Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa

  • 4850 Respostas
  • 890769 Visualizações
*

LM

  • Especialista
  • ****
  • 1125
  • Recebeu: 207 vez(es)
  • Enviou: 1023 vez(es)
  • +190/-5
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4845 em: Maio 21, 2020, 11:15:47 am »
Foi uma das alterações - "Merlin helicopter operation (ie strengthening the flight deck to be able to land a Merlin helicopter on it)" - que fizeram no River Batch II...

Os nossos NPO / EH-101 estão certificados para reabastecimento "em voo"? 
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Pescador

  • Membro
  • *
  • 45
  • Recebeu: 14 vez(es)
  • +2/-0
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4846 em: Maio 21, 2020, 04:18:05 pm »
Em 2004 espalharam a ideia que havia Países interessados nos NPO portugueses, nomeadamente os Marrocos

O problema está nesta imagens burlescas vendidas por políticos e altos chefias.
A mentira serve quem?

Estamos em 2020, quantos foram encomendados?

Nem cá se fazem, porque afinal um projecto tão antigo, mesmo tendo algum valor se percebeu que não é adequado as funções, principalmente no exterior como tem sido feitas.

Radar adequado a vigilância da área, seguimento de alvos, nada.
EO, só nos dois primeiros.
Meio de detecção alargada de comunicações e sua desencriptação(????). Actualmente com o trafico cheio de recursos é crucial.
Armamento adequado as missões extensivas de patrulha e até dimensão do navio, muito fraco.
Para fiscalizar tamanhos das redes serve uma lancha de 90 ton e nem precisa de oerlinkon de 20 mm(lado cómico da coisa, comparando com 1800 ton de NPO).

 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 2554
  • Recebeu: 539 vez(es)
  • Enviou: 112 vez(es)
  • +114/-44
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4847 em: Maio 21, 2020, 04:28:38 pm »
Interessados acredito que possam ter havido, mas poucos e cujo interesse seria certamente pela simplicidade, preço e pequena guarnição do navio. Mas quando os navios estão a custar o mesmo que OPVs estrangeiros e com menos equipamento, os prazos de entrega não estão a ser cumpridos, e temos gente inteligente que leva um dos dois navios da classe desarmados para África, para o mundo ver. Imaginem uma marca automóvel vender carros sem os piscas, que iam ser "instalados depois". Devia ter sucesso!

Mostrassem um NPO com uma peça de 57mm e um radar militar qualquer, talvez arranjassem comprador.
 

*

Red Baron

  • Especialista
  • ****
  • 939
  • Recebeu: 135 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +85/-41
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4848 em: Maio 21, 2020, 05:02:28 pm »
Em 2004 espalharam a ideia que havia Países interessados nos NPO portugueses, nomeadamente os Marrocos

O problema está nesta imagens burlescas vendidas por políticos e altos chefias.
A mentira serve quem?

Estamos em 2020, quantos foram encomendados?

Nem cá se fazem, porque afinal um projecto tão antigo, mesmo tendo algum valor se percebeu que não é adequado as funções, principalmente no exterior como tem sido feitas.

Radar adequado a vigilância da área, seguimento de alvos, nada.
EO, só nos dois primeiros.
Meio de detecção alargada de comunicações e sua desencriptação(????). Actualmente com o trafico cheio de recursos é crucial.
Armamento adequado as missões extensivas de patrulha e até dimensão do navio, muito fraco.
Para fiscalizar tamanhos das redes serve uma lancha de 90 ton e nem precisa de oerlinkon de 20 mm(lado cómico da coisa, comparando com 1800 ton de NPO).

Oficialmente só foi realmente oferecida aos Tailandeses, acho que os brasileiro não mostraram interesse.

Os NPO não eram em nada inferiores aos River. O estaleiro é que não tinha andamento.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8608
  • Recebeu: 660 vez(es)
  • Enviou: 1110 vez(es)
  • +522/-535
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4849 em: Maio 21, 2020, 06:07:02 pm »
Em 2004 espalharam a ideia que havia Países interessados nos NPO portugueses, nomeadamente os Marrocos

O problema está nesta imagens burlescas vendidas por políticos e altos chefias.
A mentira serve quem?

Estamos em 2020, quantos foram encomendados?

