O Fim da atual Europa e os velhos demonios....

  • 61 Respostas
  • 11515 Visualizações
*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16411
  • Recebeu: 1480 vez(es)
  • Enviou: 1396 vez(es)
  • +232/-300
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9798
  • Recebeu: 1227 vez(es)
  • Enviou: 3002 vez(es)
  • +183/-55
    • http://youtube.com/HSMW
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #46 em: Junho 09, 2020, 07:57:54 pm »
https://twitter.com/jackeparrock/status/1270313880800149504
Citar
Jack Parrock
@jackeparrock
#Antwerp authorities have removed a statue of colonial Belgian King Leopold II after the weekend’s #BlackLivesMatter
 protest. The campaign to remove all of them continues. #DRC #KingLeopoldII #Belgium

Preparem-se para remover as estátuas do Reis portugueses...
Não vá a estátua de D. Afonso Henriques ofender um muçulmano, ou do Marquês de Pombal ofender um judeu,

« Última modificação: Junho 10, 2020, 01:09:40 am por HSMW »
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Daniel

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1729
  • Recebeu: 114 vez(es)
  • Enviou: 31 vez(es)
  • +173/-2005
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #47 em: Junho 09, 2020, 08:36:21 pm »
https://twitter.com/jackeparrock/status/1270313880800149504
Citar
Jack Parrock
@jackeparrock
#Antwerp authorities have removed a statue of colonial Belgian King Leopold II after the weekend’s #BlackLivesMatter
 protest. The campaign to remove all of them continues. #DRC #KingLeopoldII #Belgium

Preparem-se para remover as estátuas do Reis portugueses...
Não vá a estátua de D. Afonso Henriques ofender um muçulmano, ou do Marquês de Belém ofender um judeu,

Espero que esses momentos nunca cheguem pelo menos em Portugal, porque se não vai haver guerra e da grossa...
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 10001
  • Recebeu: 1168 vez(es)
  • Enviou: 1680 vez(es)
  • +1021/-1388
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #48 em: Junho 09, 2020, 08:58:58 pm »
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Luso

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7640
  • Recebeu: 596 vez(es)
  • Enviou: 195 vez(es)
  • +236/-615
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #49 em: Junho 09, 2020, 09:37:06 pm »
A campanha para isso já começou

https://mobile.twitter.com/analuciaraujo_/status/1269962394798825474

Depois o pessoal espanta-se pelo facto da defesa nacional ser o que é.
Também é por isso.
Mas se são incapazes de encarar a corrupção completa do sistema, quanto mais a guerra cultural?
Querem é falar de brinquedos, fd-se...
Garotada...
Para que é que quereis brinquedos e brincantes quando a mente do povo é conduzida para os desprezar?
Porque não aceitam que é a alma da Nação que está sob ataque???
- Murcões!
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1729
  • Recebeu: 114 vez(es)
  • Enviou: 31 vez(es)
  • +173/-2005
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #50 em: Junho 10, 2020, 08:53:21 am »
A campanha para isso já começou

https://mobile.twitter.com/analuciaraujo_/status/1269962394798825474

Sempre ouvi dizer que quem brinca com o fogo queimasse. :snip:
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2170
  • Recebeu: 921 vez(es)
  • Enviou: 405 vez(es)
  • +918/-44
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #51 em: Junho 11, 2020, 12:49:48 pm »
A campanha para isso já começou

https://mobile.twitter.com/analuciaraujo_/status/1269962394798825474

Sempre ouvi dizer que quem brinca com o fogo queimasse. :snip:

Faz parte da propaganda Marxista e Trotskista de denegrir o passado das nações, fazendo julgamentos obtusos de acontecimentos com séculos ou milénios atrás com base na actual opinião publica.

Esse caso é igual, trata-se de uma pseudo-académica Brasileira, que roça a desonestidade intelectual para julgar o passado. O Brasil está cheio de "intelectuais" destes, de deturpam e mentem descaradamente para denegrir o passado português. Os próprios brasileiros troçam dos "académicos brasileiros" que deturpam totalmente a nossa história e a do Brasil (não é por acaso que o Bolsonaro chegou onde chegou num país infestado de apoiantes do Che, apesar de termos também cá escola da extrema esquerda que envereda pelo mesmo caminho).

Basta verem por exemplo 2 vídeos que um brasileiro fez sobre grandes batalhas portuguesas como Aljubarrota ou Diú:

O autor brasileiro, sempre que pode, mete os bonecos mete-nojo do chapéu I Love Che  :mrgreen:

Voltando à história, e respondendo à pseuda-académica, claro que foi Portugal que criou a escravatura, toda a gente sabe que as pirãmides do Egipto foram criadas por assalariados com todas as regalias dos trabalhadores actuais, assim como as construções Maias, Aztecas, Romanos, Mouros...... todos eles conquistaram e construíram cumprindo as actuais regras dos direitos humanos!!!!!!!

Resumindo, os académicos da extrema-esquerda do mundo, pretendem adulterar e mentir sobre a história do passado, ignorando no ridículo em que caiem!!!!!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1729
  • Recebeu: 114 vez(es)
  • Enviou: 31 vez(es)
  • +173/-2005
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #52 em: Junho 12, 2020, 11:16:46 am »
A campanha para isso já começou

https://mobile.twitter.com/analuciaraujo_/status/1269962394798825474

Sempre ouvi dizer que quem brinca com o fogo queimasse. :snip:

Faz parte da propaganda Marxista e Trotskista de denegrir o passado das nações, fazendo julgamentos obtusos de acontecimentos com séculos ou milénios atrás com base na actual opinião publica.

Esse caso é igual, trata-se de uma pseudo-académica Brasileira, que roça a desonestidade intelectual para julgar o passado. O Brasil está cheio de "intelectuais" destes, de deturpam e mentem descaradamente para denegrir o passado português. Os próprios brasileiros troçam dos "académicos brasileiros" que deturpam totalmente a nossa história e a do Brasil (não é por acaso que o Bolsonaro chegou onde chegou num país infestado de apoiantes do Che, apesar de termos também cá escola da extrema esquerda que envereda pelo mesmo caminho).

Basta verem por exemplo 2 vídeos que um brasileiro fez sobre grandes batalhas portuguesas como Aljubarrota ou Diú:

O autor brasileiro, sempre que pode, mete os bonecos mete-nojo do chapéu I Love Che  :mrgreen:

Voltando à história, e respondendo à pseuda-académica, claro que foi Portugal que criou a escravatura, toda a gente sabe que as pirãmides do Egipto foram criadas por assalariados com todas as regalias dos trabalhadores actuais, assim como as construções Maias, Aztecas, Romanos, Mouros...... todos eles conquistaram e construíram cumprindo as actuais regras dos direitos humanos!!!!!!!

Resumindo, os académicos da extrema-esquerda do mundo, pretendem adulterar e mentir sobre a história do passado, ignorando no ridículo em que caiem!!!!!

Já tinha visto esses Videos, dos poucos brasileiros que conta a história de Portugal como ela é, e tem orgulho de o Brasil ter sido colonizado pelos portugueses, ao contrário de muitos brasileiros. Mas enfim por agora é o que temos, alguns idiotas querendo mudar a história de alguns países Sem o mínimo respeito, depois uma esquerda com um primeiro ministro sem valores culturais que na verdade pouco se importa para a real situação do país. Em Portugal os estrangeiros naturalizados já são o dobros dos Nascimentos.
« Última modificação: Junho 12, 2020, 11:18:23 am por Daniel »
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2170
  • Recebeu: 921 vez(es)
  • Enviou: 405 vez(es)
  • +918/-44
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #53 em: Junho 12, 2020, 12:26:16 pm »
Já tinha visto esses Videos, dos poucos brasileiros que conta a história de Portugal como ela é, e tem orgulho de o Brasil ter sido colonizado pelos portugueses, ao contrário de muitos brasileiros. Mas enfim por agora é o que temos, alguns idiotas querendo mudar a história de alguns países Sem o mínimo respeito, depois uma esquerda com um primeiro ministro sem valores culturais que na verdade pouco se importa para a real situação do país. Em Portugal os estrangeiros naturalizados já são o dobros dos Nascimentos.

Não fazia ideia, até à bem pouco tempo, de que a educação no Brasil fazia de nós portugueses os diabos e esclavizadores da história que roubaram o Brasil! É literalmente assim que o ensino Brasileiro educa os seus! Esquecendo que até a maior parte dos colonos não vinham de África, mas sim de Portugal, muitos deles obrigados, até por sentenças judiciais ou até para fugirem à miséria! O Brasil tem neste momento 2 polos opostos que devemos evitar a todo o custo (extrema esquerda vs extrema direita que se auto alimentam).

E devem perguntar-se como é que um país gigante e com mais de 200 milhões de habitantes são hoje completamente irrelevantes no mundo! Tivéssemos nós 8,5 milhões de km2 ou 210 milhões de habitantes.............
Também devem questionar-se como é que o Brasil era tão poderoso até ao século XIX e rico, muito mais rico do que Portugal e hoje..... é uma sombra!

Espero que por cá não caiamos no mesmo erro de dar tanto tempo de antena aos extremos, enquanto a larga maioria é constituída por moderados!!!!!

É engraçado falar-se de esclavagismo e ainda hoje ele existe por exemplo em África, onde uma tribo tem por exemplo direitos sobre outra (por exemplo vejam como é gerido o Níger). Ou até o regime de castas do oriente que ainda hoje faz parte da população oriental dos países mais ricos e industrializados do mundo!

Espero que em Portugal não prevaleça a mediocridade académica, como a Brasileira (há excepções, conheci vários académicos Brasileiros impecáveis, mas.....), que doutrina a população diabolizando Portugal, criando outra ainda pior (corrupta e subsidiodependente) ou pior ainda o seu oposto que é a figura do Bolsonaro!!!!!!!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lusitan

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2170
  • Recebeu: 921 vez(es)
  • Enviou: 405 vez(es)
  • +918/-44
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #54 em: Junho 12, 2020, 03:08:55 pm »
Aqui está um exemplo dos próprios brasileiros a gozarem com a educação brasileira (o chapéu I love Che  :mrgreen:

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9798
  • Recebeu: 1227 vez(es)
  • Enviou: 3002 vez(es)
  • +183/-55
    • http://youtube.com/HSMW
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #55 em: Junho 12, 2020, 09:09:01 pm »
Esses vídeos são mesmo muito bons!
Fazem-me lembrar as aulas da faculdade em que perco duas horas a ouvir um catedrático e saio da sala a saber o mesmo, mas chego a casa e fico a perceber a matéria com 20 minutos de um vídeo de um brasileiro... 
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7640
  • Recebeu: 596 vez(es)
  • Enviou: 195 vez(es)
  • +236/-615
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #56 em: Junho 12, 2020, 10:11:43 pm »
O Brasil não foi colónia

O GRANDE EMBUSTE- A MANIPULAÇÃO DA HISTÓRIA DO BRASIL

e como curiosidade


Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Viajante

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9798
  • Recebeu: 1227 vez(es)
  • Enviou: 3002 vez(es)
  • +183/-55
    • http://youtube.com/HSMW
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #57 em: Setembro 18, 2020, 11:39:52 am »




Josip Broz Tito, mais conhecido por Marechal Tito, nascido em Maio de 1892 na Croácia, filho de pai croata e mãe eslovena, fundou a República da Jugoslávia, tendo conseguido manter a unidade e integridade territorial, entre 1953 e 1980, dos chamados “6 povos jugoslavos”: Croácia, Eslovénia, Sérvia, Montenegro, Macedónia e Bósnia.
Governou em plena Guerra Fria entre os imperialismos Americano e Soviético. Defensor de um socialismo-comunismo próprio, nunca alinhou com as ideologias marxistas, nem de cariz soviético nem de influência chinesa.

A sul da Jugoslávia estava a Albânia, governada por Enver Hoxka fervoroso esquerdista, efensor da linha comunista chinesa de Mao Tse Tung, o que originou que a Albânia se tornasse no país mais pobre e miserável da Europa.

Tito movido por intenções solidárias e humanitárias criou condições e favoreceu a fuga de Albaneses para o Sul da Jugoslávia, mais precisamente para a província Sérvia do Kosovo, que fazia fronteira com a Albânia. Criou escolas, ensino da língua albanesa, estruturas sociais, construção de Mesquitas.
Centenas de milhares de albaneses fugiram para o Kosovo. Deu-se durante 4 décadas uma constante invasão demográfica pacífica de solo Sérvio.
O Kosovo está para a Sérvia, assim como Guimarães está para Portugal.
Foi lá que nasceu a nação Sérvia.

Os albaneses tinham valores, religião, costumes, tradições, hábitos antagónicos aos sérvios. A chegada de grandes massas albanesas à província Sérvia do Kosovo, trouxe como é óbvio, problemas sociais e de integração entre duas culturas diferentes. Os sérvios que podiam,iam saindo da sua terra, fugindo ao caos que se foi instalando.
Os albaneses são muçulmanos. Os Sérvios são cristãos Ortodoxos.


Até que em 2008 a província Sérvia do Kosovo, dominada pelos muçulmanos albaneses declarou-se unilateralmente como estado independente, roubando à Sérvia parte do seu território e expulsando os sérvios que ainda lá habitavam.
Nesta acção política, a maioria dos governos europeus já amedrontados com a supremacia e ideologia muçulmana, fomentou este roubo.
Vem isto a propósito do que está a acontecer na Europa. Uma conquista muçulmana não militar.

Inicialmente de supostos refugiados de guerras no Médio Oriente, que evoluiu para uma invasão organizada, premeditada, planeada e promovida pelos estados super ricos sunitas do Golfo (Arábia Saudita, Bharein, Katar, Kwait, Oman, Abu Dhabi, Dubai), agora de povos africanos especialmente sub saharianos, com vista à islamização da Europa.

E que fazem alguns estados europeus? Criam condições favoráveis à sua vinda, construindo Mesquitas, instalando Madrassas, institucionalizando o ensino do árabe e sustentando com subsídios os invasores. Destes invasores, 78% dos homens e 92% das mulheres não trabalham. Os factos históricos são cíclicos e repetitivos.

O que aconteceu na antiga Jugoslávia, está a acontecer na Europa.

Parece haver um despertar nos europeus, para esta situação que tende para o abismo. Recorde-se que não são os governos os responsáveis, mas sim as populações que neles votam e que sabem previamente as linhas de conduta ideológica dos futuros governantes.
Nos últimos meses tem-se assistido a uma viragem no sentido de voto, favorecendo partidos claramente anti imigração, anti invasão e anti Islão.
Neste momento há já 8 países da União Europeia com governos claramente
anti invasão: Polónia, Hungria, Áustria, Eslováquia, Eslovénia,República Cheka, Bulgária e Itália.

A estes 7 já com maioria parlamentar e governos, juntam-se mais 10, que embora não tenham governos decididamente anti Islão, já possuem deputados nacionalistas nos Parlamentos dos seus países: Alemanha, Bélgica, Chipre, Dinamarca, Finlândia, França, Grécia, Letónia, Holanda e Suécia.


https://www.facebook.com/photo.php?fbid=4233657773315275&set=pcb.3289526724416306&type=3&theater&ifg=1
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8525
  • Recebeu: 1027 vez(es)
  • Enviou: 1195 vez(es)
  • +143/-46
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #58 em: Setembro 20, 2020, 11:24:09 am »
Citação de: P44 link=topic=1c0291.msg334253#msg334253 date=1591732738
A campanha para isso já começou

https://mobile.twitter.com/analuciaraujo_/status/1269962394798825474

Gostava de ver algo contra as estátuas do Genghis Khan na Mongólia, foi dos que mais matou, violou, destruiu no mundo... Mas não é branco.

E a população lá não vai em "modas".
« Última modificação: Setembro 20, 2020, 11:25:24 am por Lightning »
 

*

Lusitan

  • Perito
  • **
  • 508
  • Recebeu: 183 vez(es)
  • Enviou: 180 vez(es)
  • +160/-12
  • Hic et Ubique
Re: O Fim da atual Europa e os velhos demonios....
« Responder #59 em: Setembro 21, 2020, 04:18:27 pm »




Josip Broz Tito, mais conhecido por Marechal Tito, nascido em Maio de 1892 na Croácia, filho de pai croata e mãe eslovena, fundou a República da Jugoslávia, tendo conseguido manter a unidade e integridade territorial, entre 1953 e 1980, dos chamados “6 povos jugoslavos”: Croácia, Eslovénia, Sérvia, Montenegro, Macedónia e Bósnia.
Governou em plena Guerra Fria entre os imperialismos Americano e Soviético. Defensor de um socialismo-comunismo próprio, nunca alinhou com as ideologias marxistas, nem de cariz soviético nem de influência chinesa.

A sul da Jugoslávia estava a Albânia, governada por Enver Hoxka fervoroso esquerdista, efensor da linha comunista chinesa de Mao Tse Tung, o que originou que a Albânia se tornasse no país mais pobre e miserável da Europa.

Tito movido por intenções solidárias e humanitárias criou condições e favoreceu a fuga de Albaneses para o Sul da Jugoslávia, mais precisamente para a província Sérvia do Kosovo, que fazia fronteira com a Albânia. Criou escolas, ensino da língua albanesa, estruturas sociais, construção de Mesquitas.
Centenas de milhares de albaneses fugiram para o Kosovo. Deu-se durante 4 décadas uma constante invasão demográfica pacífica de solo Sérvio.
O Kosovo está para a Sérvia, assim como Guimarães está para Portugal.
Foi lá que nasceu a nação Sérvia.

Os albaneses tinham valores, religião, costumes, tradições, hábitos antagónicos aos sérvios. A chegada de grandes massas albanesas à província Sérvia do Kosovo, trouxe como é óbvio, problemas sociais e de integração entre duas culturas diferentes. Os sérvios que podiam,iam saindo da sua terra, fugindo ao caos que se foi instalando.
Os albaneses são muçulmanos. Os Sérvios são cristãos Ortodoxos.


Até que em 2008 a província Sérvia do Kosovo, dominada pelos muçulmanos albaneses declarou-se unilateralmente como estado independente, roubando à Sérvia parte do seu território e expulsando os sérvios que ainda lá habitavam.
Nesta acção política, a maioria dos governos europeus já amedrontados com a supremacia e ideologia muçulmana, fomentou este roubo.
Vem isto a propósito do que está a acontecer na Europa. Uma conquista muçulmana não militar.

Inicialmente de supostos refugiados de guerras no Médio Oriente, que evoluiu para uma invasão organizada, premeditada, planeada e promovida pelos estados super ricos sunitas do Golfo (Arábia Saudita, Bharein, Katar, Kwait, Oman, Abu Dhabi, Dubai), agora de povos africanos especialmente sub saharianos, com vista à islamização da Europa.

E que fazem alguns estados europeus? Criam condições favoráveis à sua vinda, construindo Mesquitas, instalando Madrassas, institucionalizando o ensino do árabe e sustentando com subsídios os invasores. Destes invasores, 78% dos homens e 92% das mulheres não trabalham. Os factos históricos são cíclicos e repetitivos.

O que aconteceu na antiga Jugoslávia, está a acontecer na Europa.

Parece haver um despertar nos europeus, para esta situação que tende para o abismo. Recorde-se que não são os governos os responsáveis, mas sim as populações que neles votam e que sabem previamente as linhas de conduta ideológica dos futuros governantes.
Nos últimos meses tem-se assistido a uma viragem no sentido de voto, favorecendo partidos claramente anti imigração, anti invasão e anti Islão.
Neste momento há já 8 países da União Europeia com governos claramente
anti invasão: Polónia, Hungria, Áustria, Eslováquia, Eslovénia,República Cheka, Bulgária e Itália.

A estes 7 já com maioria parlamentar e governos, juntam-se mais 10, que embora não tenham governos decididamente anti Islão, já possuem deputados nacionalistas nos Parlamentos dos seus países: Alemanha, Bélgica, Chipre, Dinamarca, Finlândia, França, Grécia, Letónia, Holanda e Suécia.


https://www.facebook.com/photo.php?fbid=4233657773315275&set=pcb.3289526724416306&type=3&theater&ifg=1

Essa história do Kosovo não bate certo com os registos históricos. Primeiro porque nos censos do Império Otomano do inicio do século XX a população. Até às guerras dos Balcãs o Kosovo tinha cerca de 50% da população albanesa, sendo a restante uma mistura de sérvios, bulgaros e macedónios. Com o final da guerra, o Kosovo passou para a Sérvia, não havendo registos de grandes exodos da população albanesa. No censo de 1921 da Jugoslávia a população albanesa representava 4% da população jugoslava e era maioritária no Kosovo. O mesmo aconteceu nos censos de 1931 e 1981. Portanto essa história é muito gira, mas é falsa.