MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses

  • 1638 Respostas
  • 263383 Visualizações
*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3083
  • Recebeu: 1447 vez(es)
  • Enviou: 3067 vez(es)
  • +544/-92
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1515 em: Janeiro 11, 2020, 10:58:33 am »
Se calhar o pessoal vai me bater mas como gosto muito dos navios holandeses...  :mrgreen:

Que tal substituir as 2 BD por duas DZP (como se tem dito aqui e concordo), para missões de alta intensidade, Nato, etc.

E as 3 VdG substituir por 3 Sigma, 3000 ton, uma duzia de ESSM, helicóptero, se forem novas poderem já ter alguma capacidade de transporte de fuzos. Para as missões de media e baixa intensidade.

Não me chocava nada tal solução, mas ao mesmo preço das Sigma se calhar conseguiam-se AH140, que são maiores, mais modulares, mais versáteis e têm maior capacidade para transporte de tropas e carga.
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5018
  • Recebeu: 2291 vez(es)
  • Enviou: 881 vez(es)
  • +615/-74
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1516 em: Janeiro 11, 2020, 11:14:35 am »
Se calhar o pessoal vai me bater mas como gosto muito dos navios holandeses...  :mrgreen:

Que tal substituir as 2 BD por duas DZP (como se tem dito aqui e concordo), para missões de alta intensidade, Nato, etc.

E as 3 VdG substituir por 3 Sigma, 3000 ton, uma duzia de ESSM, helicóptero, se forem novas poderem já ter alguma capacidade de transporte de fuzos. Para as missões de media e baixa intensidade.

Não me chocava nada tal solução, mas ao mesmo preço das Sigma se calhar conseguiam-se AH140, que são maiores, mais modulares, mais versáteis e têm maior capacidade para transporte de tropas e carga.

e porque não começar a pensar em ter seis ou mesmo sete Fragatas ???

Andamos sempre abaixo do mínimo dos mínimos vejam agora o caso dos helis quantos são e quantos temos operacionais ??
E as fragatas, com a BD na Holanda e a VdG nos respectivos MLU's, quantas unidades temos operacionais/Prontas, Duas ????

Se a marinha possuísse seis fragatas não eram de mais, passando-se o mesmo com a arma submarina, apenas temos dois submarinos quando o mínimo dos mínimos deveriam ser quatro 214 no activo.

O numero de unidades de combate, entre Fragatas e submarinos da marinha Portuguesa, deveria ser no mínimo dez, 6/4 ou 7/3,  abaixo disso esqueçam, é andarmos a encanar a perna á RÂ, é termos uma marinha de brincar.

Abraços
« Última modificação: Janeiro 11, 2020, 11:23:04 am por tenente »
 

*

Red Baron

  • Perito
  • **
  • 546
  • Recebeu: 92 vez(es)
  • Enviou: 115 vez(es)
  • +81/-24
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1517 em: Janeiro 11, 2020, 11:39:51 am »
Quando se falou de se não se fazer o MLU as VdG e avançar para o projeto das novas fragatas, falou-se numa parceria com um pais no norte da Europa. Eu sempre pensei que fosse a Dinamarca, mas pode ser bem a Holanda. ???
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 1913
  • Recebeu: 431 vez(es)
  • Enviou: 81 vez(es)
  • +90/-25
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1518 em: Janeiro 11, 2020, 01:16:11 pm »
Se calhar o pessoal vai me bater mas como gosto muito dos navios holandeses...  :mrgreen:

Que tal substituir as 2 BD por duas DZP (como se tem dito aqui e concordo), para missões de alta intensidade, Nato, etc.

E as 3 VdG substituir por 3 Sigma, 3000 ton, uma duzia de ESSM, helicóptero, se forem novas poderem já ter alguma capacidade de transporte de fuzos. Para as missões de media e baixa intensidade.

Não me chocava nada tal solução, mas ao mesmo preço das Sigma se calhar conseguiam-se AH140, que são maiores, mais modulares, mais versáteis e têm maior capacidade para transporte de tropas e carga.

Também gosto das AH140, mesmo que fossem ligeiramente mais caras. Para baixa intensidade (no verdadeiro sentido da palavra), NPOs com algum reforço de armamento e um UAV VTOL já "tapavam" esta lacuna. Mas a meu ver, as AH140 convinha serem encomendadas o quanto antes, para garantir que os custos de construção se mantém ao nível das britânicas.

Quando se falou de se não se fazer o MLU as VdG e avançar para o projeto das novas fragatas, falou-se numa parceria com um pais no norte da Europa. Eu sempre pensei que fosse a Dinamarca, mas pode ser bem a Holanda. ???

Para uma parceria, deve ser para um país com um projecto de fragatas por concluir, julgo eu, portanto o mais certo é ser Holanda/Bélgica. Os dinamarqueses já concluíram os seus projectos de fragatas, não?
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5018
  • Recebeu: 2291 vez(es)
  • Enviou: 881 vez(es)
  • +615/-74
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1519 em: Janeiro 11, 2020, 01:23:20 pm »
Quando se falou de se não se fazer o MLU as VdG e avançar para o projeto das novas fragatas, falou-se numa parceria com um pais no norte da Europa. Eu sempre pensei que fosse a Dinamarca, mas pode ser bem a Holanda. ???

é o consorcio com a Belgo/Holandês.

Abraços
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7794
  • Recebeu: 746 vez(es)
  • Enviou: 887 vez(es)
  • +110/-34
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1520 em: Janeiro 11, 2020, 03:25:30 pm »
Eu continuo achar que tendo em conta que nós temos 5 áreas de protecção (norte, centro, sul, madeira e açores) a Marinha deveria ter as seguintes forças:

- uma fragata para cada zona, sendo a mesma para alta intensidade
- 2 NPO com maior poder de fogo para cada zona
- 1 submarino para cada zona
- 2 helicopteros para cada zona
- 3 AOR (um para os açores, outro para a madeira e um para o continente)

a nível de controlo costeiro
- 4 lanchas para cada zona, tendo as mesmas capacidade anti submarina

Claro que isto entra no âmbito da imaginação de cada um mas gostava de entender melhor alguns pontos.

Os 2 helicópteros em cada zona são embarcados? É que só lá tem uma fragata, presumo que o outro fosse para um NPO...

Qual a necessidade de um Reabastecedor em cada zona? É que existe capacidade de abastecer nos portos locais para manter os navios em patrulha na zona.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15337
  • Recebeu: 1108 vez(es)
  • Enviou: 1054 vez(es)
  • +184/-172
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1521 em: Janeiro 11, 2020, 04:00:09 pm »
Eu continuo achar que tendo em conta que nós temos 5 áreas de protecção (norte, centro, sul, madeira e açores) a Marinha deveria ter as seguintes forças:

- uma fragata para cada zona, sendo a mesma para alta intensidade
- 2 NPO com maior poder de fogo para cada zona
- 1 submarino para cada zona
- 2 helicopteros para cada zona
- 3 AOR (um para os açores, outro para a madeira e um para o continente)

a nível de controlo costeiro
- 4 lanchas para cada zona, tendo as mesmas capacidade anti submarina

Nada disso faz sentido, em caso de guerra a Marinha teria que atuar como uma força única e não é grupos pequenos e com pouca possibilidade de sobrevivência. No dia-a-dia e na perspectiva da rentabilização dos recursos também não faz sentido.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 1913
  • Recebeu: 431 vez(es)
  • Enviou: 81 vez(es)
  • +90/-25
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1522 em: Janeiro 11, 2020, 04:26:01 pm »
Eu continuo achar que tendo em conta que nós temos 5 áreas de protecção (norte, centro, sul, madeira e açores) a Marinha deveria ter as seguintes forças:

- uma fragata para cada zona, sendo a mesma para alta intensidade
- 2 NPO com maior poder de fogo para cada zona
- 1 submarino para cada zona
- 2 helicopteros para cada zona
- 3 AOR (um para os açores, outro para a madeira e um para o continente)

a nível de controlo costeiro
- 4 lanchas para cada zona, tendo as mesmas capacidade anti submarina

Nada disso faz sentido, em caso de guerra a Marinha teria que atuar como uma força única e não é grupos pequenos e com pouca possibilidade de sobrevivência. No dia-a-dia e na perspectiva da rentabilização dos recursos também não faz sentido.

A mim esta ideia parece-me mais algo vindo da guerra fria, numa ideia de manter vigilância (sobretudo ASW) em vários pontos estratégicos. Além de implicar ter todos os navios existentes no activo em simultâneo (sem haver nenhum em manutenção ou missões no exterior), ou então que tivéssemos uma frota verdadeiramente grande.

Em caso de conflito, penso que a organização depende muito do tipo de conflito e qual seria o oponente/tipo de ameaça. Dependeria também se estaríamos apenas numa situação defensiva, ofensiva ou ambos. Dependeria se fossemos atacados no continente, nos Açores ou na Madeira, ou em mais do que uma destas zonas.

Em qualquer um destes casos, os NPOs seriam praticamente pequenos navios logísticos, para apoiar populações e tropas espalhadas pelo país, incluindo ilhas, e eventualmente navios hospital. O resto dependia se tínhamos LPD por exemplo, o qual necessitaria de pelo menos 2 fragatas e 1 submarino de escolta. A meu ver, o continente ficaria relativamente bem protegido com os caças e P-3/P-8, livrando as fragatas para defender qualquer arquipélago a ser "atacado" ou para garantir a navegação em segurança entre o continente e as ilhas.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8166
  • Recebeu: 501 vez(es)
  • Enviou: 855 vez(es)
  • +297/-236
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1523 em: Janeiro 13, 2020, 10:06:57 am »
Quando se falou de se não se fazer o MLU as VdG e avançar para o projeto das novas fragatas, falou-se numa parceria com um pais no norte da Europa. Eu sempre pensei que fosse a Dinamarca, mas pode ser bem a Holanda. ???

Quem "falou"? Nós aqui no FD, ou alguém com responsabilidades?
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Red Baron

  • Perito
  • **
  • 546
  • Recebeu: 92 vez(es)
  • Enviou: 115 vez(es)
  • +81/-24
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1524 em: Janeiro 13, 2020, 10:26:05 pm »
Quando se falou de se não se fazer o MLU as VdG e avançar para o projeto das novas fragatas, falou-se numa parceria com um pais no norte da Europa. Eu sempre pensei que fosse a Dinamarca, mas pode ser bem a Holanda. ???

Quem "falou"? Nós aqui no FD, ou alguém com responsabilidades?

Citar
Numa audição parlamentar em janeiro, o Chefe do Estado-Maior da Armada, almirante Mendes Calado, defendeu contudo que seria mais vantajoso preparar a compra de novas fragatas dentro de alguns anos do que investir na modernização das atuais, que apenas prolongaria a vida útil daqueles navios por pouco tempo.

Já o "Yes men" do governo:
Citar
Em entrevista à Agência Lusa, um ano após tomar posse como CEMGFA, António Silva Ribeiro considerou que a proposta "é boa" e disse estar ciente de que "não se pode ir tão depressa como algumas vontades desejariam" devido às "limitações financeiras do país".

"A possibilidade de não se modernizarem as três fragatas é preocupante" numa altura em que "o país está nas Nações Unidas a procurar reivindicar a extensão da sua soberania na plataforma estendida",
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, NVF, Charlie Jaguar

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2738
  • Recebeu: 1535 vez(es)
  • Enviou: 920 vez(es)
  • +832/-172
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1525 em: Janeiro 18, 2020, 04:06:43 pm »
A página de Facebook da Marinha é engraçada, esta semana então com muitas efemérides ligadas às fragatas senão vejamos:

- A Vasco da Gama cumpre hoje 29 anos ao serviço;
- A Bartolomeu Dias celebrou 11 no dia 16;
- E finalmente a D. Francisco de Almeida 10 anos a servir a Armada no dia 15 de Janeiro.

Parabéns pá!  :mrgreen:

Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, Major Alvega, NVF, tenente

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7794
  • Recebeu: 746 vez(es)
  • Enviou: 887 vez(es)
  • +110/-34
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1526 em: Janeiro 18, 2020, 06:32:15 pm »
Para mim o top das efemérides é Gengis Khan, todos os dias é o dia dele, actualmente tem milhões de descendentes e qualquer que seja o dia, algum deles deve fazer anos lool.
https://www.google.com/amp/s/m.megacurioso.com.br/amp/estilo-de-vida/106389-sera-que-voce-e-parente-do-genghis-khan.htm
« Última modificação: Janeiro 18, 2020, 06:32:41 pm por Lightning »
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8166
  • Recebeu: 501 vez(es)
  • Enviou: 855 vez(es)
  • +297/-236
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1527 em: Janeiro 19, 2020, 01:34:50 pm »
Bem, o cloaking shield dos klingon que instalaram no lugar do seawatcher parece funcionar às mil maravilhas, nunca mais ninguém viu o navio. Ao menos isso!
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Major Alvega

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5018
  • Recebeu: 2291 vez(es)
  • Enviou: 881 vez(es)
  • +615/-74
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1528 em: Janeiro 19, 2020, 06:36:30 pm »
A página de Facebook da Marinha é engraçada, esta semana então com muitas efemérides ligadas às fragatas senão vejamos:

- A Vasco da Gama cumpre hoje 29 anos ao serviço;
- A Bartolomeu Dias celebrou 11 no dia 16;
- E finalmente a D. Francisco de Almeida 10 anos a servir a Armada no dia 15 de Janeiro.

Parabéns pá!  :mrgreen:

Era bom que as BD tivessem apenas de anos de vida os que tem ao serviço da Armada, pelo menos teríamos duas fragatas para mais trinta anos !!  :mrgreen:

Abraços
 

*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 76
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 12 vez(es)
  • +2/-4
Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Responder #1529 em: Janeiro 24, 2020, 02:35:46 pm »
Acho que a diferença entre 2 ou 3 submarinos é maior que a diferença entre 3 ou 5 fragatas. Os submarinos são a nossa verdadeira arma de defesa, as fragatas terão sempre muitas funções, nomeadamente externas, mas em matéria de defesa serão sempre em número insuficiente. Façam o exercício de imaginar que amanhã havia um conflito. Mesmo com as 5 actuais, sem ajuda da NATO, de que nos serve ter 5, ou mais que fossem, com a capacidade actual?

Acho que para 3 fragatas realmente operacionais, são necessários helicópteros asw à medida, que custam tanto como outra fragata.

Acho a capacidade AA secundária, em relação à existência de um AOR e um LPD. E duvido que algum dos últimos possa cá ser construído, pelo menos mais barato que comprar fora.

Acho também, que os NPO não devem ser contabilizados como navios de guerra.
E que é importante e seria economicamente vantajoso avançar com a construção das LFC nos estaleiros de Viana. Comprar um desenho à Damen e construir 10 navios de fiscalização não seria difícil nem muito dispendioso.

Por fim, acho ilusório que se continue a empurrar com a barriga para a frente na esperança de que daqui a 10 anos haja um orçamento disponível muito maior do que o actual.

Para termos 3 fragatas verdadeiramente capazes daqui a 10 anos, e por capazes refiro me a algo tipo das Arrrowhead 140 várias vezes mencionadas, mesmo que sem capacidade AA, devíamos estar neste momento a negociar essa aquisição.

Cumprimentos