Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político

  • 150 Respostas
  • 30005 Visualizações
*

whiskey01

  • Membro
  • *
  • 188
  • +0/-0
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #90 em: Dezembro 05, 2010, 10:02:09 pm »
Eu já não percebo nada, sinceramente... Se os catalães, os bascos e os galegos, que são espanhóis, não gramam Espanha, nós deviamos gramá-los ainda menos. E, no entanto, os nossos políticos são dos que mais defendem a união do que quer que seja com os castelhanos. Por favor, venha a Monarquia. Venha o D. Duarte de Bragança. A Républica deu o último suspiro ainda antes de ser implementada. Que podres estes políticos. O que eles estão a fazer ao meu país...

Citação de: "Luso-Efe"
Já agora gostava de saber o que é que o presidente Cavaco tem a dizer em relação a isto.  

Oh Luso-Efe, eles são todos uns vendidos... Então se o Sócrates está a levar o país para o fundo do poço (sim, porque ainda não batemos no fundo!) e o Cavaco não diz nada, achas que ele vai fazer alguma coisa em relação a isto? Ele quer é uma reforma choruda para depois viver uma vidinha de luxo com a mulher dele. É uma vergonha. Como é que estes políticos a soldo fazem um juramento para fazer tudo pela nação, e depois abrem as pernas para países estrangeiros? Eu só peço que um dia venha um outro "25 de Abril", mas desta vez tirem as rosas dos canos! As G3 são feitas para matar, não para servirem de vaso.

Citação de: "Luso-Efe"
Infelizmente cá, se alguém alerta para o perigo da castelhanização só não lhe chamam santo, e é logo apelidado de facista, agente da PIDE entre outras alarvadas.

E eu que o diga... Se dependesse de alguns, eu já estava internado por ver "fantasmas"...

A República não trouxe nada de bom. Então a primeira grande coisa que a República faz é meter o país na Primeira Guerra Mundial. Depois disso, foi só descer. Eu não quero fazer propaganda política, mas volto a dizer: A monarquia era o que servia melhor os interesses de Portugal. Ou pensam que alguma vez com um rei estas palhaçadas de Uniões Ibéricas desportivas ou políticas aconteciam? Eu cá, nem no jogo do berlinde me unia a quem quer que seja, muito menos aos castelhanos...

Cumprimentos.
«Com quem saiba conduzi-los, eles irão a toda a parte e combaterão quem se quiser. Marcharão sujeitando-se às maiores fadigas, sem um murmúrio, vivendo apenas de pão e água com um dente de alho como condimento…»

Relato de um Oficial do Exército Britânico sobre os soldados portugueses (sec XVIII)
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6962
  • Recebeu: 431 vez(es)
  • Enviou: 234 vez(es)
  • +362/-0
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #91 em: Dezembro 06, 2010, 12:52:50 am »
Mas um Rei pode vetar leis, por opção pessoal/política? Pode demitir governos, por opção pessoal/política?
 

*

Luís

  • 56
  • +0/-0
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #92 em: Dezembro 06, 2010, 09:08:23 am »
Senhor Wiskey01, não acredito que se a monarquia se mantivesse nos salvaria da primeira guerra mundial.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15580
  • Recebeu: 1217 vez(es)
  • Enviou: 1141 vez(es)
  • +197/-184
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #93 em: Dezembro 06, 2010, 09:51:30 am »
Citação de: "Luís"
Senhor Wiskey01, não acredito que se a monarquia se mantivesse nos salvaria da primeira guerra mundial.

Nós entramos nessa porque o RU já andava à anos a dividir a nossa áfrica pelos principais países da Europa. Com o deflagrar da guerra ou juntavamos a uns ou a outros, se ficassemos neutrais no final perdiamos as colónias.

Em relação a esta diarreia cerebral...isso é própria de pessoas em estado terminal e esses senhor acumula más decisões umas atrás das outras. O seu tempo já passou à muito.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

teXou

  • 436
  • +0/-3
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #94 em: Dezembro 06, 2010, 11:57:41 am »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citação de: "Luís"
Senhor Wiskey01, não acredito que se a monarquia se mantivesse nos salvaria da primeira guerra mundial.

Nós entramos nessa porque o RU já andava à anos a dividir a nossa áfrica pelos principais países da Europa. Com o deflagrar da guerra ou juntavamos a uns ou a outros, se ficassemos neutrais no final perdiamos as colónias. .. .
Os que são chamados ibéristas  neste fórum  :roll:

Faz prazer ver que certos membros deste fórum falam em conhecimento dos fatos.  :mrgreen:  :mrgreen: de 1890 cedeu ao ultimato britânico.
E o nosso lindo mapa cor de rosa de direito histórico ACABOU.
http://1.bp.blogspot.com/_gr1B80Ud71A/SXhOmZcpMTI/AAAAAAAAAQA/GwpDRd5uPsE/s1600-h/mapa+cor+de+rosa.jpg
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mapa_Cor-de-Rosa
http://www.enciclopedia.com.pt/articles.php?article_id=1268
No website do F.L.E.C estão 2 mapas interessantes. Um de 1880 e um de 1914 ... o de 1914 mostra o perigo às portas das colónias.
http://www.cabinda.org/historia.htm
"Obviamente, demito-o".

H. Delgado 10/05/1958
-------------------------------------------------------
" Não Apaguem a Memória! "

http://maismemoria.org
 

*

teXou

  • 436
  • +0/-3
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #95 em: Dezembro 06, 2010, 12:27:58 pm »
Citação de: "sergio21699"
A Inglaterra já tentou juntar o seu campeonato com o Escocês mas a FIFA impediu, espero é que ainda tenham as mesmas ideias do passado.
Há também tentativas para criar um campeonato Benelux (Bélgica, Holanda e Luxemburgo).
Sempre por as mesmas razões: o dinheiro dos direitos TV.  :?
Mas até agora nenhuma destas tentativas teve êxito.
"Obviamente, demito-o".

H. Delgado 10/05/1958
-------------------------------------------------------
" Não Apaguem a Memória! "

http://maismemoria.org
 

*

cromwell

  • Especialista
  • ****
  • 1105
  • +1/-0
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #96 em: Dezembro 06, 2010, 03:29:17 pm »
Senhor Wiskey, meu irmão monárquico, simplesmente ignore a "diarreia" de comentários patéticos destes esquerdistas anti-pátria.

Portugal ficaria na mesma se fosse monarquia? Por favor, os senhores já exprimentaram ver, se fosse o caso?

Meu caro Texou, então o governo monárquico cedeu aos britânicos? É verdade, mas os republicanos que se diziam ser
anti-britânicos e patriotas, e que tanto insultavam a monarquia por ter feito tal coisa, 6 anos depois da "sagrada revolução jacobita" obedeceram logo à Inglaterra quando esta pediu à "República Portuguesa" para prender os navios alemães que estavam em Portugal.
Por causa disso, a República decidiu enviar o CEP para as trincherias na Flandres, onde depois do golpe de Estado do Sidónio Pais, foram deixadas ao abandono e morreram 7000 portugueses e muitos outros ficaram feridos e prisioneiros na famosa batalha do Lys.  Mais tarde, o que restava das nossas tropas serviam de mão-de-obra nas trincheiras, mas nada se fez para que eles pudessem voltar, depois de toda a humilhação que passaram. A guerra tornou-se impopular e havia graves crises políticas e sociais no país, devido à oposição face à guerra e devido aos custos de vida que a "santa República, melhor que a Monarquia" nunca resolveu.

Na minha opinião deviamos ter limitado a guerra às colónias em vez de termos enviado 50 mil soldados para um teatro de operações que era completamente de nenhum interesse para nós e que não trouxe a Portugal glória nenhuma.  

E são essas as verdades, meu caro Texou. Viva a República!(ironia) :mrgreen:  :mrgreen:
"A Patria não caiu, a Pátria não cairá!"- Cromwell, membro do ForumDefesa
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4266
  • Recebeu: 288 vez(es)
  • Enviou: 277 vez(es)
  • +56/-24
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #97 em: Dezembro 06, 2010, 09:09:16 pm »
Isto do campeonato é mais um delírio de quem não tem mais nada para fazer!

Para quê uma taça entre Portugal e Espanha quando existe duas mais interessantes!
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

whiskey01

  • Membro
  • *
  • 188
  • +0/-0
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #98 em: Dezembro 07, 2010, 01:18:58 pm »
Citação de: "PereiraMarques"
Mas um Rei pode vetar leis, por opção pessoal/política? Pode demitir governos, por opção pessoal/política?

Não, não pode, mas é sem dúvida um melhor diplomata do que um engenheiro de domingo ou que outro podrezito qualquer. Enquanto a monarquia lidera pelo exemplo, a República lidera o exemplo. Ou não sabe que, por exemplo, na família real, todos os membros masculinos têm de cumprir serviço militar, e se houver guerra, participar nela? Um mercenário (político) não faz isso. Grita cá atrás e o povo que se lixe. Bruxo. Perdoem-me a linguagem, mas afinal de contas, quando a água bate na rocha, quem se f*** é o mexilhão.

Citação de: "Luís"
Senhor Wiskey01, não acredito que se a monarquia se mantivesse nos salvaria da primeira guerra mundial.

É a sua opinião. Respeito-a. Eu creio que sim, nos teriamos safo. A República era nova, e queria tomar uma posição na Europa. Os Ingleses e os Franceses pediram a Portugal apenas mantimentos (comida, roupa) e armas, nomeadamente a artilharia portuguesa que eram bastante famosa. Os republicanos, estupidamente, enviaram soldados. Mal treinados e mal equipados, o Zé Tuga não passava de carne para canhão. Ou pensam que o "Milagre de Tancos" foi mesmo um milagre? Foi das maiores palhaçadas da história militar portuguesa, executada pela "gloriosa" República.

Citação de: "teXou"
Para informação:
O governo monárquico    de 1890 cedeu ao ultimato britânico.
E o nosso lindo mapa cor de rosa de direito histórico ACABOU.

Sim, estou perfeitamente ciente dessa intervenção portuguesa. Mas aí é que uma intervenção militar era mandatória, e não nos campos da Europa. A integridade de terrotório português estava a ser atacado, foi uma reacção correcta. Mas acha que foi correcto enviar infantaria para a Europa? Não brinque comigo. A nossa logística era tão má, que os nossos soldados comiam ao pé dos cavalos que, por sua vez, eram o método de tracção da nossa artilharia.
 Relativamente ao Ultimato... Você que está aí com tão gozão, a chamar ignorantes aos supostos "nacionalistas de Domingo". Para já, eu já chamei a outros de "iberistas", e não sou ignorante. O mesmo não se pode dizer de si, que não sabe que o prazer não se faz, sente-se ou tem-se; e facto escreve-se com "c". Fato é uma peça de vestuário (a não ser, claro, que seja amigo do novo Acordo Ortográfico).

Claro que a Monarquia cedeu ao Ultimato britânico. Mas a Monarquia nunca lambeu as botas aos Ingleses. O mesmo não se pode dizer da República. Sabe texou, é ténue a linha entre a coragem e a estupidez... Acha, sinceramente, que estávamos em condições de declarar guerra à Inglaterra?
Relativamente ao resto, o cromwell já lhe respondeu, e muito bem. Creio que o texto dele é bastante esclarecedor. Obrigado cromwell, muito obrigado.
«Com quem saiba conduzi-los, eles irão a toda a parte e combaterão quem se quiser. Marcharão sujeitando-se às maiores fadigas, sem um murmúrio, vivendo apenas de pão e água com um dente de alho como condimento…»

Relato de um Oficial do Exército Britânico sobre os soldados portugueses (sec XVIII)
 

*

Vicente de Lisboa

  • Analista
  • ***
  • 790
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +3/-4
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #99 em: Dezembro 07, 2010, 02:23:47 pm »
Ena o Off-topic que isto já leva!

Cá vão os meus 0,02€: Discutir se é um regime Republicano ou Monárquico que melhor conserva a soberania nacional é bizantino.
Ainda para mais se falarmos do século XX e XXI Europeus.

O que conserva ou erode a soberania (do Estado) são as politicas seguidas pelo executivo, e que são hoje em dia praticamente independentes da figura do Chefe de Estado, seja na mui Monárquica Inglaterra ou na federal Alemanha. Assim de cabeça, de relevo só a França, os EUA e a Rússia é que elegem chefes de Estado mandões - e são Repúblicas.

Monarquias a sério temos o quê? O Butão? A Republica Popular Democrática da Coreia? Arábia Saudita e mais uns mini-Estados do Pacifico? Alguém acha que esses Estados são mais soberanos - ou seja, que têm mais poder para controlar eventos dentro e fora das suas fronteiras - do que sequer Portugal? Não vejo tal coisa.

Dir-me-ão que defendem Monarquias Constitucionais, com Monarcas tipo jarra. Pois muito bem - então não são diferentes da maioria das Repúblicas que existem na UE. Em que ficamos? Fazem diferença ou são decorativos?

Mais uma - Em 1580 e em 1383, foi a República que perigou a independência?

Anyway, se tivéssemos hoje um referendo, até votava pela Monarquia, só para mudar a cor da bandeira e ter uns nomes mais fixes nas coisas Oficiais "Real Armada Portuguesa" e assim. Mas para estes argumentos messiânicos, haja dó!

Conto que depois desta minha revelação, o whiskey01 e o cromwell se tornem fervorosos republicanos.  :P
 

*

whiskey01

  • Membro
  • *
  • 188
  • +0/-0
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #100 em: Dezembro 07, 2010, 06:43:00 pm »
Epah! Aí vem ele! Eu sabia que você se ia juntar à festa. Seja bem-vindo Vicente.

Não, discutir se uma Monarquia ou uma República é o melhor não é "bizantino". Até é uma conversa interessante, embora sim, esteja fora do tópico. Eu não creio que com uma Monarquia controlariamos melhor eventos exteriores ao país, mas interiores, sem dúvida alguma.

Citação de: "Vicente de Lisboa"
Mais uma - Em 1580 e em 1383, foi a República que perigou a independência?

Por amor da santa, já viu o intervalo de anos que vai desde a implementação da República até essas datas? São tempos diferentes... Nessa altura andavamos à cacetada com os castelhanos, não porque queríamos, mas porque eles queriam tomar isto. Ou preferia que os espanhóis governassem isto? Eu não!

Citação de: "Vicente de Lisboa"
Anyway, se tivéssemos hoje um referendo, até votava pela Monarquia, só para mudar a cor da bandeira e ter uns nomes mais fixes nas coisas Oficiais "Real Armada Portuguesa" e assim. Mas para estes argumentos messiânicos, haja dó!

Ai ai.. Onde é que estão as suas críticas construtivas? É que até agora só tenho visto sarcasmos, sarcasmos e sarcasmos. Da mesma forma que diz que uma Monarquia não ia fazer bem, então pergunto-lhe: E uma república? Já estamos a ser governados por uma fez este ano um século, e ainda não fizeram nada de jeito. A Monarquia pelo menos fez alguma coisa, com ou sem monarcas "tipo jarra".

A sua revelação nem foi uma grande revelação. Daí que, é com muito pesar que lhe digo que não conseguiu alterar as minhas crenças políticas. Mas agradeço a tentativa. :mrgreen:
« Última modificação: Dezembro 08, 2010, 06:35:49 pm por whiskey01 »
«Com quem saiba conduzi-los, eles irão a toda a parte e combaterão quem se quiser. Marcharão sujeitando-se às maiores fadigas, sem um murmúrio, vivendo apenas de pão e água com um dente de alho como condimento…»

Relato de um Oficial do Exército Britânico sobre os soldados portugueses (sec XVIII)
 

*

cromwell

  • Especialista
  • ****
  • 1105
  • +1/-0
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #101 em: Dezembro 07, 2010, 07:41:22 pm »
Citar
Mais uma - Em 1580 e em 1383, foi a República que perigou a independência?

Olhe à sua volta, com o que se está a passar actualmente, e veja se esta República não está a por em perigo actualmente a indepêndencia de Portugal, com os iberistas republicanos de esquerda?

Resposta:  ESTÁ!
"A Patria não caiu, a Pátria não cairá!"- Cromwell, membro do ForumDefesa
 

*

Luso-Efe

  • 467
  • +0/-0
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #102 em: Dezembro 07, 2010, 11:45:19 pm »
Bem, como já aqui disse mais vezes eu não sou assumidamente monárquico.

