Votação

Unificação das Forças de Segurança (votar e apresentar argumentos)

Concordo Totalmente
20 (23.8%)
Concordo Parcialmente
29 (34.5%)
Discordo
35 (41.7%)

Votos totais: 73

Votação encerrada: Fevereiro 14, 2009, 12:06:38 pm

Unificação das Forças de Segurança

  • 155 Respostas
  • 33164 Visualizações
*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15413
  • Recebeu: 1128 vez(es)
  • Enviou: 1090 vez(es)
  • +186/-173
Re: Unificação das Forças de Segurança
« Responder #150 em: Setembro 08, 2017, 10:21:46 am »
Uma policia municipal dá lucro... Bombeiros não.

Na minha zona é possível que não, já que foram proibidos de andarem a multar o pessoal que não tirou o ticket de estacionamento. Só nisso eram uns bons milhares todos os meses. O pessoal tem que começar a perceber que o nome "Policia" está a ser usado de uma forma se calhar um tanto ou quanto abusiva, já que o trabalho deles é mais de vigilante/fiscal que de um agente de autoridade. Não podem prender, muitos nem arma têm e as competências variam muito de concelho para concelho. O "melhor" de tudo, ganham o mesmo que qualquer Assistente Técnico numa Câmara Municipal, ou seja, levam para casa menos de 700€.
« Última modificação: Setembro 08, 2017, 10:25:48 am por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8909
  • Recebeu: 894 vez(es)
  • Enviou: 1619 vez(es)
  • +105/-35
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Unificação das Forças de Segurança
« Responder #151 em: Setembro 08, 2017, 11:42:57 am »
Já me tinha lembrado disso!
De policia pouco tem pois é mais focada em fiscalização de transito e comércio.
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4216
  • Recebeu: 275 vez(es)
  • Enviou: 272 vez(es)
  • +55/-16
Re: Unificação das Forças de Segurança
« Responder #152 em: Setembro 09, 2017, 12:19:49 am »
Já me tinha lembrado disso!
De policia pouco tem pois é mais focada em fiscalização de transito e comércio.

logo não fazem sentido existir, mais valia investir o dinheiro numa força verdadeira de protecção civil!
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15413
  • Recebeu: 1128 vez(es)
  • Enviou: 1090 vez(es)
  • +186/-173
Re: Unificação das Forças de Segurança
« Responder #153 em: Setembro 09, 2017, 11:38:22 am »
O que é que a Protecção Civil tem haver com isto? Por falar em dinheiro, sai mais barato ou mais caro ao contribuinte pagar 600 e poucos euros ou 1000? Vais ter Policias a fazerem o trabalho da Policia Municipal? Isso é que é um desperdício.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7863
  • Recebeu: 786 vez(es)
  • Enviou: 908 vez(es)
  • +113/-40
Re: Unificação das Forças de Segurança
« Responder #154 em: Maio 14, 2018, 02:23:10 pm »
Não é unificação de forças, e não é nada decisivo, é apenas um estudo de reorganização.

PJ, PSP e GNR debaixo da mesma alçada? A proposta é apresentada hoje
http://rr.sapo.pt/noticia/113150/pj-psp-e-gnr-debaixo-da-mesma-alcada-a-proposta-e-apresentada-hoje

Citar
Com prefácio de Adriano Moreira e as assinaturas de uma dezena de académicos, militares e ex-governantes, é apresentada esta segunda-feira a Estratégia de Segurança Nacional – Horizonte 2030.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7863
  • Recebeu: 786 vez(es)
  • Enviou: 908 vez(es)
  • +113/-40
Re: Unificação das Forças de Segurança Novo
« Responder #155 em: Outubro 16, 2019, 12:47:40 pm »
Em relação à polícia marítima temos dois problemas, um é a duplicação com a UCC da GNR e o outro é o de estar subordinado a um ramo militar e ministério da defesa.

Em relação à primeira situação vou deixar para depois, mas em relação ao segundo problema penso que se poderia solucionar do seguinte modo, tendo como exemplo a GNR e ANEPC que tem generais do exército na sua cúpula, mas o seu comandante não é o CEME, nem dependem do MdN.

Tranferia a AMN para o ministério do mar, já que a AMN trata de mais assuntos a ver com o mar além do policiamento, também trata do socorro a náufragos, instituto hidrográfico, faróis, combate à poluição, seria uma maneira de reforçar a importância desse ministério e da importância do mar para Portugal, por outro lado, não dá poder em demasia ao MAI.

A chefia da AMN podia continuar a ser um almirante (situação igual à GNR e ANEPC), mas não seria o CEMA, teria que ser outra pessoa, sem funções na Marinha, hierarquicamente dependente apenas do ministro.

Do mesmo modo que os oficiais da GNR frequentam o curso na Academia Militar, podia ser criado o curso de oficial de Guarda Costeira, dado na Escola Naval, uma mistura de curso de Marinha e de GNR, em que tivesse a componente marítima e a componente policial.

A Polícia Marítima passava toda a ser Guarda Costeira, a UCC da GNR ou também se juntava toda ou pelo menos passavam os meios sendo o pessoal transferido para outras unidades da Guarda.

A Guarda Costeira poderia ficar às ordens da Marinha em situação de crise, como a GNR com o exército.

A Guarda Costeira ao ser independente da Marinha e da GNR poderia melhorar as relações entre estas instituições e a cooperação, em situações na praia poderiam precisar de apoio da GNR e situações no mar o apoio de navios da Marinha.

A Guarda Costeira teria capacidade própria de fiscalização até às 12 milhas e patrulha nas praias, casos graves de desordem nas praias receberia apoio da GNR, operações na água para lá as 12 milhas em que seja necessário navios de maior capacidade, deveria embarcar uma equipa da GC nos navios da Marinha que estão afectos à patrulha da ZEE e SAR.

A FAP trabalha com a PJ, GNR, sem problemas, a Marinha também poderia ter um comportamento similar, fazendo a parte da navegação e transporte, a parte policial não.

Os oficiais da Marinha podiam continuar e exercer funções na AMN, no ISN, IH, faróis, etc, exepto na GC, aí, conforme os novos oficiais da GC  fossem aparecendo, os da Marinha teriam que sair das capitanias.

Os centros de busca e salvamento e de zona marítima, teriam que ter elementos da Marinha e da Guarda Costeira.
« Última modificação: Outubro 16, 2019, 12:52:12 pm por Lightning »
 

 

Fórum "Criminalidade Vs Imigração - Pol. segurança"

Iniciado por ANASP-UPS

Respostas: 1
Visualizações: 2306
Última mensagem Junho 09, 2009, 10:22:54 pm
por ShadIntel
Ajuda: Fardamento das Forças Policiais

Iniciado por Benny

Respostas: 2
Visualizações: 2981
Última mensagem Agosto 11, 2006, 03:57:06 pm
por Benny
Militares das Forças Armadas nas ruas

Iniciado por Primy

Respostas: 128
Visualizações: 18322
Última mensagem Dezembro 24, 2010, 01:13:48 am
por Trafaria
GNR vai comandar forças europeias

Iniciado por antoninho

Respostas: 4
Visualizações: 2564
Última mensagem Março 10, 2007, 02:26:56 am
por golex
GISP - Grupo de Intervenção e Segurança Prisional da GP

Iniciado por Pstolaas

Respostas: 122
Visualizações: 62142
Última mensagem Novembro 01, 2013, 02:06:30 pm
por Cabeça de Martelo