Notícias da Força Aérea Brasileira

  • 833 Respostas
  • 196016 Visualizações
*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4784
  • Recebeu: 785 vez(es)
  • Enviou: 538 vez(es)
  • +37/-16
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #825 em: Setembro 08, 2018, 04:05:33 pm »
Mau início de fim de semana para as F.A. brasileiras. Felizmente com apenas danos materiais.  :-\

http://tecnodefesa.com.br/profissionalismo-e-treinamento-pouso-no-ventre-perfeito/

Citar
O pouso bem sucedido do Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira em Anápolis, sob o ventre (pane de trem de pouso) foi uma operação coroada de êxito.

Com extremo profissionalismo, a tripulação colocou o avião no chão e o manteve equilibrado até a parada total, evitando o toque das asas no solo.



http://www.cavok.com.br/blog/incidente-com-aeronave-c-130h-hercules-da-fab/



Citar
Neste momento a aeronave C-130H Hércules “Gordo 74” da FAB está orbitando sobre a Ala 2 em Anápolis, após declarar emergência. A aeronave, que seguia para Brasília, alternou Anápolis pois não conseguiu baixar o trem de pouso. As informações até o momento são que a bordo estão 45 passageiros.

Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4784
  • Recebeu: 785 vez(es)
  • Enviou: 538 vez(es)
  • +37/-16
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #826 em: Setembro 10, 2018, 02:41:52 pm »
Bem, a FAB tem de ir à Bruxa. fonix.  :-\ :o

https://www.aereo.jor.br/2018/09/08/caca-f-5em-da-fab-colide-com-passaro-durante-a-operacao-bvr/

Citar
Circulam em redes sociais fotos de um caça F-5EM do Esquadrão Jaguar que teria colidido com um Urubu durante a Operação BVR, no dia 31 de agosto.

Nas fotos divulgadas pode-se ter uma ideia da extensão dos danos à aeronave.

Segundo informação extraoficial, o piloto teve alguns ferimentos e foi levado para Brasília.

Estamos consultando a FAB para obter mais informações sobre o ocorrido e atualizaremos este post à medida que os esclarecimentos cheguem.

ATUALIZAÇÃO – 17h48

A Força Aérea Brasileira confirma que uma de suas aeronaves de caça F-5  colidiu com um pássaro. A ocorrência se deu no dia 31 de agosto na região de Anápolis (GO).

Os fatores contribuintes para a ocorrência serão investigados.





Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3402
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #827 em: Setembro 20, 2018, 01:15:08 pm »
KC-390 - Embraer vai entregar três aeronaves à FAB em 2019

Montagem do avião entra na fase final em Gavião Peixoto


Citar
O avião militar KC-130 da Embraer, entrou na fase de finalização na linha de montagem na unidade de Gavião Peixoto (SP): pelo menos três aeronaves serão entregues no ano que vem à Força Aérea Brasileira (FAB). Um dos projetos prioritários da área de defesa em parceria com a Embraer, ao lado dos caças Gripen, o novo cargueiro de uso militar e civil deve ser apresentado pela FAB em uma solenidade organizada para o Dia do Aviador, em outubro. Até lá, há a expectativa de que o avião receba o certificado de tipo da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

O Valor acompanhou a demonstração da aeronave ao ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, na segunda-feira na unidade fabril em Gavião Peixoto.

Há dois aviões já na fase de finalização, outros dois na etapa de estruturação (um com a fuselagem quase completa, outro com uma das asas prontas), e o quinto já tem as peças encomendadas, o que tem de ser feito com meses de antecedência.


O presidente da EMBRAER Defesa & Segurança, Jackson Schneider, confirmou ao Valor que o certificado da ANAC será emitido ainda neste ano, e as primeiras unidades entregues à FAB em 2019, quando completam-se dez anos do início do projeto. O contrato de aquisição dos aviões, entretanto, remonta a 2014. O comandante da FAB, Nivaldo Rossato, disse que o órgão conta com o avião operando já no ano que vem.

A FAB encomendou 28 aeronaves à Embraer: o orçamento da Força para 2019 reservou R$ 750 milhões para a aquisição dos aviões. As negociações de vendas também estão avançadas com Portugal, que deve encomendar cinco unidades. Argentina, Chile, Colômbia e República Tcheca já assinaram cartas de intenção de compra do modelo, o maior avião militar produzido no Brasil, que encabeça o consórcio formado por Portugal, Argentina e República Tcheca.

