CPLP

  • 250 Respostas
  • 81620 Visualizações
*

Cabecinhas

  • Investigador
  • *****
  • 1508
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +4/-0
Re: CPLP
« Responder #120 em: Janeiro 03, 2010, 05:07:11 pm »
Andorra ???
Um galego é um português que se rendeu ou será que um português é um galego que não se rendeu?
---
 

*

Ataru

  • Perito
  • **
  • 418
  • +0/-0
Re: CPLP
« Responder #121 em: Janeiro 03, 2010, 05:21:45 pm »
Sim Andorra por quase 20% da população falar português.
Greater Portugal = Portugal + Olivença + Galiza and the Eonavian Region + border villages that speak galaico-portuguese dialects + Cape Verde + St. Tomé and Principe.
 

*

Cabecinhas

  • Investigador
  • *****
  • 1508
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +4/-0
Re: CPLP
« Responder #122 em: Janeiro 03, 2010, 06:36:28 pm »
Um galego é um português que se rendeu ou será que um português é um galego que não se rendeu?
---
 

*

Ataru

  • Perito
  • **
  • 418
  • +0/-0
Re: CPLP
« Responder #123 em: Janeiro 03, 2010, 07:11:20 pm »
Correcto, mas o Luxemburgo ainda não mostrou interesse em aderir como Andorra.
Greater Portugal = Portugal + Olivença + Galiza and the Eonavian Region + border villages that speak galaico-portuguese dialects + Cape Verde + St. Tomé and Principe.
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11456
  • Recebeu: 415 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +70/-59
Re: CPLP
« Responder #124 em: Julho 11, 2010, 05:25:12 pm »
Contestada eventual adesão da Guiné Equatorial à CPLP


Um grupo de organizações da sociedade civil publicou ontem uma carta aberta aos líderes dos Estados que integram a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) onde se critica a possibilidade de adesão da Guiné Equatorial à CPLP. O candidato presidencial Manuel Alegre também fez uma declaração em que repudia essa eventualidade.

A Guiné Equatorial, país de língua castelhana com um milhão de habitantes, é também um importante produtor de petróleo. O seu líder, Teodoro Obiang, de 68 anos, no poder desde 1979, é considerado um dos mais cruéis ditadores africanos.

Obiang tem feito intensos esforços para se tornar membro da CPLP, onde o seu país tem estatuto de observador. O líder guineense, reeleito Presidente em Novembro, com 95% dos votos, prometeu realizar reformas internas. O jornal Público adianta que a eventual adesão da Guiné Equatorial será discutida na próxima cimeira da organização de Estados de língua oficial portuguesa, que se realiza em Luanda, dia 23.

O Presidente brasileiro, Lula da Silva, esteve na Guiné Equatorial no início desta semana, no âmbito de uma viagem por vários países de África, a última da sua presidência. Curiosamente, Lula afirmou ontem em Luanda que não estará na cimeira da CPLP, justificando a ausência com a severidade das cheias no Brasil.

A carta aberta é subscrita pela Plataforma Portuguesa das ONG, Transparência e Integridade, Centro de Integridade Pública (Moçambique) e Liga Guineense de Direitos Humanos. O documento contesta o estatuto de observador da Guiné Equatorial e sublinha que a adesão deste país será um "desprestígio" para a CPLP.

Numa reacção separada, o candidato presidencial Manuel Alegre disse à Lusa que a adesão da Guiné Equatorial "não tem sentido". Na opinião de Alegre, "a Guiné Equatorial não é um país de língua portuguesa". Por outro lado, é uma "petroditadura". Em conclusão, o candidato explicou que "os princípios e os valores da democracia e da CPLP têm de estar acima dos negócios e do cheiro a petróleo".

Independente da Espanha em 1968, a Guiné Equatorial fez parte do Império Português até 1778, tendo sido trocada por outros territórios espanhóis na América. A ilha de Bioko, onde está a capital, Malabo, chamava-se Fernando Pó, nome do navegador português que a descobriu. No século XVI, a ilha foi colonizada por portugueses, que ali produziram cana-de-açúcar.

DN
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11456
  • Recebeu: 415 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +70/-59
Re: CPLP
« Responder #125 em: Julho 13, 2010, 08:23:06 pm »
AI preocupada com adesão da Guiné-Equatorial à CPLP


A Amnistia Internacional (AI) Portugal alertou hoje para “algumas preocupações” em matéria de direitos humanos, democracia e justiça social na Guiné-Equatorial, cuja adesão enquanto membro de pleno direito da comunidade lusófona será avaliada este mês na cimeira de Luanda.

