Artilharia do Exército

  • 488 Respostas
  • 133874 Visualizações
*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 170
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • Enviou: 25 vez(es)
  • +6/-4
Re: Artilharia do Exército
« Responder #405 em: Fevereiro 03, 2020, 12:25:19 am »
De acordo, mas onde é que há enclaves em África que nós ou os espanhóis tenhamos obrigação de proteger?

Nós não, mas os espanhóis têm, Ceuta e Melilla, e com o equivalente a uma brigada mecanizada, com Leopard 2 em cada local.

Ceuta
http://www.ejercito.mde.es/unidades/Ceuta/index.html

Melilla
http://www.ejercito.mde.es/unidades/Melilla/index.html

 ;D ;D ;D
Hehe é mesmo, e aí os espanhóis tem mais do que obrigação, é território espanhol.
Mas quase que lhes basta ter uma ou duas fragatas ao largo para afugentar os mouros.
Uma ofensiva terrestre contra Ceuta seria suicida agora em melilla já seria uma estória diferente..
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5622
  • Recebeu: 2565 vez(es)
  • Enviou: 1005 vez(es)
  • +852/-81
Re: Artilharia do Exército
« Responder #406 em: Fevereiro 03, 2020, 10:59:20 am »
Na altura de se substituir os M-109, o que não deve faltar são sistemas modernos em segunda-mão no mercado, até porque de todas as necessidades das FA, artilharia AP de lagartas não está no topo da lista. Enquanto esta valência já existe e com meios minimamente decentes, por contraste, não tens capacidade AA (e nos dias que correm anti-drone) absolutamente nenhuma entre as 3 brigadas e os 3 ramos. Nem sequer os mínimos dos mínimos para criar doutrinas e uma capacidade de resposta imediata a uma potencial ameaça.

Na minha óptica, depois de se lidar com a artilharia da BrigInt, a próxima necessidade passa para os sistemas AA. De nada adianta ter Pzh-2000 ultra modernos e depois a cobertura aérea inexistente. O mesmo se aplica para as restantes forças.

Enquanto Portugal mantiver os seus CC's e a infantaria mec (L), o único sistema de artilharia que é adequado apoiar e acompanhar as unidades de manobra da BriMec é o AP de lagartas, no nossos caso o M109A5.
Os sistemas de artilharia AP(R), ex o Caesar, são tão inadequados ao apoio e acompanhamento das unidades transportadas em viaturas de lagartas quanto os pandur o são como infantaria de acompanhamento aos nossos Leos.

Quanto aos meios de defesa aérea, a sua aquisição, refiro-me aos SHORAD e MEADS deveria estar no topo da lista e, já há algumas décadas.
A compra destes sistemas é altamente prioritária, depois de os adquirir deveríamos sim substituir os M114, ( preferencialmente por um sistema 15,5 AP rodas ), reforçar o numero dos M119 e elevar M109A5 existentes para a versão A6, mas mantendo sempre os três modelos ao serviço.

Na minha opinião o melhor modelo para substituir os actuais m114 seria o Caesar, pois a sua mobilidade e rapidez de disparo depois de entrar em posição de tiro é de longe muito superior  ao M777.

Abraços

O sistema Archer também pode ser interessante, pena o preço e parece ser algo muito complicado de operar.

Red baron, o Archer tem um preço impeditivo para as nossas posses devido á corrupção bancária e a necessidade de darmos aos amigalhaços as ajudas que eles cobram pelos favores prestados, se Conseguirmos deitar a mão a 12/18 Caesars é muitíssimo bom !!

Abraços
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 2534
  • Recebeu: 534 vez(es)
  • Enviou: 111 vez(es)
  • +113/-43
Re: Artilharia do Exército
« Responder #407 em: Fevereiro 03, 2020, 06:08:59 pm »
O Archer pode ser transportado de C-130/-390?

Eu por mim optava por um sistema de rodas para a BrigInt, e adicionava à BRR uma dúzia de M-777, um dia que todas as outras prioridades tivessem tratadas. Seria o complemento de longo alcance perfeito para os LG e para uma força aerotransportada.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8032
  • Recebeu: 851 vez(es)
  • Enviou: 971 vez(es)
  • +119/-43
Re: Artilharia do Exército
« Responder #408 em: Fevereiro 03, 2020, 09:13:03 pm »
O Archer pode ser transportado de C-130/-390?

Não, aquilo pesa 30 toneladas.
Alem de ser gigante, duvido que caiba lá dentro, mas é comparar as dimensões do bicho com a a área de carga do C-130.
« Última modificação: Fevereiro 03, 2020, 09:14:11 pm por Lightning »
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5622
  • Recebeu: 2565 vez(es)
  • Enviou: 1005 vez(es)
  • +852/-81
Re: Artilharia do Exército
« Responder #409 em: Fevereiro 11, 2020, 07:01:12 am »
Overhaul de obuses do Grupo de Artilharia de Campanha da Brigada Mecanizada.



Recentemente iniciou-se o processo de entrega de 6 obuses M109 A5 do Grupo de Artilharia de Campanha 15.5 Autopropulsionado para o início do processo de overhaul, tendo os equipamentos sido evacuados para a Unidade de Apoio Geral de Material do Exército (UAGME) onde serão sujeitos ao longo processo de revisão e atualização.

O overhaul é um termo usado na manutenção de equipamentos militares, normalmente correspondendo a grandes intervenções de manutenção e de reacondicionamento, feitas em instalações especializadas, obrigando muitas vezes à desmontagem completa dos equipamentos, devendo ser feita de forma faseada, e planeada de acordo com as respetivas especificações técnicas do fabricante. O grande objetivo desta intervenção é conferir uma extensão do ciclo de vida aos equipamentos. No final do processo o equipamento regressa ao canal de reabastecimento pronto para o serviço.

https://www.facebook.com/portuguesearmy/

Abraços
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4251
  • Recebeu: 283 vez(es)
  • Enviou: 275 vez(es)
  • +56/-24
Re: Artilharia do Exército
« Responder #410 em: Fevereiro 11, 2020, 09:26:56 am »
Overhaul de obuses do Grupo de Artilharia de Campanha da Brigada Mecanizada.



Recentemente iniciou-se o processo de entrega de 6 obuses M109 A5 do Grupo de Artilharia de Campanha 15.5 Autopropulsionado para o início do processo de overhaul, tendo os equipamentos sido evacuados para a Unidade de Apoio Geral de Material do Exército (UAGME) onde serão sujeitos ao longo processo de revisão e atualização.

O overhaul é um termo usado na manutenção de equipamentos militares, normalmente correspondendo a grandes intervenções de manutenção e de reacondicionamento, feitas em instalações especializadas, obrigando muitas vezes à desmontagem completa dos equipamentos, devendo ser feita de forma faseada, e planeada de acordo com as respetivas especificações técnicas do fabricante. O grande objetivo desta intervenção é conferir uma extensão do ciclo de vida aos equipamentos. No final do processo o equipamento regressa ao canal de reabastecimento pronto para o serviço.

https://www.facebook.com/portuguesearmy/

Abraços

A nossa força vai duplicar! ;)
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5622
  • Recebeu: 2565 vez(es)
  • Enviou: 1005 vez(es)
  • +852/-81
Re: Artilharia do Exército
« Responder #411 em: Fevereiro 11, 2020, 10:01:14 am »
Overhaul de obuses do Grupo de Artilharia de Campanha da Brigada Mecanizada.



Recentemente iniciou-se o processo de entrega de 6 obuses M109 A5 do Grupo de Artilharia de Campanha 15.5 Autopropulsionado para o início do processo de overhaul, tendo os equipamentos sido evacuados para a Unidade de Apoio Geral de Material do Exército (UAGME) onde serão sujeitos ao longo processo de revisão e atualização.

O overhaul é um termo usado na manutenção de equipamentos militares, normalmente correspondendo a grandes intervenções de manutenção e de reacondicionamento, feitas em instalações especializadas, obrigando muitas vezes à desmontagem completa dos equipamentos, devendo ser feita de forma faseada, e planeada de acordo com as respetivas especificações técnicas do fabricante. O grande objetivo desta intervenção é conferir uma extensão do ciclo de vida aos equipamentos. No final do processo o equipamento regressa ao canal de reabastecimento pronto para o serviço.

https://www.facebook.com/portuguesearmy/

Abraços

A nossa força vai duplicar! ;)

vai, vai, vai duplicar mas só se for em termos de oficiais e sargentos, porque em termos de equipamentos/armamentos e também em Praças.
O Exército precisa é de clonar todas as Praças e mesmo com a classe de praças a dobrar, ainda eram poucos para tanto oficial e sargento !!!

Abraços
« Última modificação: Fevereiro 11, 2020, 10:04:54 am por tenente »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15531
  • Recebeu: 1190 vez(es)
  • Enviou: 1126 vez(es)
  • +193/-181
Re: Artilharia do Exército
« Responder #412 em: Fevereiro 11, 2020, 11:00:08 am »
Alguém sabe o que é que fizeram para além de desmontar e voltar a montar?
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15531
  • Recebeu: 1190 vez(es)
  • Enviou: 1126 vez(es)
  • +193/-181
Re: Artilharia do Exército
« Responder #413 em: Fevereiro 11, 2020, 02:05:55 pm »
Citação de: Exército Português
Exercício CANIFA 202 do Regimento de Artilharia N.º 4, de Leiria

A 1.ª Bateria de Bocas de Fogo, do Grupo de Artilharia de Campanha 10,5 Rebocado, realizou este exercício no âmbito do treino operacional.

O CANIFA 202 teve por objetivos testar e treinar as táticas, técnicas e procedimentos relativos ao reconhecimento, escolha e ocupação de posições de artilharia, ao fluxo dos pedidos de tiro e à reação a incidentes diversos.

Ao serviço dos Portugueses.





7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5622
  • Recebeu: 2565 vez(es)
  • Enviou: 1005 vez(es)
  • +852/-81
Re: Artilharia do Exército
« Responder #414 em: Fevereiro 14, 2020, 07:38:43 am »
Overhaul de obuses do Grupo de Artilharia de Campanha da Brigada Mecanizada.



Recentemente iniciou-se o processo de entrega de 6 obuses M109 A5 do Grupo de Artilharia de Campanha 15.5 Autopropulsionado para o início do processo de overhaul, tendo os equipamentos sido evacuados para a Unidade de Apoio Geral de Material do Exército (UAGME) onde serão sujeitos ao longo processo de revisão e atualização.

O overhaul é um termo usado na manutenção de equipamentos militares, normalmente correspondendo a grandes intervenções de manutenção e de reacondicionamento, feitas em instalações especializadas, obrigando muitas vezes à desmontagem completa dos equipamentos, devendo ser feita de forma faseada, e planeada de acordo com as respetivas especificações técnicas do fabricante. O grande objetivo desta intervenção é conferir uma extensão do ciclo de vida aos equipamentos. No final do processo o equipamento regressa ao canal de reabastecimento pronto para o serviço.

https://www.facebook.com/portuguesearmy/

Abraços


Turkey's state-owned company @aselsan propose upgrade package for M109  artillery system with RWS, APU, air conditioning unit, gun/turret drives, radio, intercom, FCS and automatic ammunition handling system.



https://twitter.com/Defence360/status/1227524511811211264

PS bem podiam copiar este MLU, mas é verdade,não deve ser possível, pois a Marinha está a dar o exemplo de como efectuar MLU's Low Cost !!

Abraços
« Última modificação: Fevereiro 14, 2020, 07:41:36 am por tenente »
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3444
  • Recebeu: 215 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +293/-43
Re: Artilharia do Exército
« Responder #415 em: Abril 12, 2020, 11:40:05 pm »
"The Portuguese Army is seeking to acquire a new 155mm field artillery system to replace its existing M114A1 155mm/23 towed howitzers as part of the country's Military Programming Law 2019-2030. The  M114A1s are fielded by the Intervention Brigade."
[/size][/color]
[/size]VB Twiter [/color]
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1472
  • Recebeu: 301 vez(es)
  • Enviou: 1314 vez(es)
  • +121/-17
Re: Artilharia do Exército
« Responder #416 em: Abril 13, 2020, 02:08:36 pm »
"Turkey's state-owned company @aselsan propose upgrade package for M109  artillery system with RWS, APU, air conditioning unit, gun/turret drives, radio, intercom, FCS and automatic ammunition handling system."

Se tirarmos o preço do auto-loader até poderia ficar no ramo das possibilidades.
Só torna mais complexo e mais probavel de avariar, não falando claro que seria a peça mais cara desse upgrade.
 :-P
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 2534
  • Recebeu: 534 vez(es)
  • Enviou: 111 vez(es)
  • +113/-43
Re: Artilharia do Exército
« Responder #417 em: Abril 13, 2020, 02:15:04 pm »
Com a história do JLTV, ainda vamos ver este veículo a rebocar M-777 nacionais.  :mrgreen:

Nem me admirava que a se confirmar a vinda destes 4x4, estes passassem a rebocar os Light Gun, que actualmente tem o reboque de Unimogs não blindados.
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5622
  • Recebeu: 2565 vez(es)
  • Enviou: 1005 vez(es)
  • +852/-81
Re: Artilharia do Exército
« Responder #418 em: Abril 13, 2020, 02:35:48 pm »
Com a história do JLTV, ainda vamos ver este veículo a rebocar M-777 nacionais.  :mrgreen:

Nem me admirava que a se confirmar a vinda destes 4x4, estes passassem a rebocar os Light Gun, que actualmente tem o reboque de Unimogs não blindados.

Não, não vais dc, e sabes porquê?
Porque cada secção de BF 10,5 é constituída por oito elementos e as de 15,5 são constituidas por no mínimo, dez elementos.
Além de que destacar duas/três VBL p/secção para essa função é no mínimo errado para não dizer mais.

Abraço
« Última modificação: Abril 13, 2020, 02:54:09 pm por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Red Baron

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 2534
  • Recebeu: 534 vez(es)
  • Enviou: 111 vez(es)
  • +113/-43
Re: Artilharia do Exército
« Responder #419 em: Abril 13, 2020, 03:42:16 pm »
É preferível usar os velhos Unimog não blindados, para os quais não há substituto à vista... Numa perspectiva de QRF, creio que fosse preferível um par de L-ATV por BF do que um Unimog "despido". Pelo menos no caso dos Light Gun.
 

 

Unidades do Exército a "criar"

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 0
Visualizações: 3099
Última mensagem Junho 16, 2006, 01:28:18 pm
por PereiraMarques
Qual deveria ser a prioridade para o Exército até 2015-2020?

Iniciado por HSMW

Respostas: 265
Visualizações: 45934
Última mensagem Maio 04, 2016, 04:47:56 pm
por paraquedista
Glock 17 Gen5 FS Coyote - a nova pistola do Exército Português

Iniciado por ACADO

Respostas: 7
Visualizações: 2116
Última mensagem Maio 06, 2020, 02:09:56 pm
por Cabeça de Martelo
Novo sistema Anti-Carro para o Exército

Iniciado por typhonman

Respostas: 2
Visualizações: 2920
Última mensagem Julho 27, 2004, 09:27:57 pm
por Spectral
Exército Português volta a querer adquirir o EC 635T1

Iniciado por coleccionador

Respostas: 8
Visualizações: 6293
Última mensagem Setembro 20, 2004, 07:11:29 pm
por Ricardo Nunes