Rangers, Comandos, Paras, etc

  • 3936 Respostas
  • 729363 Visualizações
*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4266
  • Recebeu: 288 vez(es)
  • Enviou: 277 vez(es)
  • +56/-24
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15617
  • Recebeu: 1229 vez(es)
  • Enviou: 1160 vez(es)
  • +200/-186
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3301 em: Outubro 20, 2016, 05:05:59 pm »
Desta vez tenho que dar o braço a torcer, melhor do que isto são os condutores de M-113 da Brigada Mecanizada que até conseguem fazer drifting com as viaturas! Qual Vin Diesel qualquer quê!... ;D
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15617
  • Recebeu: 1229 vez(es)
  • Enviou: 1160 vez(es)
  • +200/-186
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3302 em: Outubro 21, 2016, 06:10:19 pm »
Exército abre dois processos disciplinares depois de morte de recrutas
PÚBLICO

Dois jovens do 127.º curso dos Comandos morreram em Setembro.

O Exército emitiu um comunicado nesta quinta-feira onde informa que foram abertos dois processos disciplinares na sequência da investigação ao que se passou no 127.º curso de Comandos, de que faziam parte dois militares que morreram no início de Setembro, durante os treinos.

“Na sequência dos processos de averiguações instaurados no âmbito do 127.º Curso de Comandos e tendo-se apurado nos mesmos indícios da prática de infracção disciplinar, foi determinada a abertura até à presente data, de dois processos disciplinares pelo Comandante das Forças Terrestres”, informa o comunicado assinado pelo porta-voz do Exército, sem acrescentar mais nada.

Hugo Abreu, 20 anos, morreu num domingo, 4 de Setembro, dia de treino. No sábado seguinte, Dylan Silva, colega do mesmo curso e da mesma prova, viria a morrer no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, onde tinha dado entrada. Vários outros recrutas receberam assistência hospitalar.

As mortes estão a ser investigadas pelo Ministério Público e pela Polícia Judiciária Militar.

Nesta terça-feira, o chefe do Estado-Maior do Exército, Rovisco Duarte, afirmou que o processo interno de averiguações às causas da morte dos dois recrutas do curso de Comandos estaria concluído a “muito curto prazo”, admitindo corrigir situações que se revelassem anómalas. “Temos a certeza de que os portugueses vão acreditar e confiar nos Comandos. Eu estou seguro, o Exército é uma instituição credível que se rege pelos padrões institucionais. Neste caso concreto são situações anómalas, vamos corrigir o que tiver de ser corrigido e com certeza os portugueses perceberão”, afirmou, citado pela Lusa.

Rovisco Duarte respondia a perguntas dos jornalistas no final de uma visita dos deputados da comissão parlamentar de Defesa Nacional ao regimento de Comandos, em Carregueira, Sintra. Questionado se tinha conhecimento de alegadas situações de privação de água, de sono e mesmo de agressões na instrução do curso de Comandos, respondeu que “não admite nem deixa de admitir”. É preciso aguardar pelos relatórios do processo de averiguações interno e que só depois agirá “em conformidade", disse.

https://www.publico.pt/sociedade/noticia/exercito-abre-dois-processos-disciplinares-depois-de-morte-de-recrutas-1748255
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7563
  • Recebeu: 498 vez(es)
  • Enviou: 174 vez(es)
  • +202/-209
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3303 em: Outubro 21, 2016, 10:09:04 pm »
Acabo de ver a reportagem da Felgueirinhas sobre o caso das mortes nos Comandos e a minha percepção do estado actual da instituição militar "portuguesa" é, e correndo o risco de ser simplório, exagerado e até injusto (mas recorrendo à minha razoável experiência com diversas instituições públicas), é a seguinte:

1 - Os vários "governos" abrileiros são, sem excepção, apátridas completamente desinteressados da instituição militar, querendo apenas usá-la pra manter aparências e como moeda de troca em jogadas internacionais a bem de interesses estrangeiros, reduzindo essas forças a pouco mais que corpos mercenários;

