel-doorman-1-638.jpg?cb=1452241633)

Saudações  :jok: :jaja2:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Crypter em Maio 21, 2018, 04:37:13 pm
Estão mas estão à procura de JSS em vez de abastecedor? Se calhar é melhor mudar o título do tópico para "Novo JSS da Marinha Portuguesa"...  ;D :G-Ok:

(https://image.slidesharecdn.com/casereportjsskareldoorman-150916172825-lva1-app6891/95/case-report-jss-karel-doorman-1-638.jpg?cb=1452241633)

Saudações  :jok: :jaja2:

Continuo a dizer que era a melhor opção termos uma embarcação com esta dualidade..

Mas se nem € há para activar os Tejo, quanto mais para embarcações destas
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Maio 21, 2018, 07:39:02 pm
Não acredito que a Marinha aceite um navio para reabastecedor que não tenha casco duplo, hoje em dia é daquelas coisas básicas.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Maio 22, 2018, 10:57:58 am
Não acredito que a Marinha aceite um navio para reabastecedor que não tenha casco duplo, hoje em dia é daquelas coisas básicas.

Por falar em casco duplo  ;D :jok: :nice: max1x1

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/2/2c/HMNZS_Endeavour.JPG/1024px-HMNZS_Endeavour.JPG)

Citar
ENDEAVOUR - A11
Decommissioned: ENDEAVOUR was the Navy's purpose built fleet replenishment tanker designed to refuel ships at sea enabling our frigates and other vessels to operate over long distances for extended periods of time. She operated independently throughout the Pacific and South East Asia as a key capability of the Navy and the New Zealand government. ENDEAVOUR was built in South Korea to a commercial design. Her replacement AOTEAROA is being built by the same shipping company.

ENDEAVOUR was delivered to the Ministry of Defence and commissioned into the Royal New Zealand Navy on 8 April 1988 and decommissioned on 15 December 2017. She was the third ship of this name to serve in the Royal New Zealand Navy and is named after James Cook's HM Barque Endeavour on his first voyage to New Zealand.

Endeavour was due to be decommissioned in 2013, but was retained after an 18-month refit to make the ship meet standards for double-hulled tankers. In March 2015, a request for tender for a replacement vessel was released by the New Zealand Ministry of Defence.

http://www.navy.mil.nz/mtf/endeavour/default.htm (http://www.navy.mil.nz/mtf/endeavour/default.htm)

https://en.wikipedia.org/wiki/HMNZS_Endeavour_(A11) (https://en.wikipedia.org/wiki/HMNZS_Endeavour_(A11))

Saudações  8) :P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Maio 22, 2018, 11:18:58 am
Em Jun 2017, está quase a fazer um ano, eu coloquei aqui alguma info referente ao AOR NZ,  mas, pelos vistos e apesar de ser mais moderno, ter casco duplo e poder embarcar um heli lig, não servia para nós, pois, com o navio que temos, com mais dezasseis anos de serviço e casco simples, estamos melhor.
Uma Nação como a nossa que não tem dinheiro e não quer investir nas FFAA, não pode perder as poucas e boas oportunidades que por esse mundo aparecem para aquisição/substituição dos nossos meios Navais.  Apesar de serem usados, são mais recentes e possuem mais valências que os que actualmente nós possuimos.
O HMNZS Endeavour apenas tinha mais três anos que as Fragatas VdG !!!!!

http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=12345.15

New Zealand Navy’s sole tanker concludes her last deployment

https://navaltoday.com/2017/06/13/new-zealand-navys-sole-tanker-concludes-her-last-deployment/

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2Fnew-zealand-navys-sole-tanker-concludes-her-last-deployment_zps4tfk974u.jpg&hash=0fdcbb696c52b2bf96c628c93b68bc70) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/new-zealand-navys-sole-tanker-concludes-her-last-deployment_zps4tfk974u.jpg.html)
HMNZS Endeavour entering Devonport Naval Base. Photo: Royal New Zealand Navy

Royal New Zealand Navy’s fleet oiler returned to her homeport of Devonport Naval Base on June 13 completing her last operational deployment.

The 30-year-old Endeavour wrapped up a four-month South-east Asia deployment and is set to be decommissioned later this year.

HMNZS Endeavour started her service in April 1988 after being built in South Korea. Endeavour is the third ship of this name to serve in the Royal New Zealand Navy and is named after James Cook’s HM Barque Endeavour on his first voyage to New Zealand.

Crewed by 50 officers and sailors, Endeavour spent her years in service refueling ships at sea, enabling other navy vessels to operate over long distances for extended periods of time.

She will be replaced by what will be the Royal New Zealand Navy’s largest ship ever.

HMNZS Aotearoa, as the vessel will be named, will have twice the displacement of HMNZS Endeavour and will carry 30 per cent more fuel.

Construction of the new 24,000-tonne vessel will start next year and is expected to be delivered in January 2020.

PS será que o Endeavour, vai ser vendido às Filipinas ou se custar menos de 20 Milhões será que ..................................
Tendo uma guarnição de apenas 50 elementos estou cá c/ um pressentimento que o sistema " D ", vai ser aplicado em força.
A Jane's de Junho que o camarada CJ fez o grande favor de aqui nos presentear, tem algumas linhas sobre a possibilidade da aquisição 2nd hand, e,com  small crew, heli deck, para datas muito interessantes, porque será ??

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2F20170613_160234_resized_zpsi5bscxke.jpg&hash=9a9a2836d1b3b3049fce42403b20cd83) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/20170613_160234_resized_zpsi5bscxke.jpg.html)

Abraços

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Maio 22, 2018, 11:44:47 am
Segundo o link que postei atrás, já deve ter começado a viagem para a India com o intuito de ser desmantelado (estava previsto para Março de 2018).

http://www.navy.mil.nz/mtf/endeavour/default.htm (http://www.navy.mil.nz/mtf/endeavour/default.htm)

Citar
ENDEAVOUR will be scrapped in India, this is first time both New Zealand and India have processed a vessel under Basel. The voyage will take about 27 days leaving Devonport Naval Base on 20 March 2018.

Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Maio 22, 2018, 09:36:00 pm
Disse me um passarinho, que o Bérrio está por palitos.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Maio 22, 2018, 10:25:43 pm
Disse me um passarinho, que o Bérrio está por palitos.

e daqueles já usados por mais que uma pessoa !!!!!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Maio 23, 2018, 04:21:30 pm
Disse me um passarinho, que o Bérrio está por palitos.

Nem é preciso o "passarinho", é notório como o navio se arrasta e como assim que chega à barra do Tejo precisa logo de rebocadores para o trazerem até ao Alfeite.

O mais engraçado é que há muito que estamos em risco de ficar sem AOR - a verba de 20M€ para um novo ou em segunda-mão é para rir - e no entanto ele vai passear até São Tomé e Príncipe...

A propósito, não era suposto lá ficar um ano?  ::)

https://observador.pt/2018/01/03/navios-zaire-e-berrio-partem-para-missao-de-um-ano-em-sao-tome-e-principe/
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: PereiraMarques em Maio 23, 2018, 05:23:51 pm
O Zaire acho que sim...aliás até deve ficar lá de vez...o Bérrio acho que foi só para levar "peças suplentes" para depois a GCSTP poder continuar a operar o Zaire por mais uns anos...Além disso acho que também foram montar umas boias de comunicações em São Tomé e «por iniciativa das guarnições dos dois navios, foi feita uma recolha de material de apoio às populações mais carenciadas de S. Tomé, levando os navios perto de 3,5 toneladas de material, incluindo vestuário, material escolar e brinquedos».
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: junjun em Julho 07, 2018, 02:07:18 pm
Um navio destes acho q bastaria - Logistic Support Vessel Supporter 19000.
https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-supporter-19000
Não sei é se compensará em relação a ter um reabastecedor puro e outro orientado para transporte/operações anfíbias. Também podiam juntar um pequeno e básico landing ship (Landing Ship Logistic 80, p exemplo), q já daria para dar apoio as Ilhas e Africa (?)
https://products.damen.com/en/ranges/landing-ship/landing-ship-logistic-80
.Os estaleiros de Viana n conseguiriam fazer uma coisa destas barata?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 07, 2018, 05:09:41 pm
Claro que sim, até porque já construíram muitos navios mais complexos no passado.


videos.sapo.pt/0RcQbFljzptFaf4IaHYe
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 07, 2018, 05:34:45 pm
Um navio destes acho q bastaria - Logistic Support Vessel Supporter 19000.
https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-supporter-19000
Não sei é se compensará em relação a ter um reabastecedor puro e outro orientado para transporte/operações anfíbias. Também podiam juntar um pequeno e básico landing ship (Landing Ship Logistic 80, p exemplo), q já daria para dar apoio as Ilhas e Africa (?)
https://products.damen.com/en/ranges/landing-ship/landing-ship-logistic-80
.Os estaleiros de Viana n conseguiriam fazer uma coisa destas barata?

O que ainda é mais lamentável, do que de não termos guito para um AOR novo ou usado, nem para um NPL, este último navio, já nem coloco a hipótese de ser novo...... é a LDG bacamarte, a única que tínhamos, ter sido abatida e a Armada ter ficado despojada de qq Navio com capacidade de transportar o material mais pesado dos nossos Fuzos, mas enfim é a trampa de planeamento e reestruturação que vamos vendo acontecer nas nossas FFAA, mais palavras para quê ??!!

https://pt.wikipedia.org/wiki/Classe_Bombarda

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/KAXcys.jpg) (https://imageshack.com/i/pnKAXcysj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/RRuym8.jpg) (https://imageshack.com/i/poRRuym8j)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/SoDDDt.jpg) (https://imageshack.com/i/pmSoDDDtj)

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: rbp em Julho 10, 2018, 02:03:17 am
espero que ninguem se melindre com a minha pergunta, de alguem que desconhece o assunto como eu...

a classe wave... muito velha?... cara? demasiado grande? muito pessoal?... casco duplo? parece que os ingleses os querem vender ao Brasil com alguma insistencia...

cumprimentos e obrigado
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: sivispacem em Julho 10, 2018, 11:14:11 am
espero que ninguem se melindre com a minha pergunta, de alguem que desconhece o assunto como eu...

a classe wave... muito velha?... cara? demasiado grande? muito pessoal?... casco duplo? parece que os ingleses os querem vender ao Brasil com alguma insistencia...

cumprimentos e obrigado

Na minha ignorância, parece-me ser demasiado grande...nem sei se poderia acostar no Alfeite (para não mencionar a dimensão da tripulação, custos de operação, etc....)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 10, 2018, 04:02:18 pm
espero que ninguem se melindre com a minha pergunta, de alguem que desconhece o assunto como eu...

a classe wave... muito velha?... cara? demasiado grande? muito pessoal?... casco duplo? parece que os ingleses os querem vender ao Brasil com alguma insistencia...

cumprimentos e obrigado

São relativamente recentes visto que passaram ao activo em 2003, tem casco duplo sim, a tripulação normal são 80 elementos mais 22 para o handling de helicópteros.
São um bocado compridos (195 metros) mas acho que com um bocado de jeito cabia no alfeite. Quanto ao preço é que já é outra historia, porque mesmo sem os Phalanx CIWS (2), não sei que preço a Royal Navy pediria por uma unidade.
Seriam uma boa compra de oportunidade assim como poderia ter sido o Amsterdam, mas não estou a ver nem o governo interessado, nem os navios a virem pelos 20 milhões que o sr. ministro gosta tanto....
 max1x1
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Julho 10, 2018, 04:17:54 pm
Nem mais. Acho que valem pelo menos uns 60 milhões de libras. Quanto aos Phalanx, temos dois extra no Alfeite.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 10, 2018, 04:29:42 pm
Nem mais. Acho que valem pelo menos uns 60 milhões de libras. Quanto aos Phalanx, temos dois extra no Alfeite.

60 também não digo, visto que os britânicos venderam o PHM Atlântico por 84 milhões de libras e é um navio muito mais complexo.
Mas mesmo que fossem entre as 30/40 milhões de Libras já estaria fora do valor ridículo que o sr ministro colocou para a aquisição de um AOR.
 ys7x9
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: rbp em Julho 11, 2018, 01:33:11 am
bolas... por uma diferença de 10-20 milhões...  ??? que outras opções existem no mercado de usados com melhor relação preço/ qualidade?...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 11, 2018, 03:22:36 am
bolas... por uma diferença de 10-20 milhões...  ??? que outras opções existem no mercado de usados com melhor relação preço/ qualidade?...

Pelo menos que eu saiba das marinhas que estão previstas substituir AOR´s no futuro próximo, nada.
Os poucos que irão ser substituídos serão sucata. Este valor dos 20 milhões, para mim já foi colocado para não se poder adquirir nenhum navio com essa justificação " não encaixa no preço".
Ninguém nos vai vender um navio por esse preço que não seja para sucata.
 :-\
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 11, 2018, 08:01:10 am
Este fugiu-nos por entre as pernas !!


Em Jun 2017, está quase a fazer um ano, eu coloquei aqui alguma info referente ao AOR NZ,  mas, pelos vistos e apesar de ser mais moderno, ter casco duplo e poder embarcar um heli lig, não servia para nós, pois, com o navio que temos, com mais dezasseis anos de serviço e casco simples, estamos melhor.
Uma Nação como a nossa que não tem dinheiro e não quer investir nas FFAA, não pode perder as poucas e boas oportunidades que por esse mundo aparecem para aquisição/substituição dos nossos meios Navais.  Apesar de serem usados, são mais recentes e possuem mais valências que os que actualmente nós possuimos.
O HMNZS Endeavour apenas tinha mais três anos que as Fragatas VdG !!!!!

http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=12345.15

New Zealand Navy’s sole tanker concludes her last deployment

https://navaltoday.com/2017/06/13/new-zealand-navys-sole-tanker-concludes-her-last-deployment/

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2Fnew-zealand-navys-sole-tanker-concludes-her-last-deployment_zps4tfk974u.jpg&hash=0fdcbb696c52b2bf96c628c93b68bc70) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/new-zealand-navys-sole-tanker-concludes-her-last-deployment_zps4tfk974u.jpg.html)
HMNZS Endeavour entering Devonport Naval Base. Photo: Royal New Zealand Navy

Royal New Zealand Navy’s fleet oiler returned to her homeport of Devonport Naval Base on June 13 completing her last operational deployment.

The 30-year-old Endeavour wrapped up a four-month South-east Asia deployment and is set to be decommissioned later this year.

HMNZS Endeavour started her service in April 1988 after being built in South Korea. Endeavour is the third ship of this name to serve in the Royal New Zealand Navy and is named after James Cook’s HM Barque Endeavour on his first voyage to New Zealand.

Crewed by 50 officers and sailors, Endeavour spent her years in service refueling ships at sea, enabling other navy vessels to operate over long distances for extended periods of time.

She will be replaced by what will be the Royal New Zealand Navy’s largest ship ever.

HMNZS Aotearoa, as the vessel will be named, will have twice the displacement of HMNZS Endeavour and will carry 30 per cent more fuel.

Construction of the new 24,000-tonne vessel will start next year and is expected to be delivered in January 2020.

PS será que o Endeavour, vai ser vendido às Filipinas ou se custar menos de 20 Milhões será que ..................................
Tendo uma guarnição de apenas 50 elementos estou cá c/ um pressentimento que o sistema " D ", vai ser aplicado em força.
A Jane's de Junho que o camarada CJ fez o grande favor de aqui nos presentear, tem algumas linhas sobre a possibilidade da aquisição 2nd hand, e,com  small crew, heli deck, para datas muito interessantes, porque será ??

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2F20170613_160234_resized_zpsi5bscxke.jpg&hash=9a9a2836d1b3b3049fce42403b20cd83) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/20170613_160234_resized_zpsi5bscxke.jpg.html)

Abraços

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Julho 11, 2018, 01:17:58 pm
Bah, se os espanhois nos emprestam os LPDs para os Fuzos, também nos hão-de emprestar os AORs para quando forem precisos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 11, 2018, 02:07:42 pm
Bah, se os espanhois nos emprestam os LPDs para os Fuzos, também nos hão-de emprestar os AORs para quando forem precisos

olha já agora  porque não umas fragatas mais modernas para a MdG ir melhor equipada para os exercícios Navais ?
E patrulharem a nossa ZEE pois não temos NPO's suficientes e eles emprestavam-nos uns quantos BAM ?
E uns quantos Canadairs para o combate aos FF vinham a calhar ?!
Mas até uns F35, uns quantos pizarros, uns VAMTACS para quando os nossos militares vão em missões exteriores, já nem falo no armamento individual se calhar também nos emprestavam ou mesmo davam umas granaditas .
Mas que bom termos vizinhos assim.......... é tão bom, nem temos que nos preocupar com nada, eles fazem tudo por nós, são tão nossos amigos.......... Ora Porra, não tomemos nós conta da nossa casa que o vizinho do lado vai tomar conta é dela mas.......... permanentemente !!!

A pátria Honrae que a Pátria Vos Contempla.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: asalves em Julho 11, 2018, 02:45:27 pm
Bah, se os espanhois nos emprestam os LPDs para os Fuzos, também nos hão-de emprestar os AORs para quando forem precisos

olha já agora  porque não umas fragatas mais modernas para a MdG ir melhor equipada para os exercícios Navais ?
E patrulharem a nossa ZEE pois não temos NPO's suficientes e eles emprestavam-nos uns quantos BAM ?
E uns quantos Canadairs para o combate aos FF vinham a calhar ?!
Mas até uns F35, uns quantos pizarros, uns VAMTACS para quando os nossos militares vão em missões exteriores, já nem falo no armamento individual se calhar também nos emprestavam ou mesmo davam umas granaditas .
Mas que bom termos vizinhos assim.......... é tão bom, nem temos que nos preocupar com nada, eles fazem tudo por nós, são tão nossos amigos.......... Ora Porra, não tomemos nós conta da nossa casa que o vizinho do lado vai tomar conta é dela mas.......... permanentemente !!!

A pátria Honrae que a Pátria Vos Contempla.

Penso que o P44 estava a ser irónico  :P :P

Contudo lembro-me que antes da compra do submarinos estar decidida, os espanhois estavam a pensar comprar mais submarinos se Portugal não comprasse os seus. isto para compensar  ;D por isso já esteve mais longe esse cenário do dá aqui um jeitinho.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 11, 2018, 03:15:50 pm
Bah, se os espanhois nos emprestam os LPDs para os Fuzos, também nos hão-de emprestar os AORs para quando forem precisos

olha já agora  porque não umas fragatas mais modernas para a MdG ir melhor equipada para os exercícios Navais ?
E patrulharem a nossa ZEE pois não temos NPO's suficientes e eles emprestavam-nos uns quantos BAM ?
E uns quantos Canadairs para o combate aos FF vinham a calhar ?!
Mas até uns F35, uns quantos pizarros, uns VAMTACS para quando os nossos militares vão em missões exteriores, já nem falo no armamento individual se calhar também nos emprestavam ou mesmo davam umas granaditas .
Mas que bom termos vizinhos assim.......... é tão bom, nem temos que nos preocupar com nada, eles fazem tudo por nós, são tão nossos amigos.......... Ora Porra, não tomemos nós conta da nossa casa que o vizinho do lado vai tomar conta é dela mas.......... permanentemente !!!

A pátria Honrae que a Pátria Vos Contempla.

Penso que o P44 estava a ser irónico  :P :P

Contudo lembro-me que antes da compra do submarinos estar decidida, os espanhois estavam a pensar comprar mais submarinos se Portugal não comprasse os seus. isto para compensar  ;D por isso já esteve mais longe esse cenário do dá aqui um jeitinho.

Eu não sei se o P44 estava a ser irónico, o que sei é que eu, quando respondi não estava pois no que toca a Defesa Nacional os jeitinhos não são para ser nem pedidos nem aceites, ninguém dá nada a ninguém sem ter interesse em ter algo de retorno, por muito pouco ou insignificante que seja.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Crypter em Julho 11, 2018, 05:55:20 pm
Eu acho que neste momento está no mercado a solução ideal.

Classe Wave da Royal Navy

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F06%2FWave_112.jpg&hash=9c01802e94a01e2d7fbf2cce4de9701d)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F06%2FWave_111.jpg&hash=a93c8f723d8f12025c78db1236e01fbf)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F06%2FWave_110.jpg&hash=fcaaa1e5895dba9eeec75802a838f3ba)

E pelos negócios que o Bifes têm feito ultimamente, penso que a barreira psicológica dos 20 milhões não seria ultrapassada..

Mas prontos..
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Julho 11, 2018, 09:55:08 pm
parece bem catita...

mas não me parece que o bosta esteja mínimamnete preocupado com isso!...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: rbp em Julho 12, 2018, 12:07:40 am
foram esses navios a que eu me referi nos posts anteriores... fico satisfeito por a minha impressão positiva ser partilhada tambem por outros foristas... mas parece que afinal os ingleses ja vieram desmentir que tenha havido conversações com os brasileiros a respeito da classe wave... :-\
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 12, 2018, 11:56:14 am
foram esses navios a que eu me referi nos posts anteriores... fico satisfeito por a minha impressão positiva ser partilhada tambem por outros foristas... mas parece que afinal os ingleses ja vieram desmentir que tenha havido conversações com os brasileiros a respeito da classe wave... :-\

O bicho é mesmo grande, mas a tripulação é praticamente a do Bérrio !!
Pelas dimensões do AOR, deve ser possível arranjar espaço para alojar pelo menos + 60 elementos para 1/2 FFZ, porque pelo tamanho penso que até embarcava uma FFZ, além dos 22 elementos extras para os Helis, e, com a capacidade de operar/embarcar um 101 era uma excelente aquisição.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/5E8ucs.jpg) (https://imageshack.com/i/pl5E8ucsj)

https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Wave_Ruler_(A390)


Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 12, 2018, 12:13:36 pm
parece bem catita...

mas não me parece que o bosta esteja mínimamnete preocupado com isso!...

Bosta, OK muito bom!
Achas mesmo que algum do grupelho do Desgoverno se preocupa ??
Se se preocupassem não existiam cativações e as %'s dos orçamentos dedicadas aos investimentos fossem aplicadas em tempo útil não estávamos como estamos com umas FFAA que só o são de nome !

Abraços

PS o gajo até tem tipo de porco, sem ofensa aos ditos  !!!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Julho 12, 2018, 01:37:42 pm
Por acaso estava a ser irónico sim sr...  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Vitor Santos em Julho 12, 2018, 02:26:43 pm
Eu acho que neste momento está no mercado a solução ideal.

Classe Wave da Royal Navy

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F06%2FWave_112.jpg&hash=9c01802e94a01e2d7fbf2cce4de9701d)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F06%2FWave_111.jpg&hash=a93c8f723d8f12025c78db1236e01fbf)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F06%2FWave_110.jpg&hash=fcaaa1e5895dba9eeec75802a838f3ba)

E pelos negócios que o Bifes têm feito ultimamente, penso que a barreira psicológica dos 20 milhões não seria ultrapassada..

Mas prontos..

Há boatos de que a Marinha do Brasil está de olho neste navio.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: rbp em Julho 12, 2018, 02:35:23 pm
alguem que fale com o embaixador... senão é outro que já era...  :-\
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 12, 2018, 02:41:44 pm
A marinha do Brasil está de olho numa unidade, mas há o Wave Knight e o Wave Ruler. Por isso acho que dava para os dois países.
 :G-beer2:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: rbp em Julho 12, 2018, 11:03:38 pm
pois... mas imagino que haja mais gente interessada...  :-\
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 12, 2018, 11:10:29 pm
pois... mas imagino que haja mais gente interessada...  :-\

Pois há e tem mais de vinte milhões para oferecer !!!!! :G-beer2:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: rbp em Julho 12, 2018, 11:25:39 pm
é bem verdade... ;)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 13, 2018, 07:48:14 am
pois... mas imagino que haja mais gente interessada...  :-\

Pois há e tem mais de vinte milhões para oferecer !!!!! :G-beer2:
Felizmente nós não temos 20 milhões para oferecer mas temos 80 milhões o que é uma valor muito mais realístico para este navio. :G-beer2:

Novo navio reabastecedor: com um custo de cerca de 80 milhões de euros;
https://observador.pt/2018/07/12/nato-o-que-trump-exigia-e-o-que-conseguiu-e-ainda-o-papel-de-portugal/

fico muito contente e vou dormir bem mais descansado esta noite e eu a pensar que Portugal não tinha dinheiro sequer para comprar mais helis ligeiros e afinal até temos 80 milhões para um AOR . ::)

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Julho 13, 2018, 10:25:11 am
Onde leram que "temos" 80M para um AOR?

A noticia menciona que um AOR custa 80M...pretendem pagá-lo a prestações suaves de 4x20 M?

O entusiasmo foi tanto que ninguém leu esta parte?

Citar
O Governo até admite que as contribuições possam aproximar-se muito mais dos 2% (até aos 1,98% do PIB) — bastaria que o país visse aprovados os fundos comunitários a que se vai candidatar no âmbito do Quatro Financeiro Plurianual da União Europeia para o período entre 2021 e 2027.

Ou seja, os nossos 2% dependem de terceiros — são descritos ao Observador como um wishful thinking de difícil concretização — e, com esses, Costa não se compromete. A única garantia que Portugal pode dar aos parceiros da NATO é a de que este ano vai alocar 2.728 milhões de euros do PIB ao setor militar, equivalentes a 1,36% da riqueza nacional. E que no próximo ano essa fatia sobe para 1,41%.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 13, 2018, 12:09:27 pm
Onde leram que "temos" 80M para um AOR?

A noticia menciona que um AOR custa 80M...pretendem pagá-lo a prestações suaves de 4x20 M?

O entusiasmo foi tanto que ninguém leu esta parte?

Citar
O Governo até admite que as contribuições possam aproximar-se muito mais dos 2% (até aos 1,98% do PIB) — bastaria que o país visse aprovados os fundos comunitários a que se vai candidatar no âmbito do Quatro Financeiro Plurianual da União Europeia para o período entre 2021 e 2027.

Ou seja, os nossos 2% dependem de terceiros — são descritos ao Observador como um wishful thinking de difícil concretização — e, com esses, Costa não se compromete. A única garantia que Portugal pode dar aos parceiros da NATO é a de que este ano vai alocar 2.728 milhões de euros do PIB ao setor militar, equivalentes a 1,36% da riqueza nacional. E que no próximo ano essa fatia sobe para 1,41%.

pois, eu também não li, mas há quem leia mais e melhor que nós, cada um lê o que quer como quer e interpreta como quer!
O que é verdade é que até para atingir quase, digo quase os 2%, temos de mendigar, por fundos comunitários, é mesmo muito triste !!

Se fosse verdade o que o sr Costa diz, Se os 2.728 milhões fossem alocados na totalidade aos diversos ramos das FFAA, e, sem cativações e maningâncias por parte dos políticos, podem crer eram suficientes para equipar adequadamente as FFAA.

Os 20% previstos para investimentos seriam, para aquela verba cerca de 540 milhões anuais, para as FFAA, e garanto que seria suficiente para as aquisições referidas pelo sr 1º ministro e muito mais, imaginem só que ao fim de dez anos, aquele valor atingiria os 5400 milhões, e num período de trinta anos a verba seria de pelo menos 16.200 milhões, isto a manter-se a percentagem de 1,35% do PIB.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/IcfK4E.jpg) (https://imageshack.com/i/poIcfK4Ej)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/WRIzM1.png) (https://imageshack.com/i/pmWRIzM1p)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/h8dRdv.jpg) (https://imageshack.com/i/pnh8dRdvj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/nO6Au4.jpg) (https://imageshack.com/i/ponO6Au4j)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/nykcvJ.jpg) (https://imageshack.com/i/ponykcvJj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/vckZEN.jpg) (https://imageshack.com/i/povckZENj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/SoVoQB.jpg) (https://imageshack.com/i/pmSoVoQBj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/aF7y3f.jpg) (https://imageshack.com/i/pmaF7y3fj)

Abraços

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Julho 13, 2018, 04:10:34 pm
Citar
Turkish Navy orders new replenishment ship

(https://navaltoday.com/wp-content/uploads/2018/07/turkish-navy-orders-new-replenishment-ship-1024x575.jpeg)

The Turkish Navy will be receiving a new replenishment vessel under a contract announced by Turkey’s Undersecretariat for Defence Industries (SSM) on July 12.

The vessel will be built by Sefine Shipyard with design and engineering services provided by Istanbul-based SEFT Ship Design.

Financial details of the contract were not revealed.

According to the shipbuilder, the 200-meter replenishment vessel will start construction in early 2019 with delivery expected in 2023.

Judging by the preliminary design of the vessel, shared by SEFT Ship Design, the vessel will have a helipad and hangaring for two helicopters.

SSM noted that the ship would be locally designed and built with 77 percent of domestic industry content. Its main tasks will be the replenishment of other Turkish navy vessels with fuel, ammunition, medical supplies and fresh water. The ship will also be capable of serving as a command and control ship, SSM further said.

https://navaltoday.com/2018/07/13/turkish-navy-orders-new-replenishment-ship/
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Julho 13, 2018, 04:12:00 pm
Onde leram que "temos" 80M para um AOR?

A noticia menciona que um AOR custa 80M...pretendem pagá-lo a prestações suaves de 4x20 M?

O entusiasmo foi tanto que ninguém leu esta parte?

Citar
O Governo até admite que as contribuições possam aproximar-se muito mais dos 2% (até aos 1,98% do PIB) — bastaria que o país visse aprovados os fundos comunitários a que se vai candidatar no âmbito do Quatro Financeiro Plurianual da União Europeia para o período entre 2021 e 2027.

Ou seja, os nossos 2% dependem de terceiros — são descritos ao Observador como um wishful thinking de difícil concretização — e, com esses, Costa não se compromete. A única garantia que Portugal pode dar aos parceiros da NATO é a de que este ano vai alocar 2.728 milhões de euros do PIB ao setor militar, equivalentes a 1,36% da riqueza nacional. E que no próximo ano essa fatia sobe para 1,41%.

pois, eu também não li, mas há quem leia mais e melhor que nós, cada um lê o que quer como quer e interpreta como quer!
O que é verdade é que até para atingir quase, digo quase os 2%, temos de mendigar, por fundos comunitários, é mesmo muito triste !!

Se fosse verdade o que o sr Costa diz, Se os 2.728 milhões fossem alocados na totalidade aos diversos ramos das FFAA, e, sem cativações e maningâncias por parte dos políticos, podem crer eram suficientes para equipar adequadamente as FFAA.

Os 20% previstos para investimentos seriam, para aquela verba cerca de 540 milhões anuais, para as FFAA, e garanto que seria suficiente para as aquisições referidas pelo sr 1º ministro e muito mais, imaginem só que ao fim de dez anos, aquele valor atingiria os 5400 milhões, e num período de trinta anos a verba seria de pelo menos 16.200 milhões, isto a manter-se a percentagem de 1,35% do PIB.



Abraços

Pena o facto de 4/5 das verbas servirem para pagar salários...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 13, 2018, 04:29:27 pm
Se os britânicos disponibilizassem um Wave class por 30 a 40 milhões de €, que penso que será o valor mais aproximado depois de remover os 2 PHALANX CIWS e os 2 canhões  DS30B de 30mm. Já seria um negocio fantástico visto serem navios de 2003, com casco duplo e capacidade para os Merlin além de puderem ser pagos em duas prestações de 20 milhões.....
 :P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: LM em Julho 13, 2018, 05:19:15 pm
Se os britânicos disponibilizassem um Wave class por 30 a 40 milhões de €, que penso que será o valor mais aproximado depois de remover os 2 PHALANX CIWS e os 2 canhões  DS30B de 30mm. Já seria um negocio fantástico visto serem navios de 2003, com casco duplo e capacidade para os Merlin além de puderem ser pagos em duas prestações de 20 milhões.....
 :P

Tlavez seja um herege mas se conseguirmos instalar em um AOR uns 50-100 "fuzos" + capacidade hospitalar para mim esquecia o "sonho" LPD - não estou a ver capacidade de operar (comprar, com a desculpa das socorro a catástrofes, missões humanitárias e "combate a incêndios"  ::) talvez) sem diminuir capacidade em outras vertentes da marinha não tão "populares" junto do eleitorado...   
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Julho 14, 2018, 10:59:58 am
Mas com JSS na ordem dos 120 milhões produzidos novos pela Damen, porque continua-se a falar de abastecedor e LPD?

https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel (https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic_Support_Vessel.jpg?h=767&la=en&w=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_LSV_Supporter_19000.png?mw=1300)

Citar
CAPABILITIES
- Replenishment at sea with solids and liquids;
- Conduct vertical replenishment operations and helicopter in-flight refueling;
- Medical facilities for role 1 or 2 medical service.

MISSIONS
- Support of the Naval fleet;
- Search and rescue operations;
- Humanitarian operations.

FEATURES
- Helicopter deck and grid;
- Hangar for 2 medium sized helicopters;
- Panoramic enclosed bridge;
- Heavy duty crane and container stowage positions;
- Double hull protection, including ammo stores and engine rooms;
- Redundant and separate propulsion plant.

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel_Supporter_19000.png?mw=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel_19000.png?mw=1300)

Saudações
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Julho 14, 2018, 11:57:57 am
para Portugal, tinha muito mais interesse comprar um projecto de pequena ou média dimensão, como o apresentado acima, fazer as adaptações conforme as necessidades da marinha e construir o navio em Portugal em dois anos...

ganhava a Marinha, ganhava o Estaleiro Naval, ganhava a Economia Nacional...
tudo isso poderia ser financiado com um projecto pago a 5 anos...
prazo razoável para não criar demasiadas e prolongadas dívidas ao país...

não sendo esse o caso, o Classe Wave da Royal Navy parece uma excelente oportunidade...
e acho que os Ingleses não se importariam com um pagamento em duas prestações - uma este ano e outra no ano que vem (também já não falta muito)...

sonhar não custa...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Julho 14, 2018, 12:15:38 pm
Se os britânicos disponibilizassem um Wave class por 30 a 40 milhões de €, que penso que será o valor mais aproximado depois de remover os 2 PHALANX CIWS e os 2 canhões  DS30B de 30mm. Já seria um negocio fantástico visto serem navios de 2003, com casco duplo e capacidade para os Merlin além de puderem ser pagos em duas prestações de 20 milhões.....
 :P
façam chegar às chefias da Marinha esta informação...
parece ser uma oportunidade excepcional...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 14, 2018, 12:25:35 pm
Mas com JSS na ordem dos 120 milhões produzidos novos pela Damen, porque continua-se a falar de abastecedor e LPD?

https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel (https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic_Support_Vessel.jpg?h=767&la=en&w=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_LSV_Supporter_19000.png?mw=1300)

Citar
CAPABILITIES
- Replenishment at sea with solids and liquids;
- Conduct vertical replenishment operations and helicopter in-flight refueling;
- Medical facilities for role 1 or 2 medical service.

MISSIONS
- Support of the Naval fleet;
- Search and rescue operations;
- Humanitarian operations.

FEATURES
- Helicopter deck and grid;
- Hangar for 2 medium sized helicopters;
- Panoramic enclosed bridge;
- Heavy duty crane and container stowage positions;
- Double hull protection, including ammo stores and engine rooms;
- Redundant and separate propulsion plant.

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel_Supporter_19000.png?mw=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel_19000.png?mw=1300)

Saudações

Caro Mafets de certeza que esse LSS custa 120 milhões!? Então qual seria o preço do reabastecedor mais pequeno o AOR 16000?
Penso que esse numero é demasiado optimista. Se a serie de corvetas da DAMEN começa a partir dos 150 a 200 milhões de €.
 :-\
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Julho 15, 2018, 11:54:37 am
Uma corveta tem muitos mais sistemas e armamento que um JSS ou um AOR. O que está referido pela Damen é que os JSS mais pequenos estarão na ordem dos 120 milhões, variando depois face aos sistemas e armamento. Já os AOR estão referidos na ordem dos 80 milhões, o mais reduzido.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fproducts.damen.com%2F-%2Fmedia%2FProducts%2FImages%2FClusters-groups%2FNaval%2FLogistic-Support-Vessel%2FLogistic-Support-Vessel-Replenisher-16000%2FTop-image%2FLogistic_Support_Vessel_Replenisher_16000.jpg%3Fh%3D767%26amp%3Bla%3Den%26amp%3Bw%3D1300&hash=f8657abda44ee4e29ce78dea2ab447fe)

Só a título de Comparação o JSS Karel Dorman chegou a ser proposto para venda ainda no Estaleiro por 300 milhões. Acabou construído por cerca de 400 milhões. É o maior JSS da Damen (a título de exemplo, para os KC390 existem ao que parece 600 milhões).
(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRg8ONzyJ7fyom25oqPgQ7nIQJQ_xzkbRCMF_k5peqfPFC6hJEw)

Saudações

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Ramos em Julho 15, 2018, 12:51:55 pm
Mas com JSS na ordem dos 120 milhões produzidos novos pela Damen, porque continua-se a falar de abastecedor e LPD?

https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel (https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic_Support_Vessel.jpg?h=767&la=en&w=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_LSV_Supporter_19000.png?mw=1300)

Citar
CAPABILITIES
- Replenishment at sea with solids and liquids;
- Conduct vertical replenishment operations and helicopter in-flight refueling;
- Medical facilities for role 1 or 2 medical service.

MISSIONS
- Support of the Naval fleet;
- Search and rescue operations;
- Humanitarian operations.

FEATURES
- Helicopter deck and grid;
- Hangar for 2 medium sized helicopters;
- Panoramic enclosed bridge;
- Heavy duty crane and container stowage positions;
- Double hull protection, including ammo stores and engine rooms;
- Redundant and separate propulsion plant.

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel_Supporter_19000.png?mw=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel_19000.png?mw=1300)

Saudações

Mais uns dados do Logistic Support Vessel Supporter 19000 da Damen:

GENERAL
Yard reference FP4220
Basic functions:
Logistics and support capabilities (RAS, RO-RO, Ship-to-Shore transfer and LO-LO), Search and rescue, Humanitarian Aid and disaster relief, oil pollution preparedness and protection of trade routes.
Classification :
DNV Naval Support

DIMENSIONS
Length o.a. 175.20 m
Beam mld. 24.80 m
Depth no.1 deck 17.20 m
Draught 7.80 m
Displacement full load 18.800 tonnes

PERFORMANCE
Speed 20 knots sustained
Range at 16 knots 10.000 nm
Endurance 30+ days at sea

PROPULSION SYSTEM
Propulsion system Diesel-Hybrid (Diesel direct + PTI/PTO)
Propulsion engines Diesel engines + Electrical motor
Propulsion power 18.000 kW
Propellers 2 x CPP
Bow thrusters 2 x 1000 kW
Stern thruster 1 x 1000 kW

AUXILIARY SYSTEMS
Diesel generator 4 x 1600 kW
Emergency diesel generator 1 x 750 kW

COMPLEMENT
Crew 86
Enlisted/conscripts 76
Injured (hospital) 44

MEDICAL FACILITIES
The medical complex consists of: triage room, trauma room, operating room, intensive care, high and low dependency ward, dentist, consulting room etc.

TRANSPORT CAPACITY
Flight deck 1 x spots medium size helicopter, Suitable for heavy helicopter landing
Hangar 2 x medium size helicopter
Ship-to-Shore transfer Sea state 3-4
Davits 2 x LCM in davit (option)
Flight deck 675 m²
RoRo space 500 lane meters
Container cap. 40 TEU
F76 (Cargo) 4500 t
F44 (Cargo) 425 t
Ship Stores 330 m2
Cargo Stores 520 m²
Ammo Stores 260 m2

EQUIPMENT
2 x Modular Unrep Mast for Replenishment at Sea
Stern ramp 35 t
Side ramp 35 t
Cargo/Ammo elevator 25 t
Deck crane 25 t
RO unit(s)

WEAPON & SENSOR SUITE
4 x Remote controlled .50 machine guns (Prepared for) 2 x Small missile launcher (Prepared for), Surveillance radar / Electro optical fire control, Combat management system, CIC, Integrated internal & external communication system.

NAUTICAL EQUIPMENT
Extensive navigational equipment, GMDSS, echo sounder, power- and ship’s management system with integrated ECDIS.

https://www.damen.com/en/markets/defence-and-security

Cumprimentos,
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 15, 2018, 12:58:05 pm
Mas com JSS na ordem dos 120 milhões produzidos novos pela Damen, porque continua-se a falar de abastecedor e LPD?

https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel (https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic_Support_Vessel.jpg?h=767&la=en&w=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_LSV_Supporter_19000.png?mw=1300)

Citar
CAPABILITIES
- Replenishment at sea with solids and liquids;
- Conduct vertical replenishment operations and helicopter in-flight refueling;
- Medical facilities for role 1 or 2 medical service.

MISSIONS
- Support of the Naval fleet;
- Search and rescue operations;
- Humanitarian operations.

FEATURES
- Helicopter deck and grid;
- Hangar for 2 medium sized helicopters;
- Panoramic enclosed bridge;
- Heavy duty crane and container stowage positions;
- Double hull protection, including ammo stores and engine rooms;
- Redundant and separate propulsion plant.

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel_Supporter_19000.png?mw=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel_19000.png?mw=1300)

Saudações

Mais uns dados do Logistic Support Vessel Supporter 19000 da Damen:

GENERAL
Yard reference FP4220
Basic functions:
Logistics and support capabilities (RAS, RO-RO, Ship-to-Shore transfer and LO-LO), Search and rescue, Humanitarian Aid and disaster relief, oil pollution preparedness and protection of trade routes.
Classification :
DNV Naval Support

DIMENSIONS
Length o.a. 175.20 m
Beam mld. 24.80 m
Depth no.1 deck 17.20 m
Draught 7.80 m
Displacement full load 18.800 tonnes

PERFORMANCE
Speed 20 knots sustained
Range at 16 knots 10.000 nm
Endurance 30+ days at sea

PROPULSION SYSTEM
Propulsion system Diesel-Hybrid (Diesel direct + PTI/PTO)
Propulsion engines Diesel engines + Electrical motor
Propulsion power 18.000 kW
Propellers 2 x CPP
Bow thrusters 2 x 1000 kW
Stern thruster 1 x 1000 kW

AUXILIARY SYSTEMS
Diesel generator 4 x 1600 kW
Emergency diesel generator 1 x 750 kW

COMPLEMENT
Crew 86
Enlisted/conscripts 76
Injured (hospital) 44

MEDICAL FACILITIES
The medical complex consists of: triage room, trauma room, operating room, intensive care, high and low dependency ward, dentist, consulting room etc.

TRANSPORT CAPACITY
Flight deck 1 x spots medium size helicopter, Suitable for heavy helicopter landing
Hangar 2 x medium size helicopter
Ship-to-Shore transfer Sea state 3-4
Davits 2 x LCM in davit (option)
Flight deck 675 m²
RoRo space 500 lane meters
Container cap. 40 TEU
F76 (Cargo) 4500 t
F44 (Cargo) 425 t
Ship Stores 330 m2
Cargo Stores 520 m²
Ammo Stores 260 m2

EQUIPMENT
2 x Modular Unrep Mast for Replenishment at Sea
Stern ramp 35 t
Side ramp 35 t
Cargo/Ammo elevator 25 t
Deck crane 25 t
RO unit(s)

WEAPON & SENSOR SUITE
4 x Remote controlled .50 machine guns (Prepared for) 2 x Small missile launcher (Prepared for), Surveillance radar / Electro optical fire control, Combat management system, CIC, Integrated internal & external communication system.

NAUTICAL EQUIPMENT
Extensive navigational equipment, GMDSS, echo sounder, power- and ship’s management system with integrated ECDIS.

https://www.damen.com/en/markets/defence-and-security

Cumprimentos,

O Sonho comanda a vida !!!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: asalves em Julho 15, 2018, 01:17:33 pm
Sinceramente para mim não me faz sentido numa marinha como a nossa ter 2 navios, quando se pode ter 1 a fazer as 2 funções alternadamente.

Contudo duvido que os políticos queiram meter-se em mais uma aventura de rever projectos e compras e afins.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 15, 2018, 01:35:02 pm
Sinceramente para mim não me faz sentido numa marinha como a nossa ter 2 navios, quando se pode ter 1 a fazer as 2 funções alternadamente.

Contudo duvido que os políticos queiram meter-se em mais uma aventura de rever projectos e compras e afins.

Eu sou de opinião oposta acho que deveriamos ter dois navios dedicados em exclusivo ás suas missões, penso o mesmo sobre fragatas multipurpose, acabam por não ser dedicadas a nenhuma missão e a querer executar todas !

Em termos de guarnições pelo que tenho visto consegue-se ter um NPL com cerca de 80 elementos, e, AOR sensivelmente com guarnição igual se não menor.
Ora se o Bérrio tem cerca de 70 já está garantida uma guarnição, a do NPL, como já expus há umas centenas de posts atrás quando com contas de merceeiro demonstrei que a MdG com esses dois Navios, 05 Fragatas, 02 Subs, 06, NPO's, 05 LFC's, 09 lanchas, 03 hidrográficos e dois veleiros, O sagres e o Creoula, não excedia em guarnições os 1800, ou seja cerca de 50 mais do que agora necessita, mas como não sou eu que decido, apenas sirvo para pagar impostos e ser roubado, para mim é como eles quiserem, eu cá estarei para ajudar a pagar a factura.

Abraços 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Ramos em Julho 15, 2018, 02:55:33 pm
Tenente, é bem verdade que o “sonho comanda a vida”, E pelos vistos, neste particular, resta-nos continuar a sonhar, porque tudo o que se “escuta” por aí é apenas ruido. Mas enfim, estamos em Portugal, dizer o quê?
Sobre o que comenta a propósito de preferir ter navios dedicados em vez de navios polivalentes, em resposta ao que escreveu o asalves – a Armada anda a discutir há 15 anos a aquisição de um navio polivalente e a substituição do AOR. Em 15 anos já mudaram de diapasão para aí uma meia dúzia de vezes sobre as respectivas prioridades. E o que é factual é que, mais uns anos, e o Berrio nem a barra do Tejo sai, a não ser com mar chão.
Prefiro ter um navio polivalente, de preferência NOVO, que seja simultaneamente AOR e LSS, e que nos permita transportar uma companhia de fuzos, quando necessário, do que continuar nesta lengalenga em que nem os principais interessados parecem saber o que querem, e se revelam incapazes de definir prioridades. Existirão porventura outras opções melhores, mas do que vi até agora, em termos de capacidades, custo de construção, dimensões, tripulação, o Damen 19000 parece-me uma aposta bastante equilibrada.

 ;) E, já agora, 120 milhões são para aí umas 7 prestações de 20 milhões – as 6 normais mais uma a título de juros – 7 anitos a pagar um navio que não me parece, de todo, uma má opção para a nossa Marinha.

Mas isto sou eu a sonhar! :dormir:

Cumprimentos,
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Julho 16, 2018, 09:59:25 am
Mesmo depois do abate da maior parte das corvetas e dos cacine continuamos com deficit de guarnições. Por isso a eventual desactivação do Bérrio não garante homens para um futuro AOR, ao qual teríamos que juntar  mais gente para um NAVPOL, caso se optasse por dois navios à parte. A não ser que com o tal PIB nos 2% em termos de defesa exista dinheiro para não só os navios mas um aumento de efectivos (novamente a Damen tb tem para todos os gostos)...  :P ;D

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Enforcer/Enforcer-LPD-8000/Damen_Landin_Platform_Dock_8000.jpg?h=767&la=en&w=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Enforcer/Enforcer-LPD-8000/3D-render/Damen_Enforcer_8000.png?mw=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-20000/Top-image/Logistic_Support_Vessel_Replenisher_20000.jpg?h=767&la=en&w=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-20000/3D-render/Damen_LSV_Replenisher_20000.png?mw=1300)

Cumprimentos

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Julho 16, 2018, 10:17:02 am
Mesmo depois do abate da maior parte das corvetas e dos cacine continuamos com deficit de guarnições. Por isso a eventual desactivação do Bérrio não garante homens para um futuro AOR, ao qual teríamos que juntar  mais gente para um NAVPOL, caso se optasse por dois navios à parte. A não ser que com o tal PIB nos 2% em termos de defesa exista dinheiro para não só os navios mas um aumento de efectivos (novamente a Damen tb tem para todos os gostos)...  :P ;D



Cumprimentos

Esqueçam os 2% do PIB, pois tal não vai acontecer, no máximo vamos atingir em 2024, 1,66% do PIB. Pelo que me venho a perceber, as despesas com os incendios, mais cedo ou mais tarde vão para o Ministério da defesa, por isso, não sobrará muito dinheiro para brinquedos novos. Só nos resta esperar pelo mercado de segunda mão.

Além de que o António Costa já veio dizer que só se iria comprar estes equipamentos que se fala se houver apoio europeu, caso contrário não se irão comprar.

Neste momento o governo apenas tem um único objectivo, déficite 0%, com a correspondente ida do ministro das finanças para a UE. Sendo assim nos proximos anos a politica é se puder empurrar o investimento para a frente muito bem, se não deixa ver se conseguimos sacar dinheiro da UE.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Julho 16, 2018, 10:21:29 am
Curioso por saber onde foram buscar o valor de 80M para um AOR
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Julho 26, 2018, 03:00:43 pm
Curioso por saber onde foram buscar o valor de 80M para um AOR

Serão notas do Monopólio?  :jok: :nice:

(https://scontent-sea1-1.cdninstagram.com/vp/49ac90243bcdc3a14237eb7f3f8c2d63/5BF46AE8/t51.2885-15/e35/29415313_1416682381770916_8302974340756930560_n.jpg?ig_cache_key=MTc0OTM5NTM4NDg4MjI3NjAyNg%3D%3D.2)
Citar
Ponte do NRP Bérrio, único Reabastecedor de Esquadra da Marinha Portuguesa, lançado à água há 50 anos e com 25 feitos ao serviço de Portugal.
(https://scontent-sea1-1.cdninstagram.com/vp/09b4a958a9167771542cc6bfcded8d37/5C0EA27D/t51.2885-15/e35/29716343_183050445821775_3617749273812140032_n.jpg?ig_cache_key=MTc0OTM5NDA2NDQzMTYwMDcwNA%3D%3D.2)
Citar
Casa das máquinas do NRP Bérrio, o único Reabastecedor de Esquadra da Marinha Portuguesa, lançado à água há 50 anos e com 25 feitos ao serviço de Portugal (foto www.operacional.pt Miguel Silva Machado @mglsmachado ).

https://www.picoku.net/tag/forcasarmadasportuguesas (https://www.picoku.net/tag/forcasarmadasportuguesas)

Saudações 8) ;)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 26, 2018, 03:08:05 pm
Se o Mr Magoo se decidir a comprar um dos Wave ingleses, ai sim . Mandem-me um fax....
 :P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Francisco Ferreira em Julho 26, 2018, 03:25:03 pm
Sinceramente para mim não me faz sentido numa marinha como a nossa ter 2 navios, quando se pode ter 1 a fazer as 2 funções alternadamente.

Contudo duvido que os políticos queiram meter-se em mais uma aventura de rever projectos e compras e afins.

São 2 navios diferentes com distintas capacidades e funções principais!

Precisamos de um AOR com urgência, se possível no mercado de 2ª mão.

Precisamos tb de um NPL para serviço militar e civil (em situações de emergência), para o qual até já temos projecto nacional...!

Cumprimentos

               Francisco Ferreira
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 26, 2018, 04:57:27 pm
Sinceramente para mim não me faz sentido numa marinha como a nossa ter 2 navios, quando se pode ter 1 a fazer as 2 funções alternadamente.

Contudo duvido que os políticos queiram meter-se em mais uma aventura de rever projectos e compras e afins.

São 2 navios diferentes com distintas capacidades e funções principais!

Precisamos de um AOR com urgência, se possível no mercado de 2ª mão.

Precisamos tb de um NPL para serviço militar e civil (em situações de emergência), para o qual até já temos projecto nacional...!

Cumprimentos

               Francisco Ferreira

Já somos dois !

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: asalves em Julho 26, 2018, 05:28:36 pm
Sinceramente para mim não me faz sentido numa marinha como a nossa ter 2 navios, quando se pode ter 1 a fazer as 2 funções alternadamente.

Contudo duvido que os políticos queiram meter-se em mais uma aventura de rever projectos e compras e afins.

São 2 navios diferentes com distintas capacidades e funções principais!

Precisamos de um AOR com urgência, se possível no mercado de 2ª mão.

Precisamos tb de um NPL para serviço militar e civil (em situações de emergência), para o qual até já temos projecto nacional...!

Cumprimentos

               Francisco Ferreira

Eu compreendo que 2 em 1 implica limitações ao nível das capacidades e especialização. E concordo que um AOR é estritamente necessário.

Tb sou da opinião NPL dá muito jeito em diversas situações tanto militares como e principalmente civis.

Contudo vamos pensar que estamos em Portugal, um País sem dinheiro e com umas forças armadas que principalmente servem para cumprir obrigações internacionais, e prestar auxilio a população em ultimo caso.

Ora um NLP na sua maioria das vezes em Portugal vai fazer o k? treinamento, transportar ajuda humanitária para costa Africana, algum patrulhamento e com sorte vai acabar por andar a consertar bóias. Ora o que eu acho é que não temo missões suficientes para um NLP cumprir a sua verdadeira função. Dai que acho que um 2em1 AOR/NLP (algo tipo https://en.wikipedia.org/wiki/Joint_Support_Ship (https://en.wikipedia.org/wiki/Joint_Support_Ship)) seria o ideal, em que grande parte das vezes servia de AOR e quando fosse preciso tinha a função de NLP.

Com um navio deste de certeza que ia estar sempre em missão, a opinião publica ia facilmente aceitar, e o PM podia dar a desculpa que o navio servia para apagar fogos nas ilhas.  ;D ;D
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 26, 2018, 07:47:17 pm
Que eu saiba. o projecto do NPL Lusitano, classe Adamastor, não tem valências como reabastecedor.

Para alterar o projecto vai ser necessário, tempo, mais tempo para as alterações a implementar na Embarcação, que irá atrasar ainda mais a construção/conclusão da mesma e, mais grave, encarecer os custos do NPL.

Para uma Nação de parcos recursos alocados ás FFAA, como a nossa não nos podemos dar ao luxo de atrasar a oportunidade que nos foi agora dada, a ser verdade a sua concretização, refiro-me ao comunicado do PM quanto á aquisição dos seis NPO's e do NPL,  querendo agora alterar as características do NavPol, para poder efectuar RAS, até porque, a substituição do NRP Bérrio está assegurada, fora deste lote de futuras construções, seja ela por um Navio a construir, o que não acredito, ou por um em 2ª Mão.

https://www.globalsecurity.org/military/world/europe/navpol.htm

https://barcoavista.blogspot.com/search?q=npl

https://pt.wikipedia.org/wiki/Navio_Polivalente_Log%C3%ADstico

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/OrR11E.jpg) (https://imageshack.com/i/pmOrR11Ej)

https://pt.wikipedia.org/wiki/Classe_Galicia

Como foi anunciada a construção de mais seis NPO's, vamos ter Navios de Patrulha Oceânica de sobra, para todo o tipo de missões que podem abranger os combates aos incêndios, como os arranjos das Boias. ;) ;)

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: asalves em Julho 26, 2018, 08:48:24 pm
Que eu saiba. o projecto do NPL Lusitano, classe Adamastor, não tem valências como reabastecedor.

Para alterar o projecto vai ser necessário, tempo, mais tempo para as alterações a implementar na Embarcação, que irá atrasar ainda mais a construção/conclusão da mesma e, mais grave, encarecer os custos do NPL.

Para uma Nação de parcos recursos alocados ás FFAA, como a nossa não nos podemos dar ao luxo de atrasar a oportunidade que nos foi agora dada, a ser verdade a sua concretização, refiro-me ao comunicado do PM quanto á aquisição dos seis NPO's e do NPL,  querendo agora alterar as características do NavPol, para poder efectuar RAS, até porque, a substituição do NRP Bérrio está assegurada, fora deste lote de futuras construções, seja ela por um Navio a construir, o que não acredito, ou por um em 2ª Mão.

https://www.globalsecurity.org/military/world/europe/navpol.htm

https://barcoavista.blogspot.com/search?q=npl

https://pt.wikipedia.org/wiki/Navio_Polivalente_Log%C3%ADstico

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/OrR11E.jpg) (https://imageshack.com/i/pmOrR11Ej)

https://pt.wikipedia.org/wiki/Classe_Galicia

Como foi anunciada a construção de mais seis NPO's, vamos ter Navios de Patrulha Oceânica de sobra, para todo o tipo de missões que podem abranger os combates aos incêndios, como os arranjos das Boias. ;) ;)

Abraços

Sim sei disso é concordo consigo. E como estamos na tugalandia quanto menos complicação melhor.

Mas já vi por aqui uns projectos da Damen que parecem interessantes e acho que nem tem estaleiros, e andam dentro media €€ do navpol, com o talento do PM a negociar  ;D até davam para ser construídos nos estaleiros de Viana.

Mas até com o navpol ficava satisfeito   :G-beer2:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Julho 27, 2018, 12:28:36 am
Mas com JSS na ordem dos 120 milhões produzidos novos pela Damen, porque continua-se a falar de abastecedor e LPD?

https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel (https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic_Support_Vessel.jpg?h=767&la=en&w=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_LSV_Supporter_19000.png?mw=1300)

Citar
CAPABILITIES
- Replenishment at sea with solids and liquids;
- Conduct vertical replenishment operations and helicopter in-flight refueling;
- Medical facilities for role 1 or 2 medical service.

MISSIONS
- Support of the Naval fleet;
- Search and rescue operations;
- Humanitarian operations.

FEATURES
- Helicopter deck and grid;
- Hangar for 2 medium sized helicopters;
- Panoramic enclosed bridge;
- Heavy duty crane and container stowage positions;
- Double hull protection, including ammo stores and engine rooms;
- Redundant and separate propulsion plant.

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel_Supporter_19000.png?mw=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel_19000.png?mw=1300)

Saudações

Mais uns dados do Logistic Support Vessel Supporter 19000 da Damen:

GENERAL
Yard reference FP4220
Basic functions:
Logistics and support capabilities (RAS, RO-RO, Ship-to-Shore transfer and LO-LO), Search and rescue, Humanitarian Aid and disaster relief, oil pollution preparedness and protection of trade routes.
Classification :
DNV Naval Support

DIMENSIONS
Length o.a. 175.20 m
Beam mld. 24.80 m
Depth no.1 deck 17.20 m
Draught 7.80 m
Displacement full load 18.800 tonnes

PERFORMANCE
Speed 20 knots sustained
Range at 16 knots 10.000 nm
Endurance 30+ days at sea

PROPULSION SYSTEM
Propulsion system Diesel-Hybrid (Diesel direct + PTI/PTO)
Propulsion engines Diesel engines + Electrical motor
Propulsion power 18.000 kW
Propellers 2 x CPP
Bow thrusters 2 x 1000 kW
Stern thruster 1 x 1000 kW

AUXILIARY SYSTEMS
Diesel generator 4 x 1600 kW
Emergency diesel generator 1 x 750 kW

COMPLEMENT
Crew 86
Enlisted/conscripts 76
Injured (hospital) 44

MEDICAL FACILITIES
The medical complex consists of: triage room, trauma room, operating room, intensive care, high and low dependency ward, dentist, consulting room etc.

TRANSPORT CAPACITY
Flight deck 1 x spots medium size helicopter, Suitable for heavy helicopter landing
Hangar 2 x medium size helicopter
Ship-to-Shore transfer Sea state 3-4
Davits 2 x LCM in davit (option)
Flight deck 675 m²
RoRo space 500 lane meters
Container cap. 40 TEU
F76 (Cargo) 4500 t
F44 (Cargo) 425 t
Ship Stores 330 m2
Cargo Stores 520 m²
Ammo Stores 260 m2

EQUIPMENT
2 x Modular Unrep Mast for Replenishment at Sea
Stern ramp 35 t
Side ramp 35 t
Cargo/Ammo elevator 25 t
Deck crane 25 t
RO unit(s)

WEAPON & SENSOR SUITE
4 x Remote controlled .50 machine guns (Prepared for) 2 x Small missile launcher (Prepared for), Surveillance radar / Electro optical fire control, Combat management system, CIC, Integrated internal & external communication system.

NAUTICAL EQUIPMENT
Extensive navigational equipment, GMDSS, echo sounder, power- and ship’s management system with integrated ECDIS.

https://www.damen.com/en/markets/defence-and-security

Cumprimentos,

O Sonho comanda a vida !!!

Abraços


Pois ...   esse menino tem quase o dobro do deslocamento do NRP Bério

Em vez de 1 navio faz tudo de 19 000 tons eu preferia 2 especializados  e na ordem das 8/9 mil tons
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Julho 27, 2018, 12:56:52 am
um reabastecedor é imprescindível para manter as fragatas no mar - missão fundamental da Marinha,,,
e pode-se comprar um bom em segunda mão a preços razoáveis - como os Classe Wave...
um NPL não é imprescindível e será muito mais caro...
dado que não há dinheiro, a conversa do primeiro-ministro sobre o NPL é  PURA MENTIRA...
pelo que é melhor a Marinha se concentrar em deitar a mão num reabastecedor e esperar que os astros se alinhem todos harmoniosamente para que a compra se faça...
 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Julho 27, 2018, 10:44:42 am
Quando os Holandeses quiseram vender o JSS Karel Dorman (por lá acabou por substituir dois navios:  o HNLMS Zuiderkruis e o HNLMS Amsterdam ), ainda na doca para poupar 300 milhões (" are going to sell off their Karel Doorman JSS ship in order to save 300+ million euros "), não quiseram, agora já o Abastecedor é imprescindível e o Navpol necessário (no inicio da década o Bérrio só estava nos Quarenta e poucos anos e não tínhamos catástrofes  ::) ) . 333 milhões é por norma o orçamento do estado para Fundações e afins, sendo que a maioria delas, ainda não se percebeu bem o que fazem pelo pais. Enfim é a nação que temos (e que possivelmente vai pagar o mesmo valor por um AOR e um NAVPOL).  8) ;) ...

https://www.shephardmedia.com/news/defence-notes/dutch-mod-announces-sale-joint-support-ship/ (https://www.shephardmedia.com/news/defence-notes/dutch-mod-announces-sale-joint-support-ship/) 
Citar
The 2014 Dutch government budget, released on 17 September, announced €348 million in savings on top
 

https://www.globalsecurity.org/military/world/europe/hnlms-karel-doorman-jss.htm (https://www.globalsecurity.org/military/world/europe/hnlms-karel-doorman-jss.htm)

Citar
Even before the Joint Support Ship arrived in the Netherlands for the demolition, it was rumored that the Karel Doorman would be sold. The navy had to cut back again. On September 17, 2013, the Minister of Defense Hennis, "In the interests of the Netherlands" memorandum, stated that, after completion, the JSS had to be sold immediately.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F3.bp.blogspot.com%2F-HLvs0KXYw3I%2FUh8baUDMYCI%2FAAAAAAAACYk%2FgLs9Xcmk5eA%2Fs1600%2FJSS%2Bdetails.bmp&hash=3dc0adfc4c6850bc1c78c7ab69387c34)

(https://img.scoop.it/rnnWdApcGUsqLA1dNvQFrzl72eJkfbmt4t8yenImKBVvK0kTmF0xjctABnaLJIm9)

Saudações
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 27, 2018, 12:49:19 pm
Mas com JSS na ordem dos 120 milhões produzidos novos pela Damen, porque continua-se a falar de abastecedor e LPD?

https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel (https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic_Support_Vessel.jpg?h=767&la=en&w=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_LSV_Supporter_19000.png?mw=1300)

Citar
CAPABILITIES
- Replenishment at sea with solids and liquids;
- Conduct vertical replenishment operations and helicopter in-flight refueling;
- Medical facilities for role 1 or 2 medical service.

MISSIONS
- Support of the Naval fleet;
- Search and rescue operations;
- Humanitarian operations.

FEATURES
- Helicopter deck and grid;
- Hangar for 2 medium sized helicopters;
- Panoramic enclosed bridge;
- Heavy duty crane and container stowage positions;
- Double hull protection, including ammo stores and engine rooms;
- Redundant and separate propulsion plant.

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel_Supporter_19000.png?mw=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Supporter-19000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel_19000.png?mw=1300)

Saudações

Mais uns dados do Logistic Support Vessel Supporter 19000 da Damen:

GENERAL
Yard reference FP4220
Basic functions:
Logistics and support capabilities (RAS, RO-RO, Ship-to-Shore transfer and LO-LO), Search and rescue, Humanitarian Aid and disaster relief, oil pollution preparedness and protection of trade routes.
Classification :
DNV Naval Support

DIMENSIONS
Length o.a. 175.20 m
Beam mld. 24.80 m
Depth no.1 deck 17.20 m
Draught 7.80 m
Displacement full load 18.800 tonnes

PERFORMANCE
Speed 20 knots sustained
Range at 16 knots 10.000 nm
Endurance 30+ days at sea

PROPULSION SYSTEM
Propulsion system Diesel-Hybrid (Diesel direct + PTI/PTO)
Propulsion engines Diesel engines + Electrical motor
Propulsion power 18.000 kW
Propellers 2 x CPP
Bow thrusters 2 x 1000 kW
Stern thruster 1 x 1000 kW

AUXILIARY SYSTEMS
Diesel generator 4 x 1600 kW
Emergency diesel generator 1 x 750 kW

COMPLEMENT
Crew 86
Enlisted/conscripts 76
Injured (hospital) 44

MEDICAL FACILITIES
The medical complex consists of: triage room, trauma room, operating room, intensive care, high and low dependency ward, dentist, consulting room etc.

TRANSPORT CAPACITY
Flight deck 1 x spots medium size helicopter, Suitable for heavy helicopter landing
Hangar 2 x medium size helicopter
Ship-to-Shore transfer Sea state 3-4
Davits 2 x LCM in davit (option)
Flight deck 675 m²
RoRo space 500 lane meters
Container cap. 40 TEU
F76 (Cargo) 4500 t
F44 (Cargo) 425 t
Ship Stores 330 m2
Cargo Stores 520 m²
Ammo Stores 260 m2

EQUIPMENT
2 x Modular Unrep Mast for Replenishment at Sea
Stern ramp 35 t
Side ramp 35 t
Cargo/Ammo elevator 25 t
Deck crane 25 t
RO unit(s)

WEAPON & SENSOR SUITE
4 x Remote controlled .50 machine guns (Prepared for) 2 x Small missile launcher (Prepared for), Surveillance radar / Electro optical fire control, Combat management system, CIC, Integrated internal & external communication system.

NAUTICAL EQUIPMENT
Extensive navigational equipment, GMDSS, echo sounder, power- and ship’s management system with integrated ECDIS.

https://www.damen.com/en/markets/defence-and-security

Cumprimentos,

O Sonho comanda a vida !!!

Abraços


Pois ...   esse menino tem quase o dobro do deslocamento do NRP Bério

Em vez de 1 navio faz tudo de 19 000 tons eu preferia 2 especializados  e na ordem das 8/9 mil tons

Eu também acho bem melhor, um AOR com cerca de 10 a 12.000 tons é mais que suficiente para os nossos gastos, e um NPL com cerca de 12.000 como o Galicia chega e sobra para os nossos efectivos !

Eu não acredito que se venha a adquirir um AOR NOVO, a MdG que veja mas é se arranja um AOR em 2ª Mão, porque se não for assim nunca mais arranjamos substituto para o Bérrio, então se de um dia para o outro temos dinheiro para mandar construir mais seis NPO's e um NPL, cerca de 500 milhões, estas alminhas Irresponsáveis, nem sequer pensaram que o que já deveria ter sido substituído era o reabastecedor da Frota, que já tem quase 50 anos ??

Mas que grande planeamento para aqui vai !

Este Reabastecedor até parece ser muito bom e bonito mas como é que é viável poder ser usado como NPL se só consegue transportar cerca de 1/2 FFZ, 76 elementos, e vamos gastar umas centenas de milhões, num AOR, com essa muito limitada, capacidade de transporte, quando por 60 milhões, o custo inflacionado, de um simples NPO, se podem transportar, além da guarnição, mais 67 elementos ???

Parece-me que a dupla utilização/capacidade deste tipo de AOR/NPL, afinal não é assim tão útil quanto isso, pelo menos é a minha opinião !!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Julho 27, 2018, 04:21:54 pm
E acima de tudo, precisamos de mais cascos, depois de décadas sucessivas em que sistematicamente perdemos cascos.
É também importante não esquecer que navios como um AOR ou um LPD, num contexto de missões internacionais, podem desempenhar muitas das tarefas actualmente desempenhadas por fragatas e a um custo inferior (motores mais económicos, guarnições menores, etc.). Basta olhar para a composição das múltiplas task forces NATO e UE para ver que há sempre AOR's e LPD's de países como Espanha, Italia ou RU. Era precisamente isto que um almirante da Marinha referiu numa entrevista a Jane's, que gerou inúmeros comentários jocosos aqui no fórum.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 28, 2018, 11:08:51 am
E acima de tudo, precisamos de mais cascos, depois de décadas sucessivas em que sistematicamente perdemos cascos.
É também importante não esquecer que navios como um AOR ou um LPD, num contexto de missões internacionais, podem desempenhar muitas das tarefas actualmente desempenhadas por fragatas e a um custo inferior (motores mais económicos, guarnições menores, etc.). Basta olhar para a composição das múltiplas task forces NATO e UE para ver que há sempre AOR's e LPD's de países como Espanha, Italia ou RU. Era precisamente isto que um almirante da Marinha referiu numa entrevista a Jane's, que gerou inúmeros comentários jocosos aqui no fórum.

Daí eu defender que alguns destes novos seis NPO's. a serem construídos, deveriam ser equipados com outro tipo de armamento, de preferência mais pesado e variado, sensores mais avançados, e, possibilidade de embarcar um heli orgânico, o que nos permitiria, empenhar estes NPO's  num espectro mais vasto de missões e, assim libertar as já poucas fragatas que possuímos, para as missões a que especificamente se destinam.

Os custos do emprego de um NPO musculado seriam cerca de metade dos que agora a  MdG tem de suportar ao empregar uma Fragata, só a nível de guarnição a diferença de custos, seria enorme !

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Julho 28, 2018, 07:01:35 pm
Com o PelBoard, a guarnição de uma fragata fica com cerca de 200 elementos. Com um NPO, tens 60 no máximo. Só em custos de pessoal é cerca de 1/3 de uma fragata. Se incluíres fuel e outras despesas, no contexto de uma missão internacional de baixa intensidade, o custo total do emprego de um NPO deve ficar entre os 25 e os 30 % face ao custo de uma fragata.

Se tivéssemos que efectuar outra Operação Crocodilo e na ausência de corvetas, o que é que enviaríamos? Três fragatas em vez de uma? Desconfio que enviaríamos duas fragatas e um NPO. Mas se os NPO tivessem sensores 'militares', uma peça de 76 e hangar, podíamos perfeitamente enviar dois NPO e uma fragata (mais AOR ou LPD).
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 28, 2018, 08:52:08 pm
Com o PelBoard, a guarnição de uma fragata fica com cerca de 200 elementos. Com um NPO, tens 60 no máximo. Só em custos de pessoal é cerca de 1/3 de uma fragata. Se incluíres fuel e outras despesas, no contexto de uma missão internacional de baixa intensidade, o custo total do emprego de um NPO deve ficar entre os 25 e os 30 % face ao custo de uma fragata.

Se tivéssemos que efectuar outra Operação Crocodilo e na ausência de corvetas, o que é que enviaríamos? Três fragatas em vez de uma? Desconfio que enviaríamos duas fragatas e um NPO. Mas se os NPO tivessem sensores 'militares', uma peça de 76 e hangar, podíamos perfeitamente enviar dois NPO e uma fragata (mais AOR ou LPD).

NVF de acordo com este PDF, que eu acho ser a melhor fonte de info sobre as características e não só dos nossos NPO's e que aqui deixo o link : https://www.academia.edu/11619336/NPO_Classe_Viana_do_Castelo_O_Navio_Patrulha_do_s%C3%A9c_XXI,
na página 36 podes ver que o Navio pode embarcar/alojar sem qq tipo de preparação uma guarnição até 67 elementos podendo embarcar no porão multiusos, mais 29 elementos.

Portanto, para mim, sem qq modificação a nível de alojamentos o NPO está apto a poder embarcar uma guarnição que é suficiente para operar um NPO mais musculado e com um heli orgânico, ou seja, se fossem feitas alterações a nivel de armamento, colocação de peça de maior calibre, adicionar um CIWS, ou um sistema de misseis superfície/AR e, com a construção de um hangar telescópico, teríamos um belo Navio combatente, made in Portugal, por um custo não muito elevado, e com custos de operação de 25 a 30% de uma Fragata, mas como quem decide não sou eu, o melhor é mesmo continuar a usar as Fragatas, pois temos muitas !!! 8) 8)

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 29, 2018, 02:41:59 pm
Para a questão de um MPO mais musculado e sem entrar em muitas maluquices:

1 peça de 76mm
2 x 2 Harpoon
1 celula 3 Exvls para essm
2 RWS 7.62 ou .50
1 sistema CIWS

(mais o hangar para o heli embarcado)

Já chegava e sobrava. Mas isto é a minha opinião.
 ;)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Julho 29, 2018, 06:21:17 pm
@tenente, quando mencionei uma guarnição com um máximo de 60 elementos, estava a referir-me a um cenário típico de empenhamento do NPO. Obviamente, não queria dizer situação de emergência mas, obviamente, (e passo a redundância) quando utilizei a palavra máximo expressei-me mal  ;)

De qualquer modo, obrigado pelo documento. Não conhecia e é muito bom. No entanto, discordo do autor naquilo que se refere à marinha de duplo-uso que, na minha modesta opinião, já não faz sentido nos dias de hoje e tem tido (e vai continuar a ter) o efeito de desviar a Armada da sua missão militar, porque é sempre mais fácil convencer os políticos e a população a gastar recursos em meios de emprego civil. Até nós aqui no FD caímos na esparrela.

@Stalker79 um CIWS como o SeaRAM e os seus RAM Block 2 tem uma alcance da ordem dos 20 km, ou seja da mesma ordem de grandeza dos Sea Sparrow. O que a meu ver dispensaria ESSM num navio da classe do NPO. A menos que a ideia seja mesmo colocar as peças do Yamato nesta classe  ;D
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 29, 2018, 06:43:57 pm
@tenente, quando mencionei uma guarnição com um máximo de 60 elementos, estava a referir-me a um cenário típico de empenhamento do NPO. Obviamente, não queria dizer situação de emergência mas, obviamente, (e passo a redundância) quando utilizei a palavra máximo expressei-me mal  ;)

De qualquer modo, obrigado pelo documento. Não conhecia e é muito bom. No entanto, discordo do autor naquilo que se refere à marinha de duplo-uso que, na minha modesta opinião, já não faz sentido nos dias de hoje e tem tido (e vai continuar a ter) o efeito de desviar a Armada da sua missão militar, porque é sempre mais fácil convencer os políticos e a população a gastar recursos em meios de emprego civil. Até nós aqui no FD caímos na esparrela.

@Stalker79 um CIWS como o SeaRAM e os seus RAM Block 2 tem uma alcance da ordem dos 20 km, ou seja da mesma ordem de grandeza dos Sea Sparrow. O que a meu ver dispensaria ESSM num navio da classe do NPO. A menos que a ideia seja mesmo colocar as peças do Yamato nesta classe  ;D

Não sabia que os RAM block 2 já tinham tal alcance. A primeira versão só ia até aos 9 km. O próprio sea sparrow só vai até aos 15 km se não estou enganado.
Sendo assim sim, um SeaRAM seria mais do que suficiente para defesa area de ponto e curto alcance.
As peças do Yamato é sempre uma questão a pensar...
 :G-Ok:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 29, 2018, 07:11:55 pm
@tenente, quando mencionei uma guarnição com um máximo de 60 elementos, estava a referir-me a um cenário típico de empenhamento do NPO. Obviamente, não queria dizer situação de emergência mas, obviamente, (e passo a redundância) quando utilizei a palavra máximo expressei-me mal  ;)

De qualquer modo, obrigado pelo documento. Não conhecia e é muito bom. No entanto, discordo do autor naquilo que se refere à marinha de duplo-uso que, na minha modesta opinião, já não faz sentido nos dias de hoje e tem tido (e vai continuar a ter) o efeito de desviar a Armada da sua missão militar, porque é sempre mais fácil convencer os políticos e a população a gastar recursos em meios de emprego civil. Até nós aqui no FD caímos na esparrela.

@Stalker79 um CIWS como o SeaRAM e os seus RAM Block 2 tem uma alcance da ordem dos 20 km, ou seja da mesma ordem de grandeza dos Sea Sparrow. O que a meu ver dispensaria ESSM num navio da classe do NPO. A menos que a ideia seja mesmo colocar as peças do Yamato nesta classe  ;D

NVF eu apenas mencionei o total da capacidade de alojamentos do Navio pois existe alguma divergência em várias publicações  acerca das características do Navio em especial ao numero máximo de pessoas que o Navio consegue alojar com e sem preparação, Porão multiusos, daí o ter mencionado nada mais.

Claro que concordo com a escolha do SeaRam Block II, por todos os motivos e mais um par de botas, em vez do SeaSparrow, os lançadores/casulos de 11 misseis chegavam e bem, para equipar os NPO's musculados, com um excelente CIWS.
Até esta foto nos mostra uma das posições ideais para colocação do SeaRam, por cima do Hangar,
(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/gf0vYV.jpg) (https://imageshack.com/i/plgf0vYVj)

a outra quanto a mim seria no deck onde se encontram os dois canhões de agua.
(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/MlZaai.jpg) (https://imageshack.com/i/plMlZaaij)

http://www.dote.osd.mil/pub/reports/FY2017/pdf/navy/2017ram.pdf

Epá, mas nós estamos a falar/escrever já há muitos posts do NPO, no tópico errado......... o que deveríamos estar a debater, ou, mandar papos, era sobre o AOR !!!!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Julho 29, 2018, 10:35:49 pm
Só para terminar com o parêntesis. O Sea Sparrow é cotado como tendo uma alcance entre os 15 e os 25 km, dependendo do perfil do alvo. O ESSM é cotado com um alcance de cerca de 50 km e o RAM original com um alcance de até 9 km, como mencionaste. O ESSM Block 2 estima-se que terá um alcance superior a 70 km e o RAM Block 2, segundo algumas fontes, terá um alcance máximo de 19 ou 20 km. Claro que há muitos factores em jogo, como o perfil de voo do alvo (altitude, velocidade, distância a que foi detectado pelos sensores do navio, etc.) e nunca saberemos os valores exactos porque é matéria classificada.

@tenente o RAM Block 2 é uma bomba. Quanto a mim, se colocássemos um lançador RAM clássico (21 mísseis) equipado com RAM Block 2 na posição B das VdG (à frente da ponte), mais uns ESSM Block 1 nos actuais lançadores Mk29 (8 mísseis), estas fragatas conseguiriam manter-se minimamente capazes em cenários de alta intensidade a um custo relativamente reduzido (cerca de 30 ou 35 milhões de USD por navio). Idealmente, um SMART-S Mk2, ou um NS100 (ambos da Thales) em cada uma das VdG e BA ajudaria e muito à festa.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Julho 29, 2018, 10:57:50 pm
falando de reabastecedor e NPL. o navio que está na Rocha do Conde de Óbidos a apodrecer à mais de um ano e que tem uma rampa na traseira não seria bom para transportar viaturas, nomeadamente para os Fuzileiros?...

e não é preciso comprar pois já foi confiscado pelo estado!...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Julho 30, 2018, 09:51:11 am
falando de reabastecedor e NPL. o navio que está na Rocha do Conde de Óbidos a apodrecer à mais de um ano e que tem uma rampa na traseira não seria bom para transportar viaturas, nomeadamente para os Fuzileiros?...

e não é preciso comprar pois já foi confiscado pelo estado!...

Como já aqui foi referido, Espanha opera um navio GÉMEO desse, o "camino espanol", mas para os nossos almirantes nada que seja abaixo de topo-de-gama presta!!!!

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.infodefensa.com%2Fes%2Fimages_cache%2F2017%2F03%2F23%2Fbuque-caminoespaaol-520.jpg&hash=0c156ddf3de92f9ce79dc5615a099efe)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F6%2F2%2F6%2F506626.jpg&hash=76c975553acef1633eab70a68dab3901)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.ejercito.mde.es%2FGalerias%2FImagenes%2FEjercitoTierra%2FNoticias%2F2016%2F02%2F4872_el_camino_espanol_varado.jpg&hash=1caebc89fbc88640831e022c86a2e339)
(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQUkYadrK2ZxRFfz21vIwKGvMiWb4sqoQvm9MgjjU-zABLdr38)
(https://static3.laverdad.es/www/pre2017/multimedia/noticias/201406/03/media/VF00H761.jpg)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Julho 30, 2018, 04:50:12 pm
Boa altura para dizer que os pobretanas dos Australianos até Ferry´s de transporte operaram. Tesos Pá :  :D ;)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F9%2F2%2F0%2F1424029.jpg&hash=cdc407b922189b3b2c5fe44bbe8d53a4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F1%2F6%2F2%2F261.jpg&hash=8a42ab8687c0e8591d6c87caeecb8b88)

Cumprimentos  8) :P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Julho 30, 2018, 08:33:16 pm
mais barato que de borla é difícil...
se calhar o navio com uma revisão e alguns meios de defesa até podia servir como navio logístico...
viaturas, mantimentos, contentores!...
podia não ser o ideal mas já daria para mover alguns homens e uma quantidade razoável de material...
e poderia estar disponível em relativamente pouco tempo...
e sairia infinitamente pais barato...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Agosto 05, 2018, 08:14:01 pm
será que já foi vendido o reabastecedor da class wave ?...

https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Wave_Ruler_(A390)

mais um bom negócio de ocasião que se perde?...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Agosto 05, 2018, 10:00:19 pm
será que já foi vendido o reabastecedor da class wave ?...

https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Wave_Ruler_(A390)

mais um bom negócio de ocasião que se perde?...


Que se saiba ainda não. A pagina ainda está lá.
É preciso é carregar nas outras opções, eu estou a olhar para a pagina agora mesmo.
Carregue nesta opção "Search for "RFA Wave Ruler (A390" in existing articles." e depois é o primeiro resultado.

https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Wave_Ruler_(A390)

 max1x1 ys7x9
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Agosto 05, 2018, 10:48:39 pm
Mas, estamos á espera de quê para falar com os bifes ???
O Navio novo ficou em 100 milhões de libras, e cá para mim por 60 milhões mas de euros, era bem comprado !

https://navaltoday.com/2018/06/05/royal-navy-offering-wave-class-tanker-to-brazil-media/

https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Wave_Ruler_(A390)

O navio tem quinze anos para os nossos padrões está como novo, o actual NRP Bérrio tinha 23 anos de serviço quando foi adquirido por nós !!

https://pt.wikipedia.org/wiki/NRP_B%C3%A9rrio_(1993)

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Agosto 05, 2018, 11:18:20 pm
e os almirantes sabem destas possibilidades de negócio / destas oportunidades?...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Agosto 06, 2018, 04:37:49 pm
Tenente, o Amsterdam quando foi vendido ao Peru foi por 50 milhões de dólares com CWIS e tudo.
Não me acredito que um Wave ficasse por mais de 30/40 milhões de € (sem os sistemas CWIS claro), era preciso é que houvesse vontade politica.
 :P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Agosto 06, 2018, 05:03:44 pm
O Amsterdam ainda hoje me está atravessado. Tinha o tamanho ideal para nós e uma excelente capacidade para transportar e operar helis. O único senão era a guarnição demasiado elevada.

Mas atenção que já tinha 19 anos quando foi vendido à Armada peruana (os Wave têm 15 anos de serviço) e foi vendido por 50 milhões de euros (não foram dólares). E os holandeses devem ter ficado contentes de se verem livres de um Goalkeeper, que é demasiado caro de operar e a sua fabricação foi descontinuada (só o que vão ganhar em serviços de manutenção à conta dos peruanos vai ser uma mina).
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Agosto 24, 2018, 10:23:55 am
Hyundai, esses coreanos que não valem nada!

Citar
Hyundai lays keel for New Zealand’s naval fleet tanker

Ridzwan Rahmat, Singapore - Jane's Navy International
14 August 2018

(https://www.janes.com/images/assets/377/82377/p1651622_main.jpg)
Computer generated imagery of the Royal New Zealand Navy's new fleet tanker, which was laid down by Hyundai Heavy Industries in August 2018. Source: Royal New Zealand Navy/Hyundai Heavy Industries

Key Points
Hyundai has laid down a 173 m fleet tanker on order for the Royal New Zealand Navy
Country is on track to receive the vessel, which will support global deployments of the New Zealand Defence Force, by 2020
South Korean shipbuilder Hyundai Heavy Industries (HHI) has laid down the fleet tanker on order for the Royal New Zealand Navy (RNZN).

Keel for the vessel, which will be in service as HMNZS Aotearoa (A 12) once commissioned, was laid down on 13 August at HHI’s facilities in Ulsan, the New Zealand Defence Force (NZDF) announced via an official social publishing platform on the same day. The tanker was acquired under a NZD493 million (USD323 million) contract announced in 2016.

Once completed, Aotearoa will displace 24,000 tonnes with an overall length of 166 m, an overall beam of 24.5 m, and a design draught of 8.5 m – making it the largest vessel to be operated by the RNZN. The tanker will incorporate an ‘axe bow’ design in its forward section for fuel efficiency, has a top speed of 16 kt, and a maximum range of 6,750 n miles.

The ship, which has been described by the NZDF as one that is “built specifically to address global requirements of the New Zealand Defence Force and government agencies for deployment from Antarctica to the Arabian Gulf”, will have liquid cargo capacity for 8,000 tonnes of diesel fuel, 1,550 tonnes of aviation fuel, and 250 tonnes of fresh water. Fuel for vessels can be delivered via two NATO-compliant replenishment-at-sea (RAS) masts, one each on the port and starboard sides.

Besides fuels and conventional cargo, the tanker can also accommodate up to 12 standardised 20 ft containers, four of which can contain dangerous goods such as ammunition. The ship will be equipped with a winterised crane that can lift to 25 tonnes.

https://www.janes.com/article/82377/hyundai-lays-keel-for-new-zealand-s-naval-fleet-tanker

Uma marinha que, recorde-se, possui DUAS fragatas.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.navyrecognition.com%2Fimages%2Fstories%2Fnews%2F2018%2Ffebruary%2FRoyal_New_Zealand_Navy_HMNZS_Aotearoa.jpg&hash=914c6fc85084e444aa1d7a520c47f353)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Viajante em Agosto 30, 2018, 11:37:47 am
Não é a minha área, mas.....

RFA Wave Ruler: sem tripulação e sem dinheiro para operar

(https://www.naval.com.br/blog/wp-content/uploads/2018/08/RFA-Wave-Ruler-1.jpg)

O site Save The Royal Navy divulgou em sua conta do Twitter NavyLookout fotos do navio-tanque RFA Wave Ruler após reforma no estaleiro Cammell Laird.

Segundo o site britânico, “o navio encontra-se atracado no Royal Seaforth Dock, Merseyside, em bom estado, mas infelizmente, parado devido à falta de mão-de-obra e dinheiro, com rumores de potencial venda para o Brasil.”

Em 1 de junho de 2018, o jornalista Roberto Lopes noticiou com exclusividade no Poder Naval que a Marinha Real Britânica comunicou à Marinha do Brasil (MB) que se prepara para disponibilizar, no próximo ano, um dos seus dois navios-tanque da classe ” Wave” (RFA Wave Knight e RFA Wave Ruler) – unidades relativamente novas (apenas 15 anos de uso), de 196,5 m de comprimento, 31.500 toneladas de deslocamento carregado, e ampla capacidade de apoiar diferentes tipos de operações navais.

De acordo com uma fonte do Poder Naval no Ministério da Defesa, esse é o procedimento normal dos ingleses: eles primeiro investigam se a Marinha da “nação amiga” mostra interesse na embarcação a ser desativada; em caso afirmativo, formalizam a oferta do navio.

O Ministério da Defesa britânico diz que “não tem planos de vender os navios da classe Wave a uma nação estrangeira e não houve tais discussões com o governo brasileiro”.

Mas o mesmo foi dito quando foi ventilada pela primeira vez a possibilidade de venda do HMS Ocean.

Os navios da classe “Wave” custaram pouco mais de 100 milhões de libras esterlinas cada um, mas o preço de transferência ainda não foi definido.

(https://www.naval.com.br/blog/wp-content/uploads/2018/08/Alte-Gast%C3%A3o-Motta.jpg)

Atualmente, a Força de Superfície da Marinha do Brasil depende de apenas um navio-tanque, o Almirante Gastão Motta (G23), um navio de 135 m de comprimento, 19 m de largura e 10.320 toneladas de deslocamento (carregado), operado por 121 tripulantes.

A Marinha tem, há vários anos, interesse em uma moderna unidade de Apoio Logístico, com deslocamento na faixa das 24 mil toneladas. A possível oferta inglesa daria um grande reforço nessa área vital.

Os classe “Wave” carregam até 16.500 m3 de diesel (equivalentes a 15 mil toneladas), 3.000 m3 de combustível de aviação, óleo lubrificante e água e 500 m3 de carga seca. Pode levar também até 8 contêineres refrigerados de 20 pés.

Equipamentos de osmose reversa instalados a bordo garantem a produção de 100 m3 de água potável ao dia.

    RFA Wave Ruler in good condition after recent @CammellLaird refit but sadly laid up in Royal Seaforth Dock, Merseyside due to cash & manpower shortages with rumours of potential sale to Brazil

    Great photos by @Frisia_Bonnpic.twitter.com/uvEc8Gr3Vv

    — NavyLookout (@NavyLookout) August 27, 2018

(https://www.naval.com.br/blog/wp-content/uploads/2018/08/RFA-Wave-Ruler-2.jpg)

(https://www.naval.com.br/blog/wp-content/uploads/2018/08/RFA-Wave-Ruler-3.jpg)

https://www.naval.com.br/blog/2018/08/29/rfa-wave-ruler-sem-tripulacao-e-sem-dinheiro-para-operar/
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: asalves em Agosto 30, 2018, 12:51:26 pm
É impressão minha ou as Forças armadas do Uk qualquer dia parecem com as Alemães ou as tugas??  :P :P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Agosto 30, 2018, 01:26:26 pm
É impressão minha ou as Forças armadas do Uk qualquer dia parecem com as Alemães ou as tugas??  :P :P

O dinheiro tem ido todo para as guerras, que tem vindo a travar e como tal o dinheiro não chega para tudo.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Agosto 30, 2018, 01:28:30 pm
Não é a minha área, mas.....



O mais certo é o Brasil comprar.

Pelo que sei, nos próximos anos além deste navio devem ser vendidas ao Brasil mais umas quantas fragatas.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Agosto 31, 2018, 01:54:05 pm
É impressão minha ou as Forças armadas do Uk qualquer dia parecem com as Alemães ou as tugas??  :P :P

O dinheiro tem ido todo para as guerras, que tem vindo a travar e como tal o dinheiro não chega para tudo.

Juntando 2 Porta-Aviões, respectivos F35, Merlim AEW mais submarinos e aqueles Contra-Torpedeiros que só funcionam quando está frio, certamente que tudo somado também pesa na agenda dos gastos. Basta ver o valor de cada um destes meios e a necessidade de pagar o que está a ser fabricado e encomendado (daí as vendas). Mas o pior é que após a saída de serviço do harpoon ao que parece vai de fisga (um de muitos problemas, a começar na manutenção dos meios existentes)... ;D ;)

https://www.savetheroyalnavy.org/failure-to-replace-the-harpoon-anti-ship-missile-would-be-inexcusable/ (https://www.savetheroyalnavy.org/failure-to-replace-the-harpoon-anti-ship-missile-would-be-inexcusable/)

Citar
Failure to replace the Harpoon anti-ship missile would be inexcusable
The Royal Navy’s sole heavyweight anti-ship missile, Harpoon (Block 1C) is semi obselete and at present there is no plan or funding for a replacement. Recently HMS Duncan, Richmond and Sutherland escorted Russian warships close to the UK. In photos showing these warships at work, the 8 Harpoon missile canisters were plainly visible. Although nearly obsolete, the missiles purpose is clear and their availability reassuring. When the RN is called on to meet Russian vessels, their hitting power will be nothing but a single 4.5” gun. This state of affairs is unacceptable, dangerous and risks making the navy a laughing-stock.

*Harpoon Out of Service Date was extended until 2023 as an interim measure in 2017

Since navies have been in existence, a prime purpose of a warship is to fight and sink other warships. Surface to surface warfare is core business for the RN and indeed, pretty much any navy. Reliant on nothing but old-fashioned guns or light helicopter-mounted missiles, the RN’s frigates and destroyers will be at a huge disadvantage. Many third world navies will have more anti-ship capability than the RN. Highly effective modern missiles can be bolted onto even quite small or elderly vessels and pose a serious threat.

(https://www.savetheroyalnavy.org/wp-content/uploads/2016/12/NSM-1014x487.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Agosto 31, 2018, 05:15:46 pm
Não te esqueças dos futuros SSBN. Ui,ui aí é que vão ser elas, vão vender o que puderem para financiar o programa.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Setembro 18, 2018, 01:33:28 pm
Pode ser que nos vendam a preço de "loja do chinês"  ;D ::)

https://www.janes.com/article/82926/chinese-navy-decommissions-fleet-replenishment-ship
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Novembro 11, 2018, 10:29:58 am
(https://www.navyrecognition.com/images/stories/news/2018/November/IndoDefence_2018_BMC_Shipyard_Shocases_Latest_Tanker_for_TNI_AL_2.jpg)

Até os indonésios já constroem reabastecedores...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Novembro 11, 2018, 03:59:47 pm
(https://www.navyrecognition.com/images/stories/news/2018/November/IndoDefence_2018_BMC_Shipyard_Shocases_Latest_Tanker_for_TNI_AL_2.jpg)
Até os indonésios já constroem reabastecedores...

Por cá o que importa é progressões na carreira, ser promovido por anos de serviço e não por mérito! O resto que se foda!
Eles ( chefias militares)  não se importavam de ser todos promovidos a Almirantes comandantes de um zebro!
A culpa é em grande parte deles!
Foram infestados pelo virus do funcionalismo público!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Novembro 11, 2018, 04:21:52 pm
E nāo foi sempre assim? Pelos menos desde meados do século XIX.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Luso em Novembro 12, 2018, 09:32:15 am
E nāo foi sempre assim? Pelos menos desde meados do século XIX.

Desde o começo do Liberalismo / Constituição.
Desde então Portugal passou  afazer parte da "rede", e os países da "rede" apenas precisam de forças armadas para manter essa rede, não o país.
Dizia um caro forista que o CEMFA era o oficial de topo com mais "certificados de inteligência" (palavras minhas) das história das FA "nacionais". Eu sustento que não passa de um burocrata, com preocupações essencialmente burocráticas. Ou seja, tem o perfil adequado à manutenção da fachada a que aludo acima.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Novembro 12, 2018, 01:28:47 pm
(https://www.navyrecognition.com/images/stories/news/2018/November/IndoDefence_2018_BMC_Shipyard_Shocases_Latest_Tanker_for_TNI_AL_2.jpg)

Até os indonésios já constroem reabastecedores...

E o Paquistão

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.navyrecognition.com%2Fimages%2Fstories%2Fnews%2F2018%2Fmarch%2FPakistan_Navy_fleet_tanker_PNS_Moawin_conducts_first_sea_trial_in_Indian_ocean_925_001.jpg&hash=f1e34a5cbafbd512e82a92ae57374c3b)

http://www.navyrecognition.com/index.php/news/defence-news/2018/april-2018-navy-naval-defense-news/6145-pakistan-navy-fleet-tanker-pns-moawin-conducts-first-sea-trial-in-indian-ocean.html
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 14, 2018, 10:53:20 am
Indonésia e Paquistão, essas grandes potências navais...  ::)

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 14, 2018, 12:42:25 pm
Indonésia e Paquistão, essas grandes potências navais...  ::)

Por falar em Indonésia:

http://www.defesaaereanaval.com.br/damen-revela-sua-nova-fragata-omega-de-6-000-toneladas/?pdf=100000
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Novembro 14, 2018, 12:45:22 pm
Indonésia e Paquistão, essas grandes potências navais...  ::)

Por falar em Indonésia:

http://www.defesaaereanaval.com.br/damen-revela-sua-nova-fragata-omega-de-6-000-toneladas/?pdf=100000

ao pé de nós, a Indonésia é mesmo uma potência naval não tenho qq dúvida disso !!!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Novembro 16, 2018, 01:23:04 pm
Indonésia e Paquistão, essas grandes potências navais...  ::)

Por falar em Indonésia:

http://www.defesaaereanaval.com.br/damen-revela-sua-nova-fragata-omega-de-6-000-toneladas/?pdf=100000

ao pé de nós, a Indonésia é mesmo uma potência naval não tenho qq dúvida disso !!!

Abraços

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_active_Indonesian_Navy_ships
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Novembro 20, 2018, 06:55:36 pm
Parem por aí!
A Indonésia é um país constituído por 17 500 (dezassete mil e quinhentas ilhas)   e 250 milhões de Habitantes, É um país muito mais oceânico que nós!

Se formos contabilizar os Km de Costa por  Navio combatente, estão mais mal equipados que nós!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Novembro 20, 2018, 09:00:09 pm
Se calhar mais valia falar na Grécia, 10 milhões de habitantes, é mais à nossa escala. Mas mesmo assim tem centenas de ilhas, muitas encostadas à Turquia ;D.

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_islands_of_Greece

(https://www.tripsavvy.com/thmb/69NYR8jJKqiGqv3JI2IbEZ6SunM=/870x0/filters:no_upscale():max_bytes(150000):strip_icc():format(webp)/GettyImages-150355158-58fb8f803df78ca15947f4f7.jpg)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zawevo em Novembro 22, 2018, 05:08:47 pm
Parece que o reabastecedor vai ser "esquecido"
https://www.tsf.pt/economia/interior/governo-aprova-474-mil-milhoes-de-euros-para-modernizar-forcas-armadas-10221963.html
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: antoninho em Novembro 22, 2018, 06:24:51 pm
Citação no texto mencionado em cima :

"De acordo com a previsão de investimentos nos "novos projetos estruturantes", os seis NPO vão custar 352 milhões de euros (ME), os helicópteros de evacuação 53 ME, o equipamento de proteção individual do soldado 45 ME, o Navio Polivalente Logístico 300 ME, e o Navio Reabastecedor 150 ME.

Afinal não vai ser esquecido....

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Novembro 22, 2018, 06:33:10 pm
Citação no texto mencionado em cima :

"De acordo com a previsão de investimentos nos "novos projetos estruturantes", os seis NPO vão custar 352 milhões de euros (ME), os helicópteros de evacuação 53 ME, o equipamento de proteção individual do soldado 45 ME, o Navio Polivalente Logístico 300 ME, e o Navio Reabastecedor 150 ME.

Afinal não vai ser esquecido....

E pelo que me parece vai ser construído cá !!!
Já os 53 milhões para os seis helis de evacuação, são uma incógnita para mim, serão os aw169, ou mais aw119 ???

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Novembro 22, 2018, 07:37:26 pm
Parece que o reabastecedor vai ser "esquecido"
https://www.tsf.pt/economia/interior/governo-aprova-474-mil-milhoes-de-euros-para-modernizar-forcas-armadas-10221963.html

Quase, mas no fim do texto lá se lembraram dele e que vai custar 150 milhões.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Novembro 22, 2018, 07:38:47 pm
Citação no texto mencionado em cima :

"De acordo com a previsão de investimentos nos "novos projetos estruturantes", os seis NPO vão custar 352 milhões de euros (ME), os helicópteros de evacuação 53 ME, o equipamento de proteção individual do soldado 45 ME, o Navio Polivalente Logístico 300 ME, e o Navio Reabastecedor 150 ME.

Afinal não vai ser esquecido....

E pelo que me parece vai ser construído cá !!!
Já os 53 milhões para os seis helis de evacuação, são uma incógnita para mim, serão os aw169, ou mais aw119 ???

Abraços

Acho que essa verba é para pagar os AW119, penso que é o único helicóptero confirmado.

O AW169 chegou a ser falado pelo governo, Forças Armadas, etc? Não me lembro, concurso foi feito?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Novembro 22, 2018, 08:52:40 pm
Citação no texto mencionado em cima :

"De acordo com a previsão de investimentos nos "novos projetos estruturantes", os seis NPO vão custar 352 milhões de euros (ME), os helicópteros de evacuação 53 ME, o equipamento de proteção individual do soldado 45 ME, o Navio Polivalente Logístico 300 ME, e o Navio Reabastecedor 150 ME.

Afinal não vai ser esquecido....

E pelo que me parece vai ser construído cá !!!
Já os 53 milhões para os seis helis de evacuação, são uma incógnita para mim, serão os aw169, ou mais aw119 ???

Abraços

Parece que sim. Vai ser construído cá!
E pelos vistos já andam a aproveitar material do NRP Bérrio!

 :bang:
Agulhetas......

https://www.google.fr/amp/s/www.dn.pt/edicao-do-dia/22-nov-2018/interior/amp/marinha-investiga-desaparecimento-de-agulhetas-de-incendio-a-bordo-de-navio-10215814.html (https://www.google.fr/amp/s/www.dn.pt/edicao-do-dia/22-nov-2018/interior/amp/marinha-investiga-desaparecimento-de-agulhetas-de-incendio-a-bordo-de-navio-10215814.html)

Valha-me Deus e as almas Santas!! Alguém andou a vender o cobre das agulhetas na sucata.......
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Novembro 22, 2018, 08:58:00 pm
Citação no texto mencionado em cima :

"De acordo com a previsão de investimentos nos "novos projetos estruturantes", os seis NPO vão custar 352 milhões de euros (ME), os helicópteros de evacuação 53 ME, o equipamento de proteção individual do soldado 45 ME, o Navio Polivalente Logístico 300 ME, e o Navio Reabastecedor 150 ME.

Afinal não vai ser esquecido....

E pelo que me parece vai ser construído cá !!!
Já os 53 milhões para os seis helis de evacuação, são uma incógnita para mim, serão os aw169, ou mais aw119 ???

Abraços

Parece que sim. Vai ser construído cá!
E pelos vistos já andam a aproveitar material do NRP Bérrio!

 :bang:
Agulhetas......

https://www.google.fr/amp/s/www.dn.pt/edicao-do-dia/22-nov-2018/interior/amp/marinha-investiga-desaparecimento-de-agulhetas-de-incendio-a-bordo-de-navio-10215814.html (https://www.google.fr/amp/s/www.dn.pt/edicao-do-dia/22-nov-2018/interior/amp/marinha-investiga-desaparecimento-de-agulhetas-de-incendio-a-bordo-de-navio-10215814.html)

Valha-me Deus e as almas Santas!! Alguém andou a vender o cobre das agulhetas na sucata.......

Se a PJM for á feira da Ladra se calhar ainda as lá encontra. ;D ;D

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/DoOI15.jpg) (https://imageshack.com/i/poDoOI15j)

https://www.marinha.pt/pt/media-center/Noticias/Paginas/Desaparecimento-de-material.aspx

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Novembro 22, 2018, 09:14:36 pm
Mais importante que as Agulhetas.......
Li isto na na notícia:

Citar
O navio concluiu nesta quarta-feira o exercício, tendo fundeado à espera que a maré permita a sua entrada na base naval de Lisboa (Alfeite) quinta-feira.

É verdade isto?????
O Alfeite tem limitação de cotas até para os próprios navios da Marinha??????

Resolvam isso antes  de comprarem. NAVPOL  ou novo reabastecedor.

Em caso de urgência...... esperamos pela maré, Tá bonito!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Novembro 22, 2018, 10:26:34 pm
Se tem limitação de cotas draga-se. Isso de estar a espera da maré não tem cabimento nenhum.
  :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Crypter em Novembro 22, 2018, 11:38:05 pm
Chapem-me com os milhões num sitio que eu cá sei..
Entretanto o NRP SInes é nem mais nem menos que um belo navio de cruzeiros..  assim como o outro nPO que esta previsto para o inicio de 2019!

Haja necessidade para reduzir o défice para ver onde vão esses planos todos.

PS - Entretanto nem novidades sobre a substituta da G3. Ainda não deve ter sido inventada.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: HSMW em Novembro 23, 2018, 12:07:05 am
É só passar as eleições e vão ver...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Novembro 23, 2018, 09:28:43 am
É só passar as eleições e vão ver...

exactamente
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 23, 2018, 11:44:37 am
Se tem limitação de cotas draga-se. Isso de estar a espera da maré não tem cabimento nenhum.
  :-P

Mas salvo erro, e corrijam-me por favor se estiver enganado, por esta altura a dragagem do canal do Alfeite já era entretanto para ter sido efectuada. Ainda lá vi estarem a dragar há pouco tempo, porém creio que era apenas o acesso à doca seca do AA, talvez por causa da necessidade de lá colocar o Tridente o quanto antes.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Novembro 23, 2018, 06:53:19 pm
Muita esmola.

Os pobres estão desconfiados.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Novembro 24, 2018, 01:33:04 pm
Muita esmola.

Os pobres estão desconfiados.

Eu acredito tanto que vamos ter dez NPO's, como tenho a certeza que me vai sair o Euromilhões !!!!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Novembro 24, 2018, 02:58:58 pm
Citação no texto mencionado em cima :

"De acordo com a previsão de investimentos nos "novos projetos estruturantes", os seis NPO vão custar 352 milhões de euros (ME), os helicópteros de evacuação 53 ME, o equipamento de proteção individual do soldado 45 ME, o Navio Polivalente Logístico 300 ME, e o Navio Reabastecedor 150 ME.

Afinal não vai ser esquecido....

Deixa la ver se percebi. Os Holandeses pagaram 363 milhões pelo JSS Karel Dorman, nós ricos e brendados, vamos pagar 450 milhões por um LPD mais um abastecedor. Ena, cabecinhas pensadoras...  :mrgreen: :mrgreen: :-P 8)

https://en.wikipedia.org/wiki/HNLMS_Karel_Doorman_(A833) (https://en.wikipedia.org/wiki/HNLMS_Karel_Doorman_(A833))

Citar
Cost:   363 million euro (480 million USD)

(https://www.globalsecurity.org/military/world/europe/images/hmnls-karel-doorman-image06.jpg)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.fotoalfi.com%2Fbilder%2Fskip%2F2015%2F152025_karel-doorman.jpg&hash=0a6f29d5dd7fde642946ba0398c46a4a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.fotoalfi.com%2Fskip%2Fk%2Fkarel-doorman.html%23&hash=9b7502a4070f63ea1bac5de39d84f928)

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/1/1b/JSS_Karel_Doorman%2C_Hangar_%2815270909962%29.jpg/800px-JSS_Karel_Doorman%2C_Hangar_%2815270909962%29.jpg)

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/e/ec/JSS_Karel_Doorman_Rotterdam_5.jpg)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.navyrecognition.com%2Fimages%2Fstories%2Fnews%2F2015%2Fjune%2FUSMC_MV-22_Osprey_Royal_Netherlands_Navy_JSS_Karel_Doorman_1.jpg&hash=26c5fb5f3f281685a2b96240eb47b459)

(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSt6mICyNFkk3MyXs-N595jsd_iiVWnHJxwmJsafEAAVU1OtD6V)

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/8/83/JSS_Karel_Doorman_Rotterdam_4.jpg/800px-JSS_Karel_Doorman_Rotterdam_4.jpg)

(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTDNzMgxqnJsIkxl6PpDrNrp0_FcKYBZ3dRwIAqE8y7YCojEB4-)

(https://cdn1.defesaaereanaval.com.br/wp-content/uploads/2013/09/HrmsKarelDoormanA833.png)

Saudações
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 24, 2018, 04:17:16 pm
Cá para mim das duas uma, ou a Marinha manda fazer modificações ao desenho do NPL para poder cumprir com as duas funções, ou vai ter que comprar algo em segunda mão para uma das opções dos navios.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Novembro 24, 2018, 04:40:03 pm
 150 milhões € para o reabastecedor? A Espanha pagou há 10 anos 220 milhões pelo BAC Cantarbia.

 Os 2 reabastecedores da Marinha Australiana que estão a ser construídos pela Navantia em Espanha (iguais ao Cantabria) têm um custo unitário de 320 milhões.
https://navaltoday.com/2018/11/23/first-australian-supply-class-aor-launched-in-spain/

Reabastecedores por 150 milhões?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Novembro 24, 2018, 07:45:02 pm
Segundo entrevistas de responsáveis da Marinha (ver posts anteriores), o AOR tuga deve descolar 10,000 toneladas (cerca de metade dos espanhóis). A mão de obra portuguesa é mais barata que a espanhola e se houver inteligência para assinar um contrato com o estaleiro que cubra a construção do AOR, do LPD e dos NPO; se se adquirirem equipamentos comuns como motorização, geradores e sensores penso que sejam valores realistas. Se em cima de tudo isto vierem dinheiros europeus e do Ministério da Economia (apoio à industria, como fazem em Espanha) então ainda melhor.

@mafets o Karl Doorman ficou por mais de 400 milhões de euros e eles ainda vão construir mais um AOR. Para além do mais precisamos de cascos. O AOR norueguês (semelhante aos Tide mas mais pequeno) ficou por 160 milhões de euros. Os coreanos são tipos para nos venderem o projecto barato.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Novembro 24, 2018, 08:16:29 pm
Segundo entrevistas de responsáveis da Marinha (ver posts anteriores), o AOR tuga deve descolar 10,000 toneladas (cerca de metade dos espanhóis). A mão de obra portuguesa é mais barata que a espanhola e se houver inteligência para assinar um contrato com o estaleiro que cubra a construção do AOR, do LPD e dos NPO; se se adquirirem equipamentos comuns como motorização, geradores e sensores penso que sejam valores realistas. Se em cima de tudo isto vierem dinheiros europeus e do Ministério da Economia (apoio à industria, como fazem em Espanha) então ainda melhor.

@mafets o Karl Doorman ficou por mais de 400 milhões de euros e eles ainda vão construir mais um AOR. Para além do mais precisamos de cascos. O AOR norueguês (semelhante aos Tide mas mais pequeno) ficou por 160 milhões de euros. Os coreanos são tipos para nos venderem o projecto barato.

 Um AOR com 10 000 mil toneladas? Isso não existe, pelo menos neste mundo.
 Recordo que o Bérrio tem 16 000 e não sequer é um AOR.
 Reconheço que passar de 20 milhões para 150 para um reabastecedor é uma evolução fantástica, mas ainda está longe. E ninguém no mundo faz milagres se não for com o "pilim" à frente, nem os sul coreanos ou um estaleiro qualquer na India.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Novembro 24, 2018, 10:06:32 pm
@mafets o Karl Doorman ficou por mais de 400 milhões de euros e eles ainda vão construir mais um AOR. Para além do mais precisamos de cascos. O AOR norueguês (semelhante aos Tide mas mais pequeno) ficou por 160 milhões de euros. Os coreanos são tipos para nos venderem o projecto barato.

O Karel Dorman possivelmente com contratos de manutenção até foi aos 450 milhões quando completo mas esteve à venda, ainda em construção com o Ministério da Defesa Holandês a referir uma poupança mínima de 348 milhões se a venda se concretizasse (falou-se entre 300 a 350 milhões e depois era lá colocar o material que queríamos, mas certamente que pouparíamos uns cobres com os Phalanx)  ;)  .  Certo que precisamos de cascos mas também pessoal que os opere, pelo que numa Marinha em que retira-se pessoal de uma fragata para outra, não faz a meu ver sentido estar a colocar mais um navio em serviço com uma tripulação no mínimo de 80 elementos (nem dinheiro para mais Lynx temos e vamos gastar perto de 1000 milhões em AOR, LPD e NPO?). Além disso, se um navio faz a função dos dois ao duplicarmos meios temos além do preço de construção o de manutenção. Arriscamos a assim a ter um LPD atracado a maioria das vezes no Alfeite, sendo que se fosse também abastecedor sempre tinha mais hipóteses de sair do porto.  :-P

https://www.shephardmedia.com/news/defence-notes/dutch-mod-announces-sale-joint-support-ship/ (https://www.shephardmedia.com/news/defence-notes/dutch-mod-announces-sale-joint-support-ship/)

Citar
The Royal Netherlands Navy’s Joint Support Ship (JSS) Karel Doorman will be sold before commissioning and replaced by a smaller and cheaper supply ship as part of wider defence budget cuts, it has emerged.

The 2014 Dutch government budget, released on 17 September, announced €348 million in savings on top ...


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesaaereanaval.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2013%2F10%2FKarel-Doorman.jpg&hash=8b9b849aa03c314b4f40ce604a514c5c)

Saudações


 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Novembro 25, 2018, 02:56:20 am
Segundo a Marinha, o deslocamento máximo do Bérrio é de cerca de 11.500 toneladas. Mas fui rever as minhas notas e o VALM referiu um AOR entre 15,000 e 16,000 ton. Nos catálogos terrestres de múltiplos fabricantes navais são oferecidos AOR pequenos, na casa das 10,000 a 12,000 toneladas — é questão de googlar.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Novembro 25, 2018, 05:43:05 pm
Aqui está um modelo de uma firma que de certeza aproveita a oportunidade se lhe for permitido.
Damen AOR 16000

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-16000/Top-image/Logistic_Support_Vessel_Replenisher_16000.jpg)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-16000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel.png?mw=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-16000/3D-render/LSV_Replenisher_16000.png?mw=1300)

https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-replenisher-16000

 ;)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Novembro 25, 2018, 06:55:18 pm
Aqui está um modelo de uma firma que de certeza aproveita a oportunidade se lhe for permitido.
Damen AOR 16000

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-16000/Top-image/Logistic_Support_Vessel_Replenisher_16000.jpg)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-16000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel.png?mw=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-16000/3D-render/LSV_Replenisher_16000.png?mw=1300)

https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-replenisher-16000

 ;)

Essa proa faz-me lembrar uma coisa......com 15 anos

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi64.tinypic.com%2F2vs5jcj.jpg&hash=d06e1489394fcf9dd771a54b914c65a2)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Novembro 25, 2018, 07:05:31 pm
Aqui está um modelo de uma firma que de certeza aproveita a oportunidade se lhe for permitido.
Damen AOR 16000

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-16000/Top-image/Logistic_Support_Vessel_Replenisher_16000.jpg)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-16000/3D-render/Damen_Logistic_Support_Vessel.png?mw=1300)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-16000/3D-render/LSV_Replenisher_16000.png?mw=1300)

https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-replenisher-16000

 ;)

Este seria o ideal.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 27, 2018, 12:15:03 pm
Aqui está um modelo de uma firma que de certeza aproveita a oportunidade se lhe for permitido.
Damen AOR 16000


Essa proa faz-me lembrar uma coisa......com 15 anos

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi64.tinypic.com%2F2vs5jcj.jpg&hash=d06e1489394fcf9dd771a54b914c65a2)

Já se falou nisso tantas vezes,.. :bang:

Para mim isso sim seria a solução, arquitectura, engenharia e construção Portuguesas!!!

http://videos.sapo.mz/0RcQbFljzptFaf4IaHYe

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Novembro 27, 2018, 06:47:38 pm
Mas infelizmente como não temos o know-how nem a experiencia na construção de AOR´s, os 150 milhões só iriam dar pra metade.
A Damen podia construir o navio nos estaleiros na Romenia e em portugal instalavasse os sistemas militares.
Só digo isto por uma questão de optimização de custos e e é preciso fazer compromissos.
Por mim todos os navios de guerra eram construidos cá tambem, mas ambos sabemos que não é assim do dia para a noite.
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: LM em Novembro 28, 2018, 09:53:48 am
Mas infelizmente como não temos o know-how nem a experiencia na construção de AOR´s, os 150 milhões só iriam dar pra metade.
A Damen podia construir o navio nos estaleiros na Romenia e em portugal instalavasse os sistemas militares.
Só digo isto por uma questão de optimização de custos e e é preciso fazer compromissos.
Por mim todos os navios de guerra eram construidos cá tambem, mas ambos sabemos que não é assim do dia para a noite.
 :-P

Presumo que o plano, para melhor "vender"  o investimento (para além de apagar fogos ;) ), é construir o LPD em Portugal... construir um LPD em vez de um AOR é mais fácil?

Mas era conseguir juntar à capacidade hospitalar "tipo 2 naval" uns 70 fuzileiros e para mim esquecíamos o LPD...       
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 28, 2018, 11:39:53 am
Mas infelizmente como não temos o know-how nem a experiencia na construção de AOR´s, os 150 milhões só iriam dar pra metade.
A Damen podia construir o navio nos estaleiros na Romenia e em portugal instalavasse os sistemas militares.
Só digo isto por uma questão de optimização de custos e e é preciso fazer compromissos.
Por mim todos os navios de guerra eram construidos cá tambem, mas ambos sabemos que não é assim do dia para a noite.
 :-P

Eu de navios percebo bola, mas olhando para os video que eu coloquei e pensando no que é um AOR, fico a pensar afinal qual é a dificuldade para um Estaleiro Português construir o dito navio. Para mim nem sequer é preciso ir comprar o design lá fora, bastava modificar o projecto do Carmel Ecofresh. Quem saiba do assunto que se pronuncie.

Citar
The hybrid reefer/container vessel CARMEL ECOFRESH, built by the Portuguese shipyard Estaleiros Navais de Viana do Castelo, is fitted with the first Wärtsilä Sulzer RT-flex60C main engine. The seven-cylinder model has an output of 16,520kw at 114rev/min. The steady running of this engine can be achieved at exceptionally low speeds; 10%-12% of nominal rotational speed, and smoke-free operation is another important feature.

The vessel is intended for operation between Haifa, Marseilles and Barcelona offering some 460,000ft3 of refrigerated space on the westbound voyage, and capacity for nearly 700 cars and 900TEU on the backhaul run.

An interesting feature is the adoption of an innovative arrangement with the superstructure located amdiships above the large, fully-insulated refrigerated hold. Three conventional cellular holds are placed forward of this hold and two aft, offering places for 266TEU. Additional 630TEU can be carried on hatch covers and open deck provided with lashing bridges.

The refrigerated hold is divided by six cargo decks, constructed of lightweight sandwich panels, into 18 compartments. No vertical access is provided to these spaces. Loading of palletised cargo and vehicles is accomplished by means of a Macor Neptun side-loader with a vertically sliding door giving access to deck N°3 starboard side. Internal distribution is carried out by a twin Hortal conveyor-lift system. Cargo can be handled at a rate of roughly 275 pallets/h or 500 cars in 8h.

Hold temperatures can be maintained between –30°C and +13°C, using a GEA-Grenco plant with three chiller units working on the indirect system. R407C is the primary refrigerant, and calcium chloride brine serves as the secondary heat transfer fluid. Cooling of cargo spaces is effected by a transverse flow, grating-less, recirculating air system. A mechanical ventilation system provides the refrigerated hold with 4 air changes/hour when carrying reefer cargo, and 10 air changes/hour when loaded with cars.

Length, oa: 185.50m, Length, bp: 174.53m, Breadth, mld: 24.14m, Depth to main deck: 16.40m, Design draught: 9.30m, Deadweight: 16,494dwt, Lightweight: 10,077 tonnes, Service speed: 21.00 knots, Refrigerated cargo capacity: 465,000ft3  (4221 pallets), Main engine: 1x Wärtsilä 7RT-flex-C, MCR: 16,520kW.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Novembro 28, 2018, 03:50:50 pm
Mas infelizmente como não temos o know-how nem a experiencia na construção de AOR´s, os 150 milhões só iriam dar pra metade.
A Damen podia construir o navio nos estaleiros na Romenia e em portugal instalavasse os sistemas militares.
Só digo isto por uma questão de optimização de custos e e é preciso fazer compromissos.
Por mim todos os navios de guerra eram construidos cá tambem, mas ambos sabemos que não é assim do dia para a noite.
 :-P

Presumo que o plano, para melhor "vender"  o investimento (para além de apagar fogos ;) ), é construir o LPD em Portugal... construir um LPD em vez de um AOR é mais fácil?

Mas era conseguir juntar à capacidade hospitalar "tipo 2 naval" uns 70 fuzileiros e para mim esquecíamos o LPD...     


Construir o LPD não é mais facil, mas é que o LPD tem um orçamento maior e já temos os planos que foram comprados á ThyssenKrupp por 15 milhões.
O que já ajuda bastante basta seguir o "manual", no caso do AOR seria uma experiencia a partir do zero que como sabemos descarrilam sempre enquanto que um contrato firmado com uma terceira parte tem mais hipoteses de ser cumprido dentro do orçamento.

PS: o AOR Damen 16000 tem 43 tripulantes, capacidade para 48 hospitalizados mais 116 "pessoal embarcado". E já vem com a capacidade hospitalar de nivel 2, mas não o considero um substituto para um LPD.

https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-16000/Documents/Leaflet_Damen_LSV_Replenisher_16000.pdf

 :-\
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: miguelbud em Novembro 28, 2018, 09:52:58 pm
Mas infelizmente como não temos o know-how nem a experiencia na construção de AOR´s, os 150 milhões só iriam dar pra metade.
A Damen podia construir o navio nos estaleiros na Romenia e em portugal instalavasse os sistemas militares.
Só digo isto por uma questão de optimização de custos e e é preciso fazer compromissos.
Por mim todos os navios de guerra eram construidos cá tambem, mas ambos sabemos que não é assim do dia para a noite.
 :-P

Eu de navios percebo bola, mas olhando para os video que eu coloquei e pensando no que é um AOR, fico a pensar afinal qual é a dificuldade para um Estaleiro Português construir o dito navio. Para mim nem sequer é preciso ir comprar o design lá fora, bastava modificar o projecto do Carmel Ecofresh. Quem saiba do assunto que se pronuncie.

A resposta a essa sugestao está na página 57 do thread do LPD onde um tal de Cabeça de Martelo :) sugeriu o Carmel Ecofresh como base para o NAVPOL e o saudoso Chaimites respondeu.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Novembro 28, 2018, 11:13:10 pm
Mas infelizmente como não temos o know-how nem a experiencia na construção de AOR´s, os 150 milhões só iriam dar pra metade.
A Damen podia construir o navio nos estaleiros na Romenia e em portugal instalavasse os sistemas militares.
Só digo isto por uma questão de optimização de custos e e é preciso fazer compromissos.
Por mim todos os navios de guerra eram construidos cá tambem, mas ambos sabemos que não é assim do dia para a noite.
 :-P

Perdoem-me a pergunta, mas,  o que é que um AOR tem de especial para além de ser um navio tanque com duas lanças um Hangar é um convés de voo? Para não poder ser construído em Portugal?

Navios tanque e químicos era especialidade dos Antigos ENVC

Inclusive o último em que trabalhei antes de sair daquela casa.
Este não fazia um buraco no casco  da fragata norueguêsa, cortava-a a meio, como faca em manteiga!


Se o problema é por ser militar e para transporte de cargas militares, os Americanos, não se queixam! E continuam a usar 4  navios construídos em Vianado Castelo!


Armamento e sensores podem muito bem ser montados no Alfeite

Não estou a ver a dificuldade!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Novembro 29, 2018, 07:49:01 pm
Como também não sou entendido em construção naval não respondi, mas também acho que a construção do navio é o que em Viana sabem fazer e bem, estrutura, motores, parte electrica, etc, agora a parte tecnológica é que pode ser mais complicado, radares e outros sensores, isso é que talvez seja melhor ser instalado num local onde estejam habituados a fazer esse trabalho tipo Holanda.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Novembro 29, 2018, 11:12:10 pm
Como também não sou entendido em construção naval não respondi, mas também acho que a construção do navio é o que em Viana sabem fazer e bem, estrutura, motores, parte electrica, etc, agora a parte tecnológica é que pode ser mais complicado, radares e outros sensores, isso é que talvez seja melhor ser instalado num local onde estejam habituados a fazer esse trabalho tipo Holanda.

A parte tecnológica que falas faz-se como fazem outros estaleiros e em Viana também com os motores e outros equipamentos como a ponte de comando.
É o fornecedor que envia a sua equipa de técnicos para instalar o equipamento na plataforma.  ( navio)
Como montou a Navantia o AEGIS nas F100? R: Lockeed  Martin
Toda a parte de integração de sistemas? E: -BAE Systems.
É preciso é ter poder comercial e político, para eles aceitarem colaborar/ ser fornecedores dos sistemas.
O Alfeite seria o ideal  para negociar essa parte. Pois já tem mais experiência no ramo.
Foi um “31 “. para a Otomelara fornecer dois simples sistemas 30mm aos ENVC imaginem sistemas mais avançados......

PS: não venham os amigos foristas espanhóis dizer, que não é assim, e que aquilo é 100% Espanhol!

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lusitano89 em Janeiro 21, 2019, 02:05:13 pm
Reabastecedor Bérrio vai manter-se mais uma década no ativo


(https://static.globalnoticias.pt/dn/image.aspx?brand=DN&type=generate&guid=c8db4e3f-00d0-4422-a69e-ceec0bcde9d4&t=20190121113451)

A Marinha ainda vai fazer uma última operação de "manutenção profunda" ao navio reabastecedor Bérrio, superior a 10 milhões de euros, para prolongar a sua vida útil até 2028.

O porta-voz do ramo, comandante Pereira da Fonseca, explicou esta segunda-feira ao DN que essa operação vai iniciar-se em 2022 e demorar cerca de um ano. Renovar o interior dos tanques para manter sem impurezas o combustível a transferir e fazer a revisão das máquinas, do casco, dos geradores e outros equipamentos são algumas das medidas necessárias ao prolongar da atividade operacional daquele navio lançado à água há meio século (novembro de 1969).

O chefe do Estado-Maior da Marinha, que será ouvido terça-feira na Comissão parlamentar de Defesa sobre a revisão da Lei de Programação Militar (LPM) para os próximos 12 anos, afirmou há meses que substituir o Bérrio era a "segunda prioridade" do ramo - após a aquisição de mais patrulhas oceânicos novos.

Com a aprovação da nova LPM e a prioridade dada à intervenção da indústria portuguesa na aquisição e construção de novos equipamentos para as Forças Armadas, a construção do novo navio reabastecedor - previsivelmente nos estaleiros de Viana do Castelo - deverá iniciar-se apenas em 2025 e demorar três anos.

O valor global da reparação só poderá ser determinado depois de feita uma "inspeção técnica pormenorizada" ao navio, que permita "identificar o volume e a profundidade da intervenção". Agora, tendo em conta a natureza e dimensão do Bérrio.

Por isso, embora sendo prematuro avançar com um valor, o custo dessa operação variará entre os 10 milhões e os 20 milhões de euros, precisou Pereira da Fonseca.

"Espera-se que este novo reabastecedor esteja pronto em 2028", acrescentou o porta-voz da Marinha.

Até lá e durante o período de docagem do Bérrio, num estaleiro ainda por designar, a Marinha vai apoiar-se no "eventual apoio logístico" da NATO em caso de necessidade.

Questionado sobre o porquê de não manter esse apoio aliado por mais algum tempo, evitando investir mais de uma dezena de milhões de euros num navio em fim de vida útil, Pereira da Fonseca explicou que essa opção decorre de "não haver muitos reabastecedores" entre os países da NATO - e os que há estão normalmente em operação.

O Bérrio foi construído nos estaleiros ingleses Swan Hunter (próximo de Newcastle). Lançado à água a 11 de novembro de 1969, entrou oficialmente ao serviço da Marinha britânica em julho de 1970. Portugal comprou-o em 1993, a fim de substituir o São Gabriel.

Quanto ao futuro reabastecedor português, o investimento previsto é de 150 milhões de euros e isso "inclui o apoio logístico Integrado, material e equipamentos a serem fornecidos pelo Estado", precisou o porta-voz da Marinha. O início da sua construção está prevista para 2025, sendo o caderno de encargos preparado "com um ano de antecedência".


:arrow: https://www.dn.pt/poder/interior/reabastecedor-berrio-vai-manter-se-mais-uma-decada-no-ativo-10464414.html?fbclid=IwAR0IQkd67qV1Dd7J8EBtPGvPVJWpsWtEtECmKEoIYD6J9-XrMNfhg0NPy_8
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: asalves em Janeiro 21, 2019, 02:29:38 pm
incha tuga, paga mais 20 milhões a mais por causa da incompetência
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 21, 2019, 02:35:13 pm
E que tal este?

Citar
Há pouco mais de uma semana, a Marinha do Brasil (MB) foi informada, de maneira ainda extraoficial, de que representantes do Ministério da Defesa britânico, da Marinha Real (Royal Navy) e da Real Frota Auxiliar (Royal Fleet Auxiliary, RFA) se encontram ultimando a relação dos meios navais do Reino Unido que serão descomissionados a partir do segundo semestre deste ano.

Apesar de muitos oficiais dos setores de Material e de Gestão dos Programas da Marinha desconhecerem o posicionamento pessoal do novo Comandante da Marinha, almirante de esquadra Ilques Barbosa Júnior, sobre “compras de oportunidade”, uma fonte do Poder Naval qualificou de “irrecusável” a oferta do Navio Reabastecedor e de Apoio Logístico que irá figurar nessa lista – nesse caso, o Wave Ruler (A390), um navio de 196,5 m de comprimento e 31.500 toneladas de deslocamento, com cerca de 16 anos de uso, próprio para o aprovisionamento de forças-tarefa empenhadas em travessias de longo alcance.

https://www.naval.com.br/blog/2019/01/18/exclusivo-royal-navy-avisa-a-mb-de-que-ate-fevereiro-tera-lista-dos-meios-que-darao-baixa/
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 21, 2019, 02:45:26 pm
Quase de certeza absoluta que esses 20 milhões davam para comprar um Wave inglês em vez de andarmos a arrastar o "morto" mais dez anos....
 >:(
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 21, 2019, 03:00:07 pm
Os britânicos têm reabastecedores que não têm duplo casco, esses não nos interessam.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 21, 2019, 03:15:12 pm
Os britânicos têm reabastecedores que não têm duplo casco, esses não nos interessam.


Os da classe Wave tem, são navios recentes, entraram ao activo em 2003. São os mesmo que supostamente os britanicos já andaram a "oferecer" á marinha do Brasil.
Mas eles têm dois, um podia vir para cá.

https://en.wikipedia.org/wiki/Wave-class_tanker

 ;)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: MATRA em Janeiro 21, 2019, 03:22:17 pm
E quais os valores que estão a ser pedidos por estes Wave?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 21, 2019, 03:31:34 pm
E quais os valores que estão a ser pedidos por estes Wave?


Ainda não é conhecido qualquer valor. Mas a julgar pela venda ao Brasil do HMS Ocean por um preço igual ao do refit que tinha feito há pouco, cerca de 100 milhões de $.
Um Wave custou muito menos do que o HMS Ocean, e se contarmos que os 2 Phalanx CWIS não virão incluidos de certeza que o preço andará pelos 20 milhões de € mais coisa menos coisa.
(Só os 2 Phalanx custam algo como 30 milhões de $)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 21, 2019, 05:23:52 pm
E quais os valores que estão a ser pedidos por estes Wave?


Ainda não é conhecido qualquer valor. Mas a julgar pela venda ao Brasil do HMS Ocean por um preço igual ao do refit que tinha feito há pouco, cerca de 100 milhões de $.
Um Wave custou muito menos do que o HMS Ocean, e se contarmos que os 2 Phalanx CWIS não virão incluidos de certeza que o preço andará pelos 20 milhões de € mais coisa menos coisa.
(Só os 2 Phalanx custam algo como 30 milhões de $)

Os Wave Ruler tiveram um custo de £100 milhões/Navio, se fossem vendidos por €30 ou até €40 milhões era uma aquisição muito boa para um navio com dezasseis/dezassete anos, com apenas uma guarnição de 80 elementos e a capacidade de embarcar um 101.

http://www.naval.com.br/blog/2018/06/01/exclusivo-ingleses-sondam-interesse-da-mb-em-um-navio-tanque-classe-wave/


Tal aquisição:
- Evitaria que o Bérrio fosse encostado por dois anos, ficando a MdG sem abastecedor, e que se gastassem €10 milhões ou até mais, e isto se não acontecer o que ninguém refere, que depois de se efectuar a inspecção ao Navio se chegue á conclusão que as reparações não se justificam num navio com casco simples e já com cinquenta anos, para apenas operar mais seis ou sete anos !
- permitiria que com a diferença dos 150 milhões alocados na construção do reabastecedor, cuja aquisição ficaria para daqui a vinte/vinte e cinco anos, se podesse utilizar essa verba na construção de outros navios, como navios caça minas, patrulhas costeiros, aquisição de helis médios/ligeiros ou mesmo as VBL(r) para os Fuzos, etc, etc.

https://en.wikipedia.org/wiki/Wave-class_tanker


(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/2El4fQ.jpg) (https://imageshack.com/i/po2El4fQj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/6J53Kv.jpg) (https://imageshack.com/i/pl6J53Kvj)

(https://imageshack.com/a/img921/6223/faumSi.gif) (https://imageshack.com/i/plfaumSig)

Na minha opinião o que se deveria fazer era sondar o MoD Britânico para se adquirir um dos Navios, pois para mim já ontem era tarde.
A necessidade de adquirir dez NPO's não é tão prioritária quanto termos um substituto do Bérrio, até porque a Marinha não necessita de dez NPO's se possuir seis ou oito unidades já são suficientes para as missões que terão que executar.


PS quanto ao armamento se os phalanx fossem retirados sempre se podiam adquirir dois sistemas Marlin 30mm, por  €6 milhões e ficava muito mais barato. :mrgreen:
Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 21, 2019, 06:45:39 pm



Caro Tenente, nem mais nem menos. Na pior das hipoteses colocava-se pelo menos um dos CIWS que supostamente estão encostados em armazem para o LPD.
 ys7x9
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Janeiro 21, 2019, 07:24:19 pm

Os Wave Ruler tiveram um custo de £100 milhões/Navio, se fossem vendidos por €30 ou até €40 milhões era uma aquisição muito boa para um navio com dezasseis/dezassete anos, com apenas uma guarnição de 80 elementos e a capacidade de embarcar um 101.

http://www.naval.com.br/blog/2018/06/01/exclusivo-ingleses-sondam-interesse-da-mb-em-um-navio-tanque-classe-wave/


Tal aquisição:
- Evitaria que o Bérrio fosse encostado por dois anos, ficando a MdG sem abastecedor, e que se gastassem €10 milhões ou até mais, e isto se não acontecer o que ninguém refere, que depois de se efectuar a inspecção ao Navio se chegue á conclusão que as reparações não se justificam num navio com casco simples e já com cinquenta anos, para apenas operar mais seis ou sete anos !
- permitiria que com a diferença dos 150 milhões alocados na construção do reabastecedor, cuja aquisição ficaria para daqui a vinte/vinte e cinco anos, se podesse utilizar essa verba na construção de outros navios, como navios caça minas, patrulhas costeiros, aquisição de helis médios/ligeiros ou mesmo as VBL(r) para os Fuzos, etc, etc.

https://en.wikipedia.org/wiki/Wave-class_tanker


(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/2El4fQ.jpg) (https://imageshack.com/i/po2El4fQj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/6J53Kv.jpg) (https://imageshack.com/i/pl6J53Kvj)

(https://imageshack.com/a/img921/6223/faumSi.gif) (https://imageshack.com/i/plfaumSig)

Na minha opinião o que se deveria fazer era sondar o MoD Britânico para se adquirir um dos Navios, pois para mim já ontem era tarde.
A necessidade de adquirir dez NPO's não é tão prioritária quanto termos um substituto do Bérrio, até porque a Marinha não necessita de dez NPO's se possuir seis ou oito unidades já são suficientes para as missões que terão que executar.


PS quanto ao armamento se os phalanx fossem retirados sempre se podiam adquirir dois sistemas Marlin 30mm, por  €6 milhões e ficava muito mais barato. :mrgreen:
Abraços

Quanto a ser uma tremenda aquisiçao nao tenho duvida alguma.Agora convém ver alguns aspectos ,isso é um reabastecedor de 31.5 mil toneldas,temos uma frota que exija tudo isso?É que a amutenão de um bicho desses e cara.
Se faz sentido então tudo bem pelo menos de minha parte.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 21, 2019, 08:50:29 pm
Mais um motivo para deitar a mão a um dos Waves. ;)


https://www.wirralglobe.co.uk/news/16964145.cammell-laird-wins-royal-fleet-auxiliary-maintenance-contracts-worth-619m/

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Janeiro 21, 2019, 08:59:28 pm
A Marinha tem dois Phalanx extra armazenados, pelo que não havia necessidade de adquirir Marlin para o Wave.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 21, 2019, 09:06:49 pm
A Marinha tem dois Phalanx extra armazenados, pelo que não havia necessidade de adquirir Marlin para o Wave.

Epá já falaste demais NVF, eles não sabem, compravam mais duas marlin e depois, olha, já havia em stock para os futuros NPO's. ;)

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 21, 2019, 09:55:57 pm
Mais um motivo para deitar a mão a um dos Waves. ;)


https://www.wirralglobe.co.uk/news/16964145.cammell-laird-wins-royal-fleet-auxiliary-maintenance-contracts-worth-619m/

Abraços

Era uma tremenda aquisição. E a possibilidade de poder operar com um EH-101 CSAR, com hangar e tudo, podia torná-lo numa espécie de "faz tudo" até à chegada do LPD, e decerto muito mais capaz que o Bérrio quando foi chamado a isso.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Janeiro 22, 2019, 12:34:56 am
A Marinha tem dois Phalanx extra armazenados, pelo que não havia necessidade de adquirir Marlin para o Wave.

Epá já falaste demais NVF, eles não sabem, compravam mais duas marlin e depois, olha, já havia em stock para os futuros NPO's. ;)

Abraços

Ainda retiravam mas era as duas Bushmaster de 30 mm do Wave para equipar NPO's  ;D
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: BARCO À VISTA em Janeiro 22, 2019, 12:56:08 am
O "calado" / obras-vivas deste navio, quando todo ou quase todo, quiça até vazio, julgo não lhe permite entrar na BNL, pelo que a priori e infelizmente, não é sequer uma opção a ser equacionada.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 22, 2019, 04:07:16 pm
O "calado" / obras-vivas deste navio, quando todo ou quase todo, quiça até vazio, julgo não lhe permite entrar na BNL, pelo que a priori e infelizmente, não é sequer uma opção a ser equacionada.


Whoa! 10 metros de calado não o deixam entrar na BNL? Qual é a cota maxima então!?
 :-\
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Janeiro 22, 2019, 05:53:11 pm
O "calado" / obras-vivas deste navio, quando todo ou quase todo, quiça até vazio, julgo não lhe permite entrar na BNL, pelo que a priori e infelizmente, não é sequer uma opção a ser equacionada.

Obrigado pelo esclarecimento, dr. Jackyll.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: asalves em Janeiro 22, 2019, 05:57:49 pm
O "calado" / obras-vivas deste navio, quando todo ou quase todo, quiça até vazio, julgo não lhe permite entrar na BNL, pelo que a priori e infelizmente, não é sequer uma opção a ser equacionada.


Whoa! 10 metros de calado não o deixam entrar na BNL? Qual é a cota maxima então!?
 :-\

http://fishing-app.gpsnauticalcharts.com/i-boating-fishing-web-app/fishing-marine-charts-navigation.html?title=Lisboa+Alcantara+to+Canal+do+Montijo+boating+app#13.86/38.6747/-9.1228

Teoricamente há um canal que deve andar nos 20 metros profundidade, agora não sei com a baixa-mar qual a profundidade que sobra.

Contudo não tenho a certeza mas acho que houve uma situação de "emergencia" em que um navio da marinha (não sei qual) teve de esperar pela preia-mar para sair do Alfeite
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Janeiro 22, 2019, 05:58:07 pm
O "calado" / obras-vivas deste navio, quando todo ou quase todo, quiça até vazio, julgo não lhe permite entrar na BNL, pelo que a priori e infelizmente, não é sequer uma opção a ser equacionada.


Whoa! 10 metros de calado não o deixam entrar na BNL? Qual é a cota maxima então!?
 :-\

Mal dá para o Bérrio. Mas penso que seria sempre possível dragar o canal, ou arranjar um cais na margem norte onde o navio pudesse acostar. Esta limitação do canal do Alfeite é mais uma evidência de que concentrar toda a frota numa base com as limitações e fragilidades do Alfeite revela grande imprudência.

http://www.portodelisboa.pt/portal/page/portal/ver-DRAFT/PORTAL_PORTO_LISBOA/HIDROGRAFIA/REGULAMENTO_CANAIS/ANEXOS/Canal%20do%20Alfeite.htm (http://www.portodelisboa.pt/portal/page/portal/ver-DRAFT/PORTAL_PORTO_LISBOA/HIDROGRAFIA/REGULAMENTO_CANAIS/ANEXOS/Canal%20do%20Alfeite.htm)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 22, 2019, 06:05:03 pm
O "calado" / obras-vivas deste navio, quando todo ou quase todo, quiça até vazio, julgo não lhe permite entrar na BNL, pelo que a priori e infelizmente, não é sequer uma opção a ser equacionada.


Whoa! 10 metros de calado não o deixam entrar na BNL? Qual é a cota maxima então!?
 :-\

no mínimo terá de ser de oito metros !

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: BARCO À VISTA em Janeiro 22, 2019, 10:38:18 pm
O "calado" / obras-vivas deste navio, quando todo ou quase todo, quiça até vazio, julgo não lhe permite entrar na BNL, pelo que a priori e infelizmente, não é sequer uma opção a ser equacionada.

Obrigado pelo esclarecimento, dr. Jackyll.

D. Corleone da Cosa Nostra faz favor! :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Janeiro 30, 2019, 10:45:55 am

Mal dá para o Bérrio. Mas penso que seria sempre possível dragar o canal, ou arranjar um cais na margem norte onde o navio pudesse acostar. Esta limitação do canal do Alfeite é mais uma evidência de que concentrar toda a frota numa base com as limitações e fragilidades do Alfeite revela grande imprudência.

http://www.portodelisboa.pt/portal/page/portal/ver-DRAFT/PORTAL_PORTO_LISBOA/HIDROGRAFIA/REGULAMENTO_CANAIS/ANEXOS/Canal%20do%20Alfeite.htm (http://www.portodelisboa.pt/portal/page/portal/ver-DRAFT/PORTAL_PORTO_LISBOA/HIDROGRAFIA/REGULAMENTO_CANAIS/ANEXOS/Canal%20do%20Alfeite.htm)

Gosta da ideia mas já agora em que lugar poderiamos ter outra base naval?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 30, 2019, 11:09:15 am

Mal dá para o Bérrio. Mas penso que seria sempre possível dragar o canal, ou arranjar um cais na margem norte onde o navio pudesse acostar. Esta limitação do canal do Alfeite é mais uma evidência de que concentrar toda a frota numa base com as limitações e fragilidades do Alfeite revela grande imprudência.

http://www.portodelisboa.pt/portal/page/portal/ver-DRAFT/PORTAL_PORTO_LISBOA/HIDROGRAFIA/REGULAMENTO_CANAIS/ANEXOS/Canal%20do%20Alfeite.htm (http://www.portodelisboa.pt/portal/page/portal/ver-DRAFT/PORTAL_PORTO_LISBOA/HIDROGRAFIA/REGULAMENTO_CANAIS/ANEXOS/Canal%20do%20Alfeite.htm)

Gosta da ideia mas já agora em que lugar poderiamos ter outra base naval?

Eu mudava os navios combatentes para Sines e o resto para a Figueira da Foz.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: asalves em Janeiro 30, 2019, 11:14:41 am

Mal dá para o Bérrio. Mas penso que seria sempre possível dragar o canal, ou arranjar um cais na margem norte onde o navio pudesse acostar. Esta limitação do canal do Alfeite é mais uma evidência de que concentrar toda a frota numa base com as limitações e fragilidades do Alfeite revela grande imprudência.

http://www.portodelisboa.pt/portal/page/portal/ver-DRAFT/PORTAL_PORTO_LISBOA/HIDROGRAFIA/REGULAMENTO_CANAIS/ANEXOS/Canal%20do%20Alfeite.htm (http://www.portodelisboa.pt/portal/page/portal/ver-DRAFT/PORTAL_PORTO_LISBOA/HIDROGRAFIA/REGULAMENTO_CANAIS/ANEXOS/Canal%20do%20Alfeite.htm)

Gosta da ideia mas já agora em que lugar poderiamos ter outra base naval?

Eu mudava os navios combatentes para Sines e o resto para a Figueira da Foz.

Sines com uns bunkers para os submarinos é que era porreiro, podiam entrar e sair submersos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Clausewitz em Janeiro 30, 2019, 12:34:43 pm

Mal dá para o Bérrio. Mas penso que seria sempre possível dragar o canal, ou arranjar um cais na margem norte onde o navio pudesse acostar. Esta limitação do canal do Alfeite é mais uma evidência de que concentrar toda a frota numa base com as limitações e fragilidades do Alfeite revela grande imprudência.

http://www.portodelisboa.pt/portal/page/portal/ver-DRAFT/PORTAL_PORTO_LISBOA/HIDROGRAFIA/REGULAMENTO_CANAIS/ANEXOS/Canal%20do%20Alfeite.htm (http://www.portodelisboa.pt/portal/page/portal/ver-DRAFT/PORTAL_PORTO_LISBOA/HIDROGRAFIA/REGULAMENTO_CANAIS/ANEXOS/Canal%20do%20Alfeite.htm)

Gosta da ideia mas já agora em que lugar poderiamos ter outra base naval?

Nos Açores.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Janeiro 30, 2019, 02:09:36 pm
Bem ,Sines,Figueira da Fiz e Aoores foram as alternativas que deram sao interessantes apenas tenho algumas reservas na questao de Sines ,não e pelo lugar mas ali tem refinarias logo uma fragilidade a nivel de segurança mesmo sendo do tipo bunker isso sapiria muito caro e nao vejo necessidade disso.
O problema pe que duvido que nossa Marinha queira ter outra Base Naval afinal estar em Lisbia e tão cómodo....
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 30, 2019, 06:06:54 pm
Pelo que vejo nenhum país tem muitas bases navais, mesmo países grandes como Espanha, França ou Reino Unido tem três bases cada um, estou a falar no território continental, porque depois conforme os interesses de cada um, e territórios insulares tem outras instalações pelo mundo fora. Por isso nós termos tantas quantas eles é exagero. Mas termos mais uma, para servir como redundância, até percebo.

A Marinha possui algumas instalações de apoio aos navios para reabastecer, descanso, etc, para não estar a ir ao Alfeite de propósito, ficam em Tróia e Portimão, noutras partes do país os navios se precisarem usam portos civis, habitualmente de Ponta Delgada, Funchal e Leixões.

Uma outra Marinha de um país mais pequeno, mas que mesmo assim é muito superior à nossa, a Holanda, parece-me que eles só possuem uma Base Naval em Den Helder.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 30, 2019, 06:32:08 pm
No site operacional.pt tem um artigo onde aparece uma foto de um dos pontos de apoio da Marinha, neste caso o de Portimão.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.operacional.pt%2Fwp-content%2Fuploads%2F2010%2F10%2F12-dsc_7252-copy.jpg&hash=2755a3c625ce437454093bdbfa649863)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: LM em Janeiro 30, 2019, 06:46:38 pm
De 2009 mas interessante sobre a temática: Pontos de Apoio Naval, limitações e potencialidades operacionais (https://comum.rcaap.pt/bitstream/10400.26/12697/1/BE%20Rato%20Caldeira.pdf)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 30, 2019, 07:53:50 pm
Essa estudo é interessante pois mostra para que servem os pontos de apoio naval, que apoio os patrulhas podem ter nessas instalações quando são destacados para patrulhar os mares mais afastados, como os Açores, permitindo alongar a sua estadia na zona sem ter que regressar à Base, nem ter que andar a projectar o Bérrio para reabastecer um NPO.

Segundo o estudo, também poderiam ser melhorados. Seria interessante saber se mudou alguma coisa em 10 anos.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Janeiro 30, 2019, 08:08:54 pm
Pelo que vejo nenhum país tem muitas bases navais, mesmo países grandes como Espanha, França ou Reino Unido tem três bases cada um, estou a falar no território continental, porque depois conforme os interesses de cada um, e territórios insulares tem outras instalações pelo mundo fora. Por isso nós termos tantas quantas eles é exagero. Mas termos mais uma, para servir como redundância, até percebo.

A Marinha possui algumas instalações de apoio aos navios para reabastecer, descanso, etc, para não estar a ir ao Alfeite de propósito, ficam em Tróia e Portimão, noutras partes do país os navios se precisarem usam portos civis, habitualmente de Ponta Delgada, Funchal e Leixões.

Uma outra Marinha de um país mais pequeno, mas que mesmo assim é muito superior à nossa, a Holanda, parece-me que eles só possuem uma Base Naval em Den Helder.

E quem falou em ter mais de uma?Apenas pedi para darem sugestões alternativas a Base Naval do Alfeite apenas isso.Somos pequenos em terra mas em Mar somos gigantes porém em orçamento somos anões.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 30, 2019, 08:33:37 pm
E quem falou em ter mais de uma?Apenas pedi para darem sugestões alternativas a Base Naval do Alfeite apenas isso.Somos pequenos em terra mas em Mar somos gigantes porém em orçamento somos anões.

Então das várias alternativas seria apenas para escolher uma. Se calhar as pessoas que deram as hipóteses deveriam justificar o porquê dessa escolha.

Para mim, Sines é o melhor porto do país, mas do ponto de vista do território marítimo nacional, para ter duas bases, deveria ser uma em Portugal continental e outra nos Açores.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Janeiro 30, 2019, 08:44:55 pm
No continente, Sines também seria a minha escolha. Não tem as limitações da BNL e fica relativamente perto de Lisboa, pelo que não implicaria grandes mudanças a nível pessoal para os militares e civis que lá trabalhassem. A Marinha ficava com os edifícios históricos do Alfeite e algumas instalações e equipamentos de suporte, mas ficaria também muito terreno de elevado  potencial imobiliário disponível para venda, que poderia financiar uma nova base em Sines e muito mais.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Janeiro 30, 2019, 08:52:25 pm
E quem falou em ter mais de uma?Apenas pedi para darem sugestões alternativas a Base Naval do Alfeite apenas isso.Somos pequenos em terra mas em Mar somos gigantes porém em orçamento somos anões.

Então das várias alternativas seria apenas para escolher uma. Se calhar as pessoas que deram as hipóteses deveriam justificar o porquê dessa escolha.

Para mim, Sines é o melhor porto do país, mas do ponto de vista do território marítimo nacional, para ter duas bases, deveria ser uma em Portugal continental e outra nos Açores.

Ok e obrigado.Sugestão anotada.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Clausewitz em Janeiro 30, 2019, 09:40:27 pm
E quem falou em ter mais de uma?Apenas pedi para darem sugestões alternativas a Base Naval do Alfeite apenas isso.Somos pequenos em terra mas em Mar somos gigantes porém em orçamento somos anões.

Então das várias alternativas seria apenas para escolher uma. Se calhar as pessoas que deram as hipóteses deveriam justificar o porquê dessa escolha.

Para mim, Sines é o melhor porto do país, mas do ponto de vista do território marítimo nacional, para ter duas bases, deveria ser uma em Portugal continental e outra nos Açores.

Respondi Açores porque é de facto a única escolha com sentido estratégico. Não faria o mínimo sentido ter mais do que uma base naval no continente. A fazer-se um esforço de criação de uma base naval adicional a escolha para mim teria que ser Açores porque:

- é um ponto estratégico localizado no meio do espaço marítimo nacional e por isso com acesso facilitado a uma extensa área;
- é um espaço de salvaguarda para a defesa nacional, mais difícil de atacar e de ocupar do que qualquer ponto do continente. Não é por acaso que os planos de defesa e de governo do país em caso de ocupação passavam pelos Açores;
- é a área que mais meios navais tem normalmente empenhados longe do continente. Se estes estivessem aí baseados evitavam-se algumas viagens de ida e volta ao Alfeite;
- aumentava-se o comprometimento com a defesa e a soberania nacional sobre uma área que tem despertado alguns interesses alheios pouco recomendáveis;
- contribuía-se para diminuir a centralização de meios do Estado na zona de Lisboa, beneficiando uma região que bem precisa. Poderia atrair mais pessoal dos Açores para a Marinha e trazer mais empregos (diretos e indiretos) para a região do país que salvo erro tem o salário médio mais baixo.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Turlu em Janeiro 30, 2019, 09:58:00 pm
E quem falou em ter mais de uma?Apenas pedi para darem sugestões alternativas a Base Naval do Alfeite apenas isso.Somos pequenos em terra mas em Mar somos gigantes porém em orçamento somos anões.

Então das várias alternativas seria apenas para escolher uma. Se calhar as pessoas que deram as hipóteses deveriam justificar o porquê dessa escolha.

Para mim, Sines é o melhor porto do país, mas do ponto de vista do território marítimo nacional, para ter duas bases, deveria ser uma em Portugal continental e outra nos Açores.

Respondi Açores porque é de facto a única escolha com sentido estratégico. Não faria o mínimo sentido ter mais do que uma base naval no continente. A fazer-se um esforço de criação de uma base naval adicional a escolha para mim teria que ser Açores porque:

- é um ponto estratégico localizado no meio do espaço marítimo nacional e por isso com acesso facilitado a uma extensa área;
- é um espaço de salvaguarda para a defesa nacional, mais difícil de atacar e de ocupar do que qualquer ponto do continente. Não é por acaso que os planos de defesa e de governo do país em caso de ocupação passavam pelos Açores;
- é a área que mais meios navais tem normalmente empenhados longe do continente. Se estes estivessem aí baseados evitavam-se algumas viagens de ida e volta ao Alfeite;
- aumentava-se o comprometimento com a defesa e a soberania nacional sobre uma área que tem despertado alguns interesses alheios pouco recomendáveis;
- contribuía-se para diminuir a centralização de meios do Estado na zona de Lisboa, beneficiando uma região que bem precisa. Poderia atrair mais pessoal dos Açores para a Marinha e trazer mais empregos (diretos e indiretos) para a região do país que salvo erro tem o salário médio mais baixo.

Bem a propósito do que escreve e que destaquei, abaixo transcrevo artigo hoje publicado no jornal Diário Insular, de Angra do Heroísmo:

ENSAIO DE ANTÓNIO JOSÉ TELO REFERE O INTERESSE CHINÊS NA REGIÃO

Açores continuam no centro das disputas estratégicas

Num texto que compara as condições da Grande Guerra com a atualidade, António José Telo, historiador, diz que os Açores não perderam interesse. As investidas da China são prova disso.
Os Açores estão, como estiveram no passado, no centro das disputas estratégicas mundiais. A tese é defendida por António José Telo, professor catedrático na Academia Militar, num ensaio que vai ser publicado em breve pela Assembleia da República.
No texto, que foi cedido ao DI para pré-publicação, o historiador explica a ascensão da China como novo poder global e lembra que a potência tem vindo a manifestar interesse no arquipélago - tal como aconteceu antes, aliás, com os Estados Unidos da América.
“Cem anos depois vamos encontrar de novo os Açores no centro das disputas estratégicas, das visões de longo prazo dos poderes emergentes, sejam as económicas ou as de defesa, intimamente ligadas. Quando os EUA decidiram assumir responsabilidades globais, a primeira coisa que fizeram foi colocar um pé nos Açores, mesmo com uma administração central dividida; cem anos depois, quando a China decide oficialmente assumir a ‘liderança da globalização’, logo pensa nos Açores”, escreve o historiador. No ensaio “Um século depois - o que a Grande Guerra ensina ao mundo de 2019”, António José Telo faz a comparação entre as condições da I Guerra Mundial e o mundo de hoje.
Há, de acordo com o professor da Academia Militar, pontos de contacto entre as duas realidades e uma delas tem que ver, precisamente, com a mudança de hegemonia, desta feita assumida em grande escala pela China, cujo PIB representa, hoje, 16% do total mundial – um crescimento de oito vezes mais do que no início dos anos 90. “O objetivo principal dos passos recentes é mudar o sistema económico e financeiro internacional, centrando-o na China, que é a segunda economia mundial e o principal agente do comércio internacional.
É um objetivo de médio prazo, algo a alcançar nas próximas décadas”, escreve o especialista, que lembra que o Presidente chinês, Xi Jinping, já assumiu a liderança do processo de globalização.
De acordo com António José Telo, o país tem vindo a definir os mecanismos para aplicar os valores do centro do sistema. Neste sentido, escreve, foram definidos dois grandes eixos externos, onde se vai concentrar uma ação multifacetada.
O primeiro eixo, recorda, é o projeto chamado “Nova rota da seda”, apresentado como ajuda humanitária a alguns dos países mais pobres na Ásia, em África e na Europa. “São abrangidos pelo menos 47 Estados em três continentes, com que já se assinaram acordos. No conjunto são centenas de projetos, financiados pela China, não propriamente por doação (é um mínimo),mas com investimentos diretos e créditos em condições favoráveis. O financiamento é dado por organismos internacionais liderados pela China”, avança o historiador, que lembra que o processo passa por um entendimento com os norte-americanos e com os russos.
O segundo eixo, refere, é a Rota do Norte, que ainda não está operacional, mas que implica “importantes investimentos em meios de apoio” e um entendimento direto com a Rússia - que está “interessada em partilhar tecnologia e encontrar mercados para a sua indústria de defesa”.
É na confluência destes dois eixos que entram os Açores. “Os dois eixos vão-se encontrar nada mais nada menos do que no Atlântico português, que de repente adquire um significado estratégico completamente diferente do passado recente. Os EUA e a Europa de Bruxelas ainda não o entenderam, embora seja de esperar que o façam nos próximos anos (os EUA sim, a Europa de Bruxelas só se mudar muito). Alguns Estados europeus já perceberam o que os espera e é neles que Portugal se deve apoiar”, pode ler-se.
Neste contexto, o interesse chinês pela Região é explícito, conforme refere o historiador. Xi Jinping já esteve nos Açores e já manifestou interesse em investir no porto da Praia da Vitória - embora tenha, entretanto, desviado as atenções para o porto de Sines, por motivos que António José Telo alega não poder explicar.

E A BASE?
É verdade que não são conhecidas as intenções chinesas sobre a Base das Lajes, mas também é verdade que elas podem não estar a ser negociadas com Portugal. Isso mesmo aconteceu no passado, com os EUA que negociaram o interesse nos Açores, em 1917, não com os portugueses, mas com os ingleses, já estacionados em Ponta Delgada.
“Em termos do combate aos submarinos no Atlântico, a base de pouco servia; para as ambições globais dos EUA no pós-guerra era essencial”, lembra o professor da Academia Militar. Não é de estranhar, portanto, que uma situação semelhante possa estar a ocorrer nos bastidores da política internacional.
“Nos últimos anos a China colocou o primeiro pé no Índico no campo da defesa, a pretexto de precisar de bases permanentes para apoiar as ações humanitárias no Corno de África – a base em Djibouti, obtida por acordo com os EUA. Aliás, é provável que daqui a algumas décadas os historiadores de então descubram que a China discutiu a presença nos Açores com os EUA, antes de falar com Portugal”, diz.

EUROPA EM DECADÊNCIA
Ora, segundo António José Telo, todas estas novas dinâmicas deixam a Europa de fora. Segundo o especialista, aliás, a Europa é, hoje, o “doente” do sistema internacional, já que está progressivamente não só a perder força económica e militar, como também peso relativo na ordem mundial. Acresce, refere, a insatisfação interna, dentro da União Europeia, e a incapacidade de construir alternativas. “O significativo é que a Europa de Bruxelas já passou a entidade secundária, alguém que está fora da definição do grande jogo e que será enquadrado de uma maneira ou de outra, sem entender sequer o que se está a passar. A isto nos levou a colossal cegueira dos recentes responsáveis por Bruxelas, que cada vez mais se afirmam como os grandes inimigos da Europa e dos europeus”, afirma.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Janeiro 31, 2019, 07:14:39 am
E quem falou em ter mais de uma?Apenas pedi para darem sugestões alternativas a Base Naval do Alfeite apenas isso.Somos pequenos em terra mas em Mar somos gigantes porém em orçamento somos anões.

Então das várias alternativas seria apenas para escolher uma. Se calhar as pessoas que deram as hipóteses deveriam justificar o porquê dessa escolha.

Para mim, Sines é o melhor porto do país, mas do ponto de vista do território marítimo nacional, para ter duas bases, deveria ser uma em Portugal continental e outra nos Açores.

Respondi Açores porque é de facto a única escolha com sentido estratégico. Não faria o mínimo sentido ter mais do que uma base naval no continente. A fazer-se um esforço de criação de uma base naval adicional a escolha para mim teria que ser Açores porque:

- é um ponto estratégico localizado no meio do espaço marítimo nacional e por isso com acesso facilitado a uma extensa área;
- é um espaço de salvaguarda para a defesa nacional, mais difícil de atacar e de ocupar do que qualquer ponto do continente. Não é por acaso que os planos de defesa e de governo do país em caso de ocupação passavam pelos Açores;
- é a área que mais meios navais tem normalmente empenhados longe do continente. Se estes estivessem aí baseados evitavam-se algumas viagens de ida e volta ao Alfeite;
- aumentava-se o comprometimento com a defesa e a soberania nacional sobre uma área que tem despertado alguns interesses alheios pouco recomendáveis;
- contribuía-se para diminuir a centralização de meios do Estado na zona de Lisboa, beneficiando uma região que bem precisa. Poderia atrair mais pessoal dos Açores para a Marinha e trazer mais empregos (diretos e indiretos) para a região do país que salvo erro tem o salário médio mais baixo.

Bem a propósito do que escreve e que destaquei, abaixo transcrevo artigo hoje publicado no jornal Diário Insular, de Angra do Heroísmo:

ENSAIO DE ANTÓNIO JOSÉ TELO REFERE O INTERESSE CHINÊS NA REGIÃO

Açores continuam no centro das disputas estratégicas

Num texto que compara as condições da Grande Guerra com a atualidade, António José Telo, historiador, diz que os Açores não perderam interesse. As investidas da China são prova disso.
Os Açores estão, como estiveram no passado, no centro das disputas estratégicas mundiais. A tese é defendida por António José Telo, professor catedrático na Academia Militar, num ensaio que vai ser publicado em breve pela Assembleia da República.
No texto, que foi cedido ao DI para pré-publicação, o historiador explica a ascensão da China como novo poder global e lembra que a potência tem vindo a manifestar interesse no arquipélago - tal como aconteceu antes, aliás, com os Estados Unidos da América.
“Cem anos depois vamos encontrar de novo os Açores no centro das disputas estratégicas, das visões de longo prazo dos poderes emergentes, sejam as económicas ou as de defesa, intimamente ligadas. Quando os EUA decidiram assumir responsabilidades globais, a primeira coisa que fizeram foi colocar um pé nos Açores, mesmo com uma administração central dividida; cem anos depois, quando a China decide oficialmente assumir a ‘liderança da globalização’, logo pensa nos Açores”, escreve o historiador. No ensaio “Um século depois - o que a Grande Guerra ensina ao mundo de 2019”, António José Telo faz a comparação entre as condições da I Guerra Mundial e o mundo de hoje.
Há, de acordo com o professor da Academia Militar, pontos de contacto entre as duas realidades e uma delas tem que ver, precisamente, com a mudança de hegemonia, desta feita assumida em grande escala pela China, cujo PIB representa, hoje, 16% do total mundial – um crescimento de oito vezes mais do que no início dos anos 90. “O objetivo principal dos passos recentes é mudar o sistema económico e financeiro internacional, centrando-o na China, que é a segunda economia mundial e o principal agente do comércio internacional.
É um objetivo de médio prazo, algo a alcançar nas próximas décadas”, escreve o especialista, que lembra que o Presidente chinês, Xi Jinping, já assumiu a liderança do processo de globalização.
De acordo com António José Telo, o país tem vindo a definir os mecanismos para aplicar os valores do centro do sistema. Neste sentido, escreve, foram definidos dois grandes eixos externos, onde se vai concentrar uma ação multifacetada.
O primeiro eixo, recorda, é o projeto chamado “Nova rota da seda”, apresentado como ajuda humanitária a alguns dos países mais pobres na Ásia, em África e na Europa. “São abrangidos pelo menos 47 Estados em três continentes, com que já se assinaram acordos. No conjunto são centenas de projetos, financiados pela China, não propriamente por doação (é um mínimo),mas com investimentos diretos e créditos em condições favoráveis. O financiamento é dado por organismos internacionais liderados pela China”, avança o historiador, que lembra que o processo passa por um entendimento com os norte-americanos e com os russos.
O segundo eixo, refere, é a Rota do Norte, que ainda não está operacional, mas que implica “importantes investimentos em meios de apoio” e um entendimento direto com a Rússia - que está “interessada em partilhar tecnologia e encontrar mercados para a sua indústria de defesa”.
É na confluência destes dois eixos que entram os Açores. “Os dois eixos vão-se encontrar nada mais nada menos do que no Atlântico português, que de repente adquire um significado estratégico completamente diferente do passado recente. Os EUA e a Europa de Bruxelas ainda não o entenderam, embora seja de esperar que o façam nos próximos anos (os EUA sim, a Europa de Bruxelas só se mudar muito). Alguns Estados europeus já perceberam o que os espera e é neles que Portugal se deve apoiar”, pode ler-se.
Neste contexto, o interesse chinês pela Região é explícito, conforme refere o historiador. Xi Jinping já esteve nos Açores e já manifestou interesse em investir no porto da Praia da Vitória - embora tenha, entretanto, desviado as atenções para o porto de Sines, por motivos que António José Telo alega não poder explicar.

E A BASE?
É verdade que não são conhecidas as intenções chinesas sobre a Base das Lajes, mas também é verdade que elas podem não estar a ser negociadas com Portugal. Isso mesmo aconteceu no passado, com os EUA que negociaram o interesse nos Açores, em 1917, não com os portugueses, mas com os ingleses, já estacionados em Ponta Delgada.
“Em termos do combate aos submarinos no Atlântico, a base de pouco servia; para as ambições globais dos EUA no pós-guerra era essencial”, lembra o professor da Academia Militar. Não é de estranhar, portanto, que uma situação semelhante possa estar a ocorrer nos bastidores da política internacional.
“Nos últimos anos a China colocou o primeiro pé no Índico no campo da defesa, a pretexto de precisar de bases permanentes para apoiar as ações humanitárias no Corno de África – a base em Djibouti, obtida por acordo com os EUA. Aliás, é provável que daqui a algumas décadas os historiadores de então descubram que a China discutiu a presença nos Açores com os EUA, antes de falar com Portugal”, diz.

EUROPA EM DECADÊNCIA
Ora, segundo António José Telo, todas estas novas dinâmicas deixam a Europa de fora. Segundo o especialista, aliás, a Europa é, hoje, o “doente” do sistema internacional, já que está progressivamente não só a perder força económica e militar, como também peso relativo na ordem mundial. Acresce, refere, a insatisfação interna, dentro da União Europeia, e a incapacidade de construir alternativas. “O significativo é que a Europa de Bruxelas já passou a entidade secundária, alguém que está fora da definição do grande jogo e que será enquadrado de uma maneira ou de outra, sem entender sequer o que se está a passar. A isto nos levou a colossal cegueira dos recentes responsáveis por Bruxelas, que cada vez mais se afirmam como os grandes inimigos da Europa e dos europeus”, afirma.

Por todos esses motivos e mais alguns tambem concordo que os Açores seria a escolha estrategica que mais sentido faria.Ficariamos com a do Alfeite e essa dos Açores embora saibamos que isso jamais ocorrerá.
Sim os chineses tem muitos interesses nos Açores também ouvi falar que foi isso que fez com que os EUA abandonassem a região verdade oi não o certo é que ficaram.
O Porto de Sines tem muitos interesses civis que podem contribuir oara melhorar a região existe o tal projeto de criação de um Hib de GNL entre a UE e os EUA,os chineses atraves dessa estranha rota sa seda.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 03, 2019, 11:49:26 am
http://www.defense-aerospace.com/articles-view/release/3/199577/france-awards-%E2%82%AC1.7bn-order-for-four-replenishment-tankers.html

O Somme em princípio estaria disponível em 2025 e "apenas" com 35 anos, um jovem portanto. Não seria uma boa solução?  :mrgreen:

(https://c1.staticflickr.com/4/3707/14120015160_655e81d70d_b.jpg)

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Fevereiro 03, 2019, 12:01:18 pm
http://www.defense-aerospace.com/articles-view/release/3/199577/france-awards-%E2%82%AC1.7bn-order-for-four-replenishment-tankers.html

O Somme em princípio estaria disponível em 2025 e "apenas" com 35 anos, um jovem portanto. Não seria uma boa solução?  :mrgreen:

(https://c1.staticflickr.com/4/3707/14120015160_655e81d70d_b.jpg)

Não creio que seja uma boa  opção essa embarcação.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Fevereiro 03, 2019, 12:19:55 pm
Se houvesse uma corrida para adquirir este navio reabastecedor gaulês completamente podre.
Apareceriam apenas dois concorrentes: Portugal e aquele sucateiro turco que desmantela navios que ganharia facilmente o concurso por apresentar a melhor proposta.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Fevereiro 03, 2019, 12:36:19 pm
35 anos é muito velho, comprar navios usados só até aos 20 anos, para poder ainda navegar outros 20 anos, ou 30 se for em Portugal  :mrgreen:.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 03, 2019, 03:42:40 pm
Não creio que seja uma boa  opção essa embarcação.

Estava a brincar e simultaneamente a ser irónico, amigo zocuni.  ;)

É óbvio que não é solução, serviu apenas para demonstrar o quanto continuamos a ficar para trás em relação aos nossos aliados.  ;)

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 03, 2019, 05:37:27 pm
Ainda há pessoal que não entende o significado do Mr Green. Quanto aos Durance, mesmo que estivessem em óptimo estado e tivessem casco duplo, também não deviam passar no canal do Alfeite.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 03, 2019, 05:54:11 pm
Ainda há pessoal que não entende o significado do Mr Green. Quanto aos Durance, mesmo que estivessem em óptimo estado e tivessem casco duplo, também não deviam passar no canal do Alfeite.

Pois.  ;)

Por falar em dragar o canal do Alfeite, algo que tem sido mencionado tanto neste tópico como no do NavPol, não sei se entretanto tal já foi efectuado mas a empreitada foi de facto lançada ainda no ano passado com um valor base a rondar os 500 mil euros:
 
http://www.anteprojectos.com.pt/concurso/11098/cp-03-2018-empreitada-de-dragagem-do-canal-de-acesso-da-arsenal-do-alfeite-s-a-e-da-bacia-de-manobra-da-doca-seca/
https://www.dn.pt/lusa/interior/arsenal-do-alfeite-aprova-investimento-de-25-me-para-obras-e-reequipamento-9187928.html
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 03, 2019, 07:30:54 pm
Se fosse para comprar usado, o melhor negocio que anda ai no futuro proximo são os Wave ingleses.
É preciso é que caibam no Alfeite!
 :-\
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 03, 2019, 08:16:17 pm
Se fosse para comprar usado, o melhor negocio que anda ai no futuro proximo são os Wave ingleses.
É preciso é que caibam no Alfeite!
 :-\

Sem qq dúvida que no mercado, se é que posso chamar isso, dos usados, seria a melhor das opções, pela guarnição, duplo casco, capacidade de operar heli médio/pesado orgânico, o calado é um problema comum de todos estes navios.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/2El4fQ.jpg) (https://imageshack.com/i/po2El4fQj)

https://en.wikipedia.org/wiki/Wave-class_tanker

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Fevereiro 04, 2019, 12:00:48 am
Se fizéssemos o choradinho à Tia Merkle será que não nos vendia um (ou dois) destes? É pequenino como a nossa Marinha...  :-P :mrgreen:

https://en.wikipedia.org/wiki/Elbe-class_replenishment_ship (https://en.wikipedia.org/wiki/Elbe-class_replenishment_ship)

(https://photos.fleetmon.com/vessels/fgs-werra_0_1377575_Medium.jpg)

(https://c1.staticflickr.com/9/8766/17174013335_74ac9c33a1_b.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 04, 2019, 12:11:51 am
Este o RNZN Endeavour, que em 2015 num upgrade até recebeu casco duplo, já foi com os porcos, tinha 30 anos.

https://www.facebook.com/NZNavy/videos/563289860769593/

Olhando para as idades dos reabastecedores que as diversas marinhas tem ao serviço e possam vender os da Classe Wave são quanto a mim a melhor aposta, um usado com quinze anos era um luxo.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Fevereiro 04, 2019, 07:50:10 am
Se fosse para comprar usado, o melhor negocio que anda ai no futuro proximo são os Wave ingleses.
É preciso é que caibam no Alfeite!
 :-\

Sem qq dúvida que no mercado, se é que posso chamar isso, dos usados, seria a melhor das opções, pela guarnição, duplo casco, capacidade de operar heli médio/pesado orgânico, o calado é um problema comum de todos estes navios.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/2El4fQ.jpg) (https://imageshack.com/i/po2El4fQj)

https://en.wikipedia.org/wiki/Wave-class_tanker

Abraços

Realmente é um tremendo navio reabastecedor mas isso leva-ne a algumas questões.Acho-o pouco adequado ao tamanho de nossa frota ou seja teriamos um reabastecedor acima de nossa capacidade naval penso eu,outra coisa o custo de manutenção dessa embarcação deve ser uncompativel com nosso parco orçamento no entanto tem tma vantagem de ter uma tripulaçao de 80 marinheiros mais 22 para as aoperaçoes com helis.
Pelo que vem escrito o ETNA reabastecedor iltalianp de 13.500 toneladas irá ser descomissiondo ate 2025 não seria mais adeaiado oara o nosso tamanho e tem apenas 22 anos só não sei afirmar se é de casco duplo mas por certo alguém saberá informar.

https://en.wikipedia.org/wiki/Etna-class_replenishment_oiler
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 04, 2019, 09:59:12 am
Se compararmos os dois navios temos :

Os Wave c/ menos cinco anos que o ETNA;
Ambos c/ capacidade de embarcar helis médios/pesados;
Ambos com duplo casco ??? pelo menos os Wave tem;
Os Wave com 32.000 tons e 196 metros, calado quase 10 metros VS o Etna c/ 14.000 tons e 146 metros calado 7,5 metros;
Autonomia Wave 10.000 milhas a 15 Nós VS Etna 7.600 milhas a 18 Nós;
Guarnição Wave 80 +22 Vs Etna 160 + 85.

Para mim vejo duas vantagens em adquirir um dos Wave:

1) No que respeita a autonomia tem mais 30%, o que para nós é uma vantagem pois temos Tugas espalhados por todo o lado;

2) Quanto á guarnição é metade do Etna, 80 VS 160, o que representa em termos de custos uma poupança enorme para o já parco orçamento da MdG. Se atribuirmos um vencimento médio anual para um Marinheiro de 15.000 €, os sargentos e oficiais ganharão mais, claro, anualmente, a diferença são 1,2 € milhões, doze milhões em dez anos, e, em vinte anos pouparíamos 24 milhões, que poderiam ser utilizados para a MNT do Navio ou aquisição de outros equipamentos, por exemplo mais seis Koalas. :mrgreen:

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/2El4fQ.jpg) (https://imageshack.com/i/po2El4fQj)

https://en.wikipedia.org/wiki/Wave-class_tanker

https://en.wikipedia.org/wiki/Etna-class_replenishment_oiler

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Fevereiro 04, 2019, 10:22:33 am
Se compararmos os dois navios temos :

Os Wave c/ menos cinco anos que o ETNA;
Ambos c/ capacidade de embarcar helis médios/pesados;
Ambos com duplo casco, pelo menos os wave tem;
Os Wave com 32.000 tons e 196 metros, calado quase 10 metros VS o Etna c/ 14.000 tons e 146 metros calado 7,5 metros;
Autonomia Wave 10.000 milhas a 15 Nós VS Etna 7.600 milhas a 18 Nós;
Guarnição Wave 80 +22 Vs Etna 160 + 85.

Para mim vejo duas vantagens em adquirir um dos Wave:

1) No que respeita a autonomia tem mais 30%, o que para nós é uma vantagem pois temos Tugas espalhados por todo o lado;

2) Quanto á guarnição é metade do Etna, 80 VS 160, o que representa em termos de custos uma poupança enorme para o já parco orçamento da MdG. Se atribuirmos um vencimento médio anual para um Marinheiro de 15.000 €, os sargentos e oficiais ganharão mais, claro, anualmente, a diferença são 1,2 € milhões, em dez anos, doze milhões e em vinte anos pouparíamos 24 milhões, que poderiam ser utilizados para a MNT do Navio ou aquisição de outros equipamentos, por exemplo mais seis Koalas. :mrgreen:

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/6J53Kv.jpg) (https://imageshack.com/i/pl6J53Kvj)



https://en.wikipedia.org/wiki/Wave-class_tanker

https://en.wikipedia.org/wiki/Etna-class_replenishment_oiler

Abraços

Tuas observações são pertinentes mas tenhio uma ressalva a fazer.Como é sabido quando a Fincantieri fabricou essa classe Etna fez  um para a Marinha Grega que somente tem um diferença básica que nesta versão eles terem abdicado da vertente de reabastecimento para porta-aviões pois eles nao possuem tal meio em compensaçao substituiram por uma secção de comando e dessa forma a tripulaão cai para 135 marinheiros o que não difere assim tanto dos 80+22 do WK inglês.
Nossa Marinha também não tem porta-aviões nem faz sentido algum termos dessa forma poderiamos readaptar a embarcaão apenas uma sugestão.
Quanto ao resto eu sinceramente escolheria o ingles apenas so acho de dimensoes exageradas para os meios que temos apenas e tão somente isso.

https://el.wikipedia.org/wiki/%CE%A0%CF%81%CE%BF%CE%BC%CE%B7%CE%B8%CE%B5%CF%8D%CF%82_%CE%91-374_(%CF%83%CF%85%CE%BD%CE%BF%CE%B4%CF%8C_%CF%83%CF%84%CF%8C%CE%BB%CE%BF%CF%85)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 04, 2019, 10:31:44 am
Se compararmos os dois navios temos :

Os Wave c/ menos cinco anos que o ETNA;
Ambos c/ capacidade de embarcar helis médios/pesados;
Ambos com duplo casco, pelo menos os wave tem;
Os Wave com 32.000 tons e 196 metros, calado quase 10 metros VS o Etna c/ 14.000 tons e 146 metros calado 7,5 metros;
Autonomia Wave 10.000 milhas a 15 Nós VS Etna 7.600 milhas a 18 Nós;
Guarnição Wave 80 +22 Vs Etna 160 + 85.

Para mim vejo duas vantagens em adquirir um dos Wave:

1) No que respeita a autonomia tem mais 30%, o que para nós é uma vantagem pois temos Tugas espalhados por todo o lado;

2) Quanto á guarnição é metade do Etna, 80 VS 160, o que representa em termos de custos uma poupança enorme para o já parco orçamento da MdG. Se atribuirmos um vencimento médio anual para um Marinheiro de 15.000 €, os sargentos e oficiais ganharão mais, claro, anualmente, a diferença são 1,2 € milhões, em dez anos, doze milhões e em vinte anos pouparíamos 24 milhões, que poderiam ser utilizados para a MNT do Navio ou aquisição de outros equipamentos, por exemplo mais seis Koalas. :mrgreen:

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/6J53Kv.jpg) (https://imageshack.com/i/pl6J53Kvj)



https://en.wikipedia.org/wiki/Wave-class_tanker

https://en.wikipedia.org/wiki/Etna-class_replenishment_oiler

Abraços

Tuas observações são pertinentes mas tenhio uma ressalva a fazer.Como é sabido quando a Fincantieri fabricou essa classe Etna fez  um para a Marinha Grega que somente tem um diferença básica que nesta versão eles terem abdicado da vertente de reabastecimento para porta-aviões pois eles nao possuem tal meio em compensaçao substituiram por uma secção de comando e dessa forma a tripulaão cai para 135 marinheiros o que não difere assim tanto dos 80+22 do WK inglês.
Nossa Marinha também não tem porta-aviões nem faz sentido algum termos dessa forma poderiamos readaptar a embarcaão apenas uma sugestão.
Quanto ao resto eu sinceramente escolheria o ingles apenas so acho de dimensoes exageradas para os meios que temos apenas e tão somente isso.

https://el.wikipedia.org/wiki/%CE%A0%CF%81%CE%BF%CE%BC%CE%B7%CE%B8%CE%B5%CF%8D%CF%82_%CE%91-374_(%CF%83%CF%85%CE%BD%CE%BF%CE%B4%CF%8C_%CF%83%CF%84%CF%8C%CE%BB%CE%BF%CF%85)

Apesar de tamanho entre os dois Navios eu apostaria nos Wave, devido ás IDADE/AUTONOMIA/GUARNIÇÃO.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 04, 2019, 11:15:33 am
o novo reabastecedor da Marinha Norueguesa, por 150$ milhões, construído na Coreia !
Pelo que li nas características, parece feito á medida para a nossa Marinha.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/BJBqHt.jpg) (https://imageshack.com/i/plBJBqHtj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/VQoS8U.jpg) (https://imageshack.com/i/pnVQoS8Uj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/4qdtik.jpg) (https://imageshack.com/i/po4qdtikj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/mlbv0K.jpg) (https://imageshack.com/i/pmmlbv0Kj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/p8V1wc.jpg) (https://imageshack.com/i/pmp8V1wcj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/dIbJTO.jpg) (https://imageshack.com/i/pldIbJTOj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/CD7rAm.jpg) (https://imageshack.com/i/plCD7rAmj)

http://www.sms1835.no/arkiv/2014-08-27%20Logistic%20Support%20Vessel%20by%20Director%20Lee%20Sung%20Jin.pdf


General characteristics:
• Length: 183 m
• Beam: 25.9 m
• Design draft: 8.62 m
• Maximum displacement: ~ 27,500 tonnes
• Speed:> 18 knots
. Autonomia 10.000 milhas
• Two main engines at 7500kW (Wärtsilä)
• Two diesel generators at 3170kW (Wärtsilä)
• Two bow thrusters at 1000kW (Wärtsilä)
• Propulsion Type: Diesel Hybrid (CODLOD)
• Two "dual abeam" RAS Rigs for Transfer of Fuel into the Sea (Rexroth)
• 25-tonne lift-compensated deck crane (Pellegrini)
• Fire Sea Protector remote controlled weapon platforms (Kongsberg)
Core crew: 43 people
• Additional capacity for 116 people

 Load Capacity:
• Diesel (F76): > 7000 tonnes
• Helicopter fuel (F44): > 300 tonnes
• Provisions:> 30 tonnes
• Can carry over 40 20-foot containers
• Smaller vessels
• Vehicles
• More than 200 tons of ammunition
Capacity for two NH-90 helicopters (on helicopter deck and hangar)
• Medical facility for up to 48 patients
• Treatment room for divers

 Milestones:
• Contract Award: June 28, 2013
• Preliminary Design Review (PDR): May 2014
• Critical Design Review (CDR): April 2015
• Steel Cut: May 22, 2015
• Keel laying: December 15, 2015
• Launch: Completed 4 June 2016
• Delivery: November 16, 2018

 Contractor:
• Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering (DSME)
• British Maritime Technology (BMT)

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Vicente de Lisboa em Fevereiro 04, 2019, 11:40:36 am
Gosto de como os Noruegueses, que são ricos e têm industria naval, não se metem com merdas quando se trata de adquirir material.

Submarinos made in Germany, fragatas made in Spain, Corvetas da casa, reabastecedor made in Korea...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lusitaniae em Fevereiro 04, 2019, 11:51:58 am
Não concordo! Portugal tem muita experiência na construção naval, em Viana se pode construir o que a nossa Marinha precisa na boa, o problema de Portugal é falta de dinheiro e não capacidade técnica.
Nem que fique um pouco mais caro que comprar usado, deve-se dar primacia a construir em Portugal.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Fevereiro 04, 2019, 12:13:04 pm
Só uma pergunta de curioso.Quanto a Royal Navy quer pelo Wave Knight e ja agora exuste algum valor atribuído para essa compra em nossa LPM?
Desde já agradeo a quem responder.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 04, 2019, 02:16:49 pm
Só uma pergunta de curioso.Quanto a Royal Navy quer pelo Wave Knight e ja agora exuste algum valor atribuído para essa compra em nossa LPM?
Desde já agradeo a quem responder.

O valor que está atribuido na LPM para um reabastecedor é de 150 milhões de €.
O preço dos Wave ainda não foi disponibilizado pela Royal Navy, mas de certeza que será um preço bastante em conta removendo certos equipamentos como os CIWS.
 ;)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Fevereiro 04, 2019, 02:41:23 pm
Só uma pergunta de curioso.Quanto a Royal Navy quer pelo Wave Knight e ja agora exuste algum valor atribuído para essa compra em nossa LPM?
Desde já agradeo a quem responder.

O valor que está atribuido na LPM para um reabastecedor é de 150 milhões de €.
O preço dos Wave ainda não foi disponibilizado pela Royal Navy, mas de certeza que será um preço bastante em conta removendo certos equipamentos como os CIWS.
 ;)

Eu aqui através de um video de youtube não sei se confiavel ou não diz que o WK custou 100 milhoes de libras ou seja se hoje o venderem penso que pouco mais de metade alguém de.Quanto a virem para nos sem CIWS o que nao creio também não seria um drama.E ver os custos de operacionalidade dessa embarcação e de manutenão pesar os pros e contras e tomar decisoes.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 04, 2019, 02:41:43 pm
Só uma pergunta de curioso.Quanto a Royal Navy quer pelo Wave Knight e ja agora exuste algum valor atribuído para essa compra em nossa LPM?
Desde já agradeo a quem responder.

O valor que está atribuido na LPM para um reabastecedor é de 150 milhões de €.
O preço dos Wave ainda não foi disponibilizado pela Royal Navy, mas de certeza que será um preço bastante em conta removendo certos equipamentos como os CIWS.
 ;)

E o facto de serem Navios já com quinze ou mais anos.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 04, 2019, 02:45:11 pm
Só uma pergunta de curioso.Quanto a Royal Navy quer pelo Wave Knight e ja agora exuste algum valor atribuído para essa compra em nossa LPM?
Desde já agradeo a quem responder.

O valor que está atribuido na LPM para um reabastecedor é de 150 milhões de €.
O preço dos Wave ainda não foi disponibilizado pela Royal Navy, mas de certeza que será um preço bastante em conta removendo certos equipamentos como os CIWS.
 ;)

Eu aqui através de um video de youtube não sei se confiavel ou não diz que o WK custou 100 milhoes de libras ou seja se hoje o venderem penso que pouco mais de metade alguém de.Quanto a virem para nos sem CIWS o que nao creio também não seria um drama.E ver os custos de operacionalidade dessa embarcação e de manutenão pesar os pros e contras e tomar decisoes.

O Navio de per si penso que não ficará acima dos 40/45€ milhões, se for necessário equipa-lo com as duas CIWS, também já as cá temos em stock, as duas que foram adquiridas para o Futuro NRP D. Sebastião, o NPL da manhã de nevoeiro.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Fevereiro 04, 2019, 02:59:20 pm
Só uma pergunta de curioso.Quanto a Royal Navy quer pelo Wave Knight e ja agora exuste algum valor atribuído para essa compra em nossa LPM?
Desde já agradeo a quem responder.

O valor que está atribuido na LPM para um reabastecedor é de 150 milhões de €.
O preço dos Wave ainda não foi disponibilizado pela Royal Navy, mas de certeza que será um preço bastante em conta removendo certos equipamentos como os CIWS.
 ;)

Eu aqui através de um video de youtube não sei se confiavel ou não diz que o WK custou 100 milhoes de libras ou seja se hoje o venderem penso que pouco mais de metade alguém de.Quanto a virem para nos sem CIWS o que nao creio também não seria um drama.E ver os custos de operacionalidade dessa embarcação e de manutenão pesar os pros e contras e tomar decisoes.

O Navio de per si penso que não ficará acima dos 40/45€ milhões, se for necessário equipa-lo com as duas CIWS, também já as cá temos em stock, as duas que foram adquiridas para o Futuro NRP D. Sebastião, o NPL da manhã de nevoeiro.

Abraços

Uma coisa deixa-me feliz nao o teremos por falta de verba até temos em excesso vontade política e que muito pouca.Vamos falar com nossos parceiros ancestrais e reservar essa embarcação imediatamente,acho-a exagerada a menos que tenhamos uma frota com 10 fragatas,1 LD e afins mas por excesso é sempre melhir errar que por defeito.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: asalves em Fevereiro 04, 2019, 05:01:30 pm
Só uma pergunta de curioso.Quanto a Royal Navy quer pelo Wave Knight e ja agora exuste algum valor atribuído para essa compra em nossa LPM?
Desde já agradeo a quem responder.

O valor que está atribuido na LPM para um reabastecedor é de 150 milhões de €.
O preço dos Wave ainda não foi disponibilizado pela Royal Navy, mas de certeza que será um preço bastante em conta removendo certos equipamentos como os CIWS.
 ;)

Eu aqui através de um video de youtube não sei se confiavel ou não diz que o WK custou 100 milhoes de libras ou seja se hoje o venderem penso que pouco mais de metade alguém de.Quanto a virem para nos sem CIWS o que nao creio também não seria um drama.E ver os custos de operacionalidade dessa embarcação e de manutenão pesar os pros e contras e tomar decisoes.

O Navio de per si penso que não ficará acima dos 40/45€ milhões, se for necessário equipa-lo com as duas CIWS, também já as cá temos em stock, as duas que foram adquiridas para o Futuro NRP D. Sebastião, o NPL da manhã de nevoeiro.

Abraços

Segundo a info disponível, esse navio não cabe no Alfeite.

O Alfeite só suporta navios com calado até 7,5 m, e na atualidade se a o canal ainda não foi dragado nem deve suportar
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: zocuni em Fevereiro 04, 2019, 05:34:21 pm
O Alfeite só suporta navios com calado até 7,5 m, e na atualidade se a o canal ainda não foi dragado nem deve suportar

Nada que a engenharia não resolva.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 04, 2019, 06:20:51 pm
Se é grande é grande, se é pequeno é pequeno. O pessoal nunca está contente. Porventura um navio reabastecedor terá que navegar sempre com os porões sempre cheios de combustível? Então e as forças-tarefa de que a Marinha faz parte? Muitas marinhas aliadas enviam os seus reabastecedores, em vez de fragatas ou contra-torpedeiros, porque são mais baratos de operar (guarnições menores, propulsão mais económica).

Os WK são, de momento, a melhor opção para substituir o Bérrio a baixo custo. São navios recentes, em qualquer marinha, especialmente na nossa onde imperam navios com 25 ou mais anos. Que se façam as dragagens necessários no canal do Alfeite e se construam novas infra-estruturas, se for caso disso, que tudo adicionado fica muito abaixo dos 150 milhões e o Bérrio já devia ter sido substituído há 10 anos atrás. De preferência, que venha o Wave Ruler, cujos reparos de 30 mm já são automatizados e a peça é a Bushmaster II, idêntica ao das Merlin.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Fevereiro 04, 2019, 06:29:34 pm
nada disso!...
é melhor esperar mais um bocadinho!...
assim vai lá outro buscar!...
e assim já não dá para comprar!...
que é o que os criminosos que nos governam querem!...
não querem saber das crianças nos hospitais e iriam querer saber do resto!...
dinheiro sim, mas para a compra de votos, para o partido e para a corrupção!...
o governo do país é uma coisa perfeitamente acessória e só sobram uns trocos por acaso!...
enquanto se mantiverem os actuais delinquentes no poder será assim!...
e depois será necessário endireitar o barco outra vez!...
e já não falta muito para a próxima pre-bancarrota!...
pelo que não antevejo facilidades para negócios!...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 04, 2019, 07:46:45 pm
Se é grande é grande, se é pequeno é pequeno. O pessoal nunca está contente. Porventura um navio reabastecedor terá que navegar sempre com os porões sempre cheios de combustível? Então e as forças-tarefa de que a Marinha faz parte? Muitas marinhas aliadas enviam os seus reabastecedores, em vez de fragatas ou contra-torpedeiros, porque são mais baratos de operar (guarnições menores, propulsão mais económica).

Os WK são, de momento, a melhor opção para substituir o Bérrio a baixo custo. São navios recentes, em qualquer marinha, especialmente na nossa onde imperam navios com 25 ou mais anos. Que se façam as dragagens necessários no canal do Alfeite e se construam novas infra-estruturas, se for caso disso, que tudo adicionado fica muito abaixo dos 150 milhões e o Bérrio já devia ter sido substituído há 10 anos atrás. De preferência, que venha o Wave Ruler, cujos reparos de 30 mm já são automatizados e a peça é a Bushmaster II, idêntica ao das Merlin.

Nos usados não vejo mais nenhum reabastecedor que possa ser adquirido, esta classe Wave até está disponível pois se já foram oferecidos ao Brasil, é porque o RU se quer desfazer deles.
As vantagens desta classe são a idade, tem apenas, quinze anos, a guarnição de apenas 80 elementos, já possuírem duplo casco e a possibilidade de operarem os 101, claro que preferiria um Navio a estrear, mas se este ficasse abaixo dos 40 milhões, era de se deitar a mão a um deles.
Quanto ás dragagens para o acesso á BNL, eu acho que com ou sem Wave Ruler, já deveriam ter sido efectuadas, pois o calado do Berrio é de mais de sete metros.

Seria de todo inconcebível, limitar a compra de um Navio devido ao calado, seria desculpa de mau pagador, se o negócio fosse bom para o nosso lado, só tinhamos que dragar o que fosse para dragar, até porque como bem disseste os quase dez metros de calado será quando o Navio tem o deslocamento máximo, o que muito raramente aconteceria.

Que o navio tem dimensões grandes é uma verdade mas isso nada tem a ver com o facto de termos uma frota com poucos Navios, a Noruega tem uma frota de alto mar em numero de navios  idêntica á nossa e o Navio reabastecedor que adquiriram desloca 27.000 tons, acham que eles estão preocupados por o Navio ter grandes dimensões ??

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/jUr4D2.jpg) (https://imageshack.com/i/pojUr4D2j)

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 04, 2019, 08:52:45 pm
Honestamente não creio que se fosse no estado em que estão menos o armamento chegassem aos 40 milhões.
Basta ver o preço a que foi vendido o HMS Ocean (PHM Atlantico) pouco depois de um refit de 65 milhões de libras.
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 04, 2019, 10:48:18 pm
Olha o Wave Knight/Ruler na calha, parece que mais alguém, além de mim, se está a borrifar para o calado do Navio. ;)

https://www.facebook.com/portuguesearmy/


Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 05, 2019, 10:15:09 am
Olha o Wave Knight/Ruler na calha, parece que mais alguém, além de mim, se está a borrifar para o calado do Navio. ;)

https://www.facebook.com/portuguesearmy/


Abraços

Se tudo o que está nesse vídeo fosse por diante já não era mau, mas arrisco já afirmar que tal infelizmente não acontecerá. Não tudo, pelo menos.  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: asalves em Fevereiro 05, 2019, 10:19:29 am
Se é grande é grande, se é pequeno é pequeno. O pessoal nunca está contente. Porventura um navio reabastecedor terá que navegar sempre com os porões sempre cheios de combustível? Então e as forças-tarefa de que a Marinha faz parte? Muitas marinhas aliadas enviam os seus reabastecedores, em vez de fragatas ou contra-torpedeiros, porque são mais baratos de operar (guarnições menores, propulsão mais económica).

Os WK são, de momento, a melhor opção para substituir o Bérrio a baixo custo. São navios recentes, em qualquer marinha, especialmente na nossa onde imperam navios com 25 ou mais anos. Que se façam as dragagens necessários no canal do Alfeite e se construam novas infra-estruturas, se for caso disso, que tudo adicionado fica muito abaixo dos 150 milhões e o Bérrio já devia ter sido substituído há 10 anos atrás. De preferência, que venha o Wave Ruler, cujos reparos de 30 mm já são automatizados e a peça é a Bushmaster II, idêntica ao das Merlin.

Nos usados não vejo mais nenhum reabastecedor que possa ser adquirido, esta classe Wave até está disponível pois se já foram oferecidos ao Brasil, é porque o RU se quer desfazer deles.
As vantagens desta classe são a idade, tem apenas, quinze anos, a guarnição de apenas 80 elementos, já possuírem duplo casco e a possibilidade de operarem os 101, claro que preferiria um Navio a estrear, mas se este ficasse abaixo dos 40 milhões, era de se deitar a mão a um deles.
Quanto ás dragagens para o acesso á BNL, eu acho que com ou sem Wave Ruler, já deveriam ter sido efectuadas, pois o calado do Berrio é de mais de sete metros.

Seria de todo inconcebível, limitar a compra de um Navio devido ao calado, seria desculpa de mau pagador, se o negócio fosse bom para o nosso lado, só tinhamos que dragar o que fosse para dragar, até porque como bem disseste os quase dez metros de calado será quando o Navio tem o deslocamento máximo, o que muito raramente aconteceria.

Que o navio tem dimensões grandes é uma verdade mas isso nada tem a ver com o facto de termos uma frota com poucos Navios, a Noruega tem uma frota de alto mar em numero de navios  idêntica á nossa e o Navio reabastecedor que adquiriram desloca 27.000 tons, acham que eles estão preocupados por o Navio ter grandes dimensões ??

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/jUr4D2.jpg) (https://imageshack.com/i/pojUr4D2j)

Abraços


Atenção eu não sou contra aquisição de nada, nem percebo o suficiente para argumentar de x ou y é melhor.

Apenas estava a ser pragmático, o Bérrio segundo a marinha tem 7,3 m de calado, o canal do Alfeite suporta no máximo 7,5 (segundo infos oficiais) e provavelmente os 7,5 deve estar pendente da maré (não posso confirmar mas acho que o ano passado ou este houve um navio da marinha que esteve a espera da maré para conseguir sair). Toda a zona do canal do Alfeite tem é pouco profunda logo não sei em termos de engenharia se dá para dragar mais de 10 m.

Podem consultar a carta náutica (não sei se está atualizada) https://52c1164e-a-62cb3a1a-s-sites.googlegroups.com/site/cmlcatalao/home/cartas-nauticas/lisboa/cacilhas.jpg?attachauth=ANoY7cqTPTLTeDoz3q-2YjIMDs66ETYnVuhyk0jCWqyOjlHUiIlewbYKlGmhf48wvDRqRj3ezGMYKE6xFiLQ0qIEOjz-uWxh53A_AiLxpur6f3MfsTtHMDceqQtUe4x6YbAqbFu6I9WxsqgDgb1VnI2wY-j4hT3tf1fu05xTECsM99QXzGTxFGoTnrSYXA2AjdkXGPT4NklZ3i4pNQW1eipMoQX9Th6rtv-ZrX9zqfJqde6zm05Q6_LLrmM4_l3oElZP12Gl5JCd&attredirects=0 (https://52c1164e-a-62cb3a1a-s-sites.googlegroups.com/site/cmlcatalao/home/cartas-nauticas/lisboa/cacilhas.jpg?attachauth=ANoY7cqTPTLTeDoz3q-2YjIMDs66ETYnVuhyk0jCWqyOjlHUiIlewbYKlGmhf48wvDRqRj3ezGMYKE6xFiLQ0qIEOjz-uWxh53A_AiLxpur6f3MfsTtHMDceqQtUe4x6YbAqbFu6I9WxsqgDgb1VnI2wY-j4hT3tf1fu05xTECsM99QXzGTxFGoTnrSYXA2AjdkXGPT4NklZ3i4pNQW1eipMoQX9Th6rtv-ZrX9zqfJqde6zm05Q6_LLrmM4_l3oElZP12Gl5JCd&attredirects=0)

Como tal por muito que gostasse de ter um AOR grande ou pequeno temos de comprar um que caiba no Alfeite
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 05, 2019, 11:37:33 am
On/off-topic

Para quem desconheça, a zona dos antigos estaleiros da Lisnave na Margueira, Almada, vai ser convertida até à década de 2030 na apelidada "Cidade da Água". Toda essa zona é contígua à Base Naval do Alfeite e para além de uma marina terá também, ou está projectado, um terminal de cruzeiros, muito embora a presidente da Câmara Municipal de Almada tenha vindo a público recentemente afirmar que neste momento não faz muito sentido dado o facto de já existir um terminal desse género em Lisboa. Mesmo assim se tal for para a frente, terão de ser levadas a cabo várias acções de dragagem em redor da antiga Lisnave, inclusivamente na zona que dá para o canal do Alfeite.

Para o referido canal também já estão contratadas acções de dragagem de areias e lodo de modo a facilitar a entrada de navios de maior calado na BNL e assim possibilitar também o alargamento da carteira de clientes estrangeiros do Arsenal do Alfeite, por isso acho sinceramente que se não se optar por um dos RFA da classe Wave como substituto do Bérrio por razões de altura do calado será desculpa de mau pagador. Até porque, muito embora nesse caso não venha a ser construído num estaleiro naval português, a poupança que geraria aos cofres do Estado (LPM atribui 150M€, a RN pedirá talvez no máximo 50M€ ou nem isso), ao que se junta o facto de poder operar Merlins e eventualmente servir de navio "faz tudo" até à chegada ou construção do NavPol, faz desta classe de navios o candidato perfeito para o novo reabastecedor de frota, e melhor que o Etna que era falado na Marinha até há pouco tempo atrás.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: sivispacem em Fevereiro 05, 2019, 04:49:00 pm
Será que têm algo de jeito para a nossa Marinha??


https://www.defensa.com/otan-y-europa/marina-francesa-dotara-cuatro-nuevos-buques-logisticos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 05, 2019, 05:35:34 pm
Os antigos estão a cair de podres. O contrato que foi assinado há dias para as quatro novas unidades vale 1.700 milhões de euros. É fazer as contas.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: HSMW em Fevereiro 05, 2019, 10:10:32 pm
On/off-topic

Para quem desconheça, a zona dos antigos estaleiros da Lisnave na Margueira, Almada, vai ser convertida até à década de 2030 na apelidada "Cidade da Água". Toda essa zona é contígua à Base Naval do Alfeite e para além de uma marina terá também, ou está projectado, um terminal de cruzeiros, muito embora a presidente da Câmara Municipal de Almada tenha vindo a público recentemente afirmar que neste momento não faz muito sentido dado o facto de já existir um terminal desse género em Lisboa. Mesmo assim se tal for para a frente, terão de ser levadas a cabo várias acções de dragagem em redor da antiga Lisnave, inclusivamente na zona que dá para o canal do Alfeite.


É Charlie... Parece que as casas lá vão valorizar..... 8) 8)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 06, 2019, 10:05:29 pm
Deve ser verdade isso deve, então com a Inês de Medeiros
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Vicente de Lisboa em Fevereiro 07, 2019, 11:48:22 am
Deve ser verdade isso deve, então com a Inês de Medeiros

O projecto de urbanizar aquela área é muito anterior à actual Presidente da Câmara. Aquilo são projectos do tempo da Maria Emília de Sousa (https://www.publico.pt/2001/05/31/local/noticia/camara-de-almada-lanca-concurso-para-plano-de-urbanizacao-25478).
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 08, 2019, 12:15:08 am
Deve ser verdade isso deve, então com a Inês de Medeiros

O projecto de urbanizar aquela área é muito anterior à actual Presidente da Câmara. Aquilo são projectos do tempo da Maria Emília de Sousa (https://www.publico.pt/2001/05/31/local/noticia/camara-de-almada-lanca-concurso-para-plano-de-urbanizacao-25478).

Sei perfeitamente disso, na altura falava-se da "Manhattan de Cacilhas"

(https://images.impresa.pt/expresso/imv-2-166-630-proj-b33b.jpg/original/mw-860)

projecto que já vem de 1999 ---> http://arts3arts.blogspot.com/2007/01/manhattan-de-cacilhas.html

E até hoje nada, népia, rien, niente...a doca 13 serve de parque de estacionamento aos cacilheiros, os edificios apodrecem e já fazem um cenário estilo Mad Max, tudo ao abandono, serve  também de parque de estacionamento às unidades da marinha abatidas ao efectivo

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimageshack.pt%2Fimages%2F2012%2F08%2F25%2Fo0jeg.jpg&hash=b71766319bc014daaacb4067e9c0d03c)

Portanto há - pelo menos- 20 anos que oiço essa conversa. Quando vir, acredito!!!!!

Isso e o Ginjal que faziam e aconteciam e até mete dó!

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 08, 2019, 10:01:58 am
[Off-topic on]Nem digas nada. Eu que conheço muito bem a zona continuo a achar aquilo tudo parecido com Murmansk abandonada, só faltam mais submarinos encostados com os reactores nucleares a céu aberto. Serve para tudo, de depósito e armazém a cenário para filmagens de novelas e anúncios, sessões de fotografia para revistas de moda e automobilismo, terreno para exercícios militares, para corridas de atletismo e motorizadas, para concursos de pesca, para colocar o foguetório nas festas, enfim, you name it.  :mrgreen: ::)

A nova "presidenta" está cheia de vento, com novas ideias, um novo impulso e ainda não bem refeita da surpresa do voto de protesto lhe ter colocado a Câmara ao colo por 400 votos, e por isso continua algo deslumbrada. E devagarinho se vai vendo que, como boa política, as suas promessas eleitorais eram para "boi dormir". A torneira começou a jorrar e os projectos anteriormente barrados foram desbloqueados, o que não deve ser alheio o facto de pertencer ao mesmo partido do Governo, e a 31 de Dezembro passam 20 anos que a Lisnave fechou e duas décadas que Almada caiu num silêncio e tristeza enormes. Quer a Cidade da Água, quer a requalificação da zona do Ginjal levarão muito mais tempo a serem concluídos do que o primeiro mandato de Inês de Medeiros, por isso veremos mas para já o sentimento em Almada é que pouco ou nada mudou.  [Off-topic off]


Voltando ao tópico: como diria o Herman José, que tal começarmos todos a fazer uma "fórcinha" para que o Wave Ruler venha para cá antes que os brasileiros lhe deitem a mão?  :mrgreen:

(https://c1.staticflickr.com/9/8023/7561096208_96af2e9b31_b.jpg)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Crypter em Fevereiro 08, 2019, 10:32:07 am
Ontem em conversa de "café" dizia-se que vinha o Wave e que iria ficar estacionado nos Açores!!!  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Vicente de Lisboa em Fevereiro 08, 2019, 12:40:22 pm
Ontem em conversa de "café" dizia-se que vinha o Wave e que iria ficar estacionado nos Açores!!!  ::)

Isso deve ter sido naqueles cafés que há nos Países Baixos, porque a imaginação humana sozinha não consegue gerar cenários de tal fantasia.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 08, 2019, 12:45:13 pm
Ontem em conversa de "café" dizia-se que vinha o Wave e que iria ficar estacionado nos Açores!!!  ::)

Deve ser a prever a sua utilização na Venezuela, acompanhando por uns três NPO's,  para repatriar umas centenas de Portugueses. ;)

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 08, 2019, 02:23:09 pm
Ontem em conversa de "café" dizia-se que vinha o Wave e que iria ficar estacionado nos Açores!!!  ::)

Deve ser a prever a sua utilização na Venezuela, acompanhando por uns três NPO's,  para repatriar umas centenas de Portugueses. ;)

Abraços

Para isso teria que chegar às mãos da marinha nos próximos seis meses, e não me parece que isso vá acontecer.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 08, 2019, 05:55:49 pm
Não é preciso ficar fixado no Wave Ruler, a Royal Navy vai-se desfazer dos dois, por isso o Wave Knight tambem estará disponivel.
 ;)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 21, 2019, 01:49:53 pm
Façamos um "crowdfunding" para o Wave Coiso, pois então...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Março 10, 2019, 10:50:22 am
E nós ainda estamos á espera de quê para comprar este substituto do NRP Bérrio ??
twitter de 27AGO18

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/tftVOW.jpg) (https://imageshack.com/i/pmtftVOWj)

RFA Wave Ruler in good condition after recent @CammellLaird refit but sadly laid up in Royal Seaforth Dock, Merseyside due to cash & manpower shortages with rumours of potential sale to Brazil



https://twitter.com/navylookout/status/1034140733756854272

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Março 10, 2019, 02:53:45 pm
E nós ainda estamos á espera de quê para comprar este substituto do NRP Bérrio ??
twitter de 27AGO18

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/tftVOW.jpg) (https://imageshack.com/i/pmtftVOWj)

RFA Wave Ruler in good condition after recent @CammellLaird refit but sadly laid up in Royal Seaforth Dock, Merseyside due to cash & manpower shortages with rumours of potential sale to Brazil



https://twitter.com/navylookout/status/1034140733756854272

Abraços


Ahhh yiiisssss! Já dava o jeito pelo menos até 2040 e já se pegava no resto pra mandar prás fragatas novas!
 :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Março 13, 2019, 08:04:22 pm
Louvo o vosso optimismo

Eu também já fui assim
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Américo Ribeiro em Abril 08, 2019, 11:30:31 pm
Boas
Económicamente é sempre a mesma história. Não há verba, há outras prioridades…

Mas…

E se a solução estivesse mesmo debaixo do nosso nariz?

Recentemente foi perdido a favor do Estado Português (decisão judicial) um cargueiro (AGAT) que foi apanhado a fazer tráfico de estupefaciente.
Este navio é civil, mas, com uma obras de adaptação (será que já tem casco duplo?) não serviria para reabastecedor podendo assim reformar definitivamente o NRP Bérrio?
Esse cargueiro parece-me muito mais recente, em bom estado de conservação e tem duas gruas.
Os custos de adaptação e manutenção, possivelmente, não seriam assim muito elevados entrando assim no orçamento normal da nossa Armada e a diferença de verba seria muito menor em relação a um navio novo.
Sendo um cargueiro é uma mais valia para a Armada quando necessitasse de transportar mercadorias de emergência (ou mais quantidade) para ajuda em cenários de catástrofes, simples ajuda ou cooperação!
E agora que o nosso primeiro ministro anda muito amiguinho dos estaleiros West Sea Viana Shipyard seria uma mais valia investir o dinheiro da adaptação do navio, dentro do território nacional criando riqueza e empregos locais…
O Alfeite teria capacidade para adaptar este navio?
Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Abril 09, 2019, 06:17:26 am
Boas
Económicamente é sempre a mesma história. Não há verba, há outras prioridades…

Mas…

E se a solução estivesse mesmo debaixo do nosso nariz?

Recentemente foi perdido a favor do Estado Português (decisão judicial) um cargueiro (AGAT) que foi apanhado a fazer tráfico de estupefaciente.
Este navio é civil, mas, com uma obras de adaptação (será que já tem casco duplo?) não serviria para reabastecedor podendo assim reformar definitivamente o NRP Bérrio?
Esse cargueiro parece-me muito mais recente, em bom estado de conservação e tem duas gruas.
Os custos de adaptação e manutenção, possivelmente, não seriam assim muito elevados entrando assim no orçamento normal da nossa Armada e a diferença de verba seria muito menor em relação a um navio novo.
Sendo um cargueiro é uma mais valia para a Armada quando necessitasse de transportar mercadorias de emergência (ou mais quantidade) para ajuda em cenários de catástrofes, simples ajuda ou cooperação!
E agora que o nosso primeiro ministro anda muito amiguinho dos estaleiros West Sea Viana Shipyard seria uma mais valia investir o dinheiro da adaptação do navio, dentro do território nacional criando riqueza e empregos locais…
O Alfeite teria capacidade para adaptar este navio?
Cumprimentos

O irmão gémeo do El Camino Espanol?

Aquele que está meio adornado a apodrecer na rocha?

Mas alguma vez os nossos almirantes queriam sucata daquela? Ainda apanhavam tétano.

Só marinhas de países pobres adaptam navios civis para as suas necessidades, como aconteceu com a Espanha. Para nós (eles) , só do bom e do melhor.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Abril 14, 2019, 01:49:44 am
Este é que é o irmão do Camiño Español???
Apreendido em alto mar com uma tonelada de cocaina.
A embarcação deve reverter a favor do estado depois de cumpridos os  longos prazos legais.


A Polícia Marítima utiliza varias lanchas provenientes de apreensões.

O pedido para tal tem que ser feito em tribunal por uma instituição pública que justifique a necessidade de utilização do bem apreendido.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Abril 14, 2019, 03:16:37 pm

Recordo-me de há uns anos um CEMA (que a esta hora deve estar refastelado no sofá com uma reforma "estratosférica" por recompensa por ser bem comportadinho e não ter levantado ondas) dar uma entrevista e referir que o substituto do Bérrio estava em "estudo" e em cima da mesa a hipótese de um projecto comum com os noruegueses.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Abril 14, 2019, 03:33:09 pm
Se por algum milagre tal projecto tivesse sido considerado para a MP, apareciam logo os calimeros do costume que iam criticar o navio por ser demasiado grande para as nossas necessidades -- apesar de uma marinha com 04 fragatas achar o oposto --, que não passa no canal do Alfeite e tal. Os navios que temos não precisam de ser atestados, 20 euros de cada vez bastam, se eu faço isso com o meu Clio porque é que a Marinha não pode fazer o mesmo. E quando se sugerem alternativas em segunda mão, dizem que não precisamos de mais sucata, mesmo que o navio em causa tem menos anos de vida que 90% da actual esquadra.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Abril 14, 2019, 07:48:50 pm
Se por algum milagre tal projecto tivesse sido considerado para a MP, apareciam logo os calimeros do costume que iam criticar o navio por ser demasiado grande para as nossas necessidades -- apesar de uma marinha com 04 fragatas achar o oposto --, que não passa no canal do Alfeite e tal. Os navios que temos não precisam de ser atestados, 20 euros de cada vez bastam, se eu faço isso com o meu Clio porque é que a Marinha não pode fazer o mesmo. E quando se sugerem alternativas em segunda mão, dizem que não precisamos de mais sucata, mesmo que o navio em causa tem menos anos de vida que 90% da actual esquadra.

São os mesmos que andam aqui à cata de sucata e a ver o caixote do lixo dos outros. A ver quando é que as outras marinhas abatem esses navios com mais de 20 e 25 anos e dizem que seria uma óptima oportunidade para os tugas aproveitarem. "Olha o Etna, não sei quê...", "o Durance é que era bom" e os "holandeses quando abaterem as M ficávamos com 4 não sei quê"
O português-médio é por natureza resignado e conforma-se com a sua pobreza material e de espírito. Orgulhando-se da sua indigência perante as outras nações.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Abril 15, 2019, 05:18:33 pm
A marinha Espanhola vai construir um reabastecedor novo!
Porque não aproveitar esta hipótese.
https://www.defensa.com/espana/sindicatos-presionan-para-construir-buque-armada-no-necesita
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Abril 15, 2019, 05:31:30 pm
A marinha Espanhola vai construir um reabastecedor novo!
Porque não aproveitar esta hipótese.
https://www.defensa.com/espana/sindicatos-presionan-para-construir-buque-armada-no-necesita

Mesmo usado não me acredito que a Marinha fosse optar por um que não tivesse casco duplo, como é o caso do Patino.
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Abril 18, 2019, 01:22:03 am
Convidem Mário Ferreira para fazer um projeto de reabastecedor.
Ele aproveitava e usava o navio para fazer expedições militares com instalações de luxo para turistas a bordo!

Um novo conceito de turismo!
Take a week on a war vassel  shoot a 76mm gun  and fire a missile!
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:
Fora de brincadeiras....... o homem encomendou mais 3 navios da classe World explorer à West Sea! Para além dos 3 já em construção.
Os novos 3 Navios serão construídos para a Mystic Cruises USA com sede na Florida.
Estimated Mystic Delivery Schedule
2019 Q2: World Explorer (Chartered to Nicko/Quark)
2020 Q2: World Voyager (Chartered)
2021 Q2: World Navigator (Mystic Cruises USA)
2022 Q1: Unnamed (Mystic Cruises USA)
2022 Q4: Unnamed (Mystic Cruises USA)
2023: Unnamed (Mystic Cruises USA)

Entretanto já começaram a ser montados em doca seca o World Voyager e World Navigator

Não há palavras para descrever o espírito empreendedor deste Homem.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Abril 18, 2019, 05:02:29 pm
ou seja, o ENVC também consegue construir um reabastecedor para a Marinha Portuguesa...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Abril 18, 2019, 06:41:20 pm
ou seja, o ENVC também consegue construir um reabastecedor para a Marinha Portuguesa...


Claro que conseguem, desde que haja um projecto feito e aprovado.
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Abril 19, 2019, 02:37:47 am
E vontade. Continua tudo parado no tempo. Nem compram as oportunidades em segunda-mão, nem mandam construir. Parece que o reabastecedor vai ser algum Porta-Aviões, para demorarem tanto tempo a decidir o que fazer...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Abril 19, 2019, 07:46:14 pm
"Novo" e "Marinha Portuguesa" na mesma frase  :festa: :feliz: :jok: :diabo:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Abril 22, 2019, 01:45:08 pm
Vou postar aqui!
No tópico das ofertas de emprego ninguém lê ,
Pode ser que sirva para algum amigo forista a conseguir emprego. Ou a fazer uma reconversão profissional.


Setor Naval Galego da Ria de Vigo precisa 1500 trabalhadores:

Oferece cursos de formação gratuitos , desde as áreas da produção até as áreas de desenho e programação e impresão 3D, há ofertas para todos os gostos. 

Com emprego garantido para os  formandos com aprovação, , com salários a partir de 1200 euros para um iniciante....   e não aparecem candidatos.
Dos 1500 pretendidos, apareceram pouco mais de 260.
Não há desemprego! Há é falta de vontade de trabalhar!

A solução, se a tendência continuar , vai ser importar mais mão de obra  de leste


Conheço um punhado deles que não tiveram receio, puseram  de lado os seus cursos superiores de treta,,arregaçaram as mangas e hoje são técnicos, soldadores, tubistas, eletricistas, mecânicos, etc etc
 que ganham 3 mil euros por mês!
É mais duro que trabalhar na secretária ?? é . Mas dá mais dinheiro! 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Abril 22, 2019, 02:20:03 pm
Vou postar aqui!
No tópico das ofertas de emprego ninguém lê ,
Pode ser que sirva para algum amigo forista a conseguir emprego. Ou a fazer uma reconversão profissional.


Setor Naval Galego da Ria de Vigo precisa 1500 trabalhadores:

Oferece cursos de formação gratuitos , desde as áreas da produção até as áreas de desenho e programação e impresão 3D, há ofertas para todos os gostos. 

Com emprego garantido para os  formandos com aprovação, , com salários a partir de 1200 euros para um iniciante....   e não aparecem candidatos.
Dos 1500 pretendidos, apareceram pouco mais de 260.
Não há desemprego! Há é falta de vontade de trabalhar!

A solução, se a tendência continuar , vai ser importar mais mão de obra  de leste


Conheço um punhado deles que não tiveram receio, puseram  de lado os seus cursos superiores de treta,,arregaçaram as mangas e hoje são técnicos, soldadores, tubistas, eletricistas, mecânicos, etc etc
 que ganham 3 mil euros por mês!
É mais duro que trabalhar na secretária ?? é . Mas dá mais dinheiro!


