Sukhoi T-50(PAK-FA)

  • 177 Respostas
  • 44262 Visualizações
*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8930
  • Recebeu: 902 vez(es)
  • Enviou: 1640 vez(es)
  • +105/-37
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Sukhoi T-50
« Responder #135 em: Junho 13, 2014, 12:34:03 am »


A versão bilugar foi desenvolvida para a FA Indiana mas o projecto foi cancelado devido a custos.
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Crypter

  • Especialista
  • ****
  • 1147
  • Recebeu: 183 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +26/-6
Re: Sukhoi T-50
« Responder #136 em: Junho 20, 2014, 12:03:22 am »
 

*

Edu

  • Especialista
  • ****
  • 1166
  • Recebeu: 155 vez(es)
  • Enviou: 12 vez(es)
  • +5/-4
Re: Sukhoi T-50
« Responder #137 em: Setembro 01, 2014, 12:22:12 pm »
T-50 PAK-FA fighter jet project with Russia hits turbulence

Citar
New Delhi is increasingly concerned about the sluggish progress in the fifth generation fighter aircraft (FGFA) project, a joint endeavour between India and Russia.

Driving India's worries is the fact that the Russians are neither explaining why a prototype aircraft caught fire during a technology demonstration earlier this year nor addressing other technical doubts expressed by India. In fact, the defence ministry is quite sceptical about reports from Russia that a final design contract for the next generation combat jet is on the cards.

New Delhi is particularly miffed with the fact that despite being an equal partner in the FGFA project in terms of financial contribution, Moscow is not keen to share technical details about its next generation stealth fighter PAK-FA, on which the Indian version of the combat jet will be based.

The Indian version, called the Prospective Multi-Role Fighter (PMF), is almost exactly the same as PAK-FA but with some variations. In fact, Indian money is key to keeping Russia's PAKFA programme alive. Russia has built six prototypes of PAK-FA and, after repeated requests from India, it agreed to hold a demonstration flight earlier this year for technical evaluation. The flight ended in a fire that embarrassed the Russians.


But much to the surprise of an Indian team present at the site, they were not allowed anywhere near the aircraft. India wanted to know the reasons for the fire but details were never shared, said sources. India has paid $295 million (Rs.1,785.19 crore) for the preliminary design, which was finalised last year, and it is only logical that Indian officials feel concerned about the status of the PAK-FA programme. The Indian side was not satisfied with the preliminary design and raised questions about maintenance issues, the engine, stealth features, weapon carriage system, safety and reliability. Sources said there could not be any progress until these issues were resolved.

But the queries remain unanswered even after a round of discussions between the two sides this month. The Russian side's common response to New Delhi's concerns has been: "Don't get emotional." Any further push on these issues results in talk of price escalation, sources said. For instance, the Indian Air Force had made it clear last year that it was not satisfied with the engine of the new fighter, which was based on the power plant for the Sukhoi-30. A change has been promised at an additional cost.

No Indian expert or pilot has had a long hard look at the PAK-FA jet to date. The Russians are not allowing Indian pilots to fly the aircraft, claiming foreign pilots are barred from flying in their airspace.

But India argues that such restrictions were not imposed when the Sukhois or MiG jets were extensively flown in Russia by Indian pilots. Already, India has been reduced from a joint collaborator to a financing partner in the FGFA project.

The Indian work share in the venture is a paltry 13 per cent though it is paying 50 per cent of the projected cost of $10.5 billion agreed on in 2011. In terms of work, India's state-run Hindustan Aeronautics Limited will contribute only tyres, basic navigational instrument VOR-DME, coolant for the radar, laser designation pod and heads-up display.

Even within this 13 per cent, the actual indigenous items will be in single digits and the rest will be procured from abroad. The programme has been plagued by difficulties right from the start.

India initially wanted around 30 or 40 twin-seat aircraft to be used as trainers. But since PAK-FA was a single-seater, the Russians sought an additional $8 billion for the trainer version. The move was scrapped as India settled for training on simulators. After the signing of the final design contract, it will take 94 months to complete the development programme.

The delay in resolving technical issues has meant that the IAF will not have fifth generation fighters even by the next decade.


http://indiatoday.intoday.in/story/pak-fa-project-sukhoi-t-50-russia-india-ties-defence-ministry-iaf/1/380033.html


Parece que a Rússia anda com problema no desenvolvimento do novo caça.