2 - Para alinhar na farsa, manter as aparências e gozar do silêncio cúmplice das chefias militares, há que escolher elementos para essas chefias, nomeando os que não fazem ondas e que colaboram na manutenção e alimentação do "teatro" e do "simulacro de soberania";

3 - Para que isso aconteça, é preciso que essas chefias possuam personalidade adequada ao efeito;

4 - Constata-se isso na falta de interesse em inovar, em reequipar e em operacionalizar. Isto é favorável às reduções orçamentais;

5-  A Conivência e a cumplicidade compradas implicam personalidades distorcidas e corruptas. Isto constata-se nas impunidades, nos silêncios cúmplices onde a culpa morre sempre solteira;

6- Pelo que se tem visto nos casos de diversa índole - mortes (instruendos), roubo (armas ligeiras) e má gestão (processo dos NPO´s, por exemplo)  de natureza activa ou passiva (ver o silêncio das chefias militares que pactuam até hoje com a não substituição da G3 ou dos Alouettes e coisas que tal, verifica-se que estaremos na presença de uma instituição de valor REAL muito próximo do NULO, e cujo silêncio é comprado com a inimputabilidade das suas chefias;

7 - Por aquilo que vi e que me dou a liberdade de extrapolar, direi que a instituição militar de hoje se aproximará cada vez mais à situação dos ciganos e a das terras de ninguém tipo Cova da Moura, onde o ESTADO DE DIREITO não chega, porque esse mesmo Estado recusa-se a sê-lo (porquê cada um que investigue)  por ser pusilânime e corrupto;

8-  Tal Estado só pode existir mediante a existência de um poço bisonho e aparentemente desinteressado de qualquer outra coisa que não futebol.

9- Para quebrar esta espiral de silêncio e bisonhice, apenas podermos sonhar com a intervenção do Presidente da República. Mas para isso é preciso que o PR faça muito mais que andar a distribuir "afectos" e simpatia. Quanto a isto, e após ser já do conhecimento geral (?) o estado miserável das condições da GNR, ainda não vi nada do PR que mostre que tenha feito algo para inverter a situação, portanto...

Por favor provem-me que estou errado. Por favor!
« Última modificação: Outubro 21, 2016, 10:11:00 pm por Luso »
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15617
  • Recebeu: 1229 vez(es)
  • Enviou: 1160 vez(es)
  • +200/-186
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3304 em: Outubro 22, 2016, 11:08:32 am »
Luso só três pontos que eu acho que devem ser ditos:

1 - Os Comandantes de Regimento (Coronéis) não são escolhidos por via politica;
2 - No tempo do Botas não havia Curso de Comandos sem mortes;
3 - O "simulacro" de soberania foi aplaudido durante anos pelo povo que só agora é que começa a perceber que não há "almoços grátis".
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7563
  • Recebeu: 498 vez(es)
  • Enviou: 174 vez(es)
  • +202/-209
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3305 em: Outubro 22, 2016, 11:41:05 am »
Luso só três pontos que eu acho que devem ser ditos:

1 - Os Comandantes de Regimento (Coronéis) não são escolhidos por via politica;
2 - No tempo do Botas não havia Curso de Comandos sem mortes;
3 - O "simulacro" de soberania foi aplaudido durante anos pelo povo que só agora é que começa a perceber que não há "almoços grátis".

Martelo, concordo com o que dizes em tudo, mas também deixa-me acrescentar o seguinte (que também concordarás certamente):

1 - Os comandantes de regimento não "aparecem por lá", sem terem sido escolhidos - e mantidos por alguém e esse alguém. Como é formado o CEME? O que anda a fazer?
2- No tempo do Botas estava-se em guerra, e os conhecimentos eram outros, assim como a maneira de ver o mundo;
3- O povo come o que lhe derem. Se lhe derem bosta para comer e lhe disserem que é muito bom, ele come e pede para repetir.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8218
  • Recebeu: 905 vez(es)
  • Enviou: 1067 vez(es)
  • +127/-43
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3306 em: Outubro 22, 2016, 01:56:28 pm »
Estou a ver que o sexta às 9 está em cima disto como Pitbull, já perdi a conta às reportagens sobre este assunto.
 