Numa carta enviada hoje ao secretário executivo da CPLP, Domingo Simões Pereira, ao ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, e a todas as embaixadas dos estados membros do bloco lusófono, a organização apela para que a “integração da Guiné Equatorial” apenas seja aceite, caso os governantes daquele país centro-africano cumpram alguns “compromissos cumulativos”.

Entre estes, a secção portuguesa da organização internacional de defesa de direitos humanos destaca o “fim da pena de morte”, das “tortura e detenções extrajudiciais levadas a cabo pelos órgãos do Estado”, assim como a “libertação imediata e incondicional dos prisioneiros de consciência”.

A Amnistia Internacional Portugal lembra que todos os Estados-membros da CPLP estão sujeitos aos princípios que regem a organização, designadamente o “Primado da Paz, da Democracia, do Estado de Direito, dos Direitos Humanos e da Justiça Social".

A próxima cimeira de Chefes de Estado e de Governo da CPLP está marcada para dia 23, em Luanda, onde Portugal passará o testemunho da Presidência da organização para Angola.

Lusa
 

*

Snowmeow

  • 200
  • +0/-0
Re: CPLP
« Responder #126 em: Julho 15, 2010, 02:08:04 pm »
É, há pessoas que mal conhecem a real situação de certos países e, quando o descobrem, ficam chocados. Te juro, não sabia dessa situação sobre a Guiné Equatorial, que eu só conhecia por ser o único país africano a falar espanhol e por aquele "nadador", o mais lento do mundo, Eric Moussambalini.

Caso a Guiné Equatorial queira mesmo entrar na CPLP, deverá fazer alguns ajustes. Oficializar o Português como idioma nacional não é a única condição.
"Não corte uma árvore no Inverno; pois sentirás falta dela no Verão." Jairo Navarro Dias
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 1080
  • Recebeu: 53 vez(es)
  • Enviou: 59 vez(es)
  • +50/-69
Re: CPLP
« Responder #127 em: Julho 16, 2010, 05:11:22 pm »
Existem alguns argumentos em favor da Guiné Equatorial :

- Foi territorio português até 1778,

- Foi durante anos o pais africano com maior crescimento economico graças à descoberta e à exploraçao do petroleo. Estima-se que a produçao de petroleo deste pequeno pais do tamanho do Alentejo atinja no futuro um quinto da produçao do gigante Nigéria.

- A Guiné Equatorial é um pequeno pais com menos de meio milhao de habitantes governado por un clan familiar que tem certamente muita margem de progresso em matéria de democracia, (segundo os critérios ocidentais),  mas a  Guiné-Bissau tambem nao é um exemplo de democracia apesar de contar, (haveria de...), com algum apoio da CPLP nesse sentido... Nao é pois  excluindo que se resolve o problema, é integrando (neste caso na CPLP) que se poderao conseguir bons resultados tambem no campo social e politico...sobretudo porque até ha meios e condiçoes para isso .

Se ambas as partes, a Guiné Equatoriale e a CPLP,  estao mesmo interessadas nesse projeto tambem acho que so temos a ganhar pois este pais tem muito para dar  em troca daquilo em que lhes possamos ser uteis.
A pior das ditaduras é a que se disfarça de democracia
 

*

Snowmeow

  • 200
  • +0/-0
Re: CPLP
« Responder #128 em: Julho 23, 2010, 01:38:47 pm »
Se há real interesse na participação da Guiné Equatorial como membro efetivo da CPLP, então é urgente que se façam alguns progressos. Tá certo, não se faz nada instantaneamente, mas o banimento da pena de morte já seria um bom começo.
"Não corte uma árvore no Inverno; pois sentirás falta dela no Verão." Jairo Navarro Dias
 

*

sergio21699

  • Especialista
  • ****
  • 933
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-0
Re: CPLP
« Responder #129 em: Julho 23, 2010, 01:41:04 pm »
Citação de: "Snowmeow"
Se há real interesse na participação da Guiné Equatorial como membro efetivo da CPLP, então é urgente que se façam alguns progressos. Tá certo, não se faz nada instantaneamente, mas o banimento da pena de morte já seria um bom começo.

