Artilharia do Exército

  • 1073 Respostas
  • 279359 Visualizações
*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2894
  • Recebeu: 591 vez(es)
  • Enviou: 360 vez(es)
  • +161/-472
Re: Artilharia do Exército
« Responder #870 em: Fevereiro 18, 2023, 01:16:39 pm »
https://twitter.com/Defence360/status/1626924252434771973?s=20

Espero que bateria seja um erro..........

E infelizmente tou a ver que vamos ter de aturar a treta do Caesar

porquê?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20894
  • Recebeu: 3240 vez(es)
  • Enviou: 2369 vez(es)
  • +1596/-3522
Re: Artilharia do Exército
« Responder #871 em: Fevereiro 18, 2023, 02:04:18 pm »
https://twitter.com/Defence360/status/1626924252434771973?s=20

Espero que bateria seja um erro..........

E infelizmente tou a ver que vamos ter de aturar a treta do Caesar

É normal que seja apenas uma Bateria, porque na prática é isso que a "GAC" da Brigada de Intervenção tem. Porquê? Falta de recursos humanos para usar mais do que isso e orçamento reduzido.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1700
  • Recebeu: 582 vez(es)
  • Enviou: 182 vez(es)
  • +330/-192
Re: Artilharia do Exército
« Responder #872 em: Fevereiro 18, 2023, 02:21:48 pm »
Mas bateria não são só 3? ou 4?
Ou estou eu a fazer a tradução direta mal?

Quanto ao Caesar acho que existem melhores opções no mercado particularmente Boxer RCH 155

Prefiro Caesar na BRR
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20894
  • Recebeu: 3240 vez(es)
  • Enviou: 2369 vez(es)
  • +1596/-3522
Re: Artilharia do Exército
« Responder #873 em: Fevereiro 18, 2023, 02:35:08 pm »
Mas bateria não são só 3? ou 4?
Ou estou eu a fazer a tradução direta mal?

Quanto ao Caesar acho que existem melhores opções no mercado particularmente Boxer RCH 155

Prefiro Caesar na BRR

Mas o preço de um Boxer RCH 155 é forçosamente mais caro que um Caeser ou um Atmos. O mais engraçado é pensar que originalmente era para ser adquirido 18 sistemas Obus 155 mm para as três Batarias de Boca de fogo da GAC.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11179
  • Recebeu: 2403 vez(es)
  • Enviou: 3369 vez(es)
  • +762/-1037
Re: Artilharia do Exército
« Responder #874 em: Fevereiro 18, 2023, 02:56:47 pm »
A ser verdade que o Caesar tenha mostrado limitações na Ucrânia, isso pode ter feito outras FA perderem o interesse neste equipamento, como por exemplo a Dinamarca, talvez tenha sido desenvolvido mais a pensar em operações como Afeganistão ou Mali e não tanto a alta intensidade, talvez baixe o preço.

Pode não ser a melhor peça do mercado mas será melhor do que o que a BrigInt tem actualmente.
 

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1700
  • Recebeu: 582 vez(es)
  • Enviou: 182 vez(es)
  • +330/-192
Re: Artilharia do Exército
« Responder #875 em: Fevereiro 18, 2023, 02:59:48 pm »
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11179
  • Recebeu: 2403 vez(es)
  • Enviou: 3369 vez(es)
  • +762/-1037
Re: Artilharia do Exército
« Responder #876 em: Fevereiro 18, 2023, 03:07:57 pm »
Duas já faz mais sentido. Permite formar um GAC.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20894
  • Recebeu: 3240 vez(es)
  • Enviou: 2369 vez(es)
  • +1596/-3522
Re: Artilharia do Exército
« Responder #877 em: Fevereiro 18, 2023, 03:18:50 pm »
Duas já faz mais sentido. Permite formar um GAC.

A GAC normalmente são 3 batarias, mas sim, é sempre um pouco melhor.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 10461
  • Recebeu: 5813 vez(es)
  • Enviou: 4485 vez(es)
  • +8506/-1865
Re: Artilharia do Exército
« Responder #878 em: Fevereiro 18, 2023, 05:45:00 pm »
Mas bateria não são só 3? ou 4?
Ou estou eu a fazer a tradução direta mal?

Quanto ao Caesar acho que existem melhores opções no mercado particularmente Boxer RCH 155

Prefiro Caesar na BRR

Depende do empenhamento e do tipo do Grupo de Artilharia de Campanha.
Se for Lig e estiver a apoiar directamente as 03 Unid de Manobra de uma brigada, terá uma quarta BBF média como reforço/apoio de manobra conjunto.
Se o GAC for Médio terá apenas 03 BBF.

Na BriMec organicamente o GAC tem 04 Batarias, tres de campanha e uma AAA.

Segundo sei de futuro os 03/02 GAC terão as BAAA agregadas.

Abraços
« Última modificação: Fevereiro 18, 2023, 05:54:09 pm por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, Drecas

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 10461
  • Recebeu: 5813 vez(es)
  • Enviou: 4485 vez(es)
  • +8506/-1865
Re: Artilharia do Exército
« Responder #879 em: Fevereiro 18, 2023, 05:50:46 pm »
Duas já faz mais sentido. Permite formar um GAC.

Em caso de necessidade operacional, um GAC a duas BBF completas, pode  activar uma terceira BBF, reduzindo-as a quatro secções, sendo possivel manter o apoio directo às 03 unid de manobra da brigada.

Abraços
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1700
  • Recebeu: 582 vez(es)
  • Enviou: 182 vez(es)
  • +330/-192
Re: Artilharia do Exército
« Responder #880 em: Fevereiro 18, 2023, 11:14:14 pm »
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 4454 vez(es)
  • Enviou: 793 vez(es)
  • +5130/-851
Re: Artilharia do Exército
« Responder #881 em: Fevereiro 20, 2023, 10:57:10 pm »
https://twitter.com/Defence360/status/1626924252434771973?s=20

Espero que bateria seja um erro..........

E infelizmente tou a ver que vamos ter de aturar a treta do Caesar

É normal que seja apenas uma Bateria, porque na prática é isso que a "GAC" da Brigada de Intervenção tem. Porquê? Falta de recursos humanos para usar mais do que isso e orçamento reduzido.

Bom, em teoria, tendo em conta a guarnição dos M-114 e a guarnição dos Caesar, se fizemos a "tradução" directa, cada M-114 usa o mesmo número de homens que 2 Caesar. Ou seja, em números brutos, se a BrigInt conseguiria guarnecer 8 M-114 (por exemplo), então com o mesmo número de pessoal consegue guarnecer 16 Caesar.

Parece-me mesmo uma questão de dinheiro o número mais reduzido. O orçamento já era pouco quando se considerava o 6x6. Sendo que a intenção é o 8x8 pelos vistos, dará para ainda menos.
 

*

Subsea7

  • Investigador
  • *****
  • 1886
  • Recebeu: 1858 vez(es)
  • Enviou: 2668 vez(es)
  • +5526/-2964
Re: Artilharia do Exército
« Responder #882 em: Fevereiro 20, 2023, 11:01:30 pm »
Mas virá o CAESAR 6X6...Para entrar no KC...
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 4454 vez(es)
  • Enviou: 793 vez(es)
  • +5130/-851
Re: Artilharia do Exército
« Responder #883 em: Fevereiro 20, 2023, 11:08:25 pm »
O que eu dizia a isso, e a possíveis "vozes" que surgissem com esse argumento, era: caga nisso, compre-se o 8x8, e para artilharia para ser transportada num KC, que se compre uns HIMARS.  :mrgreen:
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: PTWolf

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 7601
  • Recebeu: 1029 vez(es)
  • +4744/-937
Re: Artilharia do Exército
« Responder #884 em: Fevereiro 23, 2023, 12:15:13 pm »
Relativamente à capacidade do sistema CAESAR francês na Ucrânia, as criticas ou dúvidas que tenho visto em vários forums internacionais, não são maiores que as criticas que sempre existem por parte dos militares relativamente ao material que têm à mão.

O PzH-2000 alemão, também é demasiado pesado, e está limitado a uma cadência de tiro inferior àquela a que os ucranianos estão habituados.
Depois, há casos em que as críticas são dirigidas não só ao equipamento como à logística montada para os apoiar...

O que é verdade, é que qualquer coisa é superior aos M114...

Que afinal, sempre foram considerados como peças de museu que se espera sejam substituídas "ad eternum "

As diferenças entre sistemas atuais e os M114 são tão grandes, que acho que a doutrina tem que ser completamente escrita de novo, no que respeita à utilização em território nacional.

É muito mais fácil enganar uma pessoa, que explicar-lhe que foi enganada ...