F-35 JSF

  • 809 Respostas
  • 157414 Visualizações
*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8658
  • Recebeu: 812 vez(es)
  • Enviou: 1361 vez(es)
  • +89/-34
    • http://youtube.com/HSMW
Re: F-35 JSF
« Responder #540 em: Outubro 31, 2016, 11:10:40 pm »

RAF F-35B Lightning II - RIAT 2016
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

perdadetempo

  • Perito
  • **
  • 503
  • Recebeu: 167 vez(es)
  • Enviou: 317 vez(es)
  • +29/-1
Re: F-35 JSF
« Responder #541 em: Novembro 14, 2016, 03:48:25 pm »
Big F-35 Is watching You:

Citar
Lockheed Martin, designers of the super-expensive F-35 fighter jet, is working on a system claimed to reassure foreign customers that the US won't be able to read their pilots' personal data.

According to Flight Global, Lockheed Martin is working on a sovereign data gateway (SDG) to reassure F-35 customers that the US won't be reading every single detail of what they do with their jets after they've been delivered.

The SDG's existence was revealed in an update posted to the US Federal Business Opportunities website, which is password protected.

The F-35's ALIS (Autonomic Logistics Information System) keeps track of a wealth of data about each and every F-35, from the health of the aircraft's flight systems to pilots' flight plans and more.

The aircraft itself sends this data to its parent squadron's local ALIS server – its "standard operating unit" – which in turn transmits it to its owning nation's Central Point of Entry Services Kit (CPESK). From there the data is also beamed back to Lockheed Martin in Fort Worth, Texas.

The idea of ALIS is that it automatically orders spare parts, reminds maintainers when life-limited components need replacing and gives air forces an overview of their aircraft.

Other nations buying the F-35 include the United Kingdom, the Netherlands, Australia, Israel, Canada, Norway, South Korea, Denmark, Italy, Japan – and Turkey.

The SDG will be installed on each nation's CPESK and will allow each F-35 customer nation to "inspect and verify data flowing to and from the US hub", according to Flight Global. The magazine also claims that the SDG will be able to block, modify or delay sensitive data, and gives an example of pilots' personal data which may be subject to data protection laws.

Naturally, unless the SDG source code is also made available to partner countries for them to inspect, there is no guarantee that the US won't retain a backdoor capability to inspect the data firehose. After the NSA mass surveillance revelations, will partner nations trust the SDG?

There is no mention in the Flight Global report of whether the SDG notice specifies other types of data that can be blocked other than personal data. The magazine noted that many F-35 customer nations made the ability to redact pilots' personal data from ALIS a prerequisite of buying the system.

ALIS itself is currently at version 2.01, with v2.02 having been under certification testing in June this year. Version 3 is scheduled for release in 2017. US aircraft maintainers use Panasonic Toughbooks to access the system, according to Aviation News International, which also revealed that a planned realtime data downlink from the F-35s called Prognostics and Health Management was scrapped over "security concerns". Data is instead downloaded from each aircraft after flight.

The system also supports offline F-35 operations – but only for up to 30 days. As we all know, wars of the future will last absolutely no longer than 29 days. ®

http://www.star-telegram.com/news/business/article113897913.html
 

*

Stalker79

  • Especialista
  • ****
  • 1098
  • Recebeu: 227 vez(es)
  • Enviou: 1094 vez(es)
  • +105/-11
Re: F-35 JSF
« Responder #542 em: Novembro 21, 2016, 04:38:55 pm »
Só por curiosidade alguem me pode dar uma idea de qual seria o preço em 2020/25 para a compra de 30 F-35A para substituir os nossos F-16?
 :G-beer2:
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3069
  • Recebeu: 133 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +129/-32
Re: F-35 JSF
« Responder #543 em: Novembro 27, 2016, 06:16:41 pm »
uns 2500 mil milhões de euros.  :N-icon-Axe:
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79

*

Stalker79

  • Especialista
  • ****
  • 1098
  • Recebeu: 227 vez(es)
  • Enviou: 1094 vez(es)
  • +105/-11
Re: F-35 JSF
« Responder #544 em: Novembro 27, 2016, 10:17:48 pm »
uns 2500 mil milhões de euros.  :N-icon-Axe:

Sei que no grande esquema das coisas nem é muita guita no mundo do armamento mas, ouch...
E se calhar ainda teria de se colocar o valor dos"extras" em cima,manutenção,formação,peças,etc.
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11117
  • Recebeu: 387 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: F-35 JSF
« Responder #545 em: Novembro 30, 2016, 09:05:59 pm »
Super Advanced F-35 Lightning II Stealth Fighter Plane In Action Over The Pacific


 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 1316
  • Recebeu: 306 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +68/-20
Re: F-35 JSF
« Responder #546 em: Novembro 30, 2016, 09:39:05 pm »
uns 2500 mil milhões de euros.  :N-icon-Axe:

2500 mil milhões? Isso é 10 vezes o nosso PIB!
Penso que quereria dizer 2500 milhões.

Foi pena o programa JSF ter sido feito tão à pressa. Se tivessem dado mais 1 ou 2 anos à Boeing, talvez tivessem apresentado um protótipo da versão com o layout das asas alternativo (em vez de asa delta, asa e cauda separadas como no F-35). Parecia-me um conceito bastante interessante.

Mas por aqueles lados já é comum descartar projectos interessantes, como o do YF-23, se calhar um avião com potencial para ser um strike fighter, como o F-117 foi em tempos, mas com capacidade ar-ar.
 

*

olisipo

  • Investigador
  • *****
  • 4965
  • Recebeu: 115 vez(es)
  • Enviou: 45 vez(es)
  • +27/-31
Re: F-35 JSF
« Responder #547 em: Dezembro 07, 2016, 11:51:29 pm »



First two Israeli F-35As Arrive At Lajes, Azores, in December 06, 2016

http://militaryaviationreview.com/first-two-israeli-f-35as-arrive-at-lajes

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5510
  • Recebeu: 1132 vez(es)
  • Enviou: 604 vez(es)
  • +383/-136
Re: F-35 JSF
« Responder #548 em: Dezembro 08, 2016, 02:03:19 pm »
Lá voltamos aos aos custos de voo e manutenção...  :o ::)

http://www.aereo.jor.br/2016/12/07/caca-f-35-vai-precisar-de-50-horas-de-manutencao-por-hora-de-voo/

Citar
Quatro anos após o início de sua carreira operacional, espera-se que os caças F-35 exijam entre 41,75 e 50,1 homem-hora de manutenção (MMH) por hora de voo, ou cerca de três vezes mais do que a maioria das aeronaves de caça atualmente operadas pelas forças aéreas ocidentais.

Esta extremamente elevada relação MMH por hora de voo é extrapolada de uma solicitação de 1 de dezembro feita pelo US Naval Air Systems Command (Navair), que afirma que a frota mundial em serviço de F-35 vai exigir 17 milhões de homens-hora de manutenção e apoio nos anos fiscais FY 2018 e FY 2019.

A solicitação “Sources Sought” da Navair, publicada no site Federal Business Opportunities (FBO), estima que a frota de F-35 incluirá 597 aeronaves no final do ano fiscal de FY18 e 760 no final de FY19 (setembro de 2019).

O Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos (USMC) declarou a Capacidade Operacional Inicial (IOC) para seu F-35B em julho de 2015, e a Força Aérea dos EUA fez o mesmo com o seu F-35A em agosto de 2016, então naquele momento a aeronave estará em serviço por três a quatro anos, dependendo da versão.

A tabela a seguir resume o tamanho da frota em serviço do F-35 esperada pelos operadores, conforme declarado pelo Navair em sua solicitação. Estes números estão obviamente sujeitos a alterações, mas dado que o ciclo de produção do F-35 é de três anos, a maioria destas aeronaves já está em produção e, portanto, menos susceptíveis de mudança.

O número de aeronaves em serviço – 597 no final do FY18 e (597 + 163 = 760) no final do FY19) implica que o total solicitado de 17 milhões de homens-hora de apoio equivale a 12,527 por aeronave por ano, ou cerca de 1.043 horas por aeronave por mês.

Dado que a aeronave de combate F-35 deve voar em média 250 horas por ano, a aritmética simples mostra que o Navair espera que o F-35 exija, em média, 50,1 homens-hora de manutenção por hora de voo – teria exigido 41,75 MMH se fizesse 300 horas de voo, como planejado originalmente.

A Força Aérea dos EUA originalmente planejava fazer seus F-35 voarem 300 horas por Primary Aircraft Inventory (PAI) por ano. Posteriormente, reduziu as horas de voo do F-35A de 300 a 250 horas de voo por PAI.

Isso representa várias vezes mais horas de manutenção do que os atuais jatos da linha de frente operados pelos serviços dos Estados Unidos e também bem mais do que o F-22 Raptor, que “estava obrigado a atingir 12 horas de manutenção diretas por hora de voo DMMH/FH) na maturidade do sistema, que devia ocorrer quando a frota de F-22 acumulasse 100.000 horas de voo”, de acordo com uma resposta da US Air Force Association a uma reportagem do Washington Post.

Fatos: Em 2008, o F-22 alcançou 18,1 DMMH/FH que depois melhorou para 10,5 DMMH/FH em 2009. É importante reconhecer que esta métrica deveria ser atingida na maturidade do sistema, que estava projetada para ocorrer no final de 2010. Assim, o F-22 estava melhor do que a exigência bem antes da maturidade.

Claramente, no FY2018, o F-35 só terá estado em serviço “operacional” por três ou quatro anos (IOC em meados de 2015 e meados de 2016) e, portanto, ainda muito longe da maturidade, mas um número tão elevado de horas de manutenção vai fazer explodir os custos operacionais para seus operadores, que foram informados há muito tempo que o F-35 seria barato de operar.

FONTE: www.defense-aerospace.com


Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Stalker79

  • Especialista
  • ****
  • 1098
  • Recebeu: 227 vez(es)
  • Enviou: 1094 vez(es)
  • +105/-11
Re: F-35 JSF
« Responder #549 em: Dezembro 10, 2016, 03:32:58 pm »



First two Israeli F-35As Arrive At Lajes, Azores, in December 06, 2016

http://militaryaviationreview.com/first-two-israeli-f-35as-arrive-at-lajes

Se ainda fossem uns pra nós.....
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1414
  • Recebeu: 423 vez(es)
  • Enviou: 206 vez(es)
  • +153/-13
Re: F-35 JSF
« Responder #550 em: Dezembro 12, 2016, 03:49:36 pm »
Trump critica custos dos aviões militares e defende poupança de milhões de dólares

O custo do programa dos caça-bombardeiros F-35, o maior programa militar na história dos Estados Unidos, está “fora de controlo”, escreveu hoje o Presidente americano eleito, Donald Trump, na rede social Twitter, citada pelas agências internacionais.



“O programa F-35 e o seu custo estão fora de controlo. Muitos mil milhões de dólares podem – e vão – ser poupados em aquisições militares (e outras) depois de 20 de janeiro”, prometeu Trump, numa altura em que existem informações de que os custos e o calendário do programa derraparam significativamente face às estimativas iniciais.

A fabricante de material aeronáutico e de armamento norte-americana Lockheed Martin tem um contrato de 1,5 triliões de dólares (1400 mil milhões de euros, na reportagem o jornalista apresenta um valor 1000 vezes mais baixo!) até 2070 para desenvolver a última geração destes aviões de combate. Cada aparelho está estimado custar 100 milhões de dólares (cerca de 94 milhões de euros).

Lançado no início da década de 1990, o programa F-35 é um dos mais caros da história militar norte-americana.

Na semana passada, e também devido aos montantes monetários envolvidos, Trump defendeu o cancelamento do contrato milionário com a fabricante Boeing para a construção de um novo avião presidencial 'Air Force One', classificando mesmo os custos envolvidos como “ridículos”.

“A Boeing está a construir um novo 'Air Force One' 747 para futuros Presidentes, mas os custos estão fora de controlo, mais de quatro mil milhões de dólares [3,7 mil milhões de euros]. Cancelar encomenda”, escreveu na altura Trump no Twitter.

O projeto foi atribuído à construtora americana Boeing em janeiro de 2015 e na altura estava avaliado em cerca de três mil milhões de dólares (2,7 mil milhões de euros). A conclusão do projeto está prevista para 2024.

O Presidente eleito confirmou hoje igualmente a escolha do general aposentado John Kelly para assumir a pasta da Segurança Interna, nome que tinha sido avançado na semana passada pelos ‘media’ americanos.

Este antigo fuzileiro naval (‘marine’) de 66 anos estará à frente do Departamento que assume a responsabilidade da segurança interna dos Estados Unidos (incluindo a luta contra o terrorismo em território americano), mas também o controlo das fronteiras norte-americanas, da imigração e dos processos de naturalização.

John Kelly, que perdeu um filho militar no Afeganistão, dirigiu entre 2012 até ao ano corrente o Comando Sul, o comando militar norte-americano que abrange a América Latina. Neste cargo, este general aposentado foi responsável pela controversa prisão militar de Guantánamo, em Cuba.

“É a pessoa certa para liderar a missão urgente de travar a imigração ilegal e de garantir a segurança das nossas fronteiras", disse Trump, num comunicado divulgado hoje.

Donald Trump, vencedor das eleições do passado dia 8 de novembro, será empossado a 20 de janeiro de 2017, numa cerimónia pública junto ao edifício do Capitólio, em Washington.

Fonte: http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/trump-critica-custos-dos-avioes-militares-e-defende-poupanca-de-milhoes-de-dolares
 

*

Crypter

  • Especialista
  • ****
  • 1133
  • Recebeu: 184 vez(es)
  • Enviou: 208 vez(es)
  • +26/-6
Re: F-35 JSF
« Responder #551 em: Dezembro 12, 2016, 03:52:18 pm »
Como é possível o líder do país mais poderoso do mundo andar a fazer política pelo twitter..

Inacreditável o ponto a que "os américas" chegaram..
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Viajante

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1414
  • Recebeu: 423 vez(es)
  • Enviou: 206 vez(es)
  • +153/-13
Re: F-35 JSF
« Responder #552 em: Dezembro 12, 2016, 03:56:05 pm »
Conheço um líder que deve estar a rebolar a rir-se com estas tiradas!!!!

E algumas dezenas de outros aqui na Europa incrédulos com o que a criatura diz!!!!!!! E preocupados, principalmente quem comprou o F-35!!!!
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7508
  • Recebeu: 386 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +138/-194
Re: F-35 JSF
« Responder #553 em: Dezembro 12, 2016, 05:24:16 pm »
Parece que também está boquiaberto são os apreciadores deste tipo de brinquedos, que se estão a demonstrar uma fraude a todos os níveis. Se a decisão não é racional, não sei o que será.
Agora os outros que alinharam na coisa sem saber no que se estavam a meter, então que paguem por isso. Mas esses já devem ter mamado o que tinham a mamar e já não estão no poder.
O que dá melhores resultados é "fly before you buy", não capacidades de treta, impingidas por chico espertos que depois vão trabalhar para as companhias que as fazem.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1414
  • Recebeu: 423 vez(es)
  • Enviou: 206 vez(es)
  • +153/-13
Re: F-35 JSF
« Responder #554 em: Dezembro 12, 2016, 05:45:54 pm »
Parece que também está boquiaberto são os apreciadores deste tipo de brinquedos, que se estão a demonstrar uma fraude a todos os níveis. Se a decisão não é racional, não sei o que será.
Agora os outros que alinharam na coisa sem saber no que se estavam a meter, então que paguem por isso. Mas esses já devem ter mamado o que tinham a mamar e já não estão no poder.
O que dá melhores resultados é "fly before you buy", não capacidades de treta, impingidas por chico espertos que depois vão trabalhar para as companhias que as fazem.

O que é altamente sensurável é a criatura ter feito semelhante afirmação em público. Ele já não está em campanha. Esses assuntos deve discutir com quem estiver envolvido..... qualquer dia está a divulgar a lista de agentes da CIA (para vingar-se do relatório da ajuda Russa), e por aí a fora.....