*

Crypter

  • Especialista
  • ****
  • 1170
  • Recebeu: 192 vez(es)
  • Enviou: 220 vez(es)
  • +27/-6
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3307 em: Outubro 22, 2016, 09:20:31 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

jorgeshot1

  • Membro
  • *
  • 79
  • Recebeu: 10 vez(es)
  • Enviou: 495 vez(es)
  • +2/-0
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3308 em: Outubro 22, 2016, 09:52:29 pm »

Adoro ver os HUMVEES e os CAV pintados de branco acho que ainda sao mais lindos do que verde tropa !
Uma questão: Quantos Commando Assault Vehicle temos ?
 

*

saojorgexercito

  • Perito
  • **
  • 347
  • Recebeu: 25 vez(es)
  • Enviou: 33 vez(es)
  • +1/-0
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3309 em: Outubro 23, 2016, 09:17:19 am »
Acabo de ver a reportagem da Felgueirinhas sobre o caso das mortes nos Comandos e a minha percepção do estado actual da instituição militar "portuguesa" é, e correndo o risco de ser simplório, exagerado e até injusto (mas recorrendo à minha razoável experiência com diversas instituições públicas), é a seguinte:

1 - Os vários "governos" abrileiros são, sem excepção, apátridas completamente desinteressados da instituição militar, querendo apenas usá-la pra manter aparências e como moeda de troca em jogadas internacionais a bem de interesses estrangeiros, reduzindo essas forças a pouco mais que corpos mercenários;

2 - Para alinhar na farsa, manter as aparências e gozar do silêncio cúmplice das chefias militares, há que escolher elementos para essas chefias, nomeando os que não fazem ondas e que colaboram na manutenção e alimentação do "teatro" e do "simulacro de soberania";

3 - Para que isso aconteça, é preciso que essas chefias possuam personalidade adequada ao efeito;

4 - Constata-se isso na falta de interesse em inovar, em reequipar e em operacionalizar. Isto é favorável às reduções orçamentais;

5-  A Conivência e a cumplicidade compradas implicam personalidades distorcidas e corruptas. Isto constata-se nas impunidades, nos silêncios cúmplices onde a culpa morre sempre solteira;

6- Pelo que se tem visto nos casos de diversa índole - mortes (instruendos), roubo (armas ligeiras) e má gestão (processo dos NPO´s, por exemplo)  de natureza activa ou passiva (ver o silêncio das chefias militares que pactuam até hoje com a não substituição da G3 ou dos Alouettes e coisas que tal, verifica-se que estaremos na presença de uma instituição de valor REAL muito próximo do NULO, e cujo silêncio é comprado com a inimputabilidade das suas chefias;

7 - Por aquilo que vi e que me dou a liberdade de extrapolar, direi que a instituição militar de hoje se aproximará cada vez mais à situação dos ciganos e a das terras de ninguém tipo Cova da Moura, onde o ESTADO DE DIREITO não chega, porque esse mesmo Estado recusa-se a sê-lo (porquê cada um que investigue)  por ser pusilânime e corrupto;

8-  Tal Estado só pode existir mediante a existência de um poço bisonho e aparentemente desinteressado de qualquer outra coisa que não futebol.

9- Para quebrar esta espiral de silêncio e bisonhice, apenas podermos sonhar com a intervenção do Presidente da República. Mas para isso é preciso que o PR faça muito mais que andar a distribuir "afectos" e simpatia. Quanto a isto, e após ser já do conhecimento geral (?) o estado miserável das condições da GNR, ainda não vi nada do PR que mostre que tenha feito algo para inverter a situação, portanto...

Por favor provem-me que estou errado. Por favor!
Andei à procura de provas para afirmar que o Luso estava errado mas não as encontrei. Nesta demanda só encontrei provas que está certo.
« Última modificação: Outubro 23, 2016, 09:25:50 am por saojorgexercito »
As Forças Armadas são o espelho da Nação ... e da visão de quem a governa.
 

*

saojorgexercito

  • Perito
  • **
  • 347
  • Recebeu: 25 vez(es)
  • Enviou: 33 vez(es)
  • +1/-0
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3310 em: Outubro 23, 2016, 09:24:02 am »
Estou a ver que o sexta às 9 está em cima disto como Pitbull, já perdi a conta às reportagens sobre este assunto.
Nas gravações da Box do Meo e Vodafone o programa de sexta feira passada foi retirado "por indicação do canal"... Estranho. 8)

A Felgueiras quis encobrir a "fonte" mas o nome dele aparece num cartão militar apresentado durante a entrevista.  :(
« Última modificação: Outubro 23, 2016, 09:34:49 am por saojorgexercito »
As Forças Armadas são o espelho da Nação ... e da visão de quem a governa.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15617
  • Recebeu: 1229 vez(es)
  • Enviou: 1160 vez(es)
  • +200/-186
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3311 em: Outubro 25, 2016, 11:55:28 am »
Luso só três pontos que eu acho que devem ser ditos:

1 - Os Comandantes de Regimento (Coronéis) não são escolhidos por via politica;
2 - No tempo do Botas não havia Curso de Comandos sem mortes;
3 - O "simulacro" de soberania foi aplaudido durante anos pelo povo que só agora é que começa a perceber que não há "almoços grátis".

Martelo, concordo com o que dizes em tudo, mas também deixa-me acrescentar o seguinte (que também concordarás certamente):

1 - Os comandantes de regimento não "aparecem por lá", sem terem sido escolhidos - e mantidos por alguém e esse alguém. Como é formado o CEME? O que anda a fazer?
2- No tempo do Botas estava-se em guerra, e os conhecimentos eram outros, assim como a maneira de ver o mundo;
3- O povo come o que lhe derem. Se lhe derem bosta para comer e lhe disserem que é muito bom, ele come e pede para repetir.

Bom dia Luso, não penses que fiquei birrento e que voltei as costas ao debate. ;)

Em vez de responder como tu pediste, vou extravasar para o mundo que a maior parte das pessoas cá do fórum conhece um pouco melhor, a Sociedade Civil. Quase todos nós não somos actualmente militares, trabalhamos em empresas privadas, empresas públicas ou para o estado. Nos nossos serviços há sempre o que diz mal de tudo e de todos, há sempre o lambe-botas, há sempre o que veste a camisola e faz tudo por tudo que a coisa resulte. No meu tempo de tropa não foi diferente e vi estas personagens e outras. Posso dizer-te que para além disso na minha juventude lidei com alguma regularidade com Oficiais e Sargentos QP, alguns com postos/posições com algum relevo. Posso dizer-te que na generalidade as Forças Armadas funcionam como qualquer empresa/instituição. Há quem suba quando não tem qualquer capacidade de liderança, há quem é relegado para segundo plano quando tem capacidade para muito mais, há quem esteja lá a marcar passo e quem puxe pela carroça. Felizmente dos Tenente-Coroneis/Coroneis que tive contacto, percebi que era tudo pessoas muito competentes e muito calejadas. Se tudo corria às mil maravilhas? Não! É como em qualquer instituição cá fora, no final quem levanta muitas ondas é sempre visto como alguém indesejável e é preterido para segundo plano. Isso acontece tanto nas Forças Armadas, como em qualquer empresa, é algo intrínseco. Eu não acredito que se possa mudar as Forças Armadas sem que haja mudanças de fundo na sociedade civil. Conheço um caso de um militar que queria ser melhor, queria fazer cursos, queria mudar algumas coisas na unidade em que estava e sabes o que aconteceu? Foi informado certo dia, que ia mudar de ares e pronto. Isso é mau? É mas também vi isso acontecer cá fora.

