Plataforma Naval Multifuncional

  • 524 Respostas
  • 44531 Visualizações
*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9645
  • Recebeu: 4925 vez(es)
  • Enviou: 3551 vez(es)
  • +4542/-1071
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #120 em: Junho 30, 2022, 12:08:38 pm »
Como é que vão aterrar os MQ-9 STOL?
Nesse espaço?
 :mrgreen:

As tantas amaram em vez de aterrar.   :mrgreen:

Abraços
« Última modificação: Junho 30, 2022, 12:09:22 pm por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9645
  • Recebeu: 4925 vez(es)
  • Enviou: 3551 vez(es)
  • +4542/-1071
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #121 em: Junho 30, 2022, 12:16:31 pm »
Holisticamente sim, até nem há razões em contrario pq quem paga é a UE. Agora espetar 600 milhões no Montijo para depois construir um aeroporto novo mesmo ao lado, isso é que é de genio!
 :-P

600 milhões no Montijo?
Só o reforçar o PCN da pista, alarga-la, prolonga-la, os tais 400m, e actualizar os txys, vai estoirar mais que esses 600 milhoes.
E quanto custam as infraestruturas?
As platafornas de estacionamento com/sem fingers;
Os terminais de pax;
Os terminais de bagagens;
Os terminais de cgo e correio;
A Nova torre de controlo;
A instalação do GOC;
A instalação dos fornecedores de catering,;
As infraestruturas de MNT de primeira linha com respectivos hangares.

Nunca se conseguirá fazer tudo com menos de 1500/1800 milhões.

Desculpem o offtopic.

Cumprimentos
« Última modificação: Junho 30, 2022, 12:30:24 pm por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79, Subsea7

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 7540
  • Recebeu: 2459 vez(es)
  • Enviou: 916 vez(es)
  • +3978/-5143
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #122 em: Junho 30, 2022, 01:40:17 pm »
Ah, a inspiração da marinha tuga...  :mrgreen:







Saudações

P.S. Fap?  :mrgreen:



https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Aerial_aircraft_carrier_drone.jpeg
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, tenente

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1958
  • Recebeu: 485 vez(es)
  • Enviou: 2290 vez(es)
  • +168/-21
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #123 em: Junho 30, 2022, 02:29:25 pm »
Holisticamente sim, até nem há razões em contrario pq quem paga é a UE. Agora espetar 600 milhões no Montijo para depois construir um aeroporto novo mesmo ao lado, isso é que é de genio!
 :-P

600 milhões no Montijo?
Só o reforçar o PCN da pista, alarga-la, prolonga-la, os tais 400m, e actualizar os txys, vai estoirar mais que esses 600 milhoes.
E quanto custam as infraestruturas?
As platafornas de estacionamento com/sem fingers;
Os terminais de pax;
Os terminais de bagagens;
Os terminais de cgo e correio;
A Nova torre de controlo;
A instalação do GOC;
A instalação dos fornecedores de catering,;
As infraestruturas de MNT de primeira linha com respectivos hangares.

Nunca se conseguirá fazer tudo com menos de 1500/1800 milhões.

Desculpem o offtopic.

Cumprimentos


Pior ainda. Gastar uma quantidade absurda num "remedeio", para durar menos de uma decada até o novo aeroporto estar pronto é uma prova da maior ineptitude de gestão de dinheiros publicos imaginavél! E por falar nisso, se a pressa é tanta não consigo perceber porque razão é que Alcochete só começaria a ser construido em 2030 e não assim que possivél.
 >:(
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4991
  • Recebeu: 605 vez(es)
  • Enviou: 506 vez(es)
  • +466/-1826
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #124 em: Junho 30, 2022, 02:33:14 pm »
Holisticamente sim, até nem há razões em contrario pq quem paga é a UE. Agora espetar 600 milhões no Montijo para depois construir um aeroporto novo mesmo ao lado, isso é que é de genio!
 :-P

600 milhões no Montijo?
Só o reforçar o PCN da pista, alarga-la, prolonga-la, os tais 400m, e actualizar os txys, vai estoirar mais que esses 600 milhoes.
E quanto custam as infraestruturas?
As platafornas de estacionamento com/sem fingers;
Os terminais de pax;
Os terminais de bagagens;
Os terminais de cgo e correio;
A Nova torre de controlo;
A instalação do GOC;
A instalação dos fornecedores de catering,;
As infraestruturas de MNT de primeira linha com respectivos hangares.