Não é ser manguela, mas um linkzinho não há!?
Até gostava de dar uma vista de olhos nisso.
 :D
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Abril 22, 2019, 10:55:13 pm
Com certeza!

Vou começar com link’s  do ano passado. Quando se começou a notar a falta de mão de obra.

http://www.google.fr/amp/s/cadenaser.com/emisora/2018/10/01/radio_vigo/1538392417_834587.amp.html (http://www.google.fr/amp/s/cadenaser.com/emisora/2018/10/01/radio_vigo/1538392417_834587.amp.html)
http://www.google.fr/amp/s/www.lavozdegalicia.es/amp/noticia/economia/2018/10/02/metal-gallego-ofrece-3000-empleos-exigir-cualificacion-experiencia/0003_201810G2P30991.htm (http://www.google.fr/amp/s/www.lavozdegalicia.es/amp/noticia/economia/2018/10/02/metal-gallego-ofrece-3000-empleos-exigir-cualificacion-experiencia/0003_201810G2P30991.htm)



http://asime.es/el-metal-sufre-para-captar-mano-de-obra-y-aun-pide-2-000-obreros/ (http://asime.es/el-metal-sufre-para-captar-mano-de-obra-y-aun-pide-2-000-obreros/)

https://www.lavozdegalicia.es/noticia/economia/2019/04/18/andalucia-asturias-europa-surten-trabajadores-naval-gallego/0003_201904G18P25991.htm (https://www.lavozdegalicia.es/noticia/economia/2019/04/18/andalucia-asturias-europa-surten-trabajadores-naval-gallego/0003_201904G18P25991.htm)

http://www.google.fr/amp/s/www.abc.es/espana/galicia/abci-metal-sigue-alza-y-demanda-trabajadores-adicionales-201904171911_noticia_amp.html (http://www.google.fr/amp/s/www.abc.es/espana/galicia/abci-metal-sigue-alza-y-demanda-trabajadores-adicionales-201904171911_noticia_amp.html)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Abril 23, 2019, 05:38:32 pm
Com certeza!

Vou começar com link’s  do ano passado. Quando se começou a notar a falta de mão de obra.

http://www.google.fr/amp/s/cadenaser.com/emisora/2018/10/01/radio_vigo/1538392417_834587.amp.html (http://www.google.fr/amp/s/cadenaser.com/emisora/2018/10/01/radio_vigo/1538392417_834587.amp.html)
http://www.google.fr/amp/s/www.lavozdegalicia.es/amp/noticia/economia/2018/10/02/metal-gallego-ofrece-3000-empleos-exigir-cualificacion-experiencia/0003_201810G2P30991.htm (http://www.google.fr/amp/s/www.lavozdegalicia.es/amp/noticia/economia/2018/10/02/metal-gallego-ofrece-3000-empleos-exigir-cualificacion-experiencia/0003_201810G2P30991.htm)



http://asime.es/el-metal-sufre-para-captar-mano-de-obra-y-aun-pide-2-000-obreros/ (http://asime.es/el-metal-sufre-para-captar-mano-de-obra-y-aun-pide-2-000-obreros/)

https://www.lavozdegalicia.es/noticia/economia/2019/04/18/andalucia-asturias-europa-surten-trabajadores-naval-gallego/0003_201904G18P25991.htm (https://www.lavozdegalicia.es/noticia/economia/2019/04/18/andalucia-asturias-europa-surten-trabajadores-naval-gallego/0003_201904G18P25991.htm)

http://www.google.fr/amp/s/www.abc.es/espana/galicia/abci-metal-sigue-alza-y-demanda-trabajadores-adicionales-201904171911_noticia_amp.html (http://www.google.fr/amp/s/www.abc.es/espana/galicia/abci-metal-sigue-alza-y-demanda-trabajadores-adicionales-201904171911_noticia_amp.html)


Obrigado e olá sim senhor! Agora tenho de ver onde é que estas empresas recrutam e se recrutam por cá e porque portal.
Já andei a dar uma vista de olhos pelos portais da net do costume, net empregos, sapo, etc e não dei com nada.
A ver vamos, obrigado,

 :G-Ok:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Abril 23, 2019, 08:21:43 pm
Citar
¿Por qué se ha llegado a este extremo? Dicen las empresas que, con la crisis, se bajó la intensidad en los planes de formación, en parte por la reducción de ayudas públicas y en parte porque las empresas han tenido menos capacidad económica para afrontar ese tipo de costes.

Hay otro inconveniente añadido, que destacan fuentes sindicales consultadas al respecto, y es que no son empleos con grandes salarios. Los sueldos rondan en la mayoría de los casos los 1.200 euros brutos mensuales, según los datos que manejan. «El sector no es capaz de ofrecer continuidad a este repunte, y mucho menos buenos salarios, y los que se han marchado a Holanda o Noruega no están dispuestos a volver», dicen los sindicatos.

Por que será que num país com uma das taxas de desemprego mais elevadas da Europa não se encontram trabalhadores para preencher estas necessidades?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Barlovento em Abril 23, 2019, 10:39:56 pm
Citar
¿Por qué se ha llegado a este extremo? Dicen las empresas que, con la crisis, se bajó la intensidad en los planes de formación, en parte por la reducción de ayudas públicas y en parte porque las empresas han tenido menos capacidad económica para afrontar ese tipo de costes.

Hay otro inconveniente añadido, que destacan fuentes sindicales consultadas al respecto, y es que no son empleos con grandes salarios. Los sueldos rondan en la mayoría de los casos los 1.200 euros brutos mensuales, según los datos que manejan. «El sector no es capaz de ofrecer continuidad a este repunte, y mucho menos buenos salarios, y los que se han marchado a Holanda o Noruega no están dispuestos a volver», dicen los sindicatos.

Por que será que num país com uma das taxas de desemprego mais elevadas da Europa não se encontram trabalhadores para preencher estas necessidades?

Pienso que porque se ha creado una cultura de poco amor al trabajo, de sobreprotección a los hijos por parte de los padres, que hace que sea mas cómodo seguir en casa viviendo de los padres, antes que ponerse a trabajar. También porque es muy fácil percibir ayudas públicas por un motivo o por otro.

Es vergonzoso que con la cifra "oficial" de parados, pidas a los servicios públicos de empleo un camarero, y no se presente a trabajar ninguno.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Abril 24, 2019, 07:42:56 pm
Penso que seja como em Portugal, cá também há várias áreas de trabalho com falta de trabalhadores que é feito por estrangeiros, construção civil, agricultura, mas se cá ninguém quer ir apanhar morangos ou pêras ou uvas por 600€, ou pagos ao dia, não sei, os Nepaleses já vêm. E se em Espanha poucos querem trabalhar na construção naval por alguns milhares de euros, os portugueses já aceitam.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ICE 1A+ em Abril 25, 2019, 12:20:12 am
 
Citar
¿Por qué se ha llegado a este extremo? Dicen las empresas que, con la crisis, se bajó la intensidad en los planes de formación, en parte por la reducción de ayudas públicas y en parte porque las empresas han tenido menos capacidad económica para afrontar ese tipo de costes.

Hay otro inconveniente añadido, que destacan fuentes sindicales consultadas al respecto, y es que no son empleos con grandes salarios. Los sueldos rondan en la mayoría de los casos los 1.200 euros brutos mensuales, según los datos que manejan. «El sector no es capaz de ofrecer continuidad a este repunte, y mucho menos buenos salarios, y los que se han marchado a Holanda o Noruega no están dispuestos a volver», dicen los sindicatos.

Por que será que num país com uma das taxas de desemprego mais elevadas da Europa não se encontram trabalhadores para preencher estas necessidades?

Pienso que porque se ha creado una cultura de poco amor al trabajo, de sobreprotección a los hijos por parte de los padres, que hace que sea mas cómodo seguir en casa viviendo de los padres, antes que ponerse a trabajar. También porque es muy fácil percibir ayudas públicas por un motivo o por otro.

Es vergonzoso que con la cifra "oficial" de parados, pidas a los servicios públicos de empleo un camarero, y no se presente a trabajar ninguno.



Caro Barlovento
Tu lo sabes tanto como yo!
Porque os putos de hoje em dia querem tudo feito com um clique de teclado!
Para ser um mestre em soldadura que ganha milhares de euros ha que começar pela base! 1200 para começar uma carreira e bem bom!
Um soldador naval , ou um tubista naval,  não é um tipo que sabe fazer uns pingos de solda! É  um artista que funde duas chapas uma na outra! E isso demora anos a aprender e a aprefeiçoar!
Hoje em dia querem que primeiro lhes paguem e depois eles vão ver se aprendem!
A ordem de valores esta trocada.!

Eu comecei com 16 anos! Literalmente no meio da merda! A fazer reparações no duplo fundo de navios. A comer nafta e a beber gasóleo, locais onde hoje penso que devia ser muito maluco para lá entrar.
Fui aprendendo , Estudei, formei-me.
Do duplo fundo passei para a casa das máquinas, dda casa das máquinas para o gabinete que fazia as peças para lá
Especializei-me passei para a propulsão: Hélices,  hub’s, veios,
   
Devo muito à antiga escola dos ENVC!
Foi lá que dei os primeiros paços.
Mas não houve um único dia em que parasse de estudar! Aprender! aprefeiçoar! Trabalho muito trabalho!!!!
Se quiz estudar tive trabalhar ao mesmo tempo , para me financiar !
Os antigos ENVC pagavam os estudos aos melhores alunos das escolas de Viana fo castelo, que quisessem tirar um curso na área naval ,mas a bolsa não era suficiente . Continuei como trabalhador estudante.


Hoje em dia estou no aeroespacial,
: Rafale,  Eurofighter,F35 , F22,  eurocopter, Leonardo,Thales , Boeing Airbus , Motores, P&W, Safran/GE , os chineses da Comac e imagina .... até para os Russos de Kazan que produzem o TU 160 ,
Não há um único, que nao  tenha  uma peça, que não me tenha passado pelas mãos.

Agora ouço os invejosos: “Que rico emprego! Não fazes nada, e ganhas bem!como conseguiste?????  “( o ritmo de trabalho no aeroespacial é bem mais pausado, mas bem mais exigente . Não há tolerância para erros.) para esses, eu agora não faço nada.
Eu respondo prontamente: "  tive que comer muita «merda!» ”
A maioria dos  jovens hoje em dia não sabem o que é batalhar por alguma coisa!  Custa muito! E muito duro, estão habituados a resolver tudo com um clique de teclado e quando  não resulta pedem ao papá um PC melhor!

Hoje , mais do que no meu tempo: quem amarrar o touro pelos cornos for à luta e não tiver medo de trabalhar, estudar e se sacrificar , consegue!
Metam isso na cabeça de um miúdo de 18 anos........ se conseguirem!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lusitan em Abril 26, 2019, 11:54:08 am
Citar
¿Por qué se ha llegado a este extremo? Dicen las empresas que, con la crisis, se bajó la intensidad en los planes de formación, en parte por la reducción de ayudas públicas y en parte porque las empresas han tenido menos capacidad económica para afrontar ese tipo de costes.

Hay otro inconveniente añadido, que destacan fuentes sindicales consultadas al respecto, y es que no son empleos con grandes salarios. Los sueldos rondan en la mayoría de los casos los 1.200 euros brutos mensuales, según los datos que manejan. «El sector no es capaz de ofrecer continuidad a este repunte, y mucho menos buenos salarios, y los que se han marchado a Holanda o Noruega no están dispuestos a volver», dicen los sindicatos.

Por que será que num país com uma das taxas de desemprego mais elevadas da Europa não se encontram trabalhadores para preencher estas necessidades?

Pienso que porque se ha creado una cultura de poco amor al trabajo, de sobreprotección a los hijos por parte de los padres, que hace que sea mas cómodo seguir en casa viviendo de los padres, antes que ponerse a trabajar. También porque es muy fácil percibir ayudas públicas por un motivo o por otro.

Es vergonzoso que con la cifra "oficial" de parados, pidas a los servicios públicos de empleo un camarero, y no se presente a trabajar ninguno.



Caro Barlovento
Tu lo sabes tanto como yo!
Porque os putos de hoje em dia querem tudo feito com um clique de teclado!
Para ser um mestre em soldadura que ganha milhares de euros ha que começar pela base! 1200 para começar uma carreira e bem bom!
Um soldador naval , ou um tubista naval,  não é um tipo que sabe fazer uns pingos de solda! É  um artista que funde duas chapas uma na outra! E isso demora anos a aprender e a aprefeiçoar!
Hoje em dia querem que primeiro lhes paguem e depois eles vão ver se aprendem!
A ordem de valores esta trocada.!

Eu comecei com 16 anos! Literalmente no meio da merda! A fazer reparações no duplo fundo de navios. A comer nafta e a beber gasóleo, locais onde hoje penso que devia ser muito maluco para lá entrar.
Fui aprendendo , Estudei, formei-me.
Do duplo fundo passei para a casa das máquinas, dda casa das máquinas para o gabinete que fazia as peças para lá
Especializei-me passei para a propulsão: Hélices,  hub’s, veios,
   
Devo muito à antiga escola dos ENVC!
Foi lá que dei os primeiros paços.
Mas não houve um único dia em que parasse de estudar! Aprender! aprefeiçoar! Trabalho muito trabalho!!!!
Se quiz estudar tive trabalhar ao mesmo tempo , para me financiar !
Os antigos ENVC pagavam os estudos aos melhores alunos das escolas de Viana fo castelo, que quisessem tirar um curso na área naval ,mas a bolsa não era suficiente . Continuei como trabalhador estudante.


Hoje em dia estou no aeroespacial,
: Rafale,  Eurofighter,F35 , F22,  eurocopter, Leonardo,Thales , Boeing Airbus , Motores, P&W, Safran/GE , os chineses da Comac e imagina .... até para os Russos de Kazan que produzem o TU 160 ,
Não há um único, que nao  tenha  uma peça, que não me tenha passado pelas mãos.

Agora ouço os invejosos: “Que rico emprego! Não fazes nada, e ganhas bem!como conseguiste?????  “( o ritmo de trabalho no aeroespacial é bem mais pausado, mas bem mais exigente . Não há tolerância para erros.) para esses, eu agora não faço nada.
Eu respondo prontamente: "  tive que comer muita «merda!» ”
A maioria dos  jovens hoje em dia não sabem o que é batalhar por alguma coisa!  Custa muito! E muito duro, estão habituados a resolver tudo com um clique de teclado e quando  não resulta pedem ao papá um PC melhor!

Hoje , mais do que no meu tempo: quem amarrar o touro pelos cornos for à luta e não tiver medo de trabalhar, estudar e se sacrificar , consegue!
Metam isso na cabeça de um miúdo de 18 anos........ se conseguirem!

ICE, o que fizeste tem muito valor. Mas isso não quer dizer que devia ser assim. Um sistema político decente não obriga um miúdo de 16 anos a trabalhar em condições más, ainda por cima , quando o mesmo miúdo além de bom é inteligente e quer estudar, como no teu caso.

O que acontece hoje é que os miúdos, especialmente nas áreas técnico-científicas, têm acesso a informação que não havia há 10/15/20 anos atrás. É mais fácil viajar, mudar de emprego, emigrar. Um miúdo com qualidades como tu tinhas, é uma mais-valia para qualquer grande empresa. Ora se em Portugal um miúdo altamente qualificado e com vontade de trabalhar só consegue arranjar empregos mal pagos e através de regimes de recibos verdes ou de outsourcing, é normal  que ele pegue nas suas roupas e vá procurar empresas que o valorizem e lhe dê alguma estabilidade.
Tenho n casos de colegas e amigos que estão hoje no estrangeiro bem pagos, com uma vida estável. Subiram rapidamente na carreira em empresas conceituadas. Tenho até um caso de um grande amigo meu que lançou uma empresa de jogos de computador na China. E cada vez vemos mais casos de miúdos a emigrar para ter o sucesso que cá não conseguem ter devido à miopia de muitas empresas, mais preocupadas em manter salários baixos do que em reter estes miúdos por cá.
Agora diz-me, se na tua altura tivesses a oportunidade de estudar e emigrar para ter uma carreira em que tivesses um tratamento por parte dos teus patrões mais digno (e atenção que trabalhar para o Estado sempre dá e deu mais garantias em Portugal) não agarravas essa oportunidade?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Junho 04, 2019, 01:06:24 pm
Industry
South Korea, New Zealand sign defence equipment accord

Jon Grevatt, Bangkok - Jane's Defence Weekly
03 June 2019

(https://www.janes.com/images/assets/010/89010/p1745433_main.jpg)
South Korean shipbuilder Hyundai Heavy Industries launched a fleet replenishment vessel for New Zealand (pictured) in April. Under a new agreement, the vessel could also provide opportunities for technical collaboration between South Korea and New Zealand. Source: HHI

South Korea’s Defence Acquisition Program Administration (DAPA) has signed an agreement with the New Zealand Ministry of Defence (MoD) to collaborate on defence development and production activity.

DAPA said in a statement on 4 June that the memorandum of understanding (MoU) was signed in Seoul between DAPA minister Wang Jung-hong and New Zealand’s Secretary of Defence Helene Quilter.

DAPA said that under the “military materiel co-operation agreement” the two sides will identify areas for their respective defence industries to collaborate on. Such activity could include information sharing and the joint production of military equipment, said DAPA.

Wang said, “This agreement is expected to serve as a foundation to further strengthen bilateral ties in defence industry co-operation.”

DAPA indicated that an immediate opportunity to support industrial collaboration could be linked to the Royal New Zealand Navy's (RNZN’s) acquisition of a fleet replenishment vessel currently under construction by South Korean shipbuilder Hyundai Heavy Industries (HHI).

HHI was awarded this contract, worth NZD493 million (USD325 million), in 2016 to meet the RNZN’s Maritime Sustainment Capability (MSC) requirement. The 173 m vessel – named Aotearoa – was launched in April and is scheduled to be commissioned in 2020.

https://www.janes.com/article/89010/south-korea-new-zealand-sign-defence-equipment-accord
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Junho 04, 2019, 01:15:21 pm
Este navio é igual ao Maud ou é outro modelo? 325 milhões de dólares... é um bocado puxado, a não ser que nesse contrato esteja algo mais incluído.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: LM em Junho 04, 2019, 02:23:09 pm
Este navio é igual ao Maud ou é outro modelo? 325 milhões de dólares... é um bocado puxado, a não ser que nesse contrato esteja algo mais incluído.

Não tem a capacidade hospitalar do Maud, mas está apto para navegação no gelo e isso deve ser dispendioso; também tem sonar, talvez a nível de sensores seja mais completo... 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Junho 21, 2019, 11:00:39 pm
Navio a ser dado baixa pela Espanha.

https://www.defensa.com/espana/defensa-dara-baja-camino-espanol-este-ano
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Junho 22, 2019, 12:28:20 pm
Navio a ser dado baixa pela Espanha.

https://www.defensa.com/espana/defensa-dara-baja-camino-espanol-este-ano

Está um igual no cais da Rocha
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: MATRA em Junho 22, 2019, 01:53:36 pm
Navio a ser dado baixa pela Espanha.

https://www.defensa.com/espana/defensa-dara-baja-camino-espanol-este-ano

Está um igual no cais da Rocha

E lá vai ficar... até afundar.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ocastilho em Junho 22, 2019, 02:00:42 pm


Está um igual no cais da Rocha

É botar-lhe uma estrelinha Mercedes na Proa, na popa um lettering "S500 AMG" "AP-69-69" e vocês vêem como ele sai logo de lá.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Junho 22, 2019, 02:04:23 pm
Navio a ser dado baixa pela Espanha.

https://www.defensa.com/espana/defensa-dara-baja-camino-espanol-este-ano

Está um igual no cais da Rocha

E lá vai ficar... até afundar.

Não serve. Os nossos almirantes afirmam que não está ao nível da MGP e que recusam-se a entrar em belonave tão ferrugenta. Aliás nem o do Cais da Rocha, que embora mais novo, não gostam da cor...  :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.infodefensa.com%2Fes%2Fimages_cache%2F2017%2F03%2F23%2Fbuque-caminoespaaol-520.jpg&hash=0c156ddf3de92f9ce79dc5615a099efe)

Saudações
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ACADO em Junho 22, 2019, 02:16:31 pm
Navio a ser dado baixa pela Espanha.

https://www.defensa.com/espana/defensa-dara-baja-camino-espanol-este-ano

Está um igual no cais da Rocha

E lá vai ficar... até afundar.

Ao que sabemos o casco é demasiado velho para servir de navio militar.
Nao vão gastar dinheiro numa coisa que depois não tem capacidade desejada...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Junho 22, 2019, 03:58:39 pm
Obviamente.
Afinal, nunca nada serve para gente de tão alto gabarito.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: typhonman em Junho 22, 2019, 05:23:45 pm
(https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Wave_Ruler_(A390)#/media/File:Wave_Ruler_refuels_Robert_G_Bradley.jpg)


Wave Ruler ?


O deck do heli parece ser muito grande, o EH-101 pode mesmo assim não caber, logo não serve !
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Junho 22, 2019, 05:34:30 pm
Apesar dos comentários divertidos o que é que esta notícia tem a ver com o Bérrio ou o seu substituto? Se ainda estivesse no tópico do NPL.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Junho 22, 2019, 10:59:30 pm
Navio a ser dado baixa pela Espanha.

https://www.defensa.com/espana/defensa-dara-baja-camino-espanol-este-ano

Está um igual no cais da Rocha

E lá vai ficar... até afundar.

Ao que sabemos o casco é demasiado velho para servir de navio militar.
Nao vão gastar dinheiro numa coisa que depois não tem capacidade desejada...

O navio é de 88 e já tem o casco demasiado velho? Bom, então imagino o Berrio e algumas das nossas corvetas...  :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

https://www.marinetraffic.com/pt/ais/details/ships/8710687 (https://www.marinetraffic.com/pt/ais/details/ships/8710687)

Citar
AGAT

(https://www.marinetraffic.com/img/vessel_types/)

Heavy Load Carrier  Heavy Load Carrier
 
IMO:  8710687

MMSI:  620255000
Indicativo:  D6A2255

Bandeira:  Comoros [KM]

AIS Tipo de navio:  Cargo

Tonelagem Bruta:  7876

Porte bruto:  6910 t

Comprimento de fora a fora (LOA) x Largura extrema:  115.16m × 19.44m

Ano de construção:  1988

Estado:  Em doca


(https://photos.marinetraffic.com/ais/showphoto.aspx?photoid=2984122)

Saudações
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Junho 23, 2019, 11:04:10 am
Apesar dos comentários divertidos o que é que esta notícia tem a ver com o Bérrio ou o seu substituto? Se ainda estivesse no tópico do NPL.

Atão, com jeitinho ainda levava uns jerricans de Gasoil amarrados no convés!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Junho 23, 2019, 11:10:59 am
Avisem mas é quando chegar cá um destes!

(https://www.royalnavy.mod.uk/-/media/royal-navy-responsive/images/news/rfa/wave-knight/130831-lancaster-wave-knight/130831-rfa-wave-knight-(7).jpg)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.rfanostalgia.org%2Fgallery3%2Fvar%2Fresizes%2FRFA%2520TANKERS%2FNew%2520Waves%2FWK017.jpg%3Fm%3D1436866679&hash=6ffb0c8a6a6c9e30b4b0702f4d74ab38)

(https://www.royalnavy.mod.uk/-/media/royal-navy-responsive/images/news/rfa/wave-knight/160721-rfa-wave-knight-waves-the-uk-flag-in-the-caribbean/new-mr14011310.jpg)

 ;)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ocastilho em Junho 23, 2019, 01:10:58 pm


O navio é de 88 e já tem o casco demasiado velho? Bom, então imagino o Berrio e algumas das nossas corvetas...  :mrgreen:

A falta de respeito desta gente é tanta que julga que a malta é parva e saem-se com estas resposta para atirar areia para os olhos. Se um casco de 88 é velho para ser renovado, então porque raio vão modernizar as BDs e as VdG. Como dizia o outro: "badamerda"
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: typhonman em Junho 23, 2019, 05:34:21 pm
Avisem mas é quando chegar cá um destes!

(https://www.royalnavy.mod.uk/-/media/royal-navy-responsive/images/news/rfa/wave-knight/130831-lancaster-wave-knight/130831-rfa-wave-knight-(7).jpg)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.rfanostalgia.org%2Fgallery3%2Fvar%2Fresizes%2FRFA%2520TANKERS%2FNew%2520Waves%2FWK017.jpg%3Fm%3D1436866679&hash=6ffb0c8a6a6c9e30b4b0702f4d74ab38)

(https://www.royalnavy.mod.uk/-/media/royal-navy-responsive/images/news/rfa/wave-knight/160721-rfa-wave-knight-waves-the-uk-flag-in-the-caribbean/new-mr14011310.jpg)

 ;)

Era o Wave Knight com aqueles 2 CIWS.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Crypter em Junho 23, 2019, 05:39:21 pm
Avisem mas é quando chegar cá um destes!

(https://www.royalnavy.mod.uk/-/media/royal-navy-responsive/images/news/rfa/wave-knight/130831-lancaster-wave-knight/130831-rfa-wave-knight-(7).jpg)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.rfanostalgia.org%2Fgallery3%2Fvar%2Fresizes%2FRFA%2520TANKERS%2FNew%2520Waves%2FWK017.jpg%3Fm%3D1436866679&hash=6ffb0c8a6a6c9e30b4b0702f4d74ab38)

(https://www.royalnavy.mod.uk/-/media/royal-navy-responsive/images/news/rfa/wave-knight/160721-rfa-wave-knight-waves-the-uk-flag-in-the-caribbean/new-mr14011310.jpg)

 ;)

Exacto! Este tópico devia ser encerrado e só aberto quando fosse anunciado a compra de uma unidade da classe Wave.

Já agora, alguém sabe se esta classe estará a ser considerada?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Junho 23, 2019, 09:14:22 pm
Avisem mas é quando chegar cá um destes!

(https://www.royalnavy.mod.uk/-/media/royal-navy-responsive/images/news/rfa/wave-knight/160721-rfa-wave-knight-waves-the-uk-flag-in-the-caribbean/new-mr14011310.jpg)

 ;)

Exacto! Este tópico devia ser encerrado e só aberto quando fosse anunciado a compra de uma unidade da classe Wave.

Já agora, alguém sabe se esta classe estará a ser considerada?

Então mas não é este que não cabe no canal de acesso à BNL?  :mrgreen: :mrgreen: Segundo o que consta no máximo será um abastecedor com 20 000t  e os Wave estão com uma tonelagem na ordem dos 32 000t.  ;) :P

Citar
Class and type:   Wave-class Tanker
Displacement:   31,500 tonnes approx

https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Wave_Knight_(A389) (https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Wave_Knight_(A389))

Os Francius tinham este jeitozinho mas como está na ordem das 27 000t não deve servir... ;D ;D

http://www.opex360.com/2018/02/01/futurs-petroliers-ravitailleurs-de-marine-nationale-seront-de-conception-italienne/ (http://www.opex360.com/2018/02/01/futurs-petroliers-ravitailleurs-de-marine-nationale-seront-de-conception-italienne/)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.opex360.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fvulcano.jpg&hash=af5b14ba1d5968e9e1aa8b1f4d3f9623)

E na mesma onda: https://www.naval.com.br/blog/2010/12/14/mais-um-sonho-de-consumo/ (https://www.naval.com.br/blog/2010/12/14/mais-um-sonho-de-consumo/)

(https://www.naval.com.br/blog/wp-content/uploads/2010/12/DCNS_BRAVE-2010_09_0910_copyright-DCNS-copie-580x434.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Junho 23, 2019, 10:16:04 pm
O futuro reabastecedor (novo ou usado) tem que ser com duplo casco. Não vale a pena comprar um navio mais recente que o Berrio que seja casco simples.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Junho 23, 2019, 10:34:42 pm
O futuro reabastecedor (novo ou usado) tem que ser com duplo casco. Não vale a pena comprar um navio mais recente que o Berrio que seja casco simples.

Os Wave tem casco duplo, e por falar nas 20.000 toneladas tambem se arranja, não me parece que custe 150 milhões...

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-20000/Top-image/Logistic_Support_Vessel_Replenisher_20000.jpg)

(https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-20000/3D-render/Damen_LSV_Replenisher_20000.png?mw=1300)

https://products.damen.com/en/ranges/logistic-support-vessel/logistic-support-vessel-replenisher-20000

https://products.damen.com/-/media/Products/Images/Clusters-groups/Naval/Logistic-Support-Vessel/Logistic-Support-Vessel-Replenisher-20000/Documents/Leaflet_LSV_Replenisher_20000.pdf

Se bem que pessoalmente acho que o Damen 16000 dava perfeitamento ou o de apoio logistico Damen 19000....
 ;)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: sivispacem em Julho 23, 2019, 10:20:13 am
Substituto do Bérrio??? EI-lo (se tiver duplo casco, coisa que desconheço, tenho de confessar)

https://www.defensa.com/espana/nuevo-navio-tipo-bac-buque-aprovisionamiento-combate-para-armada
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Red Baron em Julho 23, 2019, 11:11:00 am
Substituto do Bérrio??? EI-lo (se tiver duplo casco, coisa que desconheço, tenho de confessar)

https://www.defensa.com/espana/nuevo-navio-tipo-bac-buque-aprovisionamiento-combate-para-armada

Muito giro, mas 340M. :o
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Barlovento em Julho 23, 2019, 11:59:08 am
Substituto do Bérrio??? EI-lo (se tiver duplo casco, coisa que desconheço, tenho de confessar)

https://www.defensa.com/espana/nuevo-navio-tipo-bac-buque-aprovisionamiento-combate-para-armada

Muito giro, mas 340M. :o

340M el nuevo, mas ¿por cuanto se vendería el Patiño?

Tiene 24 años y no tiene doble casco, pero a los barcos de guerra no les afecta la normativa civil.

De todas formas y aunque de los políticos se puede esperar de todo y mas de los de izquierdas, no tiene mucho sentido construir este buque, que la Armada ni quiere ni necesita. Quizá la solución sería quitar parásitos de las empresas públicas, aprovechar el verano y mandarlos a la playa.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: sivispacem em Julho 23, 2019, 11:59:56 am
Substituto do Bérrio??? EI-lo (se tiver duplo casco, coisa que desconheço, tenho de confessar)

https://www.defensa.com/espana/nuevo-navio-tipo-bac-buque-aprovisionamiento-combate-para-armada

Muito giro, mas 340M. :o

Referia-me, obviamente, ao A14 a substituir e não ao novinho em folha a construir.....  :D :D ::) ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Julho 23, 2019, 12:44:51 pm
https://www.defensa.com/espana/nuevo-navio-tipo-bac-buque-aprovisionamiento-combate-para-armada?fbclid=IwAR3Cw57povgOoM_Zx-rBiTbx7pZf_t6UUMGFoKsBDuSZ646pNJeXzgmd0fI (https://www.defensa.com/espana/nuevo-navio-tipo-bac-buque-aprovisionamiento-combate-para-armada?fbclid=IwAR3Cw57povgOoM_Zx-rBiTbx7pZf_t6UUMGFoKsBDuSZ646pNJeXzgmd0fI)

Num artigo no Defensa refere que uma das necessidades mais urgentes da marinha espanhola é a substituição do AOR Patiño.
Em Portugal a necessidade mais urgente e o sonho é a Marinha arranjar algo que possa aproximar-se do Patiño.
Dinheiro há. Mas lá está são opções políticas e prioridades. A oligarquia política optou sempre por desviar verbas destinadas a meios para exercer a soberania do Estado para os que comem à mesa do orçamento desde 1974 e para comprar votos às várias castas sócio-profissionais da FP.


Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 23, 2019, 01:43:54 pm
Mas alguém acha que se consegue comprar melhor AOR que este MAUD, para substituir o NRP Bérrio, por 150 milhões ?????

o novo reabastecedor da Marinha Norueguesa, por 150$ milhões, construído na Coreia !
Pelo que li nas características, parece feito á medida para a nossa Marinha.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/BJBqHt.jpg) (https://imageshack.com/i/plBJBqHtj)
(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/VQoS8U.jpg) (https://imageshack.com/i/pnVQoS8Uj)(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/4qdtik.jpg) (https://imageshack.com/i/po4qdtikj)](https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/mlbv0K.jpg) (https://imageshack.com/i/pmmlbv0Kj)(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/p8V1wc.jpg) (https://imageshack.com/i/pmp8V1wcj)](https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/dIbJTO.jpg) (https://imageshack.com/i/pldIbJTOj)(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/CD7rAm.jpg) (https://imageshack.com/i/plCD7rAmj)

http://www.sms1835.no/arkiv/2014-08-27%20Logistic%20Support%20Vessel%20by%20Director%20Lee%20Sung%20Jin.pdf


General characteristics:
• Length: 183 m
• Beam: 25.9 m
• Design draft: 8.62 m
• Maximum displacement: ~ 27,500 tonnes
• Speed:> 18 knots
. Autonomia 10.000 milhas
• Two main engines at 7500kW (Wärtsilä)
• Two diesel generators at 3170kW (Wärtsilä)
• Two bow thrusters at 1000kW (Wärtsilä)
• Propulsion Type: Diesel Hybrid (CODLOD)
• Two "dual abeam" RAS Rigs for Transfer of Fuel into the Sea (Rexroth)
• 25-tonne lift-compensated deck crane (Pellegrini)
• Fire Sea Protector remote controlled weapon platforms (Kongsberg)
Core crew: 43 people
• Additional capacity for 116 people

 Load Capacity:
• Diesel (F76): > 7000 tonnes
• Helicopter fuel (F44): > 300 tonnes
• Provisions:> 30 tonnes
• Can carry over 40 20-foot containers
• Smaller vessels
• Vehicles
• More than 200 tons of ammunition
Capacity for two NH-90 helicopters (on helicopter deck and hangar)
• Medical facility for up to 48 patients
• Treatment room for divers

 Milestones:
• Contract Award: June 28, 2013
• Preliminary Design Review (PDR): May 2014
• Critical Design Review (CDR): April 2015
• Steel Cut: May 22, 2015
• Keel laying: December 15, 2015
• Launch: Completed 4 June 2016
• Delivery: November 16, 2018

 Contractor:
• Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering (DSME)
• British Maritime Technology (BMT)

Abraços

Onde existe melhor Navio e mais barato que este ???

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 23, 2019, 02:54:27 pm
Só se abrirem mais um bocado os cordões á bolsa porque o Maud não custa 150 milhões.
Era bom, mas só se o Centeno estiver bem disposto.
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Barlovento em Julho 23, 2019, 02:58:23 pm
https://www.defensa.com/espana/nuevo-navio-tipo-bac-buque-aprovisionamiento-combate-para-armada?fbclid=IwAR3Cw57povgOoM_Zx-rBiTbx7pZf_t6UUMGFoKsBDuSZ646pNJeXzgmd0fI (https://www.defensa.com/espana/nuevo-navio-tipo-bac-buque-aprovisionamiento-combate-para-armada?fbclid=IwAR3Cw57povgOoM_Zx-rBiTbx7pZf_t6UUMGFoKsBDuSZ646pNJeXzgmd0fI)

Num artigo no Defensa refere que uma das necessidades mais urgentes da marinha espanhola é a substituição do AOR Patiño.
Em Portugal a necessidade mais urgente e o sonho é a Marinha arranjar algo que possa aproximar-se do Patiño.
Dinheiro há. Mas lá está são opções políticas e prioridades. A oligarquia política optou sempre por desviar verbas destinadas a meios para exercer a soberania do Estado para os que comem à mesa do orçamento desde 1974 e para comprar votos às várias castas sócio-profissionais da FP.

El artículo dice exactamente lo contrario, que no es una prioridad para la Armada, es solo una apuesta de los políticos.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Julho 23, 2019, 03:44:23 pm
https://www.defensa.com/espana/nuevo-navio-tipo-bac-buque-aprovisionamiento-combate-para-armada?fbclid=IwAR3Cw57povgOoM_Zx-rBiTbx7pZf_t6UUMGFoKsBDuSZ646pNJeXzgmd0fI (https://www.defensa.com/espana/nuevo-navio-tipo-bac-buque-aprovisionamiento-combate-para-armada?fbclid=IwAR3Cw57povgOoM_Zx-rBiTbx7pZf_t6UUMGFoKsBDuSZ646pNJeXzgmd0fI)

Num artigo no Defensa refere que uma das necessidades mais urgentes da marinha espanhola é a substituição do AOR Patiño.
Em Portugal a necessidade mais urgente e o sonho é a Marinha arranjar algo que possa aproximar-se do Patiño.
Dinheiro há. Mas lá está são opções políticas e prioridades. A oligarquia política optou sempre por desviar verbas destinadas a meios para exercer a soberania do Estado para os que comem à mesa do orçamento desde 1974 e para comprar votos às várias castas sócio-profissionais da FP.

El artículo dice exactamente lo contrario, que no es una prioridad para la Armada, es solo una apuesta de los políticos.

Como tudo na vida há empresas que são mais prioritárias que outras e em Espanha a Navantia é uma prioridade e como tal há que a manter a trabalhar. O mesmo se passa com o KC e outros.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 23, 2019, 05:31:30 pm
Só se abrirem mais um bocado os cordões á bolsa porque o Maud não custa 150 milhões.
Era bom, mas só se o Centeno estiver bem disposto.
 :-P

Desculpa, mas foi o que os Noruegueses pagaram, aliás até ficou em 140 milhões, ou tens outras informações ?

https://esut.de/en/2019/04/meldungen/see/12033/norwegischer-einsatzgruppenversorger-maud-in-der-heimat/

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 23, 2019, 05:53:48 pm
Só se abrirem mais um bocado os cordões á bolsa porque o Maud não custa 150 milhões.
Era bom, mas só se o Centeno estiver bem disposto.
 :-P

Desculpa, mas foi o que os Noruegueses pagaram, aliás até ficou em 140 milhões, ou tens outras informações ?

https://esut.de/en/2019/04/meldungen/see/12033/norwegischer-einsatzgruppenversorger-maud-in-der-heimat/

Abraços


"The Norwegians ordered their ship in June 2013 for NOK1,320m (~£140m)"
140 milhões de Libras = 156 milhões €.
Mas isto foi em 2013 é preciso ter em atenção á inflação.
Não digo que fique muito acima, mas com este ministro das finanças, por meia duzia de "tostões" já não me admirava de passarem ao lado pra poupar uns trocos.

 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 23, 2019, 06:10:45 pm
Só se abrirem mais um bocado os cordões á bolsa porque o Maud não custa 150 milhões.
Era bom, mas só se o Centeno estiver bem disposto.
 :-P

Desculpa, mas foi o que os Noruegueses pagaram, aliás até ficou em 140 milhões, ou tens outras informações ?

https://esut.de/en/2019/04/meldungen/see/12033/norwegischer-einsatzgruppenversorger-maud-in-der-heimat/

Abraços


"The Norwegians ordered their ship in June 2013 for NOK1,320m (~£140m)"
140 milhões de Libras = 156 milhões €.
Mas isto foi em 2013 é preciso ter em atenção á inflação.
Não digo que fique muito acima, mas com este ministro das finanças, por meia duzia de "tostões" já não me admirava de passarem ao lado pra poupar uns trocos.

 :-P

Mas onde foste buscar as Libras ?? No artigo que enviei fala em Euros ???.

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 23, 2019, 06:18:24 pm
Só se abrirem mais um bocado os cordões á bolsa porque o Maud não custa 150 milhões.
Era bom, mas só se o Centeno estiver bem disposto.
 :-P

Desculpa, mas foi o que os Noruegueses pagaram, aliás até ficou em 140 milhões, ou tens outras informações ?

https://esut.de/en/2019/04/meldungen/see/12033/norwegischer-einsatzgruppenversorger-maud-in-der-heimat/

Abraços


"The Norwegians ordered their ship in June 2013 for NOK1,320m (~£140m)"
140 milhões de Libras = 156 milhões €.
Mas isto foi em 2013 é preciso ter em atenção á inflação.
Não digo que fique muito acima, mas com este ministro das finanças, por meia duzia de "tostões" já não me admirava de passarem ao lado pra poupar uns trocos.

 :-P

Mas onde foste buscar as Libras ?? No artigo que enviei fala em Euros ???.


É o preço que está anunciado do contrato na Wikipédia.
https://en.wikipedia.org/wiki/Tide-class_tanker
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Julho 23, 2019, 09:49:19 pm
Em 10 junho de 2013, um euro valia 7,6 coroas norueguesas. 1320 milhões dá... É faz ser as contas, mas dá mais de 150 milhões.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Julho 29, 2019, 01:25:27 pm
Citar
(https://navaltoday.com/wp-content/uploads/2019/07/german-navy-getting-new-tankers-1024x724.jpg)

German Navy getting new tankers
zoom
Illustration. Photo: German Navy
The German Navy is set to receive two new double-hulled fleet tankers that are scheduled to start replacing their predecessors from 2024.

The acquisition was approved by the German chief of defense on July 17.

To be referred to as Type 707, the new ships will replace the Type 704 single-hulled tankers that have been in service with the navy for over 40 years.

At 170 meters, the new ships will be 40 meters longer than the FGS Rhoen and Spessart. They will also have an increased capacity, being able to carry 15,000 cubic meters of fuel. An option for the embarkation of up to 20 containers is also included.

Type 707s will have an increased maximum speed to be able to keep up with more modern navy ships. Displacing over 20,000 tons, the ships will be able to attain speeds of over 20 knots.

What is more, they will have a civilian complement of only 20, compared to the over 40 required by the Type 704 ships, according to the navy.

https://navaltoday.com/2019/07/26/german-navy-getting-new-tankers/

pode ser que... :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 29, 2019, 01:51:11 pm

Navios que entraram ao serviço da marinha alemã em 1977, já com quarenta e dois anos, para nós são a estrear. ::)

https://en.wikipedia.org/wiki/Rh%C3%B6n-class_tanker

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Julho 30, 2019, 10:16:21 am
À atenção dos nossos almirantes sucateiros:

(https://www.janes.com/images/assets/154/90154/p1728080_main.jpg)
Launched in 1974, the German Navy’s Spessart is one of two Type 704 replenishment tankers that will be replaced on a one-for-one basis by the Type 707. Source: Bundeswehr/Christin Krakow

Sea Platforms
Bundeswehr selects new replenishment tanker

Nicholas Fiorenza, London - Jane's Defence Weekly
29 July 2019

The Generalinspekteur der Bundeswehr (German Chief of Defence Staff), General Eberhard Zorn, selected a new replenishment tanker on 17 July, the German Navy announced on its website on 26 July.

The two new Type 707 replenishment tankers will be able to carry 15,000 m3 of fuel and 20 containers, compared with 11,500 m3 and two containers for the two Type 704 Rhön-class tankers Rhön and Spessart they will replace. Therefore, they will be bigger, with a length of 170 m and a planned displacement of over 20,000 tonnes, compared with 130 m and 14,200 tonnes, respectively, for the Rhön class. However, the two classes' draught will be the same - 8 m - to avoid having to dredge the Wilhelmshaven Naval Base on the North Sea for them to dock at.

The Type 707 will have a speed of over 20 kt, compared with 16 kt for the Type 704, so they can keep up with other warships such as frigates, according to the German Navy, which expects the new class to serve until the 2050s.

The new Type 707 tanker will have a crew of 42, similar to the Type 704 it will replace.

https://www.janes.com/article/90154/bundeswehr-selects-new-replenishment-tanker

.....

Entram no canal do Alfeite e tudo, what are you waiting for?????  :banana: :banana: :festa: :festa: :feliz: :feliz: :feliz:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 30, 2019, 12:23:38 pm
À atenção dos nossos almirantes sucateiros:

(https://www.janes.com/images/assets/154/90154/p1728080_main.jpg)
Launched in 1974, the German Navy’s Spessart is one of two Type 704 replenishment tankers that will be replaced on a one-for-one basis by the Type 707. Source: Bundeswehr/Christin Krakow

Sea Platforms
Bundeswehr selects new replenishment tanker

Nicholas Fiorenza, London - Jane's Defence Weekly
29 July 2019

The Generalinspekteur der Bundeswehr (German Chief of Defence Staff), General Eberhard Zorn, selected a new replenishment tanker on 17 July, the German Navy announced on its website on 26 July.

The two new Type 707 replenishment tankers will be able to carry 15,000 m3 of fuel and 20 containers, compared with 11,500 m3 and two containers for the two Type 704 Rhön-class tankers Rhön and Spessart they will replace. Therefore, they will be bigger, with a length of 170 m and a planned displacement of over 20,000 tonnes, compared with 130 m and 14,200 tonnes, respectively, for the Rhön class. However, the two classes' draught will be the same - 8 m - to avoid having to dredge the Wilhelmshaven Naval Base on the North Sea for them to dock at.

The Type 707 will have a speed of over 20 kt, compared with 16 kt for the Type 704, so they can keep up with other warships such as frigates, according to the German Navy, which expects the new class to serve until the 2050s.

The new Type 707 tanker will have a crew of 42, similar to the Type 704 it will replace.

https://www.janes.com/article/90154/bundeswehr-selects-new-replenishment-tanker

.....

Entram no canal do Alfeite e tudo, what are you waiting for?????  :banana: :banana: :festa: :festa: :feliz: :feliz: :feliz:

E que se comprem os dois, ;D um para ficar ao serviço, e o outro como dador de peças !!!!! :mrgreen:

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 30, 2019, 12:40:26 pm

Navios que entraram ao serviço da marinha alemã em 1977, já com quarenta e dois anos, para nós são a estrear. ::)

https://en.wikipedia.org/wiki/Rh%C3%B6n-class_tanker


https://defence-blog.com/news/germanys-navy-left-without-last-replenishment-oiler.html

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/xF5IDn.jpg) (https://imageshack.com/i/plxF5IDnj)

Pelo que sei os navios não possuem duplo casco !

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 30, 2019, 12:48:08 pm
O Endeavour da RNZN era de 1988 e tinha duplo casco, mais, estava apto a embarcar helis ligeiros.

https://www.tvnz.co.nz/one-news/new-zealand/hmnzs-endeavour-decommissioned-after-three-decades-in-service

https://en.wikipedia.org/wiki/HMNZS_Endeavour_(A11)

Endeavour was due to be decommissioned in 2013, but was retained after an 18-month refit to make the ship meet standards for double-hulled tankers. In March 2015, a request for tender for a replacement vessel was released by the New Zealand Ministry of Defence.

Abraços

Em Jun 2017, está quase a fazer um ano, eu coloquei aqui alguma info referente ao AOR NZ,  mas, pelos vistos e apesar de ser mais moderno, ter casco duplo e poder embarcar um heli lig, não servia para nós, pois, com o navio que temos, com mais dezasseis anos de serviço e casco simples, estamos melhor.
Uma Nação como a nossa que não tem dinheiro e não quer investir nas FFAA, não pode perder as poucas e boas oportunidades que por esse mundo aparecem para aquisição/substituição dos nossos meios Navais.  Apesar de serem usados, são mais recentes e possuem mais valências que os que actualmente nós possuimos.
O HMNZS Endeavour apenas tinha mais três anos que as Fragatas VdG !!!!!

http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=12345.15

New Zealand Navy’s sole tanker concludes her last deployment

https://navaltoday.com/2017/06/13/new-zealand-navys-sole-tanker-concludes-her-last-deployment/

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2Fnew-zealand-navys-sole-tanker-concludes-her-last-deployment_zps4tfk974u.jpg&hash=0fdcbb696c52b2bf96c628c93b68bc70) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/new-zealand-navys-sole-tanker-concludes-her-last-deployment_zps4tfk974u.jpg.html)
HMNZS Endeavour entering Devonport Naval Base. Photo: Royal New Zealand Navy

Royal New Zealand Navy’s fleet oiler returned to her homeport of Devonport Naval Base on June 13 completing her last operational deployment.

The 30-year-old Endeavour wrapped up a four-month South-east Asia deployment and is set to be decommissioned later this year.

HMNZS Endeavour started her service in April 1988 after being built in South Korea. Endeavour is the third ship of this name to serve in the Royal New Zealand Navy and is named after James Cook’s HM Barque Endeavour on his first voyage to New Zealand.

Crewed by 50 officers and sailors, Endeavour spent her years in service refueling ships at sea, enabling other navy vessels to operate over long distances for extended periods of time.

She will be replaced by what will be the Royal New Zealand Navy’s largest ship ever.

HMNZS Aotearoa, as the vessel will be named, will have twice the displacement of HMNZS Endeavour and will carry 30 per cent more fuel.

Construction of the new 24,000-tonne vessel will start next year and is expected to be delivered in January 2020.

PS será que o Endeavour, vai ser vendido às Filipinas ou se custar menos de 20 Milhões será que ..................................
Tendo uma guarnição de apenas 50 elementos estou cá c/ um pressentimento que o sistema " D ", vai ser aplicado em força.
A Jane's de Junho que o camarada CJ fez o grande favor de aqui nos presentear, tem algumas linhas sobre a possibilidade da aquisição 2nd hand, e,com  small crew, heli deck, para datas muito interessantes, porque será ??

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2F20170613_160234_resized_zpsi5bscxke.jpg&hash=9a9a2836d1b3b3049fce42403b20cd83) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/20170613_160234_resized_zpsi5bscxke.jpg.html)

Abraços

Abraços

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Julho 30, 2019, 01:16:59 pm
Boa!  c56x1
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 30, 2019, 03:59:49 pm
Só para dizer que três dos quatro AOR´s da classe Tide da Royal Navy já estão no activo.
Por isso os Wave devem estar mesmo por ai a aparecer no mercado. Só a lembrar.
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 30, 2019, 06:19:25 pm
Só para dizer que três dos quatro AOR´s da classe Tide da Royal Navy já estão no activo.
Por isso os Wave devem estar mesmo por ai a aparecer no mercado. Só a lembrar.
 :-P

para isso era preciso haver dinheiro para dragar o canal do Alfeite.
Será que ainda há uns cobres depois da despesa na compra daquelas coisas, para por na cara e pescoço das pessoas, para as proteger dos FF ??  nx2l1

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 30, 2019, 07:14:45 pm
Só para dizer que três dos quatro AOR´s da classe Tide da Royal Navy já estão no activo.
Por isso os Wave devem estar mesmo por ai a aparecer no mercado. Só a lembrar.
 :-P

para isso era preciso haver dinheiro para dragar o canal do Alfeite.
Será que ainda há uns cobres depois da despesa na compra daquelas coisas, para por na cara e pescoço das pessoas, para as proteger dos FF ??  nx2l1

Abraços

Ao preço que um Wave deve sair (cerca de 50 -75 milhões € penso eu) deve sobrar dinheiro para dragar o Alfeite 3 ou 4 vezes.
Isso das proteções dos FF foi mais um esquema dos boys do costume....
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 30, 2019, 07:28:03 pm
Só para dizer que três dos quatro AOR´s da classe Tide da Royal Navy já estão no activo.
Por isso os Wave devem estar mesmo por ai a aparecer no mercado. Só a lembrar.
 :-P

para isso era preciso haver dinheiro para dragar o canal do Alfeite.
Será que ainda há uns cobres depois da despesa na compra daquelas coisas, para por na cara e pescoço das pessoas, para as proteger dos FF ??  nx2l1

Abraços

Ao preço que um Wave deve sair (cerca de 50 -75 milhões € penso eu) deve sobrar dinheiro para dragar o Alfeite 3 ou 4 vezes.
Isso das proteções dos FF foi mais um esquema dos boys do costume....
 :-P

Olha que um Ruler não deverá ficar por mais de uns 40 milhões, digo eu !
Os dois Navios ficaram por £215 milhões.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Julho 30, 2019, 07:31:53 pm
É das poucas hipóteses, mais recentes para compra em 2ª Mão !


Background

RFAs Wave Knight and Wave Ruler were ordered on 12 March 1997 as replacements for RFA Olwen and RFA Olna built on Tyneside in the 1960s. The three Ol class tankers displaced 33,000 tonnes, had steam turbine propulsion, could sustain 20 knots and carry 3 Sea King Helicopters. They were popular with their crews and served all over the world with distinction. They played a critical logistic role during the Falklands War, RFA Olmeda alone conducted 185 replenishments during 96 days continuously at sea. RFA Olmeda decommissioned in 1994, while Olna and Owen survived until 1999 and 2000 respectively. The 1997 Defence Review confirmed that two new fast tankers would be constructed and Vickers Shipbuilding and Engineering (VSEL) in Barrow won the £200 Million contract in competition with British Aerospace (BAe). VSEL was subsequently acquired by BAe and the ships were constructed by newly re-named BAE Systems.


…...The double-hulled Wave class can embark 13,000 tonnes of issuable marine diesel 3,000 tonnes of aviation fuel and 125 tonnes of lubrication oils. Three RAS rigs, two on the port and one on the starboard side, are fitted with NATO standard single 7-inch hoses which can each transfer around 500 tonnes of fuel per hour. The two deck cranes can be used for embarking or unloading stores and the starboard crane can be used to replenish smaller vessels not fitted with RAS points (such as MCMVs). A reverse osmosis plant can produce up to 100 tonnes of potable water per day and there is storage for 380 tonnes of fresh water. There are holds for up to 500 m3 of dry cargo, although this can only be transferred at sea via helicopter. Securing points and power supplies on the foredeck are available for up to eight TEU 20 refrigerated containers for food or other stores…….

…….The flight deck is capable of operating a Merlin-sized helicopter in high seas, up to sea state 6 and the spacious hangar has full support facilities including a 25-tonne overhead gantry crane to facilitate engine changes. The ships’ RFA crew numbers between 62-80, depending on the mission and trainees embarked. There is also accommodation for a detachment of 22 Royal Navy and Royal Marine personnel…….

Mas…...The Tide class tankers were specifically designed to refuel the new QEC aircraft carriers so the Wave class remain likely to be seen operating independently in the Gulf or Caribbean. Whatever the future holds, these vessels have been a success in service and can continue to offer a flexible and reliable asset to the RN. In June 2018 reports emerged that Wave Ruler has been offered for sale to the Brazilian Navy (to complement their recent acquisition of ex-HMS Ocean, soon to be joined by ex-HMS Clyde). The MoD has subsequently denied that Wave Ruler is for sale. The Wave class were intended to have a 25-year service life and would be due for replacement around 2028. Modern and capable ships, with at least another decade of service ahead of them, remain an attractive proposition for foreign buyers, something that we hope the MoD continues to discourage.


https://www.savetheroyalnavy.org/in-focus-the-wave-class-tankers-of-the-royal-fleet-auxiliary/

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Julho 31, 2019, 10:20:34 am
É dizer que os Wave Ruler podem combater incêndios :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Julho 31, 2019, 02:07:23 pm
Com as recentes polémicas relativas ao tamanho (falta de cascos) da RN, de repente, a venda destes dois navios tornou-se mais improvável. Como em cenários de baixa intensidade estes navios podem substituir uma fragata é muito provável que os retenham por mais uns anos, até porque o impacto político de vender navios relativamente novos no actual quadro iria ser muito negativo para um Governo fragilizado e sobre enorme pressão graças ao Brexit.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Julho 31, 2019, 02:22:49 pm
Com as recentes polémicas relativas ao tamanho (falta de cascos) da RN, de repente, a venda destes dois navios tornou-se mais improvável. Como em cenários de baixa intensidade estes navios podem substituir uma fragata é muito provável que os retenham por mais uns anos, até porque o impacto político de vender navios relativamente novos no actual quadro iria ser muito negativo para um Governo fragilizado e sobre enorme pressão graças ao Brexit.

Não sei, penso que o mais logico será abater estes ao serviço para ter tripulações e dinheiro para operar os Tide.
Substituir uma fragata é um termo um bocado forte não!?
Agora faltava ver tambem , caso fossem postos no mercado, se o MDN tinha olhos pra se aperceber da oportunidade ou se iria ser outro Amsterdam....
É que a diferença de preço significava muita verba libertada para outros programas, nomeadamente para o LPD.
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Julho 31, 2019, 02:39:32 pm
Com as recentes polémicas relativas ao tamanho (falta de cascos) da RN, de repente, a venda destes dois navios tornou-se mais improvável. Como em cenários de baixa intensidade estes navios podem substituir uma fragata é muito provável que os retenham por mais uns anos, até porque o impacto político de vender navios relativamente novos no actual quadro iria ser muito negativo para um Governo fragilizado e sobre enorme pressão graças ao Brexit.

Não sei, penso que o mais logico será abater estes ao serviço para ter tripulações e dinheiro para operar os Tide.
Substituir uma fragata é um termo um bocado forte não!?
Agora faltava ver tambem , caso fossem postos no mercado, se o MDN tinha olhos pra se aperceber da oportunidade ou se iria ser outro Amsterdam....
É que a diferença de preço significava muita verba libertada para outros programas, nomeadamente para o LPD.
 :-P

De modo algum, é mesmo isso que significa quando dizem no artigo que podem operar operar independentemente no Golfo e nas Caraíbas. Ah e como podes ler nesse mesmo artigo, as guarnições são muito inferiores em tamanho comparativamente às fragatas — metade das quais estão inoperacionais! Não significa que são navios de combate que vão desempenhar missões ASW ou antiaéreas, mas podem mostrar bandeira, efectuar escoltas quando a ameaça são umas lanchas manhosas e os seus marines podem efectuar missões de interdição/assalto com lanchas e helicóptero.

Já o almirante português que deu aquela entrevista à Jane's em 2015 referiu algo semelhante em relação ao 'futuro' AOR. O pessoal é que se esquece destas coisas e acha que se devem empregar fragatas com guarnições de 200 elementos e cheias de mísseis em qualquer missão.

Quanto ao MDN esquece, são uma cambada de incompetentes.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Agosto 12, 2019, 09:03:39 am
https://www.facebook.com/savetheroyalnavy.org/videos/405207966791214
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Setembro 03, 2019, 10:36:35 am
https://navaltoday.com/2019/09/02/australian-navys-second-supply-class-tanker-launched-in-spain/

Citar
The 173.9-meter AORs are built under a contract signed in May 2016 and are based on the Spanish Navy’s Cantabria-class AORs. They will be delivered at an estimated cost of AU$640 million.

AU$640M = EUR 393.48 M --> EUR 196,74M cada navio



Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Outubro 29, 2019, 02:03:26 pm
https://mobile.navaltoday.com/2019/10/28/royal-new-zealand-navy-tanker-named-in-south-korea/
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Outubro 29, 2019, 03:33:15 pm
493 milhões de dólares americanos?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Novembro 04, 2019, 07:10:34 pm
493 milhões de dólares americanos?

Penso que serão Dólares NZ, o que daria +- 283 M€
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Novembro 25, 2019, 03:45:28 pm
(https://images.sacdn.no/v2/images/ba3f4cb8-1baa-455d-8aa3-082ff0a62e36?fit=crop&h=1202&w=1900&s=38d4a4e9476ef91fe61b87f44f241cf267595ecd)

Para relembrar o navio ideal para substituir o Berrio... E não é que até é um AOR bonito?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Novembro 25, 2019, 04:27:06 pm
(https://images.sacdn.no/v2/images/ba3f4cb8-1baa-455d-8aa3-082ff0a62e36?fit=crop&h=1202&w=1900&s=38d4a4e9476ef91fe61b87f44f241cf267595ecd)

Para relembrar o navio ideal para substituir o Berrio... E não é que até é um AOR bonito?


Até um destes usado era uma beleza! Desde que se decidissem a fazer alguma coisa antes que o Bérrio se desfaça da ferrugem!!!

(https://preview.redd.it/2muieavb10ix.jpg?width=800&auto=webp&s=3dfa51d6d72dc16877bbade64a26ab0070042c38)

 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Janeiro 23, 2020, 01:22:49 pm
(https://www.navalnews.com/wp-content/uploads/2019/02/Four-BRF-Fleet-Replenishment-Tankers-Ordered-for-the-French-Navy1-770x410.jpg)
The BRFs ordered for the French Navy will be based on the design of the LSS Vulcano ordered for the Italian Navy. Chantiers de l’Atlantique image.

Safran’s PASEO XLR Selected for French Navy’s Future Replenishment Tankers
Safran Electronics & Defense was recently selected to supply the PASEO XLR extra long-range naval optronic identification & fire control system for the French Navy (Marine Nationale)'s future replenishment vessels known as BRF.

Xavier Vavasseur  23 Jan 2020

According to Safran, PASEO XLR allows manual or automatic sector surveillance, automatic target tracking, visual identification and transmission or reception of 3D target designation information. PASEO XLR is able to simultaneously control several guns of different calibers. The system can be integrated in a Combat Management System or operated in a stand-alone mode.

Safran’s PASEO XLR system gives the French navy very-long-range identification capability. It is especially valuable in a context of asymmetric combat, where front-line ships are called on to operate near coastlines, and may engage small vessels showing suspicious behavior. The PASEO XLR system allows ships to determine these vessels’ intentions at a range enabling the frigate to activate its self-defense system.

In March 2018, Safran was already selected to supply PASEO XLR for the French Navy’s future FDI frigates. Pierre-Olivier Nougues, Vice President Sales & Marketing, Naval Key Accounts, at Safran Electronics & Defense, said at the time: “We are very proud to have won this contract from Naval Group on behalf of the French navy. These new frigates will be fitted with our highest-performance electro-optical sighting systems.”

About the French Navy BRF

(https://www.navalnews.com/wp-content/uploads/2019/02/Four-BRF-Fleet-Replenishment-Tankers-Ordered-for-the-French-Navy2.jpg)

The CGI of BRF show the vessel fitted with BAE Systems Bofors 40mk4 gun systems forward and aft. Chantiers de l’Atlantique image.

Previously known as FLOTLOG (for Flotte Logistique), the BRF (bâtiments ravitailleurs de force or force replenishment vessel) contract is valued at 1.7 Billion Euros. The design of the French BRF is based on the Italian Navy LSS (Vulcano-class) designed by Fincantieri. The forward section of the French BRFs will be built by the Italian shipyard while the remaining and final assembly will take place in Frane at Chantiers de l’Atlantique.

The future French Navy tankers, with a fuel capacity of 13,000 m3, have the mission to provide logistical support to the French and allied navies’ combat vessels. They will carry fuel for vessels, jet fuel for aircraft, weapons and ammunition, spare parts, as well as food. The ships will also be equipped with waste management solutions and repair workshops.

The BRF will be modern and highly effective double-hulled ships, which will comply with existing international regulations. They will replace the current single-hulled Durance-class tankers of the French Navy that entered active service in the 1970s and 80s. The 4 new BRF will provide long-term support for any blue-sea combat fleet (aircraft-carrier, LHDs, destroyers) in both liquid and solid stores: fuel, ammunition, spare parts and food.

The French BRF will be slightly larger than the Italian Vulcano (194 meters in length and 28,700 tons full load displacement compared to 193 meters and 27,200 tons). We were told by a DGA representative during Euronaval 2019 the reason for this difference is the Charles de Gaulle aircraft carrier: Its air wing is significantly larger compared to the Italian aircraft carrier Cavour. The requirements for aviation fuel are greater.

Main characteristics of the BRF vessels
Gross tonnage: 28,700 GRT
Overall length: 194 m
Overall width: 27.40 m
Crew capacity: 190 people (of which 130-people strong crew
Total deadweight: 14,870 tonnes
Freight volume: 13,000 m3
Total installed capacity: 24 MW
Artillery: 40 mm guns
Polaris® Combat Management System

https://www.navalnews.com/naval-news/2020/01/safrans-paseo-xlr-selected-for-french-navys-future-replenishment-tankers/

Este nem em sonhos  :jok:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 23, 2020, 02:05:03 pm
Grande bicho ai o Franciu, nem quero imaginar o preço!
(Não que eles estejam preocupados com isso...)
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 23, 2020, 02:43:10 pm
Citar
contract is valued at 1.7 Billion Euros

Citar
The 4 new BRF will provide long-term support for any blue-sea combat fleet (aircraft-carrier, LHDs, destroyers) in both liquid and solid stores: fuel, ammunition, spare parts and food.

Portanto serão 4... é fazer as contas.  :o
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 23, 2020, 05:06:01 pm
Citar
contract is valued at 1.7 Billion Euros

Citar
The 4 new BRF will provide long-term support for any blue-sea combat fleet (aircraft-carrier, LHDs, destroyers) in both liquid and solid stores: fuel, ammunition, spare parts and food.

Portanto serão 4... é fazer as contas.  :o

Coisa pouca 400 milhões/Navio.

Abraço
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 23, 2020, 08:14:40 pm
Até me deu tonturas esses 400 milhões....  olha o que não se fazia por aqui com 1600 milhões de €´s....
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 23, 2020, 09:39:24 pm
Até me deu tonturas esses 400 milhões....  olha o que não se fazia por aqui com 1600 milhões de €´s....
 :-P

Construías 4 ou 5 Arrowhead 140 equipadas ao nosso gosto. Ou mais realisticamente falando, construías 3 AH140, 1 LPD Enforcer 10000 e ias buscar um AOR Wave. Com jeitinho, ainda sobrava algum para 2 DZP.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 24, 2020, 08:27:07 am
Até me deu tonturas esses 400 milhões....  olha o que não se fazia por aqui com 1600 milhões de €´s....
 :-P

Construías 4 ou 5 Arrowhead 140 equipadas ao nosso gosto. Ou mais realisticamente falando, construías 3 AH140, 1 LPD Enforcer 10000 e ias buscar um AOR Wave. Com jeitinho, ainda sobrava algum para 2 DZP.

Acho que com 1700 milhoes se optassemos pelas AH140 daria para três com sensores e armamento já + capazes e o tal enforcer 9000/10000 p'ra aí a 400 milhões/navio e se sobrassem os 100 milhões deveríamos deitar a mão ao WR/WK, o remanescente dava para um trintena de ST5 para os Fuzos.
As DZP terão a meu ver de ser compradas com ou o produto da venda das VdG ou da BD ou ainda com um valor de reforço do Orçamento da Marinha a sua retirada ao serviço está prevista para daqui a oito anos, uma excelente data para as VdG saírem de cena.

Abraço
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 24, 2020, 11:31:57 am
Se o AOR é para ser construído cá isso quer dizer que estamos claramente a desistir/não interessados em adquirir um dos classe Wave, certo?  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 24, 2020, 12:21:37 pm
É o mais provável, mas como só pensam construí-lo lá para 2026 ou 27, se o Berrio se desfizer entretanto, aceitam de bom grado um em segunda-mão. Depois podem escrever "pintado em Portugal".
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Janeiro 24, 2020, 01:06:57 pm
Se o AOR é para ser construído cá isso quer dizer que estamos claramente a desistir/não interessados em adquirir um dos classe Wave, certo?  ::)

E estamos interessados?  8)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 24, 2020, 01:16:17 pm
E estamos interessados?  8)

No Fórum sim, na Marinha desconheço.

Até acho que a ideia da Marinha era se o Berrio não aguentar até à chegada do novo navio que pedíamos a um aliado para abastecer os nossos navios, tenho que ver quem disse isso.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 24, 2020, 01:37:16 pm
Já encontrei

https://www.dn.pt/poder/reabastecedor-berrio-vai-manter-se-mais-uma-decada-no-ativo-10464414.html
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 24, 2020, 02:04:12 pm
Estou pra ver o reabastecedor novo.... Pra mim pegava-se nessa guita da "intervenção" compravasse um Wave e estava resolvido pros proximos 30 anos,mas enfim...
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 24, 2020, 02:42:22 pm
Alguém tem o contacto da RN? É que gastar 10 a 20 milhões de euros só para manter o navio a navegar por mais 8 anos (6 contando com a data do início do processo), tenho quase a certeza que se arranjaria um dos Wave por um valor interessante e mesmo que mais ligeiramente mais caro que esses 10/20 milhões, sempre se poupava uma boa soma desses 150 milhões para construir um novo.

Mas será que alguém usa o cérebro? Vão dizer que não cabe no AA? Então coloca-se o navio noutro porto até surgir a vontade de renovar o AA ou criar outra base operacional da MP.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 24, 2020, 02:42:44 pm
Já encontrei

https://www.dn.pt/poder/reabastecedor-berrio-vai-manter-se-mais-uma-decada-no-ativo-10464414.html

Ainda por cima vamos estar sem reabastecedor de Esquadra 1 ano - ou ano e meio já que estamos em Portugal - por causa da revisão a efectuar daqui a dois anos. Mas também se a Marinha já pouco navega, também isso será só um detalhe sem importância alguma.  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 24, 2020, 03:00:10 pm
Alguém tem o contacto da RN? É que gastar 10 a 20 milhões de euros só para manter o navio a navegar por mais 8 anos (6 contando com a data do início do processo), tenho quase a certeza que se arranjaria um dos Wave por um valor interessante e mesmo que mais ligeiramente mais caro que esses 10/20 milhões, sempre se poupava uma boa soma desses 150 milhões para construir um novo.

Mas será que alguém usa o cérebro? Vão dizer que não cabe no AA? Então coloca-se o navio noutro porto até surgir a vontade de renovar o AA ou criar outra base operacional da MP.

Eu acho que este "MLU" é uma estupidez completa. Ou seja, vão gastar 10 ou 20 milhões de € pra ter o navio a navegar mais 6 anos!?
Mas já nasceram burros ou tiraram algum daqueles cursos da CEE?
Pega-se nessa guita, junta-se mais algum e ia buscar-se o Wave como já tinha dito, que não deve andar muito longe dos 50 milhões.
E para os proximos 30 anos estavamos remediados.
 :bang:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 24, 2020, 03:24:24 pm
Parece que é de propósito. Parece que tem que ser feito este "MLU" para alguém meter guito no bolso... parece!

Isto realmente é cada vez pior. A entrevista tem 1 ano é verdade, mas já se sabe que dessa altura para cá pouco ou nada mudou. Enquanto nós sonhamos com uma mega indústria naval nacional, tipo a chinesa, outros países com Marinhas maiores que a nossa (Brasil) optam sem hesitação por opções em segunda-mão sempre que se justifique.

Querem beneficiar a indústria naval nacional? Ora comecem por arrancar com a construção dos próximos 2 NPO, e logo de seguida os outros 2. Esqueçam o 9º e 10º e ocupem o espaço no estaleiro com a construção de uma das AH140 que tanto apregoamos aqui e cujo valor unitário não é tão astronómico assim. Se acham que é "muita fruta" para um estaleiro nacional, então construam o raio de 2 LSTs de 100 metros com o dinheiro poupado do "AOR novo de 150 milhões".
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Janeiro 24, 2020, 07:33:12 pm
Já encontrei

https://www.dn.pt/poder/reabastecedor-berrio-vai-manter-se-mais-uma-decada-no-ativo-10464414.html

Ainda por cima vamos estar sem reabastecedor de Esquadra 1 ano - ou ano e meio já que estamos em Portugal - por causa da revisão a efectuar daqui a dois anos. Mas também se a Marinha já pouco navega, também isso será só um detalhe sem importância alguma.  ::)

Cada vez percebo menos disto. Na Marinha não querem um JSS porque afirmam que se está em manutenção ficam sem AOR e LPD, e agora além de terem metido quase os helis todos em modernização, vão parar o Bérrio um ano e já não existe problema da frota ficar sem AOR (porque LPD nicles).  :bang: :bang:

Enfim...  :-\

(https://cdn.cmjornal.pt/images/2012-10/img_818x455$2012_10_31_22_01_00_350382.jpg)

Saudações
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 25, 2020, 12:24:17 am
ou criar outra base operacional da MP.

Mas alguém na Marinha ou MdN mostrou vontade em construir outra base naval? Ou mudar a BNL de sitio? Lá se ia a poupança de comprar um navio em 2a mão.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 25, 2020, 01:10:25 am
ou criar outra base operacional da MP.

Mas alguém na Marinha ou MdN mostrou vontade em construir outra base naval? Ou mudar a BNL de sitio? Lá se ia a poupança de comprar um navio em 2a mão.

Tendo em conta que é um navio sem grande tecnologia militar sensível, podia muito bem ficar num porto civil fora do Alfeite. Isto se o problema for o calado e/ou as dimensões do navio.

E por essa ordem de ideias, nunca se vai fazer nada relativamente ao Alfeite ou à criação de outra base, limitando para sempre a dimensão de navios que possamos adquirir/construir. Faz sentido? Quantos mais navios ou projectos de navios, vão ser recusados por causa das limitações da BNL, até que abram a pestana? Precisam de dinheiro para isso? É ir à Lei das Infraestruturas Militares e aplicar verdadeiramente o dinheiro lá alocado, ao invés de "cobrar" custos pelos metros quadrados usados pelos estabelecimentos militares.

Havia de ser giro avançarem para a construção do magnifico LPD e depois depararem-se que não podia ir para o Alfeite. Era de rir.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 25, 2020, 04:29:50 am
A BNL não acredito que saia de onde está, só resta ver então como vai ser o novo reabastecerdor, se vai ser construído com dimensões capazes de lá acostar ou se fazem as dragagens.

Até acredito que poderia ficar no PAN Tróia, ou no cais norte da BNL, mas depois para ir ao Arsenal do Alfeite era a mesma história, teria que passar a ir a outro local fazer as manutenções.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 25, 2020, 01:23:50 pm
Era preferível começarem a fazer as dragagens, não só para a possível dimensão do AOR, mas para futuros navios da MGP. A limitação do Alfeite não faz sentido nenhum para uma Marinha oceânica que pretende estar a par dos aliados.

Quanto a uma segunda base naval, é uma necessidade de há décadas. Estrategicamente falando não faz sentido ter todos os navios atracados no mesmo sítio, tornando-os susceptíveis a ataques e até ao bloqueio do rio Tejo (com minas por exemplo, irónico e um risco enorme para um país que nem 1 draga-minas possui).

Tendo em conta que um Wave custaria cerca de 1/3 do orçamento de um AOR novo, e tendo sérias dúvidas que dragar o Tejo nas zonas necessárias custasse os restantes 100 milhões, poupava-se certamente bastante dinheiro. Além do mais quanto mais depressa se comprar o novo navio, deixa de ser necessário todo o processo de reparação do Bérrio.

Aliás, olhando bem para a coisa, toda a ideia de gastar 10 a 20 milhões no Bérrio para durar mais 6 anos, é não só estúpida, como evitável, para isso basta construir o novo AOR antes de 2022 e aquele orçamento de "10 a 20 milhões" ser acrescido ao novo AOR se necessário. Quanto é que apostam que se o Maud custasse 155/160 milhões novo, seria recusado por exceder o orçamento? Mas depois vai-se gastar dinheiro no Bérrio que podia compensar essa variação de preço do AOR novo? Que p*ta de lógica.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 25, 2020, 04:12:36 pm
Alguém tem o contacto da RN? É que gastar 10 a 20 milhões de euros só para manter o navio a navegar por mais 8 anos (6 contando com a data do início do processo), tenho quase a certeza que se arranjaria um dos Wave por um valor interessante e mesmo que mais ligeiramente mais caro que esses 10/20 milhões, sempre se poupava uma boa soma desses 150 milhões para construir um novo.

Mas será que alguém usa o cérebro? Vão dizer que não cabe no AA? Então coloca-se o navio noutro porto até surgir a vontade de renovar o AA ou criar outra base operacional da MP.

Eu acho que este "MLU" é uma estupidez completa. Ou seja, vão gastar 10 ou 20 milhões de € pra ter o navio a navegar mais 6 anos!?
Mas já nasceram burros ou tiraram algum daqueles cursos da CEE?
Pega-se nessa guita, junta-se mais algum e ia buscar-se o Wave como já tinha dito, que não deve andar muito longe dos 50 milhões.
E para os proximos 30 anos estavamos remediados.
 :bang:

Stalker, o que é que está aa contecer com as VdG ????
MLU da treta para navios com trinta + anos, para estarem ao serviço durante mais cerca de oito anos a última a ser modernizada e depois serem vendidas por quanto ????
150 milhões ????
Então mas o MLU não custou 120 milhões ????
Tirem as conclusões meus senhores é só fazer contas !!!
É por estas e por outras, as cativações, é que o dinheiro da DN vai pelo cano, sem termos o equipamento/armamento/pessoal necessários !!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 25, 2020, 04:17:14 pm
E olha que acho que o MLU das VdG estava planeado para o segundo quadriénio da LPM, ou seja, só depois de 2022, o que com muita sorte implicaria que o primeiro navio ficasse operacional com a modernização no mínimo ano/ano e meio depois. Fora os restantes navios da classe, terias tudo concluído lá para 2026/27.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 25, 2020, 06:32:48 pm
E olha que acho que o MLU das VdG estava planeado para o segundo quadriénio da LPM, ou seja, só depois de 2022, o que com muita sorte implicaria que o primeiro navio ficasse operacional com a modernização no mínimo ano/ano e meio depois. Fora os restantes navios da classe, terias tudo concluído lá para 2026/27.

ou seja, vão estar oito anos a operar com o MLU, e que MLU, até serem desactivadas lá para 2035, muito bom porque em 2035 os navios terão 44 anos e o valor de venda deve rondar os 20/30 milhões/Navio se tanto, portanto foi um investimento feito com um timing do caruncho !
Estamos entregues a especialistas iluminados que sabem e bem, e manter operacional e com todos os sistemas de armas a bordo, actualizados, os navios da Armada !!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: LM em Janeiro 25, 2020, 06:56:51 pm
Relembro que (coloquei post com notícia algum tempo atrás) que ninguém tinha previsto que a LPM incluísse o MLU às Meko - o PSD é que recusou ter apenas 2 fragatas "alta intensidade" (enfim, o mastro está oco) e o MDN desviou fundos para ter as Meko com MLU... ideia (ter mais que 2 fragatas) boa, resultado mau.

Mas até lá desconfio que nada disso acontece, mesmo neste jardim à beira mar quem manda tem de conseguir ver que é um erro enterrar dinheiro em um MLU às Meko.   
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 25, 2020, 09:48:27 pm
O problema é que para as Meko ficarem alguma coisa de jeito, o investimento teria de ser considerável, o que não acontece. 40/45 milhões por navio não dá para grande coisa e quando nem sequer incluem armamento ou radares novos... pior é que é um upgrade para o "desenrascanso", adiando mais uma vez uma necessidade óbvia que é de navios novos. Ou seja, além de ser um desperdício de dinheiro pelo reduzido incremento de capacidades, é algo que (espera-se) seja para durar pouco tempo até à sua substituição.

Com o aparecimento de projectos mais em conta como as AH140, deixa de fazer sentido gastar 120 milhões num MLU para encher chouriços, ficando a MP melhor servida se fosse canalizado este dinheiro para novos navios o quanto antes, que somado a mais uns ~150 milhões pela venda das VdG, já entraríamos com saldo positivo para pagar praticamente 1 dos navios novos. Aliás, mais uma vez se pode argumentar sobre um AOR em segunda-mão mais barato, e o valor que sobrasse ser directamente injectado também nos novos navios...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 25, 2020, 10:35:07 pm
O problema é que para as Meko ficarem alguma coisa de jeito, o investimento teria de ser considerável, o que não acontece. 40/45 milhões por navio não dá para grande coisa e quando nem sequer incluem armamento ou radares novos... pior é que é um upgrade para o "desenrascanso", adiando mais uma vez uma necessidade óbvia que é de navios novos. Ou seja, além de ser um desperdício de dinheiro pelo reduzido incremento de capacidades, é algo que (espera-se) seja para durar pouco tempo até à sua substituição.

Com o aparecimento de projectos mais em conta como as AH140, deixa de fazer sentido gastar 120 milhões num MLU para encher chouriços, ficando a MP melhor servida se fosse canalizado este dinheiro para novos navios o quanto antes, que somado a mais uns ~150 milhões pela venda das VdG, já entraríamos com saldo positivo para pagar praticamente 1 dos navios novos. Aliás, mais uma vez se pode argumentar sobre um AOR em segunda-mão mais barato, e o valor que sobrasse ser directamente injectado também nos novos navios...


Eu já ficava contente se fossem as Arrowhead 120... Desde que propriamente equipadas e novas....

https://www.babcockinternational.com/wp-content/uploads/2019/06/Arrowhead-120-PT-DIGITAL.pdf

 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 26, 2020, 08:59:13 am
Pelo que sei, a converseta neste momento dentro da Marinha é que o MLUzinho das VdG dificilmente avançará. Não lhe depositam grandes esperanças e está tudo no ver para crer.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 26, 2020, 09:51:42 am
O problema é que para as Meko ficarem alguma coisa de jeito, o investimento teria de ser considerável, o que não acontece. 40/45 milhões por navio não dá para grande coisa e quando nem sequer incluem armamento ou radares novos... pior é que é um upgrade para o "desenrascanso", adiando mais uma vez uma necessidade óbvia que é de navios novos. Ou seja, além de ser um desperdício de dinheiro pelo reduzido incremento de capacidades, é algo que (espera-se) seja para durar pouco tempo até à sua substituição.

Com o aparecimento de projectos mais em conta como as AH140, deixa de fazer sentido gastar 120 milhões num MLU para encher chouriços, ficando a MP melhor servida se fosse canalizado este dinheiro para novos navios o quanto antes, que somado a mais uns ~150 milhões pela venda das VdG, já entraríamos com saldo positivo para pagar praticamente 1 dos navios novos. Aliás, mais uma vez se pode argumentar sobre um AOR em segunda-mão mais barato, e o valor que sobrasse ser directamente injectado também nos novos navios...


Eu já ficava contente se fossem as Arrowhead 120... Desde que propriamente equipadas e novas....

https://www.babcockinternational.com/wp-content/uploads/2019/06/Arrowhead-120-PT-DIGITAL.pdf

 :-P

Completamente de acordo as 120 são navios bem capazes e encaixariam e bem na Marinha Portuguesa !
Tem a capacidade de embarcar os NH90 e os HH-60..... !
Acho que uma classe de três AH120 devidamente armadas com 120mm e dois bons sistemas de misseis ASuW, ASUW,  SAM com os respectivos sensores nos ficaria por cerca de €400/450 milhões/Navio.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 26, 2020, 10:02:57 am
Pelo que sei, a converseta neste momento dentro da Marinha é que o MLUzinho das VdG dificilmente avançará. Não lhe depositam grandes esperanças e está tudo no ver para crer.

Deus queira que não avancem !!!!

pois pudera com a idade que tem os navios para nada servirão além de consumirem verbas que melhor serviriam a Marinha se já alocadas á compra de Navios Novos, mas isto sou eu a pensar alto.  :bang:

O grande erro que se cometeu, foi entre os anos de 2005/2010, não se ter avançado com um MLU á seria ás VdG, que agora estariam novamente a ser intervencionadas para manter as capacidades por mais dez anos, isso sim teria sido um planeamento digno para esta classe de Fragatas que tão bem serviu a marinha !

Mas, uma vez mais, descuramos os nossos parcos meios Navais de combate, e deixamos que chegassem a um estado de
pré-obsolescência devido á incompetência, incúria ou desleixo dos responsáveis, ou de quem Manda, porque Comandar é uma arte e quem Comanda nunca deixaria que tais meios chegassem ao estado a que chegaram !!

A marinha deveria ser o Ramo das FFAA que melhores meios deveria possuir, mas a realidade é completamente diferentes, á classe VdG, como em tantas outras classes de Navios da nossa Marinha, irá acontecer exactamente o mesmo, ficar obsoleta ao serviço de Portugal.

Assim fica bem patente o enorme respeito que é nutrido pelos responsáveis da tutela e da Marinha, pelo Nosso Grande Navegador Vasco da Gama !!!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Janeiro 26, 2020, 12:19:54 pm
O mais certo é não haver MLU nem nada, o Centeno cativa mais essas verbas e ganha mais uma medalha em Bruxelas, e as VdG aguentam até cairem de podre, que é o habitual...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Janeiro 26, 2020, 12:24:03 pm
E estamos interessados?  8)

No Fórum sim, na Marinha desconheço.

Até acho que a ideia da Marinha era se o Berrio não aguentar até à chegada do novo navio que pedíamos a um aliado para abastecer os nossos navios, tenho que ver quem disse isso.

Eu vendia era já a MP toda e assim ficavam mais uns milhões para os futuros buracos bancários , pedimos a Espanha e a Marrocos que patrulhem a nossa ZEE, e os nossos milhares de Almirantes passam a fazer tirocinios a bordo de navios dos "aliados"
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 26, 2020, 04:41:53 pm
Pelo que sei, a converseta neste momento dentro da Marinha é que o MLUzinho das VdG dificilmente avançará. Não lhe depositam grandes esperanças e está tudo no ver para crer.

Que não o façam mesmo, pra gastar o dinheiro que estão a pensar pra ficar practicamente na mesma é deitar dinheiro ao lixo!
Que usem a guita para algo util, sei lá.... começar a pensar nas novas talvez!
 c56x1
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 29, 2020, 03:53:02 pm
Cada vez mais há menos marinha

Citar
único navio reabastecedor da Marinha portuguesa, o NRP Bérrio, vai ser abatido. A informação foi transmitida esta terça-feira numa reunião de Comados na base Naval pelo próprio Chefe de Estado-maior da Armada (CEMA) Almirante Mendes Calado. O porta-voz oficial do seu gabinete confirmou ao DN a decisão em relação a um navio fundamental para a sustentação e apoio logístico de forças navais nacionais e internacionais.

Até ter uma alternativa, que "está a ser estudada", garante esta fonte autorizada, a Marinha fica com a sua capacidade de projeção drasticamente limitada, pois não será possível apoiar navios a longas distâncias no mar - por exemplo em casos de emergência civil, como o que aconteceu em outubro na ilha das Flores.

Há um ano, a Marinha apostava tudo numa reparação profunda do Bérrio - adquirido à Inglaterra em 1993 já com 26 anos de navegação - que permitiria prolongar a sua 'vida' por mais 10 anos. Mas os cálculos estavam errados e agora a Lei de Programação Militar só prevê a aquisição de um novo reabastecedor em 2027.
dn.pt
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 29, 2020, 04:27:58 pm
Cada vez mais há menos marinha

Citar
único navio reabastecedor da Marinha portuguesa, o NRP Bérrio, vai ser abatido. A informação foi transmitida esta terça-feira numa reunião de Comados na base Naval pelo próprio Chefe de Estado-maior da Armada (CEMA) Almirante Mendes Calado. O porta-voz oficial do seu gabinete confirmou ao DN a decisão em relação a um navio fundamental para a sustentação e apoio logístico de forças navais nacionais e internacionais.

Até ter uma alternativa, que "está a ser estudada", garante esta fonte autorizada, a Marinha fica com a sua capacidade de projeção drasticamente limitada, pois não será possível apoiar navios a longas distâncias no mar - por exemplo em casos de emergência civil, como o que aconteceu em outubro na ilha das Flores.

Há um ano, a Marinha apostava tudo numa reparação profunda do Bérrio - adquirido à Inglaterra em 1993 já com 26 anos de navegação - que permitiria prolongar a sua 'vida' por mais 10 anos. Mas os cálculos estavam errados e agora a Lei de Programação Militar só prevê a aquisição de um novo reabastecedor em 2027.
dn.pt

Mesmo 2027 é um esticão do ca****o, o Bérrio devia ser abatido assim que se conseguisse por as unhas num Wave e ficavamos resolvidos de AOR até 2040....  (ou mais!)
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 29, 2020, 04:39:27 pm
Há quantos dias falámos aqui que aqueles 10 a 20 milhões eram um desperdício? Parece que é de propósito.  ::)

A alternativa "está a ser estudada", poderá isto implicar que se vai procurar algo em segunda-mão ou até a construção "antecipada" de algo nos módulos de um JSS?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: LM em Janeiro 29, 2020, 04:39:27 pm
Até é capaz de ser uma boa notícia... "afundar" dinheiro no Bérrio era um erro.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 29, 2020, 04:47:38 pm
Está aqui a notícia completa: https://www.dn.pt/poder/marinha-perde-unico-reabastecedor-navio-berrio-vai-ser-ja-abatido-11761983.html

Agora como é possível vir dizer que é um navio fundamental e uma valência essencial e deixam-se chegar as coisas a este estado? Soa a um misto de incompetência com negligência grosseira. No Alfeite há muito que se dizia que o Bérrio estava preso por arames, e está aqui a confirmação: abate imediato.

Espero que haja um pouco de bom senso e se avance para um RFA Wave enquanto ainda não estão reservados, caso contrário a Marinha que pouco navega terá ainda menos condições e apoio para o fazer. Esperar 7 anos até que hajam verbas para a construção de um navio que é considerado fundamental é gozar com a malta.

Citar
A Marinha está a estudar uma alternativa, muito difícil a curto prazo. A Lei de Programação Militar só prevê aquisição para 2027, ficando assim a Marinha com a sua capacidade de projeção drasticamente reduzida

Ah pois, agora é que têm mesmo de meter os fuzileiros e zebros nos NPO se querem capacidade de projecção. ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 29, 2020, 05:10:25 pm
Até é capaz de ser uma boa notícia... "afundar" dinheiro no Bérrio era um erro.

Se já era um erro meter no navio 10 a 20 milhões para tão poucos anos, quanto mais o valor da reparação realmente necessária. Nem falaram em valores, mas se não pagava um Wave, estaria bastante perto disso!

A ver vamos se não vêm agora dizer que o Wave "não cabe no Alfeite"... Mesmo que não caiba, que se adquira e seja colocado temporariamente em Setúbal ou noutro porto onde possa ser colocado, não se pode é ficar muito tempo sem um navio do género.

Já agora o que será feito da guarnição do Bérrio? Serão colocados noutro/s navio/s? Ou ficarão à espera? Presumo que ainda haja guarnição pelo menos.  ::)

PS: Relembro que os Wave têm convés de voo e hangar para 1 Merlin, algo que agora nos Açores daria jeito.  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Get_It em Janeiro 29, 2020, 05:57:35 pm
Existe alguma guarda costeira por este mundo fora que tenha um navio reabastecedor? Às tantas nem precisamos disso para nada. [/sarcasmo]

Cumprimentos,
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Janeiro 29, 2020, 07:01:35 pm
Pode ser uma forma de pressão ao governo,ou então o navio está num estado miserável

Citar
Foi realizada uma inspeção profunda ao navio, indicando que a necessidade de intervenção no navio é muito superior ao inicialmente previsto, pelo que as necessidades de intervenção seriam muito mais extensas e onerosas
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 29, 2020, 07:42:25 pm
Pode ser uma forma de pressão ao governo,ou então o navio está num estado miserável

Citar
Foi realizada uma inspeção profunda ao navio, indicando que a necessidade de intervenção no navio é muito superior ao inicialmente previsto, pelo que as necessidades de intervenção seriam muito mais extensas e onerosas

O mais certo é ser as duas, mas a segunda é uma certeza absoluta....
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: ocastilho em Janeiro 29, 2020, 07:49:25 pm
Citar
e agora a Lei de Programação Militar só prevê a aquisição de um novo reabastecedor em 2027.


O quanto me ri com esta frase. Dito assim até parece que a LPM serviu para mais do que gastar papel. Mas deve ser uma boa desculpa para quando não há cacau para gastar. Mas não se preocupem que o tempo da austeridade já lá vai ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 29, 2020, 09:14:27 pm
Pode ser uma forma de pressão ao governo,ou então o navio está num estado miserável

Citar
Foi realizada uma inspeção profunda ao navio, indicando que a necessidade de intervenção no navio é muito superior ao inicialmente previsto, pelo que as necessidades de intervenção seriam muito mais extensas e onerosas

Agora é fazerem o mesmo para as fragatas, pode ser que mandem logo construir umas também.  :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 29, 2020, 09:41:03 pm
PS: Relembro que os Wave têm convés de voo e hangar para 1 Merlin, algo que agora nos Açores daria jeito.  ::)

Os EH101 a partir da BA4 chegam a qualquer ilha dos Açores, não precisam do navio.

No caso recente do apoio à ilha das Flores não usaram os EH101 porque não quiseram, (ou acharam caro). Os aeroportos do Corvo e Flores estiveram sempre operacionais, aterraram lá C130 e C295 para apoiar a população da ilha e transporte de pessoal militar para recuperar o porto, até o Marcelo aterrou lá num C295 para passar lá o ano.

Pode servir é numa missão fora de área tipo África, mas o pessoal do helicóptero também têm que ter formação em aterrar num navio, e termos helis disponíveis para projectar para fora sem comprometer o serviço SAR.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 29, 2020, 09:45:07 pm
Pode ser uma forma de pressão ao governo,ou então o navio está num estado miserável

Citar
Foi realizada uma inspeção profunda ao navio, indicando que a necessidade de intervenção no navio é muito superior ao inicialmente previsto, pelo que as necessidades de intervenção seriam muito mais extensas e onerosas

O mais certo é ser as duas, mas a segunda é uma certeza absoluta....
 :-P

está mesmo seguro por arames o NRP Bérrio, não se compre um dos Ruler, enquanto estão disponíveis, que não faz falta !!!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 29, 2020, 09:46:42 pm
PS: Relembro que os Wave têm convés de voo e hangar para 1 Merlin, algo que agora nos Açores daria jeito.  ::)

Os EH101 a partir da BA4 chegam a qualquer ilha dos Açores, não precisam do navio.

Pode servir é numa missão fora de área tipo África, mas o pessoal do helicóptero também têm que ter formação em aterrar num navio, e termos helis disponíveis para projectar para fora sem comprometer o serviço SAR.

pois chegam, mas com que payload disponível para pessoal e carga ????

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 29, 2020, 09:52:40 pm
pois chegam, mas com que payload disponível para pessoal e carga ????

Abraços

Amigo Tenente penso que para transportar carga da BA4 para o Corvo ou Flores os C-130 ou C295 sejam mais indicados.

A única operação em que penso o EH101 podia ser utilizado, seria na movimentação de material dos navios para terra em carga suspensa em vez dos zebro.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 29, 2020, 09:56:44 pm
pois chegam, mas com que payload disponível para pessoal e carga ????

Abraços

Amigo Tenente penso que para transportar carga da BA4 para o Corvo ou Flores os C-130 ou C295 sejam mais indicados.

A única operação em que penso o EH101 podia ser utilizado, seria na movimentação de material dos navios para terra em carga suspensa em vez dos zebro.

O que tem toda a logica pra se poder descarregar paletes até 4 toneladas (se não estou enganado) em vez de andar a descarregar as tangas á mão em zebros.
Até os Açoreanos numa entrevista que deu a pouco num canal qualquer diziam que "eram bem intencionados, mas claramente não equipados para a tarefa de abastecer uma população em situações de emergencia".
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 29, 2020, 10:03:05 pm
pois chegam, mas com que payload disponível para pessoal e carga ????

Abraços

Amigo Tenente penso que para transportar carga da BA4 para o Corvo ou Flores os C-130 ou C295 sejam mais indicados.

A única operação em que penso o EH101 podia ser utilizado, seria na movimentação de material dos navios para terra em carga suspensa em vez dos zebro.

vamos lá ver se nos entendemos, e não nos desviamos do que está em debate. e colocamos os posts em questão na totalidade, just in case, Mr lightning.

o que se estava a debater era a necessidade de termos o AOR, e do tipo Ruler, com capacidade de embarcar um 101, quando alguém comentou " Os EH101 a partir da BA4 chegam a qualquer ilha dos Açores, não precisam do navio..

qual a utilidade de fazer voos ferry com os 101 de lisboa para os Açores ???
Gastar fuel ??
Fazer horas de voo ??
Andar a brincar aos helis ??

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Janeiro 29, 2020, 10:05:52 pm
Pode ser uma forma de pressão ao governo,ou então o navio está num estado miserável

Citar
Foi realizada uma inspeção profunda ao navio, indicando que a necessidade de intervenção no navio é muito superior ao inicialmente previsto, pelo que as necessidades de intervenção seriam muito mais extensas e onerosas

O mais certo é ser as duas, mas a segunda é uma certeza absoluta....
 :-P

está mesmo seguro por arames o NRP Bérrio, não se compre um dos Ruler, enquanto estão disponíveis, que não faz falta !!!

Abraços

Amigo Tenente, comprar o que (nem estas que custam 6 milhões aparecem)?  :mrgreen: :mrgreen:

(https://www.leonardocompany.com/o/adaptive-media/image/5600237/w_768/DS%20-%2012.jpg?t=1553006193847)

Cumprimentos   8) 8)


P.S. Alguém já falou com o Miguel? Depois do Mini LPD de certeza que arranja um Mini AOR, de onde carregar bidons de combustivel com zebros (ah, deve ser este  :mrgreen: :mrgreen: ) :bang: :bang:

(https://cdn.cmjornal.pt/images/2008-01/img_432x243$2008_01_09_13_34_02_53906.jpg)

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 29, 2020, 10:06:27 pm
O que tem toda a logica pra se poder descarregar paletes até 4 toneladas (se não estou enganado) em vez de andar a descarregar as tangas á mão em zebros.
Até os Açoreanos numa entrevista que deu a pouco num canal qualquer diziam que "eram bem intencionados, mas claramente não equipados para a tarefa de abastecer uma população em situações de emergencia".
 :-P

Se fosse os EUA ou qualquer país que quisesse fazer um show-off brilharete para as tvs, em como vários meios servem para apoio a catástrofes, era isso que tinha acontecido. Mas em vez disso devem ter perguntado "quem consegue transportar a carga dos navios para terra mais barato?" Resposta: Fuzileiros em zebros.

PS: Ao ver as fotos do material a ser colocado do NPO nos zebro estou mesmo a imaginar uma daquelas botijas de gás ou packs de leite a fugir das mãos e ir parar ao fundo do oceano :mrgreen:.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 29, 2020, 10:12:26 pm
Pode ser uma forma de pressão ao governo,ou então o navio está num estado miserável

Citar
Foi realizada uma inspeção profunda ao navio, indicando que a necessidade de intervenção no navio é muito superior ao inicialmente previsto, pelo que as necessidades de intervenção seriam muito mais extensas e onerosas

O mais certo é ser as duas, mas a segunda é uma certeza absoluta....
 :-P

está mesmo seguro por arames o NRP Bérrio, não se compre um dos Ruler, enquanto estão disponíveis, que não faz falta !!!

Abraços

Amigo Tenente, comprar o que (nem estas que custam 6 milhões aparecem)?  :mrgreen: :mrgreen:

(https://www.leonardocompany.com/o/adaptive-media/image/5600237/w_768/DS%20-%2012.jpg?t=1553006193847)

Cumprimentos   8) 8)


P.S. Alguém já falou com o Miguel? Depois do Mini LPD de certeza que arranja um Mini AOR, de onde carregar bidons de combustivel com zebros (ah, deve ser este  :mrgreen: :mrgreen: ) :bang: :bang:

(https://cdn.cmjornal.pt/images/2008-01/img_432x243$2008_01_09_13_34_02_53906.jpg)

ainda alguns de nós vão acreditando que a tutela e os altos responsáveis pugnam pela Institução militar e pela defesa Nacional, quando nem uns miseros seis milhões se arranjam para as duas marlin.
Miséria Franciscana !!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 29, 2020, 10:22:59 pm
vamos lá ver se nos entendemos, e não nos desviamos do que está em debate. e colocamos os posts em questão na totalidade, just in case, Mr lightning.

o que se estava a debater era a necessidade de termos o AOR, e do tipo Ruler, com capacidade de embarcar um 101, quando alguém comentou " Os EH101 a partir da BA4 chegam a qualquer ilha dos Açores, não precisam do navio..

qual a utilidade de fazer voos ferry com os 101 de lisboa para os Açores ???
Gastar fuel ??
Fazer horas de voo ??
Andar a brincar aos helis ??

Sim acho bem que nos entendamos e ponham os posts com claridade, claro que o tópico é sobre o AOR, mas alguém referiu que poderia ser importante para os Açores o EH101 operar a partir do navio, mais conversas sobre payloads disponíveis do sr Tenente, que qualquer dos cenários tem pouca lógica, a não ser que a pista da ilha das Flores se tornasse inoperacional o que  impossibilitasse a utilização de aviões de carga.

Essa de fazer voos de EH101 de Lisboa para os Açores também não tem lógica, existem em permanência dois EH101 na BA4 para quem não saiba, seriam esses meios que poderiam ser utilizados, espero que tenha sido suficientemente claro para todos entenderem.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 29, 2020, 10:35:17 pm
Lightning, eu quando falei nos Merlin, era a pensar na parte em que parte da carga está a ser transportada por via marítima, neste caso por NPOs. E nesta situação, não só um Wave tem mais capacidade de carga que um NPO, como pode transportar o material para terra com muito mais eficácia que os Zebros. Neste caso não se usou os Merlin porque, penso eu, nenhum navio da Marinha tem convés de voo capaz de o receber, sendo o AOR que mencionei o primeiro a ter tal capacidade.

Ou seja, em cenários destes, em que uma grande parte da ajuda vem por meio de navio, era obviamente uma mais valia operar um Merlin do AOR.

Quanto ao treino dos pilotos, bem se têm intenções de embarcar os Merlin Mk-516 no futuro LPD, as tripulações terão, obrigatoriamente que estar treinadas para operar no convés de um navio. Neste caso um AOR destes, permitia que estes pilotos ganhassem esta nova valência. Este navio permitirá que um dia que a questão do contrato de manutenção do Merlin esteja totalmente resolvida, estes excelentes helicópteros sejam empregues em inúmeros cenários.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Janeiro 29, 2020, 10:38:34 pm
O que tem toda a logica pra se poder descarregar paletes até 4 toneladas (se não estou enganado) em vez de andar a descarregar as tangas á mão em zebros.
Até os Açoreanos numa entrevista que deu a pouco num canal qualquer diziam que "eram bem intencionados, mas claramente não equipados para a tarefa de abastecer uma população em situações de emergencia".
 :-P

Se fosse os EUA ou qualquer país que quisesse fazer um show-off brilharete para as tvs, em como vários meios servem para apoio a catástrofes, era isso que tinha acontecido. Mas em vez disso devem ter perguntado "quem consegue transportar a carga dos navios para terra mais barato?" Resposta: Fuzileiros em zebros.
E fizeram muito bem, porque os zebros não atascam. Olha o "nosso LPD" a ser protagonista de uma cena destas (acabava-se logo a Marinha e só ficavam os Geninhas com a sua Unidade de controlo Costeiro).  :mrgreen: :mrgreen:

(https://cdn.sabado.pt/2015-10/img_472x263$2015_10_21_11_21_33_140938.jpg)

PS: Ao ver as fotos do material a ser colocado do NPO nos zebro estou mesmo a imaginar uma daquelas botijas de gás ou packs de leite a fugir das mãos e ir parar ao fundo do oceano :mrgreen:.
Lá estás a ser má língua.  :mrgreen: :mrgreen: Insinuas então que os nossos mergulhadores os quais andam a mandar pelos ares tudo e mais alguma coisa, lá para os lados do Atlântico Norte e Báltico, não são capazes de ir buscar o Pack de Leite ou a Bilha do Gás ao fundo do mar?  :mrgreen: :mrgreen:

https://www.publico.pt/2019/09/02/politica/noticia/mergulhadores-marinha-inactivam-26-engenhos-explosivos-ii-guerra-mundial-1885228 (https://www.publico.pt/2019/09/02/politica/noticia/mergulhadores-marinha-inactivam-26-engenhos-explosivos-ii-guerra-mundial-1885228)

(https://i.ytimg.com/vi/ddnsenB7FUE/maxresdefault.jpg)

(https://contacto-usa.com/wp-content/uploads/2018/08/13.04-bomba-1.jpg)

(https://lh3.googleusercontent.com/proxy/9WYSxUZTWK5U_l4OYy52oGjWmCKOqKvwQwg187TKloRuEAtTWLv3EYm1cGkPyW4idr-uEqM_50XrSFL6i2yBrK18sRg0mimylWlufH94i3MxwRqx3ukeJCGPcna-G5bw9w)

(https://imagens.publico.pt/imagens.aspx/1389860?tp=UH&db=IMAGENS&type=JPG&w=480)

(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcQSe_NL6atC0Z7NXsL8EY-eME7xrMBmehDlNXvMLYVdsOZAPbrW)

Saudações  ;D ;D


Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 29, 2020, 11:05:15 pm
Mafets já me fizeste rir à gargalhada, e tens toda a razão, não consigo discordar desse texto. :G-Ok: :Bajular: :Amigos: :rir: :palmas: ys7x9
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 29, 2020, 11:25:29 pm
Lightning, eu quando falei nos Merlin, era a pensar na parte em que parte da carga está a ser transportada por via marítima, neste caso por NPOs. E nesta situação, não só um Wave tem mais capacidade de carga que um NPO, como pode transportar o material para terra com muito mais eficácia que os Zebros. Neste caso não se usou os Merlin porque, penso eu, nenhum navio da Marinha tem convés de voo capaz de o receber, sendo o AOR que mencionei o primeiro a ter tal capacidade.

Eu não queria estar a prolongar o off-topic, e concordo de uma maneira geral com o dc, um navio como o Wave com EH101 embarcado seria uma capacidade importante neste género de operação, vou terminar colocando um vídeo com o que eu tinha em mente de um EH101 a transportar carga, imaginemos, de um NPO para terra sem necessidade de aterrar, uma imagem vale mais que mil palavras  ;).


E pela minha parte siga o AOR.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 29, 2020, 11:26:52 pm
vamos lá ver se nos entendemos, e não nos desviamos do que está em debate. e colocamos os posts em questão na totalidade, just in case, Mr lightning.

o que se estava a debater era a necessidade de termos o AOR, e do tipo Ruler, com capacidade de embarcar um 101, quando alguém comentou " Os EH101 a partir da BA4 chegam a qualquer ilha dos Açores, não precisam do navio..

qual a utilidade de fazer voos ferry com os 101 de lisboa para os Açores ???
Gastar fuel ??
Fazer horas de voo ??
Andar a brincar aos helis ??

Sim acho bem que nos entendamos e ponham os posts com claridade, claro que o tópico é sobre o AOR, mas alguém referiu que poderia ser importante para os Açores o EH101 operar a partir do navio, mais conversas sobre payloads disponíveis do sr Tenente, que qualquer dos cenários tem pouca lógica, a não ser que a pista da ilha das Flores se tornasse inoperacional o que  impossibilitasse a utilização de aviões de carga.

Essa de fazer voos de EH101 de Lisboa para os Açores também não tem lógica, existem em permanência dois EH101 na BA4 para quem não saiba, seriam esses meios que poderiam ser utilizados, espero que tenha sido suficientemente claro para todos entenderem.

compreendi perfeitamente.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Janeiro 30, 2020, 06:32:14 am
Desde que haja almirantes no activo, está tudo bem :G-beer2:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Janeiro 31, 2020, 02:39:49 pm
Em relação ao Reabastecerdor, penso que o melhor seria uma solução tipo patrulhas Tejo, o Berrio está acabado, a construção de um novo só lá para o fim da década na melhor das hipóteses, o melhor seria conseguir algo razoável no mercado de usados, se for navio para aguentar no mínimo 20 anos, até antecipavamos o LPD e a construção do Reabastecerdor em Viana do Castelo ficava para depois.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 31, 2020, 03:13:36 pm
Em relação ao Reabastecerdor, penso que o melhor seria uma solução tipo patrulhas Tejo, o Berrio está acabado, a construção de um novo só lá para o fim da década na melhor das hipóteses, o melhor seria conseguir algo razoável no mercado de usados, se for navio para aguentar no mínimo 20 anos, até antecipavamos o LPD e a construção do Reabastecerdor em Viana do Castelo ficava para depois.

O melhor no mercado de usados são os Wave ingleses. Estão 2 (DOIS) encostados á espera que a Royal Navy os decida vender.
Todos os Tide class já entraram ao activo, por isso aqueles navios de 17 anos (o que daria facilmente + 30 anos de serviço na marinha portuguesa) , com tudo o que precisamos e mais uns trocos, capacidade de embarcar um EH 101, tripulação pouco mais que a do Bérrio e devem ir de vela por um preço não mais que 50 milhões de €.
E aposto que no fim da historia o MDN vai ficar a olhar pró boneco e vai ser outra vez o filme do Amsterdam.....
 :bang:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: LM em Janeiro 31, 2020, 03:50:04 pm
Algo "off-topic" mas: é impressão minha ou o radar dos Wave - "KH SharpEye navigation radar" - é mais capaz que os que equipam os nossos NPO...?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 31, 2020, 04:15:15 pm
Algo "off-topic" mas: é impressão minha ou o radar dos Wave - "KH SharpEye navigation radar" - é mais capaz que os que equipam os nossos NPO...?

É verdade sim senhor.
Abraço
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 31, 2020, 04:20:21 pm
Em relação ao Reabastecerdor, penso que o melhor seria uma solução tipo patrulhas Tejo, o Berrio está acabado, a construção de um novo só lá para o fim da década na melhor das hipóteses, o melhor seria conseguir algo razoável no mercado de usados, se for navio para aguentar no mínimo 20 anos, até antecipavamos o LPD e a construção do Reabastecerdor em Viana do Castelo ficava para depois.

O melhor no mercado de usados são os Wave ingleses. Estão 2 (DOIS) encostados á espera que a Royal Navy os decida vender.
Todos os Tide class já entraram ao activo, por isso aqueles navios de 17 anos (o que daria facilmente + 30 anos de serviço na marinha portuguesa) , com tudo o que precisamos e mais uns trocos, capacidade de embarcar um EH 101, tripulação pouco mais que a do Bérrio e devem ir de vela por um preço não mais que 50 milhões de €.
E aposto que no fim da historia o MDN vai ficar a olhar pró boneco e vai ser outra vez o filme do Amsterdam.....
 :bang:

E convem não esquecer que há cerca de dois anos até deixamos fugir o Endeavour da RNZN, que foi abatido com cerca de 29 anos, com upgrade efectuado e já com duplo casco, o AOR era na altura, três anos mais velho, que as VdG.
Nação de gente muito rica e fina nós abatemos os Puma e os Bifes lá continuam com eles em zona de combate, Afeganistão a bombar.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Janeiro 31, 2020, 04:32:05 pm
Algo "off-topic" mas: é impressão minha ou o radar dos Wave - "KH SharpEye navigation radar" - é mais capaz que os que equipam os nossos NPO...?

É verdade sim senhor.
Abraço

É melhor então nem falar no armamento... :bang: :bang:

Citar
   
2 × DS30B 30 mm cannon;
2 × 7.62 mm Mk.44 miniguns;
5 × 7.62 mm L7 machine guns;
2 × Vulcan Phalanx CIWS
Aircraft carried:   1 × Merlin helicopter with full hangar facilities

https://en.wikipedia.org/wiki/Wave-class_tanker (https://en.wikipedia.org/wiki/Wave-class_tanker)

(https://www.savetheroyalnavy.org/wp-content/uploads/2018/08/Tide-class-tankers-principal-features-1.jpg)

(https://live.staticflickr.com/2892/9981776756_afa53e6b1b_b.jpg)

(https://pbs.twimg.com/media/De3tIJPW4AMz5e4.jpg)

https://www.savetheroyalnavy.org/in-focus-the-wave-class-tankers-of-the-royal-fleet-auxiliary/ (https://www.savetheroyalnavy.org/in-focus-the-wave-class-tankers-of-the-royal-fleet-auxiliary/)

Saudações
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 31, 2020, 04:47:59 pm
Algo "off-topic" mas: é impressão minha ou o radar dos Wave - "KH SharpEye navigation radar" - é mais capaz que os que equipam os nossos NPO...?

É verdade sim senhor.
Abraço

É melhor então nem falar no armamento... :bang: :bang:

Citar
   
2 × DS30B 30 mm cannon;
2 × 7.62 mm Mk.44 miniguns;
5 × 7.62 mm L7 machine guns;
2 × Vulcan Phalanx CIWS
Aircraft carried:   1 × Merlin helicopter with full hangar facilities

https://en.wikipedia.org/wiki/Wave-class_tanker (https://en.wikipedia.org/wiki/Wave-class_tanker)

(https://www.savetheroyalnavy.org/wp-content/uploads/2018/08/Tide-class-tankers-principal-features-1.jpg)

(https://live.staticflickr.com/2892/9981776756_afa53e6b1b_b.jpg)

(https://pbs.twimg.com/media/De3tIJPW4AMz5e4.jpg)

https://www.savetheroyalnavy.org/in-focus-the-wave-class-tankers-of-the-royal-fleet-auxiliary/ (https://www.savetheroyalnavy.org/in-focus-the-wave-class-tankers-of-the-royal-fleet-auxiliary/)

Saudações

No mercado dos Usados este AOR só é a melhor opção a adquirir.
A sua guarnição reduzida a capacidade de embarcar um 101, o alojamento para mais 40 efectivos, este AOR com a imaginação LUSA a funcionar poderia embarcar 1/2 FFZ.
Ficará assim tão caro aprofundar o canal de acesso á BNL ??
Quantos milhões ??
Menos do que custaria a reparação do NRP Bérrio, calculo eu, portanto, verba para isso há.

Sr MDN, os Wave Ruler e Knight, apenas tem 17 anos de idade veja lá se se compra ao menos um deles, o pessoal da Marinha e o pessoal do forum da Má-Língua, de certeza que agradecia.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: MATRA em Janeiro 31, 2020, 04:59:57 pm
Mas os bifes querem-nos vender ou não? Na altura negaram quando foi aquela noticia do Brasil. E dizia-se que eram para ficar na RFA até finais dos anos 20 inicios de 30, assim, não nos servem de muito  :(
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Janeiro 31, 2020, 05:44:12 pm
https://www.dn.pt/poder/amp/abate-do-navio-berrio-e-catastrofico-um-desastre-anunciado-diz-ex-chefe-da-armada-11768248.html
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 31, 2020, 05:48:19 pm
É melhor então nem falar no armamento... :bang: :bang:

Citar
   
2 × DS30B 30 mm cannon;
2 × 7.62 mm Mk.44 miniguns;
5 × 7.62 mm L7 machine guns;
2 × Vulcan Phalanx CIWS
Aircraft carried:   1 × Merlin helicopter with full hangar facilities

O armamento é excelente para este tipo de navio. Mas não me admirava que, caso nos vendessem um deles, lhes retirassem as armas, infelizmente... O tuga lá se desenrascava e metia umas .50, e eventualmente as duas 20mm do Bérrio.

Mas os bifes querem-nos vender ou não? Na altura negaram quando foi aquela noticia do Brasil. E dizia-se que eram para ficar na RFA até finais dos anos 20 inicios de 30, assim, não nos servem de muito  :(

Espero que sim, porque seria uma aquisição muito boa e podia-se riscar um item da LPM até 2030, abrindo a restante verba para outros programas.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Janeiro 31, 2020, 05:50:15 pm
https://www.dn.pt/poder/amp/abate-do-navio-berrio-e-catastrofico-um-desastre-anunciado-diz-ex-chefe-da-armada-11768248.html

Abate do navio Bérrio. "É catastrófico, um desastre anunciado", diz ex-Chefe da Armada
O ex-Chefe de Estado-Maior da Armada, Melo Gomes alerta para o desinvestimento na manutenção dos navios da Marinha e antevê que, tal como o reabastecedor NRP Bérrio, outros possam a ter que ser abatidos em breve.


O ex-CEMA lamenta que se tenha chegado a este ponto de "rutura" quando "foi repetidamente anunciado e o poder político alertado. Mas não acreditaram e o resultado está à vista!". Melo Gomes revela que o Bérrio "não ia à doca seca para manutenção e reparação há 12 anos, quando normal é ir de 4 em 4 anos, pelo menos". O problema, assinala, "é que não é só o Bérrio, vai acontecer com outros navios. Há fragatas que também ja ultrapassaram à muito os prazos de manutenção".

Este oficial superior não vê alternativa, a curto prazo, para substituir o Bérrio, tendo em conta que a Lei de Programação Militar (LPM) só prevê a compra de um navio polivalente logístico em 2027. "O problema é que a LPM não é mais que um registo de intenções de uma lei que não se cumpre. A aquisição de um navio desses já esteve também prevista na LPM quando eu era CEMA (2005/2010) e nessa altura as verbas para a manutenção dos navios era mais do dobro do que é atualmente", salienta. "Agora as pessoas não podem ignorar mais a situação catastrófica", assevera ainda, manifestando a sua "tristeza, angústia e uma certa sensação de injustiça na avaliação do que a Marinha e as Forças Armadas têm feito pelo país".
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Janeiro 31, 2020, 06:05:26 pm
Citar
Parece-me óbvio que houve uma falha grave na LPM, pois se só está previsto para 2017 (2027) era preciso ter a certeza que o NRP Bérrio iria aguentar até lá. Não se percebe como é que a Marinha na definição das suas prioridades para a LPM não previu esta situação

A culpa parece-me um pouco de todos e não só na "definição de prioridades". Desde a falta de verbas, ao mau planeamento, aos constantes cortes e adiamentos nas sucessivas LPMs, faz com que se tenha chegado aqui.

Outro factor parece-me claramente o estarem a bater na mesma tecla:
Citar
O porta-voz adianta que "a Marinha continua a procurar soluções que minimizem o impacto da falta de um Reabastecedor de Esquadra, no curto prazo, e mantém-se muito empenhada no projeto de construção de um navio reabastecedor, como previsto na Lei de Programação Militar (LPM)"

Dada a gravidade da situação, e dada a falta de opções no mercado, torna-se impraticável achar que se consegue adquirir um AOR usado para apenas 7 anos. Para isto ou compram um navio velho, para ser abatido antes de 2030, ou compram um navio como o Wave e depois usam por apenas 7 ou 8 anos e não aproveitam o seu potencial durante mais tempo, livrando a LPM do fardo de construir um AOR novo tão cedo.

Gostava que tivessem um pouco de bom-senso, e o dinheiro que sobrasse fosse canalizado ou para dar inicio à construção do LPD, ou de novas fragatas.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: MATRA em Janeiro 31, 2020, 06:36:04 pm
Pois é, quando comecei a vir a este forum percebia muito pouco de Marinha, quando entrava num tópico de por exemplo fragatas, novo NPO´s, ou mesmo o NPL, havia sempre um "mosquito"  ;D, que no meio da discussão, estava sempre a dizer "e o AOR?" ; "qualquer dia  derrete-se em ferrugem" ; "mais cedo se afunda o Bérrio" ; "o Bérrio anda preso por arames", eu olhava para aquilo e pensava:
Que raio! eu gosto é de "big guns" e estão sempre a falar deste AOR, até que aprendi a importância que tinha, e para nossa infelicidade não é que o que se dizia era verdade?

Título: Re: Novo Reabastecedor da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 31, 2020, 07:12:10 pm

Just fyi.

E vão mais uns quantos:

Lista de abastecedores de frota:


•Amsterdam fleet oiler ◦Displacement: 17,000 tons
◦Operator: Netherlands, 1 in service


•Alyay class fleet oiler (Project 160) ◦Builder: Soviet Union
◦Displacement: 7,225 tons
◦Operator: Russian Navy: 4 in service

•Boris Chilikin class fleet oiler (Project 1559) ◦Builder: Soviet Union
◦Displacement: 22,460 tons
◦Operator: Russian Navy: 4 in service

•Chesapeake class transport tanker (AOT 5084) ◦Builder: United States
◦Displacement: 65,000 tons
◦Operator: United States Navy: 2 in commission

•Dubna class fleet oiler ◦Builder: Soviet Union
◦Displacement: 11,140 tons
◦Operator: Russian Navy: 2 in service

•Durance class replenishment oiler ◦Builder: France / Australia
◦Displacement: 17,900 tons
◦Operators: ◾ French Navy: 4 in service
◾ Argentine Navy: 1 in service, former Durance
◾ Royal Australian Navy: 1 in service as HMAS Success (built in Australia)


•Fulin class coastal tanker ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 2,200 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 19 in service

•Fuqing class fleet oiler ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 21,740 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 2 in service

•Fuzhou class coastal tanker ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 1,200 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 32 in service

•Gus W. Darnell class transport tanker (AOT 1125) ◦Builder: United States
◦Displacement: 40,000 tons
◦Operator: United States Navy: 5 in commission

•Henry J. Kaiser class fleet oiler ◦Builder: United States
◦Displacement: 42,000 tons
◦Operator: United States Navy: 13 in commission

•Jinyou class coastal tanker ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 4,800 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 3 in service

•Khobi class coastal tanker ◦Builder: Soviet Union
◦Displacement: 1,525 tons
◦Operators: ◾ Albanian Naval Defense Forces: 1 delivered in 1959


•Leizhou class coastal tanker ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 900 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 9 in service

•Olekma class fleet oiler ◦Builder: Finland
◦Displacement: 6,440 tons
◦Operator: Russian Navy: 2 in service

•Panarea class Gasoline tanker ◦Builder: Italy
◦Displacement: 863 tons
◦Operator: Marina Militare: 4 in service

•Rhön class tanker ◦Builder: Germany
◦Displacement: 14,169 tons
◦Operator: German Navy, 2 in service


•Rover class tanker ◦Builder: United Kingdom
◦Displacement: 11,500 tons (loaded)
◦Operators: ◾ Indonesian Navy, 1 in service
◾ Portuguese Navy, 1 in service
◾ Royal Navy ( Royal Fleet Auxiliary), 2 in service


•Shengli class coastal tanker ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 4,940 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 2 in service

•HMAS Sirius replenishment tanker ◦Builder: South Korea
◦Displacement: 25,000 tons
◦Operator: Royal Australian Navy: 1 in service

•Uda class fleet oiler (Project 577) ◦Builder: Soviet Union
◦Displacement: 7,160 tons
◦Operator: Russian Navy: 5 in service

•Vyaz'ma fleet oiler ◦Displacement: 8,900 tons
◦Operator: Russian Navy

•Walchensee class tanker ◦Builder: Germany
◦Displacement: 2,191 tons
◦Operator: German Navy, 2 in service

•Wave Knight class tanker ◦Builder: United Kingdom
◦Displacement: 34,500 tons
◦Operator: Royal Navy, ( Royal Fleet Auxiliary), 2 in service


•Zuiderkruis fleet oiler ◦Displacement: 16,900 tons
◦Operator: Netherlands, 1 in servisse

Abraços

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 31, 2020, 07:13:13 pm
Não foi por falta de info que não se pode escolher um AOR em segunda mão.

É só escolher;

Lista de AOR's em serviço - Replenishment Ships

•Berlin class (Type 702) combat support ship ◦Builder: Germany
◦Displacement: 20,240 tons
◦Operator German Navy: 3 in servisse.


•Dayun class stores ship ◦Builder: People's Republic of China
◦Displacement: 11,000 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 2 in service

•Fort Rosalie class replenishment ship ◦Builder: United Kingdom
◦Displacement: 23,890 tons
◦Operator: Royal Navy, ( Royal Fleet Auxiliary), 2 in service

•Fort Victoria class replenishment oiler ◦Builder: United Kingdom
◦Displacement: 32,818 tons
◦Operator: Royal Navy, ( Royal Fleet Auxiliary), 1 in service

•Kilauea class ammunition ship (AE 32) ◦Builder: United States
◦Displacement: 20,000 tons
◦Operator: United States Navy: 4 in commission

•Lewis and Clark class dry cargo/ammunition ship (T-AKE-1) ◦Builder: United States
◦Displacement: 41,000 tons
◦Operator: United States Navy: 14 in commission

•Mars class stores ship (AFS 1) ◦Builder: United States
◦Displacement: 17,300 tons
◦Operator: United States Navy: 3 in commission

•Nancang replenishment ship ◦Builder: Soviet Union
◦Displacement: 37,000 tons
◦Operator: People's Liberation Army Navy: 1 in commission

•Ness class stores ship (AFS 8) ◦Builder: United Kingdom
◦Displacement: 16,800 tons
◦Operator: United States Navy: 3 in commission, former Royal Navy ships

•"Protecteur" class replenishment ships ◦Builder: Canada
◦Displacement: 24,700 tons
◦Operator: Royal Canadian Navy: 2 in service

•Stromboli class replenishment ship ◦Builder: Italy
◦Displacement: 8,700 tons
◦Operator: Marina Militare: 2 in service

•Supply class fast combat replenishment ship (AOE 6) ◦Builder: United States
◦Displacement: 50,000 tons
◦Operator: United States Navy: 4 in commission

Abraços

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 31, 2020, 07:14:37 pm
perder esta aquisição foi a gota de agua.

Se calhar ainda vamos apanhar com este abastecedor, como substituto do NRP Bérrio, e por vinte milhões...................e só com trinta anos ;D  ;) ;D ;D ;D ;D

https://en.wikipedia.org/wiki/HMNZS_Endeavour_(A11)


Replacement[edit]
The RNZN has now selected a replacement for the Endeavour. The ship was due to be decommissioned in 2013, but was retained after an 18-month refit to make the ship meet standards for double-hulled tankers.[2] In March 2015, a request for tender for a replacement vessel was released by the New Zealand Ministry of Defence.[2] The new retirement date is predicted to be April 2018.[2]

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1357.photobucket.com%2Falbums%2Fq745%2Fjolumeme%2F1024px-HMNZS_Endeavour_zpscurmukgw.jpg&hash=198362083e80f52e20c98fc0508253b2) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/1024px-HMNZS_Endeavour_zpscurmukgw.jpg.html)
Endeavour berthed at Devonport Naval Base in 2007

Tender requirements for the replacement replenishment vessel included a propulsion system, built around two diesel engines to provide a range of 6,400 nautical miles (11,900 km; 7,400 mi) at 16 knots (30 km/h; 18 mph), armament equivalent to two Mini Typhoon mounts and a Phalanx CIWS, facilities to operate a helicopter, and a container deck capacity of at least 12 TEU shipping containers.[2] In September 2015, Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering and Hyundai Heavy Industries were shortlisted for the final phase of the tender.[3]

On 18 July 2016 the Minister of Defence announced that Hyundai Heavy Industries will construct Endeavour's replacement, at a cost of NZ$493,000,000, with an estimated in service date of 2020.[4] The new vessel will have enhanced capabilities in Antarctica,[5] the ability to carry and refuel helicopters, as well as replenish with both fuel and fresh water.[6] It will feature a LEADGE bow as part of the "Enviroship" design. Rolls-Royce is supplying the propulsion that includes a Combined Diesel Electric and Diesel (CODLAD) propulsion plant based on twin Bergen main engines. These will each drive, via reduction gears, a controllable pitch propeller. Electrical power will be from four MTU generator sets.[7]

Cumprimentos

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 31, 2020, 07:31:33 pm
Depois de quererem helicópteros estrangeiros a bordo das fragatas por não os termos em número suficiente devido ao excelente planeamento da modernização dos Super Lynx, agora também querem que um AOR aliado passe por cá de vez em quando para nos dar apoio pontual e manter proficientes no reabastecimento em mar alto? E alugar o resto da Guarda Costeira, perdão, da Marinha a quem pagar mais, não? ::)



P.S. Fala-se repetidamente no ano de 2027, mas esse é apenas e somente o ano em que a LPM prevê que existam/sejam alocadas verbas para a construção de um navio reabastecedor de esquadra, o que quer dizer que até o mesmo ser lançado à água irão passar ainda mais uns anos, e talvez na melhor das hipóteses só haja AOR novo em 2030...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Janeiro 31, 2020, 08:00:53 pm
Opções para levar uns jerrycans é o que não falta. Seus maus Línguas...  :mrgreen: :mrgreen:

(https://www.mundoportugues.pt/wp-content/uploads/sites/3/2020/01/marinha-portuguesa-890x668.jpg)

(https://gazetacaldas.com/wp-content/uploads/2018/05/IMG_9997.jpg)

(https://www.defensa.com/adjuntos/stories/noticias/2015/7/15563.jpg)

(https://cdnimages01.azureedge.net/renascenca/marinha_armada_mario_cruz_lusa20805256defaultlarge_1024.jpg)

Saudações  :mrgreen: :mrgreen:

P.S. Nesta anedota de pais com umas F.A. do "faz de conta" vale a pena falar a sério? Tenho pena é dos homens que aguentam isto, pois quem pode (caso da médica que pagou 90 000 euros para saltar borda fora), pira-se e faz muito bem. Entretanto, adeus Bérrio...  :bang: :bang:

(https://lh3.googleusercontent.com/proxy/uG0NC47oFwviQXyO3bDoERr3e6hvniD-aWpMv0uaKbFib47ItP4xnmJ0QxtW5Kwbc0BaHqVEhCL5YRX63-YNhlx5XV0aGWFloVTS-by-nHoCJGHt5aIbCt7S-LkwrS2HcJYcNcU)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Janeiro 31, 2020, 08:35:48 pm
Depois de quererem helicópteros estrangeiros a bordo das fragatas por não os termos em número suficiente devido ao excelente planeamento da modernização dos Super Lynx, agora também querem que um AOR aliado passe por cá de vez em quando para nos dar apoio pontual e manter proficientes no reabastecimento em mar alto? E alugar o resto da Guarda Costeira, perdão, da Marinha a quem pagar mais, não? ::)



P.S. Fala-se repetidamente no ano de 2027, mas esse é apenas e somente o ano em que a LPM prevê que existam/sejam alocadas verbas para a construção de um navio reabastecedor de esquadra, o que quer dizer que até o mesmo ser lançado à água irão passar ainda mais uns anos, e talvez na melhor das hipóteses só haja AOR novo em 2030...

posso me enganar mas antes de 2034/35 não teremos AOR, falo de um Navio NOVO, se 2027, é a data com a verba alocada, para o escolher e construir são necessários em média sete anos, daí a minha opinião que só lá para 2034/35 o ano de todas as aquisições !!

Vão mas é gozar com outros que eu acredito tanto nisso como acredito no que o Mr António, jogo de cintura, Costa diz nos seus discursos, de investimento das FFAA, olhós NPO's, MLU's das Fragatas, etc, etc !!

Abraços seus Más-Línguas !!!!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Janeiro 31, 2020, 09:05:08 pm
Vergonha alheia  :G-bigun:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Turlu em Janeiro 31, 2020, 09:21:09 pm
Calma que ele está a chegar  :mrgreen: https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.765181766836342/2927961867224977/?type=3&theater
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Janeiro 31, 2020, 10:40:53 pm
Calma que ele está a chegar  :mrgreen: https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.765181766836342/2927961867224977/?type=3&theater


Já fui lá deixar um bitaite....
Não podia deixar passar a oportunidade. Eu bem sei que a marinha não tem culpa das decisões dos politicos, mas alguem tem de ouvir.
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: PMFM em Janeiro 31, 2020, 11:49:53 pm
Calma que ele está a chegar  :mrgreen: https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.765181766836342/2927961867224977/?type=3&theater

Se a Marinha não aproveitar esta oportunidade é um erro de todo o tamanho. Mas também será só mais um!
Por aquilo que se sabe, o Wave Ruler tem estado parado, porque a Royal Navy não tem pessoal suficiente, por isso só não compram se não quiserem...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: PMFM em Fevereiro 01, 2020, 12:14:18 am
Abate do navio Bérrio. "É catastrófico, um desastre anunciado", diz ex-Chefe da Armada
O ex-Chefe de Estado-Maior da Armada, Melo Gomes alerta para o desinvestimento na manutenção dos navios da Marinha e antevê que, tal como o reabastecedor NRP Bérrio, outros possam a ter que ser abatidos em breve.

O ex-Chefe de Estado Maior da Armada (CEMA) sublinha que esta situação "é catastrófica para a nossa capacidade de intervenção" pois "inibe a Marinha de projetar poder para distâncias além das nossas águas e deixa de ser possíveis missões como aquela, em 1998, de resgate de 1200 pessoas da Guiné Bissau ou a operação de emergência na Ilha das Flores". Melo Gomes que também foi comandante da European Martime Force (uma forma de reação rápida dedicada a operações humanitárias e missões de paz), acrescenta que sem o Bérrio "a Marinha não vai conseguir sequer manter os padrões de treino para reabastecimento no mar, que só vão ser possíveis com apoio de parceiros ou da NATO, embora seja muito difícil pois os reabastecedores são escassos".

O ex-CEMA lamenta que se tenha chegado a este ponto de "rutura" quando "foi repetidamente anunciado e o poder político alertado. Mas não acreditaram e o resultado está à vista!". Melo Gomes revela que o Bérrio "não ia à doca seca para manutenção e reparação há 12 anos, quando normal é ir de 4 em 4 anos, pelo menos". O problema, assinala, "é que não é só o Bérrio, vai acontecer com outros navios. Há fragatas que também ja ultrapassaram à muito os prazos de manutenção".


Manutenção "onerosa"

Este oficial superior não vê alternativa, a curto prazo, para substituir o Bérrio, tendo em conta que a Lei de Programação Militar (LPM) só prevê a compra de um navio polivalente logístico em 2027. "O problema é que a LPM não é mais que um registo de intenções de uma lei que não se cumpre. A aquisição de um navio desses já esteve também prevista na LPM quando eu era CEMA (2005/2010) e nessa altura as verbas para a manutenção dos navios era mais do dobro do que é atualmente", salienta. "Agora as pessoas não podem ignorar mais a situação catastrófica", assevera ainda, manifestando a sua "tristeza, angústia e uma certa sensação de injustiça na avaliação do que a Marinha e as Forças Armadas têm feito pelo país".

Questionado pelo DN sobre o cumprimento do calendário de manutenções, o porta-voz oficial da Marinha, garante que "a Marinha tentou sempre cumprir com o plano de manutenção do navio. Porém, a obsolescência logística dos seus equipamentos e o fim de ciclo desta classe de navios na Royal Navy, causou a disrupção da cadeia de fornecimento de sobressalentes e de outros componentes, tornando a manutenção do Bérrio extremamente onerosa".

Esta fonte oficial lembra que "este ano, 2020, o NRP Bérrio atinge os 50 anos de atividade, ultrapassando a idade média de vida útil destes navios" e que "atualmente, dos 5 navios da classe "Rover", só o NRP Bérrio e o KRI Arun (903), da Marinha da Indonésia, se mantêm ativos". O porta-voz adianta que "a Marinha continua a procurar soluções que minimizem o impacto da falta de um Reabastecedor de Esquadra, no curto prazo, e mantém-se muito empenhada no projeto de construção de um navio reabastecedor, como previsto na Lei de Programação Militar (LPM)".

Lembra ainda que "quando o NRP Bérrio foi adquirido à Royal Navy, em 1993, já tinha 23 anos de serviço". Esta solução, assinala, "era transitória, na perspetiva de se conseguir introduzir na LPM, a aquisição de um novo navio reabastecedor. Porém, essa intenção apenas foi possível materializar na anterior LPM (2015) e confirmada na nova, aprovada em maio de 2019".


PCP aponta "falha grave"

O deputado do PCP, António Filipe, que integra a Comissão de Defesa Nacional do parlamento, avançou ao DN a sua intenção de questionar o governo sobre este abate do único navio reabastecedor e discutir a situação na Marinha na próxima reunião da Comissão. "Parece-me óbvio que houve uma falha grave na LPM, pois se só está previsto para 2017 era preciso ter a certeza que o NRP Bérrio iria aguentar até lá. Não se percebe como é que a Marinha na definição das suas prioridades para a LPM não previu esta situação".


Até já o Ministério da Defesa reagiu:

Questionado sobre se acompanhou este processo de decisão para abate do navio, o ministério da Defesa nega. "A decisão foi da Marinha", responde o porta-voz oficial. Esta fonte oficial do gabinete de Gomes Cravinho, diz também que "devem ser diretamente colocadas à Marinha" as questões enviadas pelo DN sobre os motivos para o navio ter chegado aquele ponto de rutura, sem uma alternativa preparada. Sobe que soluções estavam a ser pensadas o Ministério diz que "não é competência do MDN identificar soluções para uma questão operacional da Marinha".

 :arrow: FONTE: https://www.dn.pt/poder/abate-do-navio-berrio-e-catastrofico-um-desastre-anunciado-diz-ex-chefe-da-armada-11768248.html (https://www.dn.pt/poder/abate-do-navio-berrio-e-catastrofico-um-desastre-anunciado-diz-ex-chefe-da-armada-11768248.html)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Fevereiro 01, 2020, 03:41:46 am
https://www.dn.pt/poder/amp/abate-do-navio-berrio-e-catastrofico-um-desastre-anunciado-diz-ex-chefe-da-armada-11768248.html

Este dia ia obviamente chegar e ninguém pode agora fingir-se indignado por isto estar a acontecer.
Mas como já foi aqui abordado amiúde. Este problema, ou melhor sarilho podia ter sido evitado. Caso não tivéssemos cometido a estupidez e a imbecilidade de não aproveitarmos a oportunidade do Amsterdam. No qual os peruanos chamaram-lhe um figo.

Quando há anos comecei por aqui a dizer que esta merda era para acabar e que estavam paulatinamente a desmantelar tudo. Bases, efectivos, equipamento, valências, capacidades etc. Os "bonzinhos" daqui que acreditam todos no Pai Natal acharam quase uma blasfémia.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Luso em Fevereiro 01, 2020, 08:12:45 am
Citar
Questionado sobre se acompanhou este processo de decisão para abate do navio, o ministério da Defesa nega. "A decisão foi da Marinha", responde o porta-voz oficial. Esta fonte oficial do gabinete de Gomes Cravinho, diz também que "devem ser diretamente colocadas à Marinha" as questões enviadas pelo DN[/b] sobre os motivos para o navio ter chegado aquele ponto de rutura, sem uma alternativa preparada. Sobe que soluções estavam a ser pensadas o Ministério diz que "não é competência do MDN identificar soluções para uma questão operacional da Marinha".

Que vergonha, que lata e descaramento com que este MDN descarta responsabilidades!
Este país está pejado desta escumalha que se cerca de yes-men que depois servem de "bodes respiratórios" quando o erro, desleixo e desinteresse se revelam!
Que asco.
Se fosse um homenzinho com um pingo de vergonha, o Hidrográfico demitir-se-ia.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 01, 2020, 08:33:27 am
Citar
Questionado sobre se acompanhou este processo de decisão para abate do navio, o ministério da Defesa nega. "A decisão foi da Marinha", responde o porta-voz oficial. Esta fonte oficial do gabinete de Gomes Cravinho, diz também que "devem ser diretamente colocadas à Marinha" as questões enviadas pelo DN[/b] sobre os motivos para o navio ter chegado aquele ponto de rutura, sem uma alternativa preparada. Sobe que soluções estavam a ser pensadas o Ministério diz que "não é competência do MDN identificar soluções para uma questão operacional da Marinha".

Que vergonha, que lata e descaramento com que este MDN descarta responsabilidades!
Este país está pejado desta escumalha que se cerca de yes-men que depois servem de "bodes respiratórios" quando o erro, desleixo e desinteresse se revelam!
Que asco.
Se fosse um homenzinho com um pingo de vergonha, o Hidrográfico demitir-se-ia.

Além do CEMA quem se deveria demitir também deveria ser o MDN !!!
Afinal que é o responsável, neste governo pela pasta da defesa, é o CEMA ou é em primeira instância o ministro que a tutela ???

Mas para que tal aconteça é necessário reconhecer os erros e falhas, é necessário sermos humildes e acima de tudo agirmos de modo a que saibamos ouvir e resolver os problemas que surgem na Instituição militar, já que preventivamente nada se faz para evitar que situações tão graves como esta ocorram !!

Na minha opinião nunca comentários como os que foram proferidos pelo Ministério da Defesa, deveriam ter acontecido, pois só vem corroborar o que venho afirmando que, os políticos se estão a borrifar para os Militares e seus equipamentos/armamentos !!

As famosas LPM's não servem para rigorosamente nada, as verbas alocadas ás LPM's são pura e simplesmente cativadas anualmente dos diversos Orçamentos dos Ramos das FFAA, o estado a que a grande maioria dos equipamentos/Armamentos das FFAA chegaram são a prova disto que afirmo!!
As LPM's só servem para empurrar com a pança a resolução dos problemas que vão sendo detectados, problemas esses relacionados com a obsolescência a que os equipamentos militares vão atingindo.

Quando por várias vezes neste fórum digo que se Portugal tivesse um orçamento, sem cativações sombra, de 1,5% do actual PIB nas suas FFAA, o que hoje em dia seriam cerca de 3.100 milhões, daria para termos um efectivo de cerca de 36.000/38.000 devidamente armado e equipado, não é nenhuma utopia.
Se 20% da referida verba fosse canalizada para investimentos anuais nas FFAA, deixo á vossa imaginação os equipamentos e armamentos que se poderiam adquirir com os 600 milhões milhões anuais para esse fim, mas isto já sou eu a divagar.

LPM 2019/2030 representará, segundo os políticos, 4.700 milhões de investimentos!
Sem LPM e com 20% para investimentos anuais, num um orçamento da Defesa de 1,5 % do PIB teríamos, nos mesmos 12 anos, APENAS 7.200 milhões, ( + 2.500 MILHÕES QUE PODERIAM DAR OU PARA COMPRAR TRÊS NOVAS FRAGATAS + UM 214 + UM LPD, OU PARA UNS VINTE E QUATRO F35), para as FFAA !!!!

Será que problemas como este aconteceriam se os diversos MDN, fossem militares e não civis ????

Abraços
 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 01, 2020, 09:37:22 am
Calma que ele está a chegar  :mrgreen: https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.765181766836342/2927961867224977/?type=3&theater

(https://i.ibb.co/5T84xQR/Screenshot-20200201-093458-2.png) (https://ibb.co/Zd8X1QM)
Mensagem subliminar???? :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 01, 2020, 09:38:28 am
Citar
Questionado sobre se acompanhou este processo de decisão para abate do navio, o ministério da Defesa nega. "A decisão foi da Marinha", responde o porta-voz oficial. Esta fonte oficial do gabinete de Gomes Cravinho, diz também que "devem ser diretamente colocadas à Marinha" as questões enviadas pelo DN[/b] sobre os motivos para o navio ter chegado aquele ponto de rutura, sem uma alternativa preparada. Sobe que soluções estavam a ser pensadas o Ministério diz que "não é competência do MDN identificar soluções para uma questão operacional da Marinha".

Que vergonha, que lata e descaramento com que este MDN descarta responsabilidades!
Este país está pejado desta escumalha que se cerca de yes-men que depois servem de "bodes respiratórios" quando o erro, desleixo e desinteresse se revelam!
Que asco.
Se fosse um homenzinho com um pingo de vergonha, o Hidrográfico demitir-se-ia.

Especialistas em sacudir água do capote
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 01, 2020, 09:51:30 am
Calma que ele está a chegar  :mrgreen: https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.765181766836342/2927961867224977/?type=3&theater

(https://i.ibb.co/5T84xQR/Screenshot-20200201-093458-2.png) (https://ibb.co/Zd8X1QM)
Mensagem subliminar???? :mrgreen:

coincidência do timing desta foto faz-me pensar um pouco.
Será que os Bifes vão fazer um leasing, até 2027, deste AOR aos aliados Lusos ?? :nice: :nice: :nice:

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 01, 2020, 10:09:06 am


E como se não existissem opções para substituir o nosso Bérrio, eis que do nada o RFA Wave Ruler está parado há alguns anos por falta de crew e pilim, mas leiam.

It’s uncomfortable to countenance any reduction in hull numbers but if sacrifices really must be offered up to the God of parsimony, the auxiliaries of the ‘Merseyside navy’ are perhaps the best place to start. The RN can probably make do with 5 fleet tankers and RFA Wave Ruler has been inactive alongside in Liverpool for several years. As a relatively modern vessel, she would probably attract foreign buyers. RFA Fort Rosalie and Fort Austin have provided sterling service for more than 40 years but they have also been laid up in Birkenhead for some time as crews cannot be found. These veterans could be scrapped on condition that the Fleet Solid Support ship project is funded and restarted as a matter of urgency. These actions would obviously not impact the budget significantly but there is little else that could be sensibly cut. It is a sign of desperation that axing frigates is the only realistic alternative.

https://www.savetheroyalnavy.org/sdsr-2020-which-direction-for-the-royal-navy/

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 01, 2020, 10:37:31 am
Calma que ele está a chegar  :mrgreen: https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.765181766836342/2927961867224977/?type=3&theater

(https://i.ibb.co/5T84xQR/Screenshot-20200201-093458-2.png) (https://ibb.co/Zd8X1QM)
Mensagem subliminar???? :mrgreen:

Tira os macaquinhos do sotão, porque a Marinha estava-se a referir ao Brexit.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 01, 2020, 12:40:55 pm
A responsabilidade é exclusivamente da Marinha e o ministro que a tutela nada tem a ver com isso? Vê-se bem o calibre destes figurões, mas é muito bem feita para o almirantado lambe-botista que só se lembra de contestar quando o seu posto, aspirações futuras e remuneração já não estão em causa.  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 01, 2020, 12:47:19 pm
Calma que ele está a chegar  :mrgreen: https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.765181766836342/2927961867224977/?type=3&theater

(https://i.ibb.co/5T84xQR/Screenshot-20200201-093458-2.png) (https://ibb.co/Zd8X1QM)
Mensagem subliminar???? :mrgreen:

Tira os macaquinhos do sotão, porque a Marinha estava-se a referir ao Brexit.

Isso é mais que OBVIO, mas o Timing da FOTO é que é "interessante"

O mais certo é no entanto ser apenas coincidência

Mas é no mínimo irónico
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 01, 2020, 12:48:49 pm
A responsabilidade é exclusivamente da Marinha e o ministro que a tutela nada tem a ver com isso? Vê-se bem o calibre destes figurões, mas é muito bem feita para o almirantado lambe-botista que só se lembra de contestar quando o seu posto, aspirações futuras e remuneração já não estão em causa.  ::)
. Por falar nisso, o CEMGC já se demitiu?  :anjo:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Fevereiro 01, 2020, 01:15:39 pm
Citar
Até já o Ministério da Defesa reagiu:

Questionado sobre se acompanhou este processo de decisão para abate do navio, o ministério da Defesa nega. "A decisão foi da Marinha", responde o porta-voz oficial. Esta fonte oficial do gabinete de Gomes Cravinho, diz também que "devem ser diretamente colocadas à Marinha" as questões enviadas pelo DN sobre os motivos para o navio ter chegado aquele ponto de rutura, sem uma alternativa preparada. Sobe que soluções estavam a ser pensadas o Ministério diz que "não é competência do MDN identificar soluções para uma questão operacional da Marinha".

Anedótica e uma palhaçada completa o poder político e as chefias da Marinha. Agora é o empurrar de culpas entre mastros ocos e upgrade dos "300". Os Tejo é o que é, os últimos NPOs não têm armas principais, não existem draga minas, as fragatas estão obsoletas e nem uma lancha de desembarque existe. Agora é um AOR feito na década de 60, que o Iluminado do MDN acha que deveria estar em boas condições. E os carreiristas só falam quando saem do poleiro. Alguém se indignou pelos fuzos continuarem de G3?  Navios com 30 e 40 anos e é o faz de conta. Filhos mas é de uma grande.... senhora.  ::) ::)

(https://zap.aeiou.pt/wp-content/uploads/2019/04/63adbe7681ee852141c0884f72db033f-783x450.jpg) 

(https://www.dinheirovivo.pt/wp-content/uploads/2015/10/ng3294539.jpg)

(https://www.dgae.mec.pt/app/uploads/marinhaportuguesa.jpg)

(https://beachcam.meo.pt/media/3792723/navio-afundado-marinha-corveta-1.jpg?width=500&height=281.25)

(https://4.bp.blogspot.com/-9kHfrUlciSU/XJ581iAg6VI/AAAAAAAAlv4/qnVbtouOFK0NbhaFMeBG6cEV2jSTIB_-wCLcBGAs/s1600/NRP-Zaire-%2BEM%2BS.%2BTOM%25C3%2589%2B1024x683.jpg)

(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcRlSCcdHOx6-rtmz8IKECcvp9HyOkWdN3Unu9iGYBjWKRwC_4Jg)

Saudações

P.S. Valem os Submarinos, mas sem modernização qualquer dia...  ::)

(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcRydHU507i6qjGzwEt0yeL0rCK0fS5Y_K5p4gB7kOEPexL4NWAw)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Fevereiro 01, 2020, 01:24:05 pm
Calma que ele está a chegar  :mrgreen: https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.765181766836342/2927961867224977/?type=3&theater

(https://i.ibb.co/5T84xQR/Screenshot-20200201-093458-2.png) (https://ibb.co/Zd8X1QM)
Mensagem subliminar???? :mrgreen:

Cá para mim, o pessoal que gere o site da Marinha mandou uma indirecta para as chefias constatarem o óbvio da excelente opção que um Wave é.  ::)
É só abrir a pestana e negociar o preço ASAP.

(Ou então é o Stalker79 que controla aquilo  :mrgreen:)

Questionado sobre se acompanhou este processo de decisão para abate do navio, o ministério da Defesa nega. "A decisão foi da Marinha", responde o porta-voz oficial. Esta fonte oficial do gabinete de Gomes Cravinho, diz também que "devem ser diretamente colocadas à Marinha" as questões enviadas pelo DN sobre os motivos para o navio ter chegado aquele ponto de rutura, sem uma alternativa preparada. Sobe que soluções estavam a ser pensadas o Ministério diz que "não é competência do MDN identificar soluções para uma questão operacional da Marinha".

Desculpem, mas quando cheguei a esta parta, só me lembrei disto:
(https://static3.cbrimages.com/wordpress/wp-content/uploads/2019/05/Spider-Man-meme.jpeg)

Na hora da verdade, ninguém assume a culpa. Até admira a culpa não ser do pessoal do Fórum.  :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 01, 2020, 02:37:28 pm
Calma que ele está a chegar  :mrgreen: https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.765181766836342/2927961867224977/?type=3&theater

(https://i.ibb.co/5T84xQR/Screenshot-20200201-093458-2.png) (https://ibb.co/Zd8X1QM)
Mensagem subliminar???? :mrgreen:

Cá para mim, o pessoal que gere o site da Marinha mandou uma indirecta para as chefias constatarem o óbvio da excelente opção que um Wave é.  ::)
É só abrir a pestana e negociar o preço ASAP.

(Ou então é o Stalker79 que controla aquilo  :mrgreen:)

Questionado sobre se acompanhou este processo de decisão para abate do navio, o ministério da Defesa nega. "A decisão foi da Marinha", responde o porta-voz oficial. Esta fonte oficial do gabinete de Gomes Cravinho, diz também que "devem ser diretamente colocadas à Marinha" as questões enviadas pelo DN sobre os motivos para o navio ter chegado aquele ponto de rutura, sem uma alternativa preparada. Sobe que soluções estavam a ser pensadas o Ministério diz que "não é competência do MDN identificar soluções para uma questão operacional da Marinha".

Desculpem, mas quando cheguei a esta parta, só me lembrei disto:
(https://static3.cbrimages.com/wordpress/wp-content/uploads/2019/05/Spider-Man-meme.jpeg)

Na hora da verdade, ninguém assume a culpa. Até admira a culpa não ser do pessoal do Fórum.  :mrgreen:

Se fosse o site era uma coisa, agora se o Stalker controlasse a marinha era uma cantiga muito diferente te garanto eu.
E cada vez que um politicozeco viesse com me**as lembrava-o que a operacionalidade é tão baixa que podia deixar de cumprir os "compromissos internacionais" que eles tão gostam de ladrar na televisão. A ver se não aparecia dinheiro, por pouco que fosse as coisas iam-se cumprindo.
 >:(
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 01, 2020, 02:48:19 pm
Olhem ai o menino a ganhar ferrugem em Birkenhead no google maps:

(https://img-9gag-fun.9cache.com/photo/ag5KMg1_700bwp.webp)

https://www.google.com/maps/place/Birkenhead,+Reino+Unido/@53.3842002,-3.0087441,128a,35y,39.53t/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x487b2645d09cf51f:0x9ab8a8c59c2eb14a!8m2!3d53.389991!4d-3.023009

Digam lá se não estava melhor parado na doca na BNL!?
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Fevereiro 01, 2020, 03:24:01 pm
Olhem ai o menino a ganhar ferrugem em Birkenhead no google maps:

(https://img-9gag-fun.9cache.com/photo/ag5KMg1_700bwp.webp)

https://www.google.com/maps/place/Birkenhead,+Reino+Unido/@53.3842002,-3.0087441,128a,35y,39.53t/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x487b2645d09cf51f:0x9ab8a8c59c2eb14a!8m2!3d53.389991!4d-3.023009

Digam lá se não estava melhor parado na doca na BNL!?
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Para quê?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 01, 2020, 03:31:11 pm
Olhem ai o menino a ganhar ferrugem em Birkenhead no google maps:

(https://img-9gag-fun.9cache.com/photo/ag5KMg1_700bwp.webp)

https://www.google.com/maps/place/Birkenhead,+Reino+Unido/@53.3842002,-3.0087441,128a,35y,39.53t/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x487b2645d09cf51f:0x9ab8a8c59c2eb14a!8m2!3d53.389991!4d-3.023009

Digam lá se não estava melhor parado na doca na BNL!?
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

claro que estava, devia era estar encalhado e bem encalhado.
Olhó Calado :mrgreen:

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Fevereiro 01, 2020, 03:32:13 pm
Eu não vou já exigir cabeças, mas exigo uma acção, existia um plano, o pessoal aqui não gostava, mas existia, uma inspecção profunda ao Berrio e ele durar mais 10 anos, esse plano foi por água abaixo, então, qual é o plano B? Se for esperar, sem navio até 2027 ou 2037, etc, à espera da construção do novo em Viana, aí concordo, gilhotina com eles.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 01, 2020, 03:34:30 pm
Olhem ai o menino a ganhar ferrugem em Birkenhead no google maps:

(https://img-9gag-fun.9cache.com/photo/ag5KMg1_700bwp.webp)

https://www.google.com/maps/place/Birkenhead,+Reino+Unido/@53.3842002,-3.0087441,128a,35y,39.53t/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x487b2645d09cf51f:0x9ab8a8c59c2eb14a!8m2!3d53.389991!4d-3.023009

Digam lá se não estava melhor parado na doca na BNL!?
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Para quê?


Pra substituir a chocolateira do Bérrio que está a cair de podre se calhar!?
Ou se calhar é melhor ficarmos sem AOR, é só mais uma valencia que perdemos, sem stress....
 ???
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 01, 2020, 03:35:36 pm
Ó Stalker, tú ainda acreditas que a situação das FFAA, e em especial a da marinha vai melhorar ????
Meu amigo convence-te que os politicos enquanto não acabarem com as FFAA não descansam, mas é muito bem feito para os Almirantes e Generais, serem tratados abaixo de cão, e como incompetentes depois de andarem décadas a lamber as botas dos boys do sistema, para irem mantendo os Tachos !!.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 01, 2020, 03:43:46 pm
Olhem ai o menino a ganhar ferrugem em Birkenhead no google maps:

(https://img-9gag-fun.9cache.com/photo/ag5KMg1_700bwp.webp)

https://www.google.com/maps/place/Birkenhead,+Reino+Unido/@53.3842002,-3.0087441,128a,35y,39.53t/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x487b2645d09cf51f:0x9ab8a8c59c2eb14a!8m2!3d53.389991!4d-3.023009

Digam lá se não estava melhor parado na doca na BNL!?
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

claro que estava, devia era estar encalhado e bem encalhado.
Olhó Calado :mrgreen:

Abraços

A diferença é só de um 1.6 metros! Que mexam a peida e draguem aquilo mas é!
 :bang:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 01, 2020, 03:46:49 pm
Olhem ai o menino a ganhar ferrugem em Birkenhead no google maps:

(https://img-9gag-fun.9cache.com/photo/ag5KMg1_700bwp.webp)

https://www.google.com/maps/place/Birkenhead,+Reino+Unido/@53.3842002,-3.0087441,128a,35y,39.53t/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x487b2645d09cf51f:0x9ab8a8c59c2eb14a!8m2!3d53.389991!4d-3.023009

Digam lá se não estava melhor parado na doca na BNL!?
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

claro que estava, devia era estar encalhado e bem encalhado.
Olhó Calado :mrgreen:

Abraços

A diferença é só de um 1.6 metros! Que mexam a peida e draguem aquilo mas é!
 :bang:

já devia ter acontecido há anos, mas devem estar á espera que com o novo Aeroporto, a ANA se chegue á frente como medida compensatória relativa ao impacto ambiental, só pode. :rir: :rir: :rir:

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 01, 2020, 03:48:17 pm
Olhem ai o menino a ganhar ferrugem em Birkenhead no google maps:

(https://img-9gag-fun.9cache.com/photo/ag5KMg1_700bwp.webp)

https://www.google.com/maps/place/Birkenhead,+Reino+Unido/@53.3842002,-3.0087441,128a,35y,39.53t/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x487b2645d09cf51f:0x9ab8a8c59c2eb14a!8m2!3d53.389991!4d-3.023009

Digam lá se não estava melhor parado na doca na BNL!?
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Para quê?


Pra substituir a chocolateira do Bérrio que está a cair de podre se calhar!?
Ou se calhar é melhor ficarmos sem AOR, é só mais uma valencia que perdemos, sem stress....
 ???

Os que mandam na taska estão-se a borrifar para a perda de valências, desde que não lhes toque no vencimento, tudo bem !!!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Fevereiro 01, 2020, 04:53:58 pm
Olhem ai o menino a ganhar ferrugem em Birkenhead no google maps:

(https://img-9gag-fun.9cache.com/photo/ag5KMg1_700bwp.webp)

https://www.google.com/maps/place/Birkenhead,+Reino+Unido/@53.3842002,-3.0087441,128a,35y,39.53t/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x487b2645d09cf51f:0x9ab8a8c59c2eb14a!8m2!3d53.389991!4d-3.023009

Digam lá se não estava melhor parado na doca na BNL!?
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Está disponível para adopção, os tugas tomam bem conta dele!  :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 01, 2020, 05:32:05 pm
Olhem ai o menino a ganhar ferrugem em Birkenhead no google maps:

(https://img-9gag-fun.9cache.com/photo/ag5KMg1_700bwp.webp)

https://www.google.com/maps/place/Birkenhead,+Reino+Unido/@53.3842002,-3.0087441,128a,35y,39.53t/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x487b2645d09cf51f:0x9ab8a8c59c2eb14a!8m2!3d53.389991!4d-3.023009

Digam lá se não estava melhor parado na doca na BNL!?
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Está disponível para adopção, os tugas tomam bem conta dele!  :mrgreen:

tomam bem conta dele ?????
Se tomarem tão bem conta dele como tomaram conta do NRP Bérrio…….. ::)

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Fevereiro 01, 2020, 05:52:29 pm
O Bérrio aguentou até aos 50, portanto significa que foi bem tratado para chegar a esse ponto!  :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 01, 2020, 05:53:03 pm
Eu não vou já exigir cabeças, mas exigo uma acção, existia um plano, o pessoal aqui não gostava, mas existia, uma inspecção profunda ao Berrio e ele durar mais 10 anos, esse plano foi por água abaixo, então, qual é o plano B? Se for esperar, sem navio até 2027 ou 2037, etc, à espera da construção do novo em Viana, aí concordo, gilhotina com eles.

Este Governo é parco em segundas opções, isso não é com eles. Não foi o PM a propósito do Montijo que disse que se a APA chumbasse aquela localização para aeroporto complementar não havia qualquer plano B?

Quando querem e têm vontade fazem muita força, quando isso não acontece não há nada para ninguém. Imprevistos, infortúnios? Isso é culpa de outros... ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Fevereiro 01, 2020, 06:20:05 pm
Plano B está à vista, só não vê quem não quer.  ::)
Continuem lá com a fantasia de construir um navio novo, que não só vai impedir a aquisição atempada de um navio em segunda-mão, como quando chegar a altura em que está "contabilizado" na LPM há-de surgir algum motivo para este ser adiado.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 01, 2020, 06:36:01 pm
O Bérrio aguentou até aos 50, portanto significa que foi bem tratado para chegar a esse ponto!  :mrgreen:

pois, visto por esse prisma…….os Indianos tratam muito bem da sua Frota .

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Fevereiro 01, 2020, 07:58:44 pm
 Basta relembrar que o Bérrio sofreu uma profunda modernização no início da década de 90. Antes de nos ser vendido.
 A partir dai nunca mais lhe tocaram e investiram um cêntimo. A não ser na manutenção normal do navio.

 Portanto quem trata bem dos navios são os britânicos. Os tugas (vamos chamar assim - portugueses isso é outra coisa) é que tratam mal.

 
 
 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Fevereiro 01, 2020, 08:18:52 pm
Só para o Kc390 é que apareceram 830 milhões...  ::) ::)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2017/12/temeroso_kc390.jpg)

Saudações  :bang: :bang:

P.S. Se for a grande máquina que no outro lado do Atlântico dizem, até abastece a frota (é mais uma inovação tuga)...  :mrgreen: :mrgreen:

(https://i.ytimg.com/vi/ERW6nV8YP5Q/maxresdefault.jpg)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 01, 2020, 08:26:27 pm
Plano B está à vista, só não vê quem não quer.  ::)
Continuem lá com a fantasia de construir um navio novo, que não só vai impedir a aquisição atempada de um navio em segunda-mão, como quando chegar a altura em que está "contabilizado" na LPM há-de surgir algum motivo para este ser adiado.

A construção de um reabastecedor é o plano A, dc. Plano B é aquele que não existe na mente destes incompetentes negligentes, a solução de recurso ou compromisso como a aquisição de um RFA Wave class, mais barato e não deixando a Marinha pelo menos uma década sem mais uma valência depois dos draga-minas e das lanchas de desembarque.  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Fevereiro 01, 2020, 08:42:05 pm
Problem Resolved...  :mrgreen: :mrgreen:

(https://2.bp.blogspot.com/-qk3sJcLe3PM/We-tZtFRPEI/AAAAAAAApbA/ELYKeOcNtKQWthASzrmGnUcH2etEkzdEQCLcBGAs/s1600/IMG_1304_cr.jpg)

Saudações  c56x1 c56x1

P.S. O futuro da Marinha de Guerra Portuguesa...  :bang: :bang:

(https://2.bp.blogspot.com/-0f0E8I0zBmQ/Va4kmAdD9rI/AAAAAAAAwG4/eP1YyoiSWgM/s1600/Fotos%2BLMC%2B2015-07-17%2B152.JPG)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 01, 2020, 08:43:26 pm
Problem Resolved...  :mrgreen: :mrgreen:

(https://2.bp.blogspot.com/-qk3sJcLe3PM/We-tZtFRPEI/AAAAAAAApbA/ELYKeOcNtKQWthASzrmGnUcH2etEkzdEQCLcBGAs/s1600/IMG_1304_cr.jpg)

Saudações  c56x1 c56x1

P.S. O futuro da Marinha de Guerra Portuguesa...  :bang: :bang:

(https://2.bp.blogspot.com/-0f0E8I0zBmQ/Va4kmAdD9rI/AAAAAAAAwG4/eP1YyoiSWgM/s1600/Fotos%2BLMC%2B2015-07-17%2B152.JPG)


já faltou bem mais, :Ups:

Abraço
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Red Baron em Fevereiro 01, 2020, 10:04:27 pm
Não existe orçamento, penso que só em 2021 vai ser possível fazer o adiantamento das verbas.

Mas claro que o Costa podia comprar extra LPM, mas boa sorte de ter o apoio do BE e PC para aprovar o orçamento.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Luso em Fevereiro 01, 2020, 10:41:00 pm
Esta coisa não me tem saído da cabeça…

"Ministério diz que "não é competência do MDN identificar soluções para uma questão operacional da Marinha"."

- É então de quem, carvalho???
Ou o MDN só existe para processar salários e pensões e tratar de economato???
Este ministro tanto pode estar a tratar das forças armadas como de equipamentos escolares que para ele tanto se faz!
Não hajam dúvidas: é mesmo para acabar com as forças armadas reduzindo-as a generais e almirantes de opereta!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: typhonman em Fevereiro 01, 2020, 11:32:11 pm
Esta coisa não me tem saído da cabeça…

"Ministério diz que "não é competência do MDN identificar soluções para uma questão operacional da Marinha"."

- É então de quem, carvalho???
Ou o MDN só existe para processar salários e pensões e tratar de economato???
Este ministro tanto pode estar a tratar das forças armadas como de equipamentos escolares que para ele tanto se faz!
Não hajam dúvidas: é mesmo para acabar com as forças armadas reduzindo-as a generais e almirantes de opereta!


Pensei o mesmo ! Que latão destes senhores !

Deixem o FD tratar do assunto então.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Fevereiro 02, 2020, 03:09:02 am
Plano B está à vista, só não vê quem não quer.  ::)
Continuem lá com a fantasia de construir um navio novo, que não só vai impedir a aquisição atempada de um navio em segunda-mão, como quando chegar a altura em que está "contabilizado" na LPM há-de surgir algum motivo para este ser adiado.

A construção de um reabastecedor é o plano A, dc. Plano B é aquele que não existe na mente destes incompetentes negligentes, a solução de recurso ou compromisso como a aquisição de um RFA Wave class, mais barato e não deixando a Marinha pelo menos uma década sem mais uma valência depois dos draga-minas e das lanchas de desembarque.  ::)

Eu sei, o problema desse Plano A é que com a situação que se verifica agora com o Bérrio, torna-se impraticável. Daí eu dizer que não passa de uma ilusão que se mantenha o planeamento normal da construção do novo navio apenas em 2027 dados os desenvolvimentos recentes.

