Substituição dos M113

  • 137 Respostas
  • 14125 Visualizações
*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1590
  • Recebeu: 329 vez(es)
  • Enviou: 1429 vez(es)
  • +128/-17
Re: Substituição dos M113
« Responder #45 em: Janeiro 03, 2020, 08:53:58 pm »
https://www.janes.com/article/93496/spanish-army-plans-to-convert-m113s-into-spike-launchers

Uma ideia para alguns dos nossos M-113.

Também se poderia pensar em modificar alguns para defesa aérea, e fazer os upgrades aos nossos M125/M109 Porta morteiros que bem necessitam e fazem muita falta á infantaria.

Abraços

100% aprovado! Fica aqui so um exemplo, o ADATS.





 :-P
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3417
  • Recebeu: 772 vez(es)
  • Enviou: 177 vez(es)
  • +159/-71
Re: Substituição dos M113
« Responder #46 em: Janeiro 03, 2020, 09:43:21 pm »
ADATS os Canadianos devem ter em stock, ficava-te mais barato comprar-lhes com os veículos e tudo, devem ter menos km que os nossos M-113.  :mrgreen:

E para a versão AA, nem precisávamos de ir muito longe, para fins de uniformização, ia-se buscar umas torres MPCV, à semelhança do que seria feito para uns quantos ST5, e montava-se a torre nuns 15 M-113 (com o canhão também serviam de IFV), a juntar a outros 5 a 8 M-113 com o radar Giraffe 1X.

Para os M-113 com Spike, nem seria muito exigente, adoptava a mesma solução que para os Pandur 2 e os ST5, Mini Samson com Spike, assim nem teríamos que estar preocupados com grandes custos de desenvolvimento nem de modificação da plataforma base.

Versão porta-morteiros não estou muito dentro do assunto, mas se desse para instalar algo moderno como o SPEAR, seria bem bom. O resto dos M-113 que não fossem de versões especializadas como ambulâncias, posto de comando, etc, seriam retirados de serviço para peças, e substituídos por CV-90. (A versão PM do M-113 podia ser substituída pela versão porta-morteiro do CV-90).
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1278
  • Recebeu: 180 vez(es)
  • Enviou: 173 vez(es)
  • +90/-71
Re: Substituição dos M113
« Responder #47 em: Janeiro 23, 2020, 07:25:33 pm »
Citar
The US Army has awarded BAE Systems with a USD400 million contract modification to cover the purchase of additional Armored Multi-Purpose Vehicles (AMPVs).

The service announced on 21 January that it is buying an additional 160 AMPVs with funds from the fiscal year 2019 and 2020 European Reassurance Initiative, as well as the service’s procurement budget. BAE Systems is expected to deliver the additional tranche of vehicles to the service by the end of February 2023, according to the announcement.

The company told Jane’s that this latest buy brings the total number of AMPVs under contract to more than 450.





 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16041
  • Recebeu: 1371 vez(es)
  • Enviou: 1270 vez(es)
  • +211/-201
Re: Substituição dos M113
« Responder #48 em: Janeiro 24, 2020, 12:42:53 pm »
Uma versão VBTP só leva 6 atiradores.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3417
  • Recebeu: 772 vez(es)
  • Enviou: 177 vez(es)
  • +159/-71
Re: Substituição dos M113
« Responder #49 em: Janeiro 24, 2020, 02:16:07 pm »
Citar
The US Army has awarded BAE Systems with a USD400 million contract modification to cover the purchase of additional Armored Multi-Purpose Vehicles (AMPVs).

The service announced on 21 January that it is buying an additional 160 AMPVs with funds from the fiscal year 2019 and 2020 European Reassurance Initiative, as well as the service’s procurement budget. BAE Systems is expected to deliver the additional tranche of vehicles to the service by the end of February 2023, according to the announcement.

The company told Jane’s that this latest buy brings the total number of AMPVs under contract to more than 450.



Mesmo assim 400 milhões por 160 veículos, dói um bocado.
Mas não deixa de ser interessante, apesar de levantar a questão se compensava investir num veículo destes, ou numa modernização (blindagem, motor e armamento) dos melhores M-113 que temos.