E acabar com a ditadura, e falarem português....
Sinceramente, não vejo razões para a Guiné Equatorial entrar para a CPLP  :|
-Meu General, estamos cercados...
-Óptimo! Isso quer dizer que podemos atacar em qualquer direcção!
 

*

Snowmeow

  • 200
  • +0/-0
Re: CPLP
« Responder #130 em: Julho 23, 2010, 01:46:03 pm »
Citação de: "sergio21699"
E acabar com a ditadura, e falarem português....
O Português já é considerado idioma oficial do país, pois o dialeto anobonense foi considerado idioma português.
Citação de: "sergio21699"
Sinceramente, não vejo razões para a Guiné Equatorial entrar para a CPLP  :|

Citação de: "legionario"
Existem alguns argumentos em favor da Guiné Equatorial :

- Foi territorio português até 1778,

- Foi durante anos o pais africano com maior crescimento economico graças à descoberta e à exploraçao do petroleo. Estima-se que a produçao de petroleo deste pequeno pais do tamanho do Alentejo atinja no futuro um quinto da produçao do gigante Nigéria.

- A Guiné Equatorial é um pequeno pais com menos de meio milhao de habitantes governado por un clan familiar que tem certamente muita margem de progresso em matéria de democracia, (segundo os critérios ocidentais),  mas a  Guiné-Bissau tambem nao é um exemplo de democracia apesar de contar, (haveria de...), com algum apoio da CPLP nesse sentido... Nao é pois  excluindo que se resolve o problema, é integrando (neste caso na CPLP) que se poderao conseguir bons resultados tambem no campo social e politico...sobretudo porque até ha meios e condiçoes para isso .

Se ambas as partes, a Guiné Equatoriale e a CPLP,  estao mesmo interessadas nesse projeto tambem acho que so temos a ganhar pois este pais tem muito para dar  em troca daquilo em que lhes possamos ser uteis.
"Não corte uma árvore no Inverno; pois sentirás falta dela no Verão." Jairo Navarro Dias
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11456
  • Recebeu: 415 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +70/-59
Re: CPLP
« Responder #131 em: Julho 23, 2010, 01:55:19 pm »
Portugal contraria Brasil e trava adesão da Guiné Equatorial


A diplomacia portuguesa rejeitou a adesão imediata à CPLP por parte da Guiné Equatorial, governada há 31 anos pelo ditador Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, e impôs um processo de entrada na Comunidade Países de Língua Portuguesa semelhante ao da União Europeia.

De acordo com o enviado da SIC Notícias à VIII Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, que começou hoje em Luanda, Angola. Portugal apenas aceita o pedido de adesão por parte da Guiné Equatorial, obrigando este país africano a passar por um processo prolongado de adaptação às regras e às exigências da organização, tal como acontece na adesão à União Europeia.

O texto final da conferência foi escrito pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros português, Luís Amado, e no seu conteúdo apenas é aceite a formalização do pedido de adesão da Guiné Equatorial.

Foi o Brasil, que se tornou na potência diplomática com mais força na CPLP, quem colocou mais empenho na adesão imediata da Guiné Equatorial, por motivos geoestratégicos, que passam por uma preponderância brasileira na zona do golfo da Guiné. Ainda recentemente, o ditador da Guiné Equatorial visitou o Presidente brasileiro, Lula da Silva, e ambos assinaram vários acordos de cooperação.

Teodoro Obiang Nguema Mbasog prometeu fazer reformas e distribuir os lucros da indústria petrolífera, que tornam artificialmente a Guiné Equatorial como um dos países com maior produto interno bruto per capita: um índice mentiroso, pois os milhões do petróleo estão concentrados nas mãos da família do Presidente e da oligarquia que a rodeia, enquanto a população vive numa situação de miséria.

Esta decisão tomada na conferência da CPLP já era previsível, depois de nesta semana o primeiro-ministro português ter anunciado que não seria tomada qualquer decisão sobre o assunto. "O pedido foi feito. Ora, honra qualquer comunidade quando outro país quer entrar. Agora vamos analisar à luz dos critérios e dos estatutos da CPLP. O que estamos a falar é apenas de um pedido, não de adesão. (...) Estamos a falar de um povo que, através do seu governo, pediu para aderir a uma comunidade. É lógico que temos de ver isso com regozijo. Mas temos as nossas leis, as nossas regras e os nossos estatutos. E, por isso, esse pedido tem de se conformar com os estatutos da CPLP", afirmou José Sócrates

DN
 

*

sergio21699

  • Especialista
  • ****
  • 933
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-0
Re: CPLP
« Responder #132 em: Julho 23, 2010, 01:55:57 pm »
Citação de: "Snowmeow"
Citação de: "sergio21699"
E acabar com a ditadura, e falarem português....
O Português já é considerado idioma oficial do país, pois o dialeto anobonense foi considerado idioma português.