Nunca se conseguirá fazer tudo com menos de 1500/1800 milhões.

Desculpem o offtopic.

Cumprimentos

Vocês não se esqueçam, que quem vai pagar pelo aeroporto  é a vinci e não o contribuinte.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6466
  • Recebeu: 2718 vez(es)
  • Enviou: 573 vez(es)
  • +940/-528
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #125 em: Junho 30, 2022, 02:43:02 pm »
A rampa permite quase duplicar o tempo de voo dos drones. Por isso é bastante importante. E permite evolução dos drones a usar. Até podem ser Ogassas agora mas poderão ser outros daqui a 10 anos. Eu não tenho nada de megativo a dizer sobre este navio. Parece-me uma boa utilização dos recursos disponíveis.

A rampa pode ajudar, mas não é esse o problema. O navio não vai ser muito grande, logo não vai ter espaço para UAVs com grande envergadura de asas. O San Giorgio é talvez o mais próximo em termos de design/dimensões que podemos encontrar no mundo real, portanto já podemos comparar a partir daí.

Os drones que poderão descolar da rampa, continuarão a ser de dimensões reduzidas, como os Ogassa com os seus 4,2 metros de envergadura e pouco mais. Essencialmente, drones civis, sem qualquer capacidade de serem armados, a não ser que, do que existe actualmente no mercado, se fossem comprar MQ-8B ou Camcopter S-100.
E é aqui que vem o problema: andam com a falar deste navio, como se fosse um navio de guerra, para o futuro da guerra, quando na realidade, nem estará armado para se defender, nem estará equipado com drones armados, nem terá escoltas de jeito que potenciem o seu uso. Resumindo, é um navio civil, hidrográfico, com capacidade para drones de vigilância, mas que infelizmente, já estão a querer dar um passo maior que a perna, ao tentar colocá-lo num patamar acima do que é suposto.

Os Turcos tinham um "porta aviões" pronto para receber os F35 turcos quando os americanos expulsaram a Turquia do clube dos F35.
Vai daí e os turcos apresentaram logo a ideia de encher o porta-aviões com drones BAYRAKTAR:

https://www.navalnews.com/naval-news/2022/02/will-turkey-modify-its-future-lhd-to-carry-more-uavs/

Mantendo a rampa...
Agora... como eles aterram - isso já não sei. É que um navio move-se e não me parece que se consiga agarrar um drone desse tamanho numa rede (solução usada para drones mais pequenos lançados de uma catapulta como uma fisga). Parece-me que vão sempre ter que aterrar na vertical.

Mas lá está, o navio turco, baseado no Juan Carlos I espanhol, tem "apenas" 230 metros de comprimento, 32 de largura e desloca 26000 toneladas. Ou seja, desloca aproximadamente o mesmo que todos os navios da MGP somados. Por isso é que digo, estar a olhar para o nosso navio, que não deve passar dos 110 metros, e que custará uns meros 100 milhões, como se fosse um desses navios com 200 ou mais metros, que custam acima de 600 milhões, não faz grande sentido.

No porta-drones turco, devem usar cabos para "travar" os UAVs. Os turcos até estão a desenvolver um UAV naval a jacto, logo precisarão de algo bem robusto para os "apanhar".

Entretanto ocorreu-me, o Ponto de Apoio de Tróia, da Marinha, tem lá uma pista de aterragem, usada para UAVs. Deve ser lá que vão testar UAVs para o dito navio.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Vicente de Lisboa

*

Visitante123

  • Perito
  • **
  • 442
  • Recebeu: 138 vez(es)
  • Enviou: 92 vez(es)
  • +9/-53
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #126 em: Junho 30, 2022, 04:44:22 pm »
Há UAVs que têm zonas de quebra programada nas asas para não terem que aterrar e são apanhados por redes. Não sei se pensarão em utilizar esse tipo de UAVs. Masnl no futuro muito próximo haverá soluções técnicas para pousar UAVs em pouco espaço.
 

*

Visitante123

  • Perito
  • **
  • 442
  • Recebeu: 138 vez(es)
  • Enviou: 92 vez(es)
  • +9/-53
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #127 em: Junho 30, 2022, 04:55:33 pm »
Estava a ver especificações. Um AR5 necessita de 150m de pista para levantar e tem um stall speed de 50Kms.

Quem perceber mais do que eu de física e aerodinâmica talvez consiga incorporar os dados de uma rampa e a velocidade do navio e calcular distância para levantar e aterrar deste UAV com 3mts por 4mts.
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9645
  • Recebeu: 4925 vez(es)
  • Enviou: 3551 vez(es)
  • +4542/-1071
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #128 em: Junho 30, 2022, 04:58:07 pm »
Holisticamente sim, até nem há razões em contrario pq quem paga é a UE. Agora espetar 600 milhões no Montijo para depois construir um aeroporto novo mesmo ao lado, isso é que é de genio!
 :-P

600 milhões no Montijo?
Só o reforçar o PCN da pista, alarga-la, prolonga-la, os tais 400m, e actualizar os txys, vai estoirar mais que esses 600 milhoes.
E quanto custam as infraestruturas?
As platafornas de estacionamento com/sem fingers;
Os terminais de pax;
Os terminais de bagagens;
Os terminais de cgo e correio;
A Nova torre de controlo;
A instalação do GOC;
A instalação dos fornecedores de catering,;
As infraestruturas de MNT de primeira linha com respectivos hangares.

Nunca se conseguirá fazer tudo com menos de 1500/1800 milhões.

Desculpem o offtopic.

Cumprimentos

Vocês não se esqueçam, que quem vai pagar pelo aeroporto  é a vinci e não o contribuinte.

Claro que é !
A Vinci tem umas maquinetas de fazer notas chamadas " taxas aeroportuárias " que a partir de amanhã algumas delas vão ser aumentadas em percentagens de dois digitos.

Abraços
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

asalves

  • Especialista
  • ****
  • 1190
  • Recebeu: 504 vez(es)
  • Enviou: 136 vez(es)
  • +400/-143
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #129 em: Junho 30, 2022, 04:58:58 pm »
O pessoal entusiasma-se e depois tem desilusões, até agora toda a informação que existe indica que será um Navio de carácter Civil, tanto é que será patrocinado pelo PRR ou algum fundo parecido.

Em relação aos drones inicialmente deveram ser os drones da Ogassa ou uma versão desenvolvida apartir destes.

https://www.marinha.pt/pt/media-center/Noticias/Paginas/Primeira-descolagem-rolada-e-aterragem-vertical-do-Drone-Ogassa-no-Ponto-de-Apoio-Naval-de-Portimao.aspx
Citar
Com o objetivo de consolidar o avanço tecnológico da Marinha Portuguesa na área da robotização, realizaram-se sexta-feira, 24 de junho, com sucesso, os primeiros testes de descolagem rolada e aterragem vertical do Drone Ogassa no cais do Ponto de Apoio Naval de Portimão.

A operação e o controlo do tráfego aéreo e marítimo foram efetuados através de uma Estação Móvel de Controlo Remoto instalada no local.

Este teste decorreu numa pista curta, a pensar na próxima geração de UAV que devem aterrar e levantar voo, rolado no futuro navio multifunções.

Os testes contaram com a presença do Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante Gouveia e Melo, do Comandante Naval, vice-almirante Nobre de Sousa, do Comandante da Zona Marítima do Sul, capitão-de-mar-e-guerra Fernando Rocha Pacheco, do Segundo Comandante da Esquadrilha de Helicópteros, Capitão-de-fragata Oliveira Pereira e do CEO da empresa Uavision, Nuno Simões.​
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 8040
  • Recebeu: 1167 vez(es)
  • Enviou: 458 vez(es)
  • +531/-4947
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #130 em: Junho 30, 2022, 05:19:42 pm »
Vocês por vezes dão-me vontade de vos bater.
Porque continuam a dar credibilidade a quem já demonstrou não a merecer minimamente?

Estava a ver especificações. Um AR5 necessita de 150m de pista para levantar e tem um stall speed de 50Kms.
Quem perceber mais do que eu de física e aerodinâmica talvez consiga incorporar os dados de uma rampa e a velocidade do navio e calcular distância para levantar e aterrar deste UAV com 3mts por 4mts
.


Mais nada. Mas se calhar o almirante covideiro pode fazer as contas...

Morra a "Marinha"!
Morra.
Pim.
« Última modificação: Junho 30, 2022, 05:20:27 pm por Luso »
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Vicente de Lisboa

  • Especialista
  • ****
  • 901
  • Recebeu: 93 vez(es)
  • Enviou: 51 vez(es)
  • +23/-9
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #131 em: Junho 30, 2022, 05:27:04 pm »
Oh pá a sério que aquele Predator ali é uma delicia. Tiro o meu chapéu ao supremo troll que continua a meter aquilo ali.



Nota-se também que a Marinha está perfeitamente alinhada com o discurso dominante sobre o Mar em Portugal: acertar nas buzzwords todas, apontar tudo como prioridade, embrulhar num discurso redondinho de onde não se consegue extrair quase nada:

Citação de: Site da Marinha
Esta plataforma naval multipropósito contribuirá, entre outras tarefas,  para a proteção dos recursos marinhos e do mar português, através da prevenção e vigilância da poluição dos oceanos e de acidentes marítimos, da dissuasão de atividades ilegais e irregulares, da monitorização das alterações climáticas e dos acontecimentos atmosféricos, bem como no apoio humanitário.

Este navio, idealizado sob um novo conceito de operação, representará uma grande aposta na inovação através de utilização de uma nova tecnologia, de sistemas digitais de alto desempenho, de Big Data, de Digital Twin e de Inteligência Artificial, com recurso a sistemas robóticos/não tripulados aéreos, de superfície e de subsuperfície, bem como para estudos e testes para novos meios e novos conceitos, desenvolvidos pela academia e pela indústria.

Sou mau aluno desta arte, por isso só consigo daqui extrair: Quer-se capaz de lançar e recolher meios não tripulados aéreos, de superfície, e submarinos. Tanto que os primeiros e últimos aparecem na "concept art" com o dito MQ-1 e o ROV "Luso" da EMEPC. Quer-se capaz de transportar alguma quantidade não irrelevante de carga/equipamento para a dita ajuda humanitária. Ah, e há uma coisa que não está ali escrita mas se depreende do contexto: Quer-se algo que permita captar uns fundos europeus, que é para não se dizer que só a GNR é que os sabe ir buscar.

Sinceramente, nada contra qualquer destes objetivos. Tenho é dúvidas sobre alguns que não estão ali, sobre a tempestividade e escala da iniciativa, e sobre a forma pouco clara como está a ser vendida à população. Sobre o que não está, é a palavra "hidrográfico".  O projeto parece semelhante em tamanho e valências aosmaiores navios oceanográficos da Noruega, por exemplo, mas no meio de toda aquela salada de objetivos e valências, este consegue estar desaparecido. Sobre a tempestividade refiro-me ao ROV. A EMEPC andou anos a alugar o NRP Gago Coutinho para fazer campanhas com o ROV, e muito bom trabalho se fez, mas também se notava a falta de um navio maior e/ou mais disponível para a função. Agora que o IPMA começou a trabalhar com o Mário Ruivo (que também pode operar o ROV) é que a Marinha vai a correr atrás do prejuízo?  Sobre a escala e à forma como está a ser vendido, refiro-me à rampa e aos drones/helis no projeto. Quanto a drones, os que a Marinha tem não justificam uma plataforma assim, e os que justificam uma plataforma assim... ou a Marinha não os tem, ou nem sequer existem. Desenhar algo com flexibilidade para o futuro é bom, ok, mas desenhar uma plataforma para equipamento que não se tem nem se sabe usar é uma boa forma de acabar por fazer algo caro e inútil. No mínimo é colocar o carro à frente dos bois. Depois há a sugestão de que, entre helis e drones, este navio pode realizar ações de combate, o que é capaz de convencer a malta que faz desenhos dos NPOs com harpoons e tal, mas mais ninguém. Esta plataforma, com o tamanho e custo anunciados, já levanta questões sobre espaço interno, nem dá para pensar em elevadores/hangares para qualquer operação além de pousar/levantar.

Ah, e depois o extra de isto tudo ser para desenhar e construir pela malta que conseguiu esbardalhar completamente um projeto de patrulhões ao ponto do primeiro demorar 10 anos a construir.
« Última modificação: Junho 30, 2022, 05:35:08 pm por Vicente de Lisboa »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: dc

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 14629
  • Recebeu: 3696 vez(es)
  • Enviou: 4047 vez(es)
  • +2535/-6598
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #132 em: Junho 30, 2022, 06:47:59 pm »
Epa não percas tempo, no Facebook da marinheca a malta dos beijinhos e do mar chão está toda a dar os parabéns por este grande desenvolvimento tecnológico

Mas também vindo de malta com défice cognitivo acentuado que elege governantes que são autênticos palhaços como ainda hoje se pode constatar, qualquer coisa serve.

Não vale a pena.
Fechem isto e deitem a chave fora.
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente, Pescador

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9645
  • Recebeu: 4925 vez(es)
  • Enviou: 3551 vez(es)
  • +4542/-1071
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #133 em: Junho 30, 2022, 06:51:11 pm »
Epa não percas tempo, no Facebook da marinheca a malta dos beijinhos e do mar chão está toda a dar os parabéns por este grande desenvolvimento tecnológico

Mas também vindo de malta com défice cognitivo acentuado que elege governantes que são autênticos palhaços como ainda hoje se pode constatar, qualquer coisa serve.

Não vale a pena.
Fechem isto e deitem a chave fora.

Exactamente, esta trampa já fede.

O Zero Naval já foi atingido há alguns anos, e, a Marinha continua a perder, capacidades, nos poucos meios de combate de superficie e subsuperficie  a cada ano que passa.

Quando os ditos responsaveis se estão a marimbar para os meios Navais de combate que necessitam urgentemente de ser substituídos, e se dedicam a todo o vapor a relevar uma trampa destas como se fosse a peça fundamental no desempenho operacional numa " Marinha de Guerra ",  para mim está tudo esclarecido . :N-icon-Axe:

Abraços
« Última modificação: Junho 30, 2022, 07:02:02 pm por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, Charlie Jaguar, Subsea7

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 1846
  • Recebeu: 1350 vez(es)
  • Enviou: 889 vez(es)
  • +1650/-1621
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #134 em: Junho 30, 2022, 07:34:25 pm »
Epa não percas tempo, no Facebook da marinheca a malta dos beijinhos e do mar chão está toda a dar os parabéns por este grande desenvolvimento tecnológico

Mas também vindo de malta com défice cognitivo acentuado que elege governantes que são autênticos palhaços como ainda hoje se pode constatar, qualquer coisa serve.

Não vale a pena.
Fechem isto e deitem a chave fora.

Exactamente, esta trampa já fede.

O Zero Naval já foi atingido há alguns anos, e, a Marinha continua a perder, capacidades, nos poucos meios de combate de superficie e subsuperficie  a cada ano que passa.

Quando os ditos responsaveis se estão a marimbar para os meios Navais de combate que necessitam urgentemente de ser substituídos, e se dedicam a todo o vapor a relevar uma trampa destas como se fosse a peça fundamental no desempenho operacional numa " Marinha de Guerra ",  para mim está tudo esclarecido . :N-icon-Axe:

Abraços


Tudo na linha do interesse não combatente dos empregados da Marinha. A pedido das vozes esganiçadas de mar chão, bons ventos, cuidados e beijinhos, nas habituais e perigosas missões na Holanda e nos palop
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44