Guerra entre Portugal e Espanha?

  • 1598 Respostas
  • 262789 Visualizações
*

Luso-Efe

  • 467
  • +0/-0
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1440 em: Dezembro 12, 2010, 04:13:00 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Grande Pilão, só você é que consegue meter-me a rir num tópico destes. :!:

Você pelo contrário daste muito bem com eles, é de abraço.

Depois eu, não insultei ninguem, tenho sido insultado, pelo teu sócio foxx tropp que nem depois de ter sido expulso por uns dias aprende, e já me chamou uma série de alarvadas.

Eu nunca insultei ninguem, por isso não minta que lhe fica muito mal, só respondi uma vez aos insultos do senhor foxx tropp que pelos vistos não tem emenda e continua no seu registo insultuoso habitual.

Para este tipo de comentários insultuosos, como os do senhor Foxx tropp anteriomente,  é que serve a denuncia de mensagens e a moderação, obviamente que não vou baixar ao nível deste tindividuo.
« Última modificação: Dezembro 12, 2010, 04:38:29 pm por Luso-Efe »
Chamar aos Portugueses ibéricos é 1 insulto enorme, é o mesmo que nos chamar Espanhóis.

A diferença entre as 2 designações, é que a 1ª é a design. Grega, a 2ª é a design. Romana da península.

Mas tanto 1 como outra são sinónimo do domínio da língua, economia e cultura castelhana.

Viva Portugal
 

*

Luso-Efe

  • 467
  • +0/-0
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1441 em: Dezembro 12, 2010, 04:15:14 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Como eu já disse antes o navio Italiano é diferente do Espanhol e usado para funções diferentes. Mas eles não têm designados uma esquadrilha de caças a este navio. Podem usar os Harrier do Garibaldi quando ele está em manutenção ou quando há necessidade operacional.

Bem, pela ultima vez, eles designam aquilo oficialmente de LHD, mas no fundo aquilo vai ser uma espécie de PA, visto que pode embarcar até um máximo de 30 aeronaves.

Dai eu ter avançado com os numeros de 200/210 aeronaves para a força aerea do vizinho do lado.

Bem, eles até lá podem por apenas 20 caças, mesmo assim ficariam com 197, vamos quase para 200 caças.

Mas se o principe das asturias com 17 harriers é considerado um PA porque é que este LHD não pode ser também considerado um PA disfarçado, visto que pode levar mais aeronaves. :lol:  :oops:

http://mundoaviacao-planetaaviao.blogsp ... aptor.html

Pelo menos podia ir ao site do quintus, esse grande senhor que de vez em quando por ai anda, e verias que ele já disse isso há quase um ano num tópico sobre este assunto.

Mas uma coisa é certa, os russos com 1/3 do que os americanos gastaram, criaram o pak-fa que há quem diga que é superior ao F-22, tendo obviamente ainda muito espaço para crescer.

Mas os americanos com certeza não se vão deixar comer, estiveram sempre na vanguarada ou pelo menos em pé de igualdade com os russos.

Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citação de: "Luso-Efe"
Monárquico, bem isso deve ser a ver se uma peta para ver se o Cromwell deixa de o atacar, como se está a sentir acossado está a ver se alivia a pressão. :!:  

Como eu o percebo.

Para mim o fórum não é uma feira de vaidades, se gostam ou não de mim é secundário. Recuso-me é ler absurdos que não fazem sentido e calar-me.

O Martelo isto, não é um absurdo é uma constação lógica, e depois ninguem foi mal educado.
« Última modificação: Dezembro 12, 2010, 09:22:40 pm por Luso-Efe »
Chamar aos Portugueses ibéricos é 1 insulto enorme, é o mesmo que nos chamar Espanhóis.

A diferença entre as 2 designações, é que a 1ª é a design. Grega, a 2ª é a design. Romana da península.

Mas tanto 1 como outra são sinónimo do domínio da língua, economia e cultura castelhana.

Viva Portugal
 

*

Luso-Efe

  • 467
  • +0/-0
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1442 em: Dezembro 12, 2010, 04:40:09 pm »
Citação de: "cromwell"
Citar
Aí tens razão não sou diferente de qualquer um que participe no fórum, não sou moderador nem nunca quis ser, é um trabalho que acho que é extremamente exigente. Prefiro estar aqui a dar as minhas opiniões sem qualquer restrições. Em relação ao que eu sou de verdade é simples, sou Português, chefe de família, com uns meros 30 anos, careca, a ficar com pança, monárquico (mas não pelos motivos que costumam colocar aqui no fórum), patriota (foi o único motivo que fez com que eu tenha ido para a tropa como voluntário), Benfiquista (apesar de não ligar muito a futebol), pró-vida (sou contra o aborto), anti-regionalização, maluquinho das motas, fã de Metal...e Fado, gosto muito da minha terra e da terra do meu pai (Açores), e muitas outras coisas.

Desculpe, caro Martelo, mas o facto de afirmar ser monárquico, simplesmente intriga-me.
Isto porque:

1º- Tem um avatar com a bandeira republicana

2º- Aparenta ser de esquerda, devido à sua ligação do Bloco de Esuqerda, um partido da
extrema-esquerda, logo, anti-monárquico

3º Será que esta afirmação de ser "monárquico", é apenas uma invenção para que monárquicos, como eu e o whiskey deixemos de ter uma posição hostil perante você?

O cromweel, mas ainda há dúvidas. :lol:
Chamar aos Portugueses ibéricos é 1 insulto enorme, é o mesmo que nos chamar Espanhóis.

A diferença entre as 2 designações, é que a 1ª é a design. Grega, a 2ª é a design. Romana da península.

Mas tanto 1 como outra são sinónimo do domínio da língua, economia e cultura castelhana.

Viva Portugal
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15847
  • Recebeu: 1320 vez(es)
  • Enviou: 1218 vez(es)
  • +208/-193
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1443 em: Dezembro 13, 2010, 02:58:17 pm »
Citação de: "cromwell"
Citar
Aí tens razão não sou diferente de qualquer um que participe no fórum, não sou moderador nem nunca quis ser, é um trabalho que acho que é extremamente exigente. Prefiro estar aqui a dar as minhas opiniões sem qualquer restrições. Em relação ao que eu sou de verdade é simples, sou Português, chefe de família, com uns meros 30 anos, careca, a ficar com pança, monárquico (mas não pelos motivos que costumam colocar aqui no fórum), patriota (foi o único motivo que fez com que eu tenha ido para a tropa como voluntário), Benfiquista (apesar de não ligar muito a futebol), pró-vida (sou contra o aborto), anti-regionalização, maluquinho das motas, fã de Metal...e Fado, gosto muito da minha terra e da terra do meu pai (Açores), e muitas outras coisas.

Desculpe, caro Martelo, mas o facto de afirmar ser monárquico, simplesmente intriga-me.
Isto porque:

1º- Tem um avatar com a bandeira republicana

2º- Aparenta ser de esquerda, devido à sua ligação do Bloco de Esuqerda, um partido da
extrema-esquerda, logo, anti-monárquico

3º Será que esta afirmação de ser "monárquico", é apenas uma invenção para que monárquicos, como eu e o whiskey deixemos de ter uma posição hostil perante você?


Já te respondi por mensagem privada...porquê colocar em dois sitios?

PS: eu ainda estou a tentar perceber de onde é que eu sou ou alguma vez fui apoiante do BE/PS/PCP, etc. :roll:

PS2: como o Efe é claramente um trolle que só quer atenção vou parar de postar neste tópico. É que para ouvir coisas como o F-22 é um low cost do F-35...prefiro ouvir o Sócrates a falar de como o país está bom...está basicamente no mesmo nível. É pena que a malta mais nova esteja a ir por o mesmo caminho, não pensem pela vossa cabecinha que vão longe.

Meus senhores, fiquem bem e continuem a vossa enchorrada de parvoices e infantilidades.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

PILAO251

  • 184
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1444 em: Dezembro 13, 2010, 08:00:04 pm »
Caros Srs.
Falando de coisas sérias, esta questão Portugal-Espanha, é muito simples.
A geografia é soberana, nada podemos fazer, salvo, impor-nos pela cultura e identidade próprias.
Nem o Manolo , nem o Manuel, tem culpa de terem nascido dum lado, ou doutro da raia, mas já quando tem tentações de meterem a pata no quintal do vizinho, aí a música é outra.
Que tradicionalmente Espanha nunca nos aceitou, isso é um facto histórico, no séc. passado tanto quanto sei a “tentação” bateu-lhes á porta por 3 vezes, basta ler o que tem aparecido ultimamente.
Os monárquicos que me desculpem, mas se deixassem de casar com as priminhas sevilhanas, e vice-versa, e arranjassem umas sócias da Ucrania nada daquilo tinha acontecido, alias o 24 tinha que arranjar uma Herédia, a haver barracada lá estavamos nós metidos outra vez ao barulho.
Nada me incomoda, ter foristas espanhóis a debitar as suas opiniões, desde que as regras do jogo sejam iguais para todos, mais, porque não de outras nacionalidades, até parece que o mundo acaba nos Pirenéus.
Se calhar o Saramago tinha razão, (saiu há uns tempos um fabuloso artigo no El-Watan, intitulado, - Saramago um rebelde berbere, - nada tem a ver com pseudo-iberismos, por muito que custe aos federalistas cá do burgo, mas sim com a universalidade da sua escrita), isto assim é uma jangada de pedra, o problema começa cá em casa.
A lei de reciprocidade é para respeitar ESCRUPULOSAMENTE, se alguém tem uma linguagem baixa e insultuosa, mais, se, se limita ao ataque pessoal, ala, pró lixo, sem mais delongas.
Mas há aqui coisas curiosas, deixam passar puros abusos pessoais( tanto dum lado, como do outro), e por vezes parecem aqueles Coronéis bacocos do tempo do Tóino da Calçada que usavam o lápis azul.    
Tenho pastado por alguns fóruns espanhóis, e francamente, a maioria são de um bando de putos, sem pés nem cabeça, tipo, - Gibraltar és de risas, - e saem, cenas tipo, mandamos a Legion, e mais as Operaciones Especiales e mais isto e mais aquilo, etc..
E isto são tópicos e mais tópicos, uns atrás de outros e invadimos Portugal, e Marrocos e que somos melhores que a Rússia, o Canada e a Patagónia, e só não ganhamos o campeonato do péido porque acabou a fava.
Mas esta miudagem tem ideia das implicações politicas, económicas, da opinião publica,( o governo do Aznar caiu redondo devido a ter tentado manipular a verdade acerca dos atentados de Madrid, fora a vergonha da saída das tropas Espanholas do Iraque, que nos últimos dias nem a bandeira içavam, o melhor da infantaria espanhola teve que fazer as malas e voltar prá casa por causa da politiquice), do que estão para ali a dizer, não passam dum bando de parolos a ver filmes.
Eles tem montes de problemas em casa, alguns muito graves, até nós constituirmos um problema sério, há muito pelo meio.
Há alguma coisa melhor do que ver uns parvos vestidos de sevilhana a cantar loas ao flamenco, que passou a património mundial e que aqui não há( ainda bem que para musica cigana, já nos chega a caseira), em frente da estátua do Sr. Eusébio.    
Como já disse bastava que não comprasse-mos no Corte Inglês, ( não que lhes fizesse muita mossa) para Espanha começar com merdas, pois pontapeavamos-lhes os COGONES.
Mas calma, fizemos muito pior em 75, mas naquela altura, as coisas piavam mais fino.
Não, que seja apologista de queimar embaixadas mas eram outros tempos.

Estive a trabalhar com um encarregado galego em Tarouca, tinha sido dos poucos ( dizia : com 40 millones de cabrones , me tocou a mi) que andaram á batatada a sério nos anos 50 no Sara Espanhol, e sabia bem o que dizia, que em 75 com quase 1 milhao de homens com experiencia de guerra, não havia Divisão Brunete ( que estava aquartelada cerca de Badajoz) que chegasse.

Reparem que não pretendo fazer nenhuma análise económica, politica nem militar da situação, NÃO SEI O SUFICIENTE, mas cada qual a mijar com a sua.

A única maneira de termos paz e sossego, tanto em terra como no mar, e refiro-me á questão das Selvagens, é ter F.A. devidamente apetrechadas, armadas e as Unidades completas.
Se Espanha te por hipótese 5 submarinos, acho que devíamos ter outros tantos, mais não, para eles não começarem a dizer que andamos com ideias expansionistas.
Onde se vai buscar o kumbo, pois isso é outra maka, se houvesse parcimónia nos gastos públicos e respeito pelo contribuinte, ou se este, soubesse reivindicar em vez de refilar,,,,  
SI VIS PACEM PARABELUM
No fundo o que se pretende de Espanha é uma distancia respeitosa, tratamento idêntico, não falta de princípios, nem falta de cordialidade.
Os federalistas, tem o seu direito á opinião, estamos em democracia, pois aproveitem, que se estivessem na Espanha do Chico Galego, no mínimo era umas vacaciones em Carabanchel ou o garrotezinho, como ao Garmendia e Otaegui.
Aliás o Paquito do Ferrol , não fez a ponta dum corno pela sua terra, e por alguma razão os jogos de futebol entre o Barcelona e o Real Madrid, não passavam ( passam) de jogos políticos, independentemente do resultado.
Não vejo, no actual contexto, a razão duma eventual união ibérica, quando em Espanha os ventos sopram precisamente do lado contrário.
E o maus exemplos estão aí, parcerias económicas truncadas, empresas em entram com todo o peso do estado espanhol atrás, contratos não aceites por causa da falta duma vírgula, por outras palavras o jogo está viciado antes de começar.
Se o nosso estado jogasse igual, mas não, dobra a cerviz, e vem ao de cima a subserviência.
Dizia um amigo, que : Ser padre quando se é sobrinho do bispo, não custa, custa é quando se é dum pastor.
No fundo, uma pretensa união, não é mais do que uma cedência, de uma série de valores, e de cedência em cedência, acabamos por ser mais uma província.
Imaginemos o seguinte cenário, 2 referendos, por hipótese justos, um em Espanha para se saber se os Espanhóis estariam interessados na tal união, e outro em Portugal para se saber se a maioria queria a dita união. Estou em pensar que nem um nem o outro passariam de resultados residuais.
Porque nos dias de hoje estas uniões já começam a cheirar mal, o Euro só favorece alguns, o boom do betão não passou disso mesmo, seja em Portugal, como em Espanha.
Alias prevejo que ( espero que sem sangue), as aberturas autonómicas, se por um lado são um sorvedouro de dinheiros públicos( basta ver os sinais na Zona de Valência, em que tem escrito Valencia e por baixo creio que València), as vezes mudam simplesmente uma letra, por outro lado permitem voos independentistas, e creio que a Catalunha, não tarda a cortar o cordão.
Os nossos federalistas bem podem aproveitar, estes tempos de bonança, pois que se os ventos mudarem esse tipo de atitudes serão muito pouco saudáveis , como devem entender.
Numa situação em que as baionetas falassem mis alto, não haveria meios termos, ou se é por Portugal , ou não.
Se Roma não paga a traidores eu, neste assunto sou um herdeiro dilecto dos princípios romanos.
Mas defendo o vosso direito á palavra, mas gostaria de saber se fosse ao contrário, os Srs teriam a mesma atitude.
De igual modo faço a pergunta aos foristas Espanhóis: Se a situação se invertesse aceitariam o meu direito á auto-determinação.
Não me vou alongar, aos caros foristas Espanhóis se forem escorreitos e urbanos no trato, e honestos de ideias, tem sempre um lugar á minha mesa, aos outros que não passam de “gilipollas” sem educação a tomar por culo.
Aos caros federalistas, só posso oferecer o Guia Michelin para não se perderem a caminha das terras de sua Muy Católica Magestad .
Com toda a ofensa possível,
Sou atenciosamente,
Um inimigo declarado ao vosso dispor.
Saúde e desporto
   
P.S. Tive o livro do Augusto Cid durante anos, adquiri-o antes de 74, perdi-lhe o rasto já há mais de vinte e nunca mais consegui comprar outro, para muita pena minha.
Óscar bravo pela lembrança.
 

*

PCartCast

  • Membro
  • *
  • 226
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • Enviou: 3 vez(es)
  • +0/-0
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1445 em: Dezembro 17, 2010, 07:21:14 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"

Discordo, qualquer invasão provavelmente iria ser da Extremadura Espanhola, eles têm lá várias unidades Mecanizadas e dessa região a Lisboa é dois passos.
A última vez que olhei para o mapa a Beira Baixa ainda fazia fronteira com a Estremadura espanhola :).
Citar
Se eles lançassem um ataque surpresa eles atacariam logo de imediato as nossas Bases aéreas, as nossas bases navais e os principais Quartéis do Exército. É provavel que as únicas Tropas Especiais disponíveis ao pé da capital fossem os Comandos e os Fuzos. Os Pára-quedistas estão em Tomar e São Jacinto e os Rangers em Lamego.
Espanha tem 177 caças, alguns deles utilizariam uma configuração de escolta (ar-ar) e outros uma configuração ar-terra, se quisessem adquirir superioridade aérea imediata o teriam que utilizar 2/3 das suas forças com uma configuração ar-ar impedindo que pudessem bombardear simultâneamente mais de 2/3 alvos.... Mas aqui dou-lhe razão parcial, visto que eles têm misseis de longo alcance.

Citar
Os caças F-18 e os EFA têm muito alcance para além disso há os misseis, por isso eles puderiam atacar todas as nossas unidades militares sem grande problema....
Todas??? já lhe espliquei que não :), o único problema seria a disponibilidade de munição ar-terra, que ao que parece não é muito elevada :(.

Em resumo, os primeiros dias seria 1 combate aéreo de 79 caças do lado português (40 Alphas mais 39 f-16, apoiados por alguma defesa anti-aérea, apesar de esta ser quase inexistente) contra 177 caças + 13 harriers que ao final de algumas horas teria alguns problemas logísticos com as munições e o combustível, e essa é a grande falha de Espanha, a logística, ataques concertados na retaguarda teriam 1 efeito devastador nas forças espanholas, efeito que se reflectiria na vanguarda, por outro lado se quisessem proteger as linhas de abastecimento, teriam de abdicar de pessoal na vanguarda.

*

Canachi

  • 28
  • +0/-0
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1446 em: Dezembro 17, 2010, 07:51:56 pm »
Otro enterado, esto es un foro de defensa o de ignorantes?.Si España tuviera problemas logisticos, que tendriais vosotros?.
 

*

PCartCast

  • Membro
  • *
  • 226
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • Enviou: 3 vez(es)
  • +0/-0
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1447 em: Dezembro 17, 2010, 08:14:52 pm »
Citação de: "Canachi"
Otro enterado, esto es un foro de defensa o de ignorantes?.Si España tuviera problemas logisticos, que tendriais vosotros?.

Faço das suas palavras as minhas...

Pois bem, se até os EU os tiveram no Iraque... A primeira invasão em 1991 foi retardada pelo rápido avanço dos Abrams e depois estes tiveram que parar e esperar pelo abastecimento de munição e combustível.

É você ignorante ao ponto de ignorar que Espanha não tem 1 vigésimo das capacidades logísticas dos EU?? E se a logística dos EU falhou logo nos primeiros 200km da invasão de 1991, porque chama você ignorante aquele que consegue compreender algo tão óbvio??

Se falhou para os EU, garanto-lhe que falhariam para Espanha, pois o vosso equipamento de logística não é nada de especial acredite :).

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7080
  • Recebeu: 543 vez(es)
  • Enviou: 244 vez(es)
  • +480/-0
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1448 em: Dezembro 17, 2010, 10:10:56 pm »
Citação de: "PCartCast"
Para além disso os Alphas jets estão espalhados por várias bases. em Beja apenas estão os 11 designados para os Asas de Portugal, outros tantos estão designados para a AFA, e os restantes em monte-real e arredores.

Agora que foi revelado o maior "segredo" da FAP não sei não  :roll:
 

*

old

  • Especialista
  • ****
  • 913
  • +1/-0
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1449 em: Dezembro 18, 2010, 10:40:31 am »
Citação de: "PCartCast"
Citação de: "Cabeça de Martelo"

Discordo, qualquer invasão provavelmente iria ser da Extremadura Espanhola, eles têm lá várias unidades Mecanizadas e dessa região a Lisboa é dois passos.
A última vez que olhei para o mapa a Beira Baixa ainda fazia fronteira com a Estremadura espanhola :).[/b]
Citar
Se eles lançassem um ataque surpresa eles atacariam logo de imediato as nossas Bases aéreas, as nossas bases navais e os principais Quartéis do Exército. É provavel que as únicas Tropas Especiais disponíveis ao pé da capital fossem os Comandos e os Fuzos. Os Pára-quedistas estão em Tomar e São Jacinto e os Rangers em Lamego.
Espanha tem 177 caças, alguns deles utilizariam uma configuração de escolta (ar-ar) e outros uma configuração ar-terra, se quisessem adquirir superioridade aérea imediata o teriam que utilizar 2/3 das suas forças com uma configuração ar-ar impedindo que pudessem bombardear simultâneamente mais de 2/3 alvos.... Mas aqui dou-lhe razão parcial, visto que eles têm misseis de longo alcance.

Citar
Os caças F-18 e os EFA têm muito alcance para além disso há os misseis, por isso eles puderiam atacar todas as nossas unidades militares sem grande problema....
Todas??? já lhe espliquei que não :), o único problema seria a disponibilidade de munição ar-terra, que ao que parece não é muito elevada :(.

Em resumo, os primeiros dias seria 1 combate aéreo de 79 caças do lado português (40 Alphas mais 39 f-16, apoiados por alguma defesa anti-aérea, apesar de esta ser quase inexistente) contra 177 caças + 13 harriers que ao final de algumas horas teria alguns problemas logísticos com as munições e o combustível, e essa é a grande falha de Espanha, a logística, ataques concertados na retaguarda teriam 1 efeito devastador nas forças espanholas, efeito que se reflectiria na vanguarda, por outro lado se quisessem proteger as linhas de abastecimento, teriam de abdicar de pessoal na vanguarda.


Cuanta fantasia por dios!!
Los ataques sorpresa mejor olvidarlos, previo a todo eso existiria una crisis, tension, incidentes, etc etc y las fuerzas armadas estaria preparadas.

1 La Armada no acercaria ninguna unidad a la costa a tiro de artilleria, es mas, no creo que intervinieran las Marinhas de los respectivos paises.

2El EdA no tiene 177 caças, ni la Armada 13 Harrier, los numeros son erroneos
Los Alpha Jet pueden no considerarse caças. (como tampoco los C101 ni los F5 Españoles).
Actualmente el EdA cuenta con una generosa reserva de misiles mas que suficientes para una contienda rápida y varias alas completas de Ef2000.
Como ejemplo estan la Dact , unas maniobras recientes combate AA llegaron 8 F15 de la USAF, el resultado fue de 8 derribos contra 0 a favor de los EF2000
http://www.thetrumpet.com/?q=6921.5433.0.0
http://www.revistatenea.es/RevistaAtene ... 22_ESP.asp
No creo que el F16 tuviera mas posibilidades que un F15.

3Sobre la invasion terrestre no existe frontera natural como puedan ser los Alpes o Pirineos que dificulten en extremo la entrada de medios acorazados . Es obvio que se registrarían perdidas ¿cuantas? ni idea ¿alguien lo sabe?

Todo esto es muy bonito sobre el papel. Podemos inventarnos toda clase de guerras entre toda clase de paises, con resultados absurdos o acertados, quien sabe.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15847
  • Recebeu: 1320 vez(es)
  • Enviou: 1218 vez(es)
  • +208/-193
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1450 em: Dezembro 18, 2010, 12:51:00 pm »
Como o principal responsável por eu não querer voltar a escrever no tópico foi expulso, escrevo aqui umas linhas de resposta ao PCartCast.

Citação de: "PCartCast"
A última vez que olhei para o mapa a Beira Baixa ainda fazia fronteira com a Estremadura espanhola :).
Os Stingers e o Chaparral são mísseis anti-aéreos, sabe disso, não sabe? Em nome do quê é que as F-100 iam entrar na barra do Tejo? Para quê? Com que objectivo? Quando a Armada participou no bloqueio naval ao Iraque ou à Jugoslávia entrou em alguma barra, ou ficou em alto mar a impedir a entrada de armamento? Bastava eles impedirem a livre circulação naval e impedirem a Armada sair do Alfeite que já tinham cumprido a sua missão.

Citar
Espanha tem 177 caças, alguns deles utilizariam uma configuração de escolta (ar-ar) e outros uma configuração ar-terra, se quisessem adquirir superioridade aérea imediata o teriam que utilizar 2/3 das suas forças com uma configuração ar-ar impedindo que pudessem bombardear simultâneamente mais de 2/3 alvos.... Mas aqui dou-lhe razão parcial, visto que eles têm misseis de longo alcance.
Para além disso os Alphas jets estão espalhados por várias bases. em Beja apenas estão os 11 designados para os Asas de Portugal, outros tantos estão designados para a AFA, e os restantes em Monte Real e arredores.

Está a dizer isso porque não sabe ou foi mesmo para ver se os Espanhóis acreditavam nessa peta? Os únicos Alpha Jet em condições de voar estão em Beja. Esses aparelhos são usados pela Esquadra 103 "Caracóis", para Instrução Complementar de Pilotagem em Aviões de Caça e alguns dos instrutores dessa esquadra fazem parte da patrulha acrobática Asas de Portugal. Não há mais Alpha Jet operacionais em mais nenhuma Base Aérea.

Citar
Uma vez mais digo, se não os eliminassem os danos que estes fariam no exército opositor seriam elevados, não se esqueçam que os nossos são a versão alemã ar-terra. E seria assim porque conseguem voar muito perto do solo e evitar os radares :(.

Os nossos são usados para acrobacia e instrução complementar, mais nada.

Citar
Em resumo, os primeiros dias seria 1 combate aéreo de 79 caças do lado português (40 Alphas mais 39 f-16, apoiados por alguma defesa anti-aérea, apesar de esta ser quase inexistente) contra 177 caças + 13 harriers que ao final de algumas horas teria alguns problemas logísticos com as munições e o combustível, e essa é a grande falha de Espanha, a logística, ataques concertados na retaguarda teriam 1 efeito devastador nas forças espanholas, efeito que se reflectiria na vanguarda, por outro lado se quisessem proteger as linhas de abastecimento, teriam de abdicar de pessoal na vanguarda.

Onde é que vais buscar os 40 Alpha? Onde é que vais buscar os 39 F-16? Revê os números tanto do nosso lado como do lado Espanhol.

Querem ser patriotas? Óptimo, comecem por pesquisar um pouco e não dizerem asneirada da grossa. A guerra não é um jogo de futebol é algo sério e horrível. Estar a falar de algo tão trágico como se fala de futebol, cinema, etc; é simplesmente atroz.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

PILAO251

  • 184
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1451 em: Dezembro 18, 2010, 03:08:56 pm »
Se tivessem andado aos tiros a sério, não se punham com estas merd,,,,
Já não aguento mais.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15847
  • Recebeu: 1320 vez(es)
  • Enviou: 1218 vez(es)
  • +208/-193
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1452 em: Dezembro 18, 2010, 03:22:47 pm »
Citação de: "PILAO251"
Se tivessem andado aos tiros a sério, não se punham com estas merd,,,,
Já não aguento mais.

Vai ter...afinal quem vai meter a rapaziada em sentido? Eles a mim não têm nenhum respeito...

Devem pensar que a guerra é como nos filmes, os bons sobrevivem ao som de música encorojadora de fundo e os maus (que são mesmo maus) morrem depois de o herói ter dito "ipikaye Mother F#$%"! :roll:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1565
  • Recebeu: 395 vez(es)
  • Enviou: 299 vez(es)
  • +188/-500
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1453 em: Dezembro 19, 2010, 12:17:46 am »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citação de: "PILAO251"
Se tivessem andado aos tiros a sério, não se punham com estas merd,,,,
Já não aguento mais.

Vai ter...afinal quem vai meter a rapaziada em sentido? Eles a mim não têm nenhum respeito...

Devem pensar que a guerra é como nos filmes, os bons sobrevivem ao som de música encorojadora de fundo e os maus (que são mesmo maus) morrem depois de o herói ter dito "ipikaye Mother F#$%"! :roll:

É deixar falar e sorrir. Não que alguma vez um gajo se possa colocar no lugar do "zé" condutor de rebenta minas que, entre Mueda e Nangololo, demora mais de 10 dias e o Comando, muito sapientemente, lhe deu rações para dois dias, ou do "manel" caçador, que salta do Alouete sem saber bem onde vai cair e se cair saber que muito provavelmente não o iram buscar. Afinal, na "guerra moderna", saltar de um BlackHawk quando se tem meia dúzia de Apaches a "controlar" os acontecimentos por cima, além de uma ambulancia aérea com mais material que um hospital a um minuto e chegar a casa e olhar para quem "bateu" forte e feio, faz um gajo sentir-se pequeno. Nem se tem vontade de colocar os "papeis" na parede e deixa-se as "chapas" nos estojos quando se vai à Associação.

É que os "guerreiros" do Viet-Manso Ikea, sedentos de invasões e guerras, entre um Counter-Strike e o Half Life, não entendem quando se explica que metade do pessoal na primeira "traulitada" a sério se esqueceu que tinha uma arma na mão, outra boa parte aliviou a tripa sem se aperceber e outros só depois é que perceberam o que aconteceu. Aquilo na TV parece tão fácil e limpo! Por isso, tal como os pinguins no Madagáscar; Smile and wave, boys...... smile and wave.....
 

*

PILAO251

  • 184
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Guerra entre Portugal e Espanha?
« Responder #1454 em: Dezembro 19, 2010, 09:56:23 pm »
Tem toda a razão.
Se me permitem o desabafo, por vezes a veleidade, a ligeireza, a facilidade com que dizem certos disparates,,, acreditem que me sinto como que agoniado, e gostaria de poder  explicar e não consigo....
Atenção que não tenho maka nenhuma, ok
Saúde e desporto
 

 

Jogo de Alianças numa Guerra Global

Iniciado por urso bêbado

Respostas: 5
Visualizações: 3636
Última mensagem Julho 21, 2013, 03:11:49 pm
por HSMW
Possibilidade de *guerra nuclear* com a Rússia

Iniciado por Fernando Negro

Respostas: 94
Visualizações: 30175
Última mensagem Março 21, 2020, 08:34:11 pm
por mafets
Artigo CNN (A guerra no futuro )

Iniciado por Malagueta

Respostas: 0
Visualizações: 2504
Última mensagem Fevereiro 24, 2015, 09:45:36 am
por Malagueta
Guerra neste Verão?

Iniciado por Luso

Respostas: 3
Visualizações: 2949
Última mensagem Agosto 27, 2015, 03:24:41 am
por GALO-CIDRÃO
Qual a futura ameaça externa a Portugal ? (10/20? anos)

Iniciado por Shar[K]

Respostas: 111
Visualizações: 50736
Última mensagem Novembro 28, 2017, 01:36:51 pm
por Daniel