Nem cá se fazem, porque afinal um projecto tão antigo, mesmo tendo algum valor se percebeu que não é adequado as funções, principalmente no exterior como tem sido feitas.

Radar adequado a vigilância da área, seguimento de alvos, nada.
EO, só nos dois primeiros.
Meio de detecção alargada de comunicações e sua desencriptação(????). Actualmente com o trafico cheio de recursos é crucial.
Armamento adequado as missões extensivas de patrulha e até dimensão do navio, muito fraco.
Para fiscalizar tamanhos das redes serve uma lancha de 90 ton e nem precisa de oerlinkon de 20 mm(lado cómico da coisa, comparando com 1800 ton de NPO).

Oficialmente só foi realmente oferecida aos Tailandeses, acho que os brasileiro não mostraram interesse.

Os NPO não eram em nada inferiores aos River. O estaleiro é que não tinha andamento.

Também não me lembro de alguma vez estarem interessados em os promover lá fora.

Provavelmente o Brasil até poderia ter sido um potencial cliente, eles continuam às aranhas para fabricar OPVs, e durante a presidência do lula havia dinheiro...agora é tarde, o Bolsonaro ainda é capaz de aceitar uns PCs da guerra do Vietname oferecidos pelo grande amigo lá do norte
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Red Baron

  • Especialista
  • ****
  • 939
  • Recebeu: 135 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +85/-41
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4850 em: Maio 21, 2020, 08:09:57 pm »
Em 2004 espalharam a ideia que havia Países interessados nos NPO portugueses, nomeadamente os Marrocos

O problema está nesta imagens burlescas vendidas por políticos e altos chefias.
A mentira serve quem?

Estamos em 2020, quantos foram encomendados?

Nem cá se fazem, porque afinal um projecto tão antigo, mesmo tendo algum valor se percebeu que não é adequado as funções, principalmente no exterior como tem sido feitas.

Radar adequado a vigilância da área, seguimento de alvos, nada.
EO, só nos dois primeiros.
Meio de detecção alargada de comunicações e sua desencriptação(????). Actualmente com o trafico cheio de recursos é crucial.
Armamento adequado as missões extensivas de patrulha e até dimensão do navio, muito fraco.
Para fiscalizar tamanhos das redes serve uma lancha de 90 ton e nem precisa de oerlinkon de 20 mm(lado cómico da coisa, comparando com 1800 ton de NPO).

Oficialmente só foi realmente oferecida aos Tailandeses, acho que os brasileiro não mostraram interesse.

Os NPO não eram em nada inferiores aos River. O estaleiro é que não tinha andamento.

Também não me lembro de alguma vez estarem interessados em os promover lá fora.

Provavelmente o Brasil até poderia ter sido um potencial cliente, eles continuam às aranhas para fabricar OPVs, e durante a presidência do lula havia dinheiro...agora é tarde, o Bolsonaro ainda é capaz de aceitar uns PCs da guerra do Vietname oferecidos pelo grande amigo lá do norte

Eles preferiram os River 1.5 ou Corvetas classe Amazonas como são chamadas lá.
 

 

Passos quer Marinha com nova "abertura ao mar"

Iniciado por zawevo

Respostas: 4
Visualizações: 3910
Última mensagem Maio 15, 2012, 09:42:43 am
por P44
Marinha entrega pela primeira vez comando de navio a mulher

Iniciado por Marauder

Respostas: 38
Visualizações: 12686
Última mensagem Maio 18, 2006, 09:03:15 am
por Pedro Monteiro
Fragatas e Corvetas Portuguesas a vela da Marinha 1815/1860

Iniciado por mkorobok

Respostas: 9
Visualizações: 4080
Última mensagem Julho 12, 2011, 12:13:30 pm
por mkorobok
Fará sentido comprar mais EH-101 para a marinha?

Iniciado por papatango

Respostas: 28
Visualizações: 10758
Última mensagem Setembro 12, 2005, 05:04:26 pm
por Rui Elias
Novo artigo sobre a Esquadrilha de Helicópteros da Marinha

Iniciado por Pedro Monteiro

Respostas: 0
Visualizações: 2109
Última mensagem Maio 06, 2009, 09:03:24 pm
por Pedro Monteiro