Artilharia do Exército

  • 588 Respostas
  • 147413 Visualizações
*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1352
  • Recebeu: 186 vez(es)
  • Enviou: 179 vez(es)
  • +93/-81
Re: Artilharia do Exército
« Responder #585 em: Dezembro 23, 2020, 10:10:59 pm »
O US ARMY vai fazer uma serie de testes a 3 sistemas de Truck Mounted howitzer 155mm em Yuma Proving Ground no principio do próximo ano.

Archer


ATMOS


CEASAR


Vai ser engraçado de ver os resultados dos testes.
 

*

Kalil

  • Perito
  • **
  • 340
  • Recebeu: 36 vez(es)
  • Enviou: 53 vez(es)
  • +27/-7
Re: Artilharia do Exército
« Responder #586 em: Dezembro 23, 2020, 11:47:07 pm »
O sistema Caesar à experiência deverá ser o que é montado no chassis 8x8 e, com municiamento automático. Não o da foto, que é a primeira versão.

Suponho que o ATMOS parta com a vantagem política de ser israelita..
A questão do preço não se costuma colocar nos USA, pelo que o Archer também será válido. Em relação ao Caesar, não me consigo lembrar do último material que os states compraram aos franceses...

Tecnicamente, fico bastante curioso com o resultado destes ensaios.
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1352
  • Recebeu: 186 vez(es)
  • Enviou: 179 vez(es)
  • +93/-81
Re: Artilharia do Exército
« Responder #587 em: Dezembro 24, 2020, 12:01:33 am »
O sistema Caesar à experiência deverá ser o que é montado no chassis 8x8 e, com municiamento automático. Não o da foto, que é a primeira versão.

Suponho que o ATMOS parta com a vantagem política de ser israelita..
A questão do preço não se costuma colocar nos USA, pelo que o Archer também será válido. Em relação ao Caesar, não me consigo lembrar do último material que os states compraram aos franceses...

Tecnicamente, fico bastante curioso com o resultado destes ensaios.

O problema do ATMOS é ser totalmente manual.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3830
  • Recebeu: 905 vez(es)
  • Enviou: 208 vez(es)
  • +189/-94
Re: Artilharia do Exército
« Responder #588 em: Dezembro 24, 2020, 10:14:28 am »
A ideia deve ser eventualmente ter um binómio lagartas/rodas da mesma forma que já acontece com o MLRS/HIMARS.