Armas ligeiras: Modus Operandi

  • 176 Respostas
  • 33881 Visualizações
*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2425
  • Recebeu: 139 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +22/-13
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
(sem assunto)
« Responder #105 em: Janeiro 02, 2009, 06:55:16 pm »
Citação de: "Edu"
Tenho lido este topico e tenho ficado extremamente admirado com o que o senhor ACADO diz, eu nunca tive em nenhuma situação de combate nem sou militar, mas já tive contacto com pessoas que viveram combate verdadeiro e permitam-me que diga isto, mesmo entre soldados bem trenados há quem perante fogo inimigo simplesmente se borre pelas calças abaixo literalmente, há quem chore baba e ranho para sair dali, e só mesmo os mais malucos aqueles que não tem têm amor nenhum pela vida nem grande inteligencia é que se metem a correr pelo campo de batalha adentro armados em herois, quanto mais andar a mudar de posição em posição mudando carregadores e já agora disparando ao mesmo tempo e se calhar ainda comunicando com os camaradas como o senhor ACADO nos quer demonstrar, perante fogo cerrado inimigo o melhor a fazer é baixar-se muito bem e tentar apanhar um desses gajos armado em heroi dos inimigos, mais que isso é burrice. E quando o inimigo esta sobre fogo cerrado pela nossa parte convem tb mudar de carregador bem baixinho de modo a oferecer menos alvo . Gostaria de ver esse senhor ACADO num campo de batalha a sério onde se for atingido não fica só com uma mancha de tinta, fica com uma mancha de sangue...

Cumprimentos


Toda a gente tem medo. Tudo depende da atitude perante o medo.
Se não treinar é que quando chegar a altura de ter medo não vai conseguir fazer as coisas.
Se treinar e quando chegar a altura do medo conseguir fazer metade das coisas bem, é melhor que não fazer nada e estar-se a mijar todo de medo.

Não sei porque, mas todos gostavam era de me ver a mim. Sera que faço assim tanta inveja por treinar as coisas como se fosse para a realidade e quando um dia se isso acontecer talvez eu consiga mudar de carregador mais rapido que o inimigo e dar cabo dele.
Não sou eu que sou bom, eu ás vezes nem consigo chegar aos sitios onde quero com o manobrador puxado (sim porque este puxa-se sempre indiferentemente se acabaram ou não as munições ao contrario do que alguém dizia,bla bla bla, que assim não era preciso puxar manobrar, isso só demonstra inesperiencia de quem disse isso).
Mas bons são todos aqueles com quem tenho aprendido e que estiveram onde nem sequer imaginamos.

Toda a minha formação de vida foi inclinada para enfrentar situações complicadas e quando estas correm pior manter o sangue frio, ajudar os amigos e dar o meu melhor.
E passei toda a vida a treinar essas situações.
E de uma coisa tenho a certeza. Fui ficando cada vez melhor, quanto mais treinava melhor era.
E sempre que tive situações em que não podia desempenhar as minhas funções, quando voltava, voltava melhor e  mais motivado porque tinha andado a treinar à bruta.

Não querem concordar, tudo bem.
Eu tentei e só me sinto triste por nem sequer considerarem a situação e tentarem praticar.
Continuamos com as mesmas doutrinas e ainda continuamos a achar que somos os melhores.
The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2425
  • Recebeu: 139 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +22/-13
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
(sem assunto)
« Responder #106 em: Janeiro 02, 2009, 07:01:32 pm »
Citação de: "Death Angel"

Nem Mais Eu acho que se queremos discutir uma coisa destas não somos "nós" ,salvo os que já tiveram em situações dessas, que devemos fazer intervenções dessas pois se queremos encontrar respostas "saudáveis" a esta questão temos mais mas é de ir falar com os próprios militares ou ex. combatentes que já estiveram em situações dessas e sentiram na pele, ...


Com certeza não acha que fui eu que inventei isto.
Não me dou propriamente com pessoas que não têm experiência.
Bem pelo contrario. Alguns têm mais de 20 anos de serviço militar, 2,3 e 4 Guerras no bucho. Combates com companheiros feridos ou mortos.
Isto não é uma brincadeira como alguns pensam que o meu comtributo é...
Se não o querem absorver, temos pena. A vida continua, cada um à sua maneira.
The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2425
  • Recebeu: 139 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +22/-13
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
(sem assunto)
« Responder #107 em: Janeiro 02, 2009, 07:06:25 pm »
Citação de: "tyr"
Um aparte, os americanos, desde a 2º guerra mundial, nunca ganharam uma guerra baseada em taticas de infantaria, ganharam nas, por superioridade, numerica, tecnologica, supremacia aerea, sistema de informação, sistema logistico, etc...


Não vou agora discutir História. Ganharam.
Fora as inumeras escaramuças que nem guerras são em que não ouve nada  disso mas tá bem. Nem todos podem gostar deles.
Vá falar com Ingleses ou Australianos então. Esses têm muitas batalhas de infantaria também.
Ou com Alemães ou Dinamarqueses a maneira como eles treinam.

Mas concordo. Não nos vamos entender nisto.
Somos pessoas casmurras que cada um se singe ao seu treino.
Se calhar deviamos os dois abrir os horizontes. Ah!Ah!Ah!
The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2425
  • Recebeu: 139 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +22/-13
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
(sem assunto)
« Responder #108 em: Janeiro 02, 2009, 07:09:38 pm »
Citação de: "Lancero"
Citação de: "ACADO"
Citação de: "Lancero"
Citação de: "ACADO"
blá blá blá disparamos o resto em rajada blá blá blá

Julgava que as armas automáticas eram de acesso proíbido a civis, salvo exibição em museus, rodagem de filmes, investigação...  :?

Que eu saiba armas não existem só em Portugal!!!

Então seja explicito sobre o que faz e onde, ou passa por aldrabão!

Citação de: "ACADO"
Com pneus a arder, com coisas a rebentar, lama, com arvores, troncos no chão, valas, neve, chuva, etc, etc

Só faltam alguém a disparar contra si. Não estará aí a justificação para a diferença de atitude?


Com essa atitude é que não tenho que explicar nada. Se acha que sou aldrabão é lá consigo.

Claro que só falta alguém a disparar contra nós. Mas isso falta-nos a todos não é... Graças a Deus

Quanto à atitude é uma questão disso mesmo. De atitude, cada um tem a sua, eu sei qual é a minha perante a vida.
The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 

*

tyr

  • Analista
  • ***
  • 881
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #109 em: Janeiro 02, 2009, 07:32:57 pm »
puchar o manobrador, depois de remuniciar, quando desnecessario (munições disparadas contabilizadas (e fazer isto é só uma questão de treino)), é desperdiçar tempo (sobretudo se estivermos a operar com uma arma com o manobrador da culatra parecido com o da G3) e mandar uma munição que poderia ser disparada para o lixo (uma munição é insignificante em carregadores de 30 (mas não deixa de ser um desperdicio), mas num caregador menor ja conta bastante, por exemplo numa Walter P38 ou numa caçadeira tipo SPAS 15, reduz as munições de uma forma drastica).

E esta tecnica funciona, esta mais que testada (quer em combate real, quer em exercicios). A não ser que alguns comandos com experiencia no ultramar fossem uns grandes mentirosos.

Quando o pessoal diz que gostava de ver o ACADO em situação de combate, não é por mais do que para ver a burridade das suas regras absolutas (isto é se não for daqueles que ao primeiro tiro na sua direcção se borre todo e se coloque na posição fetal, mas isso infelizmente só se descobrre nas situações reais).
A morte só é terrivel para quem a teme!!
 

*

Cabecinhas

  • Investigador
  • *****
  • 1508
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #110 em: Janeiro 02, 2009, 07:40:13 pm »
Citar
Não sou eu que sou bom, eu ás vezes nem consigo chegar aos sitios onde quero com o manobrador puxado (sim porque este puxa-se sempre indiferentemente se acabaram ou não as munições ao contrario do que alguém dizia,bla bla bla, que assim não era preciso puxar manobrar, isso só demonstra inesperiencia de quem disse isso).


Isto é das primeiras coisas que ensinam em Vale do Zebro, deixar uma munição na câmara para não se ter que puxar o manobrar a trás...

Para quem se  diz que pode ganhar muito tempo fazendo isto ou aquilo, não sei porque não conhece uma coisa básica de se fazer.
Um galego é um português que se rendeu ou será que um português é um galego que não se rendeu?
---
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4146
  • Recebeu: 29 vez(es)
  • +61/-0
(sem assunto)
« Responder #111 em: Janeiro 02, 2009, 07:40:37 pm »
ACADO,



Eu não o chamei aldrabão. Disse que se não fosse mais explicito poderá passar por aldrabão. Exemplo: você escreveu "Nós aqui (...) damos uma rajada". Ora, estando você a postar da região Oeste, estaria a cometer um crime. Felizmente para todos, não será o caso.

Infelizmente, nem a todos falta senti-las a passar por cima ou bater à frente ou ao lado. Nos últimos dois anos tivemos NT em várias dessas situações e saíram sempre por cima. O que só por si significa algo.

