Armas Ligeiras?

  • 83 Respostas
  • 22716 Visualizações
*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7570
  • Recebeu: 509 vez(es)
  • Enviou: 179 vez(es)
  • +208/-223
Armas Ligeiras?
« em: Março 18, 2004, 02:05:58 pm »
Estão recordados de toda aquela conversa do final de 2003 sobre o tal "debate" sobre a escolha da arma ligeira?

Como é que isso estará?

Em águas de bacalhau, aposto. É tal coisa: desde que se fale e se seja falado...

Alguém sabe mais alguma coisa?
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

komet

  • Investigador
  • *****
  • 1663
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #1 em: Março 18, 2004, 02:54:33 pm »
Quanto ao exército não sei, mas ouvi dizer (apenas um rumor) que os GNR no Iraque já terão recebido G36...

Fonte não muito segura  :roll:
"History is always written by who wins the war..."
 

*

TazMonster

  • Membro
  • *
  • 149
  • +0/-0
G36 no Iraque
« Responder #2 em: Março 18, 2004, 06:06:22 pm »
Não é rumor, não.
Embora ainda não estejam distribuidas a todos os militares da GNR, já há elementos com a G36.
Viu-se no telejornal no outro dia, não me lembro qual (o próprio MAJ CMDT do SubAgr tinha uma).
Foi uma reportagem da Judite de Sousa.
Taz
 

*

fgomes

  • Perito
  • **
  • 475
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Março 18, 2004, 06:28:17 pm »
Este é um assunto que deveria ter mais atenção de quem pode decidir. É uma vergonha que se ande há mais de 20 anos a discutir a substituição da G-3 e ainda não se tenha tomado uma decisão. Os nossos vizinhos espanhóis já vão na segunda arma de calibre 5.56 enquanto nós ainda não escolhemos o primeiro. Ainda vai acontecer como em 1961 em Angola e na Índia se combateu com as Mauser completamente ultrapassadas.

Já agora, não sei se a IMI TAVOR israelita é uma das hipóteses, mas encontrei este site da mesma nacionalidade com umas opiniões curiosas sobre esta arma:
http://www.isayeret.com/weapons/assault/tavor/guide.htm

Parece que para o autor a IMI e a OLP não são muito diferentes !
 

*

Ricardo Nunes

  • Investigador
  • *****
  • 1257
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +2/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
(sem assunto)
« Responder #4 em: Março 18, 2004, 06:40:26 pm »
fgomes, na realidade ninguém sabe quais as armas a ser consideradas pois oficialmente apenas se disse que "o processo de substituição da G-3 está em curso".

É pena que isto seja assim, especialmente num concurso que para mim é o mais importante de todos em curso nas nossas forças armadas. A substituição da G-3 deverá ser prioritária.

Pessoalmente, e como já aqui referi no fórum, defendo a compra da G-36 ( A SIG seria igualmente boa, mas esta é muito cara ) que já é utilizada pelo RESCOM ( Força Aérea ) e pelo DAE ( Marinha ).


Citar
Quanto ao exército não sei, mas ouvi dizer (apenas um rumor) que os GNR no Iraque já terão recebido G36...


Também penso que sim. Se não me engano seguiram as primeiras agora com o 2º contigente ( tal como os carros blindados ) mas seria interessante obter confirmação.  
No caso positivo seria relevante saber se estas armas foram compradas novas ou se são "emprestadas" da FAP ou Marinha.
Ricardo Nunes
www.forum9gs.net
 

*

snakeye25

  • Membro
  • *
  • 133
  • +0/-0
GNR no Iraque
« Responder #5 em: Março 18, 2004, 07:33:47 pm »
Segundo o último número da Revista da Guarda (no site da GNR), foram comprados :

NOVAS VIATURAS PARA A GNR
- PICK-UP NISSAN NAVARRA
- NISSAN PATROL GR
- IVECO M40.12 WM/P (VM 90 /P2) - os 20 blindados (já seguiram 10)
- TOYOTA HILUX modificada para posto de comando
- TOYOTA HIACE frigorífica

ARMAMENTO e EQUIPAMENTO
- PISTOLA “USP COMPACT 9mmX19”
- PISTOLA METRALHADORA “ MP5A5 Cal 9mmX19
- PISTOLA METRALHADORA “ MP5 KA Cal 9mmX19
- PISTOLA METRALHADORA “ MP5 KA Cal 9mmX19 C/MALA
- ESPINGARDA AUTOMÁTICA “G36 KV 5,56mmX45
- ESPINGARDA SNIPER “MSG 90A1 CALIBRE 7,62X51
- LANÇADOR DE GRANADAS GMG CAL 40mmX53
(até este ponto tudo da H&K...)
- BINÓCULO VISÃO NOCTURNA/DIURNAN/CROS MK III
- MONOCULO DE VISÃO NOCTURNA AN/PVS-14
- ROBOT VANGUARD
- EQUIPAMENTO ANTI-ESTILHAÇO
- EQUIPAMENTO DE PROTECÇÃO ANTI-TRAUMÁTICA V-TOP

Equipamento emprestado pelo Exército :
- Metralhadoras Browning cal 12,7 mm;
- Espingarda Automática G-3 c/coronha retráctil;
- Lança granadas Stª Barbara 40 mm;
- Metralhadoras Ligeiras MG 42 cal. 7,62 mm;
- Fato NBQ para instrução;
- Capacetes de combate Kevlar;
- Coletes anti-bala M/99.
Um abraço,

André Carvalho
 

*

komet

  • Investigador
  • *****
  • 1663
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #6 em: Março 18, 2004, 08:50:03 pm »
Parece confirmado então. Devo dizer que a MSG 90A1  é uma beleza! parece uma G3 SG1
"History is always written by who wins the war..."
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7570
  • Recebeu: 509 vez(es)
  • Enviou: 179 vez(es)
  • +208/-223
...
« Responder #7 em: Março 18, 2004, 09:14:46 pm »
Então considero que as armas na posse da GNR servirão para "trials".
Ah como tudo isto é parecido com os últimos anos da Monarquia...
Como me sinto velho!  8)
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

komet

  • Investigador
  • *****
  • 1663
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #8 em: Março 18, 2004, 11:05:27 pm »
Citar
- TOYOTA HIACE frigorífica


Só uma? Olhem que não sei, é cerveja pa muita gente.  :lol:
"History is always written by who wins the war..."
 

*

snakeye25

  • Membro
  • *
  • 133
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Março 19, 2004, 12:34:43 am »
Citação de: "komet"
Citar
- TOYOTA HIACE frigorífica

Só uma? Olhem que não sei, é cerveja pa muita gente.  :-D
Um abraço,

André Carvalho
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5510
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +696/-2
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #10 em: Março 19, 2004, 12:39:00 am »
Depende do tipo de Hiace frigorifica.

Se for para "antes da borga" é para a cerveja.

Se for para "Depois da borga" é para transportar os defuntos, fresquinhos para a morgue.

... Humor negro  :twisted:
 

*

dremanu

  • Investigador
  • *****
  • 1254
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +7/-12
(sem assunto)
« Responder #11 em: Março 19, 2004, 12:50:58 am »
A nova arma será fábricada em Portugal, ou no estrangeiro? alguém me poderia responder ao que provavelmente virá a acontecer.

E porque razão não desenvolvemos uma arma ligeira Portuguêsa? Não pode ser assim tão difícil, ou custoso de se fazer.

Já vi na CNN imagens de Paquistanêses a fabricarem Ak-47 a mão, numa forja ao estilo da idade média, lá meio dum deserto qualquer no país deles. E as armas são igualzinhas às que usam os Russos. Daí eu não conseguir entender porque razão não se consegue desenvolver uma arma nacional.

Caramba, se aqueles gajos lá no meio do deserto, e com meios de produção rudimentar, conseguem fabricar armas modernas, nós Portuguêses com computadores, e técnicos especializados, e possibilidade de obtermos meios de produção sofisticados, não conseguiriamos fazer algo nosso? Português, nacional....

Fico perplexo...
"Esta é a ditosa pátria minha amada."
 

*

emarques

  • Especialista
  • ****
  • 1177
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #12 em: Março 19, 2004, 01:40:39 am »
O mais provável é que estivessem a fazer umas peças de substituição para as AK-47. Não deve ser muito fácil no meio do Paquistão telefonar ao fabricante para mandar um lote de peças ao cuidado do grupo de bandoleiros de Kushnitar. (não faço a mínima ideia se existe um sítio com esse nome, claro) Mas na África sub-sariana compram-se AK-47 (russas) por uns 25€.