De acordo com os engenheiros da linha de montagem, assim que a empresa atingir a “fase de aprendizado”, será possível acelerar a produção e fabricar 1,5 ou duas unidades por mês, a fim de atender a expectativa de crescimento da demanda internacional.

Conforme um acordo celebrado em 2013, na França, caberá à Boeing a promoção internacional do KC-390 e o impulso das vendas em mercados onde a gigante da aviação tem atuação estratégica. Essa parceria foi celebrada cinco anos antes da joint venture anunciada em julho, evidenciando a vocação das duas empresas para atuarem juntas.

O cargueiro da Embraer atinge um nicho de mercado onde a Boeing atua com modelos muito maiores, e enfrentava a concorrência da Lockheed, fabricante do Hércules C-130, também de transporte militar, mas desenvolvido há cerca de 60 anos. É justamente o avião de cargas utilizado pela FAB, que já completou 53 anos. “O nosso está antigo, o KC390 é mais rápido, carrega mais carga com o custo de hora de voo mais barato, vai fazer a diferença no transporte e na logística”, afirma o brigadeiro Rossato.

Desde que encomendou à Embraer o desenvolvimento de um avião de transporte tático em 2009, a FAB investiu R$ 5 bilhões no projeto. Na fase de testes, o protótipo sofreu dois incidentes: em 2017, durante um voo, e em maio, quando deslizou na pista.

Além do documento da ANAC, o avião precisa concluir o ciclo de certificação, com a obtenção da Final Operational Capability (FOC), emitida pelo Instituto de Fomento Industrial (IFI), o que só deve ocorrer no ano que vem. Em dezembro de 2017, a aeronave obteve a Capacidade Inicial de Operação (IOC), que assegurou as condições necessárias para o início da operação, bem como um certificado provisório da ANAC, atestando a adequação do projeto aos requisitos de certificação da categoria transporte.

Segundo a EMBRAER, o avião está em campanha de ensaios, progredindo de forma “extremamente satisfatória”, atingindo os objetivos de desempenho e capacidade estabelecidos, e já tem acumuladas mais de 1.800 horas de voo. Para concluir a campanha de certificação, é preciso atingir 2.000 horas de voo.


FONTE: http://www.defesanet.com.br/kc390/noticia/30579/KC-390---Embraer-vai-entregar-tres-aeronaves-a-FAB-em-2019/
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4784
  • Recebeu: 785 vez(es)
  • Enviou: 538 vez(es)
  • +37/-16
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #828 em: Outubro 11, 2018, 10:33:44 am »
Argentina?  ;D ;)

https://www.aereo.jor.br/2018/10/09/fab-continua-tentando-vender-seus-mirage-2000/

Citar
A Força Aérea Brasileira anunciou novamente pela Comissão Aeronáutica Brasileira em Washington (CABW) a venda de 11 caças Mirage 2000 desativados em 2013. A primeira tentativa foi feita em abril de 2016 pela Comissão Brasileira de Aeronáutica na Europa (BACE), mas nenhum lance foi realizado.

A oferta inclui nove Mirage 2000C monoplaces e dois Mirage 2000B bipostos, que estão estacionados na ALA 1 (Brasília-DF) e ALA 2 (Anápolis-GO). Os aviões não estão em condições de voo.

De acordo com o edital da CABW, qualquer pessoa física ou jurídica pode fazer lances pelas aeronaves, desde que cumpra os requisitos. A venda também precisa ser aprovada pelo governo francês.

O lote de 11 aviões é avaliado em US$ 508,6 mil, sendo o mais barato (FAB 4944) avaliado em US$ 7.327,61 e o mais caro (FAB 4933) US$ 62.635,12.

A cerimônia de desativação dos Mirage 2000C/B da FAB ocorreu no dia 20 de dezembro de 2013, no 1º Grupo de Defesa Aérea  (1º GDA ou Esquadrão Jaguar) da Força Aérea Brasileira em Anápolis-GO.

O Mirage 2000 C/B foi a solução intermediária encontrada para substituir os velhos Mirage IIIBR, que prestaram bons serviços à FAB por mais de 30 anos.

Os Mirage 2000 usados foram sendo retirados, aos poucos, dos esquadrões da Força Aérea Francesa, submetidos a uma revisão geral e padronização e enviados ao Brasil. Foram adquiridos 10 monopostos do modelo C e 2 bipostos modelo B, que começaram a ser entregues em setembro de 2006 com os dois primeiros exemplares. Mais dois foram entregues em 2006, seguindo lotes anuais de 4 aeronaves, sendo 4 durante 2007 e mais 4 em 2008.



Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3402
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #829 em: Outubro 14, 2018, 01:58:29 pm »
Projeto E-99M: avião-radar da FAB será modernizado pela Embraer


Segunda aeronave radar da FAB é entregue à Embraer para ser modernizada. Projeto de modernização da Força Aérea prevê a atualização dos sistemas das aeronaves E-99

A Força Aérea Brasileira (FAB) entregou, nesta quinta-feira (04), a segunda aeronave E-99 para a Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer), responsável pelo processo de modernização do avião radar da FAB.

A aeronave foi preparada para ser transferida do Esquadrão Guardião, 2°/6° GAV, sediado na Ala 2, na cidade de Anápolis (GO), para as instalações da empresa contratada em Gavião Peixoto (SP).

Essa é mais uma etapa do projeto desenvolvido sob a responsabilidade da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC).

Durante o processo de modernização, serão atualizados o sistema de missão e outros subsistemas relacionados, ampliando as capacidades da aeronave, que atualmente é empregada em operações de controle e defesa do espaço aéreo brasileiro.

“A modernização contribuirá para o emprego mais eficiente do poder aeroespacial brasileiro. Ela é necessária para ampliar o ciclo de vida e elevar a capacidade operacional da aeronave. Vai aumentar o alcance radar, a velocidade de processamento das informações e possibilitar a identificação de alvos com mais antecedência e melhor precisão. Serão ampliados o número de operadores embarcados e de rádios que, com a implementação do novo sistema de comando e controle, vão aperfeiçoar a realização da missão.”, afirmou o Gerente do Projeto E-99M, Coronel Aviador Carlos Sérgio da Costa Lima.

O escopo de trabalho prevê a realização de vários testes em solo e em voo antes de a modernização ser concluída, além da certificação coordenada pelo Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI).

A previsão é de que a primeira aeronave fique pronta e seja apresentada para a Força Aérea no primeiro semestre de 2020.

Ao todo, cinco aeronaves vão passar pelo mesmo processo, que promoverá o desenvolvimento e a integração plena dos sistemas até 2022.


E-99

O avião, cuja característica marcante é a antena radar existente na sua parte superior, é capaz de detectar alvos aéreos e transmitir essas informações para os centros de controle em terra. Essas aeronaves foram desenvolvidas a partir do jato de transporte regional Embraer-145.

Os E-99 entraram em operação na FAB em 2002, como parte das aquisições destinadas a compor o Sistema de Vigilância da Amazônia (SIVAM). Seu radar permite que cumpra missões de alarme aéreo antecipado, incluindo o controle de voos de aeronaves de caça em voos de defesa aérea, coordenação de operações de busca e salvamento e vigilância de fronteiras.


Seus sensores, agora em fase de modernização, constituirão o sistema mais avançado e de menor custo para o emprego em missões de controle e alarme em voo.

O E-99 é capaz de fornecer dados de inteligência precisos, em tempo real, sobre aeronaves voando à baixa altitude. Quando os pilotos de caça recebem as suas ordens e partem para as missões de interceptação, as aeronaves E-99 já monitoram o espaço aéreo da região, visualizando toda a área de operação.

Qualquer pequeno avião operando sem o conhecimento dos órgãos de controle é monitorado e identificado pelo E-99. A tripulação é habilitada a fazer o controle das aeronaves interceptadoras, conduzindo-as até os tráfegos desconhecidos.


Segundo o Comandante do Esquadrão Guardião, Tenente-Coronel Aviador Pedro Gustavo Schmidt Siloto, essas características evidenciam a relevância do processo de modernização.

Para ele, isso permitirá a continuidade da participação com excelência da FAB em missões aéreas compostas e de combate aos tráfegos ilícitos, atuando com protagonismo nas operações interagências como as Operações Ágata e, recentemente, a Operação Óstium.

“Com o advento da tecnologia e de métodos e equipamentos mais eficazes, a modernização desta aeronave primordial para a atuação decisiva do Comando da Força Aérea Brasileira fez-se necessária. Esta ação permitirá que os olhos do esquadrão mantenham-se abertos e atentos, permitindo, inclusive, a expansão de seus horizontes. Assim, mais uma vez, a FAB estará à frente de seu tempo, antevendo as necessidades para a manutenção de uma proteção ideal de todos os nossos 22 milhões de quilômetros quadrados”, ressaltou.

Além disso, as aeronaves E-99 têm a capacidade de complementar os sinais dos radares de solo, servindo também como uma reserva de visualização-radar ou de comunicações para o tráfego civil.


Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Carlos Balbino
Edição: Agência Força Aérea – Revisão: Major Alle
Fotos: André Hansen de Oliveira

FONTE: http://tecnodefesa.com.br/projeto-e-99m-aviao-radar-da-fab-sera-modernizado-pela-embraer/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3402
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #830 em: Outubro 24, 2018, 09:01:54 pm »
Dia do aviador e da Força Aérea é comemorado em Brasília


Citar
Brasília, 24/10/2018 – Após dezenas de tentativas, em 23 de outubro de 1906, o êxito de percorrer 60 metros em sete segundos fez com que o voo a dois metros do solo entrasse para a história. A Comissão Oficial de Aeroclube da França e os mais de mil espectadores presenciaram, naquele dia, o 14 Bis, o “mais pesado que o ar”, comandado pelo brasileiro Alberto Santos Dumont, no Campo de Bagatelle, em Paris.

Há 112 anos o “impossível” aconteceu e o fato que mudou a história da aviação é exaltado pela Força Aérea Brasileira (FAB) com a comemoração do dia do Aviador e da Força.

Na manhã da terça-feira (23), a cerimônia alusiva à data magna, reuniu civis e militares na Ala 1 (Base Aérea) em Brasília. Na ocasião, o comandante da aeronáutica, brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato, destacou a coragem de Santos Dumont em enfrentar, não só os perigos de uma dimensão ainda muito pouco conhecida, mas também a bravura de defrontar a ordem natural. “Enquanto muitos julgavam impossível, ele simplesmente o fez. Dedicação e coragem foram as virtudes que levaram o "Pai da Aviação" à sua descoberta, porém, a simplicidade é a virtude que fez dele o grande homem que ele é”, exaltou.

O brigadeiro Nivaldo Rossato também ressaltou que o legado deixado por Santos Dumont fez surgir profissionais que amam o estudo, a persistência e a disciplina. Homens e mulheres que passam por longos e árduos treinamentos para garantir o voo seguro e preciso. Segundo ele, a profissão de aviador é a convicção de que o produto do seu esforço é muito maior do que ele próprio. “Suas asas levam a segurança e a defesa da Nação, levam o alívio do resgate e conduzem o suprimento para abastecer as mais diversas necessidades”, apontou.


O presidente da República, Michel Temer, esteve presente na solenidade e, em suas palavras, ressaltou que “cada um dos integrantes da FAB leva adiante essa tradição que tanto orgulha aos brasileiros” e que a tradição é “inspirada na coragem, na abnegação, na tenacidade dos que pelejaram pela causa da liberdade”.

KC-390

Entre as apresentações que a solenidade trouxe, uma das mais esperadas foi a nova aeronave multimissão de transporte da FAB, o KC-390, com capacidade para transportar 23 toneladas de carga, inclusive veículos de médio e grande porte.

O avião, que é o maior produzido na América Latina, fez sobrevoos e pousou no pátio em que ocorreu a comemoração, surpreendendo o público presente.

FONTE: https://www.defesa.gov.br/component/content/article/333-notic%C3%ADas/48888-dia-do-aviador-e-da-for%C3%A7a-a%C3%A9rea-%C3%A9-comemorado-em-bras%C3%ADlia?Itemid=101

 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4784
  • Recebeu: 785 vez(es)
  • Enviou: 538 vez(es)
  • +37/-16
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #831 em: Novembro 22, 2018, 10:01:28 am »
https://www.aereo.jor.br/2018/11/21/media-flight-no-exercicio-cruzex-2018/?fbclid=IwAR39xpSQdFMAo40ARr9VVTaCJTXyV8wx6UlFb3w1cGbCnUnQ-6Rd1428ZGA
Citar
Nesta terça-feira (20), o exercício militar multinacional CRUZEX 2018 realizou o Media Flight – voo especial para captação de imagens por profissionais de comunicação.

A bordo de um C-105 Amazonas e de um helicóptero H-36 Caracal, em torno de 40 fotógrafos e cinegrafistas puderam captar imagens do pátio de aeronaves da Ala 10 e de um esquadrão formado por sete caças.

Os caças das fotos estão participando do exercício. A formação foi composta por um A-1M, um F-5M e um A-4, todos brasileiros; dois F-16 – um chileno e um norte-americano; um A-37 uruguaio e um Mirage 2000 peruano.









Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Vitor Santos

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3402
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #832 em: Novembro 24, 2018, 06:44:01 pm »
KC-390 - Testes de desembarque de tropas e evacuação de cabine

Cada ensaio é cronometrado e gravado para análise e posterior certificação da aeronave


Citar
Militares da Força Aérea Brasileira (FAB) participaram, na Ala 1, em Brasília (DF), de uma série de ensaios realizados na aeronave KC-390. A infraestrutura da organização militar também foi utilizada para os testes. “Nós estamos participando com a disponibilização de hangar, pista, pallets, rebocador, além do apoio aos integrantes da Embraer”, relatou o Tenente Rafael Macedo Trindade, do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA).

Ele é um dos militares da FAB que acompanham os ensaios realizados pela fabricante. As análises dos ensaios também são acompanhadas por equipes do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) da FAB.
 
De 29 de outubro a 3 de novembro, a equipe da fabricante Embraer verificou as capacidades do avião no que diz respeito, principalmente, a evacuações de emergência. Cada ensaio é cronometrado e gravado para análise e posterior certificação da aeronave nesse quesito.
 
No total, 600 soldados do Exército Brasileiro de unidades sediadas em Brasília participaram dos ensaios. Nenhum dos militares pôde repetir um teste, já que o objetivo é comprovar que o avião oferece a segurança necessária, por exemplo, em casos em que a tropa tenha que realizar evacuação de emergência ou em transporte com ações de infiltração e exfiltração – quando os militares precisam embarcar ou desembarcar rapidamente sem que a aeronave seja desligada.





“Nós também seremos ‘clientes’ da aeronave, já que nossas tropas serão transportadas e realizarão missões junto à FAB. Então é muito importante participarmos desses testes que garantem que o avião seja certificado”, ressaltou o Capitão do Exército Brasileiro Fabio Ribeiro Fonseca.
 
Durante os ensaios também foram simuladas situações de pouso na água – quando a evacuação foi realizada por meio de uma estrutura metálica montada na parte externa do avião – e em período noturno, sem nenhuma luminosidade. Para isso, o KC-390 ficou dentro do hangar totalmente fechado e com luzes apagadas. Nem mesmo a iluminação de equipamentos de fotografia e filmagem poderiam ser utilizadas e, por isso, a Embraer usou câmeras com capacidade para gravar no escuro. Soldados da Força Aérea realizaram um treinamento diurno antes do ensaio à noite, para que a capacidade das estruturas fossem checadas e a segurança dos demais militares fosse garantida.
 
Em outubro, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) concedeu o certificado de Tipo da aeronave KC-390, o que permite que o avião possa ser comercializado e operado em todo o território brasileiro. A certificação é emitida quando o projeto de aeronave demonstra ter cumprido todos os requisitos operacionais e de segurança e de proteção ambiental obrigatórios para a operação. Isso evidência que o nível de segurança da aeronave é compatível com padrões internacionais, e permite que o modelo certificado seja comercializado no Brasil e inserido no Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB).
 
Sobre a aeronave
 
O Embraer KC-390 foi desenvolvido para atender os requisitos operacionais da FAB. A aeronave estabelece um novo padrão para o transporte militar médio, por se tratar de um modelo inédito para o transporte de carga militar.
 
O cargueiro é o único da categoria que conta com o sistema de comando de voo eletrônico fly-by-wire que, além de dar maior eficiência para pilotagem, também proporciona uma integração com as demais missões. Um exemplo é o lançamento de carga. O uso dos controles eletrônicos vai mensurar o comportamento do avião durante o voo, que responde a essa dinâmica e repassa as informações ao piloto.

FONTE: http://www.defesanet.com.br/kc390/noticia/31217/KC-390---Testes-de-desembarque-de-tropas-e-evacuacao-de-cabine-/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3402
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #833 em: Dezembro 10, 2018, 11:49:20 am »
 

 

FAB e Força Aérea Portuguesa com um Caça de 5º Geração

Iniciado por Leonardo Besteiro

Respostas: 28
Visualizações: 11421
Última mensagem Outubro 04, 2015, 11:21:29 pm
por luis simoes
Reunião da Aviação de Caça (Força Aérea Brasileira)

Iniciado por jambock01

Respostas: 3
Visualizações: 1652
Última mensagem Maio 27, 2006, 11:21:18 am
por Cabeça de Martelo
Modernização da Força Aérea Brasileira

Iniciado por silversantis

Respostas: 50
Visualizações: 22366
Última mensagem Junho 22, 2011, 05:40:41 pm
por HSMW