Para terminar, sou filho de um militar 'Comando' - onde não se fazem só máquinas de guerra mas também Homens com valor e valores para a vida - que combateu duas comissões em Angola. Se precisasse de algum ajustamento de atitude já o teria recebido de quem de direito há muito.

Fique bem.
« Última modificação: Janeiro 02, 2009, 07:41:21 pm por Lancero »
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1566
  • Recebeu: 397 vez(es)
  • Enviou: 299 vez(es)
  • +188/-551
(sem assunto)
« Responder #112 em: Janeiro 02, 2009, 07:40:55 pm »
Treino, Sr. Acado?!!! Treino?!!!.  
Perdoem-me a linguagem e a comparação mas treinar técnicas de combate antes de ter passado por ele é como a masturbação antes de alguma vez termos tido relações. Só sabemos o que valemos quando passamos à pratica e é com ela que vamos acumular conhecimentos e não com os "treinos".

Se houve coisa que eu vi em comum com todas e eu repito todas as forças com que colaborei e onde estive integrado foi:
       A troca de carregador deve sempre ser feita num abrigo ou numa mascara de modo a minimizar o tempo de exposição ao fogo IN devendo de igual modo evitar-se ficar desmuniciado fazendo um calculo metal das munições que ainda restam no carregador e antecipando a sua troca (um antigo camarada meu, por exemplo, tinha sempre o cuidado de municiar algumas tracejantes de modo a que quando visse a sua saída sabia que estava a esgotar o carregador)

O vídeo postado atrás está muito porreiro sim senhor mas numa situação táctica real o mais certo era aqueles corpinhos (bem anafados alguns) vomitarem as tripas quando tivessem de começar a avançar por saltos correndo, rastejando e tentando perceber de onde vem o fogo IN. Tal como aconteceu a muitos camaradas bem treinados, até se esqueciam que tinham uma arma nas mãos.  :twisted:
 

*

_Gabriel_®™

  • 55
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #113 em: Janeiro 02, 2009, 11:13:11 pm »
ACADO, fui eu que falei sobre deixar para o fim uma munição na câmara para ao ter de remuniciar novamente nem ter de puxar a culatra á retaguarda, ou como tu dizes numa resposta mais atrás: "...com o manobrador puxado (sim porque este puxa-se sempre indiferentemente se acabaram ou não as munições ao contrario do que alguém dizia,bla bla bla, que assim não era preciso puxar manobrar, isso só demonstra inesperiencia de quem disse isso)..."

Com isto só demonstras uma coisa, muita ignorância, e, se estás aqui para aprender o que parece não ser o caso pois pareces querer ser senhor da verdade, falta-te bastante humildade para saberes ler e aprender com quem tem algum conhecimento...

Continua agarrado ao comando da PlayStagion...parece ser esse o teu manual de Técnica Individual de Combate...
"A invencibilidade está na defesa; a possibilidade de vitória, no ataque. Quem se defende mostra que sua força é inadequada; quem ataca, mostra que ela é abundante."

Sun tzu em A Arte da Guerra.
 

*

Nuno Calhau

  • Perito
  • **
  • 342
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #114 em: Janeiro 02, 2009, 11:20:43 pm »
Citação de: "Lancero"
ACADO,



Eu não o chamei aldrabão. Disse que se não fosse mais explicito poderá passar por aldrabão. Exemplo: você escreveu "Nós aqui (...) damos uma rajada". Ora, estando você a postar da região Oeste, estaria a cometer um crime. Felizmente para todos, não será o caso.

Infelizmente, nem a todos falta senti-las a passar por cima ou bater à frente ou ao lado. Nos últimos dois anos tivemos NT em várias dessas situações e saíram sempre por cima. O que só por si significa algo.

Para terminar, sou filho de um militar 'Comando' - onde não se fazem só máquinas de guerra mas também Homens com valor e valores para a vida - que combateu duas comissões em Angola. Se precisasse de algum ajustamento de atitude já o teria recebido de quem de direito há muito.

Fique bem.




 ys7x9  ys7x9

Um Abraço.


"Quanto mais intenso for o conhecimento da história, Tanto mais firme será a consciência da nacionalidade"
 

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2425
  • Recebeu: 139 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +22/-13
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
(sem assunto)
« Responder #115 em: Janeiro 03, 2009, 05:51:21 pm »
Citação de: "tyr"
puchar o manobrador, depois de remuniciar, quando desnecessario (munições disparadas contabilizadas (e fazer isto é só uma questão de treino)), é desperdiçar tempo (sobretudo se estivermos a operar com uma arma com o manobrador da culatra parecido com o da G3) e mandar uma munição que poderia ser disparada para o lixo (uma munição é insignificante em carregadores de 30 (mas não deixa de ser um desperdicio), mas num caregador menor ja conta bastante, por exemplo numa Walter P38 ou numa caçadeira tipo SPAS 15, reduz as munições de uma forma drastica).