O problema de fazer armas não é só a capacidade de desenhar e construí-las. Depois de conseguir desenhar uma arma que cumpra os requisitos operacionais, o governo encomenda, digamos, umas 50.000 (não sei quantas armas é suposto que vão comprar, mas é um "suponha-mos" :P) Então, ou se consegue que mais países encomendem essa arma com um desenho sem provas dadas de um fabricante sem tradição, ou cada uma dessas armas vai saír por um preço exorbitante para compensar as despesas de I&D. Após o que, fecha-se a maior parte da fábrica outra vez porque não há mais nada para fazer nela, e mantém-se apenas uma secção de produção de munições, que vai fechar dali a uns anos porque fica mais barato comprar munições fora.

Claro, este cenário catastrofista dependeria de que mais nenhum país quisesse comprar as armas, mas quem é que ia comprar a "M004"? (seguindo o velho esquema de numeração de português, M904, M917, M937, M904/39...) Tinha que ser uma arma boa e barata para encontrar compradores.

Alternativamente, para a fábrica não fechar depois de fazer as "M004" lançava uma linha de armamento desportivo. Com a quantidade de caçadores que "andem" por aí, pode ser que se aguentassem.
Ai que eco que há aqui!
Que eco é?
É o eco que há cá.
Há cá eco, é?!
Há cá eco, há.
 

*

snakeye25

  • Membro
  • *
  • 133
  • +0/-0
Fabrico de armas
« Responder #13 em: Março 19, 2004, 06:28:18 am »
Citação de: "dremanu"
A nova arma será fábricada em Portugal, ou no estrangeiro? alguém me poderia responder ao que provavelmente virá a acontecer.


Penso que é difícil que seja fabricada por uma empresa portuguesa, visto que penso já não termos nenhuma...  :roll:

A Indep (ex-FBP) não foi vendida aos espanhois da Santa Bárbara ? Julgo ter lido algo recentemente sobre não termos produção nacional de munições devido a esse facto, e que a INDEP tinha falido depois do encerramento da produção de G-3.
Um abraço,

André Carvalho
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7570
  • Recebeu: 509 vez(es)
  • Enviou: 179 vez(es)
  • +208/-223
emarques
« Responder #14 em: Março 19, 2004, 09:31:34 am »
emarques,

Há um sítio simpático no Paquistão (Kyber Pass) onde tudo se fabrica e não só meras peças para as Ak-47 (e onde se armazena explosivos juntamente com os seus detonadores). São mesmo capazes de produzir desde cópias de pistolas Colt, Beretta e Browning a canhões automáticos de 23mm. Em oficinas rudimentares.
E quem tem uma oficina bem equipada pode perfeitamente construir uma excelente espingarda de assalto.
- Mas agora não se ponham com ideias, seus marotos!  :wink:

E é por isso que não compreendo porque é que não se dá à nossa indústria a tarefa de construir esse material. Mas já estou cansado de desancar na incompetência desses meninos que dizem que nos governam.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

 

Artigo sobre a Mauser-Vergueiro na revista "Armas"

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 2
Visualizações: 3522
Última mensagem Setembro 04, 2005, 10:25:17 pm
por PereiraMarques
Armas 5.56 no Exército guerra colonial e paras (pre galil)

Iniciado por alphaiate

Respostas: 38
Visualizações: 22984
Última mensagem Agosto 19, 2011, 02:45:46 pm
por alphaiate
Para o Afeganistão, sem carros e com armas inadequadas

Iniciado por papatango

Respostas: 87
Visualizações: 22620
Última mensagem Setembro 06, 2005, 02:11:42 pm
por NVF
Roubo de armas nos Comandos?

Iniciado por Luso

Respostas: 173
Visualizações: 31579
Última mensagem Abril 23, 2015, 10:58:53 am
por Cabeça de Martelo
Armas a descontinuar

Iniciado por sivispacem

Respostas: 17
Visualizações: 2174
Última mensagem Agosto 14, 2019, 10:46:29 am
por Cabeça de Martelo