Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa

  • 4903 Respostas
  • 895932 Visualizações
*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 2886
  • Recebeu: 632 vez(es)
  • Enviou: 134 vez(es)
  • +136/-51
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4890 em: Junho 17, 2020, 02:13:10 pm »
Face ao quão mal equipados estão, sim. E aquelas afirmações da complexidade de uma fragata em nada ajudam à situação.

Enquanto conceito simples e "barato", ainda se aceitava por permitir que a verba poupada fosse para outros programas. Mas como se poupou nos NPOs, e em tudo o resto...
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7563
  • Recebeu: 498 vez(es)
  • Enviou: 174 vez(es)
  • +202/-208
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4891 em: Junho 17, 2020, 03:33:19 pm »
Citar
Confesso que quando li tratamento de resíduos, pensei logo numa versão NPO ETAR.

Ou por outras palavras: NPO de merda. Essencialmente, o que sempre foram.

Assim é que se fala.
O contexto não pede outra coisa.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

FCosta

  • Membro
  • *
  • 19
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • +1/-11
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4892 em: Junho 29, 2020, 05:54:26 pm »
Em parte nenhuma do mundo chamam aos NPOs de corvetas. Não é só a dimensão e deslocamento que contam, porque se fosse essa a lógica, construíam OPVs de 150 metros e chamavam de destroyers, mesmo que só tivessem a Marlin e duas Browning.

O que te posso dizer é isto, com os anos as tipologias dos navios ganharam tonelagem. As fragatas são maiores, tal como os destroyers. Como é óbvio, o mesmo também se aplica a corvetas e até OPVs.

Os NPOs têm tanto de corveta, como os Tejo com a sua .50 têm de missile boat.

As próprias corvetas João Coutinho e Baptista de Andrade também já só eram usadas como navios de patrulha, desde que retiraram os sensores militares e algum armamento, para reduzir custos e guarnição.

As Sigma que falas, vêm desde logo equipadas com um canhão de 76mm, radar militar, e o resto é à escolha do freguês, sem grandes modificações no navio base.

Nas convenções tradicionais, os NPO são considerados OPVs. Nas convenções Franco-italianas os NPO também são OPVs. Não sei de onde tiras a ideia de os NPO são corvetas. Os italianos fazem é o oposto, chamam de patrulha a navios de 6000 toneladas. Aqui temos patrulhas e queremos convencer-nos que são corvetas ou fragatas??

É ao contrario, em Portugal quanto mais civil melhor. Por exemplo no Brasil é ao contrario, quando mais militar melhor.
Não entendo o racional "É ao contrario, em Portugal quanto mais civil melhor", afinal o NPO não é um navio de combate, é um navio de "Guarda Costeira" se existisse Guarda Costeira em Portugal, mas a armada a integra as 2 valências de missão que têm critérios de avaliação diferentes, um navio de combate tem critérios de avaliação majorados pela sua capacidade de combate, modernidade dos seus sistemas e nível de ameaça em que pode ser utilizado, um navio "patrulha" tem critérios de majoração diferentes,  mínimo de tripulação, mínimo de custo de operação e manutenção, armamento adequado à ameaça, isto é mínimo.... ser "mais civil" no sentido de ser melhorar o equilíbrio  entreo  alcance e caracteristas de cumprir as missões de autoridade, vigilância e fiscalização maritima e  SAR e os custo por km2 de vigilância ou outro critério de avaliação do custo vs capacidade operacional, não o vejo como negativo, vejo-o como racional apenas.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8922
  • Recebeu: 750 vez(es)
  • Enviou: 1250 vez(es)
  • +680/-624
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4893 em: Junho 29, 2020, 06:38:12 pm »
Miséria franciscana

"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5984
  • Recebeu: 2704 vez(es)
  • Enviou: 1167 vez(es)
  • +1027/-89
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4894 em: Junho 29, 2020, 06:52:50 pm »
Miséria franciscana



Repara bem nas dimensões do landing deck. Uma grande parte do navio completamente sub-aproveitada, ou melhor sem utilização alguma.
A puta da certificação deve ser caríssima.

Abraços
« Última modificação: Junho 29, 2020, 07:18:50 pm por tenente »
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8200
  • Recebeu: 901 vez(es)
  • Enviou: 1058 vez(es)
  • +127/-43
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4895 em: Junho 29, 2020, 09:41:04 pm »
Uma grande parte do navio completamente sub-aproveitada, ou melhor sem utilização alguma.

Serve para colocar uns contentores...
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8922
  • Recebeu: 750 vez(es)
  • Enviou: 1250 vez(es)
  • +680/-624
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4896 em: Junho 30, 2020, 06:52:05 am »
Uma grande parte do navio completamente sub-aproveitada, ou melhor sem utilização alguma.

Serve para colocar uns contentores...

E botijas de gás
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Pescador

  • Membro
  • *
  • 86
  • Recebeu: 36 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +5/-0
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4897 em: Junho 30, 2020, 11:25:35 am »
E para colocar uma letras grandes BF GNR e umas listas azuis da GNR

ups, disse algo que alguém sonha
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, oi661114

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 2886
  • Recebeu: 632 vez(es)
  • Enviou: 134 vez(es)
  • +136/-51
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4898 em: Julho 01, 2020, 04:52:24 pm »
Uma grande parte do navio completamente sub-aproveitada, ou melhor sem utilização alguma.

Serve para colocar uns contentores...

E botijas de gás

E pacotes de leite.
 

*

Pescador

  • Membro
  • *
  • 86
  • Recebeu: 36 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +5/-0
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4899 em: Julho 01, 2020, 06:53:28 pm »
Miséria franciscana



Repara bem nas dimensões do landing deck. Uma grande parte do navio completamente sub-aproveitada, ou melhor sem utilização alguma.
A puta da certificação deve ser caríssima.

Abraços

Ali na proa naquele espaço todo inútil, aproveitar colocar umas espreguiçadeiras e serviço de bar, para apanhar o bronze à maneira.

 

*

zawevo

  • Membro
  • *
  • 253
  • Recebeu: 99 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +24/-8
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4900 em: Julho 01, 2020, 07:32:36 pm »
Como de costume leio atentamente tudo quanto é escrito neste Fórum e ultimamente sempre que leio alguns "posts" só me vem à memória esta pequena peça do Youtube

 
Cuidem-se
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, NVF

*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 227
  • Recebeu: 12 vez(es)
  • Enviou: 38 vez(es)
  • +9/-5
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4901 em: Julho 02, 2020, 09:44:15 pm »
https://www.eme-es.com/wp-content/uploads/2020/05/DataSheet-SENTINEL-30-Spread.pdf

Em nome das, por agora, boas relações ibéricas, pode vir este em vez do marlin, talvez chegue mais depressa por ser mais curto o caminho..
 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1496
  • Recebeu: 64 vez(es)
  • Enviou: 21 vez(es)
  • +144/-1281
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4902 em: Julho 03, 2020, 08:26:01 am »
Como de costume leio atentamente tudo quanto é escrito neste Fórum e ultimamente sempre que leio alguns "posts" só me vem à memória esta pequena peça do Youtube

 
Cuidem-se

 :mrgreen: :mrgreen: a cabecinha dos deputados ficou que meio as voltas  ;D e no final não entenderam nada de nada, o Zeinal Bava sabe muito.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3565
  • Recebeu: 247 vez(es)
  • Enviou: 71 vez(es)
  • +419/-57
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4903 em: Julho 03, 2020, 11:18:32 pm »
Em parte nenhuma do mundo chamam aos NPOs de corvetas. Não é só a dimensão e deslocamento que contam, porque se fosse essa a lógica, construíam OPVs de 150 metros e chamavam de destroyers, mesmo que só tivessem a Marlin e duas Browning.

O que te posso dizer é isto, com os anos as tipologias dos navios ganharam tonelagem. As fragatas são maiores, tal como os destroyers. Como é óbvio, o mesmo também se aplica a corvetas e até OPVs.

Os NPOs têm tanto de corveta, como os Tejo com a sua .50 têm de missile boat.

As próprias corvetas João Coutinho e Baptista de Andrade também já só eram usadas como navios de patrulha, desde que retiraram os sensores militares e algum armamento, para reduzir custos e guarnição.

As Sigma que falas, vêm desde logo equipadas com um canhão de 76mm, radar militar, e o resto é à escolha do freguês, sem grandes modificações no navio base.

Nas convenções tradicionais, os NPO são considerados OPVs. Nas convenções Franco-italianas os NPO também são OPVs. Não sei de onde tiras a ideia de os NPO são corvetas. Os italianos fazem é o oposto, chamam de patrulha a navios de 6000 toneladas. Aqui temos patrulhas e queremos convencer-nos que são corvetas ou fragatas??

É ao contrario, em Portugal quanto mais civil melhor. Por exemplo no Brasil é ao contrario, quando mais militar melhor.
Não entendo o racional "É ao contrario, em Portugal quanto mais civil melhor", afinal o NPO não é um navio de combate, é um navio de "Guarda Costeira" se existisse Guarda Costeira em Portugal, mas a armada a integra as 2 valências de missão que têm critérios de avaliação diferentes, um navio de combate tem critérios de avaliação majorados pela sua capacidade de combate, modernidade dos seus sistemas e nível de ameaça em que pode ser utilizado, um navio "patrulha" tem critérios de majoração diferentes,  mínimo de tripulação, mínimo de custo de operação e manutenção, armamento adequado à ameaça, isto é mínimo.... ser "mais civil" no sentido de ser melhorar o equilíbrio  entreo  alcance e caracteristas de cumprir as missões de autoridade, vigilância e fiscalização maritima e  SAR e os custo por km2 de vigilância ou outro critério de avaliação do custo vs capacidade operacional, não o vejo como negativo, vejo-o como racional apenas.

Meu caro e na sua opinião o que temos hoje e para onde caminha a Marinha ?

Para Guarda Costeira ou para o Zero Naval ?

Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

 

Passos quer Marinha com nova "abertura ao mar"

Iniciado por zawevo

Respostas: 4
Visualizações: 3941
Última mensagem Maio 15, 2012, 09:42:43 am
por P44
Marinha entrega pela primeira vez comando de navio a mulher

Iniciado por Marauder

Respostas: 38
Visualizações: 12740
Última mensagem Maio 18, 2006, 09:03:15 am
por Pedro Monteiro
Fragatas e Corvetas Portuguesas a vela da Marinha 1815/1860

Iniciado por mkorobok

Respostas: 9
Visualizações: 4108
Última mensagem Julho 12, 2011, 12:13:30 pm
por mkorobok
Fará sentido comprar mais EH-101 para a marinha?

Iniciado por papatango

Respostas: 28
Visualizações: 10828
Última mensagem Setembro 12, 2005, 05:04:26 pm
por Rui Elias
Novo artigo sobre a Esquadrilha de Helicópteros da Marinha

Iniciado por Pedro Monteiro

Respostas: 0
Visualizações: 2126
Última mensagem Maio 06, 2009, 09:03:24 pm
por Pedro Monteiro