Infelizmente estes seres inteligentes gostam de cumprir os prazos à risca, quando é para adiantar um programa prioritário, mas quando é para adiar, já não têm problema nenhum.

Acho ridículo esta troca de culpas, e também o facto de que só se fez uma inspecção profunda agora, quase um ano depois da proposta da LPM. Certamente o estado do Bérrio em Março do ano passado não era muito diferente do actual, para acharem que na altura dava para aguentar 10 anos. Cá para mim algum boss pegou nos binóculos e olhou para o Bérrio da margem norte do Tejo e achou "bem só uma pintura e pode navegar mais 10 anos!".
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 02, 2020, 08:00:02 am
Infelizmente não errei muito de há quatro anos para cá !!!!

Portugal teve uma oportunidade de ouro para resolver a questão do navio reabastecedor. Que foi o Amsterdam que os peruanos lhe chamaram um figo e que o adquiriram por um preço acessível. Para esta conversa vir à tona é porque o Bérrio deve estar todo podre, pois milagres ninguém faz, ainda por mais com cortes a eito e a direito.

 Navios em 2ª mão disponíveis no "mercado" naval deste tipo só sucata. Mandar construir novo, não estou a ver este regime da III república o fazer. Por isso vamos ficar sem esta imprescindível valência na Marinha. A Marinha está condenada a desaparecer. Dentro de 2 décadas teremos 2 submarinos e uma pequena frota mal equipada de navios patrulha (tipo Filipinas ou Argentina).

eu não sou tão pessimista, acredito que estaremos pior que hoje, pois os navios que agora tem menos de dez anos, e são apenas quatro nessa altura terão quase trinta.
Fragatas teremos, na melhor das hipóteses, apenas quatro com quarenta e muitos anos,
Os NPO's serão quatro, e, os que agora estão em construção serão os navios mais novos da Frota com quase vinte anos;
Teremos as velhinhas quatro Tejo, com a idade e, os problemas que os Cacine agora enfrentam;
Abastecedor ou alguma alma caridosa nos arranja um de bandeja ou teremos que depender dos Espanhóis como agora os Canadianos dependem dos Chilenos;
Submarinos já com vinte e cinco anos serão apenas os que agora temos, depois de termos desperdiçado a oportunidade de termos o terceiro;
NPL, isso é uma miragem mesmo, se nem dinheiro temos para modernizar os nossos C130, dependendo da ajuda externa, o que para mim é outra vergonha, como poderemos ter algum dia um NPL ????? Bem os Neozelandeses já falam em substituírem o HMNZS Canterbury, vejam lá se o Navio tem capacidade para os EH101,  :rir:  :rir:
Quanto ás lanchas de fiscalização de 100 Tons, continuaremos a fabricá-las e quando uma delas entrar ao serviço, fazemos uma nova festa no Terreiro do Paço, alegres e contentes á espera do D. Sebastião, e assim continuamos a ser os Portugueses que deram novos Mundos ao Mundo, GRANDES HOMENS E MULHERES TINHAMOS NESSES TEMPOS, ATÉ ELAS OS TINHAM NO SÍTIO !!!!!
Lynx esses continuarão a ser apenas cinco, ou mais provável, até quatro.........................e, completamente nas lonas, serão os mais antigos a voar;
Os fuzos continuarão com as miragens dos Pandur, lanchas de desembarque, e mais umas reestruturações de efectivos e não passaremos disto.

Sou mesmo muito mais optimista que tú ??????????
Também vejo um cenário muito negro para a nossa marinha nos próximos vinte anos e isto com os nossos (IR) responsáveis políticos a gritarem aos quatro ventos que o nosso futuro é o MAR/Oceano, olhem se não fosse, eu sei que a CGD falhou nos testes de STRESS e são precisos (SÓ) mais € 2.000.000.000.00. ou seja o dobro do plafond que a MdG tem para dez anos, para novos equipamentos, para mais um FdP dum banco, só um banco. SEM COMENTÁRIOS

Abraços

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Get_It em Fevereiro 02, 2020, 12:14:15 pm
Citar
"Ministério diz que "não é competência do MDN identificar soluções para uma questão operacional da Marinha"."
Mas para a substituição dos C-130 o governo já não teve problemas em raptar o processo todo. :P

Prioridades para os amiguinhos...

Cumprimentos,
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 02, 2020, 12:22:17 pm
Citar
"Ministério diz que "não é competência do MDN identificar soluções para uma questão operacional da Marinha"."
Mas para a substituição dos C-130 o governo já não teve problemas em raptar o processo todo. :P

Prioridades para os amiguinhos...

Cumprimentos,

Claro !!!!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 02, 2020, 04:10:30 pm
Citar
"Ministério diz que "não é competência do MDN identificar soluções para uma questão operacional da Marinha"."
Mas para a substituição dos C-130 o governo já não teve problemas em raptar o processo todo. :P

Prioridades para os amiguinhos...

Cumprimentos,


Desculpem lá qualquer coisinha mas então que car***o é que o ministerio da defesa faz!?
Pra que é que está lá o Titterington e companhia!? Só pra ir a cocktails e a cerimonias de navios desarmados!?
É obvio que só um politico é que tem a "competencia" de libertar a guita necessaria pra se efectuar qualquer compra na Marinha ou noutro lado qualquer!
Esta me**a constante de empurrar com a pança as responsabilidades é o mais me f**e!
 >:( >:( >:( :bang:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 02, 2020, 05:47:09 pm
Alguém que mande este link ao ministro, se ele não conhecia o Bérrio, duvido que alguma vez tenha ouvido falar do wave ruler

https://www.naval.com.br/blog/2018/08/29/rfa-wave-ruler-sem-tripulacao-e-sem-dinheiro-para-operar/
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 02, 2020, 05:57:53 pm
Quanto á questão do calado do navio só uma perguntinha.
O mesmo não é medido com o navio á capacidade maxima!? Ou seja com as 31 mil toneladas a deslocar!?
Porque se for esse o caso nem de longe necessitamos dessa capacidade em operações "normais".
  :-\
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 02, 2020, 06:32:22 pm
Quanto á questão do calado do navio só uma perguntinha.
O mesmo não é medido com o navio á capacidade maxima!? Ou seja com as 31 mil toneladas a deslocar!?
Porque se for esse o caso nem de longe necessitamos dessa capacidade em operações "normais".
  :-\

Possivelmente nunca deslocaria o máximo, mas por uma questão de segurança, deve-se dragar a uma profundidade que tenha pelo menos umas quantas braças além do calado máximo, pois como sabemos os sedimentos que o rio transporta ao fim de algum tempo reduzem a profundidade a que o canal inicialmente foi dragado, e não queremos ter um navio encalhado no canal de acesso, devia ser bonito.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Red Baron em Fevereiro 02, 2020, 07:43:29 pm
Alguém que mande este link ao ministro, se ele não conhecia o Bérrio, duvido que alguma vez tenha ouvido falar do wave ruler

https://www.naval.com.br/blog/2018/08/29/rfa-wave-ruler-sem-tripulacao-e-sem-dinheiro-para-operar/

Será que os britânicos não nos alugavam o wave por uns anos?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 02, 2020, 08:21:36 pm
Alguém que mande este link ao ministro, se ele não conhecia o Bérrio, duvido que alguma vez tenha ouvido falar do wave ruler

https://www.naval.com.br/blog/2018/08/29/rfa-wave-ruler-sem-tripulacao-e-sem-dinheiro-para-operar/

Será que os britânicos não nos alugavam o wave por uns anos?

Para isso fazia-se um "leasing" e pagavasse  o bicho ás prestações. Visto que anda tudo mal de finanças....
Um aluguer pra comprar. E já estava resolvido até 2040/45, no minimo.
 :-P
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 02, 2020, 08:25:09 pm
Alguém que mande este link ao ministro, se ele não conhecia o Bérrio, duvido que alguma vez tenha ouvido falar do wave ruler

https://www.naval.com.br/blog/2018/08/29/rfa-wave-ruler-sem-tripulacao-e-sem-dinheiro-para-operar/

Será que os britânicos não nos alugavam o wave por uns anos?

Muito provavelmente sim, iria ser uma fonte de rendimento ao contrário do que agora é uma fonte de despesa. Esse AOR era muito bem comprado e serviria na nossa Marinha por pelo menos mais uns 25/30 anos, como o seu antecessor.

Abraço
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 02, 2020, 08:38:30 pm
Alguém que mande este link ao ministro, se ele não conhecia o Bérrio, duvido que alguma vez tenha ouvido falar do wave ruler

https://www.naval.com.br/blog/2018/08/29/rfa-wave-ruler-sem-tripulacao-e-sem-dinheiro-para-operar/

Será que os britânicos não nos alugavam o wave por uns anos?

Um leasing até termos construído o novo AOR ( ahahahaha), não era mal pensado
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Fevereiro 02, 2020, 08:44:08 pm
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

(https://scontent.flis3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/84593643_3010469668987415_4541404144258252800_n.jpg?_nc_cat=100&_nc_oc=AQmXT94akbdBDsyxajC_ftx36yPOZ30FqiL61AZWxUgUoWWPUzgIMABxYjhUwoDK2os&_nc_ht=scontent.flis3-1.fna&oh=650eaa9a7fb9a0a8e8daddf34f09fcf0&oe=5ED4E21F)

Saudações  ;D ;D
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 03, 2020, 12:47:22 am
A GNR ainda se antecipa e compra o Wave Ruler.  :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 03, 2020, 06:36:14 am
A GNR ainda se antecipa e compra o Wave Ruler.  :mrgreen:

Mete-lo atrás da moita com o radar é que deve ser mais complicado
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 03, 2020, 12:59:59 pm
Até apetece chorar  :-\ :-[ :bang:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F3%2F8%2F9%2F3037983.jpg&hash=51276d862d736e0c3b3e7ecd2d328d08)
http://www.shipspotting.com/gallery/photo.php?lid=3037983

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F5%2F2%2F8%2F2960825.jpg&hash=e09c331861214f13b7e8072d81fac60d)
Wave Ruler laid up at Seaforth Dock, Liverpool, 25 January 2019.

http://www.shipspotting.com/gallery/photo.php?lid=2960825
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 03, 2020, 01:14:28 pm
Preparem-se para mais cortes
https://www.jornaldenegocios.pt/economia/financas-publicas/detalhe/divida-publica-aumentou-600-milhoes-em-2019-centeno-falha-boa-noticia
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 03, 2020, 01:18:00 pm
Calma que ele está a chegar  :mrgreen: https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.765181766836342/2927961867224977/?type=3&theater

(https://i.ibb.co/5T84xQR/Screenshot-20200201-093458-2.png) (https://ibb.co/Zd8X1QM)
Mensagem subliminar???? :mrgreen:

Isto vale o que vale, mas pelo que me disseram hoje essa publicação não foi de todo inocente.

Se há ou não movimentações nesse sentido [eventual aquisição de um Wave] desconheço para já, contudo a sua compra é encarada obviamente como um passo lógico pois a notícia do abate do Bérrio caiu mal junto de certos sectores da Marinha, ajudando ao crescente mal-estar que se verifica dentro do ramo. A maior oposição à eventual compra deste navio parte do Ministério das Finanças, se bem que também no Ministério da Defesa não tenha grandes apoiantes ao que parece. ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Red Baron em Fevereiro 03, 2020, 01:28:34 pm
Calma que ele está a chegar  :mrgreen: https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.765181766836342/2927961867224977/?type=3&theater

(https://i.ibb.co/5T84xQR/Screenshot-20200201-093458-2.png) (https://ibb.co/Zd8X1QM)
Mensagem subliminar???? :mrgreen:

Isto vale o que vale, mas pelo que me disseram hoje essa publicação não foi de todo inocente.

Se há ou não movimentações nesse sentido [eventual aquisição de um Wave] desconheço para já, contudo a sua compra é encarada obviamente como um passo lógico pois a notícia do abate do Bérrio caiu mal junto de certos sectores da Marinha, ajudando ao crescente mal-estar que se verifica dentro do ramo. A maior oposição à eventual compra deste navio parte do Ministério das Finanças, se bem que também no Ministério da Defesa não tenha grandes apoiantes ao que parece. ::)

A compra de Wave vai contra a ideia de que a subida dos gastos na defesa vão ser utilizados para ajudar a economia portuguesa e a criação de trabalhos em Portugal. :-\
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 03, 2020, 01:35:18 pm
Alguém que mande este link ao ministro, se ele não conhecia o Bérrio, duvido que alguma vez tenha ouvido falar do wave ruler

https://www.naval.com.br/blog/2018/08/29/rfa-wave-ruler-sem-tripulacao-e-sem-dinheiro-para-operar/

Será que os britânicos não nos alugavam o wave por uns anos?

Para isso fazia-se um "leasing" e pagavasse  o bicho ás prestações. Visto que anda tudo mal de finanças....
Um aluguer pra comprar. E já estava resolvido até 2040/45, no minimo.
 :-P

Mai nada, completamente de acordo !!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Fevereiro 03, 2020, 01:56:53 pm
Até apetece chorar  :-\ :-[ :bang:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F3%2F8%2F9%2F3037983.jpg&hash=51276d862d736e0c3b3e7ecd2d328d08)
http://www.shipspotting.com/gallery/photo.php?lid=3037983

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.shipspotting.com%2Fphotos%2Fmiddle%2F5%2F2%2F8%2F2960825.jpg&hash=e09c331861214f13b7e8072d81fac60d)
Wave Ruler laid up at Seaforth Dock, Liverpool, 25 January 2019.

http://www.shipspotting.com/gallery/photo.php?lid=2960825

Deve ter algum defeito para a burguesia tuga ou então não conhecem. Vai aparecer algum CEMGM ou CEMGFA a dizer que não existem AOR disponíveis no mercado (enviem para o MDN... ::) ::)

https://www.marinetraffic.com/en/ais/details/ships/shipid:4052284/mmsi:235519000/imo:9168609/vessel:WAVE%20RULER (https://www.marinetraffic.com/en/ais/details/ships/shipid:4052284/mmsi:235519000/imo:9168609/vessel:WAVE%20RULER)

(https://photos.marinetraffic.com/ais/showphoto.aspx?shipid=4052284&size=thumb600)

Cumprimentos
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: miguelbud em Fevereiro 03, 2020, 03:35:38 pm

Isto vale o que vale, mas pelo que me disseram hoje essa publicação não foi de todo inocente.

Se há ou não movimentações nesse sentido [eventual aquisição de um Wave] desconheço para já, contudo a sua compra é encarada obviamente como um passo lógico pois a notícia do abate do Bérrio caiu mal junto de certos sectores da Marinha, ajudando ao crescente mal-estar que se verifica dentro do ramo. A maior oposição à eventual compra deste navio parte do Ministério das Finanças, se bem que também no Ministério da Defesa não tenha grandes apoiantes ao que parece. ::)

Nao dá para entender. Queriam investir €20M num navio para nevegar mais 10 anos onde até teriam de comprar agulhetas de incendio novas, uma vez que as antigas foram roubadas. No entanto nao querem pagar €60M ( nao deverá ser mais caro que isso) por um navio com menos de metade da idade do Bérrio, que poderia navegar pelo menos 30 anos nas nossas maos.  :N-icon-Axe:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 03, 2020, 05:16:36 pm
E que mal saiu de um refit de dois anos, foi encostado!!! Portanto esta como novo
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 03, 2020, 06:04:52 pm
E que mal saiu de um refit de dois anos, foi encostado!!! Portanto esta como novo

E o mano dele também está como novo, o timing desta oportunidade não se vai repetir, parece que o Pobre Bérrio, está a dizer a estes dirigentes de pacotilha, deixe-me ir descansar até já há um digno substituto, avancem sem medos e comprem-no, mas tratem-no melhor do que me trataram seus imbecis !!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Fevereiro 03, 2020, 06:40:58 pm
A compra de Wave vai contra a ideia de que a subida dos gastos na defesa vão ser utilizados para ajudar a economia portuguesa e a criação de trabalhos em Portugal. :-\

Enquanto for esta a ideia, estamos bem tramados. Querem beneficiar a economia nacional e a criação de empregos? Então eu sei uns quantos navios que precisam de ser construídos...

A notícia do aumento da dívida pública em 2019 é hilariante, até caiu do céu! Se calhar parte desse valor, senão mesmo a totalidade, está dividido entre luvas e injecções nos bancos.  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 03, 2020, 07:23:07 pm
O wave ruler dava uma boa sucursal do novo banco, pensem nisso, srs (des) governantes  ::)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 03, 2020, 07:50:37 pm

Isto vale o que vale, mas pelo que me disseram hoje essa publicação não foi de todo inocente.

Se há ou não movimentações nesse sentido [eventual aquisição de um Wave] desconheço para já, contudo a sua compra é encarada obviamente como um passo lógico pois a notícia do abate do Bérrio caiu mal junto de certos sectores da Marinha, ajudando ao crescente mal-estar que se verifica dentro do ramo. A maior oposição à eventual compra deste navio parte do Ministério das Finanças, se bem que também no Ministério da Defesa não tenha grandes apoiantes ao que parece. ::)

Nao dá para entender. Queriam investir €20M num navio para nevegar mais 10 anos onde até teriam de comprar agulhetas de incendio novas, uma vez que as antigas foram roubadas. No entanto nao querem pagar €60M ( nao deverá ser mais caro que isso) por um navio com menos de metade da idade do Bérrio, que poderia navegar pelo menos 30 anos nas nossas maos.  :N-icon-Axe:

este AOR é em tudo muito superior ao Bérrio, se nos custasse 60 milhões era excelentemente comprado, pois duraria pelo menos mais trinta anos ao serviço.
Não foi o Sr Costa que afirmou que se iriam comprar mais seis NPO's e o NPL ??
Uma vez que dizem que apenas em 2027, ou + tarde haverá verba para comprar um AOR, mas NOVO, mas como a Marinha não pode estar tantos anos sem um reabastecedor, ao invés de termos + seis NPO's porque raio não se canaliza a verba, do próximo NPO, para termos este AOR ???

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: typhonman em Fevereiro 03, 2020, 09:59:26 pm
https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Wave_Ruler_(A390)#/media/File:Wave_Ruler_refuels_Robert_G_Bradley.jpg (https://en.wikipedia.org/wiki/RFA_Wave_Ruler_(A390)#/media/File:Wave_Ruler_refuels_Robert_G_Bradley.jpg)


Até poderia fazer de LPD, enquanto o mesmo não chega, podendo transportar uma pequena força de fuzos e 1 AW-101 (CSAR).


Senhores do MDN ( sim vocês tem responsabilidades), pois como cidadão deste país, vocês são responsáveis pela Marinha de Guerra, têm como missão dar-lhe meios e equipamentos modernos e não AJUDAR SOMENTE OS BANCOS !!!
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 03, 2020, 10:23:48 pm
RFA Wave Ruler in good condition after recent @CammellLaird
refit but sadly laid up in Royal Seaforth Dock, Merseyside due to cash & manpower shortages with rumours of potential sale to Brazil Great photos by @Frisia_Bonn 7:08 PM · 27 de ago de 2018·TweetDeck

https://twitter.com/navylookout/status/1034140733756854272

(https://imagizer.imageshack.com/v2/640x480q90/922/Meny14.jpg) (https://imageshack.com/i/pmMeny14j)
(https://imagizer.imageshack.com/v2/640x480q90/923/NEz9Lp.jpg) (https://imageshack.com/i/pnNEz9Lpj)
(https://imagizer.imageshack.com/v2/640x480q90/924/wFFHjI.jpg) (https://imageshack.com/i/powFFHjIj)

Abraços

 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: miguelbud em Fevereiro 03, 2020, 10:26:04 pm
E também têm de lembrar-se que os arquipelagos sao território nacional e os cidadaos que lá vivem também sao portugueses. Como tal um navio da classe wave seria extremamente útil para ajuda ás populaçoes em casos de desastre
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: PMFM em Fevereiro 03, 2020, 11:33:24 pm
Andei a pesquisar umas coisas e por acaso cheguei a este documento de 2015 que apresenta os custos de operação da frota da Royal Navy.
Não sei se já foi aqui partilhado no passado, mas aqui vai:
https://assets.publishing.service.gov.uk/government/uploads/system/uploads/attachment_data/file/458670/Revised_2015-06440_Average_costs_RN_Surface_vessels.pdf (https://assets.publishing.service.gov.uk/government/uploads/system/uploads/attachment_data/file/458670/Revised_2015-06440_Average_costs_RN_Surface_vessels.pdf)

O que interessa para o tópico: RFA Wave Class: 9,183 milhões de £ /ano

Não sei se é muito ou pouco, mas parece-me que só com o que se poupava em comprar o Wave em vez de construir um novo, já dava pra manter o navio durante uns bons anos. Isto tendo sempre em conta que o custo de operação na Marinha Portuguesa seria sempre muito menor, porque nós somos muito poupadinhos  ;D
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: jpthiran em Fevereiro 03, 2020, 11:48:30 pm
não se cansem por favor!...

a Marinha está à espera que alguém compre essa preciosidade...

para depois dizer que já não o pode comprar, pois já foi comprado!...

nem navios bons nós queremos!...

pelo que isto é mesmo perda de tempo!...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 04, 2020, 06:21:59 am
(https://i.imgur.com/VR13S3i.jpg)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Fevereiro 04, 2020, 09:23:06 am
O wave ruler dava uma boa sucursal do novo banco, pensem nisso, srs (des) governantes  ::)

Além de junto à costa e como não lhes roubaram as agulhetas, de certeza que apaga fogos. Já viram a carrada de água que pode levar...  :mrgreen: :mrgreen:

(https://i1.trekearth.com/photos/147657/img_1842c.jpg)

Cumprimentos  c56x1 c56x1
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 04, 2020, 11:31:38 am
https://www.portugaldefensenews.com/l/rfa-wave-um-opcao-para-a-marinha-portuguesa/
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 04, 2020, 01:28:54 pm
https://www.portugaldefensenews.com/l/rfa-wave-um-opcao-para-a-marinha-portuguesa/

Começam-se a acumular as coincidências, (será que o são ? ) quanto a possível aquisição deste AOR para a marinha.

Este artigo é quanto a mim, mais uma e bem fundamentada exposição sobre a enorme limitação que a Marinha terá quando ficar sem o actual AOR. é também muito oportuno, quanto á possivel escolha de um navio da classe Wave para o substituir, até me leva a pensar que poderá ter havido alguma informação na feitura deste artigo, " dragada ", do forum da Má-língua, se assim foi, ainda bem, pois só provaria que, ao fim e ao cabo nós, os do referido fórum, até nem estamos assim tão errados, quanto ás necessidades que a nossa querida marinha enfrenta tanto em falta de meios humanos como materiais !!

Espero sinceramente. que esta aquisição se concretize, é uma oportunidade de adquirir um excelente navio que não se repetirá !

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 04, 2020, 01:30:46 pm
Isso é tudo muito bonito, mas blogs de entusiastas nestes casos valem zero...
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Fevereiro 04, 2020, 03:23:06 pm
As opiniões que importam são de facto as do poder e as chefias da Marinha. No entanto é de notar o aumento das vozes a favor de um dos Wave. É "passar a palavra", pode ser que haja bom senso de uma vez por todas e no mínimo que realizem movimentações para negociar a compra do navio. Até pode ser NRP Vinho do Porto, ou NRP Porto, em homenagem ao vinho que os britânicos tanto gostam.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 04, 2020, 03:57:30 pm
As opiniões que importam são de facto as do poder e as chefias da Marinha. No entanto é de notar o aumento das vozes a favor de um dos Wave. É "passar a palavra", pode ser que haja bom senso de uma vez por todas e no mínimo que realizem movimentações para negociar a compra do navio. Até pode ser NRP Vinho do Porto, ou NRP Porto, em homenagem ao vinho que os britânicos tanto gostam.

O tio Titi (olá tio! :bye:) já não me atende o telefone e bloqueou-me no Whatsapp. :'(

Portanto alguém, que não eu, tem agora de se chegar à frente e elaborar uma missiva bem elucidativa sobre o Wave Ruler/Knight para que ele possa perceber que adquirir um navio destes é uma coisa boa, faz (muita) falta e vai acabar por ser uma poupança para os cofres do Estado. Há voluntários? :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 04, 2020, 04:08:12 pm
Andei a pesquisar umas coisas e por acaso cheguei a este documento de 2015 que apresenta os custos de operação da frota da Royal Navy.
Não sei se já foi aqui partilhado no passado, mas aqui vai:
https://assets.publishing.service.gov.uk/government/uploads/system/uploads/attachment_data/file/458670/Revised_2015-06440_Average_costs_RN_Surface_vessels.pdf (https://assets.publishing.service.gov.uk/government/uploads/system/uploads/attachment_data/file/458670/Revised_2015-06440_Average_costs_RN_Surface_vessels.pdf)

O que interessa para o tópico: RFA Wave Class: 9,183 milhões de £ /ano

Não sei se é muito ou pouco, mas parece-me que só com o que se poupava em comprar o Wave em vez de construir um novo, já dava pra manter o navio durante uns bons anos. Isto tendo sempre em conta que o custo de operação na Marinha Portuguesa seria sempre muito menor, porque nós somos muito poupadinhos  ;D

não queiras comparar primeiro os vencimentos entre o pessoal da RN e o da Marinha e depois, as milhas que esses navio efectuam anualmente pois a RN tem alguns navios em posições remotas e ainda algumas dependências territoriais, as milhas que o NRP Bérrio faz(ia) anualmente são muito menos que qq um dos Wave !!

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 04, 2020, 05:00:52 pm
NRP Albufeira soa-me bem  :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 04, 2020, 05:41:05 pm
Esta página tem alguma info interessante, e muito actualizada, no que respeita ao NRP Bérrio

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_navios_de_guerra_portugueses#Caravelas
 
Navio  NRP Bérrio  1970/1993  No ativo  Vai ser substituído até 2021
 
Futuras aquisições[editar | editar código-fonte]
6 novos Navios-patrulhas oceânicos da classe Viana do Castelo.
Substituição do Navio reabastecedor Bérrio.
1 novo Navio de apoio logístico e de desembarque .
 
Quanto a nomes para o seu substituto proponho Bérrio II, São Miguel, São Brás ou São Gabriel todos eles nomes referentes a navios de apoio das diversas esquadras que Portugal manteve ao longo da sua História !!!

http://www.historicalrfa.org/rfa-wave-ruler-ships-details

Abraços
 
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 04, 2020, 08:42:33 pm
Na mesma linha de nomes não há muito a pensar, NRP São Gabriel.
Não lhe vamos por o nome de carracas queimadas!
 c56x1
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Fevereiro 04, 2020, 10:32:36 pm
NRP Centento ou NRP Titterington, é pegar ou largar.  :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: PereiraMarques em Fevereiro 04, 2020, 10:38:20 pm
Se existe NRP Sagres, também pode haver NRP Super Bock.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 05, 2020, 02:12:05 am
Caro tio Titi, proponho o imediato cancelamento de dois dos seis NPOs previstos (a bem dizer, nunca ninguém acreditou que fossem construir tantos). Com as verbas "poupadas" pela não construção de dois NPO (cerca de 120 milhões) podem adquirir-se dois navios; com jeitinho, talvez pela módica quantia de 50 ou 60 milhões.

O primeiro seria o RFA Wave Ruler (ao serviço desde 2003), para substituir o Bérrio. É um navio grande, com enorme capacidade de transporte e além das missões militares de reabastecimento e transporte, também pode ajudar em missões civis, como prestar auxílio em caso de catástrofes naturais, em Portugal e no estrangeiro. Pode igualmente substituir fragatas em missões internacionais, com um custo muito inferior ao daquelas -- afinal há mais falta de navios de reabastecimento do que de fragatas.

O segundo navio seria o ex-HMS Clyde (ao serviço entre 2007 e 2019). É um NPO, mas com características especiais. Além de sensores militares que os nossos NPO não possuem, pode transportar mais de 100 fuzileiros equipados pois foi concebido para, entre outras coisas, efectuar transporte de militares nas ilhas Falkland/Malvinas.

Com estes dois navios, o tio substituía o Bérrio (e adiava a construção do novo AOR para as calendas, pois assim como assim não vai haver dinheiro nos próximos anos para o construir), reforçava a capacidade de patrulhamento e de intervenção da Marinha enquanto os novos NPO não são construídos, ficava com a capacidade de transportar umas duas centenas de militares, de efectuar evacuações -- e pasme-se até com o possível empenho de helis Merlin da FAP, pois o Wave Ruler tem hangar para transportar um destes aparelhos e o pequeno Clyde tem convés de voo com capacidade para receber um Merlin.

Assim, quando acontecer o próximo e inevitável desastre natural, ou necessidade de prestar apoio aos portugueses da diáspora, o tio Titi será visto como um político de grande visão, o tipo de homem que devia ocupar cargos ainda mais elevados -- o verdadeiro homem do leme, como o tio Cavacas.

Já agora uma pequena nota: não lhe fica muito bem dizer que não tem responsabilidade pelas decisões da Marinha. Ao que parece o tio é o responsável político pelas Forças Armadas Portuguesas, nas quais se inclui a Marinha. Tentar minimizar o seu papel é aquilo que em vernáculo se designa de conas e nós sabemos que o tio não é um conas.

Um forte abraço deste seu admirador.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 05, 2020, 08:52:37 am
Na mesma linha de nomes não há muito a pensar, NRP São Gabriel.
Não lhe vamos por o nome de carracas queimadas!
 c56x1

Já os tivemos com esses nomes, e, no Estado Novo.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 05, 2020, 09:02:24 am
NVF, na tua missiva ao Tio Titi, o último paragrafo foi um pouco  " incisivo ", para não dizer mais se não comprarmos o Wave Ruler, e o Clyde a culpa é tua, Pá ! :G-deal: :mrgreen:

Já agora uma pequena nota: não lhe fica muito bem dizer que não tem responsabilidade pelas decisões da Marinha. Ao que parece o tio é o responsável político pelas Forças Armadas Portuguesas, nas quais se inclui a Marinha. Tentar minimizar o seu papel é aquilo que em vernáculo se designa de conas e nós sabemos que o tio não é um conas.

Um forte abraço deste seu admirador. ::)

PS : Dei-te um like pelo comentário final, com que então " seu admirador ", gostei.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: LM em Fevereiro 05, 2020, 09:43:18 am
 yu23x1

Muito bom!! Este post devia ficar guardado para a posteridade em tópico "post imortais de membros"!

Citar
É um NPO, mas com características especiais. Além de sensores militares que os nossos NPO não possuem

 :G-beer2:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 05, 2020, 09:53:27 am
NVF, na tua missiva ao Tio Titi, o último paragrafo foi um pouco  " incisivo ", para não dizer mais se não comprarmos o Wave Ruler, e o Clyde a culpa é tua, Pá ! :G-deal: :mrgreen:

Já agora uma pequena nota: não lhe fica muito bem dizer que não tem responsabilidade pelas decisões da Marinha. Ao que parece o tio é o responsável político pelas Forças Armadas Portuguesas, nas quais se inclui a Marinha. Tentar minimizar o seu papel é aquilo que em vernáculo se designa de conas e nós sabemos que o tio não é um conas.

Um forte abraço deste seu admirador. ::)

PS : Dei-te um like pelo comentário final, com que então " seu admirador ", gostei.

Abraços

Para mim o tio Titi anda ultimamente mais armado em ***inhas do que em **as. Mas isso sou eu que agora me chateei com ele e deixei de ser seu admirador, ao contrário de uns e outros por aí. :mrgreen: ;)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 05, 2020, 10:01:12 am
NVF, na tua missiva ao Tio Titi, o último paragrafo foi um pouco  " incisivo ", para não dizer mais se não comprarmos o Wave Ruler, e o Clyde a culpa é tua, Pá ! :G-deal: :mrgreen:

Já agora uma pequena nota: não lhe fica muito bem dizer que não tem responsabilidade pelas decisões da Marinha. Ao que parece o tio é o responsável político pelas Forças Armadas Portuguesas, nas quais se inclui a Marinha. Tentar minimizar o seu papel é aquilo que em vernáculo se designa de conas e nós sabemos que o tio não é um conas.

Um forte abraço deste seu admirador. ::)

PS : Dei-te um like pelo comentário final, com que então " seu admirador ", gostei.

Abraços

Para mim o tio Titi anda ultimamente mais armado em ***inhas do que em **as. Mas isso sou eu que agora me chateei com ele e deixei de ser seu admirador, ao contrário de uns e outros por aí. :mrgreen: ;)

Ele há com cada um neste forum,  ;) temos cá gajos com um descaramento, sem um pingo de vergonha, :mrgreen: é por essas e por outras que estamos muito mal vistos, e não é só por sermos o forum da Má-língua… :crit: agora admiradores, só nos faltava mais esta. :amazing:

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 05, 2020, 10:46:13 am
O post foi só elogios ao Tio Titi e vocês começam logo a desvirtuar as coisas. Uma cambada de más-línguas é o que vocês são.  :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 05, 2020, 10:49:24 am
O post foi só elogios ao Tio Titi e vocês começam logo a desvirtuar as coisas. Uma cambada de más-línguas é o que vocês são.  :mrgreen:

ora bem vindo de ti é um grande elogio !!!

Grande abraço, má-língua Mor
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: PereiraMarques em Fevereiro 05, 2020, 06:34:50 pm
Acho que podiam também fazer apelo ao Tio que isso ia reforçar os laços com a sua 2.ª pátria, não esquecer que o Tio, qual Major Alvega, é luso-britânico, uma vez que a sra. sua mãe é inglesa.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 05, 2020, 07:22:51 pm
Quem raio é o tio?  :conf:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 05, 2020, 07:24:26 pm
Quem raio é o tio?  :conf:

O sr. dr. ministro da defesa TITTERINGTON!!!
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Red Baron em Fevereiro 05, 2020, 08:19:49 pm
Desculpa NVF, mas o cancelamento dos NPO não faz sentido. As corvetas já estão nas ultimas, a NRP António Enes é apenas um ano mais velho que o NRP Bérrio.

Mas nada impede a vinda do Wave Ruler e do Clyde. É apenas atrasar os projetos e usar essas verbas para comprar esse navios, nada de novo nas LPM.  :mrgreen: :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: mafets em Fevereiro 05, 2020, 09:19:03 pm
Acho que podiam também fazer apelo ao Tio que isso ia reforçar os laços com a sua 2.ª pátria, não esquecer que o Tio, qual Major Alvega, é luso-britânico, uma vez que a sra. sua mãe é inglesa.
Isso explica o Brexit que tem feito às Forças Armadas...  :mrgreen: :mrgreen:

(https://static.euronews.com/articles/stories/04/25/17/58/602x338_cmsv2_497b8c73-d19c-59b4-9d34-ff09e36e194f-4251758.jpg)

Será que bastam umas manifs ou é preciso fazer como a Escócia.  ;D ;D

(https://www.dw.com/image/47902166_303.jpg)

(https://blog.realinstitutoelcano.org/wp-content/uploads/2014/05/Scottish_referendum_2014.jpg)

Entretanto aqui ao lado até se fabricam AOR para a Austrália em um ano...  ::) ::)

https://defpost.com/navantia-launches-royal-australian-navys-first-supply-class-replenishment-ship-future-hmas-supply/ (https://defpost.com/navantia-launches-royal-australian-navys-first-supply-class-replenishment-ship-future-hmas-supply/)

(https://defpost.com/wp-content/uploads/2018/11/HMAS-Supply-AOR1-Launch-800x445.jpg)

Citar
Spanish shipbuilder, Navantia has launched the first of the two Supply-class Auxiliary Oiler Replenishment (AOR) vessels ordered by the Royal Australian Navy (RAN), the future HMAS Supply (AOR1), during a ceremony at the Ferrol shipyard in Spain on Nov. 23, 2018.

The ceremony was attended by Jenny Barrett, the ship’s godmother as well as Susana de Sarriá, the President of Navantia; Julie-Ann Guivarra, the Ambassador of Australia in Spain; and Vice Admiral MJ Noonan, the Chief of Staff of the RAN.

The construction of future HMAS Supply (now called NUSHIP Supply) was started on June 19, 2017 and the keel laying ceremony was conducted at the shipyard in Ferrol on Nov. 17 the same year. Supply will be delivered next year, with full operational capability scheduled for 2022.

Cumprimentos

P.S. O Titi será fã do Asterix? Com um nome desses só pode...  :rir: :rir:

(https://2.bp.blogspot.com/-tlnPZpIw2Z8/Wa-e5QTzJqI/AAAAAAAAJFo/uXnaQUre2kcees6VdbzZCo_Y7M7N8Ml-wCLcBGAs/s1600/MV_Asterix_interim_AOR_RCN_Canada_1.jpg)

Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Fevereiro 05, 2020, 09:23:57 pm
Mas o HMS Clyde tem mesmo capacidade de transportar tantas tropas, ou é um desenrasque para algumas horas?
Uma coisa é ter capacidade para sustentar esse número de pessoas extra vários dias no navio, camaratas, zona de refeições, zona para armazenar material.
Outra coisa é meter gajos em todo o espaço disponível entre a proa e a popa, ao relento, equipados, isso se calhar também o NPO dá para meter 100.

Nos exercícios Foca nos Açores o NPO transporta 60 militares do exército, equipados, de uma ilha para outra, se for preciso acredito que dá para arranjar espaço para mais 40, é só apertar mais um bocadinho.

https://diariodalagoa.pt/arquivo/52616
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 05, 2020, 09:32:24 pm
Mas o HMS Clyde tem mesmo capacidade de transportar tantas tropas, ou é um desenrasque para algumas horas?
Uma coisa é ter capacidade para sustentar esse número de pessoas extra vários dias no navio, camaratas, zona de refeições, zona para armazenar material.
Outra coisa é meter gajos em todo o espaço disponível entre a proa e a popa, ao relento, equipados, isso se calhar também o NPO dá para meter 100.

Nos exercícios Foca nos Açores o NPO transporta 60 militares do exército, equipados, de uma ilha para outra, se for preciso acredito que dá para arranjar espaço para mais 40, é só apertar mais um bocadinho.

https://diariodalagoa.pt/arquivo/52616


HMS Clyde:
 Length: 81,5 meters (267 ft 5 in)
Beam: 13,5 meters (44 ft 3 in)
Draft: 3,8 meters (12 ft 6 in)
Displacement: 2000 tons
Speed: 21 knots (39 km/h)
Range: 5500 NM (10200 km)
Complement: 36
(capable of temporarily embarking up to 110 troops)
 
Propulsion:
2 x Ruston 12RK270 diesel engines (5532 hp)
2 shafts / 2 controllable-pitch propellers
 
Armament:
1 x DS30M 30mm gun
2 x M134 Miniguns
   
Aviation:
Merlin capable flight deck - no hangar

o que querem dizer com temporariamente não sei mas será um dia ou dois, uma semana ??

http://www.seaforces.org/marint/Royal-Navy/Patrol-Vessel/River-class.htm

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimagizer.imageshack.us%2Fv2%2F640x480q90%2F921%2Fk6sSKX.jpg&hash=fad1efd535e68809c4966f08472c8055) (https://imageshack.com/i/plk6sSKXj)

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Fevereiro 05, 2020, 09:46:48 pm
Seus más-línguas, o NPO até transporta veículos.  :mrgreen:

(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcQMwApMId48335VVV_Kvn5sLgJDllAs96pDW4q1qVPlQYPVpURJ)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 06, 2020, 12:18:49 am
Acho que podiam também fazer apelo ao Tio que isso ia reforçar os laços com a sua 2.ª pátria, não esquecer que o Tio, qual Major Alvega, é luso-britânico, uma vez que a sra. sua mãe é inglesa.

Oh pá, tu não vás por aí! Se o nosso Major Alvega (não o da BD) te vê a fazer comparações com o Titi sabe-se lá as consequências que daí advirão.  ;D
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 06, 2020, 05:33:20 am
Só uma nota. Entre 1990, ano do abate do S. Gabriel e 1993, ano em que o Bérrio entrou ao serviço, a Marinha também não teve nenhum reabastecedor de esquadra. Havia, no entanto, o S. Miguel para transporte de “secos”, que tão boas provas deu no Golfo.  :mrgreen:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 06, 2020, 06:14:10 am
Só uma nota. Entre 1990, ano do abate do S. Gabriel e 1993, ano em que o Bérrio entrou ao serviço, a Marinha também não teve nenhum reabastecedor de esquadra. Havia, no entanto, o S. Miguel para transporte de “secos”, que tão boas provas deu no Golfo.  :mrgreen:

concluindo, estamos aqui a levantar a polémica sobre a limitação que a marinha vai enfrentar quando num passado recente, essa situação já aconteceu, e, nada de penalizador para o desempenho da mesma, e que desempenho, aconteceu, por isso a minha contribuição quanto a este tema, fica por aqui, não vale a pena andar á procura de soluções porque os responsáveis estão lá para isso mesmo e, se as chefias deixam andar é porque pensam e agem exactamente como o fizeram em 1990/1993 !

A trampa é a mesma o que muda são as moscas !!! :Ups:

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 06, 2020, 07:58:29 am
Quem raio é o tio?  :conf:

O sr. dr. ministro da defesa TITTERINGTON!!!
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

O homem tem mesmo esse apelido ? Não fazia ideia, gosto tanto deles que quanto menos souber melhor

Se bem que agora é capaz de ser melhor mudar o nome para Uncle Scrooge
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 06, 2020, 08:51:01 am
Quem raio é o tio?  :conf:

O sr. dr. ministro da defesa TITTERINGTON!!!
 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

O homem tem mesmo esse apelido ? Não fazia ideia, gosto tanto deles que quanto menos souber melhor

Se bem que agora é capaz de ser melhor mudar o nome para Uncle Scrooge

muito bom !!!!! :palmas:

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 06, 2020, 09:03:50 am
N.R.P. São Miguel, também conhecido por "São Miguel, o Explosivo"?  :mrgreen:

(https://1.bp.blogspot.com/-dj4HnGdmfrk/WJPJc4oFQ3I/AAAAAAAAFZ8/TbVo-qBgQm0eBZYM-IYJwIKCi5tKeMzxQCEw/s1600/explos%25C3%25A3o.jpg)
https://barcoavista.blogspot.com/2017/02/navio-de-apoio-logistico-sao-miguel-5.html?m=1
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 06, 2020, 09:56:20 am
E em 90 ainda tínhamos 7 fragatas e 10 corvetas operacionais. Ou seja, uma esquadra maior do que a actual e com mais recursos humanos disponíveis.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 06, 2020, 10:06:29 am
E em 90 ainda tínhamos 7 fragatas e 10 corvetas operacionais. Ou seja, uma esquadra maior do que a actual e com mais recursos humanos disponíveis.

em 1990 o exercito tinha mais de 30.000 efectivos.

Abraços
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 06, 2020, 11:06:20 am
E em 90 ainda tínhamos 7 fragatas e 10 corvetas operacionais. Ou seja, uma esquadra maior do que a actual e com mais recursos humanos disponíveis.

Tinhas no papel, as Pereira da Silva há muito que estavam encostadas
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 06, 2020, 12:05:43 pm
Quem raio é o tio?  :conf:

Citar
João Titterington Gomes Cravinho nasceu em Lisboa em junho de 1964.

Doutorado em Ciência Política, pela Universidade de Oxford, e com Mestrado e Licenciatura pela London School of Economics, foi Embaixador da União Europeia no Brasil, desde agosto de 2015, tendo desempenhado o mesmo cargo na Índia entre 2011 e 2015. Entre março de 2005 e junho de 2011, foi Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, nos XVII e XVIII Governos Constitucionais.

Anteriormente, exerceu atividade de docência enquanto Professor de Relações Internacionais na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, e Professor Convidado no ISCTE e na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

Desempenhou funções de Consultor do Instituto de Defesa Nacional, da Fundação Calouste Gulbenkian, da Comissão Europeia e do Banco Mundial. Entre 2001 e 2002 presidiu ao Instituto da Cooperação Portuguesa. Concluiu o curso Leadership for Senior Executives na Harvard Business School em abril de 2018. Foi relator para o Sector Judicial, Missão do Banco Mundial em Timor-Leste (Joint Assessment Mission for East Timor), 1999. No mesmo ano, foi coordenador e membro de uma missão de observadores internacionais à consulta popular em Timor-Leste. Autor do livro «Visões do Mundo» (2002), publicou numerosos artigos em revistas académicas especializadas e em jornais sobre temas relacionados com política de defesa, cooperação e relações internacionais.

Foi Ministro da Defesa Nacional do XXI Governo Constitucional, desde outubro de 2018.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: HSMW em Fevereiro 06, 2020, 12:42:25 pm
E em 90 ainda tínhamos 7 fragatas e 10 corvetas operacionais. Ou seja, uma esquadra maior do que a actual e com mais recursos humanos disponíveis.

em 1990 o exercito tinha mais de 30.000 efectivos.

Abraços

Sim realmente números até tínhamos.

Agora capacidade real....
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 06, 2020, 12:44:21 pm
Quem raio é o tio?  :conf:

Citar
João Titterington Gomes Cravinho nasceu em Lisboa em junho de 1964.

Doutorado em Ciência Política, pela Universidade de Oxford, e com Mestrado e Licenciatura pela London School of Economics, foi Embaixador da União Europeia no Brasil, desde agosto de 2015, tendo desempenhado o mesmo cargo na Índia entre 2011 e 2015. Entre março de 2005 e junho de 2011, foi Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, nos XVII e XVIII Governos Constitucionais.

Anteriormente, exerceu atividade de docência enquanto Professor de Relações Internacionais na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, e Professor Convidado no ISCTE e na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

Desempenhou funções de Consultor do Instituto de Defesa Nacional, da Fundação Calouste Gulbenkian, da Comissão Europeia e do Banco Mundial. Entre 2001 e 2002 presidiu ao Instituto da Cooperação Portuguesa. Concluiu o curso Leadership for Senior Executives na Harvard Business School em abril de 2018. Foi relator para o Sector Judicial, Missão do Banco Mundial em Timor-Leste (Joint Assessment Mission for East Timor), 1999. No mesmo ano, foi coordenador e membro de uma missão de observadores internacionais à consulta popular em Timor-Leste. Autor do livro «Visões do Mundo» (2002), publicou numerosos artigos em revistas académicas especializadas e em jornais sobre temas relacionados com política de defesa, cooperação e relações internacionais.

Foi Ministro da Defesa Nacional do XXI Governo Constitucional, desde outubro de 2018.

Ou seja, nunca mexeu uma palha na vida
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 06, 2020, 12:45:36 pm
E em 90 ainda tínhamos 7 fragatas e 10 corvetas operacionais. Ou seja, uma esquadra maior do que a actual e com mais recursos humanos disponíveis.

em 1990 o exercito tinha mais de 30.000 efectivos.

Abraços

Sim realmente números até tínhamos.

Agora capacidade real....

Sim, só no papel pois as que contavam eram as JB. Há muito que as Pereira da Silva estavam quase todas encostadas, foi até nessa altura que o Cavaco não as quis vender à Noruega.


Quem raio é o tio?  :conf:

Citar
João Titterington Gomes Cravinho nasceu em Lisboa em junho de 1964.

Doutorado em Ciência Política, pela Universidade de Oxford, e com Mestrado e Licenciatura pela London School of Economics, foi Embaixador da União Europeia no Brasil, desde agosto de 2015, tendo desempenhado o mesmo cargo na Índia entre 2011 e 2015. Entre março de 2005 e junho de 2011, foi Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, nos XVII e XVIII Governos Constitucionais.

Anteriormente, exerceu atividade de docência enquanto Professor de Relações Internacionais na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, e Professor Convidado no ISCTE e na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

Desempenhou funções de Consultor do Instituto de Defesa Nacional, da Fundação Calouste Gulbenkian, da Comissão Europeia e do Banco Mundial. Entre 2001 e 2002 presidiu ao Instituto da Cooperação Portuguesa. Concluiu o curso Leadership for Senior Executives na Harvard Business School em abril de 2018. Foi relator para o Sector Judicial, Missão do Banco Mundial em Timor-Leste (Joint Assessment Mission for East Timor), 1999. No mesmo ano, foi coordenador e membro de uma missão de observadores internacionais à consulta popular em Timor-Leste. Autor do livro «Visões do Mundo» (2002), publicou numerosos artigos em revistas académicas especializadas e em jornais sobre temas relacionados com política de defesa, cooperação e relações internacionais.

Foi Ministro da Defesa Nacional do XXI Governo Constitucional, desde outubro de 2018.

É o tio Titi!  :jok:
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Luso em Fevereiro 06, 2020, 02:01:54 pm
Quem raio é o tio?  :conf:

Citar
João Titterington Gomes Cravinho nasceu em Lisboa em junho de 1964.

Doutorado em Ciência Política, pela Universidade de Oxford, e com Mestrado e Licenciatura pela London School of Economics, foi Embaixador da União Europeia no Brasil, desde agosto de 2015, tendo desempenhado o mesmo cargo na Índia entre 2011 e 2015. Entre março de 2005 e junho de 2011, foi Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, nos XVII e XVIII Governos Constitucionais.

Anteriormente, exerceu atividade de docência enquanto Professor de Relações Internacionais na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, e Professor Convidado no ISCTE e na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

Desempenhou funções de Consultor do Instituto de Defesa Nacional, da Fundação Calouste Gulbenkian, da Comissão Europeia e do Banco Mundial. Entre 2001 e 2002 presidiu ao Instituto da Cooperação Portuguesa. Concluiu o curso Leadership for Senior Executives na Harvard Business School em abril de 2018. Foi relator para o Sector Judicial, Missão do Banco Mundial em Timor-Leste (Joint Assessment Mission for East Timor), 1999. No mesmo ano, foi coordenador e membro de uma missão de observadores internacionais à consulta popular em Timor-Leste. Autor do livro «Visões do Mundo» (2002), publicou numerosos artigos em revistas académicas especializadas e em jornais sobre temas relacionados com política de defesa, cooperação e relações internacionais.

Foi Ministro da Defesa Nacional do XXI Governo Constitucional, desde outubro de 2018.

"Consultor do Instituto de Defesa Nacional" ????????
"Publicou numerosos artigos em revistas académicas especializadas e em jornais sobre temas relacionados com política de defesa, cooperação e relações internacionais. "
Utilizou algum decionário de lero-lero?

Olha, olha!
Mestrado e Licenciatura pela London School of Economics
https://blogs.lse.ac.uk/lsehistory/2017/09/13/hammering-out-a-new-world-the-fabian-window-at-lse/
(https://thewaronliberty.com/wp-content/uploads/1884/01/fabian-society.jpg)

E Harvard.
Professor Convidado no ISCTE

Porra, só "red flags"...

Criatura totalmente artificial, "montada para o efeito".

Quem quiser que continue a comprar disto, e a dar-lhe tempo de antena e credibilidade.


Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: NVF em Fevereiro 06, 2020, 02:02:20 pm
Nem estava a pensar nas Pereira da Silva que já estavam encostadas desde meados dos anos 80, mas sim nas VdG que começaram a entrar ao serviço em 91.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Turlu em Fevereiro 06, 2020, 02:10:05 pm
E em 90 ainda tínhamos 7 fragatas e 10 corvetas operacionais. Ou seja, uma esquadra maior do que a actual e com mais recursos humanos disponíveis.

Tinhas no papel, as Pereira da Silva há muito que estavam encostadas

Entrei para a Marinha em 1988 e já não as vi navegar.
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Lightning em Fevereiro 06, 2020, 08:17:12 pm
Sim, só no papel pois as que contavam eram as JB. Há muito que as Pereira da Silva estavam quase todas encostadas, foi até nessa altura que o Cavaco não as quis vender à Noruega.

Que história foi essa?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 07, 2020, 09:07:23 am
Sim, só no papel pois as que contavam eram as JB. Há muito que as Pereira da Silva estavam quase todas encostadas, foi até nessa altura que o Cavaco não as quis vender à Noruega.

Que história foi essa?

Depois explico, assim que conseguir achar mais dados.


Off-topic, mas aqui estão as preocupações e prioridades actuais do tio Titi... ::)

https://www.dn.pt/poder/cravinho-nomeia-sem-concurso-chefe-de-gabinete-para-diretor-de-politica-de-defesa-11793734.html
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 07, 2020, 01:26:43 pm
Sim, só no papel pois as que contavam eram as JB. Há muito que as Pereira da Silva estavam quase todas encostadas, foi até nessa altura que o Cavaco não as quis vender à Noruega.

Que história foi essa?

Parece que os noruegueses queriam comprar as 3 Pereira da Silva para as modernizar, uma vez que já possuiam as Oslo

https://en.wikipedia.org/wiki/Oslo-class_frigate

Não me lembro de grandes detalhes...a venda foi recusada por medo da MP passar vergonha????? O CG deve ter mais detalhes
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 08, 2020, 04:30:21 pm
Sim, só no papel pois as que contavam eram as JB. Há muito que as Pereira da Silva estavam quase todas encostadas, foi até nessa altura que o Cavaco não as quis vender à Noruega.

Que história foi essa?

Parece que os noruegueses queriam comprar as 3 Pereira da Silva para as modernizar, uma vez que já possuiam as Oslo

https://en.wikipedia.org/wiki/Oslo-class_frigate

Não me lembro de grandes detalhes...a venda foi recusada por medo da MP passar vergonha????? O CG deve ter mais detalhes

Basicamente foi tal como o Pê escreveu, isto é, o Cavaco preferiu enviar as Pereira da Silva para serem desmanteladas em Alhos Vedros do que as vender para a Noruega. Quando achar o artigo do antigo semanário "O Jornal" direi mais qualquer coisa.  ;)

Muito sinceramente, e olhando a este velho scan de uma revista Navy International de 1979, não sei para que os noruegueses as quereriam tendo em conta o atraso tecnológico das nossas fragatas Pereira da Silva se comparadas com as Oslo.

(https://i.postimg.cc/0Q2r9hph/Digitalizar0012.jpg)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 09, 2020, 04:50:32 pm
Imagina os noruegueses fazerem-lhes um MLU em que navegassem mais uns 20 anos, quando cá já estavam encostadas para aí desde 1980 ( excepto a Magalhães Correia que deve ter navegado até para aí 1987)
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: Major Alvega em Fevereiro 10, 2020, 07:37:39 pm
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/85072444_10159428241003009_1273958592155746304_o.jpg?_nc_cat=100&_nc_ohc=PQQEHezpiY0AX-BE-sI&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=9e1e8b90e7d369ef1b37a8f581236839&oe=5ECED3F9)

Foto de um navio reabastecedor
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: P44 em Fevereiro 11, 2020, 08:35:25 am
É o kiwi?
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: tenente em Fevereiro 11, 2020, 08:48:51 am
É o kiwi?

Sim !

Abraço
Título: Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
Enviado por: dc em Fevereiro 11, 2020, 04:13:54 pm
Eu a pensar que já havia novidades que vinha o Wave...