Apetece-me gritar bem alto, FO...

  • 2155 Respostas
  • 228081 Visualizações
*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15531
  • Recebeu: 1190 vez(es)
  • Enviou: 1126 vez(es)
  • +193/-181
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2145 em: Maio 22, 2020, 12:54:01 pm »
Portugal (ainda) é uma democracia, tu és livre disso.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: FoxTroop, ocastilho

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1410
  • Recebeu: 56 vez(es)
  • Enviou: 17 vez(es)
  • +110/-1192
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2146 em: Maio 22, 2020, 01:26:10 pm »
Portugal (ainda) é uma democracia, tu és livre disso.

É o que eu espero um país com uma democracia plena e livre inclusive da corrupção, pois a corrupção em Portugal custa como nada mais nada menos 18,2 mil milhões de euros ano.
Quer isso dizer 7,9% do Pib, 61% dos colaboradores portugueses concordam que a sua empresa tem praticas normalmente consideradas corruptas, se isto não é ser dos países mais corruptos da Europa e do mundo vou ali e já venho.

A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

ocastilho

  • Membro
  • *
  • 237
  • Recebeu: 109 vez(es)
  • Enviou: 179 vez(es)
  • +122/-3
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2147 em: Maio 22, 2020, 01:35:07 pm »
Já agora fica uma lista pouco exaustiva de palermices ditas nos ultimos dias aqui na vizinha Espanha e no Brasil. É medir a ressonância que tiveram cá uns casos e outros. Ou os que tiveram notas de rodapé ou noticias de "vira-o-disco-e-toca-o-mesmo".

Citar
Vice-presidente do Governo espanhol explica contágio com o facto de Madrid estar em “linha reta” com Nova Iorque
https://ionline.sapo.pt/artigo/697397/vice-presidente-do-governo-espanhol-explica-contagio-com-o-facto-de-madrid-estar-em-linha-reta-com-nova-iorque?seccao=Mundo

Citar
Governante espanhola diz que Portugal conteve melhor a Covid-19 porque está “um pouco mais a oeste”
https://tvi24.iol.pt/internacional/espanha/governante-espanhola-diz-que-portugal-conteve-melhor-a-covid-19-porque-esta-um-pouco-mais-a-oeste

Citar
Lula disse que "ainda bem que natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus".
O petista exaltou o vírus para criticar pessoas que acreditam que "nada que é público que presta", que "tem que vender tudo que é público". Esse grupo formaria uma "elite grosseira", que seria responsável por Jair Bolsonaro (sem partido) estar no Planalto. "Essa crise do coronavírus somente o Estado é que pode resolver isso."
https://www.bol.uol.com.br/noticias/2020/05/20/lula-entrevista-coronavirus-ainda-bem.htm
« Última modificação: Maio 22, 2020, 01:35:46 pm por ocastilho »
"Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma."
 

*

Lusitan

  • Perito
  • **
  • 325
  • Recebeu: 83 vez(es)
  • Enviou: 89 vez(es)
  • +126/-11
  • Hic et Ubique
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2148 em: Maio 22, 2020, 02:09:10 pm »
Não respondeu às minhas questões. Mas o documento que colocou responde a parte delas. É só uma questão de o ir ler...

O PCP não tem cuidado com a questão dos ciganos. Os ciganos são uma não questão. É uma tentativa rídicula de copiar o modelo do judeu ladrão da NSDAP. O mesmo Ventura que critica os judeus por acederem ao "rendimento mínimo" é o mesmo que vende aos seus clientes formas de fugir aos impostos. Imagine só quem custa mais dinheiro ao Estado? Os "ladrões dos ciganos" ou o "grande líder Ventura"?

Nunca me viu a chamar trogloditas a qualquer chegófilo, mesmo que não goste das ópções políticas, compreendo os problemas que permitem a subida de falsos profetas ao poder. São coisas que me foram ensinadas ainda em criança na Alemanha por quem viveu a Segunda Guerra Mundial. As pessoas têm tendência a acreditar mais facilmente em mentiras simples do que em verdades complexas, e como muitas vezes nem sequer percebem a complexidade dos problemas, acham que a sua resolução é simples. Daí que qualquer charlatão que lhes prometa milagres tenha um aumento no número de votos. Seja Passos Coelho, António Costa ou Ventura. Mas quando vêem que nada muda desiludem-se e acham que o problema é da democracia e não das suas escolhas ou da sua falta de inteligência.

Repare que de tantos comentadores de política do grupo Impresa, só conseguiu enumerar dois que são de esquerda. Demonstrei que não são os dois defensores do Governo. Num enorme leque de comentadores políticos aponta dois para demonstrar que a Impresa é de esquerda. Se isso não é enviesamento intelectual então não sei o que é. O facto de o principal comentador em prime-time ser ex-ministro de vários governos PSD não quer dizer nada. O facto de vários comentadores da área económica serem de direita também não.
Se me disser que o grupo Impresa é um grupo do regime, concordo consigo. Agora dizer que é de esquerda, não concordo.

O Trump e o Bolsonaro são os principais targets dos media internacionais porque são líderes de grandes potências e porque dizem merda a um ritmo até hoje considerado impraticável. Basicamentes são o Messi e o Ronaldo da estupidez entre políticos.

Agora já posso ir ler o documento que coloquei, o mesmo que o senhor tentou desmontar, agora já serve para eu ir ler? Tá bem...

Caríssimo, o problema da comunidade cigana, e de outras "minorias", só é um não-problema para quem mora longe delas e não se relaciona com elas. Essas comparações com a Alemanha Nacional-Socialista são intelectualmente desonestas. Primeiro, porque o contexto é totalmente diferente, eu não estudei na Alemanha, mas acho que é óbvio. Segundo, porque de facto existe um problema com a comunidade cigana, mas, se não acredita, ofereço-lhe uma casa à beira de uma comunidade cigana e veremos quantas semanas lá fica. E não a ofereço porque sou burguês, é mesmo só porque a vizinhaça a tornou invendível... Terceiro, obviamente que a comunidade cigana não é a única comunidade, nem mesmo fora das "minorias", que tem problemas, mas eu sempre tomei os ciganos como um exemplo em relação a outras "minorias" que se sente demasiado à vontade. Mas se acha que o PCP não fala para não dar palco ao ventura, cá estaremos para ver onde o Ventura crescerá mais, eu apostava a sul do Tejo...

Eu não respondi às suas perguntas, porque são opinião travestidas de perguntas e supus que fossem retórica. Mas não seja por isso e não trarei nenhuma argumento básico, como Reductio ad hitlerum... O meu amigo acha que o Ventura é que encobriu o "sentido de estado" e as "perguntas pertinentes" do RR. Eu acho que o Ventura não encobriu nada, o Rui Rio é que não é capaz de fazer uma oposição convincente. O Cotrim Figueiredo focou muito mais os falanços do governo e não foi ofuscado pelo Ventura. Mas basta ver a percepção positiva que tem de Rui Rio para perceber pq a culpa é do Rui Rio. O meu amigo provavelmente nunca votará PSD, se o meu amigo acha que o RR está a falar muito bem, é porque este não está a falar para quem devia. Quanto à capitalização de votos, está mais do que documentado na ciência Politica que o líder nos períodos iniciais de crise consegue unir o eleitorado à sua volta, é basicamente uma apoio ao líder. Mas também está documentado que este apoio passado pouco tempo inverte-se, mas o meu amigo já está delirante com a prestação do seu correlegionário " que não gosta nada". O futuro dirá...

Meu caro colega, eu não enumerei comentadores, eu dei dois exemplos, os dois exemplos que curiosamente mais me irritam pela notória falta de vergonha, pelo populismo e pela critica mansinha como atacam o costa nos pontos fortes e esquecem os fracos, mas estes devem ser os populistas do "bem".

PS: Quanto aos comentadores de economia, tenho de me referir em especifico. Antes demais, eu não vejo muito o grupo Impresa, há anos que me irrita a canhotice e o que vou vendo/lendo é de relance às refeições. Derivado desse facto não sei em especifico a quem se refere. O meu amigo ao chamar de direita os comentadores, isso honestamente não é mau sinal, dado que quase tudo o que a esquerda defende há anos que está provado que não resulta. Isso até é um ponto a mais para a Impresa, prova que ainda vão contratando alguns comentadores com algum conhecimento. Isso ou o meu amigo é mesmo de esqurda e tudo o que não for apropriação dos meios de produção é direita:mrgreen:

Pois engana-se. Eu não só moro com várias habitações sociais em meu redor, como a minha família é detentora dum negócio de bairro numa zona de habitações sociais em Marvila perto da Zona J. Já tive problemas com brancos e pretos, nunca com a comunidade cigana. Os prédios onde vivem os ciganos na zona onde habito nunca me deram dor de cabeça, já onde vivem brancos e negros, há sempre rusgas da PSP e de vez em quando lá aparecem uns veículos a arder. Por isso está a arrotar postas de pescada na freguesia errada.
Existem problemas com algumas comunidades ciganas? Acredito que sim.
Existem problemas com comunidades africanas? Também.
E com brancos? Não? É que em Marvila os gangues não são duma ou doutra raça. O tráfico também não é só duma raça.

Duvido que entenda o que é uma falácia, quanto mais o que significa Reductio ad hitlerum.
A tática de criar um inimigo interno é empregue com regularidade pelos dois extremos políticos no seu caminho para o poder absoluto. Uns usam os inimigos de classe, outros usam inimigos ideológicos, étnicos, ou até religiosos. Seja o UKIP com os imigrantes europeus, a Frente Nacional com os muçulmanos, a AfD com os refugiados, o Chega com os ciganos, Lenine com os kulaks, Hitler com os judeus, etc. todos usaram/usam "inimigos internos" para alcançar os seus objectivos. A não ser que me diga que o Chega nunca fez declarações discriminatórias relativamente a uma minoria específica com o intuito de capitalizar votos, então a sua argumentação de que eu utilizei uma falácia para criticar o Ventura cai em saco roto.

Por acaso relativamente ao Rui Rio, já teve o meu voto nas últimas eleições. Além disso, nunca votei em Passos Coelho, José Sócrates ou António Costa, porque não acredito em quem promete resolução fácil de problemas complexos, e muito menos em quem "fala verdades" que não o são. Mais um tiro ao lado da sua parte.

Se me puder então indicar os comentários populistas da Ana Gomes e do Anacleto, agradecia. E depois, se puder coloque em baixo as posições do André Ventura relativamente ao mesmo assunto.

Relativamente aos comentadores económicos, a maioria do Grupo Impresa é contra a intervenção do Estado na economia, o que os coloca no mínimo no campo do liberalismo económico que é associado à direita política (estranhamente não os vi falarem contra o apoio do Estado aos media). Eu não vejo como negativo serem de direita ou esquerda. É o direito deles e mesmo tendo uma visão diferente deles do que quero para o meu país reconheço que muitas das suas ideias são válidas. Aliás, apesar de não nutrir respeito pelo André Ventura, concordo com algumas das críticas que faz. Só não acredito que as propostas que faz sejam o caminho certo para um sociedade melhor.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, FoxTroop, Viajante

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9135
  • Recebeu: 981 vez(es)
  • Enviou: 1860 vez(es)
  • +127/-45
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2149 em: Maio 22, 2020, 02:53:54 pm »
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1533
  • Recebeu: 372 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +158/-317
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2150 em: Maio 22, 2020, 07:25:33 pm »
Caro Foxtroop, eu não sou contra o sector privado, muito pelo contrário. É aí que divergimos. O que eu sou contra é a promiscuidade entre o sector público e privado. De pessoas que estão num lado e no outro, isso é que me choca.
E uma vez que falamos da saúde, é bom recordar, que tirando os grandes grupos do sector da Saúde, todas as clínicas pertencem a pessoas da área da saúde, médicos e enfermeiros. Não é um sapateiro que abre uma clínica.
Devem ser raros os médicos directores de um Hospital Público, que não deêm consultas nas suas clínicas. E isso é profundamente errado. Numa empresa 100% privada, e o foxtroop sabe isso com certeza, se você tiver um contrato com uma empresa e trabalhar também para a concorrência, pode crer que se a empresa descobre coloca-o na rua com justa causa!!!! Isso no estado é impossível, os médicos são “sagrados”! E nem percebem que são eles os coveiros do SNS, porque lhes interessa que o SNS não funciona, para terem mais consultas nos seus consultórios!!!!!

Em relação ao ensino profissional, conheço profundamente, porque já cá estou desde 2000. Pelo que descreve, a sua esposa fará parte de uma Escola Profissional da região de Lisboa e Vale do Tejo!? Já que é a única região que ultrapassa como um todo a riqueza média da UE e dessa forma só pode ser financiada pelo Orçamento de Estado.

Estranho que esteja fechada, nós continuamos a funcionar on-line, dentro de 2 semanas terminam as aulas de todas as turmas, através da plataforma ZOOM. Todas as Escolas profissionais que tenho conhecimento, só reduziram a sua actividade nas cantinas e motoristas. De resto os professores continuam a leccionar e a receber pelas aulas on-line. Ontem mesmo fiz as transferências dos salários de Maio!

Já outro problema que a sua esposa sente na pele (e a minha também, porque recebe uma “fortuna” em regime de recibos verdes), prende-se com o magro financiamento das Escolas Profissionais, que é exactamente o mesmo desde 2009, desde o tempo que o amigo Sócrates cortou em 5% o financiamento das turmas, que o valor mantém-se!

O Financiamento do Ensino Profissional, excepto Lisboa que vem do Orçamento do Estado, em todo o resto do país e ilhas, é pago em 85% pelo Fundo Social Europeu e só 15% pelo Orçamento de Estado (o estado vai buscar muito mais no IVA, Segurança Social, IRS……). As Escolas Profissionais são muito pequenas no norte e centro (até 200 alunos) e só atingem uma dimensão grande à volta de Lisboa e no Alentejo. Todas estas escolas assinam um contrato com o Ministério da Educação e da Segurança Social onde na prática estão proibidas de terem mais receitas que não seja o financiamento acordado, que varia de 76 076€ e os 93 974€ (depende se é mais teórico ou prático), por turma e por ano (desde 2009). Como deve imaginar, no máximo há 32 a 35 semanas lectivas necessárias para esgotar as quase 1 100 horas anuais por turma (7h por dia e horas são mesmo 60 minutos e não 45 ou 50 como nas Escolas Públicas). Se você tiver só professores a tempo inteiro (um luxo para uma Escola Profissional e já explico porquê), sabe que em 32 semanas lectivas por ano, só lhe pode atribuír no máximo 22 a 25h por semana, o que perfaz que esse professor só vai leccionar 700 horas por ano. Quer isto dizer que precisa de 2 professores por turma para garantir que leccionam as 1100 horas. Os professores do ensino profissional ou têem o CAP ou são profissionalizados. Um licenciado profissionalizado começa a ganhar 1 152€ e termina a carreira com 3 053€, mas vamos só considerar um com 5 anos de experiência a ganhar 1 416€ (1 416€ x 14 meses x 1,2375 por causa dos descontos da Segurança Social da entidade + 1 100€ de subsídio de refeição), tem quase 26 000€ por ano e por professor a tempo inteiro. Como precisa de 2 por turma, já lá vão 52 000€ em salários dos professores. Pergunto eu como é que as escolas vão pagar com os restantes 20 e tal mil euros os auxiliares, a direcção, as rendas, os leasings, o equipamento, material, consumíveis, a energia eléctrica (que agora paga IVA a 23% e não podemos deduzir)…. Está a ver o grave problema das Escolas?

Por esse motivo as escolas optam pelos recibos verdes! Que só recebem em função das horas que leccionam. No nosso caso pagamos o mínimo de 15,16€ (não profissionalizados) até ao máximo permitido por lei que são 20€ por hora para o nível 4 (Ensino de dupla certificação e equivalente ao 12º ano), mais IVA se estiver sujeito a IVA. Dessa forma a Escola consegue garantir as 1 100 horas de aulas por um preço mais comedido de (1 100h x 20€/hora) 22 000€, muito longe dos 52 000€ com professores a tempo inteiro!!!!! E já nem vou pelos professores do último escalão (3 053€ por mês), em que só um custa 54 000€ por ano (3 053€ x 14 meses x 1,2375 + 1 100€ para alimentação). Relembro mais uma vez que as Escola só tem 76 a 93 000€ por cada turma, para pagar todas as despesas, excepto as despesas directas dos alunos (todos os gastos com a alimentação, transporte e seguros dos alunos é pago mediante os comprovativos dessas despesas (passes, assistência às aulas, só tem direito a alimentação se cada aluno assistir pelo menos a 3 horas por dia).

Está a ver porque as Escolas Profissionais têem poucos ou nenhuns professores a tempo inteiro? Simplesmente não podem pagar, não há dinheiro para tal.

Referiu as retenções…. Essa é outra história, uma turma tem de ter no mínimo 20 alunos por turma. Cada aluno a baixo de 20, há um corte de 3,33% do valor da turma, e se tiver 14 alunos, tem de acoplar a outra turma (passa a receber o financiamento de 1 turma mais desdobramentos)..... cada aluno conta! Para além de que pelo menos 85% dos alunos tem de passar de ano, pelo menos 65% tem de concluir o 12º ano e pelo menos 60% tem de estar empregado ou a estudar no prazo máximo de 6 meses depois de terminar o curso, caso contrário diga adeus a turmas dessa área!

E já nem adianto muito em relação às despesas não elegíveis (que a Escola paga e o POCH corta). Se fizéssemos como o estado que primeiro compra e só depois publica o concurso dá direito a corte da despesa a 100%! Quando começar o ano lectivo, o resultado final dos concursos públicos já têem de estar publicados no base.gov, caso contrário todos os pagamentos são cortados a 100%!

Caro Viajante, mais uma vez não entendo onde diverge da minha opinião. Não me expliquei tão bem como o fez na sua mensagem mas, no geral, é esse o meu ponto de vista. Eu não sou contra privados. O que eu digo é que boa parte dos nossos "privados", sem o Estado simplesmente colapsam e que as negociatas e interesses instalados estão a delapidar de forma consciente e deliberada o SNS de modo a que o mesmo fique apenas para tomar conta dos casos em que o privados não tiram lucro dali ou não lhes interessa. A tal promiscuidade que fala.

Quanto ao ensino, não disse em lugar nenhum que as escolas onde a minha esposa lecciona estão fechadas, Quer dizer, fisicamente estão fechadas mas sim, continuam a leccionar através do zoom, do teams e mais uma série de plataformas que, como não uniformizaram entre as diversas escolas, torna tudo um valente granel.

Agora, acha mesmo que esse sistema é eficiente? Andar a arrastar pessoal para não perder o financiamento, sabendo que na maioria o pessoal que "cai" no ensino profissional são os que já foram corridos de todo o lado, alguns deles em vias de irem para a instituições, creio que tem a perfeita noção do que causa à qualidade do que vai sair dali. A maioria está ali por estar, obrigados e têm como objectivo único causar o máximo de granel possível ao funcionamento das aulas.
Na minha área um bom exemplo é a qualidade cada vez menor dos estagiário que vêm do Cenfim. Malta que, com um curso de serralharia não sabe um que é um raio de circunferência!!!!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Viajante

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1737
  • Recebeu: 640 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +429/-17
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2151 em: Maio 22, 2020, 08:16:58 pm »
Agora, acha mesmo que esse sistema é eficiente? Andar a arrastar pessoal para não perder o financiamento, sabendo que na maioria o pessoal que "cai" no ensino profissional são os que já foram corridos de todo o lado, alguns deles em vias de irem para a instituições, creio que tem a perfeita noção do que causa à qualidade do que vai sair dali. A maioria está ali por estar, obrigados e têm como objectivo único causar o máximo de granel possível ao funcionamento das aulas.
Na minha área um bom exemplo é a qualidade cada vez menor dos estagiário que vêm do Cenfim. Malta que, com um curso de serralharia não sabe um que é um raio de circunferência!!!!

Caro Foxtroop, já percebi e concordo com o que refere. O problema reside originalmente quando o "amigo" Sócrates criou as infames Novas Oportunidades e meteu lá dentro o Ensino Profissional.

O Foxtroop está a confundir os Centros de Formação (que dependem do IEFP/Ministérios da Segurança Social), que no fundo dá formação para tentar aproveitar os.... fracos que refere e também os desempregados, conseguindo desta forma limpar os desempregados reais! E sem grandes limites de idade.

O sector onde trabalho é mesmo Ensino Profissional, na dependência do Ministério da Educação e financeiramente da Segurança Social. Mas são formações totalmente distintas. Esta está vocacionada para quem acaba o 9º ano e só pode ser frequentada por quem tem no máximo 20 anos. E ainda dentro deste sector, há as escolas públicas, criadas muito mais tarde pelo Sócrates, para aproveitar fundos comunitários e financiar as escolas públicas. Estas por sua vez eram obrigadas a terem cursos profissionais (que já quase abandonaram porque acham as regras muito apertadas e atrasam os pagamentos!!!!), e estas sim pegam nos piores alunos e empurram para os cursos profissionais, grande parte deles sem qualquer vocação para as áreas para onde foram empurrados!!!!!

Depois há as "velhinhas" escolas profissionais privadas (apesar da maioria ter Câmaras como accionistas), que nasceram em 1989 para colmatar o disparate do fecho das Escolas Indústriais no Pós-25 de Abril. E estas escolas onde nos inserimos, vamos à procura de alunos que queiram de facto frequentar as áreas que oferecemos formação, e com idade máxima inferior a 20 anos no momento de início do 10 ºano. Tanto assim é que temos alunos de 20 concelhos!!!!! 2 Distritos, onde os alunos da terra representam apenas 30%!!!!

Coloca em causa o facto de saírem alunos com formação duvidosa!? Pois olhe, no nosso concelho, as maiores empresas industriais estão nas mãos de antigos alunos nossos (de Construção Civil), que hoje têem várias empresas, desde elaboração de projectos, construção civil, imobiliária, construções metálicas..... facturam 10 milhões de euros anuais!!!!!

Na área da Construção Civil, quase todos os construtores da região fomos nós que os formamos, com arquitectos a recibos verde, que trabalham na área, com engenheiros civis que são donos de empresas de obras públicas........
Olhe, neste preciso momento, contratei para construir a minha casa, uma família de construtores com 3 antigos alunos nossos. Foram eles que fizeram o levantamento topográfico. Contratei um antigo formador nosso, que é arquitecto, para elaborar a minha "casa de sonho", e depois do projecto aprovado, entreguei a obra à família dos antigos alunos. Portanto, se não confiasse, não entregava-lhe a minha própria obra!!!!!

Os nossos alunos para terem o canudo, têem de andar 3 anos a estudar (10º ao 12º ano), e têem de frequentar 3 600horas, faça chuva ou faça sol. Destas 3 600 horas, 600 horas são passadas a estagiar em empresas.

E olhe que são as grandes empresas que nos procuram (EDP, Águas de Trás-os-Montes e Alto Douro, Hospital de São Teotónio, clinicas da região de Viseu, Hotéis de 5 e 4 estrelas, temos alunos a estagiar em todos eles e só esporadicamente vão para hotéis de 3 estrelas.......
Como vê não nos envergonhamos do que fazemos!!!!!
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1737
  • Recebeu: 640 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +429/-17
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2152 em: Maio 22, 2020, 08:20:19 pm »
Portugal (ainda) é uma democracia, tu és livre disso.

É o que eu espero um país com uma democracia plena e livre inclusive da corrupção, pois a corrupção em Portugal custa como nada mais nada menos 18,2 mil milhões de euros ano.
Quer isso dizer 7,9% do Pib, 61% dos colaboradores portugueses concordam que a sua empresa tem praticas normalmente consideradas corruptas, se isto não é ser dos países mais corruptos da Europa e do mundo vou ali e já venho.

Calma Daniel. Sabe como é que o Deutsche Bank está na falência? Um certo banqueiro Suíço......
Por falar na Suíça, sabe quem comandava os destinos da FIFA?
E sabe porque é que os bancos Suíços são famosos? Olhe que não é por serem transparentes, muito pelo contrário!!!!!
 

*

ocastilho

  • Membro
  • *
  • 237
  • Recebeu: 109 vez(es)
  • Enviou: 179 vez(es)
  • +122/-3
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2153 em: Maio 22, 2020, 08:24:20 pm »
Pois engana-se. Eu não só moro com várias habitações sociais em meu redor, como a minha família é detentora dum negócio de bairro numa zona de habitações sociais em Marvila perto da Zona J. Já tive problemas com brancos e pretos, nunca com a comunidade cigana. Os prédios onde vivem os ciganos na zona onde habito nunca me deram dor de cabeça, já onde vivem brancos e negros, há sempre rusgas da PSP e de vez em quando lá aparecem uns veículos a arder. Por isso está a arrotar postas de pescada na freguesia errada.
Existem problemas com algumas comunidades ciganas? Acredito que sim.
Existem problemas com comunidades africanas? Também.
E com brancos? Não? É que em Marvila os gangues não são duma ou doutra raça. O tráfico também não é só duma raça.

Duvido que entenda o que é uma falácia, quanto mais o que significa Reductio ad hitlerum.
A tática de criar um inimigo interno é empregue com regularidade pelos dois extremos políticos no seu caminho para o poder absoluto. Uns usam os inimigos de classe, outros usam inimigos ideológicos, étnicos, ou até religiosos. Seja o UKIP com os imigrantes europeus, a Frente Nacional com os muçulmanos, a AfD com os refugiados, o Chega com os ciganos, Lenine com os kulaks, Hitler com os judeus, etc. todos usaram/usam "inimigos internos" para alcançar os seus objectivos. A não ser que me diga que o Chega nunca fez declarações discriminatórias relativamente a uma minoria específica com o intuito de capitalizar votos, então a sua argumentação de que eu utilizei uma falácia para criticar o Ventura cai em saco roto.

Por acaso relativamente ao Rui Rio, já teve o meu voto nas últimas eleições. Além disso, nunca votei em Passos Coelho, José Sócrates ou António Costa, porque não acredito em quem promete resolução fácil de problemas complexos, e muito menos em quem "fala verdades" que não o são. Mais um tiro ao lado da sua parte.

Se me puder então indicar os comentários populistas da Ana Gomes e do Anacleto, agradecia. E depois, se puder coloque em baixo as posições do André Ventura relativamente ao mesmo assunto.

Relativamente aos comentadores económicos, a maioria do Grupo Impresa é contra a intervenção do Estado na economia, o que os coloca no mínimo no campo do liberalismo económico que é associado à direita política (estranhamente não os vi falarem contra o apoio do Estado aos media). Eu não vejo como negativo serem de direita ou esquerda. É o direito deles e mesmo tendo uma visão diferente deles do que quero para o meu país reconheço que muitas das suas ideias são válidas. Aliás, apesar de não nutrir respeito pelo André Ventura, concordo com algumas das críticas que faz. Só não acredito que as propostas que faz sejam o caminho certo para um sociedade melhor.

O caro Lusitan persiste no seu Reductio ad Hitlerum e agora acrescentou Reductio ad Stalineum et Lenineum.Se queremos fazer uma comparação minimamente credível, os factos históricos tem de ser enquadrados, mas julgo que não vale a pena. Pois basta ver que o Nacional-Socialismo não dizia apenas que o judeu era ladrão, dizia que o Judeu era ladrão e que a culpa da Alemanha estar como estava, era resultado da conspiração judaica contra a Alemanha! Se a memoria não me falha chamavam-lhe a conspiração "judaico-bolchevique" (Curiosamente os bolcheviques também arranjar argumentos para tratar da saúde aos judeus, mas isso é outra história). Nunca o André Ventura sugeriu que o estado actual da economia, da saúde ou da politica era culpa dos ciganos! E é ai que a vossa comparação cai por terra! Não mais é do que a história do bicho papão reinventada! Isto para não falar de que o André Ventura nunca defendeu a existência de uma raça superior...

E O mesmo posso dizer do comunismo, o kulak não era apenas ladrão, era o ladrão que explorava o trabalhador e era resultado dessa exploração que o trabalhador estava na miséria! Tem alguma comparação com o AV!?

Já que me está sempre a pedir para mostrar coisas, peço-lhe que me mostre onde é que o Ventura acusa os ciganos de serem culpados da corrupção, da exploração do trabalhador, da miséria deste pais ou de afirmar que os ciganos conspiram contra Portugal e o Povo Português? É porque só assim a sua comparação é honesta.

É bastante diferente dizer o que eu disse acima de dizer que a comunidade cigana tem um problema de criminalidade, de falta de integração, total desrespeito pelos direitos das mulheres e que o estado não tem de ter medo de aplicar a Lei!

Mas o colega insiste nesse discurso, nesse discurso do medo, quer seja porque acredita nele, quer porque lhe dá jeito.

Quanto ao populismo do Anacleto e da AG, basta ver as declarações dos mesmos sobre os submarinos. Quer maior populismo do que o folclore que criam à volta dos submarinos? Ou a desinformação que passam sobre a utilidade dos submarinos e a sua necessidade, ou segundo os próprios, da falta de necessidade? Vou me citar:

Citar
Nunca me hei-de esquecer da demagogia barata que o Professor Anacleto usava contra os submarinos, num dos seus vários números de magister dixit, o dito disse que os submarinos eram armas de guerra ultrapassadas, pq os radares(!) e os satélites(!) permitiam saber em tempo real onde estavam.

Se isto não é populismo... ::)

Quanto aos comentadores, como lhe disse, não vejo, por isso não sei. Mas sendo isto Portugal, mais depressa acredito que sejam apoiantes do "liberalixo" do que liberalismo. Isto é, são liberais à lá carte conforme a sua conveniência e também encontram várias falhas de mercado quando lhes é conveniente. Ora isso nem é bem de esquerda nem de direita, é só interesseiro.

 

 

« Última modificação: Maio 22, 2020, 08:34:24 pm por ocastilho »
"Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma."
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1737
  • Recebeu: 640 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +429/-17
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2154 em: Maio 22, 2020, 08:25:10 pm »
Como é que alguém dizia? Quem se mete com o PS leva?

Era o trauliteiro do Jorge Coelho :)

O que se demitiu de Ministro das Obras Públicas quando a Ponte de Entre-os-Rios caíu (esteve bem), mas logo a seguir foi para CEO da Mota-Engil!!!!!!!! É verdade que uns anos mais tarde!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1410
  • Recebeu: 56 vez(es)
  • Enviou: 17 vez(es)
  • +110/-1192
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO... Novo
« Responder #2155 em: Maio 22, 2020, 08:38:43 pm »
Portugal (ainda) é uma democracia, tu és livre disso.

É o que eu espero um país com uma democracia plena e livre inclusive da corrupção, pois a corrupção em Portugal custa como nada mais nada menos 18,2 mil milhões de euros ano.
Quer isso dizer 7,9% do Pib, 61% dos colaboradores portugueses concordam que a sua empresa tem praticas normalmente consideradas corruptas, se isto não é ser dos países mais corruptos da Europa e do mundo vou ali e já venho.

Calma Daniel. Sabe como é que o Deutsche Bank está na falência? Um certo banqueiro Suíço......
Por falar na Suíça, sabe quem comandava os destinos da FIFA?
E sabe porque é que os bancos Suíços são famosos? Olhe que não é por serem transparentes, muito pelo contrário!!!!!

Caro viajante calma tenho eu e muita  :-P agora não percebi, pois não falei da Suiça, ou você quer me dizer que a Suiça também é um país corrupto é isso ?
Pois eu não disse que os outros países não têm corrupção, mas sim que Portugal é dos mais corruptos simples.

Acho que o caro Viajante foi buscar o país errado para comparar com o nosso,  c56x1 é que a Suiça está a anos de luz do nosso Portugal, em tanta mas tanta coisa, que só em pensar causa vergonha, Talvez pela maneira como se faz política nos dois países, ou talvez pelos políticos  ::). Por fim preferia ter um país com alguma corrupção no sector da Banca, mas em contrapartida o povo recebe salários dignos, reformas etc etc.
« Última modificação: Maio 22, 2020, 08:43:49 pm por Daniel »
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.