Tem razão, peço desculpa.
O Português tornou-se lingua oficial em 2007, era precisamente isso que acabei de ver e vinha corrigir o que tinha escrito.
-Meu General, estamos cercados...
-Óptimo! Isso quer dizer que podemos atacar em qualquer direcção!
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11456
  • Recebeu: 415 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +70/-59
Re: CPLP
« Responder #133 em: Julho 23, 2010, 08:12:07 pm »
Presidente da Guiné Equatorial derrotado mas optimista



Teodoro Obiang Nguema disse estar optimista em relação à adesão do seu país à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, depois da cimeira realizada hoje em Luanda ter decidido adiar uma resolução sobre o assunto.

«Sim», respondeu quando questionado sobre se estava optimista. «Antes de mais pela solidariedade, a solidariedade africana», disse Teodoro Obiang Nguema, à saída da VIII Cimeira da CPLP, que decorreu hoje em Luanda.

Apesar do optimismo, Obiang admitiu que este encontro não foi um sucesso para as suas aspirações. «Não, não», respondeu o Presidente da Guiné Equatorial quando questionado sobre se achava que a cimeira tinha sido um sucesso.

«Estamos à espera. Esta foi a quarta reunião [da CPLP] a que assistimos. Quer dizer que mantemos sempre a esperança», acrescentou.

Questionado sobre o porquê de querer aderir a uma comunidade de países que falam Português, Obiang recordou os «vestígios de raízes de uma cultura portuguesa na Guiné Equatorial» e sublinhou que a maioria dos seus vizinhos são lusófonos, enquanto o seu país é o único do continente africano que fala Espanhol.

«O Espanhol e o Português são línguas muito próximas», frisou, adiantando a intenção da Guiné Equatorial de se aproximar de «países irmãos africanos com uma cultura muito próxima».

Com esse perfil, considerou, «só os países lusófonos», recordando que o seu país tomou «uma decisão oficial de que o Português venha a ser língua oficial da Guiné Equatorial».

Confrontado com o facto de ser o governante há mais anos em funções em África, questionou: «Porque não? Se estou como Presidente da Guiné Equatorial é porque tenho um partido. Quando chegam as eleições, candidato-me e os outros partidos apresentam as suas candidaturas. Se votam em mim é pelo carisma», explicou.

Lusa
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 1080
  • Recebeu: 53 vez(es)
  • Enviou: 59 vez(es)
  • +50/-69
Re: CPLP
« Responder #134 em: Julho 26, 2010, 04:39:52 pm »
Portugal vetou a entrada da Guiné Equatorial pelo facto de ser dirigida por um presidente corrupto e ditador ? Entao e Angola ? vai ser expulsa da CPLP ? mais corruptos que o clan Eduardo dos Santos é dificil de encontrar ...
Aos nossos governantes falta uma coisa muito importante que se chama pragmatismo ! Enfim, mais uma vez hao-de ser outros a aproveitar  :cry:
A pior das ditaduras é a que se disfarça de democracia
 

 

Adesão da Guiné Equatorial à CPLP decidida em Julho

Iniciado por Marauder

Respostas: 15
Visualizações: 11512
Última mensagem Julho 18, 2006, 12:28:36 am
por ricardonunes
CPLP acordo ortográfico da língua portuguesa

Iniciado por comanche

Respostas: 94
Visualizações: 37465
Última mensagem Setembro 03, 2019, 12:13:45 pm
por Lusitano89
CPLP debate força de paz da lusofonia

Iniciado por Fábio G.

Respostas: 26
Visualizações: 13508
Última mensagem Outubro 19, 2007, 11:38:13 pm
por PereiraMarques
TV CPLP

Iniciado por comanche

Respostas: 4
Visualizações: 5259
Última mensagem Janeiro 18, 2008, 12:49:55 pm
por papatango