Então mas afinal agora já se contam munições... E o stress da batalha e aquelas tretas todas dã visão em tunel e blá blá blá. Afinal isso tudo já desapareceu e já se conta munições. Então tá bem...  
Não conseguem mudar um carregador em andamento mas contar munições conseguem. Sem comentários.

Puxar o manobrador é um segundo!!
A G3 realmente não é das melhores armas para o fazer ( mas também por isso está para ser substituida) mas tem a vantagem de estar a esquerda o que ajuda de alguma maneira.
Sim, pode-se perder uma munição mas também podes ganhar uma vida.
Ou seja:
Puxar o manobrador a  trás é uma questão de método. Se o fizermos sempre não nos esquecemos.
Quando muda o carregador antes do outro acabar pode haver várias situações. Mas a mais importante é que ele pode ter acabado sem ter se apercebido ( já sei, conta munições ... ) e ao inserir o novo fica sem bala na camera logo se não o fizer não está pronto para a batalha e perde é tempo no altura que pode ser tarde demais.
Também se tiver havido uma falha de ejecção isso é essencial. Etc, Etc...

Assim, se puxar o manubrador automaticamente a seguir a mudar de carregador fica pronto para a batalha de certeza. Se não fizer pode não ficar.
Não é uma bala para o lixo por carregador que vai contar se quando a sua vida estiver em risco você estiver pronto.
Eu prefiro mandar uma bala fora e estar sempre pronto.

Quanto às outras armas que fala desculpe lá mas não contam, ninguém na sua perfeita consciencia vai para a batalha com uma SPAS 15 (já tive uma e vendia-a passado 1 Mês de tão má que era).
E a P38 é arma de defesa, se bem que o deve fazer na mesma tal como qualquer outra pistola.


Citação de: "tyr"
E esta tecnica funciona, esta mais que testada (quer em combate real, quer em exercicios). A não ser que alguns comandos com experiencia no ultramar fossem uns grandes mentirosos.  

Ninguém diz que não funciona. Com certeza que quem a utilizou e utiliza tira o melhor partido dela.
Mas já evoluiu.
Hoje em dia é ensinado a puxar sempre o manobrador a trás. E se pensarmos bem tem alguma lógica.
É como com as armas que têm botão para largar a culatra.
Este é muito bonito mas não deve ser usado. O manobrador deve ser puxado a trás na mesma. A possibilidade de uma culatra ficar mal fechada devido aquele botão é real.
Essa é outras das razões porque se cria o habito de puxar o manobrador. Se o fizermos sempre da mesma maneira torna-se uma coisa natural e rapida.

Citação de: "tyr"
Quando o pessoal diz que gostava de ver o ACADO em situação de combate, não é por mais do que para ver a burridade das suas regras absolutas (isto é se não for daqueles que ao primeiro tiro na sua direcção se borre todo e se coloque na posição fetal, mas isso infelizmente só se descobrre nas situações reais).


Pronto. O mesmo posso dizer eu quendo vejo, leio ou ouço certas coisas.
As vezes fico a pensar assim:
Mas em que mundo vive esta gente que ainda por cima acha que sabe tudo e que não pondera sequer que os outros até podem saber alguma coisa também.
The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2425
  • Recebeu: 139 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +22/-13
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
(sem assunto)
« Responder #116 em: Janeiro 03, 2009, 05:56:01 pm »
Citação de: "Cabecinhas"

Isto é das primeiras coisas que ensinam em Vale do Zebro, deixar uma munição na câmara para não se ter que puxar o manobrar a trás...

Para quem se  diz que pode ganhar muito tempo fazendo isto ou aquilo, não sei porque não conhece uma coisa básica de se fazer.


Eu sei o que ensinam.
Eu também já fiz assim mas já aprendi mais coisas, coisas que são importantes e que uma pessoa no inicio não se lembra mas que no fim de tudo todos os pormenores são importantes.
The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2425
  • Recebeu: 139 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +22/-13
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
(sem assunto)
« Responder #117 em: Janeiro 03, 2009, 06:03:47 pm »
Citação de: "FoxTroop"
Treino, Sr. Acado?!!! Treino?!!!.  
Perdoem-me a linguagem e a comparação mas treinar técnicas de combate antes de ter passado por ele é como a masturbação antes de alguma vez termos tido relações. Só sabemos o que valemos quando passamos à pratica e é com ela que vamos acumular conhecimentos e não com os "treinos".

Então olhe, não treine e vá para o combate...
Já à muito tempo que não ouvia nada tão estranho.
Não sei o que andamos todos a fazer. Andamos a treinar para nada. Nem se aprende a treinar. Para que é que serve isso. Simplesmente larguem-nos onde for que depois, se sobrevivermos vamos treinar aquilo que vimos.

Citação de: "FoxTroop"
Penso que a discussão deste tópico não vai a lado nenhum, pois no mundo da playstation de do softball é tudo uma alegria, basta fazer restart  :twisted:


Também me parece que há muita gente que devia passar mais tempo com as suas armas a treinar e não tanto tempo nessas coisas que diz.
Ou então se calhar sou eu que passo tanto tempo de volta delas que estou a ficar com a vista enevoada...
The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2425
  • Recebeu: 139 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +22/-13
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
(sem assunto)
« Responder #118 em: Janeiro 03, 2009, 06:18:19 pm »
Citação de: "_Gabriel_®™"
...
Com isto só demonstras uma coisa, muita ignorância, e, se estás aqui para aprender o que parece não ser o caso pois pareces querer ser senhor da verdade, falta-te bastante humildade para saberes ler e aprender com quem tem algum conhecimento...

Eu diria mais ao contrario.
Se calhar há é pessoas ignorantes porque não conhecem outras verdades.
Tudo aquilo que temos discutido aqui eu já conhecia. Algumas fazia, outras não.
O que é certo é que aprendi. E aprendi com varios, de varios sitios. Se estamos aqui a discutir é porque quero ouvir opiniões, ver o que se ensina por cá, ver se já se faz mais alguma coisa que eu também desconheça e assim trocarmos ideias e aprendermos uns com os outros.

Se defendo a finca pé as tecnicas que uso é porque acho mesmo que estão certas.
Até porque ler o que as pessoas aqui escrevem não quer dizer que seja por eles terem mais conhecimento. Com certeza algum o têm mas se clahar poderiam ter mais.
Com certeza não me vê a escrever sobre como montar uma patrulha ou descer uma ravina em rapel australiano, etc , etc que são coisas que não domino propriamente.
Agora nestas materias finco o pé porque estou convencido do que estou a falar e discuto com qualquer um em qualquer sitio sobre isto. Se achar que os outros têm razão calo-me e ouço.

Citação de: "_Gabriel_®™"
...Continua agarrado ao comando da PlayStagion...parece ser esse o teu manual de Técnica Individual de Combate...


Ainda não percebi porque toda a gente gosta tanto desses jogos e está sempre a falar deles.
É algum sindrome de que sofrem?! De que os outros jogam isto e só os senhores porque foram ou são militares é que percebem alguma coisa de seja o que for.
Engraçado que quem eu conheço que joga mais essas coisas são os militares em missões no estrangiero para passar o tempo. Agarrados aos jogos de futebol e assim.
The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 

*

_Gabriel_®™

  • 55
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #119 em: Janeiro 03, 2009, 06:26:04 pm »
ACADO, este tópico na minha opinião começa a ultrapassar o ridiculo... blx2x1


Cumprimentos.
"A invencibilidade está na defesa; a possibilidade de vitória, no ataque. Quem se defende mostra que sua força é inadequada; quem ataca, mostra que ela é abundante."

Sun tzu em A Arte da Guerra.
 

 

MusMilElvas - Pesquisa de Informação para estas Armas

Iniciado por jambarreto

Respostas: 5
Visualizações: 3658
Última mensagem Fevereiro 05, 2008, 02:04:42 pm
por Falcão Tango (G.E.P.A)
Fotos Internacionais (Exércitos/Sistemas de Armas)

Iniciado por Jorge Pereira

Respostas: 765
Visualizações: 152535
Última mensagem Outubro 18, 2020, 12:15:02 pm
por Lusitano89
4 Regras Universais de Segurança com armas de Fogo

Iniciado por ACADO

Respostas: 213
Visualizações: 32153
Última mensagem Abril 24, 2011, 06:33:55 am
por ACADO
Notícias (Exércitos/Sistemas de Armas)

Iniciado por Fábio G.

Respostas: 918
Visualizações: 263281
Última mensagem Outubro 14, 2020, 09:56:27 am
por Cabeça de Martelo
Novas armas da Ceska Zbrojovka

Iniciado por ACADO

Respostas: 67
Visualizações: 23125
Última mensagem Setembro 07, 2009, 10:14:09 pm
por ACADO