Mas também não sou anti-monárquico, e isso é muito importante. :idea:

Depois é verdade que a monarquia teve duas crises dinásticas em 800, é certo, uma a cada 400 anos, mas os reis nunca venderam o pais como estes acéfalos estão a fazer, e a republica em 100 anos já vai com 2 problemas graves que dá uma média bem maior de crise/anos.

Um foi resolvido pelo Salazar em 1928 com o estado novo quando as forças iberistas já era mais que muitas me Portugal, e agora temos outro criado e bem grave, e este tópico é prova disso mesmo.

Para além disso se há patriotas nestes fórum são sem dúvida o cromwell e o whiskey, nunca os vi defender o iberismo, ao contrário de certo e determinado senhor que se  declarou iberista no tópico sobre a federação com spain. :snipersmile:

viewtopic.php?f=14&t=8673&start=30

Cumprimentos.
Chamar aos Portugueses ibéricos é 1 insulto enorme, é o mesmo que nos chamar Espanhóis.

A diferença entre as 2 designações, é que a 1ª é a design. Grega, a 2ª é a design. Romana da península.

Mas tanto 1 como outra são sinónimo do domínio da língua, economia e cultura castelhana.

Viva Portugal
 

*

whiskey01

  • Membro
  • *
  • 188
  • +0/-0
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #103 em: Dezembro 08, 2010, 06:47:42 pm »
Não Luso-Efe. Eu, tu e o cromwell não somos patriotas. Somos "nacionalistas de Domingo". No entanto, aqueles que defendem a Federação Ibérica não são "iberistas". Esses sim são os patriotas! Que tristeza...
«Com quem saiba conduzi-los, eles irão a toda a parte e combaterão quem se quiser. Marcharão sujeitando-se às maiores fadigas, sem um murmúrio, vivendo apenas de pão e água com um dente de alho como condimento…»

Relato de um Oficial do Exército Britânico sobre os soldados portugueses (sec XVIII)
 

*

Kowalski

  • 23
  • +0/-0
Re: Iberismo desportivo - Reflexo do iberismo político
« Responder #104 em: Dezembro 08, 2010, 11:56:13 pm »
Sabem que mais? Fiquei feliz por a Rússia e o Catar terem vencido nos votos para os Mundiais 2018 e 2022 respectivamente. Mas que coisa era essa de fazer uma candidatura ibérica? Alguma vez precisámos da Espanha? Jamais! Com os estádios que tem Portugal (alguns já têm demolição prevista, que tristeza...), não era preciso apresentar candidatura com os nossos "vizinhos". O que é que ficava para a história? "Espanha organizou um grande mundial com lindos estádios e cidades!" e num cantinho do jornal aparecia "Portugal ajudou Espanha." E aquela "ideia" de criar uma liga ibérica, desculpem a palavra mas é a coisa mais nojenta que já vi. Mas isso também é culpa do Madaíl. Ele apoia qualquer coisa que venha da Espanha, esse gajo é um autêntico lélé...

Mundial ibérico, liga ibérica... e que mais? Um país chamado "Ibéria"? Esses palhaços do governo até parece que querem "vender" Portugal a Espanha... Onde é que está o orgulho de ser Português? Onde é que está aquela paixão que temos pelas nossas terras e paisagens? Onde é que passou aquela chama de ser um defensor de Portugal e ser fiel ao nosso país? Isso tudo já não existe no nosso governo infelizmente... alguns ideais antigos já se perderam com o tempo, pelo o que "vejo". Quando leio na Internet que alguma percentagem (notável) dos Portugueses queria integrar castela, vejo-me aflito sinceramente...  pelos vistos, espanha quer voltar a "invadir-nos" novamente. Parece que não chegou o que levaram nos últimos 900 anos... Desculpem mostrar tanta indignação, mas quando vejo o que se passa no governo Português, e quando nota-se que nada é feito para ter melhorias, isso põe-me fora do sítio.
 

 

O sistema politico e eleitoral e a coesão nacional

Iniciado por papatango

Respostas: 7
Visualizações: 3600
Última mensagem Junho 02, 2004, 10:59:34 pm
por C. E. Borges
Iberismo e a dissolução de Portugal: ameaça real

Iniciado por Luso

Respostas: 1344
Visualizações: 223494
Última mensagem Março 23, 2020, 11:59:45 pm
por legionario