Coronavirus

  • 1777 Respostas
  • 51568 Visualizações
*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1579
  • Recebeu: 413 vez(es)
  • Enviou: 303 vez(es)
  • +192/-747
Re: Coronavirus
« Responder #1770 em: Janeiro 14, 2021, 12:55:46 pm »
North Korea anyone?

https://www.tsf.pt/futuro/confinamento-pode-obrigar-a-limitar-ou-suspender-netflix-ou-youtube-13229106.html

Pzito, teste a noticia ao menos?!!! O que lá diz é simplesmente o bom senso e é algo que existe em todos os países que conheço. Reservar espaço em serviços não essenciais para as comunicações prioritárias em caso de necessidade. Não percebo a surpresa ou o que raio tem a ver com o regime do Tio Kim......

Quanto ao resto, tens os números à tua frente, tens os serviços de saúde já em colapso, tens o tecido social, por toda a Europa e EUA a desfazer-se, diz lá então, na tua opinião, quais deveriam ser as medidas e o que se deveria fazer.

Que houve a há, erros crassos por parte do nosso (des)governo ninguém põe em causa mas não vejo aqui ninguém a apresentar alternativas!!!
Se estamos novamente nisto e com números de arrepiar, isso deve-se principalmente ao comportamento de uns quantos que não são assim tão poucos!! Um exemplo na minha familia: a minha cunhada, assim como todo um grupo de mulheres da fábrica onde ela trabalha, estão e confinamento e a aguardar testes porque uma idiota, andou a ir para o trabalho com febres e dores no corpo sem dizer nada a ninguém!!! Apenas quando a mãe dessa dita cuja adoeceu e teve de ser internada é que se descobriu a coisa!!! E no meio disto ainda teve o desplante de fazer uma festa privada de passagem de ano quando já tinha sintomas o que levou a brincadeira a mais 15 outras mulheres!!! Lindo, não é?!!! Ah, esse maldito Costa........

No supermercado aqui ao pé de onde vivo, uma esperta que testou positivo, como estava, tal como eu, apenas com perda de olfato e paladar, vai de ir fazer umas compritas e beber um cafezito na cafetaria que lá há. Ninguém sabia da situação dela e tudo iria passar em claro não fosse estar lá nessa altura também o medico aqui do centro de saúde responsável por os casos de Covid. Ela foi identificada mas o mal dela vais ser batatas, e no meio disto mais uma catrefada de malta a ter de ir para casa e fazer testes, mais uma vez, culpa do Costa e dos malandros do PS.

Enquanto grunhos negacionistas do calibre de um grunho que por aqui anda, não forem responsabilizados pela desinformação e merda que debitam e atenção, não é censurados como por exemplo, aquela estupidez que fizeram ao Trump de lhe fechar as contas sociais, é responsabilizados, ou seja, responderem e, se comprovado dano ou má fé causaram ou tiveram, pagarem criminalmente pelo seus actos vai continuar esta senda descontrolada.
Isto é uma questão de cultura e bom senso mais do que de governo pois se a malta se andar a cagar para isto, o governo bem pode fechar isto tudo que não resolve nada.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Cabeça de Martelo

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16413
  • Recebeu: 1486 vez(es)
  • Enviou: 1396 vez(es)
  • +234/-300
Re: Coronavirus
« Responder #1771 em: Janeiro 14, 2021, 01:03:24 pm »
O novo confinamento geral vai começar à meia-noite mas, ao contrário do que o primeiro-ministro anunciou, os moldes vão ser muito diferentes do que aconteceu em março e abril. A presidência do Conselho de Ministros conta que a publicação do decreto em Diário da República aconteça hoje de manhã mas a TVI vai avançando a longa lista de exceções.

O que vai ficar aberto neste confinamento:

1- Mercearias, minimercados, supermercados, hipermercados;

2- Frutarias, talhos, peixarias, padarias;

3- Feiras e mercados, (no que se refere à venda de bens alimentares);

4- Produção e distribuição agroalimentar;

5- Lotas;

6- Restauração e bebidas para efeitos de entrega ao domicílio, diretamente ou através de intermediário, bem como para disponibilização de refeições ou produtos embalados à porta do estabelecimento ou ao postigo (take-away);

7- Atividades de comércio eletrónico, bem como as atividades de prestação de serviços que sejam prestados à distância, sem contacto com o público, ou que desenvolvam a sua atividade através de plataforma eletrónica;

8- Serviços médicos ou outros serviços de saúde e apoio social;

9- Farmácias e locais de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica;

10- Estabelecimentos de produtos médicos e ortopédicos;

11- Oculistas;

12- Estabelecimentos de produtos cosméticos e de higiene;

13- Estabelecimentos de produtos naturais e dietéticos;

