Combate a fogos pela F.A.P.

  • 1191 Respostas
  • 210492 Visualizações
*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3389
  • Recebeu: 764 vez(es)
  • Enviou: 175 vez(es)
  • +158/-69
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #975 em: Maio 26, 2020, 02:47:32 pm »
É um detalhe à parte, mas com um raio de acção de 10km, isso não é muito limitante? A cada 20 km de mato, não terá de haver uma equipa com os respectivos drones? É que se um incêndio flagrar a 12 km da posição actual da "antena de controlo", o drone não vê, e fica tudo na mesma. Não seria expectável o uso de um drone de maiores dimensões, maior alcance e menos limitado em termos de sensores e altitude de operação e sem precisar de pessoal no terreno a controlar?

Duvido que o exercito tivesse, minimamente, os incêndios em mente... mas, como em Portugal tudo é de duplo uso e a maior parte é para o uso da "protecção civil", lá deve ter aparecido que era para incêndios e o repórter tem manchete - sim, onde se viu um exercito de um país decente a comprar drones que não sejam para missões Protecção Civil... Deus no livre.     

Sim, na própria notícia, já no fim, falam que os drones tiveram uso em operações militares, o que deve ser chocante para os jornalistas. Mas mesmo que quisessem usar para vigilância florestal, há outros meios mais adequados, daí achar estranho.

É um detalhe à parte, mas com um raio de acção de 10km, isso não é muito limitante? A cada 20 km de mato, não terá de haver uma equipa com os respectivos drones? É que se um incêndio flagrar a 12 km da posição actual da "antena de controlo", o drone não vê, e fica tudo na mesma. Não seria expectável o uso de um drone de maiores dimensões, maior alcance e menos limitado em termos de sensores e altitude de operação e sem precisar de pessoal no terreno a controlar?

Os Raven foram comprados para a RCA, porque andávamos com drones comerciais..

Este ano é que vem os drones de vigilância para os incêndios. Vamos ver que empresa e que modelo vai ser escolhido.

Não me admirava que viesse um modelo do mesmo género, pequenino e baratinho, quando o que faz falta é algo de dimensão média.

Aliás, em vez de se adquirir algo simples para uso exclusivo para combate à incêndios, podia ter mais duplo uso para outras missões, como patrulha marítima fora da época de incêndios.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7100
  • Recebeu: 558 vez(es)
  • Enviou: 244 vez(es)
  • +499/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #976 em: Maio 26, 2020, 02:51:08 pm »
Pois, é certinho visto que o pessoal da FAP não são "Boys".
Nos da ANPC ninguem toca porque são todos "nomeados"....
 :bang:

Têm lá o "sorriso pepsodent", que como é Rambo (Comando, Para-quedista e US Army Ranger) o pessoal adora!...Aliás tanto "dá uma no cravo como na ferradura", tanto bota discurso populista para a "caserna", como "afaga" o poder político...Um nome a reter para CEME, quiçá mesmo CEMGFA!
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6743
  • Recebeu: 2976 vez(es)
  • Enviou: 1550 vez(es)
  • +1501/-109
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #977 em: Maio 26, 2020, 02:52:45 pm »
É um detalhe à parte, mas com um raio de acção de 10km, isso não é muito limitante? A cada 20 km de mato, não terá de haver uma equipa com os respectivos drones? É que se um incêndio flagrar a 12 km da posição actual da "antena de controlo", o drone não vê, e fica tudo na mesma. Não seria expectável o uso de um drone de maiores dimensões, maior alcance e menos limitado em termos de sensores e altitude de operação e sem precisar de pessoal no terreno a controlar?

Duvido que o exercito tivesse, minimamente, os incêndios em mente... mas, como em Portugal tudo é de duplo uso e a maior parte é para o uso da "protecção civil", lá deve ter aparecido que era para incêndios e o repórter tem manchete - sim, onde se viu um exercito de um país decente a comprar drones que não sejam para missões Protecção Civil... Deus no livre.     

Sim, na própria notícia, já no fim, falam que os drones tiveram uso em operações militares, o que deve ser chocante para os jornalistas. Mas mesmo que quisessem usar para vigilância florestal, há outros meios mais adequados, daí achar estranho.

É um detalhe à parte, mas com um raio de acção de 10km, isso não é muito limitante? A cada 20 km de mato, não terá de haver uma equipa com os respectivos drones? É que se um incêndio flagrar a 12 km da posição actual da "antena de controlo", o drone não vê, e fica tudo na mesma. Não seria expectável o uso de um drone de maiores dimensões, maior alcance e menos limitado em termos de sensores e altitude de operação e sem precisar de pessoal no terreno a controlar?

Os Raven foram comprados para a RCA, porque andávamos com drones comerciais..

Este ano é que vem os drones de vigilância para os incêndios. Vamos ver que empresa e que modelo vai ser escolhido.

Não me admirava que viesse um modelo do mesmo género, pequenino e baratinho, quando o que faz falta é algo de dimensão média.

Aliás, em vez de se adquirir algo simples para uso exclusivo para combate à incêndios, podia ter mais duplo uso para outras missões, como patrulha marítima fora da época de incêndios.

tal qual os meios médio/pesados para o combate aos FF, AKA CL415MP, os tais de múltiplo uso agora tão em voga, mas nem mesmo assim vem cá para é que de verão combateriam os FF e de inverno, podiam se usados em SAR, patrulha marítima e muitas outras missões e também os poderiamos alugar a outros países que necessitassem de meios médios para os seus FF, mas isso é pedir muito a quem nos dirige.

https://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=12286.0

Boas a Todos,

Este seria o hidroavião ideal não só para os combates aos fogos florestais mas também para ser usado em operações SAR pois tem, na realidade na sua versão 415 MP,
Multi purpose, essas capacidades.
Quanto a mim poderíamos/deveríamos possuir pelo menos seis unidades deste modelo e incorporá-las na nossa FA, como por exemplo os Espanhóis tem feito nos últimos anos com os Canadairs CL215/415, esquadra essa que tem alguns pilotos Portugueses, da ex aerocondor, pilotos esses certificados não só para este equipamento mas também para os PBY Catalina, aeronaves que já operaram em anos anteriores, no combate aos fogos florestais, em Portugal.
Junto as características destas aeronaves, publicadas pelo fabricante :

http://www.bombardier.com/en/aerospace/ ... craft.html

Bombardier 415 MP
Combining a state-of-the-art surveillance suite with direct water intervention capabilities.

Strength and Versatility

Flexibility and ruggedness are the hallmarks of the Bombardier 415 MP amphibious aircraft. Combining a state-of-the-art surveillance suite with direct water intervention capabilities, this versatile mission-specific aircraft offers exceptional low-level, low-speed manoeuvrability, making it the perfect choice for a wide range of special missions on inland, coastal and offshore waters.

Special Missions

With Western civil certification for both the aircraft and its surveillance suite, the Bombardier 415 MP aircraft is a proven ally in:

Search and rescue (SAR)
•Civil SAR
•Disaster SAR

Utility transport
•Cargo
•Personnel

Law enforcement
•Illegal immigration
•Drug and other smuggling
•Illegal fishery
•Terrorism
•Piracy at sea

Environmental control
•Oil pollution
•Forest fires

Special Mission Equipment
•Autopilot and military mission management system (MMMS)
•Forward-looking infrared (FLIR)
•Side-looking airborne radar (SLAR)
•Fully integrated weather radar
•Direction finder antenna (DF)
•Still and video cameras
•Cabin accommodation for stretchers and berths
•Enlarged aft cargo door
•Available floor space for customer supplied boat or other
•Marine radio package
•Secure intercom


Engine - 2 X Pratt & Whitney Canada PW123AF
Power - 2,380.00 Horsepower
Avionics -

Maximum Cruising Speed - 359.00 km per hr    223.08 mph
Service Ceiling - 4,480.56 metres   14,700.00 feets
Rate of Climb - 487.68 mpm   1,600.00 fpm
Numbers Ordered/Sold - 67

Cabin Height - 1.90 metres  6.23 feets
Cabin Width - 2.40 metres  7.87 feets
Cabin Length - 9.40 metres  30.84 feets
Exterior Length - 19.80 metres  64.96 feets
Wingspan / Rotor Diameter - 28.60 metres  93.83 feets
Fuselage Diameter - 2.69 metres  8.83 feets
Baggage Volume - 1.40 cubic metre  49.44 cubic feet

Maximum Take Off Weight - 19,890.36 kgs  43,850.00 lbs
Maximum Payload - 2,903.04 kgs  6,400.00 lbs
Fuel Tank Capacity - 1,529.85 gallon  5,791.09 litres
Fuel Economy - 0.42 km per litre  0.99 NM per gallon
Minimum Take Off Distance - 813.82 metres  2,670.00 feets
Minimum Landing Distance - 664.46 metres  2,180.00 feets



Cumprimentos

Abraços
« Última modificação: Maio 26, 2020, 02:55:40 pm por tenente »
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8375
  • Recebeu: 964 vez(es)
  • Enviou: 1133 vez(es)
  • +134/-45
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #978 em: Maio 26, 2020, 07:29:56 pm »
Os que ainda têm um bocadinho de inteligência percebem que o que quer que o exército adquira vai ser para cumprir as suas necessidades, até drones.

O que pode acontecer, na melhor possibilidade, é o exército dizer à ANPC que possui drones com certas características, e que se a ANPC quiser podem ser utilizados em missões de protecção civil.

Os que não têm o bocadinho de inteligência vão dizer que o exército comprou drones para os incêndios e que não os está a usar nisso, estão a ser usados em missões do exército, chocante.
« Última modificação: Maio 26, 2020, 07:31:59 pm por Lightning »
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3389
  • Recebeu: 764 vez(es)
  • Enviou: 175 vez(es)
  • +158/-69
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #979 em: Maio 26, 2020, 09:56:50 pm »
O problema é que quem manda pensa cada vez menos assim. Cada vez mais a utilidade militar tem sido colocada de parte. As aquisições militares têm de ter obrigatoriamente o aclamado "duplo-uso". À primeira vista não parece nada de mal, se permitir a resolução de alguns programas, mas levanta outro problema: como fica a resolução de programas que não podem usufruir desta desculpa? Não se resolve claro...
Mas isto já sou eu a divagar.

Esta notícia não passa do "clickbait" habitual, como o futebol está parado, e não há escândalos de maior nas temáticas habitualmente polémicas (sendo as forças armadas uma delas), tiveram que pegar na primeira coisa que se lembraram. Deve fazer parte do plano de recuperação económica dos jornais, e como já não se fala das golas inflamáveis, e o covid já aborrece... Calhou a fava ao Exército.

Mas verdade seja dita, para o crédito que não tem sido dado às FA por ajudarem como podem na pandemia, às vezes mais vale não fazer nada. No fim de conta as FA têm de cumprir as suas missões, as missões dos outros e ainda assim são criticadas e vêem orçamentos reduzidos e programas cancelados.
« Última modificação: Maio 27, 2020, 02:37:11 pm por dc »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman, Stalker79, MATRA

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1818
  • Recebeu: 241 vez(es)
  • Enviou: 450 vez(es)
  • +12/-1
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #980 em: Maio 27, 2020, 12:25:55 am »
Provavelmente também poderia estar na secção do fórum ligada ao Exército, mas como diz respeito aos fogos florestais...

Citar
Exército comprou drones para fogos e nunca os usou
Os 36 drones comprados pelo Exército há dois anos nunca foram usados para detectar fogos, apesar de ter sido essa umas das justificações para o investimento de 5,8 milhões de euros, na senda das tragédias de 2017.
Hehehehe, quero é ver se vamos ter direito a uma notícia como esta quando for a vez dos 390. :mrgreen:

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 

*

luis simoes

  • Perito
  • **
  • 372
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • Enviou: 60 vez(es)
  • +1/-140
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #981 em: Maio 27, 2020, 01:56:53 am »
Sim afinal a Boeing vai manter se Como parceiro com a Embraer no que diz respeito ao KC 390....ou seja volta a estar tudo Como Antes e se mais motivos havia por existir  esta alianca ela Agora e mais real....portanto siga para bingo
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8375
  • Recebeu: 964 vez(es)
  • Enviou: 1133 vez(es)
  • +134/-45
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #982 em: Maio 27, 2020, 07:59:00 am »
Hehehehe, quero é ver se vamos ter direito a uma notícia como esta quando for a vez dos 390. :mrgreen:

Cumprimentos,

Os comentários do Facebook vão pegar fogo, vou já reservar lugar no cinema e comprar as pipocas,  :toto:
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3389
  • Recebeu: 764 vez(es)
  • Enviou: 175 vez(es)
  • +158/-69
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #983 em: Maio 27, 2020, 02:40:06 pm »
No caso do KC, tantas são as promessas do que vai fazer, que provavelmente não serão cumpridas, vai fazer correr muita tinta.  ::)

Estou mesmo a imaginar os títulos "Aviões de combate aos fogos comprados pela Força Aérea por 827 milhões, não foram usados para este fim desde a sua aquisição em 2023".
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8375
  • Recebeu: 964 vez(es)
  • Enviou: 1133 vez(es)
  • +134/-45
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #984 em: Maio 27, 2020, 07:19:11 pm »
No caso do KC, tantas são as promessas do que vai fazer, que provavelmente não serão cumpridas, vai fazer correr muita tinta.  ::)

Estou mesmo a imaginar os títulos "Aviões de combate aos fogos comprados pela Força Aérea por 827 milhões, não foram usados para este fim desde a sua aquisição em 2023".

Nessa altura pode já ser outro governo e depois vão dizer, Foi o governo do António Costa que nos meteu nisto.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7100
  • Recebeu: 558 vez(es)
  • Enviou: 244 vez(es)
  • +499/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #985 em: Maio 28, 2020, 10:16:30 am »
Despacho n.º 5855/2020 - Diário da República n.º 104/2020, Série II de 2020-05-28 134676814
Defesa Nacional - Gabinete do Ministro
Subdelegação de competências no Chefe do Estado-Maior da Força Aérea para a prática dos atos relativos à aquisição de 12 UAS classe 1

https://dre.pt/web/guest/home/-/dre/134676814/details/1/maximized?serie=II&parte_filter=31&dreId=134676796
 

*

wyldething

  • Membro
  • *
  • 28
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +2/-1
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #986 em: Maio 28, 2020, 11:12:15 pm »
Despacho n.º 5855/2020 - Diário da República n.º 104/2020, Série II de 2020-05-28 134676814
Defesa Nacional - Gabinete do Ministro
Subdelegação de competências no Chefe do Estado-Maior da Força Aérea para a prática dos atos relativos à aquisição de 12 UAS classe 1

https://dre.pt/web/guest/home/-/dre/134676814/details/1/maximized?serie=II&parte_filter=31&dreId=134676796

Tendo em conta que a Classe 1 vai de 0 a 150 kg, o despacho não pormenoriza muito do que há-de vir  :-\
 

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1332
  • Recebeu: 243 vez(es)
  • Enviou: 203 vez(es)
  • +41/-4
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #987 em: Maio 29, 2020, 11:10:46 am »
Despacho n.º 5855/2020 - Diário da República n.º 104/2020, Série II de 2020-05-28 134676814
Defesa Nacional - Gabinete do Ministro
Subdelegação de competências no Chefe do Estado-Maior da Força Aérea para a prática dos atos relativos à aquisição de 12 UAS classe 1

https://dre.pt/web/guest/home/-/dre/134676814/details/1/maximized?serie=II&parte_filter=31&dreId=134676796

Penso que é essa a intenção...adquire-se o que se precisa não o que terceiros acham que se deve comprar... ainda bem que deu para colocar nesses termos...
Tendo em conta que a Classe 1 vai de 0 a 150 kg, o despacho não pormenoriza muito do que há-de vir  :-\
Um abraço
Raphael
__________________
 

*

sputnick

  • Membro
  • *
  • 25
  • Enviou: 4 vez(es)
  • +2/-1
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #988 em: Maio 29, 2020, 11:34:32 am »
Despacho n.º 5855/2020 - Diário da República n.º 104/2020, Série II de 2020-05-28 134676814
Defesa Nacional - Gabinete do Ministro
Subdelegação de competências no Chefe do Estado-Maior da Força Aérea para a prática dos atos relativos à aquisição de 12 UAS classe 1

https://dre.pt/web/guest/home/-/dre/134676814/details/1/maximized?serie=II&parte_filter=31&dreId=134676796

Penso que é essa a intenção...adquire-se o que se precisa não o que terceiros acham que se deve comprar... ainda bem que deu para colocar nesses termos...
Tendo em conta que a Classe 1 vai de 0 a 150 kg, o despacho não pormenoriza muito do que há-de vir  :-\


https://www.alvorada.pt/index.php/sociedade/1399-incendios-peniche-recebe-simulacro-com-tecnologia-aerea-nao-tripulada
https://sicnoticias.pt/pais/2020-05-27-Drones-para-vigilancia-de-fogos
 

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 724
  • Recebeu: 527 vez(es)
  • Enviou: 43 vez(es)
  • +180/-11
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #989 em: Junho 18, 2020, 12:12:15 pm »
Com o orçamento das nossas Forças Armadas espero bem que não andem a desgastar o material no combate à incêndios florestais!
A idade de uma aeronave não se mede em anos! Mede-se em ciclos: aquecer/arrefecer,  levantar/ aterrar... etc etc etc ....

As nossas forças que tem o mérito de manter as aeronaves no activo 30 anos, ao fim de 15 iriam ver o material em fim de vida útil!  Ou com muitos milhões para gastar em manutenção.

Digam ao ministro da defesa que é muito perigoso usar os meios da Força Aérea no combate aos fogos florestais!

 :snip: :

« Última modificação: Junho 18, 2020, 12:37:42 pm por ICE 1A+ »
 

 

Concurso de aluguer de meios aereos para combate aos incendios 2020

Iniciado por luis simoes

Respostas: 15
Visualizações: 1379
Última mensagem Julho 15, 2020, 11:26:09 pm
por Red Baron
Puma fora dos fogos

Iniciado por Lancero

Respostas: 17
Visualizações: 6378
Última mensagem Maio 22, 2006, 10:12:07 am
por Rui Elias
Pumas no combate a incêndios

Iniciado por TOMKAT

Respostas: 128
Visualizações: 33873
Última mensagem Setembro 19, 2005, 10:24:30 pm
por TOMKAT
Capacidade de Combate Efetiva da FAP

Iniciado por typhonman

Respostas: 15
Visualizações: 3809
Última mensagem Dezembro 24, 2017, 05:31:14 pm
por Stalker79