Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama

  • 2042 Respostas
  • 197001 Visualizações
*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 12564
  • Recebeu: 2323 vez(es)
  • Enviou: 3018 vez(es)
  • +1883/-4145
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Pescador

  • Analista
  • ***
  • 845
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 308 vez(es)
  • +484/-1163
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1921 em: Novembro 24, 2021, 09:41:09 pm »
Com tanta corveta ou mini fragata, parece a produção automóvel a fazer mini carros cheios de estilo e muitos cavalos para o tamanho.

Muito negócio
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5329
  • Recebeu: 1681 vez(es)
  • Enviou: 420 vez(es)
  • +346/-245
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1922 em: Novembro 26, 2021, 03:58:27 pm »
Tem mais a ver com a procura. Muitos países operam em mares calmos, logo não precisam de grandes navios de combate. Chegaram à conclusão que navios de dimensão mais reduzida, com pequena guarnição mas bem armados se adequam à sua realidade.
 

*

Kalil

  • Perito
  • **
  • 509
  • Recebeu: 87 vez(es)
  • Enviou: 102 vez(es)
  • +38/-16
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1923 em: Novembro 26, 2021, 09:47:40 pm »
Em particular daqueles países que nadam em petrodolares.

Também há a questão política, quanto maior o navio, mais difícil é a aceitação fora da esfera militar.

E ainda o engodo apresentado pela indústria, mini fragatas são oferecidas como uma solução "low cost", quando na verdade, isso depende muito do "recheio", e com custos de produção/manutenção muito inferiores, o que também não é muito realista.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 12564
  • Recebeu: 2323 vez(es)
  • Enviou: 3018 vez(es)
  • +1883/-4145
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1936
  • Recebeu: 312 vez(es)
  • Enviou: 241 vez(es)
  • +109/-253
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1925 em: Dezembro 29, 2021, 10:55:42 pm »
Novas FREMM de defesa aérea
 

*

Pescador

  • Analista
  • ***
  • 845
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 308 vez(es)
  • +484/-1163
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1926 em: Dezembro 29, 2021, 11:17:28 pm »
https://navalpost.com/egypt-begins-local-manufacturing-of-meko-a200-frigate/

É pouco boa é.
Para o numero de misseis que por cá se adquirem falar de FREEM e afins até parece exercicio filosofico.
« Última modificação: Dezembro 29, 2021, 11:20:25 pm por Pescador »
 

*

Pescador

  • Analista
  • ***
  • 845
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 308 vez(es)
  • +484/-1163
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1927 em: Dezembro 29, 2021, 11:25:31 pm »
Tem mais a ver com a procura. Muitos países operam em mares calmos, logo não precisam de grandes navios de combate. Chegaram à conclusão que navios de dimensão mais reduzida, com pequena guarnição mas bem armados se adequam à sua realidade.

Tipo cá a Meko A200, para ser realista em termos de armamento que por cá se adquire.
O problema é que falta tudo e, se vem uma não vem outra que possa ser preferivel. Mas acreditar em fragatas de 5500 é ser muito optimista
« Última modificação: Dezembro 29, 2021, 11:49:51 pm por Pescador »
 

*

asalves

  • Analista
  • ***
  • 755
  • Recebeu: 279 vez(es)
  • Enviou: 89 vez(es)
  • +52/-13
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1928 em: Dezembro 30, 2021, 09:53:24 am »
Tem mais a ver com a procura. Muitos países operam em mares calmos, logo não precisam de grandes navios de combate. Chegaram à conclusão que navios de dimensão mais reduzida, com pequena guarnição mas bem armados se adequam à sua realidade.

Tipo cá a Meko A200, para ser realista em termos de armamento que por cá se adquire.
O problema é que falta tudo e, se vem uma não vem outra que possa ser preferivel. Mas acreditar em fragatas de 5500 é ser muito optimista

PK? é só encher os lastros, e se a água for pouco densa adiciona-se um pesos de chumbo  :mrgreen:
 

*

Pescador

  • Analista
  • ***
  • 845
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 308 vez(es)
  • +484/-1163
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1929 em: Dezembro 30, 2021, 01:01:00 pm »
Tem mais a ver com a procura. Muitos países operam em mares calmos, logo não precisam de grandes navios de combate. Chegaram à conclusão que navios de dimensão mais reduzida, com pequena guarnição mas bem armados se adequam à sua realidade.

Tipo cá a Meko A200, para ser realista em termos de armamento que por cá se adquire.
O problema é que falta tudo e, se vem uma não vem outra que possa ser preferivel. Mas acreditar em fragatas de 5500 é ser muito optimista

PK? é só encher os lastros, e se a água for pouco densa adiciona-se um pesos de chumbo  :mrgreen:

 ;D ;D ;D ;D

Podem fazer adegas extra nos silos vazios dos misseis
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 9168
  • Recebeu: 1389 vez(es)
  • Enviou: 1547 vez(es)
  • +197/-64
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1930 em: Dezembro 30, 2021, 03:24:04 pm »
Novas FREMM de defesa aérea

Deve ter a complexidade de um crusador de batalha interestelar do Star Wars.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Subsea7

*

Pescador

  • Analista
  • ***
  • 845
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 308 vez(es)
  • +484/-1163
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1931 em: Dezembro 30, 2021, 04:52:47 pm »
Novas FREMM de defesa aérea

Deve ter a complexidade de um crusador de batalha interestelar do Star Wars.

Por comparação de filosofia de complexidade com a dos NPO cargueiros, que alguns acham estar bem assim para ver tamanho de redes(a sério, que é para isso os NPO????) a FREMM está ao nivel da Estrela da Morte.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1919
  • Recebeu: 550 vez(es)
  • Enviou: 1740 vez(es)
  • +333/-16
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1932 em: Dezembro 30, 2021, 06:00:18 pm »
Interessante que a FREDA (segundo a wikipedia):

 "Alsace and her sister ship retain most of the armaments and sensors of their ASW sister ships within the FREMM class. However, the ships have enhancements related to air defence including a more powerful Thales Herakles multi-function radar with more transmitter modules and additional wave-forms and search modes for long range air defence. Additional communications systems, consoles in the combat information centre and berthings for additional personnel are also integrated into the ship. A reinforced bridge structure is incorporated to accommodate the enhanced weight of these systems."

Ou seja, mesmo tendo "no papel" o mesmo radar tem, na realidade, diferenças (inclusive ponte reforçada, etc) - há sempre diferenças (custos) que não parecem existir...
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Pescador

  • Analista
  • ***
  • 845
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 308 vez(es)
  • +484/-1163
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1933 em: Janeiro 01, 2022, 07:42:49 pm »
Não tinha reparado que a A300 tem "só" 126 celulas verticais, qual destroyer um verdadeiro cruzador.

Por comparação a A200 tem 32, além das 16 anti navio. 

Para os valores nacionais de 8 nas VG que podiam ter sido sempre mais, mas até hoje nunca se importaram nem de mais um phalanx, ou os 16 da BD e, ainda as diferenças de lançadores com todas as diferenças de capacidades.
Tudo actualmente que é padrão e refiro-me a 32, é muito belicismo para quem gosta de navios não combatentes em viajens de "circonavegação" a sul. 
Por cá haviam de andar vazios metade deles
« Última modificação: Janeiro 01, 2022, 08:58:24 pm por Pescador »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Subsea7

*

Subsea7

  • Membro
  • *
  • 246
  • Recebeu: 83 vez(es)
  • Enviou: 189 vez(es)
  • +198/-313
Re: Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama
« Responder #1934 em: Janeiro 01, 2022, 09:10:58 pm »
Não tinha reparado que a A300 tem "só" 126 celulas verticais, qual destroyer um verdadeiro cruzador.

Por comparação a A200 tem 32, além das 16 anti navio. 

Para os valores nacionais de 8 nas VG que podiam ter sido sempre mais, mas até hoje nunca se importaram nem de mais um phalanx, ou os 16 da BD e, ainda as diferenças de lançadores com todas as diferenças de capacidades.
Tudo actualmente que é padrão e refiro-me a 32, é muito belicismo para quem gosta de navios não combatentes em viajens de "circonavegação" a sul. 
Por cá haviam de andar vazios metade deles

É um modelo que está a ser analisado pelo GT.
Cps,