14- Serviços públicos essenciais e respetiva reparação e manutenção (água, energia elétrica, gás natural e gases de petróleo liquefeitos canalizados, comunicações eletrónicas, serviços postais, serviço de recolha e tratamento de águas residuais, serviços de recolha e tratamento de efluentes, serviços de gestão de resíduos sólidos urbanos e de higiene urbana e serviço de transporte de passageiros);

15- Serviços habilitados para o fornecimento de água, a recolha e tratamento de águas residuais e ou de resíduos gerados no âmbito das atividades ou nos estabelecimentos referidos no presente anexo e nas atividades autorizadas;

16- Papelarias e tabacarias (jornais, tabaco);

17- Jogos sociais;

18- Centros de atendimento médico-veterinário;

19- Estabelecimentos de venda de animais de companhia e de alimentos e rações;

20- Estabelecimentos de venda de flores, plantas, sementes e fertilizantes e produtos fitossanitários químicos e biológicos;

21- Estabelecimentos de lavagem e limpeza a seco de têxteis e peles;

22- Drogarias;

23- Lojas de ferragens e estabelecimentos de venda de material de bricolage;

24- Postos de abastecimento de combustível e postos de carregamento de veículos elétricos;

25- Estabelecimentos de venda de combustíveis para uso doméstico;

26- Estabelecimentos de comércio, manutenção e reparação de velocípedes, veículos automóveis e motociclos, tratores e máquinas agrícolas e industriais, navios e embarcações, bem como venda de peças e acessórios e serviços de reboque;

27- Estabelecimentos de venda e reparação de eletrodomésticos, equipamento informático e de comunicações;

28- Serviços bancários, financeiros e seguros (mediante marcação prévia);

29- Atividades funerárias e conexas;

30- Serviços de manutenção e reparações ao domicílio;

31- Serviços de segurança ou de vigilância ao domicílio;

32- Atividades de limpeza, desinfeção, desratização e similares;

33- Serviços de entrega ao domicílio;

34- Máquinas de vending;

35- Atividade por vendedores itinerantes, para disponibilização de bens de primeira necessidade ou de outros bens considerados essenciais na presente conjuntura, nas localidades onde essa atividade, de acordo com decisão do município, seja necessária para garantir o acesso a bens essenciais pela população;

36- Atividade de aluguer de veículos de mercadorias sem condutor (rent-a-cargo);

37- Atividade de aluguer de veículos de passageiros sem condutor (rent-a-car);

38- Prestação de serviços de execução ou beneficiação das Redes de Faixas de Gestão de Combustível;

39- Estabelecimentos de venda de material e equipamento de rega, assim como produtos relacionados com a vinificação, assim como material de acomodação de frutas e legumes;

40- Estabelecimentos de venda de produtos fitofarmacêuticos e biocidas;

41- Estabelecimentos de venda de medicamentos veterinários;

42- Estabelecimentos onde se prestem serviços médicos ou outros serviços de saúde e apoio social, designadamente hospitais, consultórios e clínicas, clínicas dentárias e centros de atendimento médico-veterinário com urgência, bem como aos serviços de suporte integrados nestes locais;

43- Estabelecimentos educativos, de ensino e de formação profissional, creches, centros de atividades ocupacionais e espaços onde funcionem respostas no âmbito da escola a tempo inteiro, onde se incluem atividades de animação e de apoio à família, da componente de apoio à família e de enriquecimento curricular;

44- Centros de inspeção técnica de veículos e centros de exame;

45- Hotéis, estabelecimentos turísticos e estabelecimentos de alojamento local, bem como estabelecimentos que garantam alojamento estudantil;

46- Atividades de prestação de serviços que integrem autoestradas, designadamente áreas de serviço e postos de abastecimento de combustíveis;

47- Postos de abastecimento de combustíveis não abrangidos pelo número anterior e postos de carregamento de veículos elétricos;

48- Estabelecimentos situados no interior de aeroportos situados em território continental, após o controlo de segurança dos passageiros;

49- Cantinas ou refeitórios que se encontrem em regular funcionamento;

50- Outras unidades de restauração coletiva cujos serviços de restauração sejam praticados ao abrigo de um contrato de execução continuada;

51- Notários;

52- Atividades e estabelecimentos enunciados nos números anteriores, ainda que integrados em centros comerciais.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: FoxTroop

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1579
  • Recebeu: 413 vez(es)
  • Enviou: 303 vez(es)
  • +192/-747
Re: Coronavirus
« Responder #1772 em: Janeiro 14, 2021, 01:07:12 pm »
Ou seja, uma espécie de confinamento que não é bem um confinamentos mas é para ser confinamento...... Falta de tomates completa para enfrentar o touro pelos cornos.....

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, HSMW

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16413
  • Recebeu: 1486 vez(es)
  • Enviou: 1396 vez(es)
  • +234/-300
Re: Coronavirus
« Responder #1773 em: Janeiro 14, 2021, 04:04:59 pm »
COVID-19: Sobrecarga sobre SNS “só diminuirá muito no final do verão”, alerta médico

...


“O que prevê o nosso plano de vacinação é termos no final da segunda fase 3,7 milhões de portugueses vacinados. Somando o quase um milhão que nessa altura já terão tido infeção [uns com infeção sintomática e diagnosticada e outros com infeção não diagnosticada], temos 4,7 milhões no final da segunda fase [e] 4,7 milhões é escasso para dizer que teremos imunidade de grupo, mas podemos ter atingido esse primeiro pressuposto: a diminuição da pressão. Mais do que isso, só mais tarde”, analisou José Artur Paiva.

À Lusa, o também presidente do Colégio de Medicina Intensiva da Ordem dos Médicos disse compreender que “ao longo de uma pandemia a mola aumente e diminua e que isso seja regulado pela análise epidemiológica”, mas considerou que “em fases de planalto alto não faz sentido passar mensagens que induzem a um desconfinamento exagerado”, algo que lamenta ter acontecido no período de festas (Natal e Ano Novo).

“Só precisamos de ir para o ‘lockdown’ após um desconfinamento exagerado. Agora estamos a partir tarde [na implementação de medidas] em minha opinião. Estamos com níveis crescentes de hospitalização e UCI. O próximo mês é o mês ‘horribilis’ do SNS (…). Naquele dia [referindo-se ao arranque do Plano Nacional de Vacinação a 27 de dezembro] foi tudo muito bonito e importante, mas é importante que se perceba que as páginas do livro da pandemia que estamos a escrever tinham e têm de ser iguais no dia seguinte”, apontou o médico.

https://lifestyle.sapo.pt/saude/noticias-saude/artigos/covid-19-sobrecarga-sobre-sns-so-diminuira-muito-no-final-do-verao-alerta-medico
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1729
  • Recebeu: 114 vez(es)
  • Enviou: 31 vez(es)
  • +173/-2009
Re: Coronavirus
« Responder #1774 em: Janeiro 14, 2021, 04:33:44 pm »
Covid-19. Despacho de Marta Temido manda adiar cirurgias prioritárias, incluindo algumas das que estavam programadas para doentes com cancro
https://expresso.pt/coronavirus/2021-01-13-Covid-19.-Despacho-de-Marta-Temido-manda-adiar-cirurgias-prioritarias-incluindo-algumas-das-que-estavam-programadas-para-doentes-com-cancro
Citar
A ministra da Saúde determinou a concentração de todos os esforços na área de Cuidados Intensivos, nem que para isso seja necessário adiar as cirurgias programadas, mesmo que prioritárias. O despacho a que o Expresso teve acesso foi enviado esta tarde aos hospitais avisa que a situação é grave e que todos os recursos têm de ser concentrados no apoio aos doentes críticos da pandemia. Até agora esta é a medida mais grave já anunciada

Anda tudo a dormir, depois é coisa tal, no final morre tudo com COVID, esta ministra devia ir presa, pois esta a cometer um crime.
Ou seja tem de se concentrar no apoio aos doentes com gripe, mas os quem têm cancro não, depois, foi como um certo tipo ontem para a RTP, todo contente de ter vacinado uma velha com 111 anos, pois é que ela vai viver mais 111. Por isto e por muito mais, é que sempre estivemos na cauda da Europa, vistos como um país de corruptos, burros e analfabetos.
« Última modificação: Janeiro 14, 2021, 04:50:05 pm por Daniel »
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16413
  • Recebeu: 1486 vez(es)
  • Enviou: 1396 vez(es)
  • +234/-300
Re: Coronavirus
« Responder #1775 em: Janeiro 14, 2021, 04:41:38 pm »
Não é isso que vai acontecer, os doentes oncológicos vão ser é encaminhados para os IPO (que não são afectados por esta medida) de forma a serem operados.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2171
  • Recebeu: 921 vez(es)
  • Enviou: 405 vez(es)
  • +919/-44
Re: Coronavirus
« Responder #1776 em: Janeiro 14, 2021, 07:04:51 pm »
Este confinamento é mais fofinho.
Por exemplo, não se pode trabalhar porque podemos adoecer com o bicho, mas podemos ir à missa, ao centro comercial às compras, ao banco, irmos buscar os nossos filhos, mesmo que esteja em Chaves e o filho estude na Universidade do Algarve, ........ é como entendermos!!!!!

O que não podemos é comprar roupa, calçado, livros (medida parecida com a xaria). Alguém que esteja à rasca com a roupa interior.... resta virar do avesso  :mrgreen:
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 10002
  • Recebeu: 1170 vez(es)
  • Enviou: 1680 vez(es)
  • +1021/-1390
Re: Coronavirus
« Responder #1777 em: Janeiro 15, 2021, 06:49:09 am »
A única coisa que este confinamento (LOL) vai trazer é mais miséria, porque de certeza que os números não vão baixar

Mas desde que haja missas, e dia 24 a carneirada vá em rebanho pôr a cruzinha no marselfie, está tudo bem.
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas