Luís Amado assina contrato para lanchas costeiras

  • 102 Respostas
  • 20719 Visualizações
*

NotePad

  • Perito
  • **
  • 578
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #30 em: Dezembro 22, 2005, 02:27:55 pm »
...
« Última modificação: Fevereiro 25, 2007, 06:15:10 am por NotePad »
 

*

luis filipe silva

  • Investigador
  • *****
  • 2051
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #31 em: Dezembro 22, 2005, 02:39:43 pm »
Ah... Miguel ...Miguel...

Se há quase dez anos nos ofereceram as FFG e nós não quisemos, porque a pechincha era cara, se as V. da Gama foram pagas em 60% pela NATO, se até as LFs da classe Argos tiveram fundos da CEE, se a turquia, grécia, Egipto, Polónia, Oman, e Emiratos Arabes Unidos aproveitam a tal sucata americana e holandesa que tanto as O.H.Perry como as Kortenaer são da mesma época, porque Portugal não faz o mesmo e aproveita antes que não haja mais?
Creio que os portugueses só querem é o melhor sem pagar um cêntimo.
Caro amigo sejamos realistas. Os governos não vão nisso, e se não nos despacharmos a tomar resoluções ,já nem as tripulações teremos, porque também se aproveita para reduzir o pessoal. Serem as Perry longas ou curtas, não interessa porque não vai haver dinheiro para os helicópteros. Para as VG eram precisos 7, e nunca passámos dos 5.

Saudações cordiais

Luis F. Silva
-----------------------------
saudações:
Luis Filipe Silva
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2215
  • Recebeu: 62 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +28/-0
    • http://forumdefesa.com
(sem assunto)
« Responder #32 em: Dezembro 22, 2005, 03:58:42 pm »
Citação de: "PereiraMarques"
a grande "bomba" refere-se ao Navio Polivalente Logístico , em que foi referido que se estava a espera da revisão da LPM :?

Cumprimentos
B. Pereira Marques

Se a isso juntarmos estas declarações proferidas há uns dias atrás:

Citar
As alterações à Lei de Programação Militar (LPM), onde constam as opções em matéria de reequipamento da Força Aérea, Marinha e Exército, deverão ser apresentadas em breve pelo Governo.

"Considerando a importância das missões militares internacionais, é óbvio que há um conjunto de equipamentos que tem que estar na primeira linha de prioridades na edificação do sistema de forças no próximo ciclo de planeamento, que inicia em Janeiro de 2006", acrescentou Luís Amado.

Questionado sobre os programas actualmente previstos na LPM que podem ser objecto de revisão, o ministro da Defesa preferiu não se pronunciar sobre "aspectos pontuais do sistema de forças".

Luís Amado admitiu, contudo, que a viatura ligeira para o exército é um equipamento a que pode ser dada prioridade no âmbito das missões em que participam forças portuguesas.

Também o navio polivalente logístico "é prioritário no âmbito dessas missões", acrescentou.



Não podemos deixar de ficar mais confusos :conf: , mas a minha convicção é que o NPL é irreversível e prioritário.

Faz parte das contrapartidas dos submarinos e o contrato para a sua construção já foi assinado.

Nem vou falar da sua utilidade que já foi amplamente abordada.

Tudo o que vá contra este projecto é um autêntico tiro no pé.
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

TOMKAT

  • Especialista
  • ****
  • 1173
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #33 em: Dezembro 22, 2005, 04:24:43 pm »
Resumindo, e fazendo um bocado de futurulogia, na melhor das hipóteses,
a nossa Marinha de Guerra terá:

1 NAVPOL
3 Fragatas
2 Sub's
8 NPO's
6 LFC's

Retirando as 3 Mekos e os 2 Submarinos seremos uma espécie de guarda costeira com alguma capacidade de transporte.
Capacidade ofensiva nula e alguma, pouca graças aos submarinos, capacidade defensiva.
Capacidade ofensiva nula porque as Meko não a têm e apenas uma
estará em estado de prontidão para qualquer eventualidade.

"Santa Bárbara",... e os espanhóis, nos proteja quando começar a trovejar.