Quais serão as reais hipóteses de a Rússia continuar a desenvolver o projecto sozinha se a India decidir cortar o seu apoio?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15441
  • Recebeu: 1144 vez(es)
  • Enviou: 1101 vez(es)
  • +187/-173
Re: Sukhoi T-50
« Responder #138 em: Novembro 27, 2014, 10:19:36 am »
Índia avisa Rússia que não poderá continuar na espera pelos caças furtivos

dois jatos PAK-FA - T-50 - foto Sukhoi
VISITA DE PUTIN NO INÍCIO DE DEZEMBRO PODERÁ TRAZER RESPOSTA PARA ACELERAR O PROGRAMA FGFA, DO CAÇA DE QUINTA GERAÇÃO DERIVADO DO PAK-FA RUSSO. COM ATRASOS TAMBÉM NO MMRCA E LCA, O MINISTÉRIO DA DEFESA DA ÍNDIA QUER QUE PELO MENOS DOIS DESSES TRÊS PROJETOS DE NOVOS CAÇAS SEJAM ACELERADOS
-
No início do próximo mês, o presidente russo Vladimir Putin visitará a Índia, num momento em que esse país já deixou claro à Rússia que quer um plano para reduzir, substancialmente, o cronograma para as entregas do novo caça de quinta geração (FGFA) para a Índia caso queira que esse projeto futurístico seja acordado no próximo ano.

Até agora, o plano é que a Índia começaria a colocar em serviço os novos caças furtivos apenas 94 meses, na hipótese mais rápida, após os dois países assinarem o contrato de projeto final e de pesquisa & desenvolvimento, contrato este que vem sendo postergado há dois anos.

Fonte do Ministério da Defesa da Índia disse na segunda-feira, 24 de novembro, que “a Rússia foi avisada de que a Índia não pode esperar uma década para obter o FGFA. Os cronogramas de entrega precisarão ser comprimidos ao invés da Força Aérea Indiana esperar pelo caça até 2024-2025.” A fonte também informou que “os russos provavelmente responderão durante a visita de Putin”.


Os indianos já estão contrariados pelo fato da Rússia não ter dado a seus especialistas total acesso tecnológico ao FGFA, segundo notícias anteriores do jornal Times of India, apesar da Índia dividir por igual o financiamento. O contrato de projeto final, que ainda precisa ser assinado após perder o prazo inicial, que era de meados de 2012, prevê que cada país investirá 5,5 bilhões de dólares em projeto, construção de infraestrutura, desenvolvimento de protótipo e testes de voo.

O valor do programa de aquisição completo para a India, com 127 caças monopostos FGFA custando mais do que o previsto, deverá chegar a 25 bilhões de dólares, dos quais o país já gastou 295 milhões na fase de projeto preliminar após a assinatura de contrato referente a essa etapa, com a Rússia, em dezembro de 2010.

O FGFA é um desenvolvimento para a Índia do PAK-FA ( Sukhoi T-50) da Rússia, que fez seu primeiro voo de testes em janeiro de 2010. Pelos planos iniciais, as instalações da indiana Hindustan Aeronautics (HAL) em Nashik receberia três protótipos em 2014, 2017 e 2019 para testes de voo por pilotos da Força Aérea Indiana (IAF), com produção iniciando apenas em 2022. E todos esses prazos dependiam do contrato de projeto final que não foi assinado ainda.


Com a Força Aérea equipada com apenas 34 esquadrões de caça, comparados a uma necessidade de 44, os sinais de alerta soaram para os longos atrasos nos três programas de caça da Índia, sendo um deles o FGFA. Outro programa é o do caça leve (LCA) Tejas, desenvolvido localmente após uma primeira aprovação em 1983, que só atingirá a capacidade de operação final em meados de 2015. Mas o que a IAF realmente quer é a versão Tejas Mark II para equipar quatro esquadrões. E isso só deverá ocorrer a partir de 2022.

O terceiro programa atrasado é o do MMRCA (avião de combate de porte médio), cujas negociações para adquirir 126 caças franceses Dassault Rafale por cerca de 20 bilhões de dólares estão emperradas, já que a França ainda precisa aceitar total responsabilidade pelos 108 exemplares a serem produzidos na Índia. Segundo uma fonte, “o Ministério da Defesa quer que pelo menos dois dos três projetos (FGFA, LCA e MMRCA) sejam acelerados”.

FONTE: Times of India (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15441
  • Recebeu: 1144 vez(es)
  • Enviou: 1101 vez(es)
  • +187/-173
Re: Sukhoi T-50
« Responder #139 em: Janeiro 13, 2015, 04:00:00 pm »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5735
  • Recebeu: 1214 vez(es)
  • Enviou: 610 vez(es)
  • +407/-139
Re: Sukhoi T-50
« Responder #140 em: Fevereiro 08, 2015, 10:51:13 am »
http://www.aereo.jor.br/2015/02/06/forca-aerea-da-russia-recebe-primeiro-caca-stealth-t-50-de-producao-em-serie/
Citar
Na semana passada, a Força Aérea da Rússia recebeu a primeira unidade da produção em série do caça de quinta geração T-50 (PAK-FA).

O modelo produzido pela Sukhôi, que é controlada pela empresa estatal United Aircraft Corporation, passará agora por uma série testes de qualificação. A previsão é que a aeronave entre em serviço na Força Aérea Russa em 2016.

Entre as inovações do modelo, destacam-se os elementos “stealth” da fuselagem, o novo radar AESA capaz de detectar aeronaves furtivas e um completo arsenal de armamentos inteligentes de precisão.

Segundo o comandante da Força Aérea, Víktor Bondarev, as características do novo avião são comparáveis à do caça norte-americano F-22.

O presidente da United Aircraft Corporation, Iúri Sliusar, adianta que a capacidade máxima de produção da fábrica será alcançada em 2015 graças à produção dos caças T-50.

O Ministério da Defesa espera neste ano a entrega de diversos aviões de combate, transporte militar e propósitos múltiplos.



Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8353
  • Recebeu: 576 vez(es)
  • Enviou: 948 vez(es)
  • +340/-287
Re: Sukhoi T-50
« Responder #141 em: Agosto 08, 2015, 04:34:03 pm »
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

olisipo

  • Investigador
  • *****
  • 4966
  • Recebeu: 111 vez(es)
  • Enviou: 45 vez(es)
  • +27/-31
Re: Sukhoi T-50
« Responder #142 em: Agosto 11, 2015, 09:18:39 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, mafets

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5735
  • Recebeu: 1214 vez(es)
  • Enviou: 610 vez(es)
  • +407/-139
Re: Sukhoi T-50
« Responder #143 em: Agosto 12, 2015, 12:10:58 pm »
Citação de: "olisipo"
https://www.youtube.com/watch?v=64w68L2Swzo

IMPRESSIONANTE!!!!
É. Mas como devo ter uma costela anglo-saxonica sempre me impressionou mais  o raptor. :twisted:

Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

olisipo

  • Investigador
  • *****
  • 4966
  • Recebeu: 111 vez(es)
  • Enviou: 45 vez(es)
  • +27/-31
Re: Sukhoi T-50
« Responder #144 em: Agosto 12, 2015, 01:06:35 pm »
Em questões de gostos não pode haver discussão.

Cumprimentos.
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5735
  • Recebeu: 1214 vez(es)
  • Enviou: 610 vez(es)
  • +407/-139
Re: Sukhoi T-50
« Responder #145 em: Agosto 12, 2015, 01:55:09 pm »
Citação de: "olisipo"
Em questões de gostos não pode haver discussão.

Cumprimentos.
Julgava que o "Impressionante" tinha a ver com capacidade de manobra, potencia e descolagem. Até porque se é uma questão de "gosto" pessoal e apesar de não "desgostar" do T50, sempre gostei mais do material sueco...  :wink:

Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5735
  • Recebeu: 1214 vez(es)
  • Enviou: 610 vez(es)
  • +407/-139
Re: Sukhoi T-50
« Responder #146 em: Agosto 27, 2015, 11:18:34 am »
http://www.aereo.jor.br/2015/08/26/russia-testa-lancamento-de-misseis-no-caca-t-50-e-vai-produzir-novo-missil-58ushk-em-2016/
Citar
A agência de notícias russa TASS noticiou que o caça russo de quinta geração iniciou os testes de disparos de mísseis e que os mesmos foram bem-sucedidos.

A agência também informou que o novo míssil antirradiação 58USHK (imagem abaixo) começará a ser produzido em 2016.



Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8353
  • Recebeu: 576 vez(es)
  • Enviou: 948 vez(es)
  • +340/-287
Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
« Responder #147 em: Maio 27, 2016, 12:40:25 pm »
O mais recente protótipo o T50-6


"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11330
  • Recebeu: 394 vez(es)
  • Enviou: 229 vez(es)
  • +64/-47
Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
« Responder #148 em: Fevereiro 19, 2017, 04:11:14 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11330
  • Recebeu: 394 vez(es)
  • Enviou: 229 vez(es)
  • +64/-47
Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
« Responder #149 em: Outubro 22, 2017, 02:15:47 pm »