Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras

  • 74 Respostas
  • 22736 Visualizações
*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #60 em: Setembro 21, 2020, 07:41:18 pm »
Governo do Rio de janeiro cria ações orçamentárias para Fundo Estadual de Segurança Pública


Citar
A Lei 8.999/20, de autoria do Executivo, cria ações do Fundo Estadual de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro (FUSPRJ). A medida tem o objetivo de alocar os recursos do superávit financeiro do exercício de 2019 do próprio fundo.

A norma foi sancionada pelo governador em exercício, Cláudio Castro, e publicada no Diário Oficial, da última sexta-feira (04). Segundo dados enviados pelo Governo do Estado, o superávit ocorreu devido ao repasse de recursos da União de aproximadamente R$ 12,5 milhões.

O fundo foi criado em novembro de 2019 – através da Lei 8.637/19, e não constava no planejamento da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020. “Através do Fundo, foram viabilizadas em 2019 as transferências de recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública, como parte da Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (PNSPDS), conforme Leis Federais 13.675/18 e 13.756/18”, diz o texto da mensagem.

Ao todo cinco ações orçamentárias foram criadas: custeio de projetos e atividades da Polícia Militar, da Polícia Civil, da Defesa Civil, da Administração Penitenciária e da Assistência Social.

Além disso, outras duas ações estão autorizadas: possibilidade de custeio de projetos e atividades de reinserção social de apenados e atividades socioeducativas para adolescentes em conflitos com a lei. As secretarias estaduais de cada setor serão as responsáveis pelo planejamento das ações.

Ainda segundo a medida, a Secretaria de Estado de Polícia Militar poderá destinar parte dos recursos oriundos do Fundo em ações e projetos contidos no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o Governo do Estado e o Ministério Público em 2015, com o objetivo de realizar ações estruturantes na Polícia Militar.

A norma também autoriza o governo a abrir créditos adicionais especiais no orçamento estadual em favor do fundo, bem como realizar atos administrativos necessários para adequar o Plano Plurianual 2020-23.

O Poder Executivo deverá manter relatórios atualizados com as receitas e a destinação dos recursos do Fundo em site eletrônico.

 :arrow:  https://www.defesa.tv.br/governo-do-rio-de-janeiro-cria-acoes-orcamentarias-para-fundo-estadual-de-seguranca-publica/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #61 em: Setembro 21, 2020, 07:45:10 pm »
Helicópteros da Policia Rodoviária Federal tem novo esquema de pintura


Citar
A Policia Rodoviária Federal (PRF) breve estará voando com nova pintura em seus helicópteros. A empresa Helisul, responsável pela manutenção dos helicópteros da PRF, aplicou na aeronave Bell 407 (que se encontrava em manutenção programada), prefixo “PT-YZG”, um novo esquema de pintura monocromática.


Segundo fontes da empresa, a cada parada para grandes revisões, os demais helicópteros da frota serão pintados nesse novo padrão e as seis unidades do novo helicóptero da PRF, modelo AW 119 Koala, já virão com a nova pintura.

 :arrow:  https://www.defesa.tv.br/helicopteros-da-policia-rodoviaria-federal-tem-novo-esquema-de-pintura/




 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #62 em: Outubro 04, 2020, 08:41:06 pm »
Polícia Militar do Estado de São Paulo














 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #63 em: Outubro 04, 2020, 09:06:54 pm »










 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #64 em: Outubro 04, 2020, 09:17:50 pm »








 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #65 em: Novembro 30, 2020, 06:09:03 pm »
Curso PMESP: Atendimento Pré-Hospitalar Tático


Uma das metas do Comando da PMESP (Polícia Militar do Estado de São Paulo) é a preservação de vidas. Como uma das ações para o atingimento deste objetivo, foi ministrado o curso de Atendimento Pré-Hospitalar Tático, que visa melhorar o tempo de resposta no atendimento das vítimas de ocorrências com hemorragia, até a chegada do resgate.

O curso, realizado de 9 a 20 de novembro de 2020 em São Paulo-SP, foi ministrado por diversos instrutores, incluindo um capitão-médico. Participaram efetivos dos Batalhões de Choque da PMESP (BOPE/GATE, BOPE/COE, ROTA, ROCAM, Cavalaria e CDC), do COT (Comando de Operações Táticas) da Polícia Federal e do BOPE da Polícia Militar do Estado do Paraná.

Com duração de 14 dias e 108 horas/aula, o curso emprega uma metodologia muito usada pelas polícias americanas e pode contribuir de forma significativa na redução do número de mortes.

As informações, vídeos e fotografias foram gentilmente proporcionadas ao Velho General pelo tenente-coronel Valmor Saraiva Racorti, Comandante do 4º BPChq.

 :arrow:  https://velhogeneral.com.br/2020/11/23/curso-pmesp-atendimento-pre-hospitalar-tatico/

As fotos são do fotógrafo Bob Lira:
















« Última modificação: Novembro 30, 2020, 06:10:02 pm por Vitor Santos »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #66 em: Novembro 30, 2020, 06:14:02 pm »
Leonardo vai fornecer seis helicópteros AW119Kx para a Polícia Rodoviária Federal


Citar
A Leonardo anunciou que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) vai colocar em serviço seis helicópteros monomotores AW119Kx. A previsão é que a primeira aeronave seja introduzida no Brasil a partir do próximo ano, com a entrega dos helicópteros restantes prevista para ser concluída em meados de 2021.

Os AW119Kx serão operados pela Divisão de Operações Aéreas (DOA) a partir de suas bases em cinco Regiões do Brasil, e vão realizar uma série de missões, incluindo transporte, resgate, serviço médico de emergência, combate a incêndios, vigilância e aplicação da lei.

A seleção do AW119Kx pela PRF foi feita após uma rigorosa avaliação das capacidades técnicas para melhor atender às necessidades da corporação. A entrega desses helicópteros expandirá ainda mais a frota de helicópteros Leonardo usados ​​por operadores de polícia, resgate e serviços públicos no Brasil, que já inclui os modelos AW119 e AW139. Os helicópteros terão configuração customizada incluindo, entre outros, glass cockpit Garmin G1000NXi, sistema eletro-óptico infravermelho, guincho de resgate, gancho de carga, Bambi Bucket para combate a incêndios, kit de rapel (em ambos os lados) para operações de forças especiais e avançado sistemas de comunicação.

Até o momento, existem mais de 190 helicópteros Leonardo de vários tipos operando no Brasil, desempenhando muitas funções, incluindo: transporte corporativo/privado, aplicação da lei, serviços públicos, transporte offshore e aplicações navais. À medida que o sucesso do produto Leonardo cresce, a Empresa se compromete a fortalecer ainda mais o nível existente de serviços localizados com a criação de um novo centro de apoio regional, administrado por Leonardo do Brasil, em Itapevi, a 30 km de São Paulo, cuja inauguração foi celebrada em fevereiro. O novo centro de suporte ampliará os serviços já prestados pela unidade existente com sede em São Paulo.

 :arrow:  https://www.defesaaereanaval.com.br/aviacao/leonardo-vai-fornecer-seis-helicopteros-aw119kx-para-a-policia-rodoviaria-federal
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3832
  • Recebeu: 2075 vez(es)
  • Enviou: 3964 vez(es)
  • +2003/-116
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #67 em: Dezembro 01, 2020, 12:50:12 am »
Com FLIR? Seus elitistas.  :mrgreen:
Talent de ne rien faire
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #68 em: Dezembro 01, 2020, 12:04:26 pm »
Os cofres do governo federal são mais generosos.  ;D
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #69 em: Dezembro 15, 2020, 06:17:11 pm »
Ministério da Justiça adquire cerca de 159 mil pistolas Beretta APX da Itália


Citar
A fábrica de armas italiana Pietro Beretta anunciou que ganhou a licitação promovida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) do Brasil para a compra de até 159.000 pistolas, calibre 9×19 mm, que equiparão as unidades da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) e outros órgãos de segurança pública em vários Estados brasileiros.

A pistola vencedora é a Beretta APX, uma pistola semiautomática feita com amplo uso de tecnopolímeros e todas as pistolas serão construídos na Itália, na fábrica de Gardone Val Trompia, na província de Bréscia.

O contrato, assinado com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), terá o valor máximo de 57 milhões de euros e a duração máxima de 18 meses.

O presidente da Pietro Beretta SpA comentou sobre a vitória da seguinte forma:

“Estamos muito satisfeitos com este resultado, que veio ao final de um ano certamente complexo. Nossa empresa já tem um passado no Brasil. Em 1948 meus tios-avós escolheram aquele país para iniciar a internacionalização industrial do Grupo e em Brasília construíram a primeira unidade de produção estrangeira sob a bandeira Beretta do Brasil. Lá produzimos pistolas até a década de 1970, quando decidimos vender plantas e licenças para a Taurus e nos mudar para os Estados Unidos para fundar a Beretta USA.

O concurso hoje adjudicado tem um duplo sentido para nós: é uma importante confirmação da validade da plataforma do produto e ao mesmo tempo um reconhecimento pelo grande trabalho da equipa interna da Beretta, que continuou a operar com o habitual profissionalismo mesmo no difícil contexto de nos últimos meses. Agradeço em particular a todos os meus colaboradores que contribuíram para este resultado e às instituições que têm estado ao nosso lado”.

A Beretta APX é usada nas Forças Especiais da Albânia (RENEA), no Exército Italiano e nas Forças Especiais, alguns Corpos de Polícia Local da Itália e França, a Polícia Nacional da Polônia e dois Departamentos de Polícia dos EUA e muitas outras forças policiais em todo o mundo, incluindo os do Vietnã, Tailândia, etc.


 :arrow:   https://tecnodefesa.com.br/beretta-apx-para-o-brasil-ate-159-000-pistolas-made-in-italy/
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9939
  • Recebeu: 1291 vez(es)
  • Enviou: 3219 vez(es)
  • +190/-58
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #70 em: Dezembro 15, 2020, 07:05:22 pm »
Então e as Taurus?!
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #71 em: Dezembro 15, 2020, 07:56:41 pm »
Então e as Taurus?!

A Taurus tem perdido importantes licitações públicas, apesar do ganho significativo de qualidade de sua nova linha de pistolas como a G2C .40 S&W, a mais vendida no mundo em sua categoria, e a TH9 C, versão compacta da TH9. Não obstante, quando os variados órgãos de Segurança Pública do Brasil abrem licitações para compra de lotes de armamentos (Exemplo: Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícias Militares e Civis dos Estados, etc.) temos observado que as fabricantes estrangeiras (sobretudo a Glock e SigSauer) estão levando essas licitações com mais frequência em detrimento da indústria nacional, por meio de ofertas mais competitivas.

No entanto, é válido ressaltar que a Taurus tem presença garantida no maior mercado do mundo que é o norte-americano, e está angariando terreno na Ásia (Filipinas e Índia).
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #72 em: Fevereiro 13, 2021, 09:43:41 pm »
PRF altera estrutura e centraliza aeronaves em Brasília

O Bell 412EP, PR-PRF “Antares 12”, com o novo padrão de camuagem azul escuro do Subcomando
de Suporte Aerotático da PRF (Foto: Marcos Henrique Rocha).

Citar
A Direção Nacional da PRF está realizando o processo de centralização de todas as uas aeronaves na Capital Federal. A determinação foi comunicada em 08 de dezembro, através de ofício encaminhado para os Superintendentes Regionais dos sete, dos onze estados que possuem bases do Subcomando de Suporte Aerotático (SSA) da PRF. Desta forma, Bahia, Mato Grosso do Sul, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro terão desativadas as suas bases operacionais.

O ofício despachado para as sete bases, foi assinado pelo Coordenador-Geral do Comando Conjunto de Operações Especiais e pelo Diretor de Operações. O texto cita que que foram realizadas vistorias que apontaram falhas na cultura organizacional, treinamento e controle da atividade aérea que a centralização deverá sanar essas deciências. O documento apresenta uma tabela com as datas previstas para desmobilização do efetivo e infraestruturas em sete das onze bases estaduais, sendo dezembro de 2020 PE, SC e BA; fevereiro de 2021 MS, PR e RS; e o RJ sem data definida.

A unidade aérea do PRF do Paraná, existente desde 2007, desativou os serviços em janeiro passado, antes do prazo previsto. O efetivo local estava composto por dois comandantes, quatro copilotos, quatro operadores aerotáticos e dez policiais. A partir de agora, a regional que necessitar de apoio aéreo, deverá solicitar mediante ofício para a direção do órgão em Brasília.

A medida é alvo de críticas entre os servidores federais que estavam alocados nas bases desativadas. Segundo informações, os funcionários estão sendo orientados a mudar para Brasília, ou se desejarem permanecer nos estados, retornar ao patrulhamento rodoviário terrestre. A desistência de alguns pilotos do serviço aéreo, teria forçado a PRF a lançar um edital para a formação de novos pilotos para trabalhar na Capital Federal.

O comando da PRF vem realizando alterações na estrutura das suas operações aéreas. A antiga DOA – Divisão de Operações Aéreas, foi desativada e no seu lugar foi criado o Subcomando de Suporte Aerotático, vinculado ao Comando de Operações Especiais.

As aeronaves passaram a receber uma nova camuagem, em tom azul escuro, bastante diferente do tradicional azul, branco e amarelo similar às viaturas terrestres, anteriormente empregado nas aeronaves. A sigla “PRF” foi aplicada na cor branca, com fonte em estilo “militar”. Além das mudanças nas características externas da frota, os helicópteros adotarão códigos com nomes de estrelas e constelações, ao invés do antigo “Patrulheiro”. O objetivo das alterações visa reduzir a visibilidade da aeronave e torná-la mais conivente ao cenário aerotático empregado.

Em outubro do ano passado, o Bell 407, matrícula PT-YZG, foi a primeira aeronave a receber a nova camuagem, e o código “Polaris 3”, no lugar do antigo “Patrulheiro 3”. A frota do SSA/PRF está composta por cinco Bell 407, três Airbus EC-120B, um Bell 412EP e um Cessna C-208B Grand Caravan.

 :arrow:  https://forcaaerea.com.br/prf-altera-estrutura-e-centraliza-aeronaves-em-brasilia/
« Última modificação: Fevereiro 13, 2021, 09:45:05 pm por Vitor Santos »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773
Re: Polícias Militares e Polícias Civis estaduais Brasileiras
« Responder #73 em: Fevereiro 22, 2021, 09:30:04 pm »
Gladiador II adquirido para equipar o BOPE da Polícia Militar de Rondônia



O Grupo Inbrafiltro, fabricante do blindado 4×4 Gladiador II, recebeu em suas instalações em Mauá, São Paulo, a visita do Secretário de Segurança Pública do Estado de Rondônia, José Hélio Pachá, e do Comandante Geral da Polícia Militar de Rondônia, coronel PM Alexandre Luís de Freitas Almeida.

Na ocasião, as autoridades conheceram de perto o novo blindado destinado ao Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar de Rondônia, o Gladiador II, que assim registra sua primeira venda no mercado interno de forças de segurança públicas.

Em vídeo postado na conta do Instagram da PMRO, Pachá e Almeida apresentaram a sociedade rondoniense o Gladiador II (erroneamente chamado por Pachá de Predador II) e agradecem ao Governador do Estado de Rondônia, Coronel Marcos Rocha, pela aquisição, destinada a Polícia Militar de Rondônia.


Ainda não foram divulgados detalhes como a quantidade de blindados adquiridos, prazos de entrega e configuração dos veículos.

O Gladiador II apresenta as seguintes características técnicas padrão: motor de 186 cv, câmbio automático de seis velocidades e tração integral 4×4, além de proteção balística norma NATO STANAG 4569 nível 2 e proteção contra explosivos (mesma norma) nível 2a.

Viatura multitarefa blindada, totalmente desenvolvida e projetada no Brasil pelo Grupo INBRA com financiamento do FINEP (Financiadora de Inovação e Pesquisa), criada para atender aos requisitos do Exercito Brasileiro, juntamente com consulta às Forças Policiais.


Possui diversos acessórios como ar condicionado, iluminação interna, painel de instrumentos (cluster) digital, CTIS, pneus com run flat, bancos especiais atenuadores de explosão, estrutura do teto reforçada para utilização com torretas remotamente controladas, além de ser totalmente configurável.

O cluster digital do carro, segundo apurou a reportagem, é de concepção, fabricação e instalação da empresa Albatross Indústria Aeronáutica, recentemente anunciada como uma das novas associadas ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança).

 :arrow:  https://caiafamaster.com.br/destaque/gladiador-ii-adquirido-para-equipar-o-bope-da-policia-militar-de-rondonia/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5284
  • Recebeu: 500 vez(es)
  • Enviou: 356 vez(es)
  • +3761/-2773