Apetece-me gritar bem alto, FO...

  • 2161 Respostas
  • 228303 Visualizações
*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8611
  • Recebeu: 660 vez(es)
  • Enviou: 1113 vez(es)
  • +522/-535
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2040 em: Março 06, 2017, 11:25:44 am »
Núncio deixou na gaveta nomeação de responsável pela informática do fisco

O anterior secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, deixou na 'gaveta' a nomeação do responsável máximo pela informática da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) durante mais de um ano, tendo cessado funções governativas sem nomear ninguém para o cargo. Ex-directores do fisco consideraram ontem que foi esta a secção responsável pelo sistema que terá falhado na transmissão de dados sobre as transferências para paraísos fiscais.

A ausência de nomeação de um subdirector-geral para a área de Sistemas de Informação da AT ocorreu durante parte do tempo em que houve um 'apagão' informático na máquina fiscal em relação a 10 mil milhões de euros transferidos para offshores e apesar de a Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública (Cresap), a pedido de Paulo Núncio, ter aberto o concurso para o lugar, ter concluído o respectivo procedimento e ter apresentado ao Governo três nomes para ocupar a vaga. Mas Paulo Núncio, que tinha a tutela da AT, nada fez.

Sem esta nomeação, o lugar de subdirector-geral para a área de Sistemas de Informação ficou vago entre 30 de Junho de 2014, quando a então responsável pela pasta, Ana Morais, se aposentou, e 7 de Março de 2016.

https://www.publico.pt/2017/03/04/economia/noticia/nuncio-deixou-na-gaveta-nomeacao-de-responsavel-pela-informatica-do-fisco-1763940
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

vmpsm

  • Membro
  • *
  • 104
  • +1/-0
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2041 em: Março 06, 2017, 03:34:10 pm »
Citar
Portugal arrisca tragédia com sismos: "Governos sabem que vai morrer gente e não fazem nada"

Portugal vai sofrer um sismo e não está preparado para isso. Em entrevista à RTP, o investigador Mário Lopes denuncia a falta de fiscalização nas construções novas e na forma como os edifícios antigos estão a ser reabilitados. “São baralhos de cartas”, garante, criticando os sucessivos governos que põem “o mercado imobiliário antes da vida das pessoas”.

Não se sabe quando, não se sabe com que intensidade, nem exatamente com que consequências. Mas há uma certeza: “A sorte não dura para sempre” e Portugal será afetado por um sismo que poderá ter consequências trágicas.

O alerta é deixado por Mário Lopes, investigador do Instituto Superior Técnico, em entrevista à RTP. O especialista em engenharia sísmica vê com preocupação os estragos que um terramoto poderá provocar em Portugal, nomeadamente em Lisboa.

O receio de um fenómeno como o que destruiu Lisboa em 1755 existe, mas não terá de ser tão forte para provocar danos consideráveis e causar dezenas de milhares de vítimas mortais, alerta o especialista.

Mário Lopes considera que o respeito pelo atual regulamento o deixaria já descansado, mas avisa que não há fiscalização eficiente para certificar que é aplicado. “Só trabalha bem quem tem consciência e competência para o fazer. Se não tem pode aldrabar o projeto que não há consequências nenhumas até vir o sismo”, sublinha.

https://www.rtp.pt/noticias/pais/portugal-arrisca-tragedia-com-sismos-governos-sabem-que-vai-morrer-gente-e-nao-fazem-nada_es985525
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1741
  • Recebeu: 642 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +437/-17
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2042 em: Março 07, 2017, 03:41:51 pm »
FCSH cancela conferência de Jaime Nogueira Pinto

Evento tinha sido organizado por núcleo de estudantes ligado à Nova Portugalidade. Moção aprovada em Assembleia-Geral de Alunos e receio de violência levaram à suspensão pela direcção da faculdade.



O evento, apresentado como conferência-debate na página de Facebook do movimento Nova Portugalidade, estaria marcado há cerca de duas semanas, para o auditório 2 da torre B da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) da Universidade Nova de Lisboa. A pouco mais de 24 horas da hora marcada (18h30 de terça-feira, 7 de março), Jaime Nogueira Pinto, único orador, foi avisado de que, afinal, “Populismo ou Democracia? O Brexit, Trump e Le Pen em debate” não ia acontecer.

