Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan

  • 69 Respostas
  • 10291 Visualizações
*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1621
  • Recebeu: 334 vez(es)
  • Enviou: 1463 vez(es)
  • +128/-18
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #30 em: Janeiro 13, 2020, 04:59:17 pm »
Pois não, só falta saber o preço. Talvez seja demasiado caro para substituir na totalidade os LAW, contra soft targets e edificações, mas como arma anti-carro pura, parece-me excelente e permitia uniformizar o fornecedor deste tipo de arma.

"the price is around 80,000 € per missile and 400,000 € per launch unit"  Ouch....
Nem pensar, pra substituir os LAW tem de ser algo muito mais barato e descartavel, pois se a CLU custa 400 mil euros não é descartavel.
Já tinha dito, a RPG nova, o ALAC, ou algo similar.
Isto é um bocado mais especializado.
 :-P
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 7054
  • Recebeu: 3086 vez(es)
  • Enviou: 1640 vez(es)
  • +1668/-132
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 7054
  • Recebeu: 3086 vez(es)
  • Enviou: 1640 vez(es)
  • +1668/-132
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #32 em: Janeiro 13, 2020, 05:02:27 pm »
Pois não, só falta saber o preço. Talvez seja demasiado caro para substituir na totalidade os LAW, contra soft targets e edificações, mas como arma anti-carro pura, parece-me excelente e permitia uniformizar o fornecedor deste tipo de arma.

"the price is around 80,000 € per missile and 400,000 € per launch unit"  Ouch....
Nem pensar, pra substituir os LAW tem de ser algo muito mais barato e descartavel, pois se a CLU custa 400 mil euros não é descartavel.
Já tinha dito, a RPG nova, o ALAC, ou algo similar.
Isto é um bocado mais especializado.
 :-P

Stalker, este tópico não é sobre o substituto do LAW, mas sim do MILAN !!!!

Abraços
« Última modificação: Janeiro 13, 2020, 05:03:30 pm por tenente »
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3602
  • Recebeu: 856 vez(es)
  • Enviou: 192 vez(es)
  • +175/-86
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #33 em: Janeiro 13, 2020, 05:03:36 pm »
Mas esses valores já são para esta versão portátil do Spike?
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 7054
  • Recebeu: 3086 vez(es)
  • Enviou: 1640 vez(es)
  • +1668/-132
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #34 em: Janeiro 13, 2020, 05:21:19 pm »
Mas esses valores já são para esta versão portátil do Spike?

Assim parece á volta de 75.000 usd por míssil !

Abraços
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3602
  • Recebeu: 856 vez(es)
  • Enviou: 192 vez(es)
  • +175/-86
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #35 em: Janeiro 13, 2020, 05:29:32 pm »
Presumo que o preço total do sistema não fuja muito disso. Os 400 mil pela unidade de lançamento deve ser a versão convencional do Spike em tripé/veículo. Não me parece praticável andar com meio milhão de euros ao ombro de um soldado só.

Ainda assim, 75 mil por míssil, e dado que seriam necessárias algumas centenas (200 mísseis no mínimo), ficava uma brincadeira algo cara, no entanto, é metade do preço do Javelin.

Agora imagina também a versão NLOS nos NPO.  ::)
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 7054
  • Recebeu: 3086 vez(es)
  • Enviou: 1640 vez(es)
  • +1668/-132
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #36 em: Janeiro 13, 2020, 05:33:40 pm »
Presumo que o preço total do sistema não fuja muito disso. Os 400 mil pela unidade de lançamento deve ser a versão convencional do Spike em tripé/veículo. Não me parece praticável andar com meio milhão de euros ao ombro de um soldado só.

Ainda assim, 75 mil por míssil, e dado que seriam necessárias algumas centenas (200 mísseis no mínimo), ficava uma brincadeira algo cara, no entanto, é metade do preço do Javelin.

Agora imagina também a versão NLOS nos NPO.  ::)

À pois é, se queremos bom armamento/equipamento/sensores temos de os pagar agora o que é engraçado é que países com muito menos que nós os compram e nós continuamos á espera, espera, espera, não sei do quê.

Abraços
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3918
  • Recebeu: 314 vez(es)
  • Enviou: 169 vez(es)
  • +474/-208
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #37 em: Janeiro 13, 2020, 11:54:18 pm »
Seria útil a operação de Javelin ou Spike, nos Comandos,Paras,Fuzileiros, e mesmo nas unidades mecanizadas da BRR e BRint.


Armar os URO e os Pandur com SPIKE-MR ou ER, seria uma mais valia.


Como já disse aqui várias vezes, o Exército deveria formar uma BRR composta por meios ágeis, com Uros, Pandur, M-777, Spike, etc e apoio de AW-101 e futuros ? HH-60 ? Apache ?


Mas para tornar esta brigada móvel necessitamos de A-400M e um LPD ou LHD, coisa que não vejo a acontecer.
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1425
  • Recebeu: 284 vez(es)
  • Enviou: 1246 vez(es)
  • +212/-7
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #38 em: Novembro 05, 2020, 01:25:56 pm »
Ter - preferencialmente do mesmo fabricante - modernos ATGM é um custo / beneficio excelente, para um país como o nosso... não ter é daquelas situações à portuguesa.

Isto, hoje em dia, deve andar pela família Spike ou, mais moderno (mas) o francês MMP?
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16205
  • Recebeu: 1428 vez(es)
  • Enviou: 1332 vez(es)
  • +228/-236
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #39 em: Novembro 05, 2020, 02:28:19 pm »
Ter - preferencialmente do mesmo fabricante - modernos ATGM é um custo / beneficio excelente, para um país como o nosso... não ter é daquelas situações à portuguesa.

Isto, hoje em dia, deve andar pela família Spike ou, mais moderno (mas) o francês MMP?

Exacto. Tanto os Milan como os TOW são de uma geração já completamente ultrapassada. A grande vantagem dos Spike é que são toda uma família, já os MMP só há uma opção. Para o Exército Português dava tanto uma coisa como a outra e até nem são precisos assim tantos exemplares, afinal a Companhia Anti-Carro já não existe e por isso seriam só para os Pelotões Anticarro e Pelotões de Reconhecimento dos Batalhões de Infantaria e alguns para o GRec e ERec.

Armas ACar:



Fonte: Rui Pina


« Última modificação: Novembro 05, 2020, 02:55:03 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1425
  • Recebeu: 284 vez(es)
  • Enviou: 1246 vez(es)
  • +212/-7
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #40 em: Novembro 05, 2020, 03:56:54 pm »
Não esquecendo, conforme indicado no "famoso" trabalho "O Batalhão de Infantaria Médio: Experiência Operacional":

“…a realidade portuguesa e as novas ameaças hibridas, tem demonstrado que disparar um Javelin que custa 100 mil dólares para destruir uma carrinha não é viável (…) o grupo de trabalho ACar chegou à conclusão que a arma ideal é o Carl Gustav, estando proposto vários upgrades aos que temos (…), o conceito é cada secção ter um, em que quando desembarca, um dos elementos é responsável por esta (…) o estudo para a aquisição de MR está a aguardar aprovação. (…) até 2025 temos de substituir o SLM Milan (termina o stock, pela empresa fornecedora).”
« Última modificação: Novembro 05, 2020, 03:58:33 pm por LM »
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

RABN

  • Membro
  • *
  • 51
  • Recebeu: 56 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +22/-13
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #41 em: Novembro 05, 2020, 05:01:41 pm »
Mas quem é que lhe disse que investimos em TOW para os Pandur? O Pandur usou o TOW porque à época era o que o exército já usava e ainda havia em stock, além de que os sistemas com spike não estavam desenvolvidos como atualmente, pelo que foi uma solução de recurso, já em fim de ciclo, Atualmente nem umas dezenas devem existir. Com a conversão de Pandur APC em IFV, é bem provável que seja integrado o SPIKE, que é a escolha que o exército fez.

Quanto aos Milan, a história é a mesma. Não venha com os 755 porque isso não são números reais. A determinada altura foi adquirido esse número sim. Mas há quantas décadas? E os treinos? E as missões? E os que acabaram a validade? Atualmente nem uma centena deve existir.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman, NVF, Cabeça de Martelo

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1425
  • Recebeu: 284 vez(es)
  • Enviou: 1246 vez(es)
  • +212/-7
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #42 em: Novembro 05, 2020, 05:14:10 pm »
Não esquecendo, conforme indicado no "famoso" trabalho "O Batalhão de Infantaria Médio: Experiência Operacional":

“…a realidade portuguesa e as novas ameaças hibridas, tem demonstrado que disparar um Javelin que custa 100 mil dólares para destruir uma carrinha não é viável (…) o grupo de trabalho ACar chegou à conclusão que a arma ideal é o Carl Gustav, estando proposto vários upgrades aos que temos (…), o conceito é cada secção ter um, em que quando desembarca, um dos elementos é responsável por esta (…) o estudo para a aquisição de MR está a aguardar aprovação. (…) até 2025 temos de substituir o SLM Milan (termina o stock, pela empresa fornecedora).”

Onde quero chegar e com todo o respeito pela sua opinião, e pelas conclusões que o "O Batalhão de Infantaria Médio: Experiência Operacional" chegou ... essa conclusões / resultados alteram-se conforme se alteram as "variávies" de custo e oferta que as "industria" de defesa disponibiliza.... vou-lhe dizer um missil AT, e não é canhão sem recuo como o carl gustav, dos mais baratos na europa... a 2000 eur a unidade (agora isso corresponde a quantos tiros de carl gustav e com que alcance máximo?!) ... acho que é o "МАLYUTKA - 2 ANTI-TANK GUIDED MISSILE FAMILY" da sérvia por isso que continua a ser fabricado, Portugal alguma vez o vai comprar? Nunca!!... mas dizer que é um sistema ultrapassado sem qualquer utilidade a 2000 eur a unidade.... eu nunca compararia um missil AT com um canhão sem recuo!! 

O trabalho nunca confunde - bem pelo contrário - o míssil AT e o canhão sem recuo; o texto que usei foi retirado de uma das entrevistas do trabalho e fala de 2 assuntos diferentes.
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3602
  • Recebeu: 856 vez(es)
  • Enviou: 192 vez(es)
  • +175/-86
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #43 em: Novembro 05, 2020, 05:31:31 pm »
O modelo a adquirir devia ser o Spike, nas suas mais variadas versões. É uma família completa, melhor não podíamos pedir, quando inclui versão SR, MR, ER, NLOS e naval.

Quanto à versão anti-carro do Pandur, a versão actual com o lançador simples TOW, não foi uma opção "estratégica", foi um ajuste. Inicialmente estava planeado adquirir uma versão com torre especializada, não me recordo é se o míssil era o Spike (como seria a versão RCWS-30 dos Fuzos), ou se um lançador múltiplo de TOW.
 

*

RABN

  • Membro
  • *
  • 51
  • Recebeu: 56 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +22/-13
Re: Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan
« Responder #44 em: Novembro 05, 2020, 08:09:38 pm »
Vieram 5 Lançadores TOW para tapar um buraco, não é um investimento significativo. Já praticamente não há Stocks de Milan nem de TOW no exército, o custo dos launchers é insignificante quando comparado com a aquisição de um stock de TOW ou de Milan! Além de os mesmos estarem em fim de ciclo em todo o lado. Os poucos que existem e alguns que eventualmente se possam comprar são para tapar o buraco até à entrada do spike, quando isso for possível.
Mas qual recondicionamento dos Milan? Não há nada para recondicionar, eles já não existem simplesmente, não percebeu?
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman, Cabeça de Martelo, tenente

 

Substituição do Lança-Granadas-Foguete (descartável) M72 LAW

Iniciado por ruben lopes

Respostas: 71
Visualizações: 23795
Última mensagem Março 20, 2009, 07:41:24 pm
por ShadIntel
M-60 do Exército Português: modernização ou substituição?

Iniciado por Tiger22

Respostas: 34
Visualizações: 12950
Última mensagem Abril 17, 2004, 04:22:52 pm
por Nuno
Substituição do Blindado de Lagartas M113

Iniciado por Instrutor

Respostas: 199
Visualizações: 68624
Última mensagem Março 04, 2019, 02:56:47 pm
por typhonman
Substituição dos M113

Iniciado por tenente

Respostas: 142
Visualizações: 15334
Última mensagem Novembro 25, 2020, 06:28:34 pm
por Luso
Substituição da G3

Iniciado por GMAR

Respostas: 2933
Visualizações: 638383
Última mensagem Julho 26, 2020, 03:21:28 pm
por Portucale