Arquipélago da Madeira

  • 196 Respostas
  • 36567 Visualizações
*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4145
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • +60/-0
(sem assunto)
« Responder #75 em: Fevereiro 01, 2008, 10:57:17 am »
Eu só pergunto se é preferível ter túneis a atravessar a Ilha ou resolver os 33% de taxa de pobreza monetária existente na Madeira (pouco mais ou menos 10% acima da taxa média do continente e semelhante à dos Açores).
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

(sem assunto)
« Responder #76 em: Fevereiro 01, 2008, 10:04:11 pm »
Impuseram o dito "garrote" para estrangular a Madeira e depois fazerem demagogia à vontade! Não avaliaram foi a pobreza extrema que havia quando AJJ foi para presidente, durante séculos de exploração pela "metrópole", até há vinte e tal anos! E se fossem dar banho aos gatinhos?
http://deepestsolitude.blogspot.com/
Exceptis excipiendis.
Est autem fides credere quod nondum vides; cuius fidei merces est videre quod credis.
Mea mihi conscientia pluris est quam omnium sermo.
 

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 3564
  • Recebeu: 32 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +10/-5
(sem assunto)
« Responder #77 em: Fevereiro 01, 2008, 10:16:48 pm »
Citação de: "Supremo Alquimista"
E se fossem dar banho aos gatinhos?


Os gatinhos sabem lavar-se sozinhos, mas por precaução nada como uma :arrow:

Potius mori quam foedari
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6826
  • Recebeu: 353 vez(es)
  • Enviou: 216 vez(es)
  • +221/-0
(sem assunto)
« Responder #78 em: Fevereiro 01, 2008, 10:20:40 pm »
Citação de: "Supremo Alquimista"
durante séculos de exploração pela "metrópole"


 :Cavaleria1:  :Cavaleria1:

 

*

Bravo Two Zero

  • Especialista
  • ****
  • 1009
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #79 em: Fevereiro 01, 2008, 10:28:50 pm »
Citação de: "Supremo Alquimista"
Impuseram o dito "garrote" para estrangular a Madeira e depois fazerem demagogia à vontade! Não avaliaram foi a pobreza extrema que havia quando AJJ foi para presidente, durante séculos de exploração pela "metrópole", até há vinte e tal anos! E se fossem dar banho aos gatinhos?



Amigo ilhéu, o garrote já vem desde 1419, agravado por Salazar (parece que não gostou da revolta de 1931). E se não se dava o 25 de Abril, estávamos bem pior. A pobreza extrema combateu-se com a aprovação do  estatuto das Regiões Autónomas e fundos comunitários. AJJ teve um excelente desempenho nesses tempos de mudança. Mas fechou os olhos ao roubo descarado feito por muitos dos seus colegas de partido. E só não afastou-se mais cedo porque sabe que o povo vota nele, não no PSD. Mas quando esse  dia chegar, AJJ sabe que vai ser a bandalheira e o saque total.
"Há vários tipos de Estado,  o Estado comunista, o Estado Capitalista! E há o Estado a que chegámos!" - Salgueiro Maia
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7508
  • Recebeu: 386 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +138/-194
(sem assunto)
« Responder #80 em: Fevereiro 01, 2008, 10:29:40 pm »
Citação de: "Supremo Alquimista"
Impuseram o dito "garrote" para estrangular a Madeira e depois fazerem demagogia à vontade! Não avaliaram foi a pobreza extrema que havia quando AJJ foi para presidente, durante séculos de exploração pela "metrópole", até há vinte e tal anos! E se fossem dar banho aos gatinhos?


Esta é muito infeliz.
Lá por se sentirem diferentes por viverem rodeados de água, não pensem que são diferentes dos outros do "contnente" que também "entram pela madeira dentro" para pagar os desmandos de "Lesboa" e dos que lá vão parar - vindos de todo o lado.
Nem parece monárquico, oh Alquimista!
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

(sem assunto)
« Responder #81 em: Fevereiro 01, 2008, 11:37:10 pm »
Citação de: "Bravo Two Zero"
Mas fechou os olhos ao roubo descarado feito por muitos dos seus colegas de partido.


Olhe que no "contenente" o filme é o mesmo.
http://deepestsolitude.blogspot.com/
Exceptis excipiendis.
Est autem fides credere quod nondum vides; cuius fidei merces est videre quod credis.
Mea mihi conscientia pluris est quam omnium sermo.
 

(sem assunto)
« Responder #82 em: Fevereiro 01, 2008, 11:43:13 pm »
Citação de: "Luso"
Nem parece monárquico, oh Alquimista!

Não faça essa acusação. Sempre fui monárquico (desde os 6 anos de idade), mas defendo uma regionalização mais profunda do que a actual.
O senhor como monárquico deveria saber que no tempo de D. Carlos já se discutia a regionalização mas os politicozecos de Lisboa sempre tiveram medo da descentralização do poder, porque será? Ah, já me lembro: gostavam muito de reber luvas, resmas delas.
http://deepestsolitude.blogspot.com/
Exceptis excipiendis.
Est autem fides credere quod nondum vides; cuius fidei merces est videre quod credis.
Mea mihi conscientia pluris est quam omnium sermo.
 

*

HELLAS

  • 375
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #83 em: Fevereiro 01, 2008, 11:50:48 pm »
Caro Supremo Alquimista. Tu que es das ilhas, explica a os que nao somos portugueses a situaçao actual vossa, o vosso sentimento regionalista ou tal vez nacionalista se existe claro, se existe una desafecçao com o Portugal continental, se nao se consideram portugueses ou se pelo contrario estao bem orgrulhosos de ser portugueses mas do que estao fartos é dos politicos que nao responden as vossas exigencias, etc....desculpa se vou errado, mas o facto de nao ser portugues faz que nao perceba bem o que voces pensan con certeza.
Obrigado.
 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #84 em: Fevereiro 01, 2008, 11:55:47 pm »
Citação de: "HELLAS"
Caro Supremo Alquimista. Tu que es das ilhas, explica a os que nao somos portugueses a situaçao actual vossa, o vosso sentimento regionalista ou tal vez nacionalista se existe claro, se existe una desafecçao com o Portugal continental, se nao se consideram portugueses ou se pelo contrario estao bem orgrulhosos de ser portugueses mas do que estao fartos é dos politicos que nao responden as vossas exigencias, etc....desculpa se vou errado, mas o facto de nao ser portugues faz que nao perceba bem o que voces pensan con certeza.
Obrigado.


Não há nenhuma desavença com os Portugueses, apenas foram alguns esbirros do AJJ ...  :wink:

 

*

HELLAS

  • 375
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #85 em: Fevereiro 01, 2008, 11:56:20 pm »
Citação de: "comanche"
Além de terem línguas e culturas diferentes, muitas regiões de Espanha e Alemanha já foram estados independentes no passado.


Sem animo de polemizar, mas sim para que voces aclarem a mim, pregunto, alem do Reino de Portugal percebendolo como un antigo estado do pasado historico, pode tambem considerar-se o Reino do Algarve tamben un estado do passado ou foi un reino dependente de qualquer outro reino hispanico? Estou a dizer isso porque em caso fora un reino independente total emtao tambem podia considerar-se que Portugal parecido a Alemanha e Espanha. Aclarem por favor.
 

(sem assunto)
« Responder #86 em: Fevereiro 02, 2008, 12:05:12 am »
Nós, madeirenses estamos bem orgrulhosos de ser portugueses mas do estamos fartos é dos politicos que nao responden às nossas exigencias, pois querem o seu partido no governo regional o que não acontece à 30 uma vez que os maderenses sempre votaram no PSD.
http://deepestsolitude.blogspot.com/
Exceptis excipiendis.
Est autem fides credere quod nondum vides; cuius fidei merces est videre quod credis.
Mea mihi conscientia pluris est quam omnium sermo.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6826
  • Recebeu: 353 vez(es)
  • Enviou: 216 vez(es)
  • +221/-0
(sem assunto)
« Responder #87 em: Fevereiro 02, 2008, 12:16:44 am »
Citação de: "HELLAS"

Sem animo de polemizar, mas sim para que voces aclarem a mim, pregunto, alem do Reino de Portugal percebendolo como un antigo estado do pasado historico, pode tambem considerar-se o Reino do Algarve tamben un estado do passado ou foi un reino dependente de qualquer outro reino hispanico? Estou a dizer isso porque em caso fora un reino independente total emtao tambem podia considerar-se que Portugal parecido a Alemanha e Espanha. Aclarem por favor.

Citar
O Algarve (do árabe "al-Gharb al-Ândaluz", al-Gharb, «o Ocidente»; do "al-Andaluz"), foi considerado, durante séculos, e até à proclamação da República Portuguesa em 5 de Outubro de 1910, como o segundo reino da Coroa Portuguesa — um reino de jure separado de Portugal, ainda que de facto não dispusesse de instituições, foros ou privilégios próprios, nem sequer autonomia — na prática, era apenas um título honorífico sobre uma região/comarca que em nada se diferenciava do resto de Portugal.

Note-se, porém, que nunca nenhum rei português foi coroado ou saudado como sendo apenas "Rei do Algarve" — no momento da sagração, era aclamado como "Rei de Portugal e do Algarve" (até 1471), e mais tarde como "Rei de Portugal e dos Algarves" (a partir de 1471).


http://pt.wikipedia.org/wiki/Reino_do_Algarve
 

*

HELLAS

  • 375
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #88 em: Fevereiro 02, 2008, 12:21:55 am »
Citação de: "Supremo Alquimista"
Nós, madeirenses estamos bem orgrulhosos de ser portugueses mas do estamos fartos é dos politicos que nao responden às nossas exigencias, pois querem o seu partido no governo regional o que não acontece à 30 uma vez que os maderenses sempre votaram no PSD.


Obrigado. So posso sentir inveja de voces por ver que nao estao a utiliçar o sentimento patriotico para atacar a quem voces creiam que merece. Seria muito facil, como alguns fazem cá carregar contra o pais una problematica que é criada pelos politicos sem ter precedentes, ou que pretendar ter-los inventado e confundendo as coisas.
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4145
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • +60/-0
(sem assunto)
« Responder #89 em: Fevereiro 02, 2008, 12:50:56 am »
Citação de: "Supremo Alquimista"
Impuseram o dito "garrote" para estrangular a Madeira e depois fazerem demagogia à vontade! Não avaliaram foi a pobreza extrema que havia quando AJJ foi para presidente, durante séculos de exploração pela "metrópole", até há vinte e tal anos! E se fossem dar banho aos gatinhos?


Obrigado pela resposta. Portanto, os pobres que se danem. É preciso é que os 'cámones' continuem a gostar de cá vir e ver as espetadas penduradas no tecto. E de preferência que não tenham que dar muitas curvas na serra, com a poncha eram capazes de enjoar. E depois até podem levar uns cifões para casa - ahh, já não... esse já não vive no pré-fabricado.
Já se sabe que no continente eram todos ricos.
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

 

RESPONSABILIDADE SOCIAL – OPERAÇÃO NA MADEIRA

Iniciado por Miguel Silva Machado

Respostas: 0
Visualizações: 696
Última mensagem Março 29, 2010, 08:28:39 am
por Miguel Silva Machado
A (falta de) democracia na Madeira

Iniciado por Marauder

Respostas: 37
Visualizações: 9336
Última mensagem Maio 16, 2007, 09:19:52 pm
por Lancero