U209PN

  • 2763 Respostas
  • 555767 Visualizações
*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7563
  • Recebeu: 498 vez(es)
  • Enviou: 174 vez(es)
  • +202/-209
(sem assunto)
« Responder #120 em: Agosto 18, 2007, 01:02:31 pm »
Citação de: "SSK"
Espero que tenha sido suficientemente explicito, porque estar a descrever tudo dáva um imenso texto.


Não se preocupe. Esteja à vontade. É sempre um prazer ler as linhas do "nosso" submarinista de serviço. :wink:
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 1066
  • Recebeu: 21 vez(es)
  • Enviou: 46 vez(es)
  • +26/-3
$$$$
« Responder #121 em: Agosto 18, 2007, 02:11:22 pm »
Citação de: "luis filipe silva"
Zocuni escreveu:
Citar
Agora isto deve custar muito dinheiro?Seria comportável para Portugal ter isto,claro que depois que receber os novos.

São tecnologias muito caras. Que eu saiba, só a Inglaterra, Russia, Japão e USA posuem veículos deste tipo. Outras marinhas usam a campânula Mc Can caso do Brasil mas é tecnologia dos anos trinta do século passado.
Os DSRV actuais podem ser aerotransportados, e operados por qualquer navio de apoio a plataformas de petróleo relativamente apetrechados para perar um ROV. O problema maior que estes equipamentos enfrentam, é a acoplagem com o submarino de lado. O LR5 possui diversos hélices que o permitem fazer.
Na práctica quando existe um submarino naufragado em tempo de paz, os países entreajudam-se.


Obrigado,Luis Filipe Silva

Estranho países fortes,e com marinhas pujantes tipo(Alemanha e França),não terem tais submarinos de resgate.Em caso afirmativo,torna tais marinhas algo dependentes de outras.Veja-se o Kursk,em aparente "cenário de paz",e mesmo tendo tal tecnologia,agiram de forma lenta e deu no que deu.Uma tragédia que o governo russo teve de digerir.Claro que isto tudo é muito caro,mas caso aconteça alguma tragédia,o peso dos midia,sociedade é por demais incontrololável.Claro que ser submarinista é uma atividade de alto risco,mas se existe tecnologia para se evitar certas tragédias,porque não usá-las.Falta o melhor,$$$$$$$.

Abraços,
zocuni
 

*

luis filipe silva

  • Investigador
  • *****
  • 2051
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #122 em: Agosto 19, 2007, 12:43:14 am »
caro Zocuni.
Tinha-me esquecido da Suécia com o seu veículo URV.
-----------------------------
saudações:
Luis Filipe Silva
 

*

Cabecinhas

  • Investigador
  • *****
  • 1508
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #123 em: Agosto 25, 2007, 06:28:46 pm »
Citar
Começa a construção dos novos U-212
Novos submersíveis serão os mais avançados submarinos convencionais.
24.08.2007


O grupo Thyssen, anunciou o início da construção do quinto e sexto submarinos da classe U212 (chamado aqui de U-212B, para o diferenciar do mais antigo e já operacional U-212A) que deverá estar operacional entre 2012 e 2013.

Os novos submarinos vão manter grande parte das características conhecidas dos U212 ao serviço. Não são conhecidas grandes alterações relativamente à estrutura interna e capacidades de transporte, mas esperam-se algumas modificações que poderão aumentar muito consideravelmente as capacidades da nova arma.

Como todos os submarinos alemães desde os anos 50, o U-212 tem um casco em aço amagnético, que é uma exigência da marinha que espera que os seus submarinos sejam essencialmente utilizados nas águas do Báltico.

Ele conta com seis tubos para lançar torpedos que também podem lançar minas. É aqui que poderão surgir as primeiras modificações significativas, com a inclusão de uma versão mais sofisticada e completa do sistema de combate, que deverá permitir não só permitir a gestão dos torpedos como ainda o futuro lançamento de mísseis anti-navio, característica que os U212 anteriores não possuem.

