UAVs na FAP

  • 88 Respostas
  • 8545 Visualizações
*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 4386
  • Recebeu: 1100 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +221/-189
Re: UAVs na FAP
« Responder #75 em: Janeiro 21, 2021, 10:54:52 pm »
https://www.ga-asi.com/remotely-piloted-aircraft/mq-9b

Sonhando um pouco, parece interessante, uma alternativa possivelmente mais barata a algo como o Triton. A versão britânica poderá, aparentemente, transportar até 18 Brimstone.  :o
 

*

luis simoes

  • Perito
  • **
  • 445
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • Enviou: 64 vez(es)
  • +16/-287
Re: UAVs na FAP
« Responder #76 em: Fevereiro 07, 2021, 02:30:50 pm »
Os drones que ca estao sao de fabrico Luso portanto como tudo tem seu timing de evolucao e melhoramento....nem tudo esta perfeito e verdade mas a meu ver nao devemos nos proprios termos os nossos proprios meios ????ao inves de importar comprar este ou aquele drone????existe no mercado mundial e certamente havera muitas empresas a espera que sejam contactadas para fornecer seus conhecimentos e projectos hoje em dia tudo se compra agora tem e de ser muito bem selecionado ....digo eu...
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 4386
  • Recebeu: 1100 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +221/-189
Re: UAVs na FAP
« Responder #77 em: Fevereiro 07, 2021, 09:59:52 pm »
Os UAVs portugueses podem ser bons, mas não deixam de ser limitados, e isto não tem nada a ver com os problemas que tiveram no Verão. É meramente uma questão de simplesmente não terem as mesmas capacidades dos UAVs de médio e grande porte, e também UCAVs.

Para produzirmos algo nacional semelhante a um MQ-9, eram precisos 20 a 30 anos de desenvolvimento, mais os custos astronómicos associados, e sem retorno financeiro, já que as nossas forças armadas nunca iriam adquirir grandes quantidades, e mesmo a nível de exportação, o mercado está saturado, logo as chances de vender a alguém seriam mínimas.

UAVs pequenos e mini-UAVs, está tudo de acordo, sempre que puder ser nacional, melhor. Agora UAVs "suicidas", UAVs MALE/HALE, UCAVs, etc, é muito complicado ficar à espera que a indústria nacional apanhe os gigantes por esse mundo fora.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, NVF, mafets

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 6458
  • Recebeu: 1540 vez(es)
  • Enviou: 737 vez(es)
  • +1742/-513
Re: UAVs na FAP
« Responder #78 em: Fevereiro 08, 2021, 04:36:44 pm »
Os drones que ca estao sao de fabrico Luso portanto como tudo tem seu timing de evolucao e melhoramento....nem tudo esta perfeito e verdade mas a meu ver nao devemos nos proprios termos os nossos proprios meios ????ao inves de importar comprar este ou aquele drone????existe no mercado mundial e certamente havera muitas empresas a espera que sejam contactadas para fornecer seus conhecimentos e projectos hoje em dia tudo se compra agora tem e de ser muito bem selecionado ....digo eu...
É o que digo. A sorte é a embraer não meter cá o tubo de pitot do Gripen a fazer em Évora, que temos logo o simões a querer a FAP com o NG porque é nacional (até me admiro como ainda não se lembrou dos outros modelos Embraer, que são feitos em Portugal. Felizmente os drones são só no Brasil).  :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

https://aircosmosinternational.com/article/embraer-a-newcomer-to-the-uav-market-2761



Cumprimentos

P.S. Simões, por cá só drones de vigilância. De combate é como o Dc afirma: "a 20 ou 30 anos de distância".  ;) ;) ;) ;)



"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 7752
  • Recebeu: 3368 vez(es)
  • Enviou: 1963 vez(es)
  • +2301/-160
Re: UAVs na FAP
« Responder #79 em: Fevereiro 08, 2021, 06:25:13 pm »
Vinte a trinta minimo eu ate acho que nunca teremos drones armados construídos por cá, são complexos demais. ::)

Abraços
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1561
  • Recebeu: 212 vez(es)
  • Enviou: 202 vez(es)
  • +100/-111
Re: UAVs na FAP
« Responder #80 em: Fevereiro 08, 2021, 07:53:06 pm »
A ideia nunca foi fabricar UAV´s muito complicados, mas a verdade é que estamos muito atrasados em relação aos outros sobretudo aos inteligentes que se lembraram de sair da Alliance Ground Surveillance.

Só recentemente se abriram as escolhas de formação de pilotos de UAV. Porque até aqui quem dava formação eram os fabricantes.

Só com a ultima campanha de combate aos incêndios se construiu as primeiras tores de comunicação para permitir a operação dos UAV, mas ainda são poucas e não permitem a operação por todo o território continental.

Talvez só quando a Base espacial de Santa Maria arrancar a sério vai ser possível termos satélites que permitirão a operação  por toda a ZEE sem estarmos dependentes de satélites comerciais ou de países "amigos".

Ainda temos muito trabalho para fazer antes de podermos comprar o MALE da Airbus. 8)
 

*

luis simoes

  • Perito
  • **
  • 445
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • Enviou: 64 vez(es)
  • +16/-287
Re: UAVs na FAP
« Responder #81 em: Fevereiro 08, 2021, 10:56:44 pm »
Mafets estamos muito bem servidos com os F 16MLU...la para 2030 a ver se vinham eram os F35 A mas como tudo acredito nem isso iremos ter por ca algum dia....enfim....
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 4386
  • Recebeu: 1100 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +221/-189
Re: UAVs na FAP
« Responder #82 em: Fevereiro 09, 2021, 12:33:45 am »
Os F-16 (e F-35) têm funções diferentes dos UCAV. A USAF está carregada de caças para todo o tipo de missões, e não é por isso que abdica de ter UCAVs.

Os UAVs de combate servem de complemento das aeronaves de combate tripuladas, têm vantagens (custos h/voo e a "endurance") e obviamente desvantagens. É impensável ter um F-16 a voar às voltas durante 10h seguidas (alguns UAVs têm uma endurance de 24h) sobre uma determinada área, não só não conseguem sem reabastecimento, como ficaria extremamente caro. Um MQ-1 ou um MQ-9 são desenhados para isso, voar alto durante longos períodos de tempo, obtendo informações do "campo de batalha" não só para os centros de comando, como para as tropas no terreno, e, quando necessário, recorrer às suas armas para atacar forças hostis (o que é muito mais prático do que encontrar um alvo e esperar por outra aeronave para o abater).
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3958
  • Recebeu: 2235 vez(es)
  • Enviou: 4127 vez(es)
  • +2299/-118
Re: UAVs na FAP
« Responder #83 em: Fevereiro 09, 2021, 03:04:40 am »
Oh dc, não baralhes o homem, pá!
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

asalves

  • Perito
  • **
  • 597
  • Recebeu: 212 vez(es)
  • Enviou: 79 vez(es)
  • +42/-9
Re: UAVs na FAP
« Responder #84 em: Março 11, 2021, 07:14:39 pm »
A ideia nunca foi fabricar UAV´s muito complicados, mas a verdade é que estamos muito atrasados em relação aos outros sobretudo aos inteligentes que se lembraram de sair da Alliance Ground Surveillance.

Só recentemente se abriram as escolhas de formação de pilotos de UAV. Porque até aqui quem dava formação eram os fabricantes.

Só com a ultima campanha de combate aos incêndios se construiu as primeiras tores de comunicação para permitir a operação dos UAV, mas ainda são poucas e não permitem a operação por todo o território continental.

Talvez só quando a Base espacial de Santa Maria arrancar a sério vai ser possível termos satélites que permitirão a operação  por toda a ZEE sem estarmos dependentes de satélites comerciais ou de países "amigos".

Ainda temos muito trabalho para fazer antes de podermos comprar o MALE da Airbus. 8)

A Base especial de Santa Maria do que percebi é outra novela tipo escola de formação internacional.

A ideia da base é haver investimento e exploração por parte de outros, e mesmo que venha a haver uma base é preciso haver satélites, de lembrar que até agora só existiu um que apesar de ainda estar em orbita já esta desativo, e para além disso normalmente é necessário uma constelação de satélites para dar cobertura 24h/dia (existe também os ego-estacionários mas com esses implicam ficar longe do planeta acho que tem desvantagens para comunicações). Tudo isto implica custos que são impensáveis para alguém que vende aviões para fazer as manutenções aos restantes.

Trazendo um exemplo exagerado mas que secalhar dá que pensar, o guito que vamos injectar na Tap equivale 2 VEZES o custo de desenvolvimento e missão que o mais recente robot da NASA está a fazer em Marte.

Agora imaginem o que era Portugal ter um robot a passear em Marte, abram o olhos e temos uma companhia falida.
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10105
  • Recebeu: 1380 vez(es)
  • Enviou: 3459 vez(es)
  • +207/-64
    • http://youtube.com/HSMW
Re: UAVs na FAP
« Responder #85 em: Março 11, 2021, 07:22:19 pm »
Acho que há aí alguma confusão em relação ao porto espacial de Santa Maria, satélites geo-estacionários de comunicações e o Po-Sat lançado em 1993.

Aconselho a leitura deste tópico:

 :arrow: https://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=7520.30
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

asalves

  • Perito
  • **
  • 597
  • Recebeu: 212 vez(es)
  • Enviou: 79 vez(es)
  • +42/-9
Re: UAVs na FAP
« Responder #86 em: Março 11, 2021, 07:36:50 pm »
Acho que há aí alguma confusão em relação ao porto espacial de Santa Maria, satélites geo-estacionários de comunicações e o Po-Sat lançado em 1993.

Aconselho a leitura deste tópico:

 :arrow: https://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=7520.30

Não percebi o que disse de mal.

Estava a tentar dizer que o base espacial de Santa Maria vai ser utilizada por outros e para outros (basicamente criamos um entidade para promover negócios e vamos licenciar construção e criar leis para permitir a tal operação)

De satelites nacionais só tivemos 1 e já não funciona (acho que a FAP/Marinha ainda chegou a usar para comunicações quando esteve em Timor, mas não tenho certeza disso)

E que para deixarmos depender de outros para comunicações precisamos de satélites nossos e provavelmente implica ter uma constelação (mais caro), algo que nunca vai acontecer.

Pff se algum do meu raciocínio estiver errado corrija-me que estou aqui é para aprender :D
 

*

Claust

  • Membro
  • *
  • 53
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 97 vez(es)
  • +5/-0
Re: UAVs na FAP
« Responder #87 em: Março 24, 2021, 11:59:58 am »
UAV OGS42 Cyclop1 da FAP  na zona da lousã.
Fica local e diário de ontem.
Créditos: https://twitter.com/Lp_adsb



« Última modificação: Março 24, 2021, 12:01:44 pm por Claust »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, HSMW