Projecto Embraer KC-390

  • 1252 Respostas
  • 266831 Visualizações
*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3531
  • Recebeu: 1905 vez(es)
  • Enviou: 3639 vez(es)
  • +1572/-102
Re: Projecto Embraer KC-390
« Responder #1245 em: Maio 20, 2020, 10:10:49 am »
Por esta altura já devem ter desenvolvido uma modo fly-by-wire à prova de COVID.
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4959
  • Recebeu: 444 vez(es)
  • Enviou: 339 vez(es)
  • +2655/-1909
Re: Projecto Embraer KC-390
« Responder #1246 em: Maio 23, 2020, 03:33:19 am »
OMGA Delivers Central Fuselage of Embraer C390 Millennium


Citar
Portuguese aerospace company OMGA delivered the last panel of the Central Fuselage AC011 of the first of five Embraer C390 Millennium aircraft, acquired to Embraer by the Portuguese Armed Forces (Forças Armadas). This aircraft will be delivered to the Portuguese Air Force which will use as a KC390 for fuelling purposes. The Portuguese government was to sign an €87–million contract with Embraer for part of the production of the C-390. The first aircraft is to be delivered in February 2023 with deliveries to end in February 2027.

In February 2010, Embraer proposed C-390s to the Portuguese Ministry of Defense to replace the Portuguese Air Force’s C-130s. In June 2016, Portugal announced its intention to buy six C-390s. In 2017, the Portuguese government authorized the purchase of five C-390 military aircraft, with the option of one more.

The Embraer C-390 Millennium is a medium-size, twin-engine jet-powered military transport aircraft in production by Brazilian aerospace manufacturer Embraer, able to perform aerial refuelling and to transport cargo and troops. It is the heaviest aircraft the company has made to date, and will be able to transport up to 26 tonnes (29 tons) of cargo, including wheeled armoured fighting vehicles.The first production aircraft was delivered on 4 September 2019.

OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal S.A. is a Portuguese aerospace company providing maintenance services and manufacture of aerostructures. Its share capital is retained in 65% by Airholding SGPS consortium, part of Embraer. The remaining 35% are owned by EMPORDEF, retained by the government of Portugal. KC-390 project is an aspect worth mentioning. In a partnership with Embraer, the company invested around 35 million euros and created 180 jobs for the development and manufacture of central fuselage, right and left sponsons, as well as its in-depth rudders.

 :arrow:  https://militaryleak.com/2020/05/22/omga-delivers-central-fuselage-of-embraer-c390-millennium/

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3531
  • Recebeu: 1905 vez(es)
  • Enviou: 3639 vez(es)
  • +1572/-102
Re: Projecto Embraer KC-390
« Responder #1247 em: Junho 02, 2020, 07:19:34 am »
Ah e tal, a parceria com a Boeing vai manter-se no que diz respeito ao KC-390. Então porquê a procura de novos parceiros?

https://www.flightglobal.com/fixed-wing/embraer-considers-new-partnerships-for-kc-390-after-boeing-walks-away/138635.article

Embraer considers new partnerships for KC-390 after Boeing walks away

Citar
Embraer is exploring new partnerships for the KC-390 military transport after Boeing terminated its joint venture agreement with the Brazilian company in April.

The company remains positive about the international sales prospects of the aircraft, despite losing the sales network of the US aerospace giant and a potential entry point into the US military market, it says in a first quarter 2020 earnings call on 1 June.

“The original business plan for the [KC-390] did not include countries such as the US, for example. So the market perspective remains positive for the [KC-390],” says Francisco Gomes Neto, chief executive of Embraer. “And of course, I mean here we also have opportunities for future partnerships. But at this moment, we are still in the process to evaluate alternatives and possible business models.”

Gomes Neto did not name potential collaborators for the KC-390, though China and India were mentioned as potential partners for the company’s commercial division. Partnerships with companies in those Asian countries could open huge regional airliner markets for the manufacturer’s E-Jets.

However, linking the production or sale of the Embraer KC-390 military transport to China or India could be tricky given fraught geopolitics. In particular, increasing Western hostility towards Beijing amid the coronavirus crisis and rivalry with the USA might make such a deal difficult.

The USA remains an important market for the Sierra Nevada/ Embraer A-29 Super Tucano light attack aircraft. Washington also has the ability to issue financial sanctions against countries who buy aircraft from nations it doesn’t like, a tool it has used hurt sales of Russian military aircraft.

Nonetheless, partnering with a company with strategic ties to a foreign government could help the sales of the KC-390 as deals for military aircraft often are influenced by local politics.

For example, the first international sales customer for the KC-390 was Portugal, a country which was formerly Brazil’s coloniser and whose local suppliers will be cut into the deal. Embraer says it started production of the first example of Lisbon’s five jets in late 2019.

The company has five KC-390 aircraft at different stages of production. It anticipates delivering two examples to the Brazilian air force by the end of 2020, on track with its first quarter projections. In 2019, the company delivered two KC-390’s to Brasilia.

Embraer’s defence and security business unit generated $149 million revenue in the first quarter of 2020, a 16.9% decline compared to the same quarter a year earlier.

The company’s financial performance across all its divisions, including military, commercial airliner, business jet and service units, fell 23% in the first quarter of 2020 to $634 million compared to the same period a year earlier.
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6807
  • Recebeu: 2993 vez(es)
  • Enviou: 1561 vez(es)
  • +1549/-109
Re: Projecto Embraer KC-390
« Responder #1248 em: Junho 02, 2020, 07:41:33 am »
Ah e tal, a parceria com a Boeing vai manter-se no que diz respeito ao KC-390. Então porquê a procura de novos parceiros?

https://www.flightglobal.com/fixed-wing/embraer-considers-new-partnerships-for-kc-390-after-boeing-walks-away/138635.article

Embraer considers new partnerships for KC-390 after Boeing walks away

Citar
Embraer is exploring new partnerships for the KC-390 military transport after Boeing terminated its joint venture agreement with the Brazilian company in April.

The company remains positive about the international sales prospects of the aircraft, despite losing the sales network of the US aerospace giant and a potential entry point into the US military market, it says in a first quarter 2020 earnings call on 1 June.

“The original business plan for the [KC-390] did not include countries such as the US, for example. So the market perspective remains positive for the [KC-390],” says Francisco Gomes Neto, chief executive of Embraer. “And of course, I mean here we also have opportunities for future partnerships. But at this moment, we are still in the process to evaluate alternatives and possible business models.”

Gomes Neto did not name potential collaborators for the KC-390, though China and India were mentioned as potential partners for the company’s commercial division. Partnerships with companies in those Asian countries could open huge regional airliner markets for the manufacturer’s E-Jets.

However, linking the production or sale of the Embraer KC-390 military transport to China or India could be tricky given fraught geopolitics. In particular, increasing Western hostility towards Beijing amid the coronavirus crisis and rivalry with the USA might make such a deal difficult.

The USA remains an important market for the Sierra Nevada/ Embraer A-29 Super Tucano light attack aircraft. Washington also has the ability to issue financial sanctions against countries who buy aircraft from nations it doesn’t like, a tool it has used hurt sales of Russian military aircraft.

Nonetheless, partnering with a company with strategic ties to a foreign government could help the sales of the KC-390 as deals for military aircraft often are influenced by local politics.

For example, the first international sales customer for the KC-390 was Portugal, a country which was formerly Brazil’s coloniser and whose local suppliers will be cut into the deal. Embraer says it started production of the first example of Lisbon’s five jets in late 2019.

The company has five KC-390 aircraft at different stages of production. It anticipates delivering two examples to the Brazilian air force by the end of 2020, on track with its first quarter projections. In 2019, the company delivered two KC-390’s to Brasilia.

Embraer’s defence and security business unit generated $149 million revenue in the first quarter of 2020, a 16.9% decline compared to the same quarter a year earlier.

The company’s financial performance across all its divisions, including military, commercial airliner, business jet and service units, fell 23% in the first quarter of 2020 to $634 million compared to the same period a year earlier.

Nah NVF, deves ter lido mal, só pode, então ia lá agora acontecer isso, o Ka-ce, vai ser a salvação da Boeing, para ter um cargueiro concorrente ao J. 😁😁

Abraços
« Última modificação: Junho 02, 2020, 09:06:05 am por tenente »
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6807
  • Recebeu: 2993 vez(es)
  • Enviou: 1561 vez(es)
  • +1549/-109
Re: Projecto Embraer KC-390
« Responder #1249 em: Junho 02, 2020, 09:20:14 am »
Quem paga adiantado é mal servido, só espero que Portugal não fique a arder com umas centenas de milhoes pagos à cabeça à EMB e sem aeronaves. A unica certeza que eu e todos nós temos é que não existem mais encomendas de 390 de outros Paises, no mínimo estranho quando o KC é uma aeronave state of the art, como por aqui alguns especialistas vao afirmando.


Nao sei é como a FAP vai conseguir arranjar pilotos para o pilotarem, é que de acordo com algumas pessoas deste forum, a FAP nao adquiriria os blackhawks por serem muito diferentes, dos helis da Leonardo,  que a FAP pissui, como se isso fosse verdade no que concerne aos instrumentos e à pilotagem, mas esse problema parece não existir para o KC, se calhar o cockpit é identico ao do C.

É por comentários deste teor aqui colocados por alguns foristas e, que revelam uma completa ignorância na matéria que eu nem tenho vontade de os rebater tal o ridiculo do conteudo dessas afirmações.

Sempre aprendi que devemos opinar sobre matérias que conhecemos minimamente, agora botar fadura do que desconhecemos ???

Abraços
« Última modificação: Junho 02, 2020, 09:24:45 am por tenente »
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3844
  • Recebeu: 305 vez(es)
  • Enviou: 115 vez(es)
  • +466/-62
Re: Projecto Embraer KC-390
« Responder #1250 em: Junho 02, 2020, 01:54:04 pm »
Quem paga adiantado é mal servido, só espero que Portugal não fique a arder com umas centenas de milhoes pagos à cabeça à EMB e sem aeronaves. A unica certeza que eu e todos nós temos é que não existem mais encomendas de 390 de outros Paises, no mínimo estranho quando o KC é uma aeronave state of the art, como por aqui alguns especialistas vao afirmando.


Nao sei é como a FAP vai conseguir arranjar pilotos para o pilotarem, é que de acordo com algumas pessoas deste forum, a FAP nao adquiriria os blackhawks por serem muito diferentes, dos helis da Leonardo,  que a FAP pissui, como se isso fosse verdade no que concerne aos instrumentos e à pilotagem, mas esse problema parece não existir para o KC, se calhar o cockpit é identico ao do C.

É por comentários deste teor aqui colocados por alguns foristas e, que revelam uma completa ignorância na matéria que eu nem tenho vontade de os rebater tal o ridiculo do conteudo dessas afirmações.

Sempre aprendi que devemos opinar sobre matérias que conhecemos minimamente, agora botar fadura do que desconhecemos ???

Abraços


Há aqui algumas aves assim, mas faz parte.
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6807
  • Recebeu: 2993 vez(es)
  • Enviou: 1561 vez(es)
  • +1549/-109
Re: Projecto Embraer KC-390
« Responder #1251 em: Junho 02, 2020, 02:53:49 pm »
Quem paga adiantado é mal servido, só espero que Portugal não fique a arder com umas centenas de milhoes pagos à cabeça à EMB e sem aeronaves. A unica certeza que eu e todos nós temos é que não existem mais encomendas de 390 de outros Paises, no mínimo estranho quando o KC é uma aeronave state of the art, como por aqui alguns especialistas vao afirmando.


Nao sei é como a FAP vai conseguir arranjar pilotos para o pilotarem, é que de acordo com algumas pessoas deste forum, a FAP nao adquiriria os blackhawks por serem muito diferentes, dos helis da Leonardo,  que a FAP pissui, como se isso fosse verdade no que concerne aos instrumentos e à pilotagem, mas esse problema parece não existir para o KC, se calhar o cockpit é identico ao do C.

É por comentários deste teor aqui colocados por alguns foristas e, que revelam uma completa ignorância na matéria que eu nem tenho vontade de os rebater tal o ridiculo do conteudo dessas afirmações.

Sempre aprendi que devemos opinar sobre matérias que conhecemos minimamente, agora botar fadura do que desconhecemos ???

Abraços


Há aqui algumas aves assim, mas faz parte.

e algumas dessas aves, são especialistas á séria em tentar dar a volta ao texto.

Abraços
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4959
  • Recebeu: 444 vez(es)
  • Enviou: 339 vez(es)
  • +2655/-1909
Re: Projecto Embraer KC-390
« Responder #1252 em: Outubro 20, 2020, 05:55:54 pm »
C-390 Millennium recebe o Grand Laureate de Defesa concedido pela Aviation Week


Citar
A aeronave de transporte multimissão C-390 Millennium, fabricada pela Embraer, recebeu hoje da revista Aviation Week os prêmios Grand Laureate, na categoria Defesa, e o Laureate Awards, na categoria “Melhor Novo Produto” de Defesa.

“O primeiro C-390 de transporte/reabastecedor, maior e mais sofisticada aeronave já desenvolvida pela Embraer, foi entregue à Força Aérea Brasileira em 2019”, escreveu a publicação no site da premiação.

“Receber um prêmio tão tradicional como o Laureate Awards é uma distinção muito significativa do trabalho excepcional realizado por todos os colaboradores da Embraer, ao reconhecer o mérito dos nossos engenheiros e a capacidade da nossa força de trabalho em executar com excelência o desenvolvimento de um produto tão avançado”, disse Francisco Gomes Neto, presidente da Embraer. “A nova estratégia de negócios da Embraer tem foco no crescimento com aumento da rentabilidade e o C-390 Millennium desempenha um papel importante ao inserir a Companhia em um novo segmento de mercado”.

“Ficamos honrados com esta premiação, que é um reconhecimento da excelência dos nossos programas e desta aeronave, projetada para estabelecer novos padrões na categoria, que reúne desempenho excepcional e o menor custo de ciclo de vida no mercado”, disse Jackson Schneider, Presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “O C-390 Millenium oferece maior flexibilidade e valor para os operadores que procuram uma aeronave para realizar missões de transporte aéreo e mobilidade aérea, entre outros.”

Desde sua criação, o Laureate Awards da Aviation Week homenageia conquistas extraordinárias e personalidades inovadoras que representam os valores e a visão da comunidade aeroespacial global e que mudaram a forma como as pessoas trabalham e se movem pelo mundo. A Aviation Week reconhece as melhores realizações nos quatro pilares da indústria: Defesa, Aviação Comercial, Espaço e Aviação Executiva.

Em 2009, a Força Aérea Brasileira (FAB) contratou a Embraer para projetar, desenvolver e fabricar a aeronave C-390 Millenium em substituição à sua frota de C-130. As entregas para a FAB começaram em setembro de 2019. O C-390, que também foi adquirido recentemente pelo governo de Portugal, é um jato de transporte multimissão de nova geração que oferece mobilidade incomparável, rápida reconfiguração, alta disponibilidade e segurança de voo aprimorada, tudo em uma única e exclusiva plataforma.

A aeronave pode executar uma variedade de missões, como transporte de carga e tropas, lançamento aéreo de cargas e paraquedistas, reabastecimento aéreo, busca e salvamento, combate aéreo a incêndios, evacuação médica e missões humanitárias.


Voando mais rápido e agregando mais valor, o Millennium é a plataforma ideal para os principais cenários de utilização de uma aeronave de transporte aéreo. Um número minimizado de inspeções e uma filosofia de manutenção sob demanda, combinados com sistemas e componentes altamente confiáveis, reduzem o tempo da aeronave no solo e os custos totais da operação, contribuindo para níveis de disponibilidade excelentes e baixo custo do ciclo de vida.

O C-390 se beneficia de um moderno sistema de controle fly-by-wire com tecnologia integrada que diminui a carga de trabalho da tripulação e aumenta a segurança de sua operação. Além disso, o jato pode reabastecer outras aeronaves em voo, com a instalação de tanques internos de combustível removíveis, podendo também ser reabastecida em voo, proporcionando maior flexibilidade para missões mais longas. Um sistema avançado de autodefesa aumenta a capacidade de sobrevivência da aeronave em ambientes hostis.

Equipado com dois motores turbofan International Aero Engines V2500, aviônicos de última geração, uma rampa traseira e um avançado sistema de movimentação de carga, o KC-390 pode transportar até 26 toneladas a uma velocidade máxima de 470 nós (870 km/h), com capacidade de operar em ambientes austeros, incluindo pistas não pavimentadas ou danificadas. A aeronave pode transportar tropas, paletes, veículos blindados e helicópteros.

 :arrow:  https://www.cavok.com.br/c-390-millennium-recebe-o-grand-laureate-de-defesa-concedido-pela-aviation-week
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo

 

Impasse no projecto "EUROTRAINING"

Iniciado por paraquedista

Respostas: 10
Visualizações: 3899
Última mensagem Março 17, 2006, 06:29:27 pm
por Spectral