Uma versão VBTP só leva 6 atiradores.

Bem, tendo em conta que, se adquiríssemos algum tipo de IFV, este teria uma capacidade de transporte similar. No entanto, gastar por gastar, preferia uns CV-90 novos ou em segunda-mão, que sempre conferem mais poder de fogo, complementados sim por uns 50 M-113 modernizados para transporte de pessoal.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16041
  • Recebeu: 1371 vez(es)
  • Enviou: 1270 vez(es)
  • +211/-201
Re: Substituição dos M113
« Responder #50 em: Janeiro 24, 2020, 04:30:15 pm »
VBTP misturados com VCI? A BIMec só tem 2 Companhias de Atiradores, quantas viaturas seriam precisas?
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6801
  • Recebeu: 2992 vez(es)
  • Enviou: 1559 vez(es)
  • +1541/-109
Re: Substituição dos M113
« Responder #51 em: Janeiro 24, 2020, 06:01:22 pm »
VBTP misturados com VCI? A BIMec só tem 2 Companhias de Atiradores, quantas viaturas seriam precisas?

Para duas CAts + o cmd do Batalhão precisávamos no minimo de 28 IFV's mas o melhor seria adquirir logo o numero necessário para 03 CAt's 45 IFV's + uns extra e seriam 50/55 viats/Batalhão.

Abraço
« Última modificação: Janeiro 24, 2020, 06:18:13 pm por tenente »
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 6138
  • Recebeu: 1375 vez(es)
  • Enviou: 660 vez(es)
  • +1000/-173
Re: Substituição dos M113
« Responder #52 em: Janeiro 24, 2020, 07:47:41 pm »
Citar
The US Army has awarded BAE Systems with a USD400 million contract modification to cover the purchase of additional Armored Multi-Purpose Vehicles (AMPVs).

The service announced on 21 January that it is buying an additional 160 AMPVs with funds from the fiscal year 2019 and 2020 European Reassurance Initiative, as well as the service’s procurement budget. BAE Systems is expected to deliver the additional tranche of vehicles to the service by the end of February 2023, according to the announcement.

The company told Jane’s that this latest buy brings the total number of AMPVs under contract to more than 450.






Isso não fica muito grande e pesado, com pouca capacidade de manobra? Já sabem que os Srs Generais gostam de coisas pequenas e muito moveis, razão pela qual os nossos continuam originais...  :mrgreen: :mrgreen:



Saudações  ;D ;D
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1278
  • Recebeu: 180 vez(es)
  • Enviou: 173 vez(es)
  • +90/-71
Re: Substituição dos M113
« Responder #53 em: Janeiro 24, 2020, 08:04:13 pm »
Uma versão VBTP só leva 6 atiradores.

O M2 Bradley também só leva 6 passageiros, basicamente o AMPV é um Bradley para os papeis de apoio.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16041
  • Recebeu: 1371 vez(es)
  • Enviou: 1270 vez(es)
  • +211/-201
Re: Substituição dos M113
« Responder #54 em: Janeiro 25, 2020, 11:16:51 am »
Uma versão VBTP só leva 6 atiradores.

O M2 Bradley também só leva 6 passageiros, basicamente o AMPV é um Bradley para os papeis de apoio.

Exacto e sabendo a confusão que é reorganizar todo Pelotão sempre que desembarcam, é que eu acho que qualquer solução só pode passar por algo que leve toda a secção.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1278
  • Recebeu: 180 vez(es)
  • Enviou: 173 vez(es)
  • +90/-71
Re: Substituição dos M113
« Responder #55 em: Janeiro 25, 2020, 12:07:29 pm »
Uma versão VBTP só leva 6 atiradores.

Exacto e sabendo a confusão que é reorganizar todo Pelotão sempre que desembarcam, é que eu acho que qualquer solução só pode passar por algo que leve toda a secção.

O M2 Bradley também só leva 6 passageiros, basicamente o AMPV é um Bradley para os papeis de apoio.

Tudo o que existe no mercado e é moderno transporta entre 6 e 9 passageiros. A quantidade de blindagem que tem de ter agora, realmente limita a capacidade de transporte.

 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3417
  • Recebeu: 772 vez(es)
  • Enviou: 177 vez(es)
  • +159/-71
Re: Substituição dos M113
« Responder #56 em: Janeiro 25, 2020, 01:01:40 pm »
Tendo em conta que os IFVs são necessários para a linha da frente, se calhar teria que se mudar ligeiramente a doutrina da infantaria transportada nos veículos. Para transporte de infantaria em maiores quantidades, manter-se-iam vários M-113 (de preferência com alguma modernização a nível de motor, transmissão, blindagem e armamento), no entanto estes limitados à "segunda-linha", já que não possuem a capacidade de sobrevivência dos equivalentes modernos.
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1278
  • Recebeu: 180 vez(es)
  • Enviou: 173 vez(es)
  • +90/-71
Re: Substituição dos M113
« Responder #57 em: Janeiro 25, 2020, 03:03:43 pm »
Tendo em conta que os IFVs são necessários para a linha da frente, se calhar teria que se mudar ligeiramente a doutrina da infantaria transportada nos veículos. Para transporte de infantaria em maiores quantidades, manter-se-iam vários M-113 (de preferência com alguma modernização a nível de motor, transmissão, blindagem e armamento), no entanto estes limitados à "segunda-linha", já que não possuem a capacidade de sobrevivência dos equivalentes modernos.

A doutrina NATO para transporte de tropas passa mais pelas rodas, as lagartas é mais para cenários onde as rodas não conseguem operar.

No projeto do AMPV concorreram 3 empresas, a BAE com lagartas e outras duas com rodas. As outras empresas quando viram o caderno de encargos e viram os terrenos onde iam ser feitos os teste desistiram. c56x1
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3417
  • Recebeu: 772 vez(es)
  • Enviou: 177 vez(es)
  • +159/-71
Re: Substituição dos M113
« Responder #58 em: Janeiro 25, 2020, 03:24:31 pm »
Ou seja não há qualquer necessidade de limitar a aquisição de IFVs com base na sua reduzida capacidade de transporte de tropas.
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6801
  • Recebeu: 2992 vez(es)
  • Enviou: 1559 vez(es)
  • +1541/-109
Re: Substituição dos M113
« Responder #59 em: Janeiro 25, 2020, 03:58:10 pm »
Ou seja não há qualquer necessidade de limitar a aquisição de IFVs com base na sua reduzida capacidade de transporte de tropas.

seis infantes/IFV é muito bom é o ideal.

O pelAt do BiMec, teria quatro viaturas á semelhança do que acontece, por excesso com os pel Pandur, onde com o efectivo actual/CAt seria bem melhor levantar o 3º PelAt, CAts, e ter os 03 Pel a duas secções, e serem transportados por três Pandur, mas, dizia eu, no BiMec, os Pelotões seriam transportados em quatro IFV's desmontando 24 atiradores + doze das tripulações dos IFV's, o que daria um total de 36 elementos/PelAt !

Abraços
 

 

Substituição do Míssil Guiado Anti-Tanque Milan

Iniciado por ruben lopes

Respostas: 37
Visualizações: 8599
Última mensagem Janeiro 13, 2020, 11:54:18 pm
por typhonman
Substituição do Lança-Granadas-Foguete (descartável) M72 LAW

Iniciado por ruben lopes

Respostas: 71
Visualizações: 23658
Última mensagem Março 20, 2009, 07:41:24 pm
por ShadIntel
M-60 do Exército Português: modernização ou substituição?

Iniciado por Tiger22

Respostas: 34
Visualizações: 12880
Última mensagem Abril 17, 2004, 04:22:52 pm
por Nuno
Substituição da G3

Iniciado por GMAR

Respostas: 2933
Visualizações: 637029
Última mensagem Julho 26, 2020, 03:21:28 pm
por Portucale
M113 portugueses na Motor Clássico

Iniciado por Pedro Monteiro

Respostas: 3
Visualizações: 3569
Última mensagem Setembro 11, 2013, 12:29:58 pm
por Cabeça de Martelo