Outra das possibilidades em estudo, é a de juntamente com o lançamento de mísseis anti-navio os futuros U212 poderem também disparar mísseis anti-aéreos.

A utilização dos novos armamentos passa a ser possível, especialmente porque não só os sensores dos novos U212 serão mais sofisticados e precisos – permitindo maior controle sobre as armas – como também estarão ligados a um sistema de dados militares, em que o U212 será um ponto de ligação de uma rede de computadores, uma espécie de rede local (LAN) encriptada e segura, que permitirá ao U212 saber exactamente onde está e onde estão todos os restantes componentes da força.

Todos os sensores dos vários navios ou aeronaves estarão interligados e mesmo quando submergido, o U212 terá meios para se conectar com a rede. Desta forma, o U212 sabe a cada momento onde estão os potenciais inimigos, porque tem acesso não apenas aos dados dos seus sensores, como também aos dados dos sensores dos navios da esquadra e das aeronaves (aviões ou helicópteros) que estiverem ligados à rede.

Torna-se assim possível a um comandante de uma força, ter uma visão integral da área de conflito, podendo dar ordens a cada um dos seus meios de forma coordenada. O submarino pode por exemplo lançar um torpedo para atacar um navio que está a ameaçar uma fragata ou uma lancha de patrulha, mesmo que não tenha detectado a ameaça através dos seus próprios sensores. Um helicóptero detectado pelo radar de uma fragata, pode ser atacado com um míssil anti-aéreo transportado a bordo do submarino.

Com uma informação completa sobre a área de interesse onde se desenrola um confronto, e com a interligação de dados colhidos pelos vários sensores dos navios e aviões que estão ligados em rede, toda uma esquadra pode passar a funcionar como se tratasse de um único grande navio, com múltiplas possibilidades de resposta disponíveis face às ameaças encontradas.

Juntamente com as fragatas de defesa aérea, os submarinos U212 serão uma arma de grande poder e letalidade funcionando como um multiplicador de força de qualquer esquadra que conte com este tipo de meio.

Embora o custo dos U212 seja elevado – estima-se que entre €500 e €800 milhões – a sua sofisticação técnica, a sua quase indetectabilidade, tornam os submarinos deste tipo cada vez mais interessantes para marinhas com os recursos para os adquirir. Mesmo nos Estados Unidos, os submarinos com sistema de propulsão AIP parecem estar a ser estudados, pelo menos como opção.



in Areamilitar

A manutenção destes meninos vai ser algo puxada... mas vale o esforço!
Um galego é um português que se rendeu ou será que um português é um galego que não se rendeu?
---
 

*

SSK

  • Investigador
  • *****
  • 1523
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #124 em: Agosto 27, 2007, 01:00:47 am »
Citar
Como todos os submarinos alemães desde os anos 50, o U-212 tem um casco em aço amagnético, que é uma exigência da marinha que espera que os seus submarinos sejam essencialmente utilizados nas águas do Báltico.

Triplica o preço dos submarinos, mas é uma capacidade espectacular para águas pouco profundas como são as do báltico, deste modo o sistema de detecção dos MPA's por anomalias magnéticas fica práticamente fora de jogo.

Citar
A utilização dos novos armamentos passa a ser possível, especialmente porque não só os sensores dos novos U212 serão mais sofisticados e precisos – permitindo maior controle sobre as armas – como também estarão ligados a um sistema de dados militares, em que o U212 será um ponto de ligação de uma rede de computadores, uma espécie de rede local (LAN) encriptada e segura, que permitirá ao U212 saber exactamente onde está e onde estão todos os restantes componentes da força.


Isto não é nava mais nada menos que os Link's, equipamento que os nossos também trazem, de facto é uma grande mais valia, mas não nos podemos esquecer que para isto funcionar o submarino terá que colocar sempre uma antena de fora ou então a Wire-Antenna que limita a manobrabilidade do submarino.


Estes 212B são a par dos 212A muito bons para operar em mares pouco profundos ou em mares onde o submarino não consegue  se esconder devido às desfavoráveis condições de propagação do som na água. Ou seja, o ideal para o Báltico, Mediterrâneo, Adriático e mar do norte.
"Ele é invisível, livre de movimentos, de construção simples e barato. poderoso elemento de defesa, perigosíssimo para o adversário e seguro para quem dele se servir"
1º Ten Fontes Pereira de Melo
 

*

DC 38

  • 43
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #125 em: Agosto 29, 2007, 12:18:57 am »
Olá a todos :)

para todos os curiosos podem ver e saber mais sobre o submarino grego, que será muito semelhante aos nossos na seguinte pagina:

http://militaryphotos.net/forums/showthread.php?t=68133


até tem fotografias do posto de comando e o manual de instruções do periscópio optrónico...

A todos,

BZ
"Sem a loucura que é o Homem, mais que a besta sadia cadáver adiado que procria..." F.Pessoa (in Mensagem)
 

*

fischt75

  • Membro
  • *
  • 25
  • +0/-0
Submarinos U-209
« Responder #126 em: Agosto 29, 2007, 01:05:46 am »
U-209 PN
Deslocamento standard: 1700 Ton
Deslocamento máx. : 2020 Ton.
Tipo de propulsão: Gerador AIP - Celulas de combustível
 Comprimento: 67.9 M - Largura: 6.3M
Calado: 6.6 M.
Profundidade: 400 M
Numero de tubos: 8
2 x Gerador AIP - Celulas de combustível Siemens Sinavy (240KW)
2 x Motor a Diesel MTU 16V396 TB-94 (6.24MW)
1 x Motor eléctrico Siemens Permasyn (2.85MW)
Autonomia: 20000Km a 12 nós
 - Nr. Eixos: 1
- Velocidade Máxima: 22 nós
Tripulação / Guarnição: 32
Sistema de lançamento U209214TT
- 12 x ALENIA-Marconi IF-21 Blackshark - sistema de lançamento: lançadores U209214TT
6 x Boeing Company H UGM 84 (Anti-navio)
Radares
- Kelvin Hughes KH-1007 (F) (Navegação - Al.med: 37Km)


O Sistema de Propulsão Independente do Ar, ao invés, permite ao submarino aumentar a sua autonomia em submersão, de 48 a 72 horas (o tempo que decorre num submarino convencional até que as baterias tenham que ser recarregadas) para um período que pode ir de 15 a 21 dias. Isto ocorre, porque se produz energia eléctrica, por meios químicos, sem que seja necessário ao submarino vir à superfície.
Do ponto de vista táctico, um submarino com AIP, é quase invisível, e torna-se quase impossível saber onde se encontra, ou para onde se deslocou submerso. Desde o último dia em que houver uma informação sobre a sua localização, podem passar dias ou semanas, até que se saiba onde se encontra.
Portugal
 

*

old

  • Especialista
  • ****
  • 913
  • +1/-0
Re: Submarinos U-209
« Responder #127 em: Agosto 29, 2007, 09:49:42 am »
Citação de: "fischt75"
U-209 PN
Deslocamento standard: 1700 Ton
Deslocamento máx. : 2020 Ton.
Tipo de propulsão: Gerador AIP - Celulas de combustível
 Comprimento: 67.9 M - Largura: 6.3M
Calado: 6.6 M.
Profundidade: 400 M
Numero de tubos: 8
2 x Gerador AIP - Celulas de combustível Siemens Sinavy (240KW)
2 x Motor a Diesel MTU 16V396 TB-94 (6.24MW)
1 x Motor eléctrico Siemens Permasyn (2.85MW)
Autonomia: 20000Km a 12 nós
 - Nr. Eixos: 1
- Velocidade Máxima: 22 nós
Tripulação / Guarnição: 32
Sistema de lançamento U209214TT
- 12 x ALENIA-Marconi IF-21 Blackshark - sistema de lançamento: lançadores U209214TT
6 x Boeing Company H UGM 84 (Anti-navio)
Radares
- Kelvin Hughes KH-1007 (F) (Navegação - Al.med: 37Km)


O Sistema de Propulsão Independente do Ar, ao invés, permite ao submarino aumentar a sua autonomia em submersão, de 48 a 72 horas (o tempo que decorre num submarino convencional até que as baterias tenham que ser recarregadas) para um período que pode ir de 15 a 21 dias. Isto ocorre, porque se produz energia eléctrica, por meios químicos, sem que seja necessário ao submarino vir à superfície.
Do ponto de vista táctico, um submarino com AIP, é quase invisível, e torna-se quase impossível saber onde se encontra, ou para onde se deslocou submerso. Desde o último dia em que houver uma informação sobre a sua localização, podem passar dias ou semanas, até que se saiba onde se encontra.


Gran Submnarino!! :shock:  Supongo que el mayor problema sera recargar hidrogeno en puerto. Tendran que construir instalaciones especializadas para esa operacion.

Cuando seran entregados a la MP?
Alguna imagen/foto/ o si es posible maqueta para observar el nuevo pez?

Saludos
 

*

DC 38

  • 43
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #128 em: Agosto 29, 2007, 11:03:18 am »
Caro OLD,

os Submarinos serão entregues à MP no decorrer de 2010.

Fotos tem aqui algo muito parecido:

http://militaryphotos.net/forums/showthread.php?t=68133

A todos,

BZ
"Sem a loucura que é o Homem, mais que a besta sadia cadáver adiado que procria..." F.Pessoa (in Mensagem)
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 9003
  • Recebeu: 779 vez(es)
  • Enviou: 1277 vez(es)
  • +706/-652
(sem assunto)
« Responder #129 em: Agosto 29, 2007, 12:23:24 pm »
:roll:  :(
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Patrick

  • 1
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #130 em: Setembro 13, 2007, 10:24:05 pm »
Ola a todos  c34x

Visto os nossos futuros submarinos estarem equipados com a tecnologia mais recente, haverá  equipamentos ou mais concretamente sonares e detectores de minas "mais a frente" ou  protótipos ou até em fase de estudo??
Sabem de algum site que tenha essa informação??

Abraço
 

*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 1066
  • Recebeu: 21 vez(es)
  • Enviou: 46 vez(es)
  • +26/-3
Bom
« Responder #131 em: Setembro 14, 2007, 11:01:48 pm »
Citação de: "DC 38"
Caro OLD,

os Submarinos serão entregues à MP no decorrer de 2010.

Fotos tem aqui algo muito parecido:

http://militaryphotos.net/forums/showthread.php?t=68133

A todos,

BZ


Tudo bem,

Muito boas fotos dos submarinos em construcção.

Abraços,
zocuni
 

*

european

  • 75
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #132 em: Outubro 19, 2007, 09:39:34 am »
Very bad news about the greek submarine U214.
It seems that there are serious problems, not easy (aka impossible) to solve.

http://img141.imageshack.us/img141/6702/hdw3qy0.jpg

http://img141.imageshack.us/img141/4661/hd4rc8.jpg
EuroFighter Typhoon, the defender of european skies.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15620
  • Recebeu: 1230 vez(es)
  • Enviou: 1161 vez(es)
  • +200/-186
(sem assunto)
« Responder #133 em: Outubro 19, 2007, 10:41:17 am »
European isn’t this old news? Last thing I heard was that the initial problems were solved.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

european

  • 75
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #134 em: Outubro 19, 2007, 10:45:28 am »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
European isn’t this old news? Last thing I heard was that the initial problems were solved.


No, that's are new documents.
The problem are unsolved and a greek newspaper discovered this documents (provided by HDW and not by Greek navy) that proof that the problem exist and so the Greek gouvernment has the right
to refuse the U214.
Previous questions were denied by HDW.
EuroFighter Typhoon, the defender of european skies.
 

 

Futuros torpedos para o U209PN comprados!

Iniciado por Luso

Respostas: 2
Visualizações: 7086
Última mensagem Março 28, 2005, 02:54:36 pm
por C. E. Borges