As OHP mesmo com 30 anos são de uma necessidade extrema.
Não reneguemos a nossa vocação atlântica.
Será o mesmo que renegar a nossa história.
E quem renega a sua história,... renega-se a si mesmo.
IMPROVISAR, LUSITANA PAIXÃO.....
ALEA JACTA EST.....
«O meu ideal político é a democracia, para que cada homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado»... Albert Einstein
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3729
  • Recebeu: 2020 vez(es)
  • Enviou: 3853 vez(es)
  • +1827/-110
(sem assunto)
« Responder #34 em: Dezembro 22, 2005, 05:36:32 pm »
Nem mais!
Talent de ne rien faire
 

*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2454
  • Recebeu: 25 vez(es)
  • Enviou: 7 vez(es)
  • +14/-19
(sem assunto)
« Responder #35 em: Dezembro 22, 2005, 05:43:02 pm »
Citação de: "TOMKAT"
Resumindo, e fazendo um bocado de futurulogia, na melhor das hipóteses,
a nossa Marinha de Guerra terá:

1 NAVPOL
3 Fragatas
2 Sub's
8 NPO's
6 LFC's
 .


Não Tomkat...

3 Fragatas Meko modernizadas "espero com ESSM" superior aos SM1
2/3 Submarinos U209PN
10 NPO/NCP
5 NPC Navio Patrulha Costeira

10 Lanchas Fiscalização
1 NAVPOL???
1 AOR


 :twisted:
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2508
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
(sem assunto)
« Responder #36 em: Dezembro 22, 2005, 08:28:40 pm »
Citação de: "luis filipe silva"
Além disso os políticos apontarão sempre o exemplo da Bélgica que está a desarmar a sua marinha.

Citar
Frigate Sale to Belgium
 
 
(Source: Netherlands Ministry of Defence; issued Dec. 21, 2005)
 
 
 (Issued in Dutch only; unofficial translation by defense-aerospace.com)  
 
 
Tomorrow (Dec. 22) Dutch State Secretary for Defence Cees van der Knaap and Belgian Defence Minister Andre Flahaut will sign a contract at the Royal Army Museum in Brussels for the sale of two M-class multipurpose frigates to the Belgian Navy.  
 
The two frigates are currently part of the Royal Netherlands Navy, but are being disposed of as part of the decisions included in the Navy draw-down plan.  
 
Funds obtained from the sale will be used for the acquisition of patrol vessels.  
 
-ends-  
 

*

TOMKAT

  • Especialista
  • ****
  • 1173
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #37 em: Dezembro 22, 2005, 09:26:32 pm »
Citação de: "Miguel"
Citação de: "TOMKAT"
Resumindo, e fazendo um bocado de futurulogia, na melhor das hipóteses,
a nossa Marinha de Guerra terá:

1 NAVPOL
3 Fragatas
2 Sub's
8 NPO's
6 LFC's
 .

Não Tomkat...

3 Fragatas Meko modernizadas "espero com ESSM" superior aos SM1
Miguel apenas uma Meko por mais modernizada que seja,...é pouco mais que nada, e digo apenas uma, por motivos já demasiado debatidos aqui no fórum: 1 ao serviço da NATO, 1 em manutenção, 1 em estado de prontidão ao serviço de nossa Marinha.
Citação de: "Miguel"
2/3 Submarinos U209PN
Espero que o Pai Natal te ouça e traga mais 1 submarino no sapatinho,...
Já agora por seres o único que aqui aponta para mais um Submarino, qual é a tua fonte de informação para afirmares tal coisa?
Citação de: "Miguel"
10 NPO/NCP
Nem mais,... 8 NPO's + 2 NCP's,... navios de patrulha apenas serão 8.
Citação de: "Miguel"
5 NPC Navio Patrulha Costeira
Ainda reduzes um aos meus números...
Citação de: "Miguel"
10 Lanchas Fiscalização
1 NAVPOL???
1 AOR
:twisted:


Resumindo, pondo todos os "trunfos" da nossa Marinha de Guerra na mesa, o poder naval, quer ofensivo, quer defensivo, não passa de um "bluff".

Venham as OHP, tenham 30 anos, tragam ferrugem, ou outras maleitas escondidas,... para quem não tem nada parece muito.

Não vale de nada gritar ao mundo a nossa LUSITANIDADE se não a soubermos respeitar.
O mar está na génese da nossa essência...

"Ó mar salgado, quanto do teu sal, são lágrimas de Portugal..."
IMPROVISAR, LUSITANA PAIXÃO.....
ALEA JACTA EST.....
«O meu ideal político é a democracia, para que cada homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado»... Albert Einstein
 

*

alfsapt

  • Membro
  • *
  • 249
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #38 em: Dezembro 23, 2005, 03:17:31 pm »
Citação de: "TOMKAT"
Não vale de nada gritar ao mundo a nossa LUSITANIDADE se não a soubermos respeitar.


Não vale de nada gritar ao mundo a nossa LUSITANIDADE se não a soubermos fazer respeitar no nosso mar.
"Se serviste a patria e ela te foi ingrata, tu fizestes o que devias, ela o que costuma."
Padre Antonio Vieira
 

*

José Matos

  • 36
  • +0/-0
    • http://para-quedas.blogspot.com/
(sem assunto)
« Responder #39 em: Dezembro 23, 2005, 09:08:58 pm »
Caros Amigos

Infelizmente os sinais em relação ao NAVPOL não são nada positivos. O ministro está de facto em interessado em reformular o contrato assinado por Portas no sentido de construir um navio mais pequeno e barato ou então adiar mesmo a sua construção para as calendas.

A LPM vai ser revista em Janeiro e aí é que vamos ver o que nos vai sair no sorteio. Também não sei até que ponto é que ele pode mexer no contrato assinado pelo Portas, pois um contrato desses deve ter cláusulas de savalguarda que podem penalizar seriamente este governo. A ver vamos. Mas a vontade actual é de mexer no contrato.

Um abraço

 

*

Tiger22

  • Perito
  • **
  • 566
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #40 em: Dezembro 23, 2005, 10:08:06 pm »
Se isso for verdade, seria um acto de traição contra a Marinha e contra Portugal.

Não creio que o Sr. Ministro se queira meter nisso.
"you're either with us, or you're with the terrorists."
 
-George W. Bush-
 

*

luis filipe silva

  • Investigador
  • *****
  • 2051
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #41 em: Dezembro 23, 2005, 10:08:19 pm »
Como já vai sendo costume fugirmos do tópico, vou-NOS dar mais uma prenda de Natal.
Um amigo meu vai em Janeiro para os States tirar um curso de VDS.
Como nas VG não temos VDS adivinhem!...(menos o MIguel que não quer mais navios além de patrulhas. Será que vamos ser conquistados pela França?)O. H. Perry antes que alguem queira a sucata de 20 anos.

Feliz Natal

Luis F. Silva
-----------------------------
saudações:
Luis Filipe Silva
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7233
  • Recebeu: 629 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +605/-2
(sem assunto)
« Responder #42 em: Dezembro 23, 2005, 10:21:51 pm »
Citação de: "luis filipe silva"
Um amigo meu vai em Janeiro para os States tirar um curso de VDS.
Como nas VG não temos VDS adivinhem!...


Isso do VDS é o variable depth sonar?

Cumprimentos
B. Pereira Marques
 

*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2454
  • Recebeu: 25 vez(es)
  • Enviou: 7 vez(es)
  • +14/-19
(sem assunto)
« Responder #43 em: Dezembro 23, 2005, 10:28:05 pm »
:wink:

Eu sou realista é economista :twisted:  é nao quero ver fundos desperdiçados em sucatas...

Para relembrar ao pessoal aqui, que nos temos um ORCAMENTO equivalente ao da Nova Zelandia, portanto podem se dar ao luxo de ter uma FAP com F16s, uma Armada com Fragatas e Submarinos etc...
Apesar de pouco e sempre melhor que nada....
E mesmo assim aquilo que temos ainda é em maioria material quase "oferecido".

Portugal como muitas nações, deve chegar a uma altura e poder dizer aquilo que temos é fruto das nossas poupanças!!
Porque actualmente quase tudo que temos, e fruto das ofertas dos outros(CEE,NATO etc...)
Para resumir somos uma NACAO de ASSISTIDOS.
Andamos a viver a custa dos outros...

E eu quero um PORTUGAL digno, e que não passe a vida a pedinchar aos outros.

cumprimentos
 

*

Tiger22

  • Perito
  • **
  • 566
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #44 em: Dezembro 23, 2005, 10:38:15 pm »
Não sejas chato Miguel :wink:  Sabes como nós que as OHP são cruciais para Portugal. A não ser que arranjes uns AB para a nossa marinha.
"you're either with us, or you're with the terrorists."
 
-George W. Bush-