“Tinha sido convidado por um grupo cultural de jovens patriotas, de uma organização chamada Nova Portugalidade, para ir fazer uma conferência. Mas parece que numa Reunião-Geral de Alunos, a Assembleia Geral, que é maoista ou do Bloco de Esquerda, nem sei bem, fez um grande protesto a dizer que a conferência era uma coisa fascista, reacionária e colonialista. Parece que a contestação subiu de tom e a Associação de Estudantes exigiu à direção da faculdade, que já tinha cedido um espaço, para cancelar a conferência”, explica o escritor e politólogo ao Observador.

De acordo com Jaime Nogueira Pinto, convidado pelo núcleo de alunos da FCSH ligado à Nova Portugalidade, foi o próprio diretor da faculdade que o informou da decisão, alegando questões de segurança: “Também me disse que, mais tarde, com um clima mais calmo, a direção teria o maior interesse em convidar-me para falar sobre o tema na faculdade, num contexto menos político e mais académico”.

"Parece que já há tempos [alunos da FCSH] entraram aos berros numa conferência da embaixadora de Israel. A mim não me incomodaria muito, tive alguma experiência disso na minha meninice, mas percebo que a direção da faculdade tenha tido medo que desse distúrbios e pancadaria, não seria nenhum massacre, mas pronto… “

Segundo a ata da Reunião-Geral de Alunos (RGA), a que o Observador teve acesso, na passada quinta-feira, dia 2, foi apresentada uma moção “para que fosse cancelado o pedido de reserva de sala feito pelo proto-núcleo Nova Portugalidade“. “No entender dos proponentes desta moção este evento está associado a argumentos colonialistas, racistas, xenófobos que entram em colisão com o programa para o qual a AEFCSH foi eleita, além de entrar em colisão com a mais básica democraticidade e inclusividade”, pode ler-se na moção apensa ao documento.

Rafael Pinto Borges, um dos alunos da faculdade afetos à Nova Portugalidade, não esteve na RGA, mas garante que recebeu vários avisos, de várias pessoas diferentes, de que estariam a ser planeados ataques à conferência e ao próprio Jaime Nogueira Pinto.

"Foi-me dito que durante a RGA foram planeadas esperas e violências no evento de amanhã. Foi-me dito que haveria indivíduos próximos do Bloco de Esquerda, ou mesmo militantes do Bloco de Esquerda, à porta, para se dedicarem a ver quem é ou não fascista, uma coisa totalmente descabida e contrária à Constituição e a todas as liberdades.”

Sobre a organização Nova Portugalidade e as acusações a que tem sido sujeita, o aluno da FCSH, diz que “são calúnias perfeitamente absurdas”.

Francisco Caramelo, o diretor da faculdade, garante ao Observador que a instituição “é um espaço de debate, liberdade e reflexão que recebe debates de muitas naturezas diferentes” e que o cancelamento da conferência não está de todo relacionado com ideologias ou cores políticas.

"Até sexta-feira nem sabia da existência nem da organização chamada Nova Portugalidade nem do núcleo de alunos ligada a ela que fez a reserva de auditório para a conferência. Temos vários núcleos de estudantes, do PSD, do PS, da JCP, e todos podem efetuar reservas de sala através da Associação de Estudantes. É essa a política da casa: sempre que os nossos estudantes pretende efetuar eventos só têm de contactar a AE, que filtra os pedidos e depois os transmite ao Conselho Pedagógico. Foi o que aconteceu também desta vez, não há nenhuma leitura política disto.”

Segundo o diretor da FCSH, o problema terá surgido, primeiro, quando a Associação de Estudantes se deu conta do posicionamento político da Nova Portugalidade. E, depois, quando o núcleo ligado à Nova Portugalidade se deu conta de que eles se tinham dado conta — e não tinham gostado. “Uns ficaram incomodados com a associação e com o debate; os outros, os próprios estudantes do núcleo, porque sabiam desses incómodos, ficaram preocupados relativamente à segurança do evento.”

Apesar de, na sexta-feira, garante Francisco Caramelo, se ter recusado a cancelar o evento, as ameaças e discussões nas redes sociais durante o fim de semana acabaram por fazer com que a a direção da faculdade cedesse, esta segunda-feira ao início da tarde.

“Não queria transformar isto num evento que, devendo ser de discussão e de debate, possa desviar-se para extremos que não interessam, de maior conflitualidade entre as partes. O professor Jaime Nogueira Pinto é ele próprio um académico, chegará o momento em que a instituição, no quadro de um debate mais alargado, considerará oportuno convidá-lo para discutir sobre o mesmo tema.”

O politólogo, por seu turno, diz que fica à espera: “Há uma certa crispação e uma certa escalada nestas coisas. Começou noutros sítios e está a chegar aqui também. Estou habituadíssimo a discutir com pessoas que não pensam como eu, isso não é um problema para mim”.

http://observador.pt/2017/03/06/fcsh-cancela-conferencia-de-jaime-nogueira-pinto/

Observação: Chegou o lápis azul da censura de esquerda!!!!!!!
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15537
  • Recebeu: 1194 vez(es)
  • Enviou: 1128 vez(es)
  • +194/-181
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2043 em: Março 28, 2017, 04:40:40 pm »
Já é possível produzir carne de frango e pato sem abater animais

Foi com esta fotografia que a Memphis Meats anunciou ao mundo que conseguiu produzir carne em laboratório, a partir de amostras de células de animais. É peito de frango, a startup norte-americana garante que o sabor é delicioso, e não foi abatida nenhuma galinha. Com esta inovação, a empresa quer revolucionar "uma indústria gigante e resolver alguns dos problemas mais urgentes dos tempos atuais". Confuso? Veja o vídeo que explica como se produz 'carne limpa'.

 :arrow: http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/ja-e-possivel-produzir-carne-de-frango-e-pato-sem-abater-animais-138464
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15537
  • Recebeu: 1194 vez(es)
  • Enviou: 1128 vez(es)
  • +194/-181
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2044 em: Abril 04, 2017, 11:37:06 am »
Jovem queres levar a tua famelga para ver um filme de doutrinação da LGBT? Vai ver a "Bela e o monstro"!

7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 987 vez(es)
  • Enviou: 1871 vez(es)
  • +127/-45
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2045 em: Abril 05, 2017, 10:34:20 am »
Não me digas que já foste?  8)
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15537
  • Recebeu: 1194 vez(es)
  • Enviou: 1128 vez(es)
  • +194/-181
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2046 em: Abril 05, 2017, 10:38:54 am »
Não me digas que já foste?  8)

Com uma pequena de 6 anos o que achas? Eu agora só vou ao cinema para ver desenhos animados e pouco mais. :-[
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11414
  • Recebeu: 408 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +67/-57
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2047 em: Abril 05, 2017, 11:08:58 am »
Não me digas que já foste?  8)

Com uma pequena de 6 anos o que achas? Eu agora só vou ao cinema para ver desenhos animados e pouco mais. :-[


Quem mandou ter filhos  :jok: :jok: :jok:
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 987 vez(es)
  • Enviou: 1871 vez(es)
  • +127/-45
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2048 em: Abril 05, 2017, 11:59:01 am »
Não me digas que já foste?  8)

Com uma pequena de 6 anos o que achas? Eu agora só vou ao cinema para ver desenhos animados e pouco mais. :-[


Quem mandou ter filhos  :jok: :jok: :jok:

Deves querer ser daqueles que vai ficar sozinho num lar...  :jok:
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11414
  • Recebeu: 408 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +67/-57
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2049 em: Abril 05, 2017, 12:00:22 pm »
Não me digas que já foste?  8)

Com uma pequena de 6 anos o que achas? Eu agora só vou ao cinema para ver desenhos animados e pouco mais. :-[


Quem mandou ter filhos  :jok: :jok: :jok:

Deves querer ser daqueles que vai ficar sozinho num lar...  :jok:

Sim !!  :G-beer2:
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15537
  • Recebeu: 1194 vez(es)
  • Enviou: 1128 vez(es)
  • +194/-181
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2050 em: Abril 05, 2017, 12:10:45 pm »
Que não seja por aí, o meu avô teve duas filhas e tem 3 netos e ainda este ano, se não fosse eu e as minhas "Marias" irmos vê-lo ao lar, ninguém tinha ido. :crit:

Já fiz e vivi muita coisa, mas nada bate ter a minha pequena por perto. Adoro! Ainda recentemente estive uma semana de férias e só num dia é que ela foi à escolinha e porque eu tive que ir para a horta semear batatas. Estou mais tempo com ela do que muitas mães estão com os seus rebentos (não é o caso da minha mulher).
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1741
  • Recebeu: 642 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +437/-17
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2051 em: Abril 05, 2017, 12:39:43 pm »
Não é só no cinema que a cultura LGBT está a "educar" as crianças, também no ensino está a ser introduzida. Basta darem uma vista de olhos nos manuais de educação sexual.

http://www.dge.mec.pt/afetos-e-educacao-para-sexualidade

Esta semana, numa reportagem sobre o Ensino Profissional, estavam os alunos a criar uma apresentação ...... LGBT!
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1741
  • Recebeu: 642 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +437/-17
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2052 em: Abril 05, 2017, 01:17:44 pm »
União Europeia financia construção de bordel … sem saber

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, é contra "copos e mulheres", mas a história de um bordel na fronteira checo-alemã tornou-se pública através do canal de televisão alemão 'MDR-exakt'.



Uma pensão em Pomezi, uma aldeia na República Checa, recebeu um financiamento de 40 mil euros da União Europeia, alegadamente para modernizar as suas instalações.

Hoje, a “pensão” chama-se Party Night Club e, depois da “modernização” das instalações, transformou-se num bordel, como conta uma investigação do canal de televisão alemão ‘MDR-exakt’

Bruxelas está agora a investigar a situação, para perceber se algum funcionário da Comissão Europeia estava ocorrente do verdadeiro destino da verba.

O requerente do financiamento, a empresa responsável pelo edifício, já recebeu uma notificação que solicita a devolução da verba na sua totalidade, tratando este caso como um caso de corrupção.

Os subsídios na República Checa são pagos primeiros e o destino do dinheiro é verificado em último. Por essa razão, o deputado alemão da CDU  Peter Jahr atribuiu as culpas ao sistema checo, pedindo uma mudança de rumo. “Este caso mostra claramente que as inspecções devem ser feitas em primeiro lugar, e que se forem feitos em segundo lugar haverá sempre tentativas de enganar”.

http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/uniao-europeia-financia-construcao-de-bordel-sem-saber-142544
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15537
  • Recebeu: 1194 vez(es)
  • Enviou: 1128 vez(es)
  • +194/-181
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2053 em: Maio 05, 2017, 11:39:32 am »
Empresa não contrata portuguesas por serem “depressivas e infelizes com a vida”
Mariana Bandeira
 09:57

A Comissão para a Igualdade do Trabalho adianta que vai tomar medidas.

Há um anúncio que está a intrigar as mulheres portuguesas que procuram trabalho. Uma empresa registada em Cascais publicou ofertas de emprego só a pessoas do sexo feminino e para alguém que soubesse escrever, apresentar e trabalhar em moda ou apresentação, mas com a condicionante de que não poderiam ser portuguesas.

Porquê? “As portuguesas em geral são pessoas depressivas, infelizes com a vida”, explicou o titular da empresa de serviços informáticos em questão, Heinrich Pereira, ao jornal Público, que avançou a notícia desta vaga de emprego – no mínimo – peculiar.

O responsável pela firma esclareceu ainda ao diário que, tendo em conta que o trabalho se destina ao público feminino, a mulher é a melhor pessoa para comunicar para eles. Porém, não podem ser de nacionalidade portuguesa, conforme se explicava previamente no anúncio em causa: “Procuramos pessoas descontraídas e bem-humoradas. A preferência é por brasileiras ou por nacionalidades igualmente alegres, dispensamos portuguesas”.

A tarefa que os candidatos vão desenvolver será para divulgação na Internet e vai centrar-se e,  “criar conteúdo para web nas áreas da moda, jogos, comportamento, sexo, consumo, séries de TV, etc., sempre voltados para o universo femininos”, refere também a curiosa oferta de emprego, citada pelo matutino desta sexta-feira.

http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/empresa-nao-contrata-portuguesas-por-serem-depressivas-e-infelizes-com-a-vida-154538

O que eles querem eu sei... ::)
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1776
  • Recebeu: 222 vez(es)
  • Enviou: 443 vez(es)
  • +10/-1
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #2054 em: Maio 05, 2017, 06:09:02 pm »
Cá para mim o anúncio é para uma "assistente pessoal". É para isso que querem estrangeiras, que às tantas são mais fáceis de manipular e aceitar esses serviços.

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque: