Roubo de armas nos Comandos?

  • 178 Respostas
  • 32943 Visualizações
*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16423
  • Recebeu: 1487 vez(es)
  • Enviou: 1400 vez(es)
  • +234/-301
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #75 em: Janeiro 08, 2011, 05:46:41 pm »
Citação de: "brunopinto90"
Citação de: "Miguel"
Devem rapidamente acabar com o actual CTCMDS, e reactivar um 3BPara em Beja.

Inadmissivel roubar armas numa unidade militar!!!!

Nenhuma desculpa pode ser aceite!

Os Comandos eram unidades de elite nas guerras do ultramar, devem ficar na historia por isso.


o miguel fala aqui cabeça de martelo.
isso do analfabeto, não percebi, so queria saber a unidade, ja disseste neste topico que serviste portugal.

e nao eras tu que falavas, era que se falava neste tópico aconselho-te a ler melhor as coisas que vês antes dizeres o que quer seja sobre analfabetismo, mas prontos, so queria saber a tua unidade, é só dizeres, nem me respondeste se disseste antes não reparei,ok é só isso.

Bruno foi enganado pela forma como tu escreveste, mas olha que não fui o único, o Corapa pensou o mesmo. Sim o Miguel quer o fim dos Comandos por causa deste roubo. Onde eu andei? Eu já disse várias vezes aqui neste tópico (ETAT, actual ETP).
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

joao emilio

  • 15
  • +0/-0
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #76 em: Janeiro 09, 2011, 04:54:21 am »
Ex: senhores, é triste a forma como nós antigos militares do tempo da tropa obrigatória vemos estas notícias.
Atenção estes acontecimentos vergonhosos acontecem em todas as unidades militares, qualquer militar ou grupo de militares depois de algum tempo de serviço, consegue perfeitamente extrair armamento e munições da sua unidade.

Todas as unidades militares em Portugal sejam de tropas especiais, de infantaria, cavalaria, artilharia, comando e serviços, engenharia, administração, MM, todas elas tem o seu valor, todas elas tem a sua missão especifica, é ridículo o que muitos foristas escrevem por aqui.
Quanto há designação de especiais, que muitos não concordam por aqui, sinceramente eu também não concordo no seu todo, a infantaria toda ela deveria ter o mesmo treino, pára-quedistas hoje em dia isso não existe, dentro das unidades de infantaria é que se deveria formar companhias com variadas vertentes de combate, especiais só mesmo as operações especiais, tudo porque realmente as missões atribuídas a um militar de operações especiais, são isso mesmo. No entanto mesmo estes deveriam estar integrados nas unidades de infantaria.

Não existe explicação para o que aconteceu no CTC, mas eu como ex. 1:cabo de artilharia 26549193 João silva estou solidário para com todos os militares comandos, menos para os que cometerem o crime esses deveriam ser presos e a sua sentença lida da forma como era no meu tempo em parada numa formatura geral.
 

*

AtInf

  • Membro
  • *
  • 236
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • +2/-0
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #77 em: Janeiro 09, 2011, 10:39:40 am »
Citação de: "joao emilio"
Quanto há designação de especiais, que muitos não concordam por aqui, sinceramente eu também não concordo no seu todo, a infantaria toda ela deveria ter o mesmo treino, pára-quedistas hoje em dia isso não existe, dentro das unidades de infantaria é que se deveria formar companhias com variadas vertentes de combate, especiais só mesmo as operações especiais, tudo porque realmente as missões atribuídas a um militar de operações especiais, são isso mesmo. No entanto mesmo estes deveriam estar integrados nas unidades de infantaria.

