Artilharia de Campanha, o que é?

  • 99 Respostas
  • 33143 Visualizações
*

piri-piri

  • 6
  • +0/-0
Re: que granel
« Responder #45 em: Março 11, 2008, 07:58:33 pm »
Citar
Citação de: "zecouves"
Esta estória do tiro já percebi que se calhar não chega a lado nenhum, no entanto aqui vai.

Citação de: "piri-piri"
Citar
Eu nunca afirmei que o apontador apontava o tubo do morteiro ao alvo como se fosse uma bazuca. Eu afirmei que o apontador aponta o morteiro recorrendo ao aparelho de pontaria, o que é bastante diferente.
o que é o procedimento normal, de tiro indirecto.

O procedimento normal no tiro indirecto é apontar às estacas e não directamente ao alvo, julgo eu. Mas posso estar errado.

isso é apenas um método de apontamento designado por tiro mascarado, especialmente focado em exercícios, menos usado em condições reais e na actualidade.
Se o alvo está à vista do apontador ou se as condições da batalha não facilitam a colocação das estacas o apontamento é feito directamente



Citar
Citação de: "piri-piri"
é de facto, mas não confundamos a arma com a prática do tiro..

Não confundamos antes o que é tido como uma pratica doutrináriamente aceite e o que pode realmente ser conseguido. Há relatos na 1ª invasaõa do Libano por Israel (1982, salvo erro) de ter sido feito tiro indirecto com canhão sem-recuo 10,6 mm. É canónico? Não! Tirou-se o melhor partido da arma? Não! Mas possivelmente houve uma ou outra situação que funcionou como recurso.
a questão aquí tratada é a diferença entre armas de tiro directo e de tiro indirecto e não as técnicas de apontamento das mesmas, ou usos de um tipo de arma no desempenho do papel da outra. acabamos por estar a fugir à questão


Citação de: "piri-piri"
[não é uma definição, serve apenas para estabelecer o par lógico.
o contrário de directo é indirecto, isto excui outras hipóteses.

Citar
No caso não funcionou porque nos morteiros também existe o tiro mascarado.

voltamos a confundir técnicas de apontamento/tiro com tipos de armas.
o tiro mascarado, sendo uma forma de tiro indirecto, não lhe é alternativa.
no tiro mascarado utilizam-se idealmente armas de tiro indirecto. a questão é essa, só existem armas de tiro directo e armas de tiro indirecto, não existe uma 3ª categoria de armas de tiro mascarado.
 

*

lexivia

  • Membro
  • *
  • 85
  • Recebeu: 8 vez(es)
  • Enviou: 20 vez(es)
  • +3/-0
(sem assunto)
« Responder #46 em: Março 11, 2008, 08:56:50 pm »
Onde é que isto já vai.... Tenso, não tenso, tiro directo, tiro indirecto, obus, morteiro, canhão, curvo mergulhante, de saturação, de precisão..... daqui a pouco há mais tipos de tiro que o número de projecteis das Forças Armadas!
Isto se quisermos ponderar também em usar tiro com tabela, ou ás 3 tabelas, carambolas ou a fazer ou não ricochete!
Já não me sinto nada esclarecido com tanta informação semelhante, contraditória, concorrente, discorrente, coerente, incoerente, igual, confusão, etc......
 

*

tyr

  • Analista
  • ***
  • 881
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #47 em: Março 11, 2008, 09:47:07 pm »
a guerra é assim, confusa e sangrenta:P
A morte só é terrivel para quem a teme!!
 

*

zecouves

  • Perito
  • **
  • 345
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #48 em: Março 12, 2008, 09:06:29 am »
Citação de: "lexivia"
Onde é que isto já vai.... Tenso, não tenso, tiro directo, tiro indirecto, obus, morteiro, canhão, curvo mergulhante, de saturação, de precisão..... daqui a pouco há mais tipos de tiro que o número de projecteis das Forças Armadas!
Isto se quisermos ponderar também em usar tiro com tabela, ou ás 3 tabelas, carambolas ou a fazer ou não ricochete!
Já não me sinto nada esclarecido com tanta informação semelhante, contraditória, concorrente, discorrente, coerente, incoerente, igual, confusão, etc......


É verdade onde isto já vai ... vou "atirar a toalha ao tapete". Tentei explicar uma coisa simples e não consegui ser entendido: as armas não se classificam em termos de tiro indirecto ou directo porque isso são modalidades de tiro, quanto muito são classificadas em termos das caracteristicas da trajectória da sua munição, isto é armas de tiro tenso, curvo ou mergulhante. Se calhar mea culpa  ... sem mais terminado!
 

*

zacarias

  • Membro
  • *
  • 14
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #49 em: Março 12, 2008, 03:56:52 pm »
Citação de: "zecouves"
Citação de: "lexivia"
Onde é que isto já vai.... Tenso, não tenso, tiro directo, tiro indirecto, obus, morteiro, canhão, curvo mergulhante, de saturação, de precisão..... daqui a pouco há mais tipos de tiro que o número de projecteis das Forças Armadas!
Isto se quisermos ponderar também em usar tiro com tabela, ou ás 3 tabelas, carambolas ou a fazer ou não ricochete!
Já não me sinto nada esclarecido com tanta informação semelhante, contraditória, concorrente, discorrente, coerente, incoerente, igual, confusão, etc......

É verdade onde isto já vai ... vou "atirar a toalha ao tapete". Tentei explicar uma coisa simples e não consegui ser entendido: as armas não se classificam em termos de tiro indirecto ou directo porque isso são modalidades de tiro, quanto muito são classificadas em termos das caracteristicas da trajectória da sua munição, isto é armas de tiro tenso, curvo ou mergulhante. Se calhar mea culpa  ... sem mais terminado!


é mesmo um problema de nomenclatura, já há muito identificado e referido em muitas obras. a terminologia portuguesa anda a precisar de uma séria revisão!

na realidade tiro tenso, directo e mergulhante também são modalidades de tiro, é por isso que a palavra TIRO lá está.
um canhão é de tiro tenso, mas pode fazer tiro mergulhante.
um óbus é de tiro mergulhante, mas pode fazer tiro tenso a menor distancia.
o morteiro é de tiro curvo e quando muito pode fazer tiro mergulhante a muito curta distancia.

tiro tenso é tiro directo
tiros mergulhante e curvo são indirectos

há armas mais adequadas para um  ou outro tipo de tiro

é simples, desde que não se complique
 

*

zecouves

  • Perito
  • **
  • 345
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #50 em: Março 12, 2008, 05:16:18 pm »
Citação de: "zacarias"

é mesmo um problema de nomenclatura, já há muito identificado e referido em muitas obras. a terminologia portuguesa anda a precisar de uma séria revisão!

Na Infantaria Portuguesa não há duvidas. :twisted:

Citação de: "zacarias"
na realidade tiro tenso, directo e mergulhante também são modalidades de tiro, é por isso que a palavra TIRO lá está.

Na doutrina de morteiros da Infantaria Portuguesa, há 3 modalidades de tiro que já referi, o resto são caracteristicas das trajectórias. Quanto ao Artilheiros não sei ... nunca fui tal coisa :Soldado2:

Citação de: "zacarias"
é simples, desde que não se complique


Concordo, pelo menos na Infantaria não confundimos  :D
 

*

TazMonster

  • Membro
  • *
  • 149
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #51 em: Março 12, 2008, 08:18:28 pm »
Citação de: "zecouves"
Sei de um canhanho que define especificamente o que são trajectórias curvas, tensas e mergulhantes. Se o encontrar no meu Bau de Recordações postarei qualquer coisinha mais.


Deve ser o manual de armamento e tiro com que o COR Guedes nos partia a cabeça... oh Infante.

Na Artilharia também não há duvidas. Chama-mos Obus a tudo. Só a AAA tem peças.

Quanto ao tiro... já disse o que tinha a dizer e acho que não compliquei muito a coisa.

O tiro pode-se classificar quanto ao tipo de pontaria em directo e indirecto conforme se aponta directamente ao Alvo/Objectivo (como NÓS os ARTILHEIROS lhes chamamos)
Quanto à trajectória pode ser Tenso, Mergulhante e Vertical. Tenso... cm ja disse abaixo dos 8º (creio), Mergulhante dos 8º até que com um aumento da elevação, passamos a ter encurtar o alcance e entramos no tiro vertical.

Simples...

Cm dizem os Yankees... Pretty simple, pretty self explanatory.
Taz
 

*

zecouves

  • Perito
  • **
  • 345
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #52 em: Março 13, 2008, 08:56:05 am »
Citação de: "TazMonster"
Citação de: "zecouves"
Sei de um canhanho que define especificamente o que são trajectórias curvas, tensas e mergulhantes. Se o encontrar no meu Bau de Recordações postarei qualquer coisinha mais.

Deve ser o manual de armamento e tiro com que o COR Guedes nos partia a cabeça... oh Infante.

.


Sou antes do Guedes mas calculo que seja o mesmo macete.

Desejo-te muita Eficácia camarada!
 

*

zacarias

  • Membro
  • *
  • 14
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #53 em: Março 17, 2008, 04:17:23 pm »
Citar
Na Infantaria Portuguesa não há duvidas. :twisted:
a confusão começa logo na infantaria com termos anacrónicos como espingarda de assalto e outros. esse tema está identificado em várias obras recentes.


Citar
Na Infantaria Portuguesa, a trajectória dos morteiros pode ser curva mas o alvo estar em vista com o morteiro, portanto tiro directo e esta hein?
Vai a http://www2.dsi.uminho.pt/am/2002/PDF/P ... TEIROS.pdf e lê o slide 7

continuamos a confundir modalidades de tiro prático com trajectórias.
o problema é obviamente da nomenclatura, que dá azo a confusão:

-uma peça de tiro directo é uma arma que faz tiro tenso sobre o alvo!
-na modalidade de tiro directo a pontaria é feita directamete sobre o alvo

é normal que haja confusão
 

*

zecouves

  • Perito
  • **
  • 345
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #54 em: Março 17, 2008, 05:19:29 pm »
Citação de: "zacarias"
Citar
Na Infantaria Portuguesa não há duvidas. :twisted:
a confusão começa logo na infantaria com termos anacrónicos como espingarda de assalto e outros. esse tema está identificado em várias obras recentes.

Não sei de que infantaria estás a falar, mas da portuguesa não é concerteza. Na mui nobre há espingardas automáticas, pistolas-metralhadoras, metralhadoras, entre outra parafernália. Espingarda de assalto não é termo que exista cá no exército tuga.

Já agora de que obras falas?
Citar
Na Infantaria Portuguesa, a trajectória dos morteiros pode ser curva mas o alvo estar em vista com o morteiro, portanto tiro directo e esta hein?
Vai a http://www2.dsi.uminho.pt/am/2002/PDF/P ... TEIROS.pdf e lê o slide 7
Citação de: "zacarias"
continuamos a confundir modalidades de tiro prático com trajectórias.
o problema é obviamente da nomenclatura, que dá azo a confusão:

-uma peça de tiro directo é uma arma que faz tiro tenso sobre o alvo!
-na modalidade de tiro directo a pontaria é feita directamete sobre o alvo

é normal que haja confusão


NÓS não estamos a confundir, eu pelo menos não estou. Volto a repetir para parecer chato: na infantaria, as modalidades de tiro de morteiro são: directo, indirecto e mascarado; as trajectórias das munições, independentemente da arma em questão podem ser: curvas, mergulhantes e tensas.

Na mui nobre um dos itens de classificação das armas relaciona-se com a especificidade da trajectória da munição e não com a modalidade de tiro para o qual essa arma está especialmente vocacionada. Já viste o link que postei anteriormente? Vê lá bem s.f.f.
 

*

TazMonster

  • Membro
  • *
  • 149
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #55 em: Março 18, 2008, 10:38:00 am »
No que respeita a esta confusão toda... há muito que defendo uma uniformização de termos e de alguns procedimentos no que respeita ao tiro indirecto.
Já é tempo de uniformizar a terminologia e procedimentos de regulação do tiro e de pontarias e calculo de tiro. Isto entre a Art Camp e os Morteiros.
Taz
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6971
  • Recebeu: 436 vez(es)
  • Enviou: 235 vez(es)
  • +367/-0
(sem assunto)
« Responder #56 em: Abril 18, 2008, 09:49:52 pm »
Ainda a propósito, isto é um obus, mas está ser usado como um canhão c34x

http://shock.military.com/Shock/videos. ... ent=165885
 

*

zecouves

  • Perito
  • **
  • 345
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #57 em: Abril 21, 2008, 08:23:59 am »
Citação de: "PereiraMarques"
Ainda a propósito, isto é um obus, mas está ser usado como um canhão c34x

http://shock.military.com/Shock/videos. ... ent=165885


A necessidade aguça o engenho.
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9259
  • Recebeu: 1032 vez(es)
  • Enviou: 2016 vez(es)
  • +141/-46
    • http://youtube.com/HSMW
(sem assunto)
« Responder #58 em: Agosto 05, 2008, 07:14:19 pm »
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9259
  • Recebeu: 1032 vez(es)
  • Enviou: 2016 vez(es)
  • +141/-46
    • http://youtube.com/HSMW
(sem assunto)
« Responder #59 em: Agosto 05, 2008, 07:17:33 pm »
http://www.youtube.com/watch?v=Q1jPIkeGjqU
E um video com algumas partes cortadas senão ultrapassava os 10'
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

 

Artilharia do exercito portugues na guerra colonial?

Iniciado por Asa

Respostas: 2
Visualizações: 3111
Última mensagem Junho 07, 2007, 02:56:06 pm
por Duarte
Regimento Artilharia de Costa de Parede

Iniciado por anareis

Respostas: 2
Visualizações: 1598
Última mensagem Janeiro 20, 2011, 12:40:57 pm
por anareis
Artilharia Costeira

Iniciado por GMAR

Respostas: 3
Visualizações: 2408
Última mensagem Abril 26, 2004, 02:47:13 pm
por Rui Elias
Artilharia do Exército

Iniciado por dremanu

Respostas: 491
Visualizações: 135099
Última mensagem Junho 24, 2020, 10:33:17 am
por dc
Fotos de Obuses e peças de Artilharia de Campanha durante a Guerra Colonial

Iniciado por tenente

Respostas: 1
Visualizações: 186
Última mensagem Maio 10, 2020, 09:29:45 pm
por tenente