Em relação aos abusos eu que sou trintão, ainda passei por coisas que a maior parte das pessoas pensa que só nos Comandos é que acontecem. O Fox a mesma coisa e ele é de outro Ramo. Eu nunca mais esqueço-me do 2º Comandante da minha Companhia a dizer-nos que se fosse por ele nós nem tínhamos direito a ganhar a Boina Verde... numa altura em que estávamos todos perfeitamente arrasados física e psicológicamente. Eu também nunca mais esqueço-me de um certo Oficial ter sido posto de parte pelos seus pares depois de ter cometido um perfeito abuso que teve consequências algo graves. As coisas não são lineares, cada caso é um caso e actualmente no Regimento de Comandos e no Exército o que se está a fazer é dar um salto em frente e esquecer o que aconteceu. Se isto vai ser abafado ou não, se os Intrutores e o médico vão ser punidos ou não, isso depende de muitos factores. Posso dizer-te que quem cometeu abusos na minha incorporação, passado pouco tempo estavam em unidades operacionais todos contentes.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15617
  • Recebeu: 1229 vez(es)
  • Enviou: 1160 vez(es)
  • +200/-186
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3312 em: Outubro 25, 2016, 01:51:08 pm »
Dois enfermeiros dos Comandos constituídos arguidos Caso das mortes nos Comandos.

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/dois-enfermeiros-dos-comandos-constituidos-arguidos?ref=DET_recomendadas
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7563
  • Recebeu: 498 vez(es)
  • Enviou: 174 vez(es)
  • +202/-209
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3313 em: Outubro 25, 2016, 01:59:03 pm »

Bom dia Luso, não penses que fiquei birrento e que voltei as costas ao debate. ;)


Nunca pensei tal coisa!  :G-beer2:
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9262
  • Recebeu: 1032 vez(es)
  • Enviou: 2018 vez(es)
  • +141/-46
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3314 em: Outubro 25, 2016, 02:27:49 pm »
Estou a ver que o sexta às 9 está em cima disto como Pitbull, já perdi a conta às reportagens sobre este assunto.
Nas gravações da Box do Meo e Vodafone o programa de sexta feira passada foi retirado "por indicação do canal"... Estranho. 8)

A Felgueiras quis encobrir a "fonte" mas o nome dele aparece num cartão militar apresentado durante a entrevista.  :(

Oh incompetência.... Não há meio de pôr outra pessoa à frente daquele programa?!  :N-icon-Axe:

O único que ainda suportava ouvir a falar de temas militares era o José Rodrigo dos Santos.
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

 

Video "RANGERS"

Iniciado por Nuno

Respostas: 2
Visualizações: 3830
Última mensagem Janeiro 22, 2007, 12:41:35 pm
por Cabeça de Martelo
Mama Sume: Comandos na Fuerzas Militares del Mundo

Iniciado por Pedro Monteiro

Respostas: 0
Visualizações: 1907
Última mensagem Janeiro 02, 2013, 04:15:09 pm
por Pedro Monteiro
Steyr TMP ou Brugger+Thomet MP 9 usada pelos Páras no Afeg.?

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 13
Visualizações: 10241
Última mensagem Fevereiro 01, 2009, 07:17:29 pm
por ACADO
Doutrinas operacionais dos Comandos e Operações Especiais

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 22
Visualizações: 10592
Última mensagem Setembro 24, 2005, 01:36:12 pm
por Cabeça de Martelo
Reportagem sobre uma patrulha dos comandos no Afegnistão

Iniciado por Nuno Bento

Respostas: 12
Visualizações: 4991
Última mensagem Dezembro 11, 2005, 05:21:19 pm
por [Mumia_]