Só um aparte nesta questão: Os Paraquedistas, Comandos e Operações Especiais são essencialmente Infantaria. A especialidade Comando sempre foi considerada como pertencente à Infantaria, apesar de aceitar pessoal oriundo de outras Armas e Serviços. O CTOE é um Regimento de Infantaria e as Unidades a que pertencem os Batalhões Paraquedistas tambem são Regimentos de Infantaria. Portanto o que sugere que se faça não é nem mais nem menos aquilo que sempre existiu. Não vamos tentar reinventar a roda, porque sinceramente já há por aí muitos artistas a acordar todos os dias com essa forma de pensar.
Sobre o tema: Como já disse antes, que se encontre quem cometeu o crime e que seja exemplarmente punido, mas não julguem em praça publica os restantes elementos como " farinha do mesmo saco".
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1360
  • Recebeu: 107 vez(es)
  • Enviou: 71 vez(es)
  • +20/-54
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #78 em: Janeiro 09, 2011, 05:50:19 pm »
Por curiosidade, não há uma unidade que costume testar a segurança dos vários quartéis, edifícios militares e governamentais? Assim de cabeça estou-me a lembrar de algo similar que o Combat Applications Group ou DEVGRU costumavam/costumam fazer. (já agora, alguém sabe qual é a nova designação do DEVGRU?)
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16423
  • Recebeu: 1487 vez(es)
  • Enviou: 1400 vez(es)
  • +234/-301
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #79 em: Janeiro 11, 2011, 06:14:28 pm »
Citação de: "joao emilio"
Quanto há designação de especiais, que muitos não concordam por aqui, sinceramente eu também não concordo no seu todo, a infantaria toda ela deveria ter o mesmo treino, pára-quedistas hoje em dia isso não existe, dentro das unidades de infantaria é que se deveria formar companhias com variadas vertentes de combate, especiais só mesmo as operações especiais, tudo porque realmente as missões atribuídas a um militar de operações especiais, são isso mesmo. No entanto mesmo estes deveriam estar integrados nas unidades de infantaria.

O quê?! Está a brincar com a tropa, certo? Não existe porquê? Quero ver uma única companhia de Atiradores a fazer o que uma Companhia de Pára-quedistas faz, nem que eles tivessem o curso de Pára-quedismo eles conseguiriam, sabe porquê? Não sabe? Então não vou ser eu a explicar. Isso é a mesma coisa que dizer que não há Comandos ou Fuzileiros. :roll:

Citar
Não existe explicação para o que aconteceu no CTC, mas eu como ex. 1:cabo de artilharia 26549193 João silva estou solidário para com todos os militares comandos, menos para os que cometerem o crime esses deveriam ser presos e a sua sentença lida da forma como era no meu tempo em parada numa formatura geral.

O que aconteceu é a vida, desapareceu armas, tiveram que ser interrogados, azar...se já aconteceu antes e provavelmente irá acontecer mais vezes.

Essa dos "Especiais" faz-me lembrar o meu primo, também era contra essa designação. A minha recruta teve o dobro do tempo da dele, fiz coisas que para ele eram ficção cientifica e posso garantir a todos que não fui Prec nem nada do género. Fui um mero praça, a minha história na tropa foi das mais banais que se pode ter.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

LuisC

  • Perito
  • **
  • 311
  • +0/-1
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #80 em: Janeiro 12, 2011, 12:56:40 am »
Ao ler alguns posts neste tópico, fico com a sensação de que o desaparecimento de armas de uma unidade militar é algo com que temos de conviver.
ah e tal…sempre assim foi…sempre assim será.

Mais perplexo fico, quando me dou conta que a esmagadora maioria dos que por aqui escrevem, ou são ou foram militares.

Não estamos a falar de um qualquer funcionário público que rouba uns simples agrafadores…estamos a falar de armas de calibre militar…armas essas que vão provavelmente cair em mãos pouco recomendáveis.

Como também não estamos a falar de uma qualquer instituição pública…estamos a falar das Forças Armadas Portuguesas, nas quais supostamente devemos ter a máxima confiança.

Espero sinceramente que os responsáveis sejam severamente punidos e, ao contrário de alguns, ter esperança que situações destas não se repitam.

Cumps.
 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1836
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 453 vez(es)
  • +13/-1
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #81 em: Janeiro 12, 2011, 01:23:11 am »
Citação de: "LuisC"
Ao ler alguns posts neste tópico, fico com a sensação de que o desaparecimento de armas de uma unidade militar é algo com que temos de conviver.
ah e tal…sempre assim foi…sempre assim será.
Não é essa a minha opinião nem no que acredito. Pessoalmente só não gostei foi de andarem a, basicamente, insultar uma única unidade quando o mesmo aconteceu em muitas outras e continua acontecer todos os anos noutros países.
Voltando à parte de ser algo com que temos de conviver, acho que não o deveríamos ter, mas infelizmente é algo que é mais comum com as novas gerações e é algo ainda pior com o facto de se andar a deixar empresas privadas fazer a segurança das instalações militares.

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 

*

kininha

  • 105
  • +0/-0
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #82 em: Janeiro 12, 2011, 01:58:36 pm »
Na minha humilde opinião,o facto de terem desaparecido armas é um caso lamentavel.Acho que o exercito seja força especial ou não,identifica um país.Que país é o nosso(ou que pessoas temos na defesa dele)que em vez de o honrarem ainda denegridem mais a sua imagem??Vou concorrer para ser um simples praça,mas se entrar é uma honra para mim usar uma farda da qual me orgulho,usa-la com dignidade,e não andar a passea-la como muitos fazem...Esses que fazem do exercito algo com cada vez menos credibilidade nem deviam la estar e deveriam ser punidos.Isto não se faz,pelas más condutas de uns pagam tambem aqueles que estão la de corpo e alma.. :wink:
 

Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #83 em: Janeiro 12, 2011, 06:11:09 pm »
- Não se precipitem e deixem decorrer a investigação até ao fim, e tenham mais respeiro pela instituição Comandos.

- Eram poucas as pessoas com acesso aos paióis de armamento, por isso os suspeitos serão limitados.

- E não se esqueçam de um pormenor, a vigilância de uma área tão sensivel como esta estava entregue a firmas privadas, o que não é muito aconselhável, frutos da contenção de custos.

- Esta história não está bem contada, ainda vai correr muita tinta, esperemos para ver.

- Também acho estranho que se peça a extinção da unidade, falta saber se desta vez não foram os comandos a ser emboscados, fica a questão?
"Sei muito bem o que quero e para onde vou."

Oliveira Salazar, em 27 de Abril de 1928.

http://www.oliveirasalazar.org/

Cumprimentos ao fórum.
 

*

corapa

  • 261
  • +0/-0
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #84 em: Janeiro 12, 2011, 06:57:33 pm »
Citar
por LuisC » Quarta 12 Jan, 2011 1:56 am

Ao ler alguns posts neste tópico, fico com a sensação de que o desaparecimento de armas de uma unidade militar é algo com que temos de conviver.
ah e tal…sempre assim foi…sempre assim será.
Mais perplexo fico, quando me dou conta que a esmagadora maioria dos que por aqui escrevem, ou são ou foram militares.
Não estamos a falar de um qualquer funcionário público que rouba uns simples agrafadores…estamos a falar de armas de calibre militar…armas essas que vão provavelmente cair em mãos pouco recomendáveis.
Como também não estamos a falar de uma qualquer instituição pública…estamos a falar das Forças Armadas Portuguesas, nas quais supostamente devemos ter a máxima confiança.
Espero sinceramente que os responsáveis sejam severamente punidos e, ao contrário de alguns, ter esperança que situações destas não se repitam.

Cumps.

Caro LuisC
pois essa conclusão é completamente errada e tem que se entender o sentido daquilo que foi aqui falado.
O que aconteceu há dias atrás, já aconteceu no passado em outras unidades e em outras FFAA estrangeiras, supostamente muito superiores às nossas em muitos aspectos (isto segundo varios membros do forum), mas pelos vistos não nesta matéria - pois não somos os únicos a quem desaparece material militar.
Em assim como desapareceu no passado, há-de infelizmente voltar a  desaparecer no futuro.
E porquê?
Porque os militares responsaveis são incompetentes?
Se calhar, foram pois falharam - independentemente do que se passou e que anda longe daquilo que se tem por aqui escrito.
Mas uma coisa muito importante não podemos esquecer - não há sistemas perfeitos nem infaliveis, infelizmente para o ser humano.
Porque são feitos por homens que tambem não são perfeitos nem infaliveis - eu pelo menos não conheço nenhum; há melhores e piores, mais aplicados e menos aplicados, competentes e incompetentes, mas perfeitos e infaliveis desconheço.
Como tal há-de sempre haver possibilidades de contornar os sistemas ou procedimentos  sejam eles de que tipo forem.
Se todos os dias assitimos a histórias sobre falhas de segurança em áreas distintas e em paises que tem ao dispor pessoal e material que nós nunca teremos, aqui não somos com certeza excepção.
Isto seve para justificar a falha extremamente grave que ocorreu?
È claro que não - há que apurar responsabilidades e colmatar as lacunas que levaram a que isto acontecesse.
Agora acreditar que não voltarão a acontecer, é pura utopia.
Eu tambem queria acreditar que os impostos não subiam, que o meu vencimento não descia, que não aumentava o desemprego e so on and so on...

Citar
por Lusitano Invicto » Quarta 12 Jan, 2011 7:11 pm

- Não se precipitem e deixem decorrer a investigação até ao fim, e tenham mais respeiro pela instituição Comandos.
- Eram poucas as pessoas com acesso aos paióis de armamento, por isso os suspeitos serão limitados.
- E não se esqueçam de um pormenor, a vigilância de uma área tão sensivel como esta estava entregue a firmas privadas, o que não é muito aconselhável, frutos da contenção de custos.
- Esta história não está bem contada, ainda vai correr muita tinta, esperemos para ver.
- Também acho estranho que se peça a extinção da unidade, falta saber se desta vez não foram os comandos a ser emboscados, fica a questão?

Caro Lusitano Invicto,
Não há vigilancia de arrecadações de material de guerra entregue a firmas privadas.
O sistema de alarme e controle de acessos é que foi montado por uma empresa privada, como acontece com muitas outras coisas que equipam as instalações militares.

 :G-beer2:
 

*

Ricardo

  • Perito
  • **
  • 359
  • +0/-0
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #85 em: Janeiro 13, 2011, 01:24:35 pm »
Infelizmente existe muita falta de disciplina militar e isto não é nada de novo, nunca teve foi tanto mediatização.
Vocês não imaginam o que chega aos Tribunais actualmente, no que concerne a delitos de natureza militar...

- furto de armas inteiras ou por peça a peça (pistolas, espingardas, morteiro pequeno);
- furto de munições e granadas ligeiras, médias e pesadas, até de obuses de artilharia (não me refiro a uma ou duas para recordação);
- Abuso da autorização de utilização de viaturas ligeiras e pesadas e durante um percurso efectuam um desvio com dezenas de km's para ir visitar amigos e família, por vezes são parte em acidentes rodoviários;
- já houve casos de tipos que foram passear num blindado de rodas em Braga, para cafés e para sair a noite;
- No centro do país houve uns que andaram umas horas a passear no meio do trânsito sozinhos, num blindado de lagartas e cheio de tipos dentro e em cima (pelo que me foi contado deveria ser um M-113 ou do tipo );

- e áté muito mais graves, mas tal já não refiro...

Só para terem uma ideia, já recorri a um forista, que está a participar neste tópico, que certamente deve-se recordar de lhe ter pedido ajuda na identificação de certo tipo de munições  :D
 

*

AtInf

  • Membro
  • *
  • 236
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • +2/-0
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #86 em: Janeiro 13, 2011, 01:47:56 pm »
Citação de: "Ricardo"
furto de munições e granadas ligeiras, médias e pesadas, até de obuses de artilharia (não me refiro a uma ou duas para recordação);

OBUS - Peça de artilharia destinada a lançar projécteis (GRANADAS) com  trajectórias muito curvas.
Provavelmente estará a referir-se ao roubo das munições, certo?
É que cada vez que na TV ou rádio ouço a expressão " lançaram obuses sobre..." não consigo deixar de imaginar as peças a serem "catapultadas" ou talvez lançadas de avião sobre os alvos. :lol:
 

*

Ricardo

  • Perito
  • **
  • 359
  • +0/-0
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #87 em: Janeiro 13, 2011, 02:08:41 pm »
Citação de: "AtInf"
Citação de: "Ricardo"
furto de munições e granadas ligeiras, médias e pesadas, até de obuses de artilharia (não me refiro a uma ou duas para recordação);

OBUS - Peça de artilharia destinada a lançar projécteis (GRANADAS) com trajectórias muito curvas.
Provavelmente estará a referir-se ao roubo das munições, certo?
É que cada vez que na TV ou rádio ouço a expressão " lançaram obuses sobre..." não consigo deixar de imaginar as peças a serem "catapultadas" ou talvez lançadas de avião sobre os alvos. :lol:

Correcto!, peço perdão.
Mais concretamente de granadas de 105mm do Quartel de Vila Nova de Gaia
 

*

Malina

  • 531
  • +0/-0
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #88 em: Janeiro 13, 2011, 02:09:51 pm »
Isto não é uma questão de disciplina e não tem nada a ver com a cor da boina que se enverga.
Da última vez que vi o mundo ( :lol: ) o mal é intrínseco do ser humano. Ninguém tem escrito na testa "Desonesto", ou "Ladrão". Quem nunca ouviu a história do "Oh, mas ele era tão bom rapaz...?!" e a História humana está cheia de coisas do género.
Desta vez foi nos Comandos, das outras vezes foi noutros locais. Acontece, vai continuar a acontecer, porque as pessoas têm sempre a liberdade de serem desonestas e às vezes o dinheiro compra tudo, incluindo coisas que para muitos é impensável. Acho que ninguém aqui vive num mundo cor-de-rosa, e se vivem, é bom descerem à Terra. A mim não me surpreende que tenha acontecido, entristece-me, e é uma vergonha, mas não me surpreende.

Na recruta continuam a levar porrada e continuam a tentar ensinar alguma moralidade e a ter algumas atitudes. Não se preocupem. Mas não venham dizer que antigamente não acontecia, e que hoje em dia é que está tudo mal, porque pessoas desonestas sempre existiram e situações destas, ou piores, já aconteceram, e também com tropas especiais. A quantidade de porrada que se leva não faz das pessoas mais ou menos honestas. Pode servir para educar, mas por mais educação que se tenha, temos sempre, mas sempre, a liberdade de cometer maus actos.

Não meto as mãos no fogo por ninguém. Por mim é apanharem o(s) culpado(s) e castigarem como a lei manda. Por mim a honra da instituição Comandos, ou do Exército, mantém-se intacta, porque indivíduos podres existe em todo o lado e a culpa não é só deles, excepto talvez no que toca à segurança montada, que espero que a partir de agora vá ser reforçada e melhorada.
 

*

Taz

  • 6
  • +0/-0
Re: Roubo de armas nos Comandos?
« Responder #89 em: Janeiro 13, 2011, 03:21:07 pm »
Citação de: "AtInf"
Citação de: "Ricardo"
furto de munições e granadas ligeiras, médias e pesadas, até de obuses de artilharia (não me refiro a uma ou duas para recordação);

OBUS - Peça de artilharia destinada a lançar projécteis (GRANADAS) com  trajectórias muito curvas.
Provavelmente estará a referir-se ao roubo das munições, certo?
É que cada vez que na TV ou rádio ouço a expressão " lançaram obuses sobre..." não consigo deixar de imaginar as peças a serem "catapultadas" ou talvez lançadas de avião sobre os alvos. :lol:

Em Portugal, por incrível que pareça, a peça e a munição têm o mesmo nome.

Ao falar de obus pode estar a referir-se a qualquer delas. Penso que em Espanha é a mesma